Your SlideShare is downloading. ×
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Posiatividade dezembro 2011
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Posiatividade dezembro 2011

651

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
651
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  1. 34ª edição, dezembro de 2011
  2. 06 ......... ............ ............ .. . 11 ............ ............ ............ ............ 2 ........ ............ ........ ............ ........ ........ 1 .... ............ .... ............ .... ............ 14 ............ ............ ............ ............ do ...... ............ ............ .. ............ 7Eu no mun ............ ............ ............ ....... 1 ............ ............ ............ ............ d o + .... liza do ...... .... ............ .. ............ .. . 20Corren rsona ............ ............ ............ nto Pe ............ ............ ............ 2 Tre iname sitiv a ...... ...... ............ ...... ............ ........ ....... 2 ntaç ão po .... ............ .... ............ .... ............ 27 Alime ............ ............ ............ ............ Up .. ............ .... ............ .. ............ .. ............ Check ............ ............ ............ ...... 28 a ...... ............ ............ ............ n a mod .... ............ .... ............ ...... ............ ..... 30 Você ............ ............ ............ ............ ade .. ............ ............ ............ ... 33 Pós-ati vid ............ ............ .... ............ .... ............ pouco ............ ............ ............ o um ............ .. ............ .. ............ ......... 34 De tud tilo .... ............ ............ ............ c om es .... ............ .. ............ .. ............ Viver mas .. ............ ............ s cine ............ ............ ve no ............ ............ Bre ............ ............ .. ce ...... ............ Aconte veil lon .... ce Re Aconte Espaço reservado ao leitor para envio de sugestões, dúvidas e críticas através do e-mail: falaleitor@posiatividade.com.br Gostaria de parabenizá-los pelo pós-atividade “Mulheres do brasil – elas CataM ChiCo”, pois estive presente e pude releMbrar detalhes do show, inCluindo o MoMento eM que MarGareth Cantou “Geni e zepeliM”, pois a foto reGistrou o MoMento de Maneira real, exataMente CoMo foi, ou seja, MarCante! Maria f. Jornalista Responsável Mel simões Colunista Página 22 acácio tolentino Colunista “Eu no mundo“ Margareth rafael ajuz Colunista “Você na Moda” Menezes equipe finíssimo Colunista “Viver com Estilo” sandra tumelero Colunista “Correndo +” renato andré Colaboraram nesta edição: Karen Moreno e rita trindade Fotografia equipe posiatividade Projeto Gráfico e Diagramação azê Marketing Impressão Athalaia Gráfica e Editora Contato Comercial (61) 9261-2778 comercial@posiatividade.com.br www.posiatividade.com.br a revista posiatividade não se responsabiliza pelos anúncios veiculados, como também não se responsabiliza pelas matérias publicadas, que são de responsabilidade de seus autores.
  3. Belo Monte... Fotos: YouTube e Google Imagens personificado, nem um porta-voz que baterá na porta do Ministério públi-de mentiras. eu no mundo co, como os índios atingi- dos o fizeram, nem um lobista dentro do Con- gresso para defendê-las! elas simplesmente serão absorvidas e silenciadas por toda a sociedade que Por Rafael Ajuz nem ao menos saberá, a em grande parte, de sua credito que a existência. maioria das por que não moderni- pessoas já te- zar nossas redes de trans- nha ouvido missão e de distribuição,falar da polêmica usina hi- famosas pela ineficiência?drelétrica de belo Monte, por que não investir nano rio xingú, próximo à al- modernização das turbi-tamira/pa. ainda mais ago- nas das uhes já existen-ra, depois que um grupo de tes? por que não aproveitar nosso potencial eólico? e 1998 não foi justamente em um período terrível de seca?artistas resolveu tomar al- a energia solar, em nosso abençoado país, próximo Mas e a questão da biodiversidade, onde entra? os servi-guma atitude e postar um ao equador, onde o sol nunca foi problema? por que ços ambientais, quando serão internalizados? e a importânciavídeo na internet convo- não transformar o problema do lixo em solução? por dessa discussão para o país? para o mundo, se pensarmos nacando a população a se que não investir na força das marés? É realmente influência do bioma amazônico no clima, por exemplo?envolver nesta questão. melhor ficarmos reféns de uma única fonte de ener- ah, me lembrei! Gastaremos algo próximo de r$30 bilhõesapesar de tardia e de algu- gia tão vulnerável aos fenômenos climáticos, cadamas incorreções, considero em belo Monte, construiremos um canal da magnitude do vez mais severos em suas estiagens? o apagão denobre a intenção deste canal de panamá, usaremos tanto concreto comonovo movimento, que in- jamais imaginamos... quem? as mesmas emprei-clusive me motivou a tratar sobre este tema específico. Sugiro, inclusi- barragem? as dezenas de espécies de pei- teiras que patrocinaram as últimas eleições? Comve, que o máximo de pessoas assinem a petição para que ao menos xes endêmicas e exclusivas da volta grande dinheiro público? será que é mais fácil controlarpossamos discutir mais sobre o projeto (www.movimentogotadagua. do xingu que agora viverão em vazão redu- desvios de gastos públicos quando falamos de sa-com.br). zida? os grandes bagres, migradores de mi- cos de cimento usados em uma hidrelétrica, ou Como o espaço é curto, proponho trazer algumas informações para lhares de quilômetros que já estão sofrendo quando falamos de alta tecnologia?esta discussão, que poderão ser a base para que os leitores mais inte- com os impactos das uhe’s do rio Madeira e infelizmente, a conclusão que chegamos é queressados façam suas pesquisas posteriormente. também poderemos que agora perderão outro grande afluente o discurso sobre biodiversidade parece estaraprofundar as discussões nas próximas edições. do amazonas? os serviços ambientais, tão muito longe de ser encarado seriamente em nos- os principais mitos sobre a opção hidrelétrica são os seguintes: 1) falados, como funcionarão sem seus ciclos so país para entrar nas discussões sobre planeja-energia limpa e renovável; 2) energia mais barata; 3) praticamente única naturais de cheia e vazante? os peixes de- mento estratégico, de matriz energética, de ri-opção viável de se produzir energia nesta escala – Gw; e 4) Menos pendentes dessa época de cheia que não quezas e potencialidades realmente sustentáveis...impactante ambientalmente. se isso for verdade, por favor, me respon- terão mais suas lagoas marginais para se polÍtiCa enerGÉtiCa do paÍs se resuMe adam: reproduzirem? saCos de CiMento! Qual será a consequência da implantação de uma barreira artificial poderíamos discorrer muito mais sobreou do desvio de um rio que possui um dos ecossistemas aquáticos essas perguntas complicadas e de difícilmais biodiversos do mundo? Como se comportarão as espécies que mensuração, conhecidas como externalida-evoluíram durante milhares de anos naquela realidade e que agora des, que infelizmente não são consideradassofrerão mudanças absurdas, quanto à vazão do rio, à velocidade da como “sujeira” (poluição) na hora de elogiar- Rafael Ajuz é biólogo, mestre em Biologia Animal pela UnB. Atua no Licenciamen-água, à oxigenação, à sedimentação, às propriedades bio-fisico-quími- mos a hidroeletricidade, nem no momento to Ambiental de empreendimentos de infraestrutura de energia, com a análise docas dessa água? onde se reproduzirão as tartarugas da amazônia que de vender essa energia a um preço “imbatí- componente biótico.tinham um dos seus principais tabuleiros de desova a jusante desta vel”. essas externalidades não têm um dono Contato: 61 9261-2778 ou eunomundo@posiatividade.com.br 7
  4. Qual exame é mais adequado para corredores iniciantes: teste ergométrico ou ergoespirométrico? Por Renato André forço em diferentes populações. estes testes são aplica- dos por profissionais de Educação Física e Medicina em grupos etários distintos e a partir de variadas metodolo- gias e equipamentos. O teste ergométrico (TE) identifica indiretamente (por modelos matemáticos) o consumo máximo de oxi- gênio (vo2máx) na esteira ou bicicleta ergométrica, com medidas paralelas da pressão arterial e eletrocar- diograma de esforço. a partir dos resultados é possível diagnosticar doenças e a prontidão para a atividade e/ ou o exercício físico. já o teste ergoespirométrico (tee) vai além do te, ao medir diretamente (por analisador de i gases) o vo2máx e o limiar anaeróbio (la – zona que niciaremos contextualizando a expressão ‘cor- divide o exercício aeróbio do anaeróbio). atualmente, o redor iniciante’. basicamente, é aquele que limiar anaeróbio é considerado mais importante na nunca correu ou começou a correr recente- prescrição de treinamento que o próprio vo2máx. mente. entretanto, há também aquelas pesso- Em minha rotina diária no laboratório de fisiologia as que já tiveram rotina de corrida, porém ficaram afas- do exercício, percebo inúmeras vantagens do tee para tadas dessa prática por um bom tempo. estas também diferentes perfis de corredores. A precisão nos resulta- devem ser caracterizados como iniciantes, menos pela dos, a obtenção real do gasto calórico da corrida em vivência com a corrida e mais por seu déficit de condi- diferentes velocidades e o entendimento claro das defi- cionamento. ciências metabólicas são algumas destas vantagens. o iniciante precisa fazer testes de aptidão cardior- entre os especialista é consensual de que o corre- respiratória para dimensionar suas estratégias de treina- dor avançado também precisa submeter-se a testagens mento. isto porque, o condicionamento aeróbio medi- de esforço, visto que, quanto mais treinado for o corre- do nestes testes é o parâmetro principal na determinação dor, menos treinável ele se torna! ou seja, quanto maior da intensidade e volume de corrida. for o condicionado, mais difícil será para melhorar suas os testes de esforço cardiorrespiratório visam me- marcas. assim, critérios cada vez mais precisos são ne- dir e avaliar o grau de estresse físico que o corpo é capaz cessários para continuar progredindo a performance. de suportar, bem como, sinais e sintomas durante o es- e você, já fez o seu teste? Renato André Silva é graduado e mestre em Educação Física (CREF 1114G/DF). Atua como fisiologista do exercício e coordenador de exames de desempenho humano do Centro de Excelência em Medicina do Exercício (CEMEx/Golden Spa). Contatos: 61 9261-2778 ou correndo+@posiatividade.com.br10 11
  5. Perguntas ciar? quantas vezes por semana? quais dias? horários? tudo isso deve estar escrito aí no seu papel. essenciais que use teoria “acabativa” (habilidade de finalizar tarefas iniciadas), pois você precisa iniciar é preciso, mas concluir é fun- damental. direcionar seu foco para responder para emagrecer ajudará em sua disciplina diante das dificuldades que apare- emagrecer cem frequentemente. busque inspi- ração em pessoas que já consegui- ram. Pergunte a elas o que fizeram para emagrecer? Como foi todo o Por Acácio Tolentino processo? você seria capaz de se- guir o mesmo programa? esqueça o v ocê leitor da posiatividade deve es- das, a verdade é que não é fácil estar sempre mo- que você fez de errado no passado. tar argumentando: “esse deve ser tivado para cumprir metas. frequentemente as pare de se culpar por não ter feito mais um desses artigos que promete pessoas dizem que a motivação não dura, mas exercícios ou ter abusado da comi- ajudar a emagrecer!” porém, trata-se de um arti- nem o banho é duradouro e é por isso que ele é da. procure somente aprender com go completamente diferente do que você já leu, recomendado diariamente, o mesmo se deve fazer seus erros do “porque ganhei peso porque ao invés de dar dicas sobre como ema- com a motivação, ela tem que ser diária para al- durante esses anos?”. as mudanças grecer de forma eficiente, você leitor é quem dará cançar suas metas. para cumprir objetivos no tra- você já listou acima. Como você agi- as respostas. Como??? leia e saberá! balho é assim, na vida amorosa idem, espiritual- rá você também já escreveu em seu ao contrário do que todos, que desejam mente então nem se fala, então porque achar que papel. aí eu pergunto, “falta alguma emagrecer, pensam, a maior dificuldade para per- emagrecer tem que ser diferente?! Dificuldades coisa? algo que não perguntei e der peso não está na alimentação desequilibrada surgem diariamente e você deve buscar sua moti- você gostaria de perguntar a si mes- ou na falta de exercícios físicos, mas sim dentro da vação para superar cada desafio que aparecer. Ok, mo? escreva no papel e responda. sua mente. isso mesmo! para ser mais exato e cla- você quer saber o que fazer para emagrecer... Mas, obstáculos para emagrecer ro, estou falando de um sentimento chamado me diga, o que você faria para emagrecer? o que existem vários. soluções para driblar motivação. não adianta médicos, amigos e fami- mudaria na sua alimentação para trazer os benefí- esses obstáculos são inúmeras. en- liares dizerem que você precisa emagrecer se cios que você listou aí no seu papel? qual exercício tão, se você pudesse escolher, esco- você ainda não descobriu dentro de si mesmo físico está disposto a encarar para conseguir seu lheria fazer parte dos obstáculos ou qual razão para começar a fazer isso. quem não objetivo? você acha que existe alguma outra for- das soluções? e agora o que vai fa- sabe o que procura, não será capaz de reconhecer ma saudável de conseguir emagrecer que não seja zer? a resposta está dentro de você. quando encontrar. a motivação não virá por se- basicamente pelo equilíbrio alimentar e prática de não deixem de enviar dúvidas, dex até você. saber o que te motiva para ter saú- atividade física? qual? (coloque todas as respostas críticas e sugestões para o email que de e consequentemente emagrecer será sua pri- no seu papel). está no final do currículo, pois terei o meira tarefa. Coloque num papel (aGora!!!) A palavra motivação se autodefine: motivos maior prazer em responder. quais benefícios você terá caso emagreça os kilos para ação. já dizia albert einstein “Nada acontece desejados? quais prejuízos você terá se não ema- até que algo se mova. Se ficar parado, nada aconte- grecer? o que você seria capaz de mudar para cerá”. nem você agüenta mais dizer que segunda- O Personal Trainer Acácio Tolentino é especialista em programas de exercícios fí- conseguir esse objetivo? o que ainda impede que -feira dará início a um programa para emagrecer. sicos para idosos. Pós graduado em reabilitação cardíaca e grupos especiais você mude de atitude? os motivos, você já listou acima para começar a (obesidade, hipertensão, osteoporose e diabetes). Membro da Sociedade Brasileira Como em qualquer área de nossas vi- emagrecer, agora falta aÇÃo! quando você vai ini- de Atividade Física e Saúde. Palestrante sobre qualidade de vida, emagrecimento e exercícios físicos para idosos. Contato: 61 9261-2778 ou personal@posiatividade.com.br12 13
  6. Suplemento alimentar: Engorda ou Desenvolve músculos? Por Karen Moreno u ma das perguntas em sua composição carboidrato ou proteína ou gordura, por exem- mais freqüente nos plo, assim como um alimento, irá engordar se consumido acima das consultórios, sem dú- necessidades individuais. e essas necessidades são investigadas e cal- vida alguma, está re- culadas por um nutricionista. da mesma forma, um suplemento pode lacionada ao uso de suplementos. favorecer o ganho de massa muscular, se utilizado dentro da quanti- eles engordam? eles prejudicam a dade que o organismo precisa para atingir tal objetivo. saúde? eles são essenciais para o outro fator importante é que nenhum suplemento traz resultado desempenho? as respostas serão sozinho. ele deve sempre ter como base uma alimentação equilibra- sempre depende! usar suplemen- da. Afinal como o próprio nome diz, ele irá complementar ou suple- tos com orientação e de acordo mentar a alimentação com nutrientes específicos que estão em falta, com um objetivo bem estabeleci- ou que devido à rotina de exercícios, ou mesmo de trabalho, não são do pode trazer vantagens, melho- possíveis de serem consumidos. e esse é outro aspecto a ser ressalta- ra do desempenho, da composi- do: usar devido à falta ou necessidade de nutrientes específicos! E ção corporal e até da saúde. Mas não usar uma mistura indecifrável de suplementos, que não sabemos o que observamos, por parte de que resultados ou mesmo que prejuízos eles poderão trazer à saúde. atletas e principalmente pratican- o exercício físico direcionado e praticado corretamente também tes de atividade física, é o uso de tem papel crucial no alcance dos objetivos. Muitos usam suplementos suplementos de forma inadequa- sem se empenhar nos exercícios, esperando ter o resultado do amigo da, baseado em experiências de que faz musculação, spinning, corrida, ou outra ativi- amigos ou colegas “malhadores”. dade física regular e orientada, por exemplo. de nada um suplemento que adianta consumir suplementos sem fazer um treino contenha que esteja de acordo com os seus objetivos, seria como se sentar no sofá e esperar os músculos cresce- rem... a primeira opção deve sempre ser o alimento! quando esta base estiver sólida e houver a necessi- dade de complementar a alimentação, é que poderemos utilizar algum suplemento alimentar que esteja de acordo com o objetivo individual! Afinal, mais do que nunca, A SUA ALIMEN- taÇÃo faz a diferenÇa! Karen Moreno é nutricionista formada pela Universidade de Brasília, Especial- ista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho e Sócia-proprietária de Clínica 449 – Nutrição esportiva - desde 2001. Contato: (61)9261-2778 ou alimentacao@posiatividade.com.br14 15
  7. Implantes dentários o s implantes dentá- rios são como pa- rafusos que cor- respondem ás raízes dentárias para a fixação de próteses e funcionam de forma se- melhante aos dentes naturais, pro- porcionando uma boa mastiga- ção, aparência saudável e fácil higienização. as indicações e con- tra indicações devem ser avaliadas e discutidas ao longo da consulta clínica e após exames radiológicos e laboratoriais. a cirurgiã-dentista rita trindade, do rita trindade spa Médico odontológico, explica os cuidados que o profissional deve ter na hora de colocar um implan- te. “O dentista precisa fazer uma avaliação criteriosa da saúde bucal do paciente, hoje, graças a uma tecnologia que se aperfeiçoou verificar dentes presentes e seu suporte ósseo, gen- nos últimos anos, os implantes curtos reduzem o givas, encaixe das arcadas, entre outras coisas. E o custo e a agressividade do procedimento e a recu- paciente deve ficar sempre atento se o material peração é muito mais rápida”, avalia rita. utilizado no implante é de boa qualidade”. Com o passar do tempo, a má higienização Com o avanço da tecnologia nos tratamentos pode ocasionar doenças gengivais e até mesmo a e o acesso à informação sobre prevenção de do- perda dos dentes. e a falha na dentição pode ser a enças, os brasileiros estão conseguindo aumentar causa de vários problemas. “A perda de um só den- a expectativa de vida, que agora passou para 73,5 anos. e a saúde bucal é um fator crucial no pro- te pode alterar a articulação da mandíbula e pro- cesso de envelhecimento. “Muitas pessoas preci- vocar dor de cabeça, mordida desalinhada e estalos sam colocar implantes, seja pela falta dos dentes ao abrir a boca. Nesses casos, a reposição dentária de verdade por anos a fio, o uso de dentaduras, é a melhor alternativa para que a mordida seja fei- acidentes ou, simplesmente, o avançar da idade. E ta de forma correta, sem prejuízo da articulação”. Rita de Cássia Trindade Pires é Mestre em Dentística (Estética) pela Universidade Camilo Castelo Branco; Especialista em Prótese Dental pela Universidade Federal de Uberlândia; Especialista em Implantodontia pela Universidade Camilo Castelo Branco; Credenciamento em Implantodontia na Alemanha e Estados Unidos; Membro da FADI (Florida Academy of Dental Implantology); Membro da American Academy of Cosmetic Dentistry; Membro Fundadora da Academia Brasileira de Estética; Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética. Contato: (61)9261-2778 ou checkup@posiatividade.com.br16 17
  8. 18 19
  9. ParkShopping recebe loja especializada em moda íntima Por Maria Thereza Laudares Muita animação e bate papo celebrou a abertura da Loungerie no Park Shopping. Espe- cializada em peças intimas do vestuário feminino, a marca comemora em dezembro dois anos de existência. O mailing de Tiago Correia e Isadora Campos movimentou o evento que, por meio de seus convidados, recebeu mil sutiãs que serão doados à Recomeçar – Associação das mulhe- A marca aposta no e-commerce? rede pública, SUS, a reconstituição ou reposição da res mastectomizadas de Brasília. Sim. Para acertar na medida fizemos um vídeo mama pode significar até três cirurgias, enquanto na explicativo. Costumamos dizer que pode até ser um momento divertido fazer com que o seu parceiro rede particular tudo pode ser feito em uma única cirur- Fotos : Lincoln Iff aprenda a tomar as suas medidas, uma brincadeira. gia.” joana decidiu mobilizar-se após tratar-se e ter passado por todo o processo na rede pública de aten- Qual o balanço de 2011? dimento. Começamos o ano com três lojas e fecharemos com 12, um crescimento que representa 400%. Não luciana pelegrino, diretora de marketing do gru- poderia estar mais feliz! po, afirma que a Lougerie já provou ter um fôlego desejável e atraente como marca. “Aqui a mulher se joana jeker, presidente da recomeçar, contou ao finissimo sobre a importância da melhoria das políti- sente à vontade. Temos um mix de saúde e valorização cas públicas no tratamento do câncer de mama. “Na da autoestima”. s andro fernandes Ceo da loungerie veio Eu diria que não existe faixa etária. Temos mode- para abertura e conversou com o finissimo. los que servem as adolescentes também. Ao conhecer nossa coleção, esperamos que a mulher se descubra. Nova no Brasil, fale-nos um pouco da propos- Temos uma peça para cada mood: para o trabalho, ta da loja. A Loungerie segue os mesmos padrões para aquela mulher romântica, para momentos sensu- que as similares internacionais como Victoria Se- ais… cret e Agent Provocateur? Costumo dizer que a Loungerie é mais do que Numeração? uma marca, é uma proposta de indulgência feminina. Nossa numeração vai do 40 ao 52. Nosso objetivo é fazer com que a mulher se sinta bela e exclame : “Uau, encontrei o meu lugar !” Como é o atendimento na Loungerie? Sentimos a necessidade de formar nossas vende- Quais são os diferenciais da marca? doras. Hoje temos consultoras que sabem medir os Nossos sutiãs possuem um corte excepcional, eles seios corretamente. Para saber a numeração exata é abraçam os seios. A taça traz opções de tamanhos e as preciso da ajuda de outra pessoa para medir, não se costas também. Temos 200 combinações diferentes, consegue medir sozinha. Na loja usamos uma fita mé- ´ sem contar a cartela de cores. trica desenvolvida em papel rosa descartável feita es- pecialmente para nossa cliente. Ao deixar a loja, cada Existe uma mulher referência para o estilo cliente leva consigo um cartão com sua numeração Loungerie? especificada e o nome da consultora que lhe atendeu. W W W . F I N I S S I M O . C O M . B R20 21
  10. a diva baiana, Margareth Mene- mistificar essa questão para que as pessoas zes, recebeu a equipe da revis- entendam melhor como isso funciona?! ta POSIATIVIDADE em sua úl- MarGareth – Os blocos afros nasceram há tima apresentação em Brasília. muitos anos atrás, acho que o Ilê Aye, foi o pri- Na entrevista, que aconteceu minutos meiro bloco afro da Bahia e já existe há 30 antes dela se arrumar para o show, Maga anos, com essa proposta. É porque antes não falou sobre o carnaval baiano, blocos era permitida a entrada de pessoas negras e afro, contou um pouco sobre sua experi- existiam as batucadas e tal, eu não peguei esse ência na África, política, Canadá e muito primeiro momento mas enfim, a história é bem mais, confira como foi essa conversa! essa, e o Ilê Aye foi o primeiro que teve essa idéia e essa atitude de enfrentar, de criar essa posiatividade – você que está no Car- situação de enfrentamento, porque é uma situ- naval de salvador, desde 1987, pode dife- ação de enfrentamento mesmo, de reunir pes- renciar o que aconteceu de lá pra cá, então soas negras e fazer o bloco se posicionar, tem eu pergunto, na sua opinião o que mudou uma questão política muito forte dentro disso no carnaval baiano?! tudo e há os demais que foram criados nessa MarGareth – Mudou muita coisa... o mesma linha, porque foram criados vários, né?! carnaval se profissionalizou, os artistas se Porque na verdade a manifestação popular profissionalizaram, o circuito, é uma produ- sempre existiu, mas dentro das agremiações ção muito grande e muito cara também, o tradicionais não tinha espaço para pessoas afro carnaval cresceu e hoje é um grande even- brasileiras e esse movimento foi muito impor- to! O carnaval de Salvador é um evento tante porque eles usaram o carnaval como uma muito forte no Brasil, que mobiliza a im- maneira, um momento de expressar e mostrar prensa do mundo inteiro e artistas do país isso com musicalidade, com autenticidade, essa inteiro, de várias tendências musicais que se música que faz com que a Bahia, com que o apresentam nesse carnaval. Antes era dife- Brasil, se destaque no mundo inteiro, uma mú- rente, era mais descompromissado, hoje, sica contemporânea, pois foi a partir desse mo- com certeza, ele tem muito mais coisa, tem vimento que nasceu essas misturas rítmicas, é hip hop, trio Techno, hoje a coisa é muito de onde vem todas as variações do samba-reg- mais num todo, né?! gae, o afro pop e todas as misturas que vieram disso, todas elas, estão muito ligadas aos blocos POSIATIVIDADE – Eu já fiz essa pergunta afros da Bahia. para daniela (Mercury) e vou fazer pra você: há quem diga que o Carnaval da posiatividade – falando em afro, como foi bahia se elitizou, o que você pensa a res- a experiência de tocar na áfrica?! (Margareth peito dessa afirmação?! fez alguns shows na áfrica durante a Copa do MarGareth – na verdade, com essa ex- Mundo de 2010) posição toda, virou um evento absoluta- MarGareth – Foi diferente, porque a gente mente comercial, a questão é essa, e hoje tá muito espremido os circuitos de lá, mas o carnaval hoje é uma festa que acontece no Brasil inteiro, não é só na Bahia que se faz carnaval, no Rio, Pernambuco e São Paulo são também grandes eventos que requerem Margareth Menezes uma grande produção, então essa festa vi- rou um mega evento não só em Salvador mas sim no Brasil. para a POSIATIVIDADE posiatividade – você poderia explicar como é que funciona a questão dos blocos afros na bahia, porque há uma visão de preconceito sobre eles, sobre o “branco” Diva baiana fala sobre carnaval, não poder participar; você poderia des-22 blocos afro, outros países e muito mais 23
  11. se identifica com a questão racial, mas a África buscando esse espaço, né?! Então a gente já é muito grande. Eu toquei em Angola, Cabo começa a ver algum efeito, ainda é pouco, Verde e na África do Sul, lugar que tem a ques- mas algum efeito já começa a surgir, né?! tão da luta de Mandela, um momento de trans- Mais oportunidades, principalmente para os formação muito forte para o país, né?! Foi im- jovens! portante pra mim pela história, mas eu tenho um sentimento, uma leitura dessas coisas que a posiatividade – falando em oportuni- humanidade se movimenta, a história se movi- dades para os jovens, eu gostaria de encer- menta, a Terra se movimenta, os países tam- rar essa entrevista falando sobre a sua bém, os momentos de cada história, os momen- onG a “fábrica Cultural”, nos conte um tos de cada geração, então tudo isso, a gente pouco sobre ela. vem das transformações e o Brasil é um país MarGareth – Nossa ONG, na verdade, é que tem uma proposta muito interessante, por- nova, tem só 3 anos de formada. Nós temos que a gente tem a oportunidade de ser um algumas realizações, há algumas coisas que exemplo pro mundo nessa questão da mistura, eu consigo acompanhar, outras não porque nessa questão da convivência, nós temos essa não estou lá todos os dias, mas tenho uma possibilidade sim, é um país novo, que a gente equipe muito legal que faz a coisa aconte- ainda está formando ele, de uns tempos pra cá cer, porque na verdade o artista não faz é que vem se praticando de maneira mais forte nada sozinho nesse sentido, porque a parte a democracia e dentro dessa democracia ainda burocrática, a parte técnica, enfim, tem que estamos aprendendo, porque ainda somos mui- ter muita gente envolvida querendo fazer to carentes de seguir exemplos mais positivos isso acontecer, né?! Então nossa Fábrica de condução de democracia. Eu, por exemplo, Cultural vem funcionando dessa maneira, a que tive a oportunidade de conhecer o Canadá, gente tá buscando cada vez mais fazer mais assim, pra mim o Canadá é o exemplo que eu elos, fazer mais composições com outros tenho, que eu pude vivenciar de uma democra- grupos para fortalecer isso porque a gente cia mais harmônica, então, existem essas possi- vê que realmente tem um resultado positi- bilidades sim e o Brasil tá num momento muito vo, não só para os jovens, mas para a comu- positivo para isso e na questão do afro-brasilei- nidade como um todo, e pra mim como ar- ra é hoje a gente vê pela luta do movimento tista, como pessoa, é muito bom ver isso negro, pela luta dos outros grupos que vem acontecendo!24 25
  12. PERSONAL DANCER q uem nunca fi- po, em um baile ou em cou decep- uma festa, com a simples cionada de ir e tão sonhada finalidade a uma festa e não ter com de dançar! Como benefí- quem dançar?! nessas horas cios, podemos citar o au- há de se pensar: “bom mes- mento da auto-estima, mo seria ter um acompa- confiança, bem-estar, me- nhante para essa finalidade, lhoria da capacidade físi- que não me deixasse aqui ca, redução do stress, pro- sentada, só olhando enquan- porcionando uma melhor to os outros se divertirem... relação com as pessoas e que não me chamasse para aumentando assim a so- dançar apenas para me can- ciabilidade, além de ser uma excelente forma de rela- tar e sim pelo simples prazer xar e se divertir. de dançar! que bailasse co- Cássio fernando é uma ótima referência no migo a festa inteira sem pisar distrito federal, pois atua na área de danças há vinte no meu pé, e juntos daría- e quatro anos e fez aulas com alguns dos maiores mos um show pela pista de nomes da dança no brasil, como Carlinhos de jesus e dança! ah... como seria bom!” jaime arôxa. além de dar aulas na academia arman- e na verdade isso é totalmen- do Cirilo, no lago sul; na acuas fitness, em águas te possível! a resposta e so- Claras, Cássio também ministra aulas particulares, em lução para isso é simples e condomínios (dança de salão, forró, salsa, samba de rápida: contrate um personal gafieira e bolero). Cássio é Personal Dancer e além, dancer. de acompanhar em eventos, o profissional de dança o conceito de perso- faz animação de festas, eventos e montagem de co- nal dancer segue aquela reografias para noivos e debutantes. mesma linha de personal para conhecer mais seu trabalho, entre em trainer, sendo um profissio- contato: (61) 9242-8502 ou através do e-mail: danca- nal contratado para acompa- bycassiofernando@gmail.com / www.facebook.com/ nhar uma dama ou um gru- cassiofernando126 27
  13. do homem em uma época dominada pela indústria e a técnica. o mobiliá- ESTILOS DE MOBILIÁRIO: rio clássico contem- porâneo que ainda se segue fabrican- FINAL DO SÉC XIX E INÍCIO DO SÉC XX do, foi desenhado pelos mais renoma- por Sandra Tumelero dos arquitetos, Mar- cel breuer (cadeira n wassily de tubo a primeira metade do século xix teve lu- ligados ao seu artesão-artista, precursor do conceito do de aço cromado, gar na inglaterra, antes do que no con- designer. entendiam que a estética deveria estar aliada à em 1925), ludwig tinente europeu, uma mudança através função e à forma. o objetivo era produzir uma estética Mies van der rohe da revolução industrial que transformou todos os totalmente ligada ao fazer artesanal. o movimento tinha (cadeira barcelona hábitos da vida humana. tanto da consciência cres- certo cunho socialista, acreditavam que o operário da feita com marcos cente da burguesia frente à nobreza reinante como fábrica seria o criador dos seus próprios objetos, desde curvados em forma a invenção da máquina a vapor, levaram já desde o o desenho até a execução final. Fundaram uma empre- de x e tiras de aço e couro, em 1929). o objetivo de representa a adaptação pela sociedade dos princí- século xvii a uma reestruturação paulatina da socie- sa, mas acabou que tudo o que vendiam ficou apenas ambos os arquitetos era conceber móveis estetica- pios do cubismo, da abstração geométrica, do cons- dade e do mundo trabalhista. a máquina converte o acessível à classe alta. mente agradáveis para produção em série. trutivismo e do futurismo. delicado artesanato do móvel em uma indústria que Mesmo que em 1.933 a bauhaus tenha sido o estilo durou até 1.939, experimentando um repete, sem interrupção, modelos e interpretações Mobiliário art nouveau fechada por imposição do nacional-socialismo do ressurgimento e inclusive imitação nas décadas de vulgares dos estilos históricos. o artesão não poderia dar conta do novo merca- hitler, nestes somente quatorze anos de existência, 1.970 e 1.980. sua popularidade na europa foi duran- O rápido emprego do ferro e do aço influenciou do consumidor pós-industrial e, por sua vez, a indústria se desenvolveu um trabalho intenso que perdurou te os anos 20 e continuou fortemente nos estados fortemente a construção do móvel. o artesanato do só fornecia produtos sem identidade cultural, surge daí muito além e ainda que tenha sido duramente cri- unidos através da década de 1.930. no brasil, surge móvel começou a desaparecer e foi sendo substitu- então a fusão destes dois valores fortalecendo o concei- ticado, não se pode duvidar-se de sua enorme im- no início da década de 1.920 com a contribuição de ído por esses sistemas que empregavam somente to do desenho industrial. o movimento arts and Crafts, portância. o fenômeno da socialização do mobiliário pintores como john Graz, decoradores como regina máquinas, eliminando a mão-de-obra especializada. no final do século XIX, influenciou o surgimento do Art chega então a alcançar o máximo do seu interesse, Gomide Graz e escultores como victor brecheret. a industrialização proveu as potencialidades nouveau. tanto na arquitetura como na decoração, o art unido ao desenvolvimento das economias nacionais, para um novo tipo de móvel, cansados das ridicula- nouveau buscou elaborar linhas sinuosas, assimetria e embora muitos movimentos de design tives- pois a necessidade das diferentes classes sociais já sem raízes em intenções filosóficas ou políticas, a rias e das imitações estilísticas (ecléticas), um grupo união de vários tipos de arte. a arte passa a ser objeto possuíam muitos pontos de contato. de artistas, arquitetos e projetistas se dedicaram in- do dia-a-dia e não somente de uma obra isolada. nos art déco foi meramente decorativa, visto como um tensamente ao estudo das possibilidades e dos no- últimos anos do século xix e nos primeiros do século xx, estilo elegante, funcional e ultramoderno. Mobiliário art dÉCo vos materiais e sistemas. estes conceitos dão lugar a uma arte nova. a arte nova, obras e arquitetos: nos eua, o edifício Chrysler a art déco surgiu na primeira década do século não obstante ao renascimento eclético do sé- ou art nouveau, é um estilo orgânico de formas naturais do arquiteto william van alen, considerado o mais XX, também influenciada pelo interesse da Bauhaus culo xix, certos avanços importantes foram feitos: o que transmite uma sensação de movimento. alto do mundo entre os anos de 1.930 e 1.931, o por diferentes materiais. seu marco de início é a ex- americano john belter criou móveis de madeira lami- obras e arquitetos: estações de metro de paris de empire state building e o rockfeller Center em nova posição internacional de artes decorativas e indus- nada no início de 1845, e em 1841, Michael thonet 1.900. arquitetos famosos: na escócia, Charles Mackin- iorque. na frança, le Corbusier (desenhou a famo- triais Modernas, realizada em paris em 1.925. Muito de viena patenteou a técnica da madeira curvada. tosh, na espanha, Gaudi, inúmeras obras em barcelona. sa chaise longue em couro e aço). no brasil, temos embora esteja ligada na origem ao art nouveau, arte Essas técnicas teriam logo uma profunda influencia nos eua, frank lloyd wright (considerado o introdutor importante acervo arquitetônico no rio de janeiro esta bastante rebuscada, que explora linhas sinuosas na produção e no projeto do mobiliário. da arquitetura moderna nos eua; obra: Casa da Casca- (Cristo redentor, torre do relógio da Central do bra- e assimétricas tendo como motivos fundamentais as ta), e louis sullivan, um dos pioneiros em arranha-céus sil) e em Goiânia (palácio das esmeraldas – sede do formas vegetais e os ornamentos florais, a art déco MoviMento arts and Crafts no país. Governo do estado, Coreto – região da praça Cívica). tem mais simplicidade de estilo: predominam as li- na inglaterra, na segunda metade do século xix, no próximo artigo falaremos sobre as demais nhas retas ou circulares estilizadas, as formas geo- o movimento arts and Crafts, liderado por william Mobiliário bauhaus tendências do século xx, mobiliário modernista e métricas e o design abstrato. entre os motivos mais Morris, propunha um abandono aos excessos do a revolução nas artes, que também afetou o de- explorados estão os animais e as formas femininas. contemporâneo. estilo vitoriano tanto na decoração como na imita- senho de mobiliário, marcou a passagem do século. o ção que se produzia nas indústrias. a produção em estilo bauhaus, fundado em 1.919, na alemanha, pelo massa e a popularização acabavam, por vezes, pro- arquiteto walter Gropius foi uma escola de arte e arqui- Sandra Tumelero é designer de interiores e engenheira eletricista gradu- duzindo produtos sem valor estético e com pouca tetura global que chegou a ser talvez, a mais influente ada pela Napier University, em Edinburgh UK, tendo realizado mostras qualidade. este movimento era uma reação contrária do desenvolvimento da arte do século xx. buscavam, como Morar Mais e Casa Cor, atua no mercado de design de interiores a isso tudo, buscavam um retorno às tradições arte- em todos os âmbitos das artes aplicadas os vínculos en- em Brasília. sanais da idade Média, uma identidade nos objetos tre um desenho funcional e reduzido e as necessidades Contato: 61 9261-2778 ou vivercomestilo@posiatividade.com.br28 29
  14. Confira aqui alguns filmes que estrearão em Breve nos cinemas NOITE DE ANO NOVO Sinopse: enquanto ´idas e vindas do amor´ se passa no dia dos namorados, ´noite de Ano Novo´ acompanha personagens durante a véspera de Ano Novo. O filme celebra o amor, a esperança, o perdão, uma segunda chance e um novo começo, no entrelaçamen- to de histórias de casais e solteiros, em meio à pulsação e promessas da cidade de nova York, na noite mais deslumbrante do ano. Gênero: romance Direção: Gary Marshall Elenco: halle berry, Katherine heigl, sarah jessica parker, lea Michele, robert deniro, zac efron, hilary swank, Michelle pfeiffer, ashton Kutcher, abigail breslin, jessica biel, jon bon jovi, josh duhamel Distribuidora: warner bros O GATO DE BOTAS Sinopse: Conheceremos o divertido Gato de botas desde seu nascimen- to, como um fofo gatinho, até ele se tornar o felino visto em shrek. no filme, Gato de Botas irá se juntar a mais dois amigos, Humpty e Kitty para tentar capturar a famosa e cobiçada galinha que põe ovo de ouro. será que essa quadrilha vai conseguir concretizar o plano? Gênero: aventura Direção: Chris Miller Elenco: Vozes de: Antonio Banderas, Salma Hayek, Zach Galifianakis Distribuidora: paramount MISSÃO IMPOSSÍVEL – PROTOCOLO FANTASMA Sinopse: neste novo capítulo da franquia Missão impossível, ethan hunt vai treinar seu sucessor. Gênero: ação Elenco: tom Cruise, jeremy renner, paula patton, jonathan rhys Meyers, simon pegg, ving rhames, vladimir Mashkov, léa seydoux, Michael nyqviste, anil Kapoor Direção: brad bird Distribuidora: paramount TUDO PELO PODER Sinopse: thriller político centrado na campanha de um candidato democrata à presidência dos estados unidos. sthephen Myers é um jovem e ambicioso diretor de comunicação que não mede esforços para promover o seu candida- to, o governador Mike Morris. Gênero: drama Direção: George Clooney Elenco: George Clooney, ryan Gosling, Marisa tomei, evan rachel wood, philip seymour hoffman, paul Giamatti, jeffrey wright Distribuidora: Califórnia filmes30 31
  15. Festival Cult 22 – 20 anos e m 1997, entrou no ar a primeira versão do site Durante todo o mês de dezembro, de 1º a oficial do programa que, após vários upgrades 30, sempre de quinta-feira a sábado (menos na de formato e estilo, transformou-se num blog em setembro de 2008: www.cult22.com. nele, o internauta véspera de Natal), o Cult 22 Rock Bar promove- pode obter todas as informações sobre o programa (histó- rá o Festival Cult 22 - 20 Anos, homenageando ria, curiosidades, quadros, quem faz, o set list do que to- os 20 anos do programa Cult 22, da Rádio Cul- cou e as gravações/podcasts) e sobre o Cult 22 rock bar, tura FM (100,9MHz). Serão 13 noites e 40 ban- agenda de shows e festas em brasília (e de eventos inter- das da nova e antiga gerações do rock de Brasí- nacionais pelo brasil), um calendário de aniversários de vários artistas da história do rock/pop e notícias, fotos, ví- lia juntas em encontros que prometem ser deos e outras dicas sobre o mundo do rock. históricos e que passeiam por vários estilos: ao longo de sua história, o Cult 22 promoveu várias rock, rockabilly, indie, electro rock, punk, festas em casas noturnas de brasília (Gate’s pub, velvet hardcore, grindcore e heavy metal. Confira a pub, uK brasil, américa rock Club e os já extintos bizarre, agenda e programe-se! zoona z e inside Club, entre outros), além de shows e fes- tivais que já reuniram quase 100 nomes do rock brasiliense e nacional. e ainda lançou coletâneas, em K7 e Cd, reunindo vá- Festival Cult 22 – 20 anos rias bandas (todas as músicas estão disponíveis para audi- ção e download no site oficial) Data: 1º a 30 de dezembro. em janeiro de 2011, o Cult 22 ganhou seu próprio espaço físico, o Cult 22 rock bar, localizado no Centro de Hora: de quinta a sábado, às 21h. atividades 7 do lago norte. um bar temático de rock, com quatro ambientes, incluindo palco e pista de dança, que Local: Cult 22 rock bar - Ca 7, funciona de terça-feira a sábado, a partir das 19h. em 10 lago norte (antigo landscape meses de funcionamento, já abrigou diversos shows e fes- tas, reunindo mais de 220 bandas/artistas e quase 70 djs pub). diferentes até agora. no dia 4 de outubro de 2011, o Cult 22 foi homena- Informações: (61) 9972-9826 geado pela Câmara legislativa do distrito federal em ceri- mônia proposta pelo deputado prof. israel batista (pdt). A POSIATIVIDADE limita-se apenas à divulgação das na ocasião, o jornalista, produtor e apresentador Marcos informações fornecidas pelas empresas promotoras de pinheiro recebeu o título de Cidadão honorário de brasília. eventos aos meios de comunicação.32 33
  16. acontece reveillon 2012 Reveillon Federal Reveillon Nossa Praia aqui você começa o ano com chave de ouro! evento 100% open bar com grandes atrações e 3 ambientes exclusivos! shows com Clima de Montanha, pedro paulo & Matheus e grupo Carnavália. Não fique de fora dessa noite! Reveillon Federal 2012 Atrações: de Montanha, pedro paulo & Matheus e Carnavália Data: 31 de dezembro, sábado. Hora: 22h. Local: opera hall - shtn, trecho 2 (antigo Marina hall). Pontos de venda: aloja (alameda shopping, brasilia shopping, Conjunto nacional, taguatinga shopping,terraço shopping); empório santo antonio (pier 21) e www.bilheteriadigital.com.br (até 12x no cartão) reveillon nossa praia 2012 no pontão do lago sul, *Mesas somente no Emporio Santo Antonio. com atrações para todos os gostos e uma mega estrutura temática para passar o final de ano em grande estilo. Reveillon Nossa Praia 2012 Data: 31 de dezembro. sábado. Hora: 22h30. Local: pontão do lago sul - brasília. Pontos de Venda: Mormaii (pontão do lago sul, pátio brasil, Conjunto nacional, terraço shopping, brasília shopping) / Casa do Cowboy – taguatinga / authentic feet (iguatemi, park shopping, taguatinga shopping) Reveillon Azul e Branco Cota Mil Cota Mil iate Clube está preparando a melhor virada de ano da capital. em um dos mais belos cartões postais de brasília, à beira do lago paranoá, a festa contará com atrações diferenciadas, que prometem uma virada de ano inesquecível para todos os presentes. traga sua família para saudar 2012 em uma festa com direito a muita música, boa comida, ótimas bebidas e pura diversão. Reveillon Azul e Branco Cota Mil 2012 Data: 31 de dezembro, sábado. Hora: 22h. Local: Cota Mil iate Clube - setor de Clubes sul, trecho 2 Ponto de venda: secretaria do clube Informações: (61) 3225-4489 A POSIATIVIDADE limita-se apenas à divulgação das informações fornecidas pelas empresas promotoras de eventos aos meios de comunicação.34 35
  17. temporada de Cadeiras. só não sente e espere porque vai aCabar. AL20: Disponível nas cores BK26: Disponível nas cores BK64: Disponível nas cores branca, preta e transparente. branca, amarela, pink e laranja. branca e preta. de: r$ 822,00 de: r$ 441,00 de: r$ 784,00 por: r$ 666,00 à vista Promoção válida enquanto durar o estoque. por: r$ 698,00 à vista por: r$ 374,00 à vista ou 3x r$ 232,66 ou 3x r$ 124,66 ou 3x r$ 222,00 IRAS TODAS AS CADE • Todos os produTos de pronTa enTrega. • Importação próprIa prIma lInea. SUPORTAM ATÉ130KG • CLN, 103, Bloco C, Loja 63 . (61) 3326-5180 • CasaPark Shopping: Prima Linea Dormicentro . (61) 3361-3746 Prima Linea Móveis . (61) 3234-5200 Prima Linea Jardim . (61) 3345-0398 • Shopping ID: Prima Linea Dormicentro . (61) 3326-6966 Prima Linea Móveis . (61) 3327-3242 Lojas também em Belo Horizonte | Vitória | Vila Velha | São Paulo Aceitamos: primalinea.com.br36

×