As grandes religiões do mundo

16,408 views

Published on

1 Comment
6 Likes
Statistics
Notes
  • Tem muita coisa boa em cada uma, infelizmente o fanatismo cego faz com que alguns pensem que é preciso eliminar outras
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
16,408
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,382
Actions
Shares
0
Downloads
652
Comments
1
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

As grandes religiões do mundo

  1. 1. ?????????? Vamos tentar perceber ... O que é? Que importância tem?
  2. 2. A Liberdade religiosa é, em primeiro lugar, um... DIREITO FUNDAMENTAL DE TODAS AS PESSOAS!.... “ Toda a pessoa tem direito à liberdade de pensamento, consciência, religião; este direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou colectivamente, em público ou em particular.” Artigo 18 da Declaração Universal dos Direitos Humanos
  3. 3. Igualdade Respeito Diálogo / Conhecimento A lei fundamental do nosso país afirma: “ A liberdade de consciência, de religião e de culto é inviolável ” (Artigo 41 da Constituição da República Portuguesa) A liberdade religiosa exige igualdade, que todas as pessoas e religiões sejam tratadas de forma igual. A liberdade religiosa exige respeito pelo outro que é diferente, para que não haja qualquer tipo de violência por motivos religiosos A liberdade religiosa exige diálogo que permita conhecer e valorizar a riqueza das outras religiões; que permita criar laços de colaboração, tendo em vista o bem comum....
  4. 4. ?????????? Vamos procurar conhecer!...
  5. 6. OM é o som mais sagrado para os hindus. O «3» significa a trindade dos deuses. O «O» é o silêncio de Deus que o hindú procura atingir. Símbolo
  6. 7. O hinduísmo não tem fundador . A sua origem ocorreu na Índia, há mais de três mil anos. O nome «hindu» foi posteriormente dado pelos árabes. Fundador
  7. 8. <ul><li>Os textos sagrados do hinduísmo são tão extensos quanto variados. Esses textos são: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Vedas ; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Upanixade ; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Mahabharata ; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Ramayana . </li></ul></ul></ul></ul>Texto Sagrado
  8. 9. <ul><li>O hinduismo é uma religião politeísta que venera muitos deuses. </li></ul><ul><li>Alguns princípios fundamentais desta religião são: </li></ul><ul><ul><li>Transmigração das almas ou reencarnação ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Carma – “Somos o que fizemos, seremos o que fazemos ou faremos” </li></ul></ul><ul><ul><li>Darma – lei que mantém a ordem do mundo. </li></ul></ul>Princípios Fundamentais
  9. 10. <ul><li>A sociedade hindu está dividida em quatro castas : </li></ul><ul><ul><li>brâmanes, </li></ul></ul><ul><ul><li>guerreiros e homens políticos, </li></ul></ul><ul><ul><li>comerciantes, </li></ul></ul><ul><ul><li>trabalhadores e servidores. </li></ul></ul>A vida pessoal também tem quatro etapas : a de estudante, a de pessoa casada, a etapa eremítica e a etapa de despojamento total. A ética hindu consiste, fundamentalmente, em viver a não – violência . Preceitos de Conduta Sacerdote Brâmane Família Hindú
  10. 11. O culto é sobretudo praticado em casa . A oração deve fazer-se pelo menos duas vezes ao dia, ao nascer e ao por do sol. Recitam-se textos dos Vedas e fazem-se oferendas – incenso, luz, flores, alimentos - à divindade. Orações e práticas Templo Doméstico
  11. 12. Há muitos templos hindus espalhados por toda a Índia e dedicados a diversas divindades. Templo
  12. 13. O hinduísmo crê que alguns deuses vivem em locais sagrados. Entre esses lugares sagrados destaca-se Varanasi , cidade da luz , onde mora Xiva. Cidade Sagrada Varanasi
  13. 14. Makara Sankrani , festa das colheitas e do regresso do sol; Holi , comemoração da primavera e da fecundação; Diwali , festa das luzes em honra da deusa da prosperidade e da felicidade. Festas Principais Diwali - Festa das Luzes
  14. 15. O hinduísmo reconhece a diversidade dos caminhos que conduzem a Deus. Há uma enorme tolerância face às outras expressões religiosas. Atitude face às outras religiões
  15. 17. Diz-se que Buda “pôs em movimento a roda do dharma” e, por isso, os seus ensinamentos são frequentemente simbolizados pela Roda da Lei . Símbolo
  16. 18. Sidharta Gautama , mais tarde chamado Buda – que significa « o iluminado » Fundador
  17. 19. <ul><li>Tripitaka ou escrituras do budismo primitivo são constituídas por três colecções de textos: </li></ul><ul><ul><li>Vinaya , regras monásticas da comunidade fundada por Buda; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sutras ou sermões do Buda; </li></ul></ul><ul><ul><li>Abhidharma , tratado doutrinal que procura esclarecer o sentido do ensino de Buda. </li></ul></ul>Texto Sagrado
  18. 20. O ensinamento de Buda: “ As Quatro Nobres Verdades ”: 1ª - A existência e universalidade do sofrimento. 2ª A origem e a causa do sofrimento é o desejo. 3ª O fim do sofrimento está na supressão do desejo. 4ª O caminho para eliminar o sofrimento está na via dos “oito passos”. Através dele atinge-se o nirvana . Princípios Fundamentais
  19. 21. A ioga é um dos principais meios para atingir a purificação. A moral budista é uma atitude perante a existência: evitar tudo o que pode trazer o mal . Preceitos de conduta
  20. 22. Vai-se ao templo para venerar e levar oferendas a Buda , representado por uma estátua. Os monges desempenham um papel importante através do exemplo e do ensinamento. Os monges, chamados bonzos, vivem em comunidade nos mosteiros e dedicam-se à oração . Orações e práticas Bonzo Moinho de Oração
  21. 23. No budismo há muitos templos. Templo
  22. 24. <ul><li>Os quatro lugares mais sagrados do budismo estão relacionados com a vida de Buda: </li></ul><ul><ul><li>Lumbini , no Nepal, lugar onde nasceu; </li></ul></ul><ul><ul><li>Bodhgaya , onde acedeu à Iluminação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sarnath , onde fez o seu primeiro sermão; </li></ul></ul><ul><ul><li>Kusinagara , onde morreu. </li></ul></ul>Cidade Sagrada Nascimento de Buda
  23. 25. Paranirvana – festa da entrada do Buda no Nirvana; Cerimónia da limpeza do Buda ; Festa das Flores – marca o aniversário do nascimento do Buda. Festas Principais
  24. 26. O budismo apresenta uma tolerância sem restrições relativamente às outras religiões. Atitude face às outras religiões
  25. 28. A estrela de seis pontas era o emblema do escudo do grande rei David. Com o tempo, a Estrela de David passou a ser usada como símbolo do povo judeu. Símbolo
  26. 29. <ul><li>O judaísmo é a religião da aliança entre Deus e o povo judeu. </li></ul><ul><li>Os patriarcas Abraão, Isaac e Jacob são os pais de Israel </li></ul><ul><li>Treze séculos antes de Cristo, Moisés recebe, no monte Sinai, as tábuas da Lei </li></ul><ul><li>O judaísmo é fruto da árvore religiosa plantada por Abraão e Moisés, na Palestina . </li></ul>Fundador
  27. 30. Existe ainda a Lei oral ou Talmude que é a interpretação e a reactualização da Torá de Moisés, realizada por doutores qualificados. <ul><li>A Bíblia está dividida em três partes: </li></ul><ul><li>Torá = Pentateuco – os cinco primeiros livros da bíblia, que contêm a Lei de Moisés; </li></ul><ul><li>Nevim = Livros dos Profetas; </li></ul><ul><li>Ketubim = Outros Escritos. </li></ul>Texto Sagrado
  28. 31. Deus faz uma Aliança com Israel. Deus é único, eterno e criou todo o universo Deus criou o ser humano à sua «imagem e semelhança». Existe vida para além da morte. Princípios Fundamentais
  29. 32. « Amarás o teu Eterno Deus do fundo do coração, da tua alma e do teu poder » (Dt 6, 5), « Amarás o teu próximo como a ti mesmo» (Lev 19, 18), «sem esquecer o estrangeiro » (Lev 19, 34). Preceitos de Conduta
  30. 33. O dia é marcado por três orações principais : de manhã ( Saharit ), ao meio-dia ( Minha ) e ao entardecer ( Arbit ). Orações e práticas
  31. 34. Sinagoga . Sem imagens e objectos no altar. No centro está a arca onde se guardam os Rolos da Torá. A arca situa-se na parede oriental, em direcção a Jerusalém. Templo
  32. 35. Jerusalém , a cidade onde o rei Salomão construiu o seu Templo. Cidade Sagrada
  33. 36. Sabat (Sábado): o dia de descanso e meditação; Pesah (Páscoa): celebra o êxodo do Egipto; Shavuot (Pentecostes): comemoração da entrega da Torá a Moisés no Sinai. Sukkoth (Festa das Tendas): celebra os 40 anos do povo de Israel no deserto; Yom Kippur (Dia do Perdão): dia de jejum absoluto durante o qual o fiel, reconciliado com os outros, pede perdão a Deus. Festas Principais Refeição - Sabat Sukkoth
  34. 37. Os judeus não condenam as outras religiões e, muitos deles, estão abertos a uma colaboração com pessoas que não professam a sua fé. Atitudes face às outras religiões Oração pela Paz
  35. 39. Cruz Cristã - símbolo da crucificação de Jesus, representa o seu amor pela humanidade. Símbolo
  36. 40. O cristianismo é a religião daqueles que acreditam que Jesus Cristo é Filho de Deus, feito homem que , depois da sua pregação, foi executado na cruz e ressuscitou . Fundador
  37. 41. A Bíblia cristã é constituída por duas partes: 2 - Novo Testamento engloba os Quatro Evangelhos, os Actos dos Apóstolos, as Epístolas, as Cartas e o Apocalipse de São João. 1 -Antigo Testamento – corresponde à Bíblia Judaica; Texto Sagrado
  38. 42. Deus Pai , criador de todas as coisas, revelou-se plenamente em Jesus Cristo . Jesus Cristo, Filho de Deus, encarnou para libertar a humanidade do mal e da servidão. O Espírito Santo derrama os seus dons nos seres humanos. O Deus cristão é TRINITÁRIO Princípios Fundamentais
  39. 43. A vida cristã é orientada pelo duplo mandamento: AMAR A DEUS E AMAR O PRÓXIMO . Preceitos de conduta
  40. 44. A oração cristã é, por excelência, o Pai-Nosso . Os fiéis reunem-se ao Domingo para louvar a Deus e partilhar a vida e o pão e o vinho eucarísticos. Orações e práticas
  41. 45. Igreja Principal local de culto para os cristãos. Os maiores templos são as basílicas e os menores as capelas. Templo
  42. 46. Jerusalém , a cidade onde Jesus Cristo foi crucificado e, três dias após a morte, ressuscitou. Cidade Sagrada
  43. 47. Domingo recorda a Páscoa do Senhor Jesus. Natal , celebra o nascimento de Jesus Cristo. Páscoa recorda a sua ressurreição. Pentecostes evoca a entrega do Espírito Santo aos Apóstolos. Festas Principais
  44. 48. Os cristãos reconhecem a liberdade religiosa da pessoa humana e respeitam as riquezas espirituais das outras tradições religiosas. Atitude face às outras religiões
  45. 50. HILAL OU CRESCENTE tornou-se no símbolo do islamismo. Está ligado à realeza árabe e ao calendário lunar, que governa a vida religiosa islâmica Símbolo
  46. 51. Maomé , o «Mensageiro», não é o fundador, mas o Profeta do Islão. Fundador Maomé e seus discípulos
  47. 52. O Alcorão , em árabe «a recitação», é a palavra de Deus recebida por Maomé por intermédio do arcanjo Gabriel. Toda a vida religiosa e social dos muçulmanos inspira-se neste livro sagrado. Texto Sagrado
  48. 53. O credo fundamental do muçulmano pode ser resumido na expressão: “ Há um só Deus, Allah, e Maomé é o Profeta de Allah ”. Allah é transcendente e omnipotente. Maomé é o Maior dos Profetas . Princípios Fundamentais
  49. 54. A vida muçulmana segue as prescrições do Alcorão e o exemplo do Profeta. «Deus manda a justiça, a bondade e a caridade para com o próximo». O reconhecimento de Deus implica a prática da justiça. A convivência e a generosidade devem caracterizar as relações pessoais e sociais do muçulmano Preceitos de Conduta Palavras do profeta
  50. 55. “ Os Cinco pilares do Islão ”: 1 ) A profissão de fé . 2) A oração rezada cinco vezes ao dia. 3) O jejum durante o mês do Ramadão (mês em que Allhah revelou o Alcorão) 4) A esmola 5) A peregrinação a Meca , se possível, pelo menos uma vez na vida. Orações e práticas Meca
  51. 56. A Mesquita é “o coração da sociedade muçulmana”. Os muçulmanos ali devem orar, especialmente às sextas-feiras, o dia santo muçulmano. Templo
  52. 57. Meca , Medina e Jerusalém , cidades onde, respectivamente, Maomé nasceu, foi sepultado e subiu aos céus. Cidade Sagrada
  53. 58. A sexta-feira é o dia da oração acompanhada do sermão na mesquita. Id al-Fitr , a Festa da Quebra do Jejum, terminado o Ramadão. Id al-Adha : a Festa do Sacrifício no último dia da peregrinação. Mulid : o povo celebra o nascimento do profeta; Miraj : recordação da viagem do profeta e da sua ascensão celeste. Festas Principais Fim do Ramadão
  54. 59. Respeito em particular pelas « Gentes do Livro », isto é, pelos judeus e cristãos. Atitudes face às outras religiões

×