Tcc_slide_ACIDENTES COM PERFUROCORTANTES E MEDIDAS PREVENTIVAS

5,614 views

Published on

ACIDENTES COM PERFUROCORTANTES
E MEDIDAS PREVENTIVAS

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,614
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
166
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tcc_slide_ACIDENTES COM PERFUROCORTANTES E MEDIDAS PREVENTIVAS

  1. 1. UNIVERSIDADE NILTON LINS Curso Superior Tecnólogo em Segurança do Trabalho ACIDENTES COM PERFUROCORTANTES E MEDIDAS PREVENTIVAS Anibal da Silva Cajado Marta Lobato Lima Silvânia Souza de Araujo Orientador: Luís Coelho. Manaus/2013
  2. 2. SUMÁRIO  Introdução  Revisão da Literatura  Metodologia  Resultados e Discussões  Conclusão  Referências Bibliográficas  Agradecimentos
  3. 3. INTRODUÇÃO  Acidentes com instrumentos perfurocortantes  Especifico com agulhas em ambiente hospitalar  Reforçar atenção quanto à segurança do trabalho  Preservar a saúde e segurança de todos os trabalhadores 3
  4. 4. REVISÃO DA LITERATURA  Histórico de acidentes com profissionais da saúde  As principais causas de acidentes  Riscos para os trabalhadores em ambiente hospitalar  Grupo de risco para acidentes com perfurocortantes  Doenças como consequência do acidente  Efeitos na vida de quem sofre o acidente  Prevenção de acidentes com perfurocortantes na equipe de saúde 4
  5. 5. METODOLOGIA  Características da Investigação  Período de Investigação  Apresentação e Análise da Pesquisa 5
  6. 6. RESULTADOS E DISCUSSÕES  Primeiras medidas de biossegurança  Causas dos acidentes estão relacionadas ao homem, as máquinas e o ambiente  Riscos de acidentes constantes  Grupo de risco (enfermagem, médicos, técnicos e trabalhadores de serviços de limpeza)  Vírus da hepatite B, o vírus da hepatite C e o vírus da AIDS  Medidas preventivas 6
  7. 7. Grupo de Risco Técnicos Médicos 28% 15% Higienização/ limpeza/ Manutenção 3% Estudantes 4% Setores administrativos 3% Odontologia 1% Pesquisa Enfermagem 43% Outros 1% 4% Figura 1 Grupos de trabalhadores da saúde expostos a sangue ou outros materiais biológicos. (N = 23.197), excluindo as notificações com dados incompletos. Fonte: NaSH – junho/1995 a dezembro/2003) 7
  8. 8. Vírus da hepatite B, vírus da hepatite C e o vírus da AIDS INFECÇÃO PC PL INFECÇÃO PC PL Blastomicose  Herpes  Criptococose  Leptospirose Difteria  Malária  Ebola  Tuberculose  Gonorreia  Febre Maculosa    Hepatite B   S. pyogenes  Hepatite C   Sífilis  HIV   Tabela 1 Infecções transmitidas através de acidentes percutâneos durante atividades de assistência ao paciente (PC) e/ou no Laboratório/Autópsia (LA) Fonte: NaSH – junho/1995 a dezembro/2003) 8
  9. 9. Medidas Preventivas Figura 1 Figura 2 9
  10. 10. CONCLUSÃO  Saúde e trabalho  Padronização  Estudo sobre o acidente  Profissional em Segurança do Trabalho  Novos conceitos e métodos de trabalho 10
  11. 11. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ANVISA, (S/D). Segurança no Ambiente Hospitalar. Disponível em: [http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/manuais/segurança_hosp.pdf] Acesso em: 06/06/2013. BRASIL, (2011). Portaria n 1.748, de 30/08/2011, NR 32 – Plano De Prevenção De Riscos De Acidentes Com Materiais Perfurocortantes (DOU 31/08/2011) BREVIDELLI, M. Maria; Cianciarullo I. Tamara. Análise dos acidentes com agulhas em um hospital universitário: situações de ocorrência e tendências. Rev. Latino-Am. Enferm 2002;10(6): 780-786. Disponível em: [http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-11692002000600005&script=sci_arttext] Acesso em: 06/05/2013. FUNDACENTRO, 2010. Manual de Implementação. Programa de Prevenção de Acidentes com Materiais Perfurocortantes em Serviços de Saúde. Disponível em: [http://www.unifesp.br/reitoria/residuos/orientacao.../mte_perfurocortantes.pdf] Acesso em: 20/04/2013. MARZIALE, M. H. P.; RODRIGUES, C. M. A produção científica sobre os acidentes de trabalho com material perfurocortante entre trabalhadores de Enfermagem. Revista Latino Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v.10, n.4, jul./ago.2002.
  12. 12. AGRADECIMENTOS Agradecemos a DEUS por ter iluminado nosso caminho, dando-nos força, saúde e coragem. Aos queridos professores de todos os períodos do curso, que sempre nos encorajaram a continuar e nunca desistir. Ao nosso Prof. Orientador Luís Coelho de Magalhães Botelho, que acreditou em nosso potencial, que esteve presente em todos os momentos deste trabalho de conclusão de curso. Em especial as professoras da bancada Prof. MsC Ida Paula da Silva Mendonça e Prof. Carolina de Jesus Candido Neves Agradecemos as nossas famílias e amigos, que por todo esse tempo nos deram apoio e incentivaram nossa luta e por ter compreendido nossa ausência.

×