• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Relatório de Atividades da Divisão de Fomento Agropecuário de Poços de Caldas
 

Relatório de Atividades da Divisão de Fomento Agropecuário de Poços de Caldas

on

  • 1,035 views

POÇOS DE CALDAS

POÇOS DE CALDAS

Statistics

Views

Total Views
1,035
Views on SlideShare
935
Embed Views
100

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

4 Embeds 100

http://midiarural.blogspot.com 83
http://midiarural.blogspot.com.br 7
http://www.redepeabirus.com.br 6
http://www.midiarural.blogspot.com 4

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Relatório de Atividades da Divisão de Fomento Agropecuário de Poços de Caldas Relatório de Atividades da Divisão de Fomento Agropecuário de Poços de Caldas Presentation Transcript

    • SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TRABALHO
    • DIVISÃO DE FOMENTO AGROPECUÁRIO RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2011
    • Equipe 1. Myrian Reis Sousa - estagiária 2. José Pereira Breves - tratorista 3. Antônio Lourenço da Silva - tratorista 4. Antônio Marcos Domingues – operador de máquinas pesadas 5. José Carlos Vicente – operador de máquinas pesadas 6. Ricardo André de Oliveira – gerente de infraestrutura rural 7. Márcio Adilson Moraes – técnico agrícola 8. Joaquim – técnico agrícola 9. Paulo Augusto Barreto – gerente de abastecimento (feira Livre) 10. Adolfo Martins Ferreira – serviços gerais 11. Camila Vieira Geraldo – auxiliar administrativa 12. Fernanda Maria Costa Vieira – fiscal de assuntos rurais 13. Sheila de Souza – fiscal de assuntos rurais 14. Paulo Afonso Nogueira – fiscal de assuntos rurais 15. Iracema Cândida de Souza - serviços gerais 16. João Batista M de Carvalho – serviços gerais 17. Marcos Fabri – serviços gerais 18. Calemir Verola Ferreira – serviços gerais 19. Vicente Judice Filho – serviços gerais 20. Antônio Carlos Emigliozzi – administrador do CEASA Coordenação 21. Ulisses Ferreira de Oliveira
    • Desafio A dificuldade de gerir os escassos recursos públicos para atender às diversas demandas de diferentes setores da economia agrícola do município. Aliada afalta de integração política entre os diversos órgãos municipais e ao crescente êxodo rural principalmente por falta de incentivo aos jovens e as mulheres. Soma-se a isso uma população extremamente exigente, que cobra cada vez mais investimentos públicos.Política Guia Articular ações práticas e coordenadas que promovam o desenvolvimento social, econômico, ambiental, cultural e político do agronegócio do município.Fortalecendo sua importância setor econômica para Poços de CaldasValores Participação Transparecia Eficiência Gestão ParceriasResumo A antiga Secretaria Municipal de Assuntos Rurais e Abastecimento hoje é a Divisão de Fomento Agropecuário e integra as atividades dasFeiras-Livres, do CEASA-Poços, da Patrulha Motomecanizada e dos projetos de fomento ao agronegócio local. Mesmo não tendo mais o status desecretaria a divisão manteve suas parcerias e busca melhorar a cada dia o atendimento às demandas da população como um todo. O presenterelatório é fruto das atividades desenvolvidas, graças ao empenho e dedicação de todos os funcionários, sobretudo da secretária Cibele MeloBenjamin. Como desafios ficam as urgentes reformas para o CEASA, a necessidade de revisão das leis que regem a divisão, a aquisição de um carropara o setor.
    • Campanha de Vacinação A XXXIII e a XXXIV campanha municipal de vacinação de bovinos contra a febre aftosa e a brucelose, aconteceram nos mês de maio e novembro de 2011e atendeu 85 pequenos produtores, vacinando um total de 419 animais.Melhorias no CEASA-Poços Como previsto no plano de desenvolvimento rural desenvolvido pela divisão, reformas e melhoria de condições de trabalho para o CEASA-Poços, eramfundamentais para dar condições para que os colaboradores da divisão desenvolvessem seus trabalhos. Foram executadas medidas de acordo com um termo decompromisso firmado entre a coordenação da divisão e o gestor do entreposto. Desta forma ações como: ampliação do estacionamento; instalação de bebedouros; contratação de uma estagiária; melhoria dos relatórios; projeto de arborização do CEASA-Poços; melhoria do sistema de internet para o lançamento dos dados estatísticos; caixa de sugestões para os usuários do CEASA;
    • Levantamento de dados Ceasa-Poços Uma das principais metas da divisão era finalizar o lançamento dos dados estatísticos de 2010 referente a movimentação de mercadorias dentro doentreposto. Este objetivo foi atingido no primeiro semestre e já estamos organizando o lançamento dos dados de 2011, até o final de setembro não teremosmais serviços atrasados, isso graças ao desempenho de toda a equipe além do apoio da secção de informática, sobretudo Éder, Renato, Rafael e Fábio.Organização de Patrulha Motomecanizada Foi feita uma programação para a patrulha motomecanizada contemplando todas as 06 comunidades do município, divididas em: Souza Lima,Barra da Bandeira, Campos, Córrego D’antas, Aparecida e Ponte João Nery. Nesta programação a equipe da divisão de Fomento Agropecuário permanece 01 mêsem cada comunidade, atendendo os serviços agendados no mês anterior. Após essa organização, a seção de infraestrutura rural passou a trabalhar dentro do programado o que possibilitou melhoria significativa, o desafio agoraé fazer um mapa das demandas e um diagnóstico dos principais problemas enfrentados pela equipe para atender a comunidade rural. Mas com o esforço de todos já é possível observar melhoria significativa, principalmente no atendimento de demandas antigas e de produtores que nãoestavam sendo beneficiados pelo benefícios da lei.
    • Até agora mais de 60 produtores foram atendidos, sendo construídas ou limpas mais de 570 bacias de captação de águas pluviais em todas ascomunidades do município.Levantamentos Feira-Livre Buscando identificar as necessidades das feiras-livre do município, estamos fazendo um levantamento de todas as 13 feiras do município, olevantamento consiste em um banco de dados dos feirantes, divididos por feiras, produtos, categoria, município de origem, metragem e outras informaçõesúteis para uma boa gestão desse que é um espaço de promoção do consumo de alimentos saudáveis e a preços acessíveis para a população.
    • Concurso de Qualidade dos Cafés A realização do 4º Concurso de qualidade dos Cafés de Poços de Caldas está sendo um sucesso. Através de parceria com a EMATER-MG e o InstitutoFederal do Sul de Minas - Campus Machado. Estamos criando a melhor edição do concurso. Como prova disso é a expectativa de aumento de mais de 100% nonúmero de produtores participantes, aumento do número de compradores para os cafés de melhor qualidade a realização de palestras orientando o produtor apreparar seus cafés para o concurso, e a visibilidade que o trabalho vem ganhando na mídia nacional. O concurso gera grandes benefícios para a cidade, hajavista a presença crescente de turistas internacionais que vem para o município para fecharem negócios com nossos produtores, valorizando nossa produção enossos produtores, aumentando a renda e melhorando a qualidade dos nossos cafés.Curso Apicultores Através da EMATER e da associação dos apicultores, foi realizado um curso básico para apicultores e interessados na atividade apícula, o curso foirealizado na CBA e apresentou noções básicas para aqueles que desejam ter na atividade apícula mais uma fonte de renda. Mais de 15 participantes.
    • Curso para Feirantes Através de parceria com o SENAI e a associação dos feirantes, foi realizado curso de Boas práticas na fabricação e manipulação de alimentos, para osfeirantes que manipulam alimentos na Feira-Livre, tais como pasteleiros, churrasqueiros, doceiros e vendedores de caldo de cana. O curso teve 15 horas deduração com direito a certificado de conclusão e veio de encontro com a necessidade de oferecer alimentos com qualidade e segurança.Apoio a Associação de Feirantes Buscando fortalecer a associação dos feirantes de Poços de Caldas, estão sendo realizadas reuniões mensais com os associados, quando são feitasdinâmicas de grupo com base no programa da cultura da cooperação do SEBRAE. O objetivo é identificar o objetivo principal da associação, fortalecendo aorganização através de planos de trabalho, e ações que incentivem os outros feirantes a participarem da associação. Neste sentido foram feitas ações como a promoção de natal, o objetivo da campanha foi valorizar as bancas associadas, e aumentar as vendas nofinal de ano, lembrando o consumidor da importância do consumo de Frutas, Legumes e Verduras. Para concorrer às cestas os clientes, de todas as 13 feiras do município deverão procurar as bancas associadas, são 37, que estarão identificadas com umbanner da associação. A cada R$ 10,00 em compras o cliente receberá um cupom que deverá ser preenchido e depositado em urnas nas próprias bancas.
    • Ainda foi viabilizada uma palestra do Consultor do Sebrae Willian Moyle, que mostrou a importância da formalização dos feirantes emmicroempreendedores individuais e colocou como opção o trabalho da cultura da cooperação, na qual a associação terá a oportunidade de um curso de 100horas de duração com encontros mensais e focando no fortalecimento do grupo e na identificação de oportunidades de negócios em conjunto como forma demelhorar cada vez mais as feiras-livres do município.Levantamentos para roteiro de turismo rural Em parceria com a Associação Caminhos Gerais e a Secretaria de Turismo, fizemos um levantamento para a criação de um roteiro de turismo rural. Aprincípio a ideia era cadastrar uma proposta no edital do SEBRAE nacional, porém com o potencial identificado estão sendo desenvolvidas atividades para darcondições aos atrativos turísticos do nosso meio rural. A estimativa é até o mês de setembro ser lançado o roteiro com uma visita experimental, na qual osturistas responderão um questionário sobre os pontos fortes e fracos do roteiro. O roteiro passar pelo Restaurante Fazenda, pela Assodantas, o Alambique do Bertozzi, o Sítio Caponga e o Restaurante Capitão do Lago.
    • Levantamentos artesanato rural Está sendo feito juntamente com as escolas rurais do município um levantamento do artesanato rural. O objetivo é identificar e cadastrar todos osartesãos que moram no meio rural, após esse levantamento serão desenvolvidas ações de incentivo ao artesanato rural do município, focando os trabalhos jáexistentes.Participação na Hortitec A divisão de Fomento Agropecuário participou da maior feira de frutas, legumes e verduras da América Latina, realizada em Holambra-SP a Hortitec éuma feira que reúne as maiores empresas do setor, com muitas tecnologias e novidade a feira é um dos melhores eventos para buscar informações para o setorhortifrutigranjeiros, pensando nisso a levamos os técnicos agrícolas Joaquim e Márcio para conhecerem a feira e trazerem novidades para a feira-livre a o CEASA-Poços.Asfaltamento de Terreiros de Café Programa que busca apoiar os produtores do município o asfaltamento de terreiros de café é realizado em parceria com a Secretaria de Obras, e esteano atendeu 05 produtores sendo que o maior deles foi Francisco Otávio Lotufo que asfaltou mais de 2 mil m² de terreiro. Esse é um diferencial do municípioque fornece aos produtores o material (emulsão e pedrisco) a um preço abaixo do custo como forma de incentivo a produção de cafés de qualidade.
    • Horta do Parque São Sebastião A Divisão de Fomento Agropecuário apoia a iniciativa da Associação Independente do São Sebastião que está fazendo um trabalho de produção deverduras e legumes em uma área que era utilizada como depósito de entulhos e lixo. A horta está na fase final de construção, mas já está produzindo verdurascomo alface, chicória, couve, entre outros produtos que são comercializados a preço acessível para os moradores do bairro. A inciativa ainda prevê a construçãode um barracão onde será armazenados produtos recicláveis que serão trocados por verduras e legumes. Além disso a associação prevê a ocupação de idosos que podem obter renda com a produção das verduras.
    • Parceria com a PUC para as Feiras-Livre Acaba de ser firmada parceria com o curso de administração da PUC que irá realizar uma pesquisa de mercado nas feiras-Livre do município. O Objetivo éentrevistar os clientes e não clientes das feiras identificando o perfil de cada um, resultando assim em um material que forneça subsídios para a tomada demedidas para valorizar ainda mais nossas feiras. A pesquisa será realizada no segundo semestre de 2011 por alunos do segundo período da administração sob orientação do Professor José Milton e dacoordenadora Maria José Scassioti.Fortalecimento do CONDRAS Desde a chegada á divisão de fomento agropecuário, estamos promovendo mudanças no conselho de desenvolvimento rural sustentável, a principalmeta para 2011 é a realização do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável. Além disso foi feita uma organização das reuniões trazendo váriospalestrantes para falar sobre temas como meio ambiente, febre aftosa, policiamento na zona rural entre outros assuntos de interesse do produtor. Para isso o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável – CONDRAS promoveu encontros com produtores, trabalhadores emoradores de 07 comunidades rurais do município.
    • O objetivo é ouvir reivindicações e saber quais as reais demanda de toda a população rural para que possam compor o Plano Municipal deDesenvolvimento Rural Sustentável PMDRS. Nessa primeira fase o objetivo é incentivar a comunidade a pensar nas forças e fraquezas asdificuldades e oportunidades que julgarem que precisam ser trabalhadas, é feita uma dinâmica dentro de uma metodologia da EMATER e discutidoos resultados que irão compor o PMDRS, que será uma ferramenta importante para que todas as instituições ligadas ao agronegócio possamdesenvolver ações voltadas a atender as reais necessidades de produtores, empregados e moradores das comunidades rurais de Poços de Caldas.Apoio aos produtores de leite da região dos campos Como forma de apoiar os pequenos produtores de leite do município, estamos promovendo em parceria com o curso de veterinária da PUC uma aulaprática de inseminação artificial em bovinos, que será realizado no dia 22 de agosto. Outra iniciativa é uma visita técnica no distrito de Palmeiral no município deBotelhos, onde os produtores vão conhecer um pouco mais sobre o sistema de manejo de pastos divididos em piquetes, sistema este que garante a melhoria dapastagem e consequentemente maior rendimento para o produtor, durante a visita iremos conhecer também a associação do pinhalzinho que trabalha com umtanque de resfriamento comunitário que está garantindo a qualidade do leite dos produtores.Parceria IFSULDEMINAS O Instituto Federal do Sul de Minas é composto pelos Polos de Machado, Inconfidentes e Muzambinho, e tem professores especialistas em diversasáreas, diante disso a divisão está procurando firmar cada vez mais parceria com o instituto para garantir ao produtor o acesso a novas tecnologias. A primeira
    • atividade em conjunto está na realização das palestras ministradas pelo professor de machado Leandro Carlos Paiva, com temas relacionados a qualidade docafé. Uma nova demanda é para a produção de hortaliças em estufas e no sistema hidropônico, o objetivo é firmar parceria com o campus Muzambinho parapromover esse treinamento aos produtores interessados.Terraplenagem no Distrito Industrial A equipe da secção de infraestrutura rural trabalhou mais de 100 horas na abertura e limpeza de lotes no Distrito Industrial, para instalação de empresascomo a Plenus e Transvita.Apoio ao evento de motocross A equipe da secção de infraestrutura rural trabalhou mais de 185 horas para com serviços do preparo do terreno ao lado do Tatersal para a realização doevento de motocross promovido pela secretaria de esportes.Apoio a hortas comunitárias e escolares e transporte de trailers odontológicos A equipe da secção de infraestrutura rural trabalhou mais de 45 horas para com serviços do preparo do terreno em hortas comunitárias como no BairroSão José e na Escola Carmélia de Castro, além do transporte de trailers odontológicos para a secretaria da saúde.Programa Nacional e Alimentação Escolas (PNAE) A Divisão de Fomento Agropecuário articulou parcerias com a secretaria de educação a empresa SHA Alimentos e a EMATER-MG, possibilitando assim ocumprimento da Lei federal nº 11.947/2009 que dispõe sobre a alimentação escolar e obriga a utilização de 30% do recurso do FNDE seja utilizado para a comprade gêneros alimentícios da agricultura familiar.
    • Técnicos da divisão cadastraram produtores de frutas, legumes e verduras e fizeram levantamento dos produtores com potencial para participarem doprograma. Como resultado foi possível a prefeitura iniciar a utilização do recurso que estava bloqueado e assim garantindo renda e emprego no campo.Curso de Manutenção e Operação de Máquinas Agrícolas A capacitação aconteceu de 17 a 21 de outubro, e contou com a participação de funcionários da Prefeitura, trabalhadores rurais e pequenosprodutores. Graças a parceria da Prefeitura o Sindicato Rural de Poços de Caldas e o SENAR-MG. O curso tem o intuito de instruir os trabalhadores.O treinamento veio para somar. Através dele, os trabalhadores podem otimizar e facilitar o seu trabalho. Para 2012 a Secretária de DesenvolvimentoEconômico e Trabalho, prevê a realização de curso de operação e manutenção de retro escavadeira e também de prevenção de acidentes.
    • Tratamento do Esgoto com Fossas Sépticas Econômicas Com orientação da SEDET famílias de cafeicultores se uniram para buscar alternativas para a melhoria da qualidade de vida na comunidade,esses produtores conseguiram, através de parcerias, obter a certificação Fair Trade e hoje exportam cafés para todo o mundo, como premio pago pelaexportação a comunidade vem recebendo recursos para serem investidos em projetos sociais e ambientais. Um dos maiores problemas que esses produtores queriam resolver é a questão do esgoto, já que em todas as propriedades da comunidade oesgoto é lançado a céu aberto ou diretamente em cursos dágua. Diante disso a associação procurou o apoio da Prefeitura de Poços de Caldas e a Divisão de Fomento Agropecuário procurou uma alternativabarata e funcional para solucionar a questão, sendo recomenda a Fossa Séptica Biodigestora, modelo desenvolvido pela Prefeitura dePindamonhangaba e que chama a atenção pelo baixo custo, pouco mais de R$ 200,00. Segundo a Organização das nações Unidades para a agricultura e abastecimento, a agricultura de base familiar reúne 14 milhões de pessoas,mais de 60% do total de agricultores, e detém 75% dos estabelecimentos agrícolas do Brasil. É comum nessas propriedades o uso de fossasrudimentares (fossa “negra”, poço, buraco, etc.), que há possibilidade de contaminação dessa população, por doenças veiculadas pela urina, fezes eágua, como hepatite, cólera, salmonelose e outras. Ao todo estão previstas a instalação de 05 fossas no município, atendendo oito residências, caso o funcionamento seja satisfatório a ideia éconseguir apoio para aumentar o número de domicílios rurais atendidos. “Apesar de ser uma tecnologia já testada em todo o Brasil, estamos sendocautelosos em testar o seu funcionamento e se preciso fazer alguma correção, mas esperamos que dentro de um mês possamos saber o
    • Cidade Fair Trade O prefeito Paulo César Silva segue esteve na Europa, onde participou de missão de estudo e benchmarking sobre Fair Trade Town – Cidadede Comércio Justo, a convite do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (SEBRAE MG). A missão internacional passou pelas cidades de Malmö (Suécia) e Garstang, Droitwich e Londres (Inglaterra). O objetivo foi a participação na5ª Conferência Fair Trade Town, para melhor entendimento da metodologia de cidades de Comércio Justo, troca de experiências, visitastécnicas/institucionais a prefeituras, entidades de apoio ao Comércio Justo e Iniciativas Nacionais e contatos com os principais atores do Fair TradeTown no mundo. A meta é desenvolver uma metodologia adaptada e aplicável ao modelo brasileiro para implantação de um projeto piloto de Cidade deComércio Justo em Poços de Caldas. O SEBRAE escolheu o município para o desenvolvimento do projeto “O SEBRAE vem pesquisando e buscando na Europa, onde foi lançado o projeto de Cidade do Comércio Justo – Fair Trade - e em função dapremiação que recebemos e da nossa experiência do Fair Trade em café, o órgão fez um estudo no município e entendeu que Poços de Caldas tem operfil para ser a primeira cidade do Brasil a ser certificada”, explica o prefeito.
    • Formalização da Assonery A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho – SEDET através do Departamento de Fomento Agropecuário apoiou a formalização daAssociação da Comunidade Rural da Ponte do João Nery e região. Ao todo mais de 25 pessoas participam da associação que pretende buscar muitas melhorias para a comunidade e apoiar a produção de café,fomentando a geração de emprego e renda para os moradores. Para o Presidente Luiz Antônio Piva foi uma conquista. “Agora a diretoria vai se reunir para montar o regimento interno da associação e posteriormenteformalizar uma parceria com a ASSODANTAS, na certificação dos cafés e buscar soluções para as ações que os próprios moradores definirem comoprioridades”.
    • Licitação dos Boxes Ceasa Fora licitados dois boxes que estavam a mais de 03 anos fechados no CEASA Poços e os vencedores poderão iniciar sua atividade atacadistano entreposto. Este trabalho é muito significativo e garantiu arrecadação anual de 24 mil reais a mais com pagamento do aluguel dos boxes, alémdisso, as empresas vencedoras estavam ocupando espaço de produtores nas pedras e dificultando o estacionamento de compradores, por ocuparemvagas de estacionamento.Arrecadação 2011 A arrecadação da Divisão de Fomento Agropecuário, com certeza extrapola seus custos, sendo que setores como a feira-livre e a patrulhamotomecanizada são altamente subsidiadas e os preços cobrados pelos serviços são realmente estimulantes, além de alguns serviços não seremtarifados. No CEASA esperamos aumento significativo na arrecadação, principalmente em função do repasse do VAF diante das informaçõesenviadas ao banco de dados da CEASAMINAS. SETOR VALOR ARRECADAÇÃO DAS PEDRAS CEASA R$ 283.696,85 ARRECADAÇÃO DOS BOXES CEASA R$ 155.064,18 ARRECAÇÃO FEIRA-LIVRE R$ 10.078,98 ARRECADAÇÃO MÁQUINAS AGRÍCOLAS R$ 35.792,76 ARRECADAÇÃO TOTAL R$ 484.632,77 REPASSE VAF (estimativa) R$ 700.000,00 TOTAL ESTIMADO R$ 1.184.632,77