Balanço 2010 Perspectivas 2011
Perfil do Setor <ul><li>Representa 5.5% do PIB da Indústria Transformação </li></ul><ul><li>30 mil empresas no Brasil </li...
Destaques  2009 2010 Faturamento US$ 47,6 bi US$ 52 bi* Exportações** US$ 1,2 bi US$ 1,4 bi Importações** US$ 3,4 bi US$ 4...
Fonte: ABIT – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção Faturamento  Setor Têxtil e de Confecção Brasileiro
2009  -7,86% -6,38% -2,72% Vestuário Têxteis 2010  7,17% 4,33% 11,09%* Mercado Interno – P rodução X Vendas no Varejo Vare...
Fonte:  Relatório Setorial da Indústria Têxtil Brasileira 2009 – IEMI;  2010*: Projeção do Departamento de Economia da ABI...
Empregos   formais e gerados pela Indústria *Pela Forma Convencional de contabilidade **nº adotado pelo Tem esse ano. Font...
Avanço da Massa Salarial
Balança Comercial Balança Comercial Brasileira do Setor Têxtil e de Confecção ( exclui fibra de algodão ) 1,99 1,84 2,93 F...
Fonte: MDIC/ALICEWEB Importação de Tecidos 6,1 x Importações Brasileiras no Setor Têxtil
Fonte: MDIC/ALICEWEB Importações de Vestuário 11 x Importações Brasileiras no Setor Têxtil
Principais Destinos das Exportações Brasileiras de Produtos Têxteis e Confeccionados ( em valor - exclui a fibra de algodã...
Países de Origem - Importações Principais Origens das Importações Brasileiras de Produtos Têxteis e Confeccionados (em val...
Principais Segmentos - Exportações Fonte: MDIC/ALICEWEB
Principais Segmentos - Importações Fonte: MDIC/ALICEWEB
Penetração das importações sobre o consumo aparente
Fonte: CAGED / MTE Elaboração: Departamento de Economia – ABIT 2011 40 mil postos Postos de trabalho no Setor Têxtil no Br...
Inflação
Investimentos 2008:  US$ 1,47 bi*  2009:  US$ 867 mi** BNDES 2008 2009 2010 Importação de  Máquinas R$ 954 mi R$ 381 mi R$...
Perspectivas 2011
Perspectivas Macro e do Setor - Brasil Com base nisso, estimamos para 2011*: Nota: (*) a depender de outras variáveis como...
<ul><li>FINANCIAMENTO </li></ul><ul><li>Inclusão do Setor no rol de atividades de alto interesse nacional - Decreto 2.233 ...
<ul><li>MICRO E PEQUENAS EMPRESAS </li></ul><ul><li>Simples exportador </li></ul><ul><li>Aumento do limite do simples – 3,...
Área Internacional Economia TexBrasil Relações Governamentais Infra-estrutura Convênio com o MDIC Missão ao Japão Pesquisa...
Jurídico Comunicação Relacionamento Sites e Boletins Online Revista Digital ABIT Mídias Sociais Revista ABIT/TexBrasil Ass...
<ul><li>Negociações Mercosul – União Européia </li></ul><ul><li>Argentina:  licenciamento, dumping, preço critério, outras...
Economia <ul><li>Convênio com o MDIC – Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; </li></ul><ul><li>Mis...
Infra-estrutura <ul><li>Cooperação e acompanhamento de testes que verificam a existência de substâncias danosas em produto...
Relações Governamentais <ul><li>Participação da construção e acompanhamento da execução da Agenda Legislativa da CNI; </li...
Jurídico <ul><li>Controle e acompanhamento dos serviços de registro das marcas, prestados pelo escritório GOLD STAR; </li>...
Comunicação <ul><li>853 matérias produzidas em português (entre coberturas especiais, entrevistas por telefone, e-mail, vi...
Relacionamento <ul><li>Ampliação do comitê do vestuário feminino para Comitê de Vestuário em Geral, incorporando ao setor ...
Texbrasil <ul><li>Até dezembro de 2010, são  483 empresas participantes   do Programa Texbrasil: 79 não exportadoras, 4 in...
<ul><li>Implementação do Diagnóstico de novas empresas, com objetivo de avaliar o preparo e maturidade para o processo exp...
<ul><li>Lançamento do  Novo Guia Texbrasil  – Novo Layout e Funcionalidades: novo tutorial, ambiente mais amigável, maior ...
<ul><li>Total de empresas cadastradas no Guia Texbrasil (janeiro a dezembro de 2010): </li></ul><ul><li>40.277  empresas, ...
<ul><li>136 empresas participantes de Feiras Internacionais possibilitando 9.444 contatos e gerando mais de US$ 13 milhões...
Texbrasil
Destaques para mercados “não-tradicionais”:  Ásia, Oriente Médio e África Texbrasil Desempenho Texbrasil * Exportações por...
Mercados-alvo Texbrasil Angola Vestuário Cameba Argentina Têxtil Cameba Austrália Vestuário Colômbia e América Central Têx...
fevereiro de 2011
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Apresentação blumenau 07.02.11 atualizada

1,139 views

Published on

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,139
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
31
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação blumenau 07.02.11 atualizada

  1. 1. Balanço 2010 Perspectivas 2011
  2. 2. Perfil do Setor <ul><li>Representa 5.5% do PIB da Indústria Transformação </li></ul><ul><li>30 mil empresas no Brasil </li></ul><ul><li>1,7 milhão de empregos diretos </li></ul><ul><li>2º maior empregador da indústria transformação </li></ul><ul><li>Investiu US$13 bilhões nos últimos 10 anos </li></ul><ul><li>2º maior produtor mundial de denim </li></ul><ul><li>3º maior produtor mundial de malha </li></ul><ul><li>5º maior parque têxtil do mundo </li></ul><ul><li>9 bilhões de peças de confecção produzidas por ano </li></ul><ul><li>US$ 36,20 / kg de vestuário exportado </li></ul><ul><li>Auto-suficiente na produção de algodão: 1.274 ton/2009 </li></ul>
  3. 3. Destaques 2009 2010 Faturamento US$ 47,6 bi US$ 52 bi* Exportações** US$ 1,2 bi US$ 1,4 bi Importações** US$ 3,4 bi US$ 4,9 bi Déficit da Balança** US$ 2 bi US$ 3,5 bi Geração Empregos – Caged 11.844 63.261 Investimentos do Setor US$ 867mil US$ 2 bi* (*) Estimativas (**) sem fibra de algodão
  4. 4. Fonte: ABIT – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção Faturamento Setor Têxtil e de Confecção Brasileiro
  5. 5. 2009 -7,86% -6,38% -2,72% Vestuário Têxteis 2010 7,17% 4,33% 11,09%* Mercado Interno – P rodução X Vendas no Varejo Varejo * Dados até novembro. Fonte: IBGE
  6. 6. Fonte: Relatório Setorial da Indústria Têxtil Brasileira 2009 – IEMI; 2010*: Projeção do Departamento de Economia da ABIT (kg/ano) Renda e Consumo de Têxteis por Habitante no Brasil
  7. 7. Empregos formais e gerados pela Indústria *Pela Forma Convencional de contabilidade **nº adotado pelo Tem esse ano. Fonte: MTE Participação da Indústria no total de empregos gerados (em %) 29,3 17,5 21,1 19,9 33,1 14,1 20,3 24,4 12,3 1,0 21,3* 21,3**
  8. 8. Avanço da Massa Salarial
  9. 9. Balança Comercial Balança Comercial Brasileira do Setor Têxtil e de Confecção ( exclui fibra de algodão ) 1,99 1,84 2,93 Fonte: MDIC – Sistema ALICEWEB * Câmbio médio do ano
  10. 10. Fonte: MDIC/ALICEWEB Importação de Tecidos 6,1 x Importações Brasileiras no Setor Têxtil
  11. 11. Fonte: MDIC/ALICEWEB Importações de Vestuário 11 x Importações Brasileiras no Setor Têxtil
  12. 12. Principais Destinos das Exportações Brasileiras de Produtos Têxteis e Confeccionados ( em valor - exclui a fibra de algodão) Fonte: MDIC/ALICEWEB 3 Total : 2009 – US$ 1.206 mi 2010 – US$ 1.443 mi 1º - Argentina 2009 – US$ 308 mi 2010 – US$ 392 mi 2º - Estados Unidos 2009 – US$ 246 mi 2010 – US$ 238 mi 4º - Uruguai 2009 – US$ 55mi 2010 – US$ 66 mi 3º - Paraguai 2009 – US$ 65 mi 2010 – US$ 83 mi 5º - México 2009 – US$ 58 mi 2010 – US$ 61 mi -3,2 % + 36,3 % + 27,3 % + 27,7 % + 5,2 % + 19,6 % Países de Destino - Exportações União Européia 2009 – US$ 102 mi 2010 – US$ 139 mi + 20,0 % Ásia 2009 – US$ 61 mi 2010 – US$ 81 mi + 32,8 %
  13. 13. Países de Origem - Importações Principais Origens das Importações Brasileiras de Produtos Têxteis e Confeccionados (em valor - exclui a fibra de algodão) Fonte: MDIC/ALICEWEB Total : 2009 – US$ 3.460 mi 2010 – US$ 4.968 mi 4º - Argentina 2009 – US$ 147 mi 2010 – US$ 185 mi 3º - Indonésia 2009 – US$ 293 mi 2010 – US$ 310 mi 2º - Índia 2009 – US$ 313 mi 2010 – US$ 584 mi 1º - China 2009 – US$ 1.369 mi 2010 – US$ 2.148 mi + 43,6% + 25,8 % + 86,6 % + 3,6% + 56,9 % + 32,4 % 5º - Estados Unidos 2009 – US$ 142 mi 2010 – US$ 188 mi União Européia 2009 – US$ 312 mi 2010 – US$ 390 mi + 25,0 %
  14. 14. Principais Segmentos - Exportações Fonte: MDIC/ALICEWEB
  15. 15. Principais Segmentos - Importações Fonte: MDIC/ALICEWEB
  16. 16. Penetração das importações sobre o consumo aparente
  17. 17. Fonte: CAGED / MTE Elaboração: Departamento de Economia – ABIT 2011 40 mil postos Postos de trabalho no Setor Têxtil no Brasil 2009 2008 Jan – Dez 2009 22.009 11.844 11.844 63.261 Jan – Dez 2010 -10.165 + 51.417 Saldo na geração de empregos (admissões – demissões) SEGMENTO DIRETOS INDIRETOS + EFEITO RENDA Têxteis e Confeccionados 1,75 milhão 7 milhões
  18. 18. Inflação
  19. 19. Investimentos 2008: US$ 1,47 bi* 2009: US$ 867 mi** BNDES 2008 2009 2010 Importação de Máquinas R$ 954 mi R$ 381 mi R$ 1.558,1 mi R$ 394 mi R$ 265 mi R$ 592,1 mi Têxtil Confecção Cadeia US$ 730 mi US$ 544 mi US$ 731 mi 2008 2009 2010 Máquinas de costura US$ 165 mi US$ 106 mi US$ 200 mi Estimativa 2010: US$ 2 Bi em toda Cadeia Têxtil Nota: *câmbio médio de 2008 – R$ 1,83 / **câmbio médio de 2009 – R$ 1,99/
  20. 20. Perspectivas 2011
  21. 21. Perspectivas Macro e do Setor - Brasil Com base nisso, estimamos para 2011*: Nota: (*) a depender de outras variáveis como, por exemplo, do câmbio local e de países concorrentes. <ul><li>PIB de 4,5 % </li></ul><ul><li>Inflação de 5,5 % </li></ul><ul><li>Câmbio final de US$ 1,75 </li></ul><ul><li>Juros/Selic final em 12,25 % </li></ul><ul><li>Crescimento real da Renda de 3,4% </li></ul><ul><ul><li>Crescimento da Ind. Transformação: 5% </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescimento da confecção: 4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescimento do setor têxtil: 3,5% </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescimento do varejo: 6% </li></ul></ul><ul><ul><li>Geração de empregos: cerca de 40 mil novos postos formais de trabalho. </li></ul></ul><ul><ul><li>Faturamento US$ 54 bilhões </li></ul></ul>Com base nisso, estimamos para 2011*: <ul><ul><li>Crescimento da Ind. Transformação: 5% </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescimento do setor têxtil: 3,5% </li></ul></ul>Com base nisso, estimamos para 2011*: <ul><ul><li>Crescimento da Ind. Transformação: 5% </li></ul></ul>Estimativas do Mercado indicam para 2011
  22. 22. <ul><li>FINANCIAMENTO </li></ul><ul><li>Inclusão do Setor no rol de atividades de alto interesse nacional - Decreto 2.233 </li></ul><ul><li>Perenizar a linha de financiamento de bens de capital por parte do BNDES a juros compatíveis com o mercado mundial </li></ul><ul><li>COMÉRCIO EXTERIOR </li></ul><ul><li>Assinatura de acordos internacionais </li></ul><ul><li>Desoneração da exportação </li></ul><ul><li>Aprimorar o sistema de Defesa Comercial </li></ul><ul><li>Reforçar os recursos da APEX para aumentar os programas setoriais de promoção de exportação e investimentos; </li></ul><ul><li>EDUCAÇÃO </li></ul><ul><li>Uniformes escolares: consolidação e ampliação do programa “Educação Costurando o Futuro” </li></ul><ul><li>TRIBUTAÇÃO E GASTOS PÚBLICOS </li></ul><ul><li>Redução da carga tributária </li></ul><ul><li>Incluir estados no Drawback Integrado verde e amarelo </li></ul><ul><li>Suspender os incentivos estaduais para importação </li></ul>Destaques Agenda Competitiva do Setor
  23. 23. <ul><li>MICRO E PEQUENAS EMPRESAS </li></ul><ul><li>Simples exportador </li></ul><ul><li>Aumento do limite do simples – 3,6 mi </li></ul><ul><li>INOVAÇÃO </li></ul><ul><li>Compras governamentais como fator de desenvolvimento e inovação da indústria nacional </li></ul><ul><li>INFRAESTRUTURA </li></ul><ul><li>Reduzir os encargos incidentes sobre o preço da energia elétrica ; </li></ul><ul><li>Reduzir o custo de energia para cadeias produtivas intensivas em mão-de-obra no horário entre 22h e 6h . </li></ul><ul><li>RELAÇÕES DO TRABALHO </li></ul><ul><li>Desoneração da folha de pagamentos através da geração de crédito equivalente ao PIS e COFINS sobre folha mais encargos sociais. </li></ul>Destaques Agenda Competitiva do Setor
  24. 24. Área Internacional Economia TexBrasil Relações Governamentais Infra-estrutura Convênio com o MDIC Missão ao Japão Pesquisa de Mercado Interno Licitação e contratação Selo Qual Inmetro Compras Governamentais Núcleo de Inovação ABNT GINTEX Poder Executivo Fórum de Nanotecnologia Poder Legislativo Frente Parlamentar Defesa Comercial Estatísticas de Comércio Exterior Negociações Internacionais Poder Legislativo Atendimento Consultoria Meio Ambiente Marketing de Relacionamento Inteligência Comercial Promoção Comercial Guia TexBrasil Fortalecimento da Imagem
  25. 25. Jurídico Comunicação Relacionamento Sites e Boletins Online Revista Digital ABIT Mídias Sociais Revista ABIT/TexBrasil Assessoria Jurídica Marcas e Patentes Atendimentos a Associados Controles Internos Negociações Coletivas Criação de Comitês Promover maior integração na Cadeia Têxtil
  26. 26. <ul><li>Negociações Mercosul – União Européia </li></ul><ul><li>Argentina: licenciamento, dumping, preço critério, outras barreiras </li></ul><ul><li>China: ações contra a competitividade desleal chinesa </li></ul><ul><li>Convênios: SRF, PGFN e AGU </li></ul><ul><li>INMETRO: regulamentos técnicos aplicados sobre produtos importados </li></ul><ul><li>Algodão </li></ul><ul><li>Redução a 0% da alíquota de importação das fibras de algodão </li></ul><ul><li>Acompanhamento da liberação das licenças de importação sob regime de cotas </li></ul>Área Internacional
  27. 27. Economia <ul><li>Convênio com o MDIC – Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; </li></ul><ul><li>Missão ao Japão, com o propósito de pesquisar as novas tecnologias para a indústria têxtil e de confecção – Com a participação da Embaixada do Brasil, Senai-Cetiqt e ABIT, além do próprio MDIC; </li></ul><ul><li>Pesquisa de Mercado Interno (Hábitos, Usos e Costumes) – Segmento de Vestuário; </li></ul><ul><li>Licitação e contratação; </li></ul><ul><li>Selo Qual – Certificação que contempla: responsabilidade sócioambiental e qualidade; </li></ul>
  28. 28. Infra-estrutura <ul><li>Cooperação e acompanhamento de testes que verificam a existência de substâncias danosas em produtos têxteis e desenvolvimento de propostas para a Regulamentação; </li></ul><ul><li>Acompanhamento do Processo Licitatório do Programa de Uniformização Escolar do Governo Federal (Educação Costurando o Futuro); </li></ul><ul><li>Fórum de Nanotecnologia; </li></ul><ul><li>Meio Ambiente; </li></ul><ul><li>Representação da ABIT no Conselho Fiscal da ABNT; </li></ul><ul><li>Desenvolvimento e envio de projeto para a ABDI, objetivando estruturar oNúcleo de Inovação. </li></ul>
  29. 29. Relações Governamentais <ul><li>Participação da construção e acompanhamento da execução da Agenda Legislativa da CNI; </li></ul><ul><li>Agendamento e participações de reuniões com os Ministérios cujas competências impactam as atividades do setor; </li></ul><ul><li>Lançamento da Frente Parlamentar da Indústria Têxtil e de Confecção; </li></ul><ul><li>Acompanhamento e posicionamento em todas os projetos apresentados no Legislativos que impactam o setor, tais como: </li></ul><ul><ul><li>PLP autoriza a divulgação de informações sobre operações de importação e exportação. </li></ul></ul><ul><ul><li>Projeto de Resolução do Senado Federal que estabelece alíquotas ICMS, nas operações interestaduais com bens e mercadorias importadas do exterior; </li></ul></ul><ul><ul><li>PLP altera, para as empresas exportadoras, o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte – SIMPLES Exportação </li></ul></ul><ul><ul><li>PL que dispõe sobre a sujeição dos produtos importados às normas de certificação de conformidade da Regulamentação Técnica Federal </li></ul></ul>
  30. 30. Jurídico <ul><li>Controle e acompanhamento dos serviços de registro das marcas, prestados pelo escritório GOLD STAR; </li></ul><ul><li>Instrumentos contratuais; </li></ul><ul><li>Elaboração de 550 instrumentos contratuais; </li></ul><ul><li>Participação na Negociação Coletiva da ABIT junto ao SEESPI (Sindicato dos Empregados em Entidades Sindicais e Patronais da Indústria e em Associações Civis da Indústria no Estado de São Paulo). </li></ul>
  31. 31. Comunicação <ul><li>853 matérias produzidas em português (entre coberturas especiais, entrevistas por telefone, e-mail, viagens, cobertura de desfiles e releases de parceiros); </li></ul><ul><li>Revista digital semanal, enviada a 25 mil leitores, com média de 25 páginas por edição (10 páginas a mais do que a média apresentada em 2009), sendo duas edições especiais das Semanas de Moda; </li></ul><ul><li>Revista trimestral, lançada em agosto de 2009 com 10 mil exemplares por edição, publicada em três idiomas (português, inglês e espanhol) e 64 páginas, cor total, 21 x 28cm. É enviada para todo mailing internacional de compradores e jornalistas, bem como para associados, membros da Frente Parlamentar, autoridades, instituições de ensino, federações, sindicatos e profissionais do setor. </li></ul>
  32. 32. Relacionamento <ul><li>Ampliação do comitê do vestuário feminino para Comitê de Vestuário em Geral, incorporando ao setor feminino, o masculino, lingerie e infantil; </li></ul><ul><li>Criação do comitê setorial de linhas de nylon; </li></ul><ul><li>2 novos Sindicatos passaram a ser representados pela entidade; </li></ul><ul><li>Mais de 1.840 empresas se tornaram associadas diretas ou indiretas; </li></ul><ul><li>Parceria com a “Nossa Caixa Desenvolvimento”, promovendo linhas de créditos com taxas exclusivas para associados. </li></ul>
  33. 33. Texbrasil <ul><li>Até dezembro de 2010, são 483 empresas participantes do Programa Texbrasil: 79 não exportadoras, 4 iniciantes, 178 intermediárias, 55 experientes e 167 internacionalizadas, se beneficiando dos seguintes serviços: </li></ul><ul><li>Prospecção de Novos Mercados e Monitoramento do desempenho brasileiro nos Países-Alvo; </li></ul><ul><li>Promoção Comercial – Feiras Internacionais e Projeto Comprador; </li></ul><ul><li>Negociações Internacionais e Inteligência Comercial; </li></ul><ul><li>Plataforma de Negócios – Guia Texbrasil </li></ul><ul><li>Projeto Imagem e Assessoria de Imprensa Internacional </li></ul>
  34. 34. <ul><li>Implementação do Diagnóstico de novas empresas, com objetivo de avaliar o preparo e maturidade para o processo exportador e o aprimoramento do CRM Texbrasil </li></ul><ul><li>Elaboração de Plano de Atividades Texbrasil para todas as empresas participantes </li></ul><ul><li>40 reuniões de articulação com parceiros e empresas nacionais </li></ul>Texbrasil
  35. 35. <ul><li>Lançamento do Novo Guia Texbrasil – Novo Layout e Funcionalidades: novo tutorial, ambiente mais amigável, maior interatividade e visualização do mapa e endereço das empresas </li></ul>Texbrasil
  36. 36. <ul><li>Total de empresas cadastradas no Guia Texbrasil (janeiro a dezembro de 2010): </li></ul><ul><li>40.277 empresas, sendo 23.200 nacionais e 17.077 internacionais </li></ul><ul><li>Total acessos em 2010: 1.600.000 </li></ul><ul><li>Empresas inseridas em 2010: 3.900 </li></ul><ul><li>Oportunidades de Negócios divulgadas: 55 </li></ul>Texbrasil
  37. 37. <ul><li>136 empresas participantes de Feiras Internacionais possibilitando 9.444 contatos e gerando mais de US$ 13 milhões em negócios </li></ul><ul><li>Vinda de 127 compradores internacionais ao Brasil, dos quais 60 resultaram de novos contatos do CRM , gerando US$ 2,6 milhões em negócios </li></ul><ul><li>Mais de 100 atendimentos a compradores internacionais (aumento de 100% em relação ao ano anterior) gerando US$ 500 mil em negócios </li></ul><ul><li>466 Novos Compradores internacionais inseridos no CRM </li></ul>Texbrasil
  38. 38. Texbrasil
  39. 39. Destaques para mercados “não-tradicionais”: Ásia, Oriente Médio e África Texbrasil Desempenho Texbrasil * Exportações por região Jan-Dez 2010 (em US$ Milhões) *dados sem Fibra de Algodão Regiões US$ 2010 Variação Texbrasil 2010/2009 Participação Texbrasil no Total Brasil América do Sul 339.148.399 15% 41% América do Norte 78.253.696 -25% 26% Europa 55.640.844 -5% 23% Ásia 24.328.957 40% 3% Oriente Médio 5.397.818 4% 48% América Central 13.740.645 28% 33% África 11.742.605 50% 29% Oceania 757.440 -6% 21% Total 529.010.404 11% 35%
  40. 40. Mercados-alvo Texbrasil Angola Vestuário Cameba Argentina Têxtil Cameba Austrália Vestuário Colômbia e América Central Têxtil Cameba Oriente Médio Vestuário Estados Unidos Têxtil Vestuário Cameba França Vestuário Cameba Rússia Cameba Itália Vestuário Cameba México Têxtil Cameba Portugal e Espanha Vestuário Reino Unido Vestuário Cameba China Têxtil Vestuário Cameba
  41. 41. fevereiro de 2011

×