Your SlideShare is downloading. ×
0
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Seminário de E-commerce para Micro e Pequena Empresa - 26.11 Parte 3

3,192

Published on

Published in: Business
1 Comment
8 Likes
Statistics
Notes
  • Olá,
    Você é meu convidado para participar da maior oportunidade de negócios da internet no Brasil.

    A WINCASH! Seu Futuro é aqui!
    Uma empresa que trabalha com sistema de compras remuneradas e que possibilita através do poder da rede ganhos extraordinários.
    Na WinCash você poderá ganhar dinheiro de 2 formas:

    A primeira é com o Bônus Indicação.
    E a segunda é o Residual.

    A WinCash vem com a proposta para você comprar e ganhar, indicar e ganhar.

    Com os ganhos de indicação você poderá chegar aos 27.493.300,00 no seu 7º nível.

    Tenha Ganhos Residuais pelas suas compras realizadas no SuperShop, pelas compras das pessoas que você indicar e pelas compras das pessoas que eles indicarem em DINHEIRO e também ganhe pelas indicações de novos Afiliados.

    Cadastro de Apenas R$ 50,00 e você já recebe um Pacote de 150 SMS's para enviar para qualquer operadora e com várias ferramentas pelo nosso site.
    Os seus ganhos nas Afiliações podem passar dos :
    R$ 10.000,00 com apenas 155 pessoas na sua rede,
    R$ 70.000,00 com apenas 780 novos Afiliados,
    R$ 500.000,00 com pouco mais de 3.900 Afiliados
    e os ganhos não param, indicadas por você e pela sua rede, sistema com derramamento.

    Conheça mais sobre as formas de Ganhos e os planos no site da Wincash Brasil.
    Acesse o site:http://www.wincashbrasil.com/23611
    CADASTRE-SE, INDIQUE, COMPRE E GANHE!
    Faça o seu Cadastro!!!!
    Mais Detalhes no Video abaixo!
    http://www.youtube.com/watch?v=wqEv26jjXwM
    Facebook:https://www.facebook.com/wincash.lideralan.1
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
3,192
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
177
Comments
1
Likes
8
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. <ul><li>Apresentação Meios de Pagamento - </li></ul><ul><li>Lucio Vargas </li></ul>
  • 2. www.cobrebem.com Apresentação <ul><li>14 anos de mercado </li></ul><ul><li>Mais de 10 mil clientes </li></ul><ul><li>Mais de 7 Milhões de transações processadas em 2009 </li></ul><ul><li>Único Gateway de Pagamento Brasileiro Certificado 100% PCI DSS (VISA e Mastercard) </li></ul><ul><li>Soluções para Lojas Virtuais, Televendas e Celular </li></ul><ul><li>Cartões de Crédito e Débito, Boleto, DDA, Transferências, Financiamento, Débito em c/c e outros </li></ul>
  • 3. Agenda 1 Meios de Pagamento 2 Integrando Meios de Pagamento x Gateway de Pagamento 3 Como aumentar vendas com Meios de pagamento 4 Programa de Segurança PCI DSS (VISA/Mastercard)
  • 4. Origem do Cartão de Crédito <ul><li>EUA </li></ul><ul><li>Em 1950, Frank MacNamara e seus convidados, executivos financeiros de Nova York, saíram para jantar e só quando receberam a conta perceberam que não tinham como pagar, pois haviam esquecido dinheiro e talão de cheque. Depois de alguma discussão, o dono do restaurante permitiu que MacNamara pagasse a conta em outro dia, mediante a sua assinatura na nota de despesas. </li></ul><ul><li>Depois deste episódio, o executivo concebeu a idéia do cartão de crédito. Em 1950, foi emitido o primeiro cartão denominado Diners Club Card. </li></ul><ul><li>1966 – Surge o BankAmericard sendo que mais tarde originou a bandeira Visa. No mesmo ano nascia o Master Charge que originou a bandeira Mastarcard. </li></ul><ul><li>Brasil </li></ul><ul><li>1954 – O empresário tcheco Hanus Tauber (precursor dos cartões no Brasil), comprou nos Estados Unidos a franquia do Diners Club, propondo sociedade no cartão com o empresário Horácio Klabin. </li></ul><ul><li>1956 – Lançado no Brasil o cartão Diners Club, sendo a princípio um cartão de compra e não um cartão de crédito. </li></ul><ul><ul><li>Fonte: http://www.abecs.org.br/quemsomos_historia.asp </li></ul></ul>
  • 5. Participação dos Meios de Pagamento Compra na Internet Fonte: e-bit (Jan a Dez/08) - WebShoppers Fonte: e-bit (Dez/08) - WebShoppers
  • 6. Conceito do Mercado de Cartões <ul><li>Redecard </li></ul><ul><li>Cielo (ex-Visanet) </li></ul><ul><li>Outros </li></ul><ul><li>BB </li></ul><ul><li>Itau </li></ul><ul><li>Bradesco </li></ul><ul><li>Credicard/Citi </li></ul><ul><li>BV Financeira </li></ul><ul><li>Outros </li></ul><ul><li>VISA </li></ul><ul><li>Mastercard </li></ul><ul><li>Outras </li></ul>Bandeira
  • 7. Integrando Diretamente os Meios de Pagamento Transferência / Financiamento Débito c/c (off-line) Boleto Recorrente Mobile
  • 8. Internet Televendas Internet Televendas Internet Televendas Mobile Recorrente Cartões Transferência / Financiamento Débito c/c (off-line) Boleto Mobile Gateway de Pagamento – COBRE BEM Intermediadores
  • 9. Conectividades dos Cartões <ul><li>REDECARD: Mastercard, Diners e Aura </li></ul><ul><ul><li>Komerci -> AVS (Address Verification Service) </li></ul></ul><ul><ul><li>Komerci Webservice -> AVS (Address Verification System) </li></ul></ul><ul><ul><li>Secure Code -> Autenticação </li></ul></ul><ul><ul><li>TEF </li></ul></ul><ul><li>CIELO (ex-Visanet): Visa e JCB </li></ul><ul><ul><li>Nova Plataforma de e-Commerce </li></ul></ul><ul><ul><li>Verified by Visa -> Autenticação </li></ul></ul><ul><ul><li>Moset </li></ul></ul><ul><ul><li>TEF </li></ul></ul><ul><li>American Express </li></ul><ul><ul><li>WebPOS -> AVS </li></ul></ul><ul><ul><li>TEF </li></ul></ul><ul><li>Hipercard e Sorocred </li></ul><ul><ul><li>TEF </li></ul></ul>
  • 10. Gateways de Pagamento e Intermediadores
  • 11. Dicas de como aumentar vendas <ul><li>Parcelamento com cartão vinculado a promoção com a bandeira do cartão: </li></ul><ul><ul><li>Frete Grátis; </li></ul></ul><ul><ul><li>Parcelamento diferenciado para a bandeira; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desconto 10%; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desconto 10% na próxima compra. </li></ul></ul><ul><li>Encarte no extrato do cartão com promoções da loja. </li></ul><ul><li>Promoções para as empresas de cartão: </li></ul><ul><ul><li>Esse público é influenciador de mercado. </li></ul></ul><ul><li>Definir parcelamento vinculado a parcela mínima. </li></ul><ul><li>Patrocínio dos cartões no calendário promocional. </li></ul><ul><li>Participação de ações das bandeiras. </li></ul><ul><li>Ações compartilhadas com outras empresas juntos com cartões (B2B): </li></ul><ul><ul><li>Ex: Restaurante x Lavanderia </li></ul></ul>
  • 12. PCI DSS - 100% de conformidade <ul><li>O PCI DSS - Payment Card Industry Data Security Standards - é um padrão de segurança que inclui requisitos de gestão de segurança, políticas, procedimentos, arquitetura de rede, software e medidas cautelares. Esta norma é abrangente e destinada a ajudar organizações proativamente a proteger as informações de pagamento de seus clientes . </li></ul><ul><li>O PCI Security Standards Conselho foi fundado pelo American Express, Discover Financial Services, JCB International, MasterCard Worldwide e Visa Inc. com a missão de reforçar a segurança dos dados de pagamento sobre uma base global. </li></ul>Programa PCI DSS (VISA/Mastercard)
  • 13. <ul><li>Obrigado!!! </li></ul><ul><li>Lucio Vargas - [email_address] </li></ul><ul><li>www.cobrebem.com - (11) 4063 7719 </li></ul>
  • 14. GESTÃO DE RISCO E FRAUDES
  • 15. PRINCÍPIOS ORGANIZACIONAIS Unir os setores empresariais e trabalhar na defesa da livre iniciativa Missão: Representar e expressar a opinião legítima e independente dos empresários de São Paulo Prestar serviços de qualidade a seus associados
  • 16. SOLUÇÕES SCPC
  • 17. FAMÍLIA SCPC COMPOSIÇÃO Informações Cadastrais Informações Restritivas Pessoa Física Pessoa Jurídica
  • 18. CONTEXTO O que tem a ver o SCPC com os meios de pagamento do e-commerce? Ao contrário do varejo tradicional, na internet não há necessidade de verificar restrições, mas sim confirmar se quem está comprando é a própria pessoa
  • 19. CHARGEBACK O que é? Como ocorre? Impactos...
  • 20. PRODUTO ENTREGUE CHARGEBACK O que é? Como ocorre? Impactos...
  • 21. E O RETORNO? CHARGEBACK O que é? Como ocorre? Impactos...
  • 22. CHARGEBACK O que é? Como ocorre? Impactos... Logística Operação Tarifas Impostos
  • 23. PREJUÍZO? CHARGEBACK O que é? Como ocorre? Impactos...
  • 24. ANÁLISE DE CADASTRO SCPC | Fone Confirmar dados cadastrais tais como nome completo, data de nascimento, endereço de instalação de telefone e telefones vinculados ao CPF, (assinante) Benefício: Maior segurança e agilidade na análise
  • 25. ANÁLISE DE CADASTRO Agilidade na análise de cadastro
  • 26. BASE DE DADOS 140 MILHÕES DE CPF’s
  • 27. RESPOSTA DA CONSULTA Nome Completo Confirmação do CPF Situação do CPF (Regular, Pendente, Cancelado) Data de Nascimento Nome da Mãe Até 3 telefones vinculados (assinante) Endereços de instalação dos telefones Logradouro através da informação do CEP
  • 28. PRIVACIDADE
  • 29. ANÁLISE DE CADASTRO SCPC | Fone + Informa os Telefones consultados para um determinado CPF, mesmo que o consumidor não seja proprietário da linha. Aponta a freqüência que o(s) telefone(s) foi(ram) consultado(s) e a data da primeira e última consulta Benefício: Redução de custos operacionais nas ações de marketing, crédito e cobrança
  • 30. MEIOS DE ACESSO ÀS CONSULTAS INTERNET CPU X CPU Troca de arquivos
  • 31. OBRIGADO www.acsp.com.br Edison Teruya [email_address] (11) 3244-3914
  • 32. GESTÃO DE RISCO E FRAUDES
  • 33. Logística no Comércio Eletrônico Vanderlei Soares Melo www.correios.com.br
  • 34. Pilares do e-commerce PAGAMENTO LOGÍSTICA PUBLICIDADE ATENDIMENTO PRODUTOS
  • 35. <ul><li>Como atender </li></ul><ul><li>meu cliente em qualquer lugar do Brasil ou do mundo? </li></ul>
  • 36. Logística no Comércio Eletrônico Compra Pedido Pacote Itens Encomenda Lojista Cliente Loja Virtual Estoque Montagem Envio
  • 37. <ul><ul><li>Produto tem que estar disponível ao cliente no menor tempo possível </li></ul></ul>Estoque e Armazenamento
  • 38. <ul><ul><li>Requisição </li></ul></ul><ul><ul><li>Separação </li></ul></ul><ul><ul><li>Faturamento e emissão de Nota Fiscal </li></ul></ul><ul><ul><li>Montagem do pedido </li></ul></ul><ul><ul><li>Empacotamento </li></ul></ul><ul><ul><li>Etiquetagem </li></ul></ul>Montagem do Pedido
  • 39. Impressão de etiquetas www.correios.com.br/enderecador
  • 40. Sistema de gerenciamento de pré-postagens www.correios.com.br/sigep
  • 41. Envio do Produto Coleta Transporte Distribuição Lojista Cliente
  • 42. <ul><ul><li>Serviço Internet para cálculo remoto de preços e prazos de encomendas SEDEX, e-SEDEX e PAC. </li></ul></ul>Preços e prazos <ul><ul><li>www.correios.com.br/encomendas/precos </li></ul></ul>Preços e Prazos webservice post site Loja Virtual
  • 43. Envio do Produto Sistema de Rastreamento de Objetos Coleta Transporte Distribuição Lojista Cliente
  • 44. <ul><ul><li>“ O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio.” </li></ul></ul><ul><ul><li>Lei 8.078/90 – Código de Defesa do Consumidor - Artigo 49 </li></ul></ul>Direito de Arrependimento
  • 45. Troca ou Devolução do Produto Coleta Transporte Distribuição Lojista Cliente
  • 46. Opções do Correios Logística Reversa <ul><ul><li>Em Agência </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Lojista autoriza ao comprador fazer a postagem </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comprador entrega produto na agência </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Domiciliária </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Lojista solicita coleta no endereço do comprador </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Correios coleta produto no endereço informado </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Simultânea </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Correios coleta produto substituto no lojista </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Correios coleta produto no comprador e, ao mesmo tempo, entrega produto substituto </li></ul></ul></ul>
  • 47. <ul><li>Correios, o parceiro ideal para o seu comércio eletrônico </li></ul>
  • 48. Obrigado! Vanderlei Soares Melo Correios [email_address] Logística no Comércio Eletrônico
  • 49.  
  • 50. <ul><li>PERFIL DA MPE X INTERNET </li></ul><ul><li>75% utilizam microcomputador </li></ul><ul><li>2.500 têm acesso à internet </li></ul><ul><li>Sudeste 71% </li></ul><ul><li>São Paulo 72% </li></ul><ul><li>Espírito Santos 79 % </li></ul><ul><li>Rio de Janeiro 79 % </li></ul><ul><li>Minas Gerais 63 % </li></ul>
  • 51. PERFIL DA MPE X INTERNET
  • 52. A Bolsa de Negócios <ul><li>O que é a Bolsa de Negócios? </li></ul><ul><li>Ambiente eletrônico para negócios entre MPE cadastradas; </li></ul><ul><li>A empresa cadastra seu anúncio, define se é compra ou venda, produto ou serviço e o sistema faz o cruzamento automático dos interesses cadastrados. </li></ul><ul><li>Qual o custo para participar da Bolsa de Negócios? </li></ul><ul><li>Totalmente gratuito. </li></ul>
  • 53. <ul><li>A Bolsa é um instrumento de: </li></ul><ul><li>Aproximação, Interatividade e Relacionamento entre Empresas; </li></ul><ul><li>Cruzamento de Interesses; </li></ul><ul><li>Acesso a Mercados. </li></ul><ul><li>NÃO é um instrumento de: </li></ul><ul><li>Comercialização direta / Transações comerciais; </li></ul><ul><li>Divulgação de preços; </li></ul><ul><li>Ofertas de pessoas físicas. </li></ul>A Bolsa de Negócios
  • 54. <ul><li>É voltada para o seguinte público-alvo: </li></ul><ul><li>MPE atendidas pelos programas setoriais e territoriais dos SEBRAE/UF; </li></ul><ul><li>Empresas formais e associações e cooperativas também formais ; </li></ul><ul><li>Instituições parceiras com foco na inserção das MPE na Economia Digital; </li></ul><ul><li>Médias e grandes empresas no papel de demandantes. </li></ul>A Bolsa de Negócios
  • 55. <ul><li>Fase 2 – Novas Funcionalidades </li></ul><ul><li>Mensagens e Alertas </li></ul><ul><li>Indexador x Cruzamento </li></ul><ul><li>Fase 1 – Operacional </li></ul><ul><li>Disponibilização e fortalecimento da ferramenta </li></ul><ul><li>Povoamento e massa de dados </li></ul><ul><li>Fase 3 - Evolução </li></ul><ul><li>Internacionalização </li></ul><ul><li>Compras Públicas </li></ul><ul><li>Financiamentos </li></ul>Site Bolsa de Negócios
  • 56. Representatividade dos Setores Econômicos
  • 57. Hábitos na Iternet – Freqüência de Acesso
  • 58. Principal Motivo para o Cadastro na Bolsa de Negócios
  • 59.  
  • 60. 2.495 Serviços Indicadores da Bolsa de Negócios – 25/11/09 Comércio Varejista Tecnologia Informação Comércio Atacadista Têxtil e Confecções 1.421 1.316 691 580 SE Compra: 1.084 Venda: 8.868 5.303 Produtos 4.649 Serviços 6.420 Empresas Compra: 1.812 Venda: 13.864 8.738 Produtos 6.938 Serviços 10.340 Empresas BR Compra: 310 Venda: 2.272 1.574 Produtos 1.008 Serviços 1.729 Empresas S Compra: 189 Venda: 1.301 879 Produtos 611 Serviços 1.081 Empresas NE Compra: 141 Venda: 890 575 Produtos 456 Serviços 663 Empresas CO Compra: 88 Venda: 533 407 Produtos 214 Serviços 447 Empresas N Compra: 621 Venda: 5.246 3.175 Produtos 2.692 Serviços 3660 Empresas SP
  • 61.  
  • 62.  
  • 63.  
  • 64.  
  • 65.  
  • 66.  
  • 67.  
  • 68.  
  • 69. Abrangência de Atuação: AC | AM | AP | DF | TO | PA | RO | RR | Meus Produtos e Serviços Negócios
  • 70.  
  • 71.  
  • 72.  
  • 73. CASE 1 <ul><li>“ Quero agradecer pelo auxílio no cadastro da associação de artesãos - ambrart´s, na Bolsa de Negócios do Sebrae.  Fizemos o cadastro mais ou menos às 11h40, quando foi às 15h50 recebi o primeiro contato de SP. Aguardo outro contato do cliente. Em nome de todos os artesãos quero parabenizar pela parceria” (Márcia Gomes – Rondônia) </li></ul>
  • 74. CASE 2 <ul><li>“ Consegui economizar cerca de 30% numa compra de monitores de LCD, pela Bolsa de Negócios. Além disso fechei uma compra de 50 crachás personalizados para funcionários. Descobri que esse é o melhor caminho para minimizar custos em compras e para divulgar o meu próprio trabalho. É uma forma de divulgação barata e direcionada a um público específico”. (Ivan de Souza Costa Júnior da empresa Ativa Conservadora Administração de Serviços, do Rio de Janeiro ). </li></ul>
  • 75. CASO DE SUCESSO “ O empresário Edson Pereira já realizou diversos contatos, com pessoas de GO, DF, RJ, MG e ES. Neste processo, a B&V Gráficas Ltda. (SP) ganhou clientes fiéis. Pelo menos uma vez por mês, uma pizzaria de MG encomenda em média 4 mil peças de imãs com identidade visual. Do RJ, outra empresa compra toda semana arquivos de computador com arte final. ‘A princípio, a Bolsa funcionava apenas como mais um canal na internet. Mas hoje representa a segurança e a credibilidade que o empresário precisava para estabelecer suas relações comerciais’, disse.”
  • 76. CASO DE SUCESSO A fim de encontrar os fornecedores ideais para o projeto, a empresária Agnes se cadastrou na Bolsa de Negócios. No portal, fez mais de 200 contatos por todo o País. Segundo Agnes, mais de 80% das parcerias nasceram com o cadastro na Bolsa. “ Após cadastrar minha empresa, o conceito original dos meus produtos mudou totalmente. Os parceiros que conheci pela Bolsa, artesãos com histórias emocionantes, foram essenciais no processo de montagem da carteira de produtos&quot;, Juntos eles criam peças ecológicas feitas a várias mãos em diferentes regiões. A empresa de Agnes paga o frete, os artesãos enviam protótipos para definição da arte final, até ficar pronta para fazer parte do catálogo de produtos.
  • 77. Obrigado!! Adm.Eraldo Ricardo [email_address] www.bolsa.sebrae.com.br
  • 78. E-COMMERCE Sandra Turchi Associação Comercial de São Paulo
  • 79. Aprox. 69 milhões de usuários em 2009 Estimativa: em 2010 o número se aproximará de 100 milhões – 49% da população INTERNET BRASIL USUÁRIOS Usuários 49.757 69.660 97.524 33.146 Fonte: Ibope/Nielsen NetRatings, 2009 e DataFolha, 2008 2007 2008 2009 Estim. 2010
  • 80. INTERNET BRASIL ACESSO EMPRESAS 71% 19% 90% 10% MPEs Empresas de maior porte Tem acesso Não tem acesso Tem acesso Não tem acesso Fonte: Pesquisa TIC Empresas (Comitê Gestor da Internet no Brasil) – 2007 e 2008
  • 81. INTERNET BRASIL ACESSO EMPRESAS 71% 19% 90% 10% MPEs Empresas de maior porte Tem acesso Não tem acesso Tem acesso Não tem acesso Fonte: Pesquisa TIC Empresas (Comitê Gestor da Internet no Brasil) – 2007 e 2008 / Observatório das MPEs do SEBRAE-SP. Percentual de MPEs por região que tem acesso à internet 68% 69% 71% 71% 78% NORTE NORDESTE SUDESTE SUL CENTRO-OESTE
  • 82. E-COMMERCE NO BRASIL TENDÊNCIAS As mulheres se manterão responsáveis por mais de 50% das compras pela Internet Mesmo com a crise econômica, as classes C e D também devem comprar mais Descentralização da oferta - entrada de mais varejistas, diversificação de oferta maior que varejo tradicional e queda nos preços oferecidos devido à maior concorrência Utilização de novas formas de publicidade (integração com redes sociais, m-marketing) - Integração com m-commerce
  • 83. Fonte: Rádio CBN, Seção Meio e Mensagem, dia 05/11/2009 PUBLICIDADE NO MUNDO ONLINE De janeiro à agosto de 2009, comparado ao mesmo período de 2008, o faturamento da mídia brasileira cresceu insignificantemente: 0,02% , faturando um pouco mais de R$ 13 bilhões O melhor desempenho foi para a mídia Internet, que cresceu 22,6% no acumulado de janeiro à agosto, comparando 2009 à 2008, faturando R$ 550 milhões
  • 84. PUBLICIDADE NO MUNDO ONLINE 6,9% 60% 14% 7% 4,5% 4,1% 3,5% TV Aberta Jornal Revista Rádio Internet TV Assinatura Outras Fonte: Rádio CBN, Seção Meio e Mensagem, dia 05/11/2009. Com relação às participações, tivemos no ano:
  • 85. Pesquisa sobre o uso da Internet Associação Comercial de São Paulo 1.201 pesquisas Empresários de São Paulo Outubro / 2009 Setores: Indústria, Construção Civil, Serviços, Varejo, Atacado e Instituições Financeiras.
  • 86. Média de acessos / mês POSSUI SITE PRÓPRIO? QUAL A MÉDIA DE ACESSOS POR MÊS NO SITE? 1525 819 2335 1717 1506 1611 1788   TOTAL Micro Pequena Média Grande Base: 1201 892 225 55 29 Sim 66 59 85 95 86 Não 34 41 15 5 14
  • 87. REALIZA NEGÓCIOS PELA INTERNET?
  • 88. POR QUE NÃO REALIZA NEGÓCIOS PELA INTERNET? Base: não tem site próprio e não faz negócios pela Internet (765) Quem não realiza negócios pela Internet declara como razões não ter necessidade ou falta de estrutura interna e falta de foco neste assunto .
  • 89. VENDAS FÍSICAS X VENDAS ONLINE Base: faz negócios pela Internet (435)
  • 90. REDES OU COMUNIDADES SOCIAIS ONDE A EMPRESA TEM PERFIL CADASTRADO Base: Total da amostra (1201)
  • 91. DO LADO DOS CONSUMIDORES
  • 92. Concorda: 40,8 % Nem concorda nem discorda: 29,1 % Discorda: 36,5 % Comprar pela Internet nunca é seguro? As classes AB são as que mais acreditam ser seguro e a desconfiança vai crescendo conforme diminui a renda Ainda desconfiam da segurança das compras por Internet
  • 93. Qual a frase que melhor demonstra a sua atitude quando recebe uma propaganda por e-mail? Em QUASE 80% dos casos as propagandas por email são lidas
  • 94. Você comprou pela internet no último natal? Você pretende comprar pela internet neste natal? Este ano o número de pessoas que comprarão presentes de Natal pela internet crescerá pouco mais que 10%
  • 95. Sandra Turchi Associação Comercial de São Paulo Blog: www.sandraturchi.com.br www.twitter.com/sandraturchi

×