• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Analise das demonstr finance
 

Analise das demonstr finance

on

  • 10,639 views

 

Statistics

Views

Total Views
10,639
Views on SlideShare
10,639
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
122
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Analise das demonstr finance Analise das demonstr finance Document Transcript

    • 1 Análise de Balanços - Curso de Administração ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONCEITO: consiste no exame pormenorizado dos componentes patrimoniais ( contas e grupos de contas), comparando-os entre si e em relação a seus similares em outras demonstrações contábeis. OBJETIVOS: A análise de balanços objetiva extrair dos demonstrativos contábeis informações capazes de orientar o analista e demais interessados a tomar decisões adequadas na gestão da entidade. . Podem-se listar, entre outras, as seguintes informações produzidas pela Análise de Balanços. 1 - Situação financeira 2- Situação econômica 3 – Desempenho da entidade 4 – Níveis de endividamento 5 – Eficiência na utilização dos recursos 6 – Pontos fortes e fracos 7 – Tendências e perspectivas 8 – Quadro evolutivo 9 – Causas das alterações na situação financeira . 10 – Causas das alterações na rentabilidade 11 – Evidência de erros da administração 12– Avaliação de alternativas econômifo-financeiras futuras. PRINCIPAIS TÉCNICAS OU TIPOS DE ANÁLISES: 1 – ANÁLISE POR QUOCIENTES 2 – ANÁLISE VERTICAL (de estrutura ou de composição; 3 – ANÁLISE HORIZONTAL (de evolução ou de crescimento. 4 – COMPARAÇÃO POR PADRÕES ANÁLISE POR QUOCIENTES É estudo comparativo, através de índices, entre dois valores do mesmo grupo ou entre grupos diferentes. . Ex: Ativo Circulante: Passivo circulante = índice de liquidez corrente. ANÁLISE VERTICAL: Permite determinar a participação relativa (ou relação percentual) de cada conta ou grupo de conta dentro do conjunto total. Esse processo é também conhecido por Análise por Coeficientes Exemplo: a conta CAIXA dividida pelo o ativo total ANÁLISE HORIZONTAL: Comparação, por meio de números índices, entre as contas e grupos de uma certa entidade em exercícios consecutivos. Visa a mostrar o desempenho de cada conta ou grupo de contas ao longo do período analisado. Exemplos COMPARAÇÃO POR PADRÕES Consiste na comparação entre quocientes, coeficientes e números índices contidos nas demonstrações contábeis de certa entidade em relação aos mesmos dados de outras entidades do mesmo ramo, no mesmo período. . INDICADORES ECONÔMICO-FINANCEIROS São índices que resultam da comparação os elementos da demonstração contábil. Através deles se pode conhecer a situação econômica e financeira da empresa. Ex: a) Índices de liquidez, b) Índices de estrutura ou endividamento; c) Índices de rentabilidade.
    • 2 d) Índices de rotatividade. a) ÍNDICES DE LIQUIDEZ - Medem a capacidade financeira da empresa em pagar os compromissos assumidos com seus credores. LIQUIDEZ CORRENTE: Retrata a capacidade da empresa em pagar seus compromissos em curto prazo. FÓRMULA: Este índice é obtido, dividindo-se o ativo circulante pelo passivo circulante. AC PC LIQUIDEZ IMEDIATA: (ou liquidez instantânea) - Mede a capacidade que a empresa tem de pagar imediatamente seus compromissos. Resulta da divisão entre o disponível pelo passivo circulante. D PC LIQUIDEZ SECA: Mede a capacidade de pagamento da empresa, em curto prazo, excluindo- se o valor dos estoques do ativo circulante. Fórmula: Ativo Circulante – Estoques Passivo circulante. Interpretação: quanto maior, melhor. LIQUIDEZ GERAL: Este índice mede a capacidade da empresa em pagar seus compromissos a curto e longo prazo. Fórmula: ATIVO CIRCULANTE + REALIZÁVEL A LONGO PRAZO dividido por PASSIVO CIRCULANTE + PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO. AC + ARLP PC + PELP ÍNDICES DE ESTRUTURA E ENDIVIDAMENTO ÍNDICES DE ESTRUTURA OU ENDIVIDAMENTO: Destinam-se a orientar a política de decisões da empresa No tocante à obtenção e aplicação de recursos. Retratam o grau de endividamento da empresa. Ou seja, a relação percentual entre seu capital próprio e o capital de terceiros. PARTICIPAÇÃO DE CAPITAL DE TERCEIROS NOS RECURSOS TOTAIS PC + PELP PC + PELP + PL GARANTIA DE CAPITAL DE TERCEIROS (ou Garantia do Capital Próprio ao Capital de Terceiros) Consiste no quociente obtido com a divisão do Patrimônio Líquido por todo o passivo exigível (passivo circulante + passivo exigível a longo prazo). Isto é, o capital próprio da empresa dividido pelo capital de terceiros.
    • 3 FÓRMULA: PL PC + PELP Interpretação: Este índice indica, em termos percentuais, o volume de recursos próprios da empresa em relação a sua dívida total. Quanto maior, melhor. ÍNDICE DE ENDIVIDAMENTO GERAL ou GRAU DE ENDIVIDAMENTO é encontrado através da fórmula Passivo Circulante + Passivo exig. A L. Prazo ATIVO TOTAL Este índice mostra, em termos percentuais, a parcela de bens e direitos da empresa financiada por capital de terceiros. Quanto menor, melhor. COMPOSIÇÃO DO ENDIVIDAMENTO: Este índice indica a Participação percentual das obrigações a curto prazo em relação à dívida total. Quanto menor, melhor. É representado pela fórmula: PC PC + PELP IMOBILIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO (IMOBILIZAÇÃO DO CAPITAL PRÓPRIO) - Este índice mostra quanto do patrimônio líquido foi aplicado no ativo permanente. Convém observar que um elevado grau de imobilização do capital próprio pode comprometer a liquidez da empresa, além de gerar lucros fictícios em períodos inflacionários. FÓRMULA: ATIVO PERMANENTE PATRIMÔNIO LÍQUIDO IMOBILIZAÇÃO DE RECURSOS PERMANENTES (ou imobilização de recursos não correntes). Este índice demonstra o percentual de recursos não correntes aplicados no Ativo Permanente. Fórmula: AP PELP + PL Interpretação: quanto menor, melhor. (embora algum grau de imobilização seja aconselhável). RENTABILIDADE A RENTABILIDADE MOSTRA, EM NÚMEROS ABSOLUTOS E RELATIVOS, O GRAU DE LUCRATIVIDADE DO CAPITAL INVESTIDO. OS ÍNDICES DE RENTABILIDADE INTERESSAM PRIMEIRAMENTE AOS PROPRIETÁRIOS E INVESTIDORES POTENCIAIS DA EMPRESA, QUE IDENTIFICAM, ATRAVÉS DELES, A REMUNERAÇÃO DE SEUS CAPITAIS INVESTIDOS. INTERESSAM TAMBÉM A BANCOS E FORNECEDORES, QUE, POR MEIO DELES, PODEM AVALIAR A SOLIDEZ DA EMPRESA E SUA CAPACIDADE DE CUMPRIR OS COMPROMISSOS CORRENTES.
    • 4 ÍNDICES DE RENTABILIDADE: ÍNDICES DE RENTABILIDADE: Interpretam o desempenho global da empresa e sua capacidade de geração de lucros. MARGEM LÍQUIDA - indica a lucratividade da empresa em função de sua venda líquida. Indica quanto a empresa ganhou em cada real de vendas líquidas realizadas. Quanto maior este quociente, melhor. FORMULA: LUCRO LÍQUIDO VENDAS LÍQUIDAS MARGEM BRUTA: Indica a relação percentual entre o LUCRO OPERACIONAL BRUTO e AS VENDAS LÍQUIDAS. Quanto maior o índice, melhor. FÓRMULA: LUCRO BRUTO VENDAS LÍQUIDAS Margem operacional (lucro operacional : vendas líquidas) - índice próximo à margem líquida. RENTABILIDADE DO ATIVO: Mostra quanto a empresa obtém de lucro líquido em relação ao ativo. O índice ideal é superior à unidade. Através deste índice pode se prever qual o tempo necessário para que se recuperem os investimentos feitos na empresa (capital próprio + capital de terceiros). FÓRMULA: LUCRO LÍQUIDO ANTES DO IR ATIVO TOTAL RETORNO SOBRE O INVESTIMENTO: - LUCRO LÍQUIDO APÓS O IMP. DE RENDA ATIVO TOTAL. RENTABILIDADE DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO: Este índice mostra a taxa de rendimento do capital próprio. O resultado obtido pode ser comparado com outras formas de aplicações existentes no mercado financeiros: poupança, ações, aluguéis, fundos de investimentos, etc. FÓRMULA: LUCRO LÍQUIDO ANTES DO IR PATRIMÔNIO LÍQUIDO RETORNO SOBRE O PATRIMÔNIO LÍQUIDO: _______LAPIR________ PATRIMÔNIO LÍQUIDO RENTABILIDADE LÍQUIDA DO CAPITAL INVESTIDO EM ESTOQUES: Fórmula: LUCRO LÍQUIDO ANTES DO IR CMV
    • 5 ÍNDICES DE ROTATIVIDADE: ÍNDICES DE ROTATIVIDADE (ROTAÇÃO) Determinam a velocidade (giro) dos valores aplicados no patrimônio da empresa. GIRO DO ATIVO – Este índice mede a relação do volume de vendas com o investimento total. FÓRMULA: VENDAS LÍQUIDAS ATIVO TOTAL Interpretação: Quanto maior este índice, melhor. ROTAÇÃO DO PL VENDAS LÍQUIDAS PATRIMÔNIO LÍQUIDO ROTAÇÃO DO ATVO PERMANENTE VENDAS LÍQUIDAS ATIVO PERMANENTE ROTAÇÃO OU GIRO DO ATIVO OPERACIONAL VENDAS LÍQUIDAS ATIVO OPERACIONAL OBS. ATIVO OPERACIONAL = AC + AP IMOBILIZADO + AP DIFERIDO ROTAÇÃO DO OU GIRO DO ATIVO TOTAL MÉDIO VENDAS LÍQUIDAS ATIVO TOTAL MÉDIO ATIVO TOTAL MÉDIO = ATIVO INICIAL + ATIVO FINAL 2 ROTAÇÃO DOS ESTOQUES: Indica quantas vezes o estoque é totalmente vendido e novamente adquirido durante o exercício. FÓRMULA: CMV ESTOQUE MÉDIO DAS VENDAS Estoque médio: estoque inicial + estoque final 2. Obs: a rotatividade de estoque varia conforme o ramo da empresa. Exemplos diferentes: sorveteria em lugares quentes x anéis episcopais. Ideal: comparar empresas do mesmo ramo.