• Like
  • Save
Estratégia de ensino experimental personificado
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Estratégia de ensino experimental personificado

  • 282 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
282
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Estratégia de EnsinoExperimental Personificado Comunicação e Controlo Institucional na Era Digital Adelina Silva, 2005
  • 2. Ensino Tradicional• A aquisição do conhecimento realiza-se através da transmissão• a relação professor-aluno é vertical• A comunicação é unilateral• As tarefas de aprendizagem são padronizadas, sem terem com consideração as diferenças individuais
  • 3. Ensino Tradicional• o conhecimento é reproduzido e não construído PROFESSOR “fonte” de informações Concentra decisões Especialista I n Comunicação Unilateral f Tarefas de aprendizagem padronizadas o Conhecimento reproduzido pelo aluno r m a ç ã o ALUNO Pouca participação Passivo Receptivo
  • 4. Um novo paradigma• o foco está na mudança do ensino para a aprendizagem• os objectivos formativos serão mais importantes que os informativos• o conhecimento será construído e não reproduzido• o aluno deixará da sua posição passiva passando a adoptar uma postura activa
  • 5. O que muda?• o aluno deverá desenvolver a habilidade de aprender a aprender• o professor passará a ter o papel de “facilitador” de aprendizagem, orientando e fornecendo oportunidades para que o aluno procure a informação e a transforme em conhecimento, adoptando uma postura activa, reflexiva e criativa
  • 6. Velho Paradigma Novo Paradigma• O conhecimento é transferido ao aluno • O aluno participa na construção do• O aluno é visto como recipiente vazio a ser conhecimento “enchido” com conhecimento • O aluno é descobridor, transformador e• A aprendizagem é baseada na construtor activo de conhecimento memorização • A aprendizagem é baseada no relato• O objectivo da escola é classificar e • O objectivo da escola é desenvolver seleccionar os alunos competências e os talentos dos alunos• A meta do aluno é completar requisitos para • A meta do aluno é aprender, desenvolvendo concluir as disciplinas competências e experiências• A educação é conduzida dentro de um • Quer professor quer alunos trabalham contexto de relações impessoais entre os juntos, fazendo da educação uma forma de alunos e entre estes e o professor relacionamento pessoal• O ambiente é competitivo e individualista • O ambiente de aprendizagem cooperativo dentro da sala de aula dentro da sala de aula, possibilita o• A turma é assumida como tendo uma desenvolvimento de talentos e a construção uniformidade cultural activa de conhecimento• A escola concentra e exerce poder, • As diferenças entre alunos são usadas para autoridade e controle enriquecer as experiências pessoais• A avaliação assume poucas formas • Os alunos participam das decisões• Os argumentos lógicos e racionais são os • A avaliação possui formas diversas únicos aceites; os dados devem ser • A intuição e as experiências pessoais são objectivos e quantitativos avaliadas; os dados qualitativos são• Redutora, dirigida a factos e à memorização avaliados em adição aos quantitativos• O discurso e o giz são a metodologia de • Construtivista, dirigida à investigação e eleição criatividade• Qualquer especialista pode ensinar • A tecnologia tem um grande potencial para melhorar o ensino e a aprendizagem • Ensinar é uma actividade complexa que requer muito treino e esforço
  • 7. E a tecnologia?• a tecnologia deverá ocupar um papel de destaque para que: – Permita expandir as fronteiras do conhecimento; – Favoreça a criação de novos meios de acesso e apresentação da informação; – Permita novas posturas no ensino e na aprendizagem; – Possibilite novas formas de relacionamento entre as pessoas.
  • 8. A simples introdução da tecnologia no processo de ensino-aprendizagem não caracteriza, por si só, uma mudança. Uma mudança pressupõe mudanças de comportamento, conceitos, valores e acções bem como uma mobilização de todos os intervenientes no processo.
  • 9. Tecnologia AlunoProfessor Conhecimento
  • 10. Educação à Distância – e-learning• Representa uma mudança de paradigma em relação à educação tradicional presencial, tanto a nível formal como a nível de conteúdo e de exigências• Representa uma mudança de papéis no aluno e no professor
  • 11. Vantagens do e-learning– redução das barreiras de tempo, espaço e idade;– respeito pelo ritmo de aprendizagem de cada aluno;– flexibilidade e individualização do processo de ensino-aprendizagem, devido à utilização de novos canais de comunicação e interacção;– acesso a uma grande variedade de cursos;– alternativa rápida para a actualização de conhecimentos.
  • 12. Dificuldades de implementação• dificuldade dos encarregados de educação e professores em aceitarem que o aluno pode aprender por si próprio;• descrença no facto de que os métodos de educação à distância poderem produzir resultados iguais ou melhores que os das aulas presenciais;• o ensino tradicional levou as pessoas a interiorizarem que só poderiam aprender se alguém explicasse e desenvolvesse, em sala ou fora dela, os conteúdos a serem aprendidos.
  • 13. Qual o futuro?• Alguns a consideram a possibilidade de coexistência entre educação à distância e educação tradicional presencial• As duas formas de educação são necessárias, possuindo vantagens e inconvenientes e, quando combinadas, poderão oferecer melhores resultados.
  • 14. • Surge o blended-learning (b-learning)
  • 15. Conclusão• O e-learning amplia os espaços de aprendizagem e diversifica os formas de comunicacionais, e pelo acesso a novas formas de interacção e aprendizagem• As tecnologias as digitais oferecem novas e eficientes possibilidades de armazenar e transportar informação e viabilizam o acesso a novos conhecimentos e formas de relacionamento
  • 16. • Partindo do princípio que a comunicação, como produção de sentido, é um elemento chave no processo educativo, o uso das tecnologias per si não são suficientes para resolver os problemas que poderão surgir durante o processo.• É inegável que o e-learning amplia os espaços de aprendizagem e diversifica os formas de comunicacionais, e pelo acesso a novas formas de interacção e aprendizagem.
  • 17. • Graças à flexibilidade de tempo e espaço ampliam-se as oportunidades aprendizagem.• Formam-se ambientes interculturais que criam novos desafios aos processos comunicativos no e-learning.• O tutor surge como elemento mediador entre os alunos e a instituição.• Contudo, se as tecnologias potencializam novas formas de relacionamento, o processo de ensino/aprendizagem irá requer estratégias de acção diferenciadas.