• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
história da computação
 

história da computação

on

  • 543 views

história da computação

história da computação

Statistics

Views

Total Views
543
Views on SlideShare
543
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
49
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    história da computação história da computação Presentation Transcript

    • História da Computação Adir Kuhn Bacharel em Computação Pós Graduado em Banco de Dados PHP Enginner e Scrum Master
    • O computador (algo/alguém que computa) possui registros de aproximadamente 6 mil anos atrás. Com-pu-tar (latim computo, -are, calcular, contar) •Fazer o cômputo de. •Calcular; orçar. •Contar.
    • Ábaco, a primeira calculadora da História Povos antigos usavam o ábaco para cálculos do seu dia-a-dia, principalmente nas áreas do comercio e nas áreas de construções civis. É considerado a primeira máquina de calcular, pois usava um sistema simples, mas muito eficiente na resolução de problemas matemáticos. Seu primeiro registro é datado em 5500 a.c.
    • Em 1638 depois de Cristo, um padre inglês chamado William Oughtred, criou uma tabela muito interessante para realizar multiplicações muito grandes. A régua que já possuía uma grande quantia de valores pré-calculados, organizados em forma que os resultados fossem acessados automaticamente, uma espécie de ponteiro indicava o resultado desejado.
    • Em 1642, o matemático Frances Bleise Pascal desenvolveu o que pode ser chamado a primeira calculadora mecânica, a maquina de Pascal. A idéia era que a máquina desenvolvesse as quatro operações básicas da matemática, o que não aconteceu na prática, pois ela era só capaz de somar e subtrair.
    • Em 1801, o costureiro Joseph Jacquard, desenvolveu um sistema programável. A industria de Joseph, atuava na área de desenhos de tecidos, vendo que isso levava muito tempo de trabalho manual, construiu a primeira maquina programável. O mecanismo foi chamado de Tear Programável, pois aceitava cartão perfuráveis como sistema de entrada, onde perfurava o cartão com o desenho desejado e a maquina o reproduzia no tecido.
    • Máquina de Diferenças Surgiu em 1822, com a proposta de calcular funções de várias naturezas (trigonometria, logaritmos), de forma muito simples.
    • Lançado em 1837, aproveitava todos os conceitos do Tear Programável, como o uso dos cartões, instruções e comandos também poderiam ser informados pelos cartões, fazendo uso de registros primitivos. A precisão chegava em cerca de 50 casas decimais.
    • Máquina Analítica Charles Babbage Um conjunto de rodas dentadas, o moinho, formando uma máquina de somar com precisão de cinquenta dígitos. As instruções seriam lidas de cartões perfurados. Os cartões seriam lidos em um dispositivo de entrada e armazenados, para futuras referências, em um banco de mil registradores. Cada um dos registradores seria capaz de armazenar um número de cinquenta dígitos, que poderiam ser colocados lá por meio de cartões a partir do resultado de um dos cálculos do moinho. Além disso tudo, Babbage imaginou a primeira máquina de impressão, que imprimiria os resultados dos cálculos, contidos nos registradores.
    • Surgiu em 1847, um sistema lógico que reduzia a representação de valores, através de dois algarismos 0 e 1. Em sua teoria o número 1 significa, ativo, existente, verdadeiro e 0 representa o inverso, não ativo não existe, falso.
    • Surgiu em 1890 Herman Hollerith , com o objetivo de acelerar todo o processo de computação. Ajudou no censo do mesmo ano e reduziu de 7 para 2 anos o tempo de calculo A empresa fundada por Hollerith é hoje conhecida como International Business Machines ou IBM.
    • Mark I (1944), criado pela Universidade de Harvard (EUA), e o Colossus, em 1946, criado por Allan Turing. Allan Turing focou sua pesquisa na descoberta de problemas formais e práticos que poderiam ser resolvidos através de computadores. O mesmo criou a famosa teoria da “Máquina de Turing”, que através de um número finito de operações, resolvia problemas computacionais de diversas ordens diferentes.
    • A primeira geração de computadores modernos tinha com principal característica o uso de válvulas eletrônicas, possuindo dimensões enormes. Eles utilizavam quilômetros de fios, chegando a atingir temperaturas muito elevadas, o que freqüentemente causava problemas de funcionamento. Normalmente, todos os programas eram escritos diretamente na linguagem de máquina.
    • Foi lançado em 1946, onde ocorreu uma revolução no mundo da computação, como o seu lançamento. Esta máquina era em torno de 1000 vezes mais rápida que qualquer outra que existia na época. A principal inovação nesta máquina é a computação digital
    • Na segunda geração, houve a substituição das válvulas eletrônicas por transistores, o que diminuiu em muito tamanho do hardware. A tecnologia de circuitos impressos também foi criada, assim evitando que os fios e cabos elétricos ficassem espalhados por todo lugar.
    • Foi o primeiro supercomputador lançado na segunda geração, desenvolvido pela IBM. Seu tamanho era bem reduzido comparado com máquinas como o ENIAC. Esta máquina executava cálculos na casa dos microssegundos, o que permitia até um milhão de operações por segundo. Várias linguagens foram desenvolvidas para os computadores de segunda geração, como Fortran, Cobol e Algol. Foi um dos mini-computadores mais conhecidos da segunda geração. Basicamente, foi uma versão mais básica do supercomputador, sendo mais atrativo do ponto de vista financeiro . Eram menores do que os supercomputadores, mas mesmo assim ainda ocupavam um bom espaço.
    • Os computadores desta geração foram conhecidos pelo uso de circuitos integrados, ou seja, permitiram que uma mesma placa armazenasse vários circuitos que se comunicavam com hardwares distintos ao mesmo tempo. Desta maneira, as máquinas se tornaram mais velozes, com um número maior de funcionalidades.
    • Esta máquina já trabalhava com dispositivos de entrada e saída modernos para a época, como discos e fitas de armazenamento, além da possibilidade de imprimir todos os resultados em papel. Foi um dos primeiros a permitir programação da CPU por microcódigo, ou seja, as operações usadas por um processador qualquer poderiam ser gravadas através de softwares, sem a necessidade do projetar todo o circuito de forma manual.
    • A quarta geração é conhecida pelo advento dos microprocessadores e computadores pessoais, com a redução drástica do tamanho e preço das máquinas. As CPUs atingiram o incrível patamar de bilhões de operações por segundo, permitindo que muitas tarefas fossem implementadas agora. Os circuitos acabaram se tornado ainda mais integrados e menores, o que permitiu o desenvolvimento dos microprocessadores. Quanto mais o tempo foi passando, mais fácil foi comprar um computador pessoal.
    • Quinta Geração (199x-????)  Quinta Geração  ULSI (Ultra Large Scale Integration)  Componentes cada vez menores de mais baixo custo, o que permitiu a evolução de aplicações computacionais mais complexas.  Evolução das aplicações:  Sistemas especialistas, sistemas multimídia, banco de dados distribuídos, inteligência artificial, redes neurais, etc.  Necessidade de maior capacidade de processamento e armazenamento de dados.
    • Xerox PARC foi o incubador de vários elementos dos computadores atuais. Vários já faziam parte do primeiro computador pessoal, o Alto, que incluía muitos aspectos do modelo atual de uso dos computadores: o mouse, gráficos em cores, um editor de texto WYSIWYG, InterPress (uma linguagem gráfica de descrição de página independente da resolução e precursora doPostScript), Ethernet, programação orientada a objeto na linguagem de programação Smalltalk e ambiente de desenvolvimento integrado. A impressora a laser foi desenvolvida na mesma época, como parte integrante do ambiente geral. Não foi comercializado pelo alto custo.
    • Foi lançado em 1975, revolucionou tudo o que era conhecido como computador naquela época, pois era pequeno e retangular e também era muito mais rápido do que qualquer computador anterior, usava processador Intel 8080, que proporcionou este desempenho. Em 1976, foi lançado o Apple 1, que pode ser considerado o primeiro computador pessoal, pois acompanhava um pequeno monitor que exibia o que estava acontecendo. Com todo o sucesso em 1979 foi lançado o Apple 2, seguindo a mesma idéia. Na mesma linha em 1983 surgiu o Lisa e 1984 o Macintosh, que foram os primeiros a usarem o mouse e possuir a interface gráfica que temos hoje em dia.
    • No começo de sua existência, no final dos anos 70 e até meados dos anos 80, Gates usou as idéias contidas nas outras máquinas para construir a suas próprias. Utilizando processadores 8086 da Intel, o primeiro sistema operacional da Microsof, MS-DOS, estava muito aquém dos desenvolvidos por Steve Jobs. Por esse motivo, Bill Gates acabou criando uma parceria com Jobs, e após algum tempo, copiou toda a tecnologia gráfica do Macintosh para o seu novo sistema operacional, o Windows. Desta forma, em meados dos anos 80, O Machintosh e o Windows se tornaram fortes concorrentes. Desta época, vários processadores da Intel foram lançados, acompanhados de várias versões de Windows.
    • Uma das principais tendências dos últimos anos do mercado de desktops é o chamado “multi-core”, que consiste em vários processadores trabalhando paralelamente. Assim, as tarefas podem ser divididas e executadas de maneira mais eficiente. No início da década de 2000, os transístores usados no processador já estavam muito pequenos, causando um aquecimento maior que o normal. Desta maneira, foi necessário dividir a CPU em vários núcleos.
    • Computadores móveis Podemos citar os celulares, tablets, notebooks, ultrabooks, gadgets em geral, que cada vez mais fazem funções que existem nos computadores, pois possuem sistemas operacionais completos e integrados a Nuvem A principal tendência do futuro é a união de várias funções em um único aparelho. Os aparelhos que usam o sistema IOS e sistema ANDROID, são os aparelhos que mais se aproximam deste dispositivo único.
    • Computação Hoje  Sistemas Operacionais robustos , legados. GUI (interface) aprimorada e recurso PLUG and PLAY  Sistemas Embarcados , sistemas capazes de controlar dispositivos (Gadgets) , destaque fica para ANDROID e IOS  Computação em Nuvem, a integração através de serviços da internet facilita a vida de usuários “caseiros” (DROPBOX, DRIVE, mega.co.nz, SKYDRIVE, BACKUP em NUVEM)  Autonomia em manter dados , controlar versões, enviar cópias digitais ao invés de impressas, nos traz um problema, qual o problema? (geramos mais arquivos do que podemos analisar, debate)  Quais os recursos que podemos notar em nossas vidas?  Computação em Nuvem  Internet (Mainframes Explicação e Supercomputadores)  BIGDATA = velocidade, volume, variedade, veracidade e valor (WIKIPEDIA 800.000 artigos )  Sistemas Embarcados em dispositivos móveis
    • Onde Chegaremos ?  IA  Robotica  Realidade Aumentada  E o que mais?
    • Frases  "Não há razão para que alguém queira ter um computador em casa".  Ken Olson, presidente e fundador da Digital Equipment Corp. (DEC), fabricante de computadores mainframe, discutindo os computadores pessoais, em 1977.
    • Frases  "Mas... para o que serve isso?“  Robert Lloyd, executivo da IBM, sobre o microprocessador, em 1968.
    • Frases  "Na medida em que uma calculadora no ENIAC é equipada com 18 mil tubos de vácuo e pesa 30 toneladas, os computadores do futuro deverão ter apenas mil tubos de vácuo e pesar 1,5 mil toneladas".  Revista Popular Mechanics, em 1949.
    • Frases  "Eu viajei por todos os cantos deste país e conversei com as melhores pessoas, e posso assegurar a você que o processamento de dados é uma moda e não vai durar até o final do ano".  Editor responsável por livros de negócios da Prentice Hall, em 1957.
    • Frases  "O potencial mercado de máquinas de cópia é de, no máximo, cinco mil (unidades).“  IBM, para os eventuais fundadores da Xerox, dizendo que as fotocopiadoras não teriam um mercado tão grande que justificasse a sua produção, em 1959.