Construindo SOA corporativo usando ESB Claudio Nisiyama Integration Solution Manager
<ul><li>Reconhecido : Inventor do ESB – a fundação para SOA </li></ul><ul><li>Enterprise messaging (produto JMS número 1) ...
Clientes Sonic Major Video Retailer
Processos são fragmentados Aplicações implementadas em diferentes departamentos e unidades de negócio se tornam ilhas de d...
Visão de SOA Corporativo OPENEDGE Serviço Específico SISTEMA ERP BANCO RELACIONAL SISTEMAS BATCH PORTAL  Mundo ideal onde ...
Considerações sobre a arquitetura <ul><li>Heterogeneidade </li></ul><ul><ul><li>Permite agregar novas aplicações orientada...
Web Services <ul><li>Esconde os detalhes da implementação e permite reutilização </li></ul><ul><li>Troca de dados é facili...
Web Services <ul><li>Como implementar, monitorar e controlar os serviços e suas interações? </li></ul><ul><li>Como conecta...
Uma nova visão Combina o melhor de todas as tecnologias ENTERPRISE SERVICE BUS INFRAESTRUTURA SOA INTERMEDIAÇÃO DE  SERVIÇ...
Uma nova visão ENTERPRISE SERVICE BUS INFRAESTRUTURA SOA Combina o melhor de todas as tecnologias SERVIÇOS COMUNICAÇÃO SEG...
Para formar uma infraestrutura SOA ideal Conecta, intermedia e controla serviços e suas interações ESB facilita conectar, ...
Acesso Global Implantação e Processos Globais com autonomia local Em qlqr escala Qlqr número de processos Qlqr número de l...
Arquitetura ESB Processos de negócios, Serviços, Topologia de Rede Cluster de mensageria Seguro, Escalável, com tecnologia...
Um  backbone  de mensageria corporativa em grade Uma forma de conectar serviços através de domínios Matriz Filial 1 Parcei...
Formando um “BUS” de Serviços Distribuídos Para conectar  containers  de serviços de forma segura Escalável, Seguro,  Cont...
Processamento em Paralelo / Balanceamento de carga Serviços podem escalar de forma independente O número de serviços e  co...
Containers  de serviços “leve” Comunicação Framework  de chamada e gerenciamento Uma forma de guardar e controlar serviços...
Endpoint  ESB é orientado a eventos Directory Cache Mensagens Rejeitadas Falha Saída Entrada Endpoints Monitora-mento Moni...
Endpoints  Configuráveis Serviços Customizados Workflow Supported Exception Processing (WSEP) ESB 1 1b Custom. Browser Ser...
Transparência da localização Um  namespace  único permite endereçamento por nome A localização física do serviço é configu...
Múltiplos modelos de interação Os modelos de interação dos serviços é configurável Publish / subscribe Point to point / as...
Orquestração de serviços Incluindo serviços em processos 2 3 2b 1 3b Custom. MQ Legado MOM Arq. TXT Aplicação JCA Adapter
Serviços Intermediários e  Adapters Permite roteamento, transformação e conectividade 3 2 1 1. Rota 2. Transformação 3. Pr...
Integração com Portal ESB 1 Modelo Processo DB Packaged ERP Application DB Packaged ERP Application DB Packaged ERP Applic...
Watts Water Technologies, Inc.  <ul><li>Negócio: Manufatura de válvulas de água e aquecimento e  encanamentos em geral par...
Consolidação  Problemas na cadeia de suprimentos <ul><li>N45B Valve Part No. SA-N45AA1 </li></ul><ul><li>15 componentes </...
Hoje: Integração de dados  “Manual” Relatórios  Financeiros T 1 T 2 T 3 T 4 T 5 T 0 Matriz Planta A China Planta B Invento...
Organizando o Caos Relatórios Financeiros Matriz Planta A China Planta B Inventory Sales Inventory Sales Aquisição Futuro ...
Visão final t 1 t 2 t 3 t 4 t 5 t 0 Planta A Matriz Planta B China Planta G EUA Planta E Alemanha Planta F Reino Unido Pla...
Serviço Global de Partes e Peças <ul><li>Permite que as descrições de partes e peças possam ser visualizadas e gerenciadas...
O Projeto
Visão flexível reflete prioridades Logística Cadeia de Suprimentos Informações Financeiras Consolidadas Indicadores de Per...
Visão flexível reflete prioridades Informações Financeiras Consolidadas Cadeia de Suprimentos Logística Indicadores de Per...
Vantagens desta visão <ul><li>Diminui Riscos do Negócio </li></ul><ul><ul><li>Nenhuma interrupção ou mudança local (Planta...
? Perguntas
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Construindo um SOA Corporativo usando ESB

989
-1

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
989
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
59
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Construindo um SOA Corporativo usando ESB

  1. 1. Construindo SOA corporativo usando ESB Claudio Nisiyama Integration Solution Manager
  2. 2. <ul><li>Reconhecido : Inventor do ESB – a fundação para SOA </li></ul><ul><li>Enterprise messaging (produto JMS número 1) </li></ul><ul><li>Contribui e Influencia a definição de Padrões </li></ul><ul><li>Estabelecido : 700+ clientes , 40+ parceiros OEM/ISV </li></ul><ul><li>Estenso programa de parceria e suporte (SI) </li></ul><ul><li>Empresa com operação independente de </li></ul><ul><li>Progress Software (NASDAQ: PRGS) </li></ul><ul><li>– $363M em vendas, mais $180M em caixa </li></ul><ul><li>– Faturamento e crescimento consistente </li></ul><ul><li>de dois dígitos </li></ul><ul><li>Distribuição em 65 países </li></ul><ul><li>Suporte mundial 24x7 </li></ul><ul><li>Experiente : Projetos corporativos implementado em : </li></ul><ul><li>- Finança & Bancos </li></ul><ul><li>- Telcom </li></ul><ul><li>- Varejo </li></ul><ul><li>- Governo </li></ul><ul><li>- Transportes e Logística </li></ul>Sonic Software Criador e Líder do mercado de Enterprise Service Bus (ESB)
  3. 3. Clientes Sonic Major Video Retailer
  4. 4. Processos são fragmentados Aplicações implementadas em diferentes departamentos e unidades de negócio se tornam ilhas de dados e processos. Como posso incorporar dados e processos de forma flexível ao longo de toda empresa?
  5. 5. Visão de SOA Corporativo OPENEDGE Serviço Específico SISTEMA ERP BANCO RELACIONAL SISTEMAS BATCH PORTAL Mundo ideal onde dados e processos fluem naturalmente Por volta de 2008, Gartner prediz que SOA será a prática predominante em engenharia de software, terminando a dominação da arquitetura monolítica de software OPENEDGE
  6. 6. Considerações sobre a arquitetura <ul><li>Heterogeneidade </li></ul><ul><ul><li>Permite agregar novas aplicações orientada a serviços bem como as aplicações já existentes </li></ul></ul><ul><li>Escalabilidade </li></ul><ul><ul><li>Oferece a performance esperada de sistemas corporativas e facilmente acomoda mudanças em produção </li></ul></ul><ul><li>Disponibilidade </li></ul><ul><ul><li>Protege as aplicações das falhas resultantes das falhas do servidor e dos meios de comunicação </li></ul></ul><ul><li>Distribuição </li></ul><ul><ul><li>Processos precisam se interagir com serviços que estão na empresa e entre empresas </li></ul></ul><ul><li>Flexibilidade </li></ul><ul><ul><li>Permite a empresa mudar processos, regras, mapeamento de dados e relações entre aplicações com um mínimo esforço e interrupções </li></ul></ul><ul><li>Visibilidade e controle </li></ul><ul><ul><li>Gerencia e monitora a infraestrutura e os serviços implantados </li></ul></ul>Requisitos para Infraestrutura SOA
  7. 7. Web Services <ul><li>Esconde os detalhes da implementação e permite reutilização </li></ul><ul><li>Troca de dados é facilitada com o uso da tecnologia XML </li></ul><ul><li>Projetado para ser acessado remotamente, independentemente da plataforma utilizada </li></ul>WEB SERVICES Interface Padrão é o maior avanço SOAP HTTP SISTEMA J2EE™ PACOTES E LEGADOS SISTEMA .NET™ SISTEMAS PARCEIRO FUTURO SERVIÇOS XML
  8. 8. Web Services <ul><li>Como implementar, monitorar e controlar os serviços e suas interações? </li></ul><ul><li>Como conectar sistemas legados com seus diferentes protocolos? </li></ul><ul><li>Como gerenciar diferentes formatos de dados e os modelos de interação? </li></ul><ul><li>Como conseguir escalabilidade da arquitetura? </li></ul>INTERFACE WEB SERVICES I Mas já resolvemos todo o problema? Web services resolve o transporte, mas não suporta diferentes protocolos, roteamento, transformação de dados, implantação, monitoramento e gerenciamento remoto. SOAP HTTP SISTEMA J2EE™ PACOTES E LEGADO SISTEMAS .NET™ SISTEMA PARCEIRO FUTURO SERVIÇOS XML
  9. 9. Uma nova visão Combina o melhor de todas as tecnologias ENTERPRISE SERVICE BUS INFRAESTRUTURA SOA INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS HOSPEDAGEM DE SERVIÇO SERVIÇOS COMUNICAÇÃO SEGURA E CONFIÁVEL
  10. 10. Uma nova visão ENTERPRISE SERVICE BUS INFRAESTRUTURA SOA Combina o melhor de todas as tecnologias SERVIÇOS COMUNICAÇÃO SEGURA E CONFIÁVEL INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS HOSPEDAGEM DE SERVIÇOS
  11. 11. Para formar uma infraestrutura SOA ideal Conecta, intermedia e controla serviços e suas interações ESB facilita conectar, intermediar e controlar serviços e suas interações ENTERPRISE SERVICE BUS APLICAÇÃO J2EE™ PACOTES E LEGADOS APLICAÇÃO .NET™ APLIC. OPENEDGE WEB SERVICE
  12. 12. Acesso Global Implantação e Processos Globais com autonomia local Em qlqr escala Qlqr número de processos Qlqr número de locais Qlqr número de serviços <ul><li>Controle de acesso aos serviços por domínios de segurança locais </li></ul><ul><li>Processos e serviços definidos e implantados de qualquer local </li></ul><ul><li>Funciona igualmente pela Internet, satélite, LANs e WANs </li></ul>
  13. 13. Arquitetura ESB Processos de negócios, Serviços, Topologia de Rede Cluster de mensageria Seguro, Escalável, com tecnologia Continuous Availability Londres Chicago Tóquio Svç1 Svç2 Svç3 Svç1 Svç2 Svç3 Pt-to-pt filas de mensagens Publish/ Subscribe Chamada a Web Service Modelo do processo Interação Configurável
  14. 14. Um backbone de mensageria corporativa em grade Uma forma de conectar serviços através de domínios Matriz Filial 1 Parceiro Aplicação Aplicação Aplicação Aplicação Aplicação Aplicação Aplicação Filial 2 Aplicação Aplicação Aplicação Cluster P S P S Cluster P S P S P S
  15. 15. Formando um “BUS” de Serviços Distribuídos Para conectar containers de serviços de forma segura Escalável, Seguro, Continuous Availability
  16. 16. Processamento em Paralelo / Balanceamento de carga Serviços podem escalar de forma independente O número de serviços e containers é configurável
  17. 17. Containers de serviços “leve” Comunicação Framework de chamada e gerenciamento Uma forma de guardar e controlar serviços Container de serviço ESB Console de gerenciamento JMX Serviços Customizados Aplicação Adapter Directory Service JMX Dados de configuração, XSLT stylesheets, CBR Rules, etc. Directory Cache JMX Mlelhora performance e evita pontos de falhas
  18. 18. Endpoint ESB é orientado a eventos Directory Cache Mensagens Rejeitadas Falha Saída Entrada Endpoints Monitora-mento Monitoramento Serviço de Transformação Comportamento configurável sem código XSLT
  19. 19. Endpoints Configuráveis Serviços Customizados Workflow Supported Exception Processing (WSEP) ESB 1 1b Custom. Browser Serviço Re-submete 2 3 4 5 1 Falhas
  20. 20. Transparência da localização Um namespace único permite endereçamento por nome A localização física do serviço é configurável A B D C
  21. 21. Múltiplos modelos de interação Os modelos de interação dos serviços é configurável Publish / subscribe Point to point / asynchronous
  22. 22. Orquestração de serviços Incluindo serviços em processos 2 3 2b 1 3b Custom. MQ Legado MOM Arq. TXT Aplicação JCA Adapter
  23. 23. Serviços Intermediários e Adapters Permite roteamento, transformação e conectividade 3 2 1 1. Rota 2. Transformação 3. Processo 2b. S.Customizado 3b. Arquivo (TXT)      2b 3b Itinerário Custom Legado MOM Aplic. JCA Adapter Arquivo Serviço de Orquestração 2 3 4 5 1
  24. 24. Integração com Portal ESB 1 Modelo Processo DB Packaged ERP Application DB Packaged ERP Application DB Packaged ERP Application DB Aplicação Back-Office FTP SMTP 5b 5c Serv. Portal Browser HTML SOAP WebServices HTTP WS JMX Gerenciamento e BAM Cache Serviço Orquestração  Validar 3a Acrecenta Dados ? 3b Roteam. 3d Transform. 3c DB WS HTTP WS 2 Back-Office Application Back-Office Application Back-Office Application Aplicação Back-Office 4 5
  25. 25. Watts Water Technologies, Inc. <ul><li>Negócio: Manufatura de válvulas de água e aquecimento e encanamentos em geral para varejo e distribuidores </li></ul><ul><li>Localiz.: Matriz – N. Andover, MA Europa – Holanda </li></ul><ul><li>Background : </li></ul><ul><ul><li>US$900M faturamento anual </li></ul></ul><ul><ul><li>3.765 empregados globalmente </li></ul></ul><ul><ul><li>30 plantas globalmente </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescimento através de aquisições </li></ul></ul><ul><ul><li>Estratégia de TI baseada em Progress </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sistemas ERP: QAD e proALPHA </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Workflow: OpenAccounts </li></ul></ul></ul>
  26. 26. Consolidação Problemas na cadeia de suprimentos <ul><li>N45B Valve Part No. SA-N45AA1 </li></ul><ul><li>15 componentes </li></ul><ul><li>7 plantas: 5 EUA, 2 China </li></ul>
  27. 27. Hoje: Integração de dados “Manual” Relatórios Financeiros T 1 T 2 T 3 T 4 T 5 T 0 Matriz Planta A China Planta B Inventory Sales Inventory Sales Aquisição Futuro Itália Planta C India Planta D Alemanha Planta E Reino Unido Planta F EUA Planta G
  28. 28. Organizando o Caos Relatórios Financeiros Matriz Planta A China Planta B Inventory Sales Inventory Sales Aquisição Futuro Itália Planta C India Planta D Alemanha Planta E Reino Unido Planta F EUA Planta G Enterprise Service Bus
  29. 29. Visão final t 1 t 2 t 3 t 4 t 5 t 0 Planta A Matriz Planta B China Planta G EUA Planta E Alemanha Planta F Reino Unido Planta C Itália Inventory Sales Inventory Sales Futuro Aquisição Planta D India Workflow Workflow Cadeia de Suprimento RFID Patrimônio Logística Gobal Indicadores de Performance Aplicação e-Business Consolidação Financeira Serviço de Partes e peças Data Warehouse Enterprise Service Bus
  30. 30. Serviço Global de Partes e Peças <ul><li>Permite que as descrições de partes e peças possam ser visualizadas e gerenciadas localmente. </li></ul><ul><li>Identifica e gerencia o código de identificação </li></ul><ul><li>Permite referência cruzada do estoque global </li></ul><ul><li>Serviço em língua local </li></ul><ul><li>Interface Web permite acesso global </li></ul>e-Business Applications t 1 t 2 t 3 t 4 t 5 t 0 Planta A Matriz Planta B China Planta G EUA Plant E Alemanha Planta F Reino Unido Planta C Itália Inventory Sales Inventory Sales Futuro Aquisição Planta D India Workflow Workflow Serviço de Partes e Peças Enterprise Service Bus
  31. 31. O Projeto
  32. 32. Visão flexível reflete prioridades Logística Cadeia de Suprimentos Informações Financeiras Consolidadas Indicadores de Performance UCCnet/ EANnet Planej. Piloto Produção Legenda T 1 T 2 T 3 T 4 T 5 T 0 Aplicações Web Catálogo de Produtos Partes e Peças Ref. Cruzada Enterprise Services Bus single sign-on
  33. 33. Visão flexível reflete prioridades Informações Financeiras Consolidadas Cadeia de Suprimentos Logística Indicadores de Performance UCCnet/ EANnet Planej. Piloto Produção Legenda T 1 T 2 T 3 T 4 T 5 T 0 Aplicações Web Catálogo de Produtos Partes e Peças Refer. Cruzada Enterprise Service Bus single sign-on
  34. 34. Vantagens desta visão <ul><li>Diminui Riscos do Negócio </li></ul><ul><ul><li>Nenhuma interrupção ou mudança local (Plantas) </li></ul></ul><ul><ul><li>Mantêm os sistemas operacionais atuais </li></ul></ul><ul><li>Possibilita implementação gradual </li></ul><ul><ul><li>Adapta-se ao cronograma, orçamento e prioridades </li></ul></ul><ul><li>Preserva os investimentos </li></ul><ul><ul><li>Diminui custo </li></ul></ul><ul><ul><li>Menor tempo, maior retorno </li></ul></ul><ul><li>Preserva prioridades locais e autonomias </li></ul>
  35. 35. ? Perguntas
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×