Your SlideShare is downloading. ×

Pps

1,722

Published on

Published in: Education, Business
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,722
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
38
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Ministério do Planejamento 18 de fevereiro de 2002 Brasília - DF
  • 2. Tema
      • Gestão do Conhecimento :
      • Justificativa, Conceitos e Práticas
  • 3. Questões Importantes
      • Desde quando o ser humano faz uso de conhecimento para viver e produzir ?
      • Conhecimento é algo
      • importante para a vida humana ?
  • 4. Questões Importantes
      • Então porque somente no final do século XX, começamos a falar de Gestão do Conhecimento como algo estratégico para a produção que é realizada pelo ser humano ?
  • 5. A Produção de informação q t x y
  • 6. A Produção de informação
      • Produzimos mais dados e informações do que somos capazes de sintetizar
      • Um dos maiores problemas que enfrentamos, hoje, não é a falta, mas o excesso de informações disponíveis
  • 7. A Produção de informação 70 %
    • Eventos
    • Exposições
    • Fornecedores
    • Redes de contatos
    Informal 30 % Formal
    • Artigos
    • Documentos
    • Publicações
    • Bancos de dados
  • 8. A Gestão das Inovações
      • Criatividade (humana)‏
      • Novas Idéias
      • (“novos” conhecimentos)‏
      • Invenção (“algo” novo)‏
      • Inovação (mercado)‏
  • 9. A Gestão das Inovações
      • O espaço de tempo decorrido entre duas inovações consecutivas, geradas em um mesmo setor da produção, é cada vez menor
  • 10. A Gestão das Inovações
  • 11. O Advento da Globalização
      • Eliminação das fronteiras
      • Eliminação das barreiras comerciais
      • Aumento da concorrência
      • Maior competitividade
      • Mais inovação em menos tempo
  • 12. A Massificação da Internet
      • Democratização do acesso à informação
      • Trabalho virtual x Empresa virtual
      • Comércio eletrônico
      • Espionagem eletrônica
      • Acesso global à informação
      • Fácil acesso às informações informais
  • 13. A Tecnologia da Informação
      • Mudança na relação espaço x tempo
        • decisões em tempo real
        • eliminação das fronteiras
        • mais fácil acesso à informação
        • agregação de valor à informação
  • 14. A Economia do Conhecimento
      • Empresas virtuais
      • Ativos intangíveis
      • Capital intelectual
      • Produtos mais complexos
        • mais conhecimento multidisciplinar agregado
      • Desmaterialização das empresas
        • maior participação dos ativos intangíveis
  • 15. A Sociedade do Conhecimento
    • Inversão no valor dos insumos da produção
      • Capital
      • Energia
      • Matéria-prima
      • Conhecimento
  • 16. Conclusões
    • Sendo hoje o conhecimento o diferencial estratégico da produção, então é preciso trata-lo com métodos, metodologias e ferramentais apropriados
      • Processar dados
      • Tratar informações
      • Gerenciar conhecimentos
  • 17. Conclusões
      • Conhecimento
      • Informação
      • Dado
  • 18. Conclusões
    • Fazer Gestão do Conhecimento é:
      • Saber identificar quais conhecimentos são estratégicos para a organização
        • > Planejamento Estratégico
      • Saber identificar as fontes de informações (internas e externas) apropriadas a GCO
      • Saber administrar dados e informações
  • 19. Conclusões
    • E, principalmente :
      • Promover a capacitação permanente
      • Implementar metodologias para a criação e a disseminação de conhecimento na organização
      • Gerir o Capital de Conhecimento da empresa
      • Monitorar sistematicamente a produção de conhecimentos estratégicos para a organização e a utilização dos mesmos pelos concorrentes
      • Apropriar as soluções de Tecnologia da Informação a Gestão do Conhecimento
  • 20. Conclusões
    • Gestão do Conhecimento é o processo sistemático de identificação, criação, renovação e aplicação dos conhecimentos que são estratégicos na vida de uma organização. É a administração dos ativos de conhecimento desta organização.
  • 21. Os novos conceitos
      • Gestão do Capital Intelectual
        • Capital Humano
        • Capital Estrutural
        • Capital do Cliente (relacionamentos)‏
  • 22. Os novos conceitos
      • Educação Corporativa
    • É o processo de disseminação do conhecimento organizacional em toda a cadeia de valor da empresa (clientes, fornecedores, colaboradores, acionistas e comunidade), visando alinhar as competências individuais as competências institucionais e transformando o conhecimento em valor agregado aos produtos e serviço da empresa
  • 23. Os novos conceitos
      • Aprendizagem Organizacional
    • É o processo permanente de criação e disseminação do conhecimento organizacional, visando a adaptação contínua da empresa às mudanças no seu ambiente externo, através de metodologias que facilitem a conversão do conhecimento tácito em conhecimento explícito
  • 24. Os novos conceitos
      • Inteligência Empresarial
    • É o processo permanente de monitoramento das relações de uma organização com o seu meio ambiente, visando a identificação dos sinais que decorrem dessa relação e a transformação dos mesmos em informações apropriadas ao processo decisório, com o objetivo de subsidiar suas ações estratégicas
  • 25. Os novos conceitos
    • Tecnologia da Informação Aplicada à Gestão do Conhecimento
  • 26. Os novos conceitos
  • 27. Práticas de Gestão do Conhecimento
      • Projetos de Portais Corporativos
      • Programas de Aprendizagem Organizacional
      • Sistemas de Inteligência Empresarial
      • Projetos de Universidades Corporativas
      • Desenvolvimento de Bases de Conhecimento
      • Mapeamento de Competências Essenciais
      • Mensuração do Capital Intelectual
      • Valoração de produtos e serviços com base nos
      • ativos de conhecimento da organização
      • Implementação de Comunidades de Práticas
  • 28. Principais Barreiras
      • A “Cultura Organizacional”
      • A natureza do Ativo Conhecimento (intangível)‏
      • A dificuldade em mensurar o valor do
      • conhecimento
      • A necessidade de compartilhamento
      • O “mercado” do conhecimento
      • A “transferência” do conhecimento
      • Critérios diferenciados de reconhecimento
      • A velocidade das mudanças
  • 29. A Experiência da Pontifícia Universidade Católica do Paraná na Área de Gestão do Conhecimento
  • 30. Como ?
    • Estratégia
    • Ensino
    • Pesquisa
    • Extensão
  • 31. Onde ? Núcleo de Gestão do Conhecimento e Inteligência Empresarial - NIE
  • 32. Objetivos
    • O NIE é um órgão de assessoria da Reitoria da Universidade que objetiva desenvolver projetos estratégicos na área de Gestão do Conhecimento, visando a capacitação de empresas e da própria Universidade nesta área do conhecimento
  • 33. Onde ? Grupo de Pesquisa em Gestão Estratégica do Conhecimento SKM
  • 34. Objetivos
    • O SKM é um grupo de pesquisa aplicada , ligado ao Mestrado em Administração da PUCPR, que objetiva oferecer à comunidade treinamentos e projetos cooperativos de pesquisa nesta área do conhecimento
  • 35. Quem faz ?
    • Profissionais da PUCPR (6/14)‏
      • Fernando Flávio Pacheco (Doutor Universidade de Marseille)‏
      • Antônio Raimundo dos Santos (Doutorando na UFSC)‏
      • Heitor José Pereira (Doutor pela FGV de São Paulo)‏
      • Roberto Borges França (Doutorando na UFSC)‏
      • Maria Julia Trevizan (Doutoranda na UFSC)‏
      • Paulo Bastos Júnior (Doutorando Universidade de Marseille)‏
  • 36. Quem faz ?
    • Profissionais de outras instituições (8/14)‏
      • José Cláudio Terra (Doutor em Engª de Produção)‏
      • Belmiro Valverde Castor (Doutor em Administração)‏
      • Rodrigo Baroni de Carvalho (Mestre / UFMG)‏
      • Adriano Della Coletta (Mestrando em Administração)‏
  • 37. Quem faz ?
    • Profissionais de outras instituições (8/14)‏
      • Jean-Marie Dou (Doutor / Universidade de Marseille)‏
      • Charles Davis (Doutor / Universidade New Brunswick)‏
      • Silene Seibel (Doutoranda em Engª de Produção)‏
      • Madeleine Savard (Diretora do CRIQ - Canadá)‏
  • 38. Com quais metodologias ?
    • Curso de Especialização (416 h)‏
      • Aberto ao mercado e In Company
    • Mestrado em Administração
    • Projetos de Consultoria
      • Em parceria com empresas
    • Eventos (ISKMDM)‏
    • Comunidade Virtual (www.nie.pucpr.br)‏
  • 39. Projetos Desenvolvidos (26 + 4)‏
    • Metodologia
    • Oficinas de Gestão do Conhecimento do
    • Curso de Pós-Graduação em Gestão Estratégica do Conhecimento e Inteligência Empresarial (416 horas)‏
      • Empresas Privadas > 9 projetos
      • Empresas Públicas > 21 projetos
  • 40. Em quais empresas ?
    •      SERPRO (BRASÍLIA-DF)‏
    •      PETROBRÁS (SENSUD / RIO DE JANEIRO)‏
    •      PETROBRÁS (REFINARIA DE ARAUCÁRIA)‏
    •      PERKONS
    •      SESC PARANÁ
    •      DENSO DO BRASIL
    •      FUNDAÇÃO INEPAR
    •      TELEPAR BRASIL TELECON
    •      PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
    •     DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO PARANÁ
    •      SECRETARIA DE ESTADO DOS TRANSPORTES DO PARANÁ
    •     ESAF – ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA
    •     PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR
  • 41. Com quais parceiros ?
    • MCT – Ministério da Ciência e Tecnologia
    • FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos
    • SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados
    • SETI - Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia do Paraná
    • CRRM - Centre de Recherche Rétrospective de Marseille (França)‏
    • CRIQ - Centre de Recherche Industriel du Quebec (Canadá)‏
    • IC2 - Instituto de Pesquisa da Universidade do Texas (EUA)‏
    • CITS - Centro Internacional de Tecnologia de Software
    • Universidade de New Bruswick (Canadá)‏
    • VisyWork E-business Informática Ltda
  • 42. Treinamento
    • Curso de Pós-Graduação (lato sensu) em Gestão Estratégica do Conhecimento e Inteligência Empresarial (416 horas)‏
  • 43. Curso de Especialização
    • MÓDULO 1 : (A Empresa no Século XXI)‏
        • Ética ……………………………...………...….….....… 16 h
        • Epistemologia .......................................................... 16 h
        • Introdução à Gestão Estratégica do Conhecimento . 16 h
        • Geopolíticas e Geoestratégias Internacionais .......... 16 h
        • Novas Tecnologias de Gestão ................................. 32 h
        • Gestão do Conhecimento e Inovação ...................... 32 h
  • 44. Curso de Especialização
    • MÓDULO 2 : (A Gestão Estratégica do Conhecimento)‏
        • Inteligência Empresarial ……………….…..………....…. 32 h
        • Gestão do Capital Intelectual …………......…..….......... 32 h
        • Economia Baseada em Conhecimento .………...…...… 32 h
        • Aprendizagem Organizacional ....................….....…..... 16 h
        • Educação Corporativa .................................................. 16 h
  • 45. Curso de Especialização
    • MÓDULO 3 : (A Gestão da Informação Estratégica e Tática)‏
        • Metodologias e Práticas
        • da Gestão Estratégica do Conhecimento ….....….…..... 48 h
        • Tecnologia da Informação
        • Aplicada à Gestão Estratégica do Conhecimento ....…. 48 h
  • 46. Curso de Especialização
    • MÓDULO 4 : (Projeto Integrado)‏
        • Seminário de Integração .............................................. 16 h
        • Metodologia da Construção do Conhecimento ............. 16 h
        • Oficina de Gestão Estratégica do Conhecimento........... 48 h
    • Total de Horas do Curso …....… 416 h
  • 47. Projetos Desenvolvidos
      • PROJETO: Modelo de Geração de Produtos Intensivos em Conhecimento como Alternativa para EMATER-PR Posicionar-se Estrategicamente no Mercado (1999)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Mapeamento das Competências Essenciais da PUCPR (1999)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Diretrizes para um Sistema de Inteligência Empresarial para a PUCPR (1999)‏
      • OBJETIVO:
      • PROJETO: Base de Conhecimento de Clientes como Suporte para Empresas Produtoras e Consultoras de Sistemas de Gestão Empresarial
      • OBJETIVO:
      • PROJETO: Inovação: uma Reflexão para os Cursos de Pós-Graduação na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR 1999)‏
      • OBJETIVO:
  • 48. Projetos Desenvolvidos
      • PROJETO: Aplicação do Pensamento Sistêmico nas Organizações com Enfoque na Resolução de Problemas
      • OBJETIVO:
      • PROJETO: Arranjo das informações necessárias para gerenciar processos estratégicos na organização (DER-PR 2000)‏
      • OBJETIVO:
      • PROJETO: A educação corporativa como instrumento de competitividade e inovação das organizações. Estudo de Caso: Centro Automotivo do Paraná (2000)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Modelo de gestão do conhecimento para o suporte às ações estratégicas e gerenciais da Secretaria dos Transportes do Estado do Paraná (2000)‏
      • OBJETIVO:
      • PROJETO: Análise da Aplicabilidade de um Modelo de Gestão de Competências no Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná (DER-PR 2000)‏
      • OBJETIVO:
  • 49. Projetos Desenvolvidos
      • PROJETO: Um Modelo de Diagnóstico de Gestão Estratégica do Conhecimento (2000)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Gestão do Conhecimento e Estratégia Empresarial: Uma abordagem integrada para a Petrobrás (2000)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Critérios para Avaliação da Organização em Relação à Gestão Estratégica do Conhecimento (FPNQ e Petrobrás, 2000).
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Metodologia para identificação das competências pessoais existentes na Petrobrás (2000)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: A aplicabilidade do modelo de Universidades Corporativas à PETROBRÁS (2000)‏
      • OBJETIVO:
  • 50. Projetos Desenvolvidos
      • PROJETO: Gerenciamento das informações informais no contexto tecnológico (Petrobrás, 2000)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Metodologia para identificação das habilidades e conhecimentos requeridos pelos processos vinculados ao planejamento estratégico da Petrobrás (2000)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Aplicabilidade dos Modelos de Aprendizagem Organizacional (Petrobrás, 2000)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Metodologia de Transformação do conhecimento baseada na Gestão de Procedimentos (Petrobrás, 2000)‏
      • OBJETIVO:
      •  
      • PROJETO: Estratégia de Integração das Práticas de Gestão do Conhecimento ao Modelo de Gestão do SERPRO (2001)‏
      • OBJETIVO: propor estratégias para integração das práticas de Gestão do Conhecimento ao Modelo de Gestão do SERPRO.
  • 51. Projetos Desenvolvidos
      • PROJETO: O SERPRO e a Educação Corporativa (2001)‏
      • OBJETIVO: Propor um modelo de Educação Corporativa como suporte à realização da estratégia empresarial do Serpro.
      •  
      • PROJETO: A Gestão de Pessoas Alinhada a Gestão do Conhecimento (SERPRO, 2001)‏
      • OBJETIVO: Propor diretrizes para a Gestão de Pessoas no SERPRO, norteadas pela Gestão do Conhecimento
      •  
      • PROJETO: Valoração de Soluções em Tecnologia da Informação com Base no Conceito de Capital Intelectual (SERPRO, 2001)‏
      • OBJETIVO: Pospõem um modelo de valoração das soluções em Tecnologia da Informação, desenvolvidas pelo SEPRO, com base no conceito de Capital Intelectual
      •  
      • PROJETO: O modelo, para o SERPRO, de compartilhamento das melhores práticas de relacionamento com os clientes (2001)‏
      • OBJETIVO: D esenvolver uma análise dos modelos de relacionamento entre os atores do mercado empresarial e propor um novo modelo conceitual de relacionamento entre o SERPRO e seus clientes.
      •  
      • PROJETO: A disseminação da informação de maneira seletiva e eficaz no SERPRO (2001)‏
      • OBJETIVO: propôs-se uma metodologia para implantação de um serviço de disseminação seletiva da informação no contexto da gestão do conhecimento no SERPRO
  • 52. Projetos Desenvolvidos
      • PROJETO: A Educação Corporativa como diferencial competitivo para a ESAF (2001)‏
      • OBJETIVO: Proposições de Medidas para a adoção da Educação Corporativa como Estratégia Competitiva da ESAF
      • PROJETO: Retenção do conhecimento no processo de manutenção industrial da REPAR (Petrobrás 2001)‏
      • OBJETIVO: Propor modelo para reter o conhecimento no processo de manutenção industrial na REPAR
      • PROJETO: Proposta de Implantação de Modelo de Educação Corporativa na Unidade de Negócio REPAR (Petrobrás 2001)‏
      • OBJETIVO: - Desenvolver modelo para a implantação do processo de Educação Corporativa da Petrobrás, na UN REPAR : Uma proposição para Universidade Corporativa
      • PROJETO: A Evolução do Modelo de Carreira Vertical para o de Gestão por Competências (Denso, Prefeitura, Brasil Telecon, 2001)‏
      • OBJETIVO: Propor uma Metodologia de Evolução do Modelo de Carreira Vertical para o de Gestão de Competências, a fim de Implementar a Estratégia Organizacional
      •  
      • PROJETO: Modelo de Aprendizagem Organizacional (ESAF, SENAC, Perkons, 2001)‏
      • OBJETIVO: Propor um Modelo de Aprendizagem Organizacional baseado no conceito de Benchmarking Interno
  • 53. Projetos Desenvolvidos
    • 1. ESTRATÉGIA DE INTEGRAÇÃO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO AO MODELO DE GESTÃO DO SERPRO
    • O objetivo do presente trabalho foi propor estratégias para integração das práticas de Gestão do Conhecimento ao Modelo de Gestão do SERPRO. Como base para a conceituação foram consultados diversos autores a respeito de Modelo de Gestão, Gestão do Conhecimento e Gestão de Mudanças. Foram descritos o Modelo de Gestão do SERPRO, as premissas para o Modelo Conceitual e as justificativas para a sua concepção e implantação, assim como comentários sobre os principais aspectos da Política SERPRO de Gestão do Conhecimento e Aprendizagem Organizacional e as práticas de Gestão do Conhecimento implantadas até o momento ou em implantação na Empresa. Foi realizado, ainda, um levantamento junto às Unidades de Gestão do SERPRO visando detectar o grau de internalização, disseminação e implantação das práticas de Gestão do Conhecimento definidas na Política. Para viabilizar a proposta de integração das práticas de Gestão do Conhecimento do SERPRO ao seu Modelo de Gestão, foram descritas as ações adotadas e o quanto cada uma delas está aderente às práticas GCO, descrevendo as lacunas existentes e formulando um conjunto de recomendações, cujas implementações possibilitarão acelerar a entrada do SERPRO na Era do Conhecimento
  • 54. Modelos Mentais
      • Mais difícil do que convencer alguém a aceitar novos conceitos, é convencer alguém a “se livrar” dos velhos !
  • 55. Gestão do Conhecimento Prof. Fernando Flavio Pacheco Coordenador do Núcleo de Gestão do Conhecimento e Inteligência Empresarial da Pontifícia Universidade Católica do Paraná [email_address] www.nie.pucpr.br
  • 56.
    • F I M

×