Your SlideShare is downloading. ×
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Surrealismo e neorealismo

7,484

Published on

Published in: Education
0 Comments
10 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,484
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
19
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
10
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. OREGRESSOAO MUNDOVISÍVELREALISMO SOCIALISTANEORREALISMOSURREALISMO
  • 2. O NEORREALISMORetorno a umalinguagem figurativaArte como reflexo da sociedade+Arte como instrumento de denúnciae de intervençãoRenato Guttuso, Ocupação de Terras porCamponeses Sicilianos, 1949-50
  • 3. O NEORREALISMOCONTEXTO:- Crise política e económico-social depois da 1ª Guerra Mundial- Crescimento das ideologias de esquerda e dos movimentossindicalistasRevolução Socialista Soviética (1917):- Arte como atividade social- Artista como trabalhador especializadoartista ao serviço da comunidade
  • 4. O NEORREALISMORevolução Socialista Soviética (1917):- Arte como atividade social- Artista como trabalhador especializadoartista ao serviço da comunidadeMensagem clara e diretaLinguagem figurativa e concretaREALISMO SOCIALISTA
  • 5. O NEORREALISMO- Rejeição das vanguardas- Retorno ao rigor técnico-formal da arteneoclássica- Exaltação do trabalhador anónimo: tarefasquotidianas, vitórias do regime, propagandaREALISMO SOCIALISTAVera Múkhina, OOperário e aCamponesa, 1937
  • 6. O NEORREALISMOREALISMO SOCIALISTAVera Múkhina, OOperário e aCamponesa, 1937
  • 7. O NEORREALISMOSergei Gerasimov (1885-1964)
  • 8. O NEORREALISMOA família alemã, de Adam WisselDitaduras nazi efascistaAdoção da linguagemrealista com finspropagandísticosArte ao serviço dapolítica
  • 9. O NEORREALISMOO Realismo Social- Restantes países europeuse América- Tendência mais humanista,livre e pessoal- Intervenção político-social:- Críticas às injustiças dasociedade burguesa;- Exaltação dostrabalhadores;- Combate contra osregimes ditatoriais;- Defesa da paz e doanticolonialismo. Renato Guttuso, Ocupação de Terras porCamponeses Sicilianos, 1949-50
  • 10. O NEORREALISMOFormas de concretizaçãoDiversidade pessoal+Cunho modernista- Cubismo- Expressionismo- Pós-Dadaísmo- SurrealismoPicasso, Guernica, 1937Ben Shahn, Prisioneiros de Guerra
  • 11. O NEORREALISMOOtto Dix, Retrato dos Pais do Artista II,1924Renato Guttuso, Ocupação de Terraspor Camponeses Sicilianos, 1949-50Alemanha Itália
  • 12. O NEORREALISMOBen Shahn, Trabalhadores, 1944 Ben Shahn, DesempregoEUA
  • 13. O NEORREALISMOBrasilCândido Portinari, Colheita do Café, 1934
  • 14. O NEORREALISMOMéxicoDiego Rivera, A Transportadorade FlorDiego Rivera, Sexta-feiraSanta no Canal de SantaAnita, 1923-24
  • 15. O NEOREALISMOMéxicoDiego Rivera(1886-1957)Temática social, decunho marxista enacionalistaExaltação do povomexicano e das suasorigens pré-colombianasLink: Os murais deDiego Rivera
  • 16. O NEORREALISMOJosé Clemente Orozco, Zapatistas, 1931
  • 17. O NEORREALISMODavid Alfaro Siqueiros, A Marcha da Humanidade, 1971
  • 18. O NEORREALISMODavid Alfaro Siqueiros (1898-1974)
  • 19. O SURREALISMOSalvador Dali, A Tentação de Santo António
  • 20. O SURREALISMO- Aparecimento:- França- 1917- Estendeu-se a várias manifestações artísticas:- Literatura: André Breton- Artes Plásticas: Max Ernst- Fotografia: Man Ray- Cinema: Dali e Buñuel - Un Chien Andalou, 1928; L’Âged’Or, 1931- Música: Eric Satie
  • 21. O SURREALISMOO nome foi atribuído porApollinaire, em 1917,aquando da representaçãodo bailado Parade, de EricSatie, levado à cena peloBallets Russes, em Paris.
  • 22. O SURREALISMOApareceu como reação àcultura ocidental(racionalismo econvencionalismo)Defesa da liberdade e dairracionalidade, através dorecurso ao sonho, à metáfora,ao inverosímil e ao insólitoSeparação espírito/matéria René Magritte, Golconda, 1953
  • 23. O SURREALISMOAfastamento das normas e dasconvençõesTransgressão sistemáticaBases teóricas:- 1º Manifesto do Surrealismo,1924- 2º Manifesto do Surrealismo,1929- Revista La Révolution SurréalisteYves Tanguy, Dia de Lentidão,final da década de 30
  • 24. O SURREALISMO“O Surrealismo é autoemoçãopsíquica pura, através da qual seprocura exprimir oralmente, porescrita ou por qualquer outramaneira, o verdadeirofuncionamento da imaginação. Éo correr do pensamento desligadode todo e qualquer controloelaborado pela razão eindependentemente de quaisquerjuízos estéticos ou morais.”André Breton, 1º ManifestoSurrealista, 1924André Breton em 1924
  • 25. O SURREALISMO- Obras de arte executadas àmargem da razão, sem quaisquermoralismos ou preocupaçõesestéticas racionalizadas- Associação livre de ideias, semsentido- Técnicas:- Estado semi-hipnótico- Discursos escritos ou ditadosdurante o sono ou relato desonhos- Junção de escritassimultâneas de várias pessoasAndré Breton em 1924
  • 26. O SURREALISMOInfluências:- Romantismo e Simbolismo(final século XIX): GustaveMoreau e Odilon Redon- Pintura metafísica (Chirico)- Picasso- Paul KleeChirico, Love Song, 1914Moreau, AsMusas, 1895
  • 27. O SURREALISMOPercursores:Bosch(1450-1516), Monstro comCabeça de Pássaro, pormenor deJardim das Delícias, 1480-1490)Arcimboldo (1537-1593),Terra, c. 1570
  • 28. O SURREALISMOLinguagem plástica:- Desenho e pinturaautomáticos:correspondência entreinconsciente e ação sedesenrola sem controloda razão (AndréMasson)André Masson, Kitchen-maids, 1962
  • 29. O SURREALISMOLinguagem plástica:- Colagem- frottage (papel sobre tábua demadeira, sobre o qual se passa umlápis de carvão)- assemblage (colagem dediversos materiais numa obra)- o dripping (gotejar da tinta eaproveitamento do movimentorepetido do braço)- a decalcomaniaMax Ernst, La Forêt Pétrifiée, 1929Mas Ernst, LAnge du Foyer ou LeTriomphe du surréalisme, 1937
  • 30. O SURREALISMOLinguagem plástica:- Técnicas clássicas de desenho ede gradação cromática, aplicadasa formas fantasmagóricas ouincongruentemente associadas,em “trompe-l’oeil” ou “trompe-idée”Salvador Dali, A GirafaArdente, 1937
  • 31. O SURREALISMOTemas:ErotismoSonhosForças ocultas doinconsciente+Libertação de tabus eimposições+Exaltação do mundo damagia e de tudo o que estejaafastado da racionalização Salvador Dali, O Grande Masturbador
  • 32. O SURREALISMOFrancis Picabia (1879-1953), O OlhoCacodilato, 1921
  • 33. O SURREALISMOMarc Chagall (1887-1985)
  • 34. O SURREALISMOJuan Miró (1893-1983)
  • 35. O SURREALISMOMan Ray (montagens fotográficas)
  • 36. O SURREALISMOPablo Picasso(fase surrealista entre1925 e 1934), Mulher naPoltrona Vermelha
  • 37. O SURREALISMOPaul Klee, Mural from the Temple of Longing, 1922
  • 38. O SURREALISMOHans Arp (1886-1966)Alberto Giacometti (1901-1966)Henry Moore (1898-1986)ESCULTURAHans Arp, Pastor deNuvens, 1953Alberto Giacometti,Mesa Surrealista, 1933Henry Moore, Hill Arches,1972-73
  • 39. FIM

×