Your SlideShare is downloading. ×
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
38.abril 2012 revista
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

38.abril 2012 revista

243

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
243
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 38ª edição, abril de 2012Emagrecimento milagroso? Confira também os shows eSaiba mais em eventos que acontecerão na“Treinamento Personalizado” cidade, Mallu Magalhães noe “Alimentação Positiva” ParkFashion e muito mais!Estória de João Joana:Sérgio Ricardo, Elba Ramalhoe Geraldo Azevedo para aPOSIATIVIDADESustentabilidade:Microalgas, soluçãodo passado que podesalvar o futuro!
  • 2. 06 ......... ............ ............ .. ... 11 ............ ............ ............ ............ 13 ........ ............ ...... ............ ...... ............ .... ............ .... ............ .... ............ .... 14 ............ ............ ............ ............ mun do .... .. ............ .... ............ .... ............ ... 16Eu no ............ ............ ............ ............ ............ ............ .... ............ .... ............ . 21 do + alizad o ............ ............ ............Corren Person ............ ............ ............ mento .... .... .... .. 22 Treina a ...... ............ ............ ............ o positiv .... ............ ...... ............ .... ............ .. 26 ntaçã ............ ............ ............ ............ Alime .. ............ .... ............ .... ............ .... ............ 28 icho .. ............ ............ ............ ............ É o b o da .... .. ............ .. ............ .. ............ 0 na m ............ ............ ............ ........ 3 Você ............ ............ ............ ............ ade .... ............ .. ............ .. ............ .... 33 Pós-ati vid ............ .. ............ ............ ............ stilo .. ............ ............ ............ ....... 3 4 Viver com e ...... ............ ...... ............ ........ ............ ............ ce d ança .. ............ .... ............ ............ Aconte ............ ............ ............ emas ais .... ............ nos cin n acion .... ............ Breve s Inter ............ e Show ais .... A contec ws N acion ce Sho Aconte Espaço reservado ao leitor para envio de sugestões, dúvidas e críticas através do e-mail: revistaposiatividade@yahoo.com.br Parabéns pelos 3 anos da Revista POSIATIVIDADE!!! Que vocês continuem trazendo muita POSIATIVIDADE para nossa vida! Abraço! Flávio S. Jornalista Responsável Mel Simões Colunista Acácio Tolentino Estória de Página 22 Colunista “Eu no mundo“ Rafael Ajuz Colunista “Você na Moda” João Joana Equipe Finíssimo Colunista “Viver com Estilo” Sandra Tumelero Colunista “É o Bicho” Ricardo Antônio Colunista “Correndo +” Renato André Colaborou nesta edição: Karen Moreno e Darlan Farias Fotografia Equipe POSIATIVIDADE Projeto Gráfico e Diagramação Azê Marketing Impressão Athalaia Gráfica e Editora Contato Comercial (61) 9261-2778 revistaposiatividade@yahoo.com.br www.posiatividade.com.br A Revista POSIATIVIDADE não se responsabiliza pelos anúncios veiculados, como também não se responsabiliza pelas matérias publicadas, que são de responsabilidade de seus autores.
  • 3. canismo é o mesmo utilizado por qualquer plan- desta técnica no mundo, como no Hawaii, na Ca- Microalgas, solução ta, contudo, a diferença está na eficiência das lifórnia, Israel, Japão, Equador, Alemanha e África microalgas, que é muito maior, ou seja, é capaz do Sul.eu no mundo de capturar muito mais CO2 e produzir muito A notícia boa é que no Brasil também existem do passado que pode mais O2 e biomassa, em menos tempo, do que grupos que estão pesquisando e desenvolvendo qualquer árvore. Logo, as microalgas são exce- essa tecnologia, com destaque para a Universida- lentes aliadas para eliminar o gás de efeito estufa. salvar o futuro! Por esse motivo elas são consideradas o verda- de Federal do Rio Grande, comandados pelo Pro- deiro pulmão do mundo. fessor Jorge Alberto Vieria Costa, onde um proje- Já existem exemplos de utilização destes mi- to piloto para a diminuição da emissão CO2 pela Por Rafael Ajuz cro-organismos na captura do CO2 emitido, prin- termelétrica Presidente Médici em Candiota/RS, cipalmente por termelétricas que consomem já encontra-se em andamento. A combustíveis fósseis, as quais são grandes res- O apoio a este tipo de projeto é essencial discussão sobre o aquecimento global, o (não que isso seja pouco, mas nos níveis origi- ponsáveis pelos problemas de emissão de gases para a resolução de um dos maiores problemas excesso de poluição e a baixa qualidade nais, a vida era praticamente inviável). de efeito estufa. Como resultado, além de evitar da nossa humanidade, por representarem a ma- do ar está cada vez mais recorrente. O ar As grandes responsáveis por esta incrível ta- que boa parte do CO2 seja emitido na atmosfera, que respiramos hoje já não é o mesmo que nos- refa foram as microalgas, que são um grupo de neira mais eficiente de diminuir o impacto da ainda é obtido uma quantidade de microalgas sos avós respiravam. Porém, ao analisarmos a his- micro-organismo que realizam fotossíntese, po- muito grande que pode ser utilizada na fabrica- maior parte da matriz energética mundial, os fa- tória do nosso planeta, em uma escala geológica, dem ser unicelulares ou pluricelulares, e ocorrem ção de ração, fertilizante, consumo humano e até mosos combustíveis fósseis, e ainda produzir in- podemos fazer o seguinte questionamento: será basicamente em ambiente aquoso. Um exemplo mesmo biodiesel. Já existem vários exemplos sumos valiosos para outras atividades. que a qualidade do ar no início da formação do mais conhecido das microalgas é a Spirulina, am- planeta Terra era melhor do que o que aspiramos plamente vendida como complemento ali- hoje? mentar rico em proteína e em vitami- Com certeza a resposta para essa nas e sais minerais, possuindo questão é negativa. Há mais ou menos 3,5 todas as vitaminas do com- bilhões de anos nossa at- plexo B, A e E e minerais mosfera era satu- como ferro, fósforo, zin- rada de co, cálcio, potássio, gases magnésio, selênio, sódio como o e cromo, bem como CO 2 , um alto teor de cloro- CO, H2 fila. e N2. Bom, se as micro- Como será algas existem a bilhões que nossa at- de anos, já fizeram o ár- mosfera foi duo trabalho de limpar a “limpa”? Atual- nossa atmosfera, existem mente, ela é com- em praticamente todo cur- posta basicamente so d’água, por que não as usa- mos para nos ajudar no atual por apenas dois ga- problema de aquecimento glo- ses 21% de O2 e bal? 79% de N2. A quanti- As microalgas são muito efi- dade de CO2 (conheci- cientes na fotossíntese, na qual o Rafael Ajuz é biólogo, mestre em Biologia Animal pela UnB. Atua no Licenciamen- do como gás carbônico) CO2 é capturado, juntamente com to Ambiental de empreendimentos de infraestrutura de energia, com a análise do presente hoje é de menos de 400 nutrientes e a energia solar, produzin- componente biótico. partes por milhão, algo ínfimo se do O2 (oxigênio) e Biomassa. Esse me- Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br comparado à atmosfera primitiva 7
  • 4. 8 9
  • 5. Hiponatremia – um perigo eminente para corredores Por Renato André O sódio (do italiano - sem sabor) é um ele- relativas as formas de hidratação. A Academia Ame- mento químico essencial. Atua no balanço ricana de Pediatria por exemplo, sugere que crian- hídrico corporal mediado pelos rins, como ças até 40 kg em exercícios prolongados devem in- também, colabora fortemente com as funções neu- gerir 150 ml de água gelada ou de uma bebida rológicas. A concentração do sódio (Natremia) é re- contendo sais a cada 20 minutos. Enquanto para gulada pela ação de hormônios e pode ser alterada adolescentes (60 kg) a recomendação é de 250 ml por condições patológicas e/ou por recursos dieté- mesmo na ausência de sede. Já o Colégio America- ticos inadequados em condições específicas. Por no de Medicina do Esporte recomenda que os atle- exemplo, por meio da incorreta hidratação durante tas consumam de 400 a 600 ml de líquidos duas o exercício no calor. horas antes do exercício e de 150 a 350 ml a cada 15 A Hiponatremia consta de um desequilíbrio hi- ou 20 minutos, dependendo da tolerância. Paralela- droeletrolítico onde ocorre a redução anormal das mente, a Sociedade Brasileira de Medicina do Es- concentrações de sódio (< 135 mmol/L) e a eleva- porte recomenda a ingesta de 250 a 500 mL de ção dos volumes corporais de água. Este quadro é água 2 horas antes do exercício. Durante o exercício bastante comum em pacientes hospitalizados devi- recomenda-se iniciar a ingestão já nos primeiros 15 do a dificuldades na excreção da água, porém, é minutos e continuar bebendo a cada 15-20 minu- crescente seu aparecimento em condições esporti- tos. Se a atividade durar mais de uma hora, ou ser vas. Concentrações abaixo de 120mmol/L acarretam intensa do tipo intermitente, mesmo com menos de distúrbios gastrointestinais, náusea, cefaléia (dor na uma hora, deve-se repor carboidrato na quantidade cabeça), latejamento, vômito, inquietação e deso- de 30 a 60 g por hora e sódio na quantidade de 0,5 rientação. É bastante possível que corredores asso- a 0,7 g por litro. Obviamente que estas recomenda- ciem tais sintomas com quadros de fadiga aguda, ções são generalizadas e o mais prudente é destreino, calor ou a algo que comeram. consultar um profissio- nal de nutrição. Entretanto, quando a concentração de sódio Desta forma, ape- sar da baixa alcança menos que 120 mmol/L instala-se um risco letalidade a hipona- eminente que pode induzir acometimentos respira- tremia deve ser coi- tórios, coma, danos cerebrais e morte. Geralmente a bida por meio de maior incidência da hiponatremia esportiva ocorre uma alimenta- nas modalidades de endurance (corrida, ciclismo e ção e hidratação triatlo), pois, comumente, os atletas ingerem muito adequadas, vis- líquido antes e durante os exercícios. to os riscos que Não se discute a importância da ingestão de traz a saúde. Sabe fluídos antes, durante e após o exercício, contudo, aquele dito popular que su- como a sudorese é bastante individual, o volume de gere que tudo em excesso líquidos necessário para evitar uma desidratação faz mal? Pois é! Até água em durante o exercício varia muito. excesso faz mal... por essa Inúmeras são as recomendações internacionais você não esperava, certo? Renato André Silva é graduado, mestre e doutorando em Educação Física (CREF 1114G/DF). Atua como fisiologista do exercício e coordenador de exames de desempenho humano do Centro de Excelência em Medicina do Exercício (CEMEx/ Golden Spa) . Contatos: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br10 11
  • 6. Exercício físico o melhor queimador de gordura Por Darlan Farias Q uando trabalhei em academia como pro- mente o efeito de aumentar os batimentos cardí- fessor de ginástica, um amigo fez minha acos. Cardiopatas, por exemplo, podem ter o apresentação da seguinte forma: Pesso- quadro clínico piorado levando até a morte, as- al, este aqui é o novo professor que tem uma fama sim como pessoas saudáveis serem acometidas a especial, “o exterminador de gorduras”. Como es- tais efeitos. Recentemente a imprensa relatou tava no início da carreira achei complexo o peso um caso de morte pelo uso de um termogênico daquela responsabilidade, porém bem instigan- que vem se tornando “febre” entre pessoas que te. O tempo passou e vejo bastante não só em buscam a boa forma física. O uso desregrado as- academias, mas na maioria das pessoas que de- sim como a falta de informação, a não procura sejam o emagrecimento, a expectativa do resul- do profissional adequado para prescrição do su- tado rápido e por isto utilizam “armas” de pouca plemento e a facilidade de acesso (várias opções credibilidade como “queimadores de gordura”, na internet), tornam o quadro mais grave. O re- descartando a prática do exercício físico, além de ferido suplemento não tem autorização da AN- não adequar seus hábitos e pequenos detalhes, VISA. fatos estes já abordados em edições anteriores A única opção saudável e confiável na quei- da revista. ma de gordura é o exercício físico. Além disto, Para compreensão deste processo precisa- vários são os benefícios, dentre eles, uma melhor mos entender o significado de metabolismo. É o utilização dos combustíveis energéticos do orga- conjunto de transformações que as substâncias nismo, a diminuição do percentual de gordura, o químicas sofrem no interior dos organismos vi- ganho de massa muscular, a regulação da hiper- vos. Observamos no senso comum o significado tensão, o controle da artrite reumatóide, uma muito simplista, não reconhecendo toda a com- melhor resposta ao tratamento do câncer e do plexidade do fenômeno. Um exemplo é a abor- HIV, controle da diabetes e osteoartrites (osteo- dagem aos suplementos termogênicos porose, artrite, artrose). (“queimadores de gordura”), como se o Para todos estes benefícios, é necessário a único efeito fosse realmente de “queima busca de um personal trainer alta- de gordura” e não ti- mente qualificado e es- vesse qualquer pecializado para que relação com as o planejamento do outras vias do treino seja adequado metabolismo. a cada uma das situ- Um cuidado ações relatadas, al- especial aos cançando assim uma “queimadores de vida saudável e quali- gordura” é justa- dade de vida superior. Darlan Farias é mestrando em educação física na Universidade Católica de Brasília (Treinamento de força para idosos) e atua como Personal Trainer há 6 anos. Contem- pla também grupos especiais (Hipertensão, Diabetes, Osteoartrites, Artrite reumatóide, Câncer, HIV). Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br12 13
  • 7. Suplementos termogênicos valem à pena? Por Karen Moreno O s termogênicos têm sido buscados estimulantes (que contém cafeína ou extrato com o objetivo de acelerar a perda de guaraná); os ricos em gordura (Óleo de Cár- de gordura corporal, melhorar o tamo, Óleo de coco); os ricos em vitaminas, desempenho ou proporcionar minerais e fibras; e aqueles à base de medica- mais disposição para os treinos. Mas será que mentos estimulantes (anfetaminas e análogos o uso de termogênicos é realmente seguro? à anfetamina como a efedrina). A termogênese ocorre quando o corpo gera Os suplementos estimulantes são os que calor ao realizar suas funções biológicas. trazem maiores resultados, no entanto não são Quando gera mais calor ele está sendo cada livres de efeitos colaterais como insônia, taqui- vez menos eficiente termodinamicamente fa- cardia, angustia, agitação e dependência. Os lando; já que “desperdiça” energia na hora de ricos em gorduras não apresentam consenso produzir trabalho (movimento muscular ou científico com relação à maior oxidação de reações bioquímicas, por exemplo). Mas para gordura. Os ricos em vitaminas, minerais e fi- bras são equivalentes a alimentos ricos nestes o emagrecimento ou perda de gordura, este nutrientes. E os ricos em medicamentos esti- “desperdício” é vantajoso, pois o organismo mulantes não são permitidos, mas são ampla- não armazena toda a energia consumida (na mente encontrados nos suplementos importa- forma de gordura). dos que viraram febre no Brasil! Não deveriam Alguns suplementos podem “acelerar” a nem ser vendidos como suplementos, justa- oxidação (queima) de gordura no corpo por mente por conterem medicamentos. justamente aumentarem esta ineficiência ter- Portanto os mais indicados (com orienta- modinâmica. Existem basicamente 4 tipos de ção e acompanhamento) são os que contêm suplementos termogênicos: os suplementos cafeína ou extrato de guaraná em sua compo- sição. Os outros podem ser desperdício de di- nheiro ou de saúde, já que ainda não apresen- tam um suporte científico consistente ou sabidamente prejudicam a saúde. A própria alimentação pode ser termogênica quan- do se incluem adequadamen- te proteínas, gorduras insatu- radas (gorduras do bem), fibras e quando a regularidade e frequência são adequadas. Portanto A SUA ALI- MENTAÇÃO FAZ A DIFERENÇA! Karen Moreno é nutricionista formada pela Universidade de Brasília, Especial- ista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho e Sócia-proprietária de Clínica 449 – Nutrição esportiva - desde 2001. Contato: (61)9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br14 15
  • 8. REGRAS PARA A CRIAÇÃO DE ANIMAIS DOMÉSTICOS EM CONDOMÍNIOS por Ricardo Antônio Silva Sofá Safari criado em 1.968, o radical design italiano pós moderno, de Andrea Branzi Típica poltrona modernista, criação dos anos 50 A possibilidade de se criar animais domésti- necessário, pelo elevador de serviço do prédio. O cos em apartamento sempre gerou inúme- trânsito de animais em áreas comuns deve ser ros conflitos entre vizinhos, porém, estabe- precedido pela sua contenção, de preferência, no lecer regras claras de convivência não é assim tão colo do condutor. A este também fica a responsa- difícil. bilidade da retirada e destinação final, em abso- Primeiramente, devem ser mantidos em cada luta condição de higiene, dos dejetos produzidos apartamento somente animais domésticos de pe- pelo animal. Ao proprietário, mediante regras e queno porte, no intuito de se manter, com maior critérios definidos em assembléia, cabe ressarcir facilidade, o sossego, a tranqüilidade e a integri- quaisquer danos provocados pelo animal, a ter- dade física dos demais condôminos. ceiros ou ao próprio condomínio, além da obri- Nenhum apartamento, sob qualquer alega- gação de manter o animal em perfeitas condi- ção, pode se tornar um criatório de animais como, ções de alimentação, saúde e higiene; de modo a por exemplo, um canil. não produzir odores desagradáveis que exalem Todos os cães e gatos devem ser vacinados para as áreas comuns ou demais unidades. contra as doenças tradicionais, mas, principal- Com a certeza de que o assunto é polêmico, mente, contra a raiva; incumbindo-se ao proprie- mas necessário, devemos levar em consideração tário a obrigatoriedade de se ater aos prazos de a tendência dos tribunais em reconhecer o direito revacinação fixados pelo laboratório responsável das pessoas, de criarem animais de pequeno por- pela produção das vacinas. te em condomínios. E, neste contexto, vai a dica: Toda movimentação de animais deve ser rea- Para evitar desavenças, faça com seu cão o que lizada pelas escadarias ou, quando absolutamente você gostaria que seu vizinho fizesse com o dele. Ricardo Antonio Silva é Médico Veterinário CRMV/GO Nº 5283, Especialis- ta e Mestrando em Ciência Animal. Atua como Fiscal Estadual Agropecu- ário da Agência Goiana de Defesa Agropecuária – AGRODEFESA. Contato: (61)9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br16 17
  • 9. Derma Complex Altas concentrações de ativos que rejuvenescem, revitalizam e iluminam a pele. VITAMINA C 10% | RETINOL 0,3% | ÁCIDO HIALURÔNICO 1% Derma Complex Vitamina C Reduz rugas e ilumina a pele Derma Complex Retinol Área Olhos Corrige rugas e atenua olheiras Derma Complex Retinol Facial Promove efeito lifting e preenchimento duradouro Park Shopping 61 3047.5678 Taguatinga Shopping 61 3033.5303 | Brasília Shopping 61 3036.6262 Asa Sul - SCLS 307 - BL A - Lj 25 61 3244.2777 www.adcos.com.br18 19
  • 10. Mallu Magalhães: “Moda e música são formas de comunicar o sentimento” Por Daniela Giustina V estida de pretinho básico com detalhe sal- Fotos : Cristiano Sérgio e Pedro Marra mão, Mallu Magalhães subiu ao palco montado na Praça Central do ParkShop- ping às 20h26 da noite de terça-feira, 20/03/12. Enquanto cantava, modelos desfilavam em cír- culos com roupas das marcas do mall. Doce e simpática, a cantora contou ao Finís- simo que acredita na interação entre moda e música: “A moda e a música sempre caminharam juntas. São formas de comunicar o sentimento”. Após ter sua carreira divulgada por conta de um site de relacionamento, a cantora contou a importância da internet em seu crescimento pro- fissional e nas formas de expressão da moda: “A internet se tornou uma linguagem rápida com o público. É uma tentativa de expressão, assim como a moda”. Mallu apresentou show singelo e intimista. Músiva ‘velha e louca’ encerrou a apresentação da cantora no ParkFashion Connection. Fã de Adriana Calcanhoto e Vanessa da Mata, a jovem de 19 anos, Mallu, disse que fez uma seleção de músicas especiais para a noite de ParkFashion. “Estou acostumada a tocar nesse tipo de evento. Escolhi as músicas de acordo com o tema proposto” [anos 20]. Entre as músicas do set list estavam: Sambi- nha Bom; Cena; Youhuhu; Ô Ana; Olha só More- no; Whake up in the morning; Baby I’m sure; Música Urbana e Velha e Louca. Como diria a própria Mallu: “Mais ou menos uns 40 minutos de alegria”. Praça central recebeu Mallu para trilha do desfile. ´ W W W . F I N I S S I M O . C O M . B R20 21
  • 11. O poeta mineiro Carlos Drummond de suas melhores criações, a obra nem sempre foi Andrade foi o autor da instigante Es- assim. Sua ideia, a princípio, era imprimir melodia tória de João Joana. O único cordel de ao lirismo de Drummond. Foi ao revelar o plano a Drummond se passa em algum lugar Gianfrancesco Guarnieri, ator e então secretário do nordeste brasileiro, onde um estivador mus- de Cultura de São Paulo, que ouviu que o texto culoso e recluso acabava de dar à luz, chocando poderia ser transformado em balé. A empolgação a pequena cidade. Os versos foram musicados com o tema veio com toda força. O maestro Isaac Estória de João Joana por Sérgio Ricardo e viraram o cordel sinfônico: Estória de João Joana. O espetáculo diferenciado, que como o pró- prio Sérgio Ricardo disse, “absolutamente livre, Karabtchevsky foi quem cravou: a roupagem ideal seria uma sinfonia. Todos os apoiadores iniciais abandonaram a ideia e Sérgio se viu sozinho, mas nem por isso nem tão erudito, nem tão popular” estreou em desistiu. O cordel foi ressuscitado graças a um Brasília em 1985, voltou ao palco do Teatro Na- projeto de uma multinacional. A primeira versão cional seis anos depois e retornou a Brasília pela contou com o grupo Nós da Dança, em tempora- terceira vez, em março desse ano. A Estória de da no teatro João Caetano, no Rio de Janeiro. João Joana foi apreciada pelo público da capital Não satisfeito, Sérgio disse que ficou bonito, po- federal nos dias 6, 7 e 8 de março de 2012, no rém não daquele jeito, sua vontade ainda não ti- Teatro Nacional. No palco, Sérgio Ricardo divi- nha sido alcançada. Todos os elementos coreo- diu os microfones com os filhos, João e Marina, e gráficos foram retirados e o espetáculo tornou-se, com Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Aze- prioritariamente, musical. Na primeira apresenta- vedo. Os instrumentistas que o acompanham, ção em Brasília, ele cantou sozinho. Nas apresen- Lui Coimbra (violão e charango), Bororó (baixo), tações seguintes, ganhou o auxílio de Elba Rama- Jurim Moreira (bateria) e Marçalzinho (percus- lho, Alceu Valença, Telma Tavares e Zélia Duncan. são), estiveram no palco da estreia, em 1985. Em Satisfeito com a versão atual, Sérgio Ricardo, 2012 Brasília teve o privilégio de assistir à reto- logo após o espetáculo realizado no mês passa- mada do espetáculo com a Orquestra Sinfônica do, falou de sua imensa satisfação a POSIATIVI- do Teatro Nacional Cláudio Santoro, regida por DADE: “A Orquestra funcionou de uma maneira Cláudio Cohen. maravilhosa, a regência é muito boa, os músicos Apontada pelo próprio Sérgio como uma de que estavam acompanhando, o meu grupo que Melina Simões entrevista Sérgio Ricardo.22 23
  • 12. vem desde o começo estavam afinadíssimos, os obra difícil, é uma obra cordel com orquestra, é do a música, a evolução do forró há uma aceitação cantores maravilhosos, então, foi tudo muito bom uma oportunidade rara!” CURIOSIDADE: Um disco foi lança- maior, porém ainda há barreiras a serem derruba- eu realmente achei maravilhoso!” E lembrou de A Estória de João Joana poderá ser vista no do, com vozes de Chico Buarque, Ge- das para se fazer cultura no Brasil.” Telma Tavares “Eu gostaria de ter conosco nova- Rio de janeiro, com a Orquestra Sinfônica Brasi- raldo Azevedo, João Bosco, Alceu Va- mente a Telma Tavares, mas infelizmente não foi leira Jovem. Está em negociação uma apresenta- Elba Ramalho - “Eu já falei em barreira com lença, Elba Ramalho e Telma Tavares, possível, mas eu acho que a turma que veio tá ção em Salvador, com a Orquestra Jovem das relação a esse assunto, mas eu acredito que essa desempenhando muito bem esse trabalho!” Américas, do Teatro Castro Alves, e outra no Pa- mas a baixa tiragem o alça ao posto história mudou. Barreira não há, esse mito caiu há Geraldo Azevedo relembrou que “Primeiro lácio das Artes, em Belo Horizonte, com a parti- de raridade fonográfica. muitos anos, na música Luiz Gonzaga simboliza surgiu o convite para gravarmos o CD, depois cipação da sinfônica. São Paulo também está isso, a literatura nordestina é muito rica e aprecia- para o show, eu achei uma experiência maravi- nos planos da produção. Sérgio desabafou a conosco para fazer isso.” da, o cinema também, então eu acredito que não lhosa, um espetáculo digno e grandioso” Já Elba POSIATIVIDADE sobre o fato de não poder levar tem mais muro. Todo mundo se identifica com o Ramalho nos contou que essa é a sua segunda o espetáculo a outras cidades “Nós gostaríamos Questionados pela POSIATIVIDADE se a cultu- nordestino, a cultura nordestina é uma referência!” vez nesse tipo de trabalho, “a primeira foi no Rio, de levar esse show para todo o país, porém só ra brasileira, sobretudo, a nordestina, está viven- com Zélia Duncan. Fazer parte desse show é uma conseguimos fazer em algumas capitais que te- do um bom momento em nosso país, as opiniões Sérgio Ricardo - “Eu acho que sim porque a honra, porque Sérgio é um compositor incrível nham uma Orquestra Sinfônica como aqui, além se diferem: cultura nordestina tem bons representantes a fren- que eu sou fã desde a época da bossa nova, então disso, não é toda Orquestra que está disponível, te dela, Alceu, Geraldo e Elba são exemplos disso! estar cantando a obra dele é assim, nossa, uma aí complica. Estamos tentando até reduzir uma Geraldo Azevedo - “Eu acho que ainda há uma Fora os outros que estão por aí, na minha opinião, responsabilidade muito grande, porque é uma Orquestra, formar um grupo que pudesse viajar resistência muito grande para com o nordestino, devi- são um dos melhores músicos que temos hoje em dia no Brasil! Inclusive os que citei levantam muito bem a bandeira da cultura nordestina e apesar de, vez em quando, aparecerem na mídia eles não se deixam vencer por ela! Eu acho que esse é o papel do artista brasileiro, segurar e defender a persona- lidade do Brasil, porque nós temos coisas tão boni- tas, um povo tão criativo, que não há porque ficar- mos a mercê dos meios de comunicação que querem impor determinadas coisas, isso aí é que é terrível, então é importante resistir e levantar essa bandeira!” Como estava ao lado de Geraldo Azevedo e Elba Ramalho a revista POSIATIVIDADE não poderia deixar de perguntar: Como foi a expe- riência desse reencontro de Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Elba Ramalho em um palco?! Há uma possibilidade de termos novamente o prazer de assistir a mais um Grande Encontro?! Geraldo Azevedo – “Estar novamente com Alceu e Elba não deixa de ser um Grande Encontro, o que tornou esse show mais majestoso ainda! Eu sou uma dessas pessoas que sempre acha que tudo pode acontecer, em relação a Elba e Alceu eu não vejo nenhum empecilho, mas Zé Ramalho eu acho que talvez seja o mais difícil de querer fazer isso novamente, mas eu acredito que chegará um mo- mento em que ele vai querer, até porque o Grande Encontro é um momento de celebração, todo mun- do gosta, é um sucesso e eu não vejo nenhum mo- tivo para não fazer!” Elba Ramalho – “Nós não falamos sobre isso, Em entrevista a POSIATIVIDADE, Geraldo Azevedo e mas eu acredito que se eles quisessem eu toparia! Elba Ramalho falaram que por eles “O Grande Encon- E já que Geraldo te disse que faria, fale com Alceu!” tro” pode voltar a acontecer!24 25
  • 13. ARTE CONTEMPORÂNEA por Sandra Tumelero P or volta de 1.953 surgia no Brasil um posição deste regime em 1.964. Seus principais movimento de vanguarda conhecido temas eram, sobretudo, focados em questões como concretismo, refletindo-se na sociais e políticas. Surge o tropicalismo e sua música, na poesia e nas artes plásticas. contestação à política vigente através da arte. Este movimento dava ênfase à racionalidade, ao raciocínio e à ciência. Usavam figuras abs- O tropicalismo, também conhecido como tratas nas artes plásticas, a elaboração artística tropicália, foi um movimento musical que buscava uma forma precisa. Os poetas concre- também atingiu as artes plásticas, a poesia e o tistas aproximaram a poesia da linguagem do cinema. Teve uma grande influência da cultura design utilizando efeitos gráficos. A partir da pop brasileira e internacional e de correntes de década de 60, os temas começam a ter envol- vanguarda como o concretismo. O tropicalismo vimento social, chegando até a influenciar o inovou em possibilitar um sincretismo entre vá- tropicalismo. rios estilos musicais como o rock, a bossa nova, o samba, o bolero e o baião, dentre outros. As Nos anos 60 reproduzia-se no Brasil uma letras possuíam um tom poético abordando te- Instalação – Obra de Carlos Fajardo arte inspirada na forma e na técnica da pop mas do cotidiano e fazendo críticas sociais, que arte norte-americana, um movimento inte- por vezes acabavam por ter um tom político de cultura pop-rock americana, ferindo a filosofia dos ressado na desconstrução dos ícones. Com crítica à ditadura militar que vigorava no país. músicos nacionais mais tradicionais que achavam A arte contemporânea brasileira dos anos tendência irônica, os artistas expressavam in- Os tropicalistas revolucionaram a estética mu- esta influência estrangeira negativa à identidade 90 faz o público participar, interferir na obra da dignação com a censura instalada pelo regime sical incorporando a guitarra elétrica, o que foi cultural nacional. arte, e desta forma não separa a rua do museu. militar, refletindo o clima tenso criado pela im- amplamente criticado por ser de influência da A percepção do observador pensada como ex- A arte dos anos 70 afasta-se da política e dos periência que ajuda a produzir a realidade des- problemas sociais. E nos anos 80 se produz uma coberta é explorada pelas instalações, onde a arte de caráter festivo e alegre. Romero Britto é obra é composta de elementos organizados em Obra de Romero Britto conhecido como artista pop brasileiro, um ícone da um ambiente, de forma a criar uma relação com pop arte moderna. Este pernambucano, radicado o observador. em Miami, é um dos mais premiados artistas dos nossos tempos. Sua arte utiliza-se de elementos do Fala-se ainda em Expressionismo Abstrato, cubismo, criando composições ousadas e de cores Arte Conceitual, Minimalismo, a Arte das Ruas vibrantes. Tem suas pinturas e esculturas presentes baseada no grafite e inúmeras outras vertentes nos cinco continentes e em mais de 100 galerias no modernistas e contemporâneas sobre as quais mundo. Suas obras caíram no gosto das celebrida- não exploramos, mas vale a citação, caso o lei- des hollywoodianas por sua alegria e cor. tor desperte o interesse de pesquisa. Sandra Tumelero é designer de interiores e engenheira eletricista gradu- ada pela Napier University, em Edinburgh UK, tendo realizado mostras como Morar Mais e Casa Cor, atua no mercado de design de interiores em Brasília. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br26 27
  • 14. acontece dança Virsky o Balé Nacional da Ucrânia Sobre Russa, encantadora. Com o início dos anos de 1980, O Balé Nacional da Ucrânia é uma das principais assumiu a direção Miroslav Vantoukh, artista que companhias de dança da Europa e um dos grupos reconstruiu a clássica linguagem teatral das danças de dança mais aclamado no mundo. O nome Virsky criadas por Virsky. é uma homenagem ao fundador da Companhia, E assim, segundo a crítica do The New York Times, Paulo Virsky, que há 75 anos vem imprimindo chamar o Balé Nacional da Ucrânia de profissional tradição, virtuosidade e magia pelo repertório que “é quase um insulto! O alto nível artístico e técnico é produz e apresenta, uma prova da contribuição do simplesmente avassalador [...]. Há muito, eles coreógrafo para a dança. Além de Brasília, O Virsky ultrapassaram a fronteira do profissionalismo e também realizará espetáculos no Rio de Janeiro, em foram além”. Já para o Washington Post, “todos os Novo Hamburgo, Porto Alegre, Curitiba, Belo movimentos são executados em alto nível de Horizonte, São Paulo e Santos. Mas ainda há desempenho, apesar da complexidade e do ritmo possibilidade de o Balé visitar outras cidades, em dinâmico da música, todos trabalhando como um outras datas. O Virsky é mais uma produção só. Nem parece que são dezenas de bailarinos no Dell’Arte. palco, tamanha a sincronia entre eles. E o jornal O prestígio da companhia não se dá por pouco. francês, Le Figaro, afirmou que a “destreza e Com um corpo de baile composto por 70 artistas, dinamismo” do espetáculo cativam a todas as orquestra ao vivo, as apresentações do Balé Nacional plateias, pois o Balé Nacional da Ucrânia “é um da Ucrânia são avaliadas com louvor em todo sonho deslumbrante!”. mundo. Desde a sua criação, em 1937, até 1975, quando Virsky o Balé Nacional da Ucrânia Virsky morreu, a companhia foi dirigida por ele e Data: 27 de abril, Sexta. pelo coreógrafo Nicolai Bolotov. Esse trabalho Hora: 21h. rendeu a eles lugar entre os grandes criadores do século 20, uma vez que o repertório era de uma Local: Teatro Nacional – Brasília/DF variedade e riqueza teatral ímpares, como jubilam os PONTOS DE VENDA: Somente no Teatro espetáculos Povzounetz, de caráter burlesco; das 12h às 20h Houblon e sua charmosa ingenuidade; aDança das Informações: (61)9639-1495 / 8272- Rendillheirase, incomparavelmente bela; e Dança 9035 A POSIATIVIDADE limita-se apenas à divulgação das informações fornecidas pelas empresas promotoras de eventos aos meios de comunicação.28 29
  • 15. Confira aqui alguns filmes que estrearão em Breve nos cinemas 12 HORAS Sinopse: O filme acompanha Jill Parrish, uma jovem que volta para casa e descobre que sua irmã desapareceu. Ela começa a procurar a irmã, que já havia sido perseguida por um serial killer, e tenta fazer justiça com as próprias mãos. Gênero: Suspense Direção: Heitor Dhalia Elenco: Amanda Seyfried, Jennifer Carpenter, Wes Bentley, Sebastian Stan, Daniel Sunjata Distribuidora: Paris Filmes AS IDADES DO AMOR Sinopse: Roberto é um advogado jovem e ambicioso, que vai casar com Sara. Toda a sua vida é perfeitamente planejada. Durante uma desapro- priação que ele é o responsável, ele encontra Micol, uma linda e provo- cante jovem de uma pequena vila na Toscana. Isto é quando as coisas começam a ficar complicadas. Gênero: Comédia Romântica Direção: Giovanni Veronesi Elenco: Robert De Niro, Monica Belucci Distribuidora: California Filmes A TODA PROVA Sinopse: Treinada pela CIA, a destemida agente Mallory é convocada por Kenneth para realizar uma missão secreta com Paul, mas logo ela descobri- rá que os seus parceiros armaram uma emboscada para matá-la. Confiando apenas no seu instinto selvagem e tendo de proteger o seu pai, Mallory vai correr contra o tempo para desarmar um complô internacional. Gênero: Ação Elenco: Michael Douglas, Antonio Bandeiras, Gira Carano, Ewan McGre- gor, Michael Fassbender, Bill Paxton, Channing Tatum Direção: Steven Sonderberg Distribuidora: Imagem Filmes OS VINGADORES Sinopse: ´Os Vingadores´ vai reunir pela primeira vez nas telonas a supere- quipe que conta com Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk e ou- tros, se unindo para enfrentar o maior inimigo que já encontraram. Gênero: Aventura Direção: Joss Whedon Elenco: Robert Downey Jr., Clark Gregg, Scarlett Johansson, Chris He- msworth, Samuel L. Jackson, Chris Evans, Jeremy Renner, Mark Ruffalo Distribuidora: Walt Disney30 31
  • 16. acontece shows internacionais Bob Dylan Vem aí show com Bob Dylan. Dia 17 de Abril às 21h30 no Ginásio Nilson Nelson. Bob Dylan Data: 17 de Abril, Terça. Hora: 21:30 Local: Ginásio Nilson Nelson. Vendas online: http://premier. ticketsforfun.com.br/shows/show. aspx?sh=BOBDYLAN12 duran duran Duran Duran em Brasília, dia 28 de abril no Ginásio Nilson Nelson! Duran Duran Data: 28 de Abril, Sábado. Hora: 22h. Local: Ginásio Nilson Nelson Vendas Online: www.ticketsforfun. com.br Cerrado festival 2012 Cerrado Festival 2012 traz as atrações internacionais Steel Pulse(UK) e a antiga banda de Bob Marley, The Wailers (Jamaica)! O evento acontece no próximo dia 13 de maio, domingo, no Camping Show! Cerrado Festival 2012 Data: 13 de maio, Domingo. Hora: 19h. Local: Camping Show (próximo ao Autódromo Nelson Piquet. Pontos de venda: Mormaii (Conjunto Nacional, Brasilia Shopping, Terraço Shopping, Patio Brasil e Pontão); Zimbrus (305 Sul, Pier 21, Águas Claras e Taguatinga) / www.bilheteriadigital.com Informações: (61) 3342-2232 A POSIATIVIDADE limita-se apenas à divulgação das informações fornecidas pelas empresas promotoras de eventos aos meios de comunicação.32 33
  • 17. acontece shows nacionais Los Hermanos Maria Gadú A banda Los Hermanos faz sua primeira turnê nacional em cinco anos para comemorar os 15 anos de carreira. Em Brasília, a banda se apresenta no Maria Gadú retorna a Brasília no dia 12 de Maio em turnê Seguralta Seguros próximo dia 5 de maio, na área externa do Ginásio de lançamento do seu novo álbum “Mais uma Página” e Nilson Nelson. promete um espetáculo ainda mais empolgante para seu público. Los Hermanos Maria Gadú Data: 05 de Maio, Sábado. Hora: 22h. Local: área externa do Ginásio Nilson Nelson. Data: 12 de maio, Sábado. Hora: 22h. A gente assume o risco por você Pontos de venda: Central de Ingressos Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães - (Brasília Shopping – 12h as 20h segunda a Eixo Monumental sexta-feira e sábado das 12h as 16h) Call Center 4003-1212 Pontos de venda: Vendas online. Acesse o w w w. i n g r e s s o r a p i d o . c o m . b r / E v e n t o . site: www.ticplus.com aspx?ID=19011 Informações: (61) 3447-5866 / 9136-3887 Micarê com Cláudia Leite e Timbalada SEGUROS INDIVIDUAIS E EMPRESARIAIS: Vem aí A Bela & Os Feras, Micarê com Claudia Leitte e •AUTOMÓVEL •RESIDENCIAL •VIDA •PREVIDÊNCIA •CONSÓRCIO IMOBILIÁRIO Timbalada. Dia 12 de Maio, a partir das 20h no •CONDOMÍNIO •FIANÇA LOCATÍCIA •RESPONSABILIDADE CIVIL E OUTROS Estacionamento do Mané Garrincha. Micarê com Cláudia leite e Timbalada Data: 12 de maio, Sábado. Faça uma cotação e ganhe um brinde ! Hora: 20h. Local: área externa do Mané Garrincha Pontos de venda: Central de Ingressos (Brasília Seguralta Brasília - (61) 3202-2041 Shopping); FNAC (Parkshopping); Free Corner (Brasília Shopping); Vendas Online: www.ingressorapido.com.br Centro Empresarial Brasília - SRTVS Qd 701 Bloco B Sala 626 – Brasília – DF A POSIATIVIDADE limita-se apenas à divulgação das informações fornecidas pelas empresas promotoras de eventos aos meios de comunicação. seguraltabrasilia@seguralta.com.br www.seguralta.com.br34 35
  • 18. A CINEMARK APRESENTA COM EXCLUSIVIDADE: ROYAL OPERA HOUSE DE LONDRES T E M P O R A DA 2 0 1 2 CENDRILLON (CINDERELLA) ÓPERA 14, 15 E 19 DE ABRIL RIGOLETTO ÓPERA 17 DE ABRIL AO VIVO COSÌ FAN TUTTE ÓPERA 28 E 29 DE ABRIL E 3 DE MAIO IL TRITTICO ÓPERA 12, 13 E 15 DE MAIO MACBETH ÓPERA CONSULTE A CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA. 26, 27 E 29 DE MAIO LEGENDAS EM PORTUGUÊS. GARANTA JÁ SEU INGRESSO. INFORMAÇÕES E PROGRAMAÇÃO COMPLETA: WWW.CINEMARK.COM.BR cinemarkoficial36

×