Recurso a ambientes virtuais como salade aula estendida - estudo de caso com   estudantes de ensino superior do      regim...
• socialização como um fator-chave para as aprendizagens  colaborativas e para a construção de conhecimento           Gera...
desafio docente     desafio  investigadora                                (i) abordar temas UC de forma criativa e        ...
Ana Loureiro                 Teresa BettencourtCIDTFF|UA & ESE|IPSantarém   CIDTFF|UA
Objetivos• compreender de que forma os estudantes se  envolvem no uso das ferramentas Web 2.0 e dos  ambientes virtuais im...
Metodologia• carácter exploratório• estudos fenomenológicos• qualitativa com análise semi-quantitativa por estatística  de...
Estudo    Estudopiloto   empírico                                                          5 – Desenvolvimento            ...
Sessão I - Acesso e Motivação                                Ana Loureiro                 Teresa Bettencourt              ...
Sessão II - Socialização                           Ana Loureiro                 Teresa Bettencourt                        ...
Sessão III – Partilha de Informação                                      Ana Loureiro                 Teresa Bettencourt  ...
Sessão IV – Construção de conhecimento                                         Ana Loureiro                 Teresa Bettenc...
Sessão V – Desenvolvimento    [2011/05/15 15:04] GersonMatos: Por acaso vêm o meu avatar sem    roupas?    [2011/05/15 15:...
Antes de frequentarem a sala de aula estendida trinta estudantes (44%) nãoconheciam o SL©; trinta e seis estudantes (53%) ...
62% consideram ser um ambiente complexo, mas onde rapidamente seadquirem as competências básicas de utilização; 20% dos es...
Apesar das dificuldades sentidas, os estudantes mostraram-se sempremuito à vontade no espaço imersivo, deixando cair as fo...
53% dos estudantes não tinha essa intenção e 35% responderampositivamente                                          Ana Lou...
Vantagens do SL a                                                       nível pessoal"o facto de sozinha experienciar mome...
Para 35% dos estudantes, a ferramenta preferida para contatar com adocente foi o SL©, seguida do Facebook (com 31% das pre...
"É útil ter alguém que nos pode esclarecer duvidas à distancia de um click"[ED2]; "Para o contato extra aula" [ED9]; "porq...
"é sempre muito bom encontrarmo-nos fora das aulas" [EN3]; "podemos tirarduvidas a qualquer hora, assim como há discussão ...
Web                        MV                                             2.0•   Aprendizagem participativa - incentivar a...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Recurso a ambientes virtuais como sala de aula estendida - estudo de caso com estudantes de ensino superior do regime Maiores de 23 anos

1,030 views
915 views

Published on

SLACTIONS2012 - Universidade Aberta

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,030
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
207
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Recurso a ambientes virtuais como sala de aula estendida - estudo de caso com estudantes de ensino superior do regime Maiores de 23 anos

  1. 1. Recurso a ambientes virtuais como salade aula estendida - estudo de caso com estudantes de ensino superior do regime Maiores de 23 anos Ana Loureiro [aka Anitia Loire] Teresa Bettencourt [aka Cleo Bekkers]
  2. 2. • socialização como um fator-chave para as aprendizagens colaborativas e para a construção de conhecimento Geração 2.0 ambientes imersivos 3D em contextos de aprendizagem  para quem e porquê Geração 1.0 Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  3. 3. desafio docente desafio investigadora (i) abordar temas UC de forma criativa e colaborativa;promover formas de colaboração e de (ii) ajudar os estudantes a perceber a importânciapartilha de informação e de de partilhar e discutir informação de formaconhecimento entre os estudantes, e aberta;entre os estudantes e a docente (horas (iii) providenciar situações de tutória recorrendo ade suporte) mundos virtuais. perceber a efectividade da utilização de um formato de blended learning Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  4. 4. Ana Loureiro Teresa BettencourtCIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  5. 5. Objetivos• compreender de que forma os estudantes se envolvem no uso das ferramentas Web 2.0 e dos ambientes virtuais imersivos;• perceber de que forma essas ferramentas e esses ambientes virtuais promovem a colaboração, a construção e a partilha de conhecimento;• identificar para que estudantes estas ferramentas e estes ambientes se parecem adaptar melhor, e porquê. Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  6. 6. Metodologia• carácter exploratório• estudos fenomenológicos• qualitativa com análise semi-quantitativa por estatística descritiva simples. questionário recolha observação documental recolha de dados Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  7. 7. Estudo Estudopiloto empírico 5 – Desenvolvimento Capacidade de sobreviver e crescer no espaço imersivo 3D 4 – Construção de conhecimento Customização do avatar de forma autónoma; discussão sobre temáticas SL e da UC 3 – Partilha de informação Participação nas discussões de grupo; aquisição de competências avançadas - construção assistida de objetos; partilha de saberes 2 – Socialização Customização assistida do avatar; exploração de diversas ilhas e espaços (comerciais, educativos, entretenimento, socialização) 1 - Acesso e motivação Criação do avatar; Contato com o espaço 3D; aquisição das competências básicas de navegação e comunicação Construção de conhecimento online (adaptado de Salmon, 2004) Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  8. 8. Sessão I - Acesso e Motivação Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  9. 9. Sessão II - Socialização Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  10. 10. Sessão III – Partilha de Informação Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  11. 11. Sessão IV – Construção de conhecimento Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  12. 12. Sessão V – Desenvolvimento [2011/05/15 15:04] GersonMatos: Por acaso vêm o meu avatar sem roupas? [2011/05/15 15:04] Anitia Loire: vejo-te todo cinza menos a cabeça [2011/05/15 15:04] Anitia Loire: faz edit outfit [2011/05/15 15:04] PatriciaB: alo partner [2011/05/15 15:04] Anitia Loire: e depois sai desse menu [2011/05/15 15:04] Anitia Loire: deve resultar [2011/05/15 15:04] GersonMatos: humm... desde que instalei o novo veiwer que as texturas das roupas raramente carregam [2011/05/15 15:05] GersonMatos: vou tentar [2011/05/15 15:05] Anitia Loire: neste viewer demora mais sim :( [2011/05/15 15:05] GersonMatos: Resultou professora obg [2011/05/15 15:05] Anitia Loire: de nada :) [2011/05/15 15:05] GersonMatos: tenho que investigar pk... tbm noto erros de clipping Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  13. 13. Antes de frequentarem a sala de aula estendida trinta estudantes (44%) nãoconheciam o SL©; trinta e seis estudantes (53%) já tinham ouvido falar - nasua grande maioria do regime noturno, mas não utilizavam e apenas doisestudante conheciam e eram utilizadores do ambiente 3D Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  14. 14. 62% consideram ser um ambiente complexo, mas onde rapidamente seadquirem as competências básicas de utilização; 20% dos estudantesconsiderou que é um ambiente complexo e que requer muito tempo deaprendizagem e apenas 18% dos estudantes considerou que o SL© é fácil deutilizar. Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  15. 15. Apesar das dificuldades sentidas, os estudantes mostraram-se sempremuito à vontade no espaço imersivo, deixando cair as formalidadesinerentes a uma sala de aula física. [2011/02/23 09:09] Mac Prasinos: boas Dinarte [2011/02/23 09:09] Mac Prasinos: senta-te aí rapaz [2011/02/23 09:17] SandraDavid: parece que estamos no iland lidia [2011/02/23 09:18] PedroSantos10: qeq tas a fazer sandra?? inda n percebi... xD´ [2011/02/27 14:08] Charlie8: gosto do cabelo da professora... muito Blasted Mechanism ;) [2011/02/27 14:07] JoaoDiogo: abanquem pessoal [2011/02/27 14:02] marymaraise: parece uma rave....lol [2011/02/27 14:01] JoaoDiogo: RAPAZIADA Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  16. 16. 53% dos estudantes não tinha essa intenção e 35% responderampositivamente Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  17. 17. Vantagens do SL a nível pessoal"o facto de sozinha experienciar momentos únicos" [EN2]; "poder ficarem casa e poupar tempo e dinheiro" [ED11]; "uma melhor interaçãocom a turma" [ED12]; "podermos ser quem quisermos e ao mesmotempo temos a oportunidade de conhecer (...) outras pessoas" [EN4];"acho m ambiente divertido e descontraído" [ED15]; "No SL sinto-melivre!" [EN5]; "oportunidade de interagir com pessoas do mundointeiro. (...) ajuda a promover a autonomia dos alunos" [EN9.]. Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  18. 18. Para 35% dos estudantes, a ferramenta preferida para contatar com adocente foi o SL©, seguida do Facebook (com 31% das preferências). Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  19. 19. "É útil ter alguém que nos pode esclarecer duvidas à distancia de um click"[ED2]; "Para o contato extra aula" [ED9]; "porque facilitou a comunicação eporque a docente era bastante acessível e simpatizei com ela" [ED15]; "paraesclarecimento de dúvidas e partilha de outros conteúdos não escolares"[EN2]; "Sou e tenho muito orgulho em fazer parte da lista de amigos daprofessora depois dos compromissos lectivos, num sina evidente de que arelação enquanto aluno/professora foi bastante positiva" [EN13]; "Poracaso não, apenas porque nunca me lembrei disso" [EN4]. Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  20. 20. "é sempre muito bom encontrarmo-nos fora das aulas" [EN3]; "podemos tirarduvidas a qualquer hora, assim como há discussão e troca de ideias" [ED12]; "paratroca de informação, esclarecimento de dúvidas ou mesmo para um contacto maisdireto/pessoal com a turma e professores" [EN4]; "torna a aula mais interativa einteressante possibilitando ensino e apoio a distância" [ED15]; "Há sempre anecessidade de rever conteúdos, de partilhar ideias e os ambientes virtual quebramas barreiras dos limites de tempo e espaço e distância geográfica que separam osdiscentes" [EN6]; "poupamos tempo e deslocações, permitindo-nos estar noconforto de nossas casas, a assistir a uma aula" [EN14]. Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA
  21. 21. Web MV 2.0• Aprendizagem participativa - incentivar a participação na criação / edição de conteúdos;• Aprendizagem colaborativa - a construção colaborativa de conhecimento (a informação partilhada por cada indivíduo pode ser recombinada para criar novas formas, conceitos, ideias, mash-ups e serviços);• Aprendizagem autónoma - partilhar, comunicar e descobrir informações nas comunidades;• Capacidade de comunicação e interação - oportunidades mais ricas aquando da socialização e da integração em comunidades;• Aprendizagem ao longo da vida (juntar-se à wisdom of the crowds) - desenvolver competências digitais e apoiar o desenvolvimento ao longo da vida. Ana Loureiro Teresa Bettencourt CIDTFF|UA & ESE|IPSantarém CIDTFF|UA

×