Zetes eglobe11 Outubro 2012

283 views

Published on

Será a rastreabilidade total o futuro para todas as empresas?;
Serialização farmacêutica: tem mesmo de ser?;
Desde o rolo: A Tarkett opta por aplicação flexível;
Tempo de verificação reduzido de 7 para 2 minutos;
A An Post prepara-se para um Natal ePOD;
Como escolher a sua solução POD?;
Caixas, paletes e carrinhos para transporte de volumes com RFID;
OPM investe em tecnologia wireles.
Mais informações em www.zetes.pt

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
283
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Zetes eglobe11 Outubro 2012

  1. 1. 2012 NR11PORTUGAL Sempre a tempo! Traceabilidade em tempo real e RFID ajudam a melhorar a oferta de serviços de transporte e logística. Como pode reduzir o tempo de verificação de expedição em mais de um terço?
  2. 2. índice editorial CADEIA DE ABASTECIMENTO SEMPRE UM PASSO À FRENTE 03 Será a rastreabilidade total o futuro para todas as empresas? Caro leitor, ARMAZÉM 04 Será a rastreabilidade total o futuro para A rastreabilidade é conceito relativamente novo na cadeia todas as empresas? de abastecimento. Durante muitos anos era suficiente fazer o seguimento de números de lote, sendo atualmente os INDÚSTRIA FARMACÊUTICA requisitos muito mais rigorosos. Fornecer total visibilidade 06 Serialização farmacêutica: tem mesmo e controle sobre a origem e o respetivo movimento da de ser? mercadoria é fundamental. Esta evolução de mercado força MANUFACTURA as empresas a adaptar os seus processos de forma a cumprir 07 Desde o rolo: A Tarkett opta por aplicação as novas regulamentações, responder às solicitações flexível de clientes críticos e a ganhar vantagem competitiva. 08 Tempo de verificação reduzido de 7 para Adicionalmente, a permanente evolução tecnológica leva a 2 minutos que as empresas adaptem os seus processos. Seguindo o TRANSPORTE E LOGÍSTICA surgimento da internet e da mobilidade, o comportamento 10 A An Post prepara-se para um Natal dos consumidores está a mudar. As empresas são ePOD obrigadas a assegurar que a execução da sua cadeia de 11 Como escolher a sua solução POD? abastecimento vai de encontro a estas expectativas de 11 Caixas, paletes e carrinhos para mudança, continuando a trabalhar de uma forma o mais transporte de volumes com RFID eficaz possível de forma a se distinguir da sua concorrência. LOGÍSTICA PORTUÁRIA Tal como mudam as exigências e o espaço em que os 12 OPM investe em tecnologia wireless nossos clientes se movem, as nossas soluções de Auto- ZETES Burótica ID continuam a evoluir de forma a ajudar os clientes a Sede: Edificio Empresarial enfrentar novos desafios. Nesta newsletter vai descobrir os Alameda António Sérgio, 7 novos desenvolvimento na tecnologia de voz, como a RFID 2799-532 LINDA-A-VELHA Telefone +351.21.415.22.00 ou a Prova de Entrega ajudam a otimizar a rastreabilidade Fax +351.21.415.22.90 e como as soluções de verificação de expedição baseadas comercial@pt.zetes.com Delegação Norte: Aviz Trade Center em imagem reduzem os tempos de conferencia em mais Rua Eng. Ferreira Dias, 924, Sala E19 de 30%. A L’Oréal mostra-nos como a Auto-ID é importante 4100-246 PORTO Telefone +351.22.619.10.76 no seu negócio, sendo simultaneamente fundamental na Fax +351.22.619.10.78 otimização da ergonomia dos operadores e na melhoria da comercial.norte@pt.zetes.com Esta newsletter é uma edição eficiência. Finalmente, Jean-Marc Bobée, o fabricante de Portuguesa do Grupo Zetes. medicamentos Sanofi, partilha connosco a sua visão sobrePara mais informações visite www.zetes.com/pt Responsável Editorial: Sarah Dheedene, os requisitos de rastreabilidade neste sector. rue de Strasbourg 3, 1130 Brussels, Belgium Neste edição vai encontrar muitos desafios, mas irá encontrar ainda mais soluções – todas desenvolvidas e implementadas pelos nossos especialistas Auto-ID – cada um deles pode ajuda-lo a manter-se à frente dos seus concorrentes! Tiago Conceição General Manager Zetes Burótica2
  3. 3. CADEIA DE ABASTECIMENTOSerá a rastreabilidade total o futuro paratodas as empresas?A rastreabilidade é um conceito relativamente novo aplicável ao controlo egestão das cadeias de abastecimento. Nas últimas décadas, a procura deuma rastreabilidade mais rigorosa aumentou drasticamente. Quais são asrazões por detrás desta evolução? Quais são as repercussões?Da identificação do número do lote à informação sobre cada item ao elevado custo unitário das etiquetas e questões técnicasindividual relacionadas com a força do sinal e a distância do receptor. OsDurante décadas, a rastreabilidade dos números de lotes era códigos bidimensionais (PDF417, Datamatrix, QR) abrem novassatisfatória, até dois grandes acontecimentos terem alterado portas, pois contêm informações avançadas sobre os itens,isto. Primeiro, as crises alimentares devido à doenças das podem ser facilmente duplicados e são lidos mesmo quandovacas loucas, a gripe das aves e as crises da carne de porco e estão danificados.dos vegetais levaram à procura de soluções de identificação e Os maiores defensores da rastreabilidadeinformação relativa a cada item individual, incluindo data, origeme produtor, bem como os números de lote. Depois, os ataques A indústria farmacêutica liderou a adopção dos códigos 2D. Istoterroristas de 9/11 expuseram as limitações dos sistemas de levou a que outros sectores que enfrentam os mesmos desafioscontrolo tradicionais. A burocracia e controlos fronteiriços não se relativamente à segurança, contrafacção e mercados paralelosadaptam à globalização, sem rastreabilidade ponto-a-ponto na seguissem o exemplo, tais como as indústrias dos cosméticos,produção ou na distribuição e sem a responsabilização das partes de produtos de luxo ou de alimentos. A GS1, a organizaçãoenvolvidas. Não obstante, os custos da rastreabilidade total, os responsável pela estandardização dos códigos de barras,atrasos na harmonização tecnológica e legislativa e a falta de acompanhou esta tendência com o seu novo Databar que podeinvestimento dos intervenientes da cadeia de abastecimento conter mais dados.criaram obstáculos significativos à rápida implementação de Enquanto a globalização, produção em massa e ‘offshoring’novas normas de rastreabilidade. intensificam a complexidade da cadeia de abastecimento, os riscos para a saúde dos consumidores aumentam com a utilização de ingredientes processados. Com a redução dos custos da ‘ Cada produto tem a sua própria codificação unitária e o aumento das sanções, os reguladores identidade, tornando possível o exigem aos fabricantes e distribuidores o cumprimento das normas para benefício dos consumidores. A rastreabilidade não é rastreamento da origem, do percurso negociável, agora que os consumidores finais a exigem. e de eventos ocorridos. ’ Leia o documento técnico em www.zetes.com/traceability.Um período de harmonizaçãoHoje em dia, organizações como a FDA (Food and DrugAdministration) ou a União Europeia e entidades privadasdefiniram novas normas e regulamentações internacionais.A tendência é para o processamento ao nível da unidade ou aidentificação individual através de um número de série exclusivo(serialização). Cada produto tem a sua própria identidade,tornando possível o rastreamento da origem, do percurso e deeventos ocorridos antes de chegar ao consumidor. Enquanto osnúmeros de lote tornam possível associar um grupo de produtosàs matérias-primas, recursos e processos utilizados duranteo fabrico, a serialização introduz uma dimensão dinâmica àidentificação de produtos. A vantagem é tripla: a autenticidadede um produto pode ser controlada; eventos críticos na sua vidapodem ser rastreados; e o sistema de pré-alerta para parâmetrosprecisos do produto permite aumentar a segurança (ao simplificarrecolhas de produtos e bloqueios da distribuição).Novas gerações de identificadoresEnquanto os códigos de barras 1D armazenam pouca informaçãoe não se distinguem entre produtos semelhantes produzidos Existe uma forte tendência para o processamento ao nível da unidadeem alturas diferentes, o sucesso da RFID é limitado devido 3
  4. 4. ARMAZÉM TCO baixo com soluções de voz da última geração As soluções de voz encontraram o seu lugar na logística, em particular na otimização dos processos de separação de pedidos. A última geração de soluções de voz oferece novas oportunidades e vantagens, um custo total de propriedade mais baixo. Com ou sem necessidade de formação Liberdade de escolha no hardware As plataformas móveis e os dispositivos de reconhecimento de Quando um integrador trabalha com os principais fabricantes, o voz têm agora uma melhor performance: o ruído de fundo é mais cliente pode optar por ampliar o seu parque com terminais da bem filtrado e os computadores de voz soam mais humanos. mesma marca, para facilitar a gestão, ou instalar outros terminais Mas, acima de tudo, estas potentes plataformas estimularam a que adicionem funcionalidades suplementares à implementação expansão dos sistemas de voz sem necessidade de formação. Ao atual. contrário dos sistemas clássicos, nos quais o reconhecimento de voz é efetuado com base em comandos previamente gravados Tecnologia pronta a utilizar pelo operador, o reconhecimento de um sistema de voz sem Longe vão os tempos em que a voz estava reservada para projetos necessidade de formação baseia-se nos fonemas do idioma grandes e altamente personalizados. A nova geração de soluções do utilizador. O operador deixa de ter necessidade de gravar de voz também oferece uma abordagem pronta a utilizar que previamente todos os comandos e pode começar a trabalhar de requer pouca personalização. Se forem concebidas com base imediato. Além disso, é possível adicionar diretamente novos numa ampla compreensão dos processos empresariais, estas comandos ao sistema com toda a facilidade (não é necessária soluções podem oferecer às empresas de menor dimensão, com nova gravação) e os perfis de utilizador são geridos de forma um número limitado de operadores e processos mais simples, simples. O tempo ganho representa uma vantagem (económica) um acesso rápido às vantagens da voz. significativa, em particular para as empresas que enfrentam elevada rotatividade de pessoal ou fortes flutuações sazonais. ZETES, ESPECIALISTA EM SOLUÇÕES DE VOZ Há muitos anos que a Zetes tem vindo a desenvolver, ‘ O operador deixa de ter necessidade atualizar e implementar a sua solução de voz, 3iV Crystal. de gravar previamente todos os Principais vantagens: comandos e pode começar a trabalhar • Solução comprovada: a solução de voz da Zetes serve 60% de imediato. ‘ do mercado de voz da EMEA, com 1500 projetos e mais de 100.000 utilizadores • Especialistas com extensos conhecimentos sobre a Uma solução, vários processos tecnologia e os processos das cadeias de abastecimento Enquanto, antes, era frequentemente necessário optar entre aconselham sobre a melhor configuração a voz e outra tecnologia de introdução de dados, as soluções • Graças à estreita colaboração com a sua empresa recentes já oferecem uma combinação de diferentes interfaces. subordinada MCL Technologies, a Zetes oferece uma Nesta abordagem “multimodal”, a voz pode ser utilizada em plataforma com necessidade de formação e uma versão conjunto com um teclado, ecrã ou leitor ótico para introduzir dados. Processos que eram antes demasiado complexos para sem necessidade de formação, baseada no MCL Voice serem processados apenas com tecnologia de voz podem agora • Otimização de uma vasta gama de processos: separação ser otimizados. Alguns exemplos incluem: de pedidos, inventário, controlo de qualidade, cross- docking, arrumação... • separação de pedidos por voz combinada com leitura ótica de códigos datamatrix para uma excelente rastreabilidade; • Liberdade de escolha no hardware, parcerias com os principais fabricantes • controlo de qualidade em que o operador recebe os pedidos através do sistema de voz e consulta no ecrã informações • Integração direta ou através de middleware, dependendo adicionais relativas aos itens a inspecionar (por ex., localização); do sistema anfitrião requerer ou não funcionalidade adicional para executar a aplicação de voz • separação para vários clientes com tecnologia de voz assistida por um sinal de luz (“put to light”), que indica em que veículo o operador deve colocar os artigos.4
  5. 5. ARMAZÉM Um operador novo está pronto a trabalharVoz combinada com leitura de Soluções de voz multimodaisdatamatrix para cumprir requisitos sem necessidade de formaçãode rastreabilidade no setor aumentam a eficiência operacionalfarmacêutico da Pallas FoodsO distribuidor farmacêutico CERP Bretagne Nord utiliza a A Pallas Foods está a utilizar uma das soluções de voz semsolução de voz da Zetes 3iV Crystal, desenhada pela MCL necessidade de formação da Zetes 3iV Crystal, desenhada pelaVoice, combinada com a leitura de datamatrix para cumprir MCL Voice, para aumentar a eficiência e a velocidade na arrumaçãoos requisitos de rastreabilidade da indústria farmacêutica e de stocks, na gestão de inventários e nos procedimentos decumprir os requisitos de entrega “just-in-time” dos clientes. separação de pedidos. O sistema é executado num computadorDurante as operações de separação de pedidos, o operador portátil. Com a solução de voz que não exige formação da Zetes,recebe instruções por voz, prepara o pedido e depois envia os utilizadores não precisam de registar perfis de voz individuais,de volta as informações pela mesma via. Cada produto é lido de modo que os operadores novos ou temporários estãoindividualmente através de um leitor de anel que se usa no dedo imediatamente prontos a trabalhar, o que proporciona grandespara captar os códigos datamatrix. Este passo foi integrado para vantagens nos períodos de maiores picos de atividade. De acordofins de verificação (referências de lote e prazos de validade) e com Donald Riordan, Director de Informação do departamentopara cumprir os requisitos relacionados com a rastreabilidade de de TI da Pallas Foods, “o sistema da Zetes foi tecnologicamenteprodutos farmacêuticos em França. De acordo com Daniel Galas, superior e não só nos ofereceu maior redundância e resiliência,Presidente da CERP France e Diretor-geral da CERP Bretagne como também é independente de hardware específico, o queNord: “A tecnologia de voz permite-nos manter os níveis de nos proporciona a liberdade de utilizar diferentes dispositivosprodutividade adequados em termos de preparação de pedidos, no futuro. A integração direta reduz o potencial de ocorrência deenquanto reduzimos a margem para erro.” erros de dados porque não existe nenhuma base de dados entre o nosso sistema ERP e os terminais de voz, os dados são trocados em tempo real sempre que um item de stock é movido”. 5
  6. 6. INDÚSTRIA FARMACÊUTICA Serialização farmacêutica: tem mesmo de ser? Rastreabilidade, combate à contrafação, regulamentações europeias: para Jean-Marc Bobée, diretor da estratégia de contrafação de produtos da Sanofi e seu representante nos encontros da EFPIA*, a serialização é inevitável. A segurança dos doentes acima de tudo Para além dos regulamentos, a segurança dos doentes é a principal preocupação. Os códigos Datamatrix serializados não só melhoram a rastreabilidade e ajudam a combater as fraudes de reembolso, como também ajudam a combater a contrafação, uma verdadeira praga. “Os avanços tecnológicos e a sua acessibilidade crescente tornam a contrafação cada vez mais fácil”, afirma Jean- Marc Bobée, recordando também que, durante muito tempo, a falsificação de medicamentos era mais lucrativa e menos perigosa do que o tráfico de droga... Garantir a serialização dos produtos e o rastreamento destes números de série pode tornar a cadeia de distribuição mais segura e o fluxo de produtos mais fiável, dentro e fora das fronteiras da Europa. Uma cadeia colaborativa e responsável A solução proposta pela Europa passa pela serialização dos medicamentos prescritos (pelo fabricante), com um controle sistemático no ponto de entrega (Farmácias ou Hospitais). Desta forma é permitido um compromisso entre a eficácia pretendida (assegurando a segurança do paciente) e o controle de custos Para os fabricantes, integrar a serialização significa equipar as linhas de produção com sistemas de etiquetagem e tecnologias de leitura, controlados por software dedicado que transmite as informações a uma base de dados centralizada... Os distribuidores têm de instalar soluções para ler e obter informação que permitam um controle regular dos produtos (por exemplo, devoluções). Finalmente, os farmacêuticos têm de estar equipados com dispositivos de leitura, capazes de obter Jean-Marc Bobée, Director da Sanofi informação da base de dados centralizada, para verificar que o número de série do produto realmente existe, se o produto não foi já vendido ou se o lote foi sujeito a uma recolha. No sentido da harmonização europeia Necessidade de sistemas robustos Até 2017, toda a indústria farmacêutica na Europa terá de cumprir a diretiva relativa a “medicamentos falsificados” 2011/62/EU, Independentemente dos custos, a implementação pode ser “um código comunitário relacionado com produtos médicos para complexa, especialmente para o fabricante. “Em linhas de utilização humana, respeitante à prevenção da entrada na cadeia alta velocidade, por exemplo, é difícil introduzir a serialização de distribuição legal de produtos médicos falsificados no que diz sem ter impacto na produção. Além disso, o novo sistema tem respeito à sua identidade, histórico ou origem”. Para cumprir este de se adaptar às linhas existentes, cada uma com as suas regulamento e para facilitar a deteção de produtos falsificados especificidades - Uma solução flexível, robusta e adaptável na União Europeia, “as empresas que operam na indústria que possa ser implementada globalmente é essencial”, afirma farmacêutica de todos os estados europeus têm de introduzir um sistema de serialização com um controlo no ponto de dispensa”, Jean-Marc Bobée. A serialização implica certamente custos e explica Jean Mark Bobée. “Este sistema tem de estar associado limitações na fase de implementação, mas acaba por melhorar a a dispositivos que garantam a inviolabilidade da embalagem de eficiência e, mais importante, garantir a segurança dos doentes, todos os medicamentos sujeitos a receita médica.” que é, afinal, o principal objetivo.6 * EFPIA: European Federation of Pharmaceutical Industries and Associations
  7. 7. MANUFACTURADesde o rolo: A Tarkett opta por aplicaçãoflexívelA Tarkett, fabricante de material de pavimentação, etiqueta os seuspavimentos em PVC utilizando aplicadores da Zetes. A solução personalizadaadapta-se automaticamente às dimensões diversas dos produtos e verificacódigos de barras graças a leitores óticos integrados.Madeira, ladrilhos e lascas: a gama de padrões e motivos dos etiqueta colada é imediatamente verificada. Além disso, os dadospavimentos de PVC flexíveis da Tarkett é enorme. Com cerca de captados são transmitidos como documento de produção para o9200 funcionários em 32 instalações de fabrico, este produtor sistema HYDRA MES. Todo o processo de etiquetagem demora noserve clientes em mais de 100 países. Na fábrica alemã de Konz, máximo 15 segundos.são produzidos em série a cada 30 segundos grandes rolos dematerial de pavimentação de diferentes tamanhos. Abordagem inteligente A solução de aplicação da Zetes tem estado a funcionar semTrês etiquetas são automaticamente afixadas nos rolos, com qualquer problema há quase um ano. “Cada rolo contém 3000dados sobre o artigo e a encomenda. Desde novembro de etiquetas. Este stock dura-nos cerca de quatro dias”, explica2011, a Tarkett tem utilizado dois aplicadores especialmente Lothar Hein.desenvolvidos pela Zetes para aplicar estas etiquetas. Estes estãomontados diretamente numa calha sobre a extremidade da linha Porém, o posicionamento exato e automático das etiquetasde rolos, podendo ser movimentados na horizontal e na vertical. nos rolos de diferentes tamanhos foi o maior desafio técnico do projeto, e a Zetes conseguiu ultrapassá-lo em apenas oitoPosicionamento exato semanas. Anteriormente, o integrador de sistemas tinhaUma grande etiqueta é colada no rolo por uma das máquinas e prevalecido contra concorrentes que abordaram a Tarkett comafixada à superfície curva por um pequeno cilindro. Esta etiqueta soluções diferentes. “A abordagem técnica inteligente da Zetescontém todas as informações sobre o produto e logótipos. Os foi a que nos convenceu”, recorda o Sr. Hein, e acrescenta: “Outrodados para impressão da etiqueta são enviados para o aplicador dos pontos fortes da Zetes foi o enorme empenho pessoal dosdiretamente a partir do sistema HYDRA MES da Tarkett, colaboradores que, antes e durante o projeto, estiveram semprejuntamente com as dimensões do rolo. Ao mesmo tempo, isto do nosso lado com ideias construtivas.”fornece informações sobre a posição do aplicador para afixar aetiqueta, que são transmitidas ao sistema de tapete rolante poruma unidade de controlo PLC. ‘ A abordagem técnica inteligente da Zetes foi a que nos convenceu. ‘As duas etiquetas mais pequenas têm de ser posicionadas comprecisão. “Estas são utilizadas para identificação rápida dosrolos no armazém e durante a expedição”, realça Lothar Hein,administrador do sistema.Uma placa aplicadora com duas peçasO segundo aplicador também recebe os dados para impressãoe sobre o tamanho do rolo diretamente do sistema MES e temo seu próprio controlo PLC. Mas, neste caso, variam não só asdimensões dos rolos, mas também o tamanho dos tampões ouorlas. A Zetes resolveu este problema com uma placa aplicadoracom duas peças. A distância entre as duas peças pode serajustada conforme o necessário e adaptada exatamente a cadatampão. Isto é feito imediatamente depois de o distribuidor deetiquetas colocar as duas etiquetas nas placas aplicadoras.A altura correta do aplicador é medida através de um sensorótico. Outra característica especial do segundo aplicador é o leitor O tamanho do rolo é detetado automaticamenteótico acoplado ao mesmo. Isto significa que a legibilidade de cada 7
  8. 8. MANUFACTURA Tempo de verificação reduzido de 7 para 2 minutos A Saulais, o principal produtor francês de plantas cultivadas desde a semente, ampliou a sua solução de verificação de remessas Visidot. A empresa realiza entregas 100% conforme os pedidos e é agora capaz de verificar as suas remessas em tempo recorde. Os códigos Datamatrix são lidos em 3 a 5 segundos8
  9. 9. MANUFACTURAA Saulais tem uma frota de 1300 carrinhos de transporte. Nos Entregas 100% conforme os pedidosperíodos sazonais mais movimentados, são enviados todos os Para os operadores, a fase de verificação foi bastante facilitada,dias 470 carrinhos com 19 camadas de suportes alveolares graças aos alertas em tempo real em caso de erro. Além disso,(tabuleiros de plástico reutilizáveis), cada um contendo 57 a rastreabilidade dos recipientes devolvidos melhorou muito,referências diferentes. Anteriormente, os registos de entrega permitindo poupar consideravelmente nos custos. No que tocaem papel eram verificados manualmente. O tempo de verificação aos clientes, podem agora receber os produtos mais cedo,era longo, os erros eram comuns e o acompanhamento dos sempre de acordo com os seus pedidos.recipientes reutilizáveis não era satisfatório. Uma solução que se torna ainda mais eficiente ao longo doLeituras em poucos segundos tempoPara resolver o problema, a empresa adquiriu em 2008 a solução Em 2011, a Saulais adquiriu uma segunda cabina Visidot. “DestaVisidot, que utiliza a tecnologia de imagens digitais. A solução forma, beneficiámos das melhorias que a Zetes fez ao sistema. Aconsiste numa cabina equipada com câmaras na qual o carrinho operação de verificação total, entre o manuseamento e a correçãoé colocado para verificação antes de ser carregado e enviado. de quaisquer erros de preparação, não demora mais de 2 minutos por carrinho, quando antes a média era de 7”, refere Maël Rétif, gestor de expedições terrestres. “Hoje em dia, é impossível um ‘ Hoje em dia, é impossível um cliente receber um lote incorreto. Se houver qualquer erro, tem de ter surgido na altura da encomenda.” cliente receber um lote incorreto. Se houver qualquer erro, tem de ter Um excelente argumento de venda surgido na altura da encomenda. ’ A gestão das instruções, que costumava ser bastante complicada, tendo em conta a frota de 1300 carrinhos da Saulais, é agora feita automaticamente e sem problemas. Graças à identificação Visidot e aos códigos Datamatrix, a Saulais tem agora toda a informaçãoCada uma das camadas de plantas jovens que compõem o de que necessita para saber onde está o equipamento, e pode atécarrinho é identificada por 2 etiquetas Datamatrix: a primeira consultar as imagens arquivadas em caso de litígio.contém os elementos que identificam o produto e a segunda “Prevenção de erros, poupança de tempo, excelente rastreabilidadeconstitui as instruções para a camada. Aquando da expedição, e maior satisfação do cliente: para nós, a implementaçãoos carrinhos são colocados numa cabina equipada com da tecnologia de imagem foi um avanço considerável, umacâmaras. Em alguns segundos, os sensores detetam os códigos garantia de qualidade que realçamos regularmente nos nossosDatamatrix, independentemente da forma como estejam argumentos de venda”, conclui o Sr. Saulais. “Nem é necessáriocolocados ou em que direção estejam virados, incluindo etiquetas dizer que quaisquer outras instalações que abramos no futuroparcialmente obscurecidas ou alteradas. O sistema compara serão equipadas com este sistema da Zetes.”a composição do carrinho com o pedido do cliente, regista asinstruções, tira fotografias dos pedidos e guarda-as no servidor.Estas são guardadas durante 6 meses e podem ser examinadasem caso de litígio. O registo de entrega e a fatura são entãogerados automaticamente, completando assim o processo derastreabilidade da solução.Formação rápida: meio dia de teoria e um dia de orientaçãoO sistema foi apresentado aos operadores, que reconheceramque as verificações seriam mais eficazes, menos incómodas paraeles e mais fáceis de utilizar do que os formulários em papel.Algumas pessoas foram formadas rapidamente: de facto, só énecessário meio dia de instruções teóricas, seguido de um dia deorientação, para que um operador seja capaz de trabalhar com osistema sem ajuda. A tecnologia baseada em imagem é consideravelmente avançada 9
  10. 10. POSTAL/CORREIO A An Post prepara-se para um Natal ePOD Tudo a postos para o aumento da procura de serviços de entrega na época de Natal A An Post, o operador nacional de serviços postais da Irlanda, implementou uma solução ePOD, para se preparar para uma procura sem precedentes de serviços de entrega durante a época de Natal. Liam O’Sullivan, director das Operações de Correio, explica como preparou a empresa para o futuro. O que levou a An Post a dar prioridade à implementação da prova de entrega? ‘ Equipámos um grande número de Liam O’Sullivan Sendo uma das maiores empresas irlandesas, estamos constantemente à procura de formas de nos trabalhadores com mobilidade 3-em- aperfeiçoarmos, através da tecnologia e da melhoria dos 1, combinando leitura nas carrinhas, processos internos. Obviamente, o natal é a época do ano mais ‘mini monitorização e localização’ e movimentada para nós e, este ano, iremos oferecer a milhares de clientes que compram prendas pela Internet a possibilidade rastreabilidade em tempo real das de controlarem a chegada das suas encomendas em segurança, entregas. ’ em tempo real. Qual é a diferença na forma como a An Post abordou este O que se destaca em termos de inovação? projecto? Liam O’Sullivan Primeiro, equipámos um grande número de Liam O’Sullivan A prova de entrega electrónica (ePOD) já existe há trabalhadores com mobilidade 3-em-1, combinando leitura nas algum tempo, mas nenhum outro operador nacional de serviços carrinhas, ‘mini monitorização e localização’ e rastreabilidade postais realizou a sua implementação a nível global. A An Post em tempo real das entregas. Segundo, o sistema confirma que foi a primeira a equipar todos os seus 4200 distribuidores – que uma encomenda ou carta chegou ao destinatário até duas horas trabalham a pé, de bicicleta ou com carrinha – com a solução depois da entrega. Por fim, a forma como a Zetes nos forneceu a ePOD da Zetes, executada em leitores Intermec CN50, para solução, com um contrato de 3 anos de ‘serviço gerido’, é muito confirmar e controlar as entregas ou devoluções em tempo real. inovadora. A An Post paga uma mensalidade fixa que inclui Ampliar a solução a todos os distribuidores foi importante para hardware, software e apoio técnico, em vez de ter de realizar um nós, para cumprir a promessa de fiabilidade da marca An Post investimento de capital. e para alcançar sempre a ‘melhor experiência possível, porta a porta’. Que desafios foram ultrapassados? Liam O’Sullivan Optámos por uma implementação em três fases Quais foram os objectivos especificados para o projecto? devido à escala do projecto. A substituição de todo o papel dos Liam O’Sullivan A An Post tinha quatro objectivos: melhorar processos de entrega significou uma extensa gestão da mudança a experiência geral de distribuição ao proporcionar dados interna entre os nossos 4200 trabalhadores dos serviços postais, de rastreabilidade em tempo real; reduzir os procedimentos mas ao implicar os funcionários na selecção dos dispositivos administrativos manuais necessários para a prova de entrega portáteis, foi possível garantir o seu envolvimento logo desde o início. (POD); garantir que podemos tirar partido de desenvolvimentos futuros na tecnologia móvel; e, finalmente, melhorar a nossa O que pensa da colaboração com a Zetes? pegada ambiental através da redução do consumo de papel. Liam O’Sullivan A Zetes concluiu cada fase do projecto dentro do orçamento e do prazo. Ficámos impressionados com as capacidades de comunicação e os conhecimentos demonstrados pela equipa do projecto. Os conselhos que nos deram para alcançar poupanças adicionais, por exemplo, ao maximizar o tempo de vida útil das baterias, foram preciosos. Como é que o vosso investimento irá melhorar o negócio? Liam O’Sullivan Devido ao crescimento do comércio electrónico, os operadores dos serviços postais trabalham com parceiros internacionais de confiança para atravessar várias fronteiras e realizar entregas ‘no último quilómetro’. Assegurar que uma encomenda chega ao destinatário correcto no momento certo é a fase mais importante do processo de entrega e a An Post quer continuar a ser o parceiro de eleição no ‘último quilómetro’. Este A ePOD oferece a melhor experiência possível, porta a porta Natal dar-nos-á uma oportunidade perfeita para demonstrar o que conseguimos alcançar.10
  11. 11. EM ANÁLISEComo escolher a sua solução POD?Garantir a entrega de bens sem problemas é um desafio constante Quais são as principais vantagens de uma solução POD?para as empresas de transporte. Jean-Pierre Mouly, especialista Jean-Pierre Mouly Permitem-lhe registar a transferênciaem Auto-ID, realça as características mais importantes de uma da responsabilidade. O distribuidor e o destinatário têm umsolução POD eficiente. procedimento inequívoco para realizar esta transferência, consolidado por diferentes tipos de provas. Além disso, aComo escolher uma solução POD (prova de entrega)? monitorização que tem lugar a cada passo reduz o espaço paraJean-Pierre Mouly Uma “rastreabilidade comprovada” eficiente litígio e melhora a qualidade do serviço ao cliente. Também éimplica a troca de dados em tempo real entre todos os intervenientes interessante notar que a Zetes oferece a solução no modo SaaS:da cadeia de transporte. A solução deve permitir esta troca e, o capital permanece intacto e é paga apenas uma mensalidadeao mesmo tempo, ter em conta as exigências operacionais e enquanto a solução estiver a ser efectivamente utilizada, semfuncionais. haver preocupação com a administração técnica da solução.Quais devem ser as características de uma solução POD?Jean-Pierre Mouly A solução deve ser o mais “agnóstica” possívelpara deixar a porta aberta às plataformas e tecnologias maiscapazes de optimizar os processos existentes. As característicasnecessárias variam consoante o nível de segurança definido ESPECIALISTA DE PODno contrato de gestão da entrega (quantidade e tipo de provasrecolhidas). Contudo, devem satisfazer determinadas necessidades Luis Freitasfuncionais básicas: controlo dos operadores em tempo real, T: +351 21 415 22 00validação dos percursos, geoposicionamento, informação de data ehora, leitura da ID ou documento, captura de imagens, mensagens E: comercial@pt.zetes.commóveis... para além de outras exigências mais específicas:pagamentos móveis, prova biométrica, autenticação por eID, etc. TRANSPORTE E LOGÍSTICACaixas, paletes e carrinhos para transporte de volumes com RFIDA TNT Innight utiliza uma solução de monitorização e localização Optimizar os processos de logística em conjunto com os clientespor RFID para controlar 80 000 caixas nas instalações do seu Em 2005, a TNT Innight substituiu o seu sistema de monitorizaçãocliente, a Kramp, poupando tempo e dinheiro. e localização original por uma solução da Zetes. A solução baseia- se no software Medea Logistics Execution, ligado a um sistemaDistribuição eficiente durante a noite de gestão de transporte personalizado da TNT Innight e a 500A TNT Innight é especialista em soluções de distribuição noturna terminais portáteis. Juntamente com os seus maiores clientes,há 40 anos. Isto significa que as encomendas são recolhidas no como a Kramp e a Rabobank, nos últimos anos a TNT Innightfinal do dia e entregues aos clientes no dia seguinte antes das identificou casos de negócio bem-sucedidos para melhorar19:00. A distribuição nocturna acelera os processos logísticos dos significativamente os seus processos logísticos utilizando a RFID.clientes da TNT Innight, tornando os tempos de devolução mais Ser capaz de identificar e localizar mais rapidamente os meios decurtos. O processo envolve a utilização de um grande número de transporte restituíveis (como caixas) demonstrou ser fundamentalcaixas, paletes e carrinhos para transporte de volumes, que são para o sucesso em todos os casos.preciosos para os clientes. Ao melhorar a rastreabilidade destesmeios de transporte e ao reduzir a percentagem de perdas, a TNT RFID para distribuição de caixas com peçasInnight ajuda os seus clientes a poupar tempo e dinheiro. O primeiro cliente com RFID da TNT Innight foi a Kramp (Países Baixos). A Kramp fornece peças para máquinas agrícolas, envolvendo a utilização de 80 000 caixas. Algumas destas caixas são deixadas nos locais de entrega ou perdem-se. Por esse motivo, a TNT Innight e a Zetes desenvolveram uma solução de RFID baseada em etiquetas UHF classe 1 Gen 2, que permite a identificação e localização mais rápida de todas as caixas. A RFID é melhor do que os códigos de barras, pois permite fazer a leitura de 150 caixas em simultâneo, mesmo que estas não estejam todas visíveis. A palete é levada através de um portão por meio de uma empilhadora. Além disso, os códigos de barras podem tornar-se ilegíveis devido a riscos, enquanto as etiquetas de RFID se mantêm legíveis. Distribuição nocturna pela TNT Innight 11
  12. 12. LOGÍSTICA PORTUÁRIA OPM investe em tecnologia wireless Sociedade de Operações Portuárias da Madeira com comunicações wireless rápidas e seguras A OPM teve necessidade de cobrir toda a zona portuária e de actualizar a sua rede wireless já obsoleta com os novos padrões de segurança contemplando também a norma N. RESUMO DOS BENEFÍCIOS, DESAFIOS DA IMPLEMENTAÇÃO A OPM como empresa de movimentação de carga que é, precisa E A SOLUÇÃO de efectuar todas as comunicações de forma segura e via wireless. Como tal, a OPM teve necessidade de cobrir toda a zona portuária e BENEFÍCIOS de actualizar a sua rede wireless já obsoleta com os novos padrões • Comunicações mais rápidas e sem quebra de sinal de segurança contemplando também a norma N. • Comunicação segura, segundo a norma N “O sistema anterior apresentava falhas na cobertura e tinha uma • Conexão web para terminais iPad para controlo de cargas largura de banda insuficiente para os novos requisitos aplicacionais e descargas dos navios e gestão do parque de contentores e necessitávamos de uma solução robusta e de fácil gestão, capaz de responder eficazmente a todos os requisitos de uma operação DESAFIOS DA IMPLEMENTAÇÃO portuária. Outro dos requisitos consistia na capacidade do sistema • Realização do estudo de cobertura através de ferramentas wireless funcionar com a norma 802.11g/n, normas utilizadas específicas para simular as antenas a 30 metros de altura; pelos equipamentos iPads que são utilizados nos registos das • Assemblagem da solução completa e à prova de ambiente operações”, explicou Miguel Chaves, Director de Informática da adverso (sol, chuva, vento sul, entre outros); OPM. • Desafio de implementar a solução numa altura de 30 metro da linha de água. ‘ As operações passaram a ser mais rápidas e as SOLUÇÃO comunicações sem quebra de sinal ’ • Comunicação Wireless Motorola: • RFS 6000 • AP 7131 Após consultar o mercado, a OPM decidiu trabalhar com a Zetes Burótica por ter sido a única empresa a responder às especificidades • Antenas tipo 1 e tipo 2 ML-2499 técnicas e por ter demonstrado total disponibilidade. “A Zetes Burótica revelou empenho e capacidade técnica desde o A OPM – Sociedade de Operações Portuárias da Madeira, Lda., primeiro momento”, acrescentou Miguel Chaves. dedica-se à actividade portuária de movimentação de Cargas nos Aquando do estudo prévio, a Zetes Burótica deparou-se com alguns Portos da Região Autónoma da Madeira, além da gestão de todo o desafios técnicos colocados pela OPM, nomeadamente ao nível parque de contentores. da segurança, dos níveis da cobertura, performance da solução, capacidade de implementação/instalação e o respectivo suporte. Após a análise, a Zetes Burótica conseguiu garantir o nível de investimento totalmente adequado ao projecto. A solução wireless foi implementada num curto espaço de tempo, tendo sido assemblada, preparada e configurada toda a infraestrutura antes da instalação. A equipa técnica procedeu à instalação da solução em postes eléctricos numa altura de 30 metro da linha de água, com o recurso a guindastes. Todos os AP’s foram colocados em caixas estanque com dois respiradores à prova de água para resistirem às intempéries. A implementação foi um sucesso e cumpriu a sua missão, de fornecer uma comunicação rápida e eficaz às operações da OPM. “As operações passaram a ser mais rápidas e as comunicações sem quebra de sinal”, concluiu Miguel Chaves. Poste com AP´s e antenas exteriores suspensos WWW.ZETES.COM | ALWAYS A GOOD ID12 BELGIUM | COTE D’IVOIRE | CZECH REPUBLIC | FRANCE | GERMANY | GREECE | IRELAND | ISRAEL | ITALY | NORDIC COUNTRIES | PORTUGAL | SOUTH AFRICA | SPAIN | SWITZERLAND | THE NETHERLANDS | UNITED KINGDOM

×