Slide importantes

  • 47 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
47
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Contabilidade Empresarial “A Contabilidade como Instrumento de Decisão” Prof. Haroldo C. Giacometti
  • 2. Administração Investidores Bancos Governo Outros Interessados Coleta de Dados Registro de Dados Relatórios Usuários (tomada de decisão ÁREA DE ATUAÇÃO DO CONTADOR Prólogo - Contabilidade Empresarial
  • 3. Postulados Contábeis • Entidade Contábil • A Contabilidade é mantida para a Entidade e, os sócios ou quotistas não devem se confundir com ela. Suas dimensões podem ser: Jurídica, Econômica, Organizacional e Social. • Continuidade da Entidade A Entidade é um organismo que irá viver, ter atividades, por um período de tempo longo e indeterminado
  • 4. Princípios Contábeis • Custo Como Base de Valor O Custo de Aquisição de um ativo ou dos insumos necessários para fabricá-lo e colocá-lo em condições de gerar benefícios para a entidade representa a base de valor para Contabilidade, expresso em termos de moeda de poder aquisitivo constante
  • 5. Princípios Contábeis • Realização da Receita A Receita é realizada quando produtos ou serviços são transferidos para outra entidade ou mesmo pessoa física, com anuência destas e mediante pagamento ou compromisso de pagamento, especificado perante a entidade produtora.
  • 6. Princípios Contábeis • Confronto entre Despesas com Receitas e com Períodos Contábeis Todas as Despesas que se relacionarem a Re- ceitas de um período devem ser confrontadas com estas e, ativos consumidos ou usados que não puderem ser relacionados às Receitas devem ser considerados despesas no período em que ocorrerem
  • 7. Princípios Contábeis • Denominador Comum Monetário As demonstrações contábeis, sem prejuízo dos registros detalhados de natureza qualitativa e física, serão expressas em termos de moeda nacional de poder aquisitivo da data do último Balanço Patrimonial
  • 8. Convenções Contábeis • Objetividade 1) Procedimentos comprovados por documentos e critérios objetivos 2) Atestados por pessoas qualificadas da profissão, reunidas em comitês de pesquisa ou em entidades com autoridade sobre princípios contábeis
  • 9. Convenções Contábeis • Materialidade Avaliação da informação à luz do Custo e do Benefício e, aspectos do sistema contábil • Conservadorismo Na avaliação do Patrimônio escolhe-se o menor valor para o ativo e o maior para obrigações • Consistência Os usuários das Demonstrações contábeis devem poder delinear a tendência da entidade com o menor grau de dificuldade
  • 10. Demonstrações e Informações Contábeis • Balanço Patrimonial • Demonstração do Resultado do Exercício • Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados • Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido • Demonstrações das Origens e Aplicações de Recursos • Notas Explicativas das Demonstrações Financeiras
  • 11. Sociedade Anônima X Ltda. Modelo para Publicação das Demonstrações Financeiras e Evidenciações Denominação da Empresa CGC - Tipo de Sociedade Relatório da Administração Demonstrações Financeiras BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO e PL Data Data DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO DataReceita Bruta DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES ou DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS Data DEMONSTRAÇÃO DE ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS Data Notas Explicativas (e outras evidenciações) Parecer da Auditoria Administradores (assinatura) Contador (assinatura) Conselho Fiscal
  • 12. Balanço Patrimonial ATIVO • Circulante • Realizável a Longo Prazo • Ativo Permanente PASSIVO • Circulante • Exigível a Longo Prazo • Resultado de Exercícios Futuros • Patrimônio Líquido
  • 13. ATIVO • Circulante são contas que estão constante-mente em giro,em movimento.A conversão ✝ em dinheiro será no máximo no próprio ✝ exercício social • Realizável a Longo Prazo são bens e direi- ✝ tos que se transformarão em dinheiro um ano após o levantamento do Balanço • Permanente são bens e direitos que não se ✝ destinam a venda e tem vida útil longa, no caso de bens.
  • 14. PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO • CIRCULANTE são obrigações exigíveis que serão liquidadas no próximo exercício social: ✝ nos próximos 365 dias após o levantamento do Balanço • EXIGÍVEL A LONGO PRAZO são as obrigações exigíveis que serão liquidadas com prazo superior a um ano-dívidas a longo prazo. • PATRIMÔNIO LÍQUIDO são os recursos dos proprietários aplicados na empresa. Os recursos significam o Capital mais o seu rendimento ✝ LUCROS E RESERVAS
  • 15. DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO ✝ RECEITA BRUTA 100 ✝ (-) DEDUÇÕES ✝ ICMS 9 ✝ ABATIMENTOS 2 11 ✝ RECEITA LÍQUIDA 89 ✝ (-) CUSTO DOS PRODS. VENDIDOS 48 ✝ RESULTADO OPERACIONAL BRUTO 41 ✝ (-) DESPESAS OPERACIONAIS ✝ DE VENDAS 6 ✝ ADMINISTRATIVAS 5 ✝ FINANCEIRAS 3 ✝ VARIAÇÕES MONETÁRIAS 2 16 ✝ RESULTADO OPERACIONAL LÍQUIDO 25 ✝ -
  • 16. DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO (COMPLEMENTO) • RESULTADO OPERACIONAL LÍQUIDO 25 • (+) RECEITAS NÃO OPERACIONAIS 1 • (-) DESPESAS NAO OPERACIONAIS 2 (1) • RESULTADO ANTES DOS IMPOSTOS ✝ E CONTRIBUIÇÕES 24 • IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES (12) • RESULTADOS ANTES DAS PARTICIPAÇÕES 12 • PARTICIPAÇÕES 2 • RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO 10
  • 17. PARECER DE AUDITORIA BP DRE DOARDLPAC PA AUDITORIA Interna (Empregado) Externa (Independente) Controle Interno Pessoa Física (Autônomo) Pessoa Jurídica (Escritório Auditoria) Nacional (?) Multi-Nacional Big 6 Empresa de Contabilidade Contabilidade Empresarial - Capítulo 20
  • 18. BP DRE DOARDLPAC RELATÓRIOS DA ADMINISTRAÇÃO RELATÓRIO DA DIRETORIA dados estatísticos diversos; indicadores de produtividade; desenvolvimento tecnológico; a empresa no contexto sócio-econômico; políticas diversas: recursos humanos, exportação etc. expectativas com relação ao futuro; dados do orçamento de capital; projetos de expansão; desempenho em relação aos concorrentes etc. São informações de caráter não financeiro que abrangem: Contabilidade Empresarial - Capítulo 20 Balanço Social
  • 19. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO 4 Características 1) Bens e Direitos Obrigações 2) Propriedade Não Contabiliza-se: - Recursos Húmanos - Leasing, etc. 3) Medido Monetáriamente Difícil Medir -”Goodwill” (Imagem, reputação, clientes, ponto, marca, etc.) 4) Benefícios Presentes ou Futuros
  • 20. Fatos Contábeis • Fatos Permutativos • Fatos Modificativos • Fatos Mistos • Não modificam o P.L. • Compra de Imóvel a Vista • +Ativo - Ativo • Aumenta ou Diminui o P.L. • Receita por Serviço Prestado • + Ativo + P.L. • Combinam os Fatos Permutativos e Modificativos • Venda de Bem com Lucro • +Ativo + P.L.-Ativo
  • 21. Livro Diário • O Livro Diário é Obrigatório • Registra os fatos contábeis em partidas dobradas na ordem rigorosamente cronológica do dia, mês e ano • Deve ser encadernado com folhas nume-radas seguidamente • Livros ou fichas deverão conter termos de abertura e encerramento, e com auten-ticação no órgão do Registro do Comercio
  • 22. CONTAS • Representação gráfica de débitos e cré-ditos referentes a uma pessoa e a fatos contábeis homogêneos • Informações: Nome da Conta, Data do Re- gistro, Histórico, Contra Partida, Valor do Débito, Valor do Crédito • Razonete ou Conta “T” Nome da Conta Débitos | Créditos
  • 23. Mecanismo de Débito e Crédito CONTAS DE LANÇA- MENTO ATIVO PASSIVO PAT. LÍQUIDO RECEITAS DESPESAS DÉBITO AUMENTA DIMINUI DIMINUI DIMINUI AUMENTA CRÉDITO DIMINUI AUMENTA AUMENTA AUMENTA DIMINUI
  • 24. CONTAS CONTAS DE Natureza do Saldo ATIVO DEVEDOR PASSIVO CREDOR PAT. LÍQUIDO CREDOR DESPESA DEVEDOR RECEITA CREDOR
  • 25. Livro Razão • Contem o agrupamento de valores regis- trados em contas de mesma natureza, individualizadas ( Ex.: Caixa, Estoques, Imóveis...) • Engloba contas Patrimoniais (Balanço) e de Resultados( Receitas e Despesas)
  • 26. Livro Razão • Razão Sintético • Estoques • Duplicatas a Receber • Fornecedores • Empréstimos • Razão Analítico • Produtos Acabados • Matérias Primas • Cia. Alfa • Cia. Fundamental • Cia Nacional • Cia. Lã...gerie • Banco do Brasil • Banco Bandeirantes
  • 27. Erros de Escrituração • O Livro Diário não poderá conter emendas, rasuras, borrões, raspaduras ou linhas em branco. • Os erros nos lançamentos contábeis pode-rão ser corrigidos pelo estorno puro e simples ou por lançamentos complementares • Estorno é um lançamento inverso ao anteriormente efetuado e pode ser usado para sanar qualquer erro
  • 28. Erros • Valor contabilizado a menor: lançamento complementar pela diferenças com débitos e créditos nas contas anteriormente usadas • Valor contabilizado a maior:diferença debitada na conta anteriormente creditada e a contrapartida (crédito) na conta antes debitada • Só o débito ou só o crédito em conta incorreta: crédito ou débito nessas contas e débito ou crédito nas contas corretas • Débito numa conta que teria de ser creditada e vice-versa: corrigir pelo estorno e lançamento correto
  • 29. Plano de Contas • É o Planejamento da Escrituração Contábil, sendo a relação das possíveis contas a serem usadas de acordo com o objeto social da entidade • A principal característica é a flexibilidade, ou seja a capacidade do plano de contas poder absorver novas contas durante o exer- cício social. Ex. Novos Tributos, Produtos...
  • 30. Ciclo Contábil • 1. Classificação e análise dos documentos ou comprovantes de fatos contábeis • 2. Lançamentos no Livro Diário • 3. Transcrição para o Razão, por contas • 4. Balancete de Verificação, para constatar igualdade entre valores debitados e creditados • 5. Lançamentos de Ajustes, pelo regime de competência • 6. Encerramento das contas de receitas e despesas, cujos saldos são transferidos para a conta Resultado do Exercício, para a apuração do Resultado do Período
  • 31. Ciclo Contábil(cont.) • 7.Cálculos e lançamentos de provisões, inclusive I.Renda • 8.Lançamentos para destinação do Resultado • 9.Novo Balancete de Verificação do Razão com o saldo da Conta Resultado do Exercício no lugar das Contas de Resultado • 10. Destinação do Resultado do Exercício, conforme o contrato ou estatuto, quando sociedade • 11.Preparação dos principais Relatórios Contábeis • 12.Transcrição no Livro Diário de todos os lançamen-tos preparatórios ao levantamento do Balanço, trans-crição do Balanço e de outras Demonstrações Finan-ceiras, data e assinaturas do sócio ou diretor e, do contador
  • 32. Balancete de Verificação • É um relatório contábil onde são relacionadas todas as contas movimentadas, com os saldos, no dia de sua elaboração • Balancete da Micotec em 31.12.X1 Contas Saldos Devedores Credores Caixa 100 Equipamentos 200 Contas a Pagar 50 Capital 100 Receitas de Vendas 200 Despesas de Salários 50 Totais 350 350