Mabe.Am

511 views
454 views

Published on

Published in: Travel, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
511
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mabe.Am

  1. 1. Biblioteca escolar MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO<br />APRESENTAÇÃO AO CONSELHO PEDAGÓGICO<br />Práticas e modelos A.A. das BE - DRELVT - T7<br />Adelino Madeira<br />Nov. 2009<br />
  2. 2. AVALIAR a biblioteca escolar<br />PORQUÊ ? PARA QUÊ?<br /><ul><li>Conhecer o impacto que as actividades realizadas
  3. 3. Aferir a qualidade dos serviços prestados e asatisfação dos utilizadores
  4. 4. Contribuir para a afirmação e reconhecimento do papel da BE
  5. 5. Determinar o cumprimento da missão e os objectivos estabelecidos para a BE
  6. 6. Identificar práticas de sucesso e pontos fracos da BE
  7. 7. Orientar a actividade futura da BE</li></li></ul><li>AVALIAR a biblioteca escolar<br />COMO?<br /><ul><li>Através da aplicação de um Modelo de Auto-avaliação
  8. 8. Com base em evidências
  9. 9. Com o envolvimento de toda a comunidade
  10. 10. Ao longo de um ciclo de quatro anos</li></li></ul><li>O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES<br />IDEIAS CHAVE:<br /><ul><li>O valor não é intrínseco às coisas, tem a ver com a experiência e benefícios que se retira delas
  11. 11. Avaliação da qualidade e eficácia da BE e não o desempenho individual do professor bibliotecário oudaequipa da biblioteca
  12. 12. Modelo de utilização flexível com adaptação a cada realidade
  13. 13. Exequível e facilmente integrável nas práticas de gestão da equipa da biblioteca</li></li></ul><li>O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES<br />DOMÍNIOS A AVALIAR<br /><ul><li>A – Apoio ao Desenvolvimento Curricular
  14. 14. B – Leitura e Literacia
  15. 15. C – Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Abertura à Comunidade
  16. 16. D – Gestão da Biblioteca Escolar</li></li></ul><li>O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES<br />ESTRUTURA<br />Exemplo:<br /> Domínio A, Subdomínio A1<br />
  17. 17. O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES<br />OS INSTRUMENTOS DE RECOLHA DE EVIDENCIAS<br /><ul><li>Registos de observação
  18. 18. Questionários aos professores, alunos, pais/EEs
  19. 19. Listas de verificação
  20. 20. Documentação e materiais vários
  21. 21. Planificações.
  22. 22. Análise de trabalhos dos alunos
  23. 23. Registos estatísticos
  24. 24. Registos de reuniões e de contactos</li></li></ul><li>O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES<br />PERFIS DE DESEMPENHO<br />Exemplo:<br /> Domínio A, Subdomínio A2<br />
  25. 25. O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES<br />O RELATÓRIO DA AUTO-AVALIAÇÃO<br /><ul><li>Segue modelo pré-definido
  26. 26. Descreve os resultados da auto-avaliação
  27. 27. Delineia o conjunto de acções necessárias à melhoria
  28. 28. Assumir-se como instrumento de difusão dos resultados da BE
  29. 29. Deve incorporar o relatório de auto-avaliação da escola</li></li></ul><li>A APLICAÇÃO DO MABE<br />PROCEDIMENTOS<br /><ul><li>Selecção do domínio (por decisão da RBE, no presente ano será tratado o dominio A )
  30. 30. Recolha de evidências
  31. 31. Tratamento dos dados
  32. 32. Identificação do perfil de desempenho
  33. 33. Registo a auto-avaliação e divulgação dos resultados
  34. 34. Elaboração de Plano de Melhora</li></li></ul><li>

×