• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Ce bs
 

Ce bs

on

  • 1,123 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,123
Views on SlideShare
403
Embed Views
720

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

10 Embeds 720

http://cebsdecaetite.blogspot.com.br 662
http://cebsdecaetite.blogspot.pt 22
http://cebsdecaetite.blogspot.com 19
http://www.cebsdecaetite.blogspot.com.br 7
http://cebsdecaetite.blogspot.fr 3
http://cebsdecaetite.blogspot.de 3
http://cebsdecaetite.blogspot.ru 1
http://www.cebsdecaetite.blogspot.com 1
http://www.cebsdecaetite.blogspot.de 1
http://cebsdecaetite.blogspot.com.es 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Ce bs Ce bs Presentation Transcript

    • CEBs As Comunidades Eclesiais de Base
    • Comunidades Eclesiais de Base • São comunidades ligadas principalmente à Igreja Católica que, incentivadas pelo Concílio Vaticano II (1962-1965), se espalharam principalmente nos anos 70 e 80 no Brasil e na América Latina. • Consistem em comunidades reunidas geralmente em função da proximidade territorial, compostas principalmente por membros das classes populares, vinculadas a uma igreja, cujo objetivo é a leitura bíblica em articulação com a vida.
    • Comunidades Eclesiais de Base • Através do método ver-julgar-agir buscam olhar a realidade em que vivem (VER), julgá-la com os olhos da fé (JULGAR) e encontrar caminhos de ação impulsionados por este mesmo juízo á luz da fé (AGIR). • A ação encontra respostas variadas segundo as circunstâncias, transcendendo os limites das igrejas. • Estas comunidades impulsionaram a criação de clubes de mães, associações de moradores, inserção no movimento operário, e outras iniciativas que fortaleceram o movimento social. • Durante a luta contra a ditadura militar, deram uma grande contribuição à redemocratização do Brasil.
    • Introdução • As CEBs são comunidades, uma reunião de pessoas que vivem na mesma região e possuem a mesma fé. • São eclesiais, porque estão unidas à Igreja. • São de base porque são constituídas de pessoas das classes populares. • Localizam-se em geral na zona rural e na periferia das cidades. Organizam-se em torno das paróquias ou capelas por iniciativa de leigos, padres ou bispos.
    • Introdução • Segundo Frei Betto, as CEBs são uma nova forma de organizar a pastoral. Tradicionalmente, a pastoral da Igreja Católica é organizada em torno das paróquias. As CEBs permitem que a organização paroquial se dê através de comunidades menores, onde os membros podem estabelecer laços comunitários entre si. Assim, as paróquias podem se tornar verdadeiras comunidades paroquiais.
    • Quatro traços distintivos de uma CEB • A) O primeiro traço é a territorialidade: são pessoas que se reúnem por proximidade geográfica. Esta proximidade está na origem da discussão e reivindicação por serviços básicos (água, saneamento ou melhorias no bairro). • B) Grupos de Reflexão: os grupos se reúnem para leitura e reflexão da Palavra de Deus e confrontála com a vida cotidiana. Muitas comunidades iniciaram a partir destes círculos bíblicos e passaram a organizar celebração dominical, com ou sem sacerdote.
    • Quatro traços distintivos de uma CEB • C) Participação e discussão dos problemas comunitários em conselhos ou assembléias, com ampla participação dos membros. • D) A partir das necessidades das comunidades, foram surgindo diversos ministérios leigos ao longo da história das CEBs: ministros da Eucaristia, ministros das pastorais específicas ou grupos de alfabetização de adultos, hortas comunitárias, clubes de mães. • A partir da reflexão sobre os problemas da família, do trabalho e do bairro, as CEBs ajudaram a criar movimentos sociais para organizar sua luta: associações de moradores, luta pela terra e também o fortalecimento do movimento operário.
    • ORIGENS DAS CEBs • Normalmente se considera que sua origem se deu no começo dos anos 60, como resultado da experiência de catequese popular em Barra do Piraí (1956) ou do Movimento da Diocese de Natal, ou ainda do Movimento de Educação de Base. • Sua gestação e nascimento se deram no contexto mundial da Guerra Fria (compreendendo o período entre o final da Segunda Guerra Mundial (1945) e a extinção da União Soviética (1991), quando o mundo era dividido entre o bloco comunista e o bloco capitalista.
    • ORIGENS DAS CEBs • Uma das motivações iniciais era suprir a ausência de padres nas regiões onde os desafios eram maiores, nas quais os batizados não tinham nenhum contato com um processo de evangelização. A auto-organização leiga preencheria esta lacuna, sob a autoridade do bispo local. • Não se pode negar a influência do esforço da Ação Católica na questão da cidadania, os esforços de renovação pastoral do Movimento para um Mundo Melhor e dos Planos de pastoral da CNBB - Plano de Emergência e Plano de Pastoral de Conjunto - e também a rearticulação da pastoral popular após o golpe militar de 1964. • As conferências católicas de Medellín (1968) e de Puebla (1979) colaboraram decisivamente para sua evolução. Medellín preencheu o imaginário eclesial com a temática da Libertação e Puebla com a evangélica opção preferencial pelos pobres.
    • CARACTERÍSTICAS DAS CEBs • As CEBs se constituem de grupos de pessoas (em torno de 20 a 80) que, morando no mesmo bairro ou nos mesmos povoados, se encontram para refletir e transformar a realidade à luz da Palavra de Deus e das motivações religiosas. • A partir de sua organização elas começavam também a reivindicar pequenas melhorias nos bairros, mas, ao mesmo tempo, iniciavam uma caminhada para tomar consciência da situação social e política. • Queriam a transformação da sociedade. Inspiradas no método "Paulo Freire" de alfabetização de adultos, executavam uma metodologia que levasse da conscientização à ação.
    • CARACTERÍSTICAS DAS CEBs • Por suas características ecumênicas, o movimento extrapolou os limites da Igreja Católica e as comunidades passaram contar com representantes também de igrejas como Metodista, Luterana e Presbiteriana. • Os membros das CEBs no Brasil se encontram periodicamente nos chamados "Encontros Intereclesiais", sendo que o penúltimo deles (o 11º encontro) foi realizado no dia entre 19 e 22 de julho de 2005, no Brasil, na cidade de Ipatinga, Minas Gerais, Diocese de Itabira. • Reuniu 3219 delegados das comunidades de base, 420 religiosos, 380 sacerdotes, 50 bispos católicos e dois anglicanos, 48 pessoas de outras igrejas cristãs, entre as quais 23 pastores, representantes de 32 povos indígenas e crentes da cultura e espiritualidade afro-brasileira.
    • CARACTERÍSTICAS DAS CEBs • Em 2000 existiam cerca de 70 mil núcleos de Comunidades Eclesiais de Base no Brasil, nas cidades e no campo, segundo o Instituto de Estudos da Religião (Iser), do Rio de Janeiro. • Uma pesquisa realizada por Pierrucci e Prandi indicam a existência de 1,8 milhões de católicos adultos atuantes nas CEBs, de um total de 14 milhões que participam de algum movimento católico organizado.
    • Encontros intereclesiais • 1º Intereclesial - Vitória (Espírito Santo), 1975. Tema: Uma Igreja que nasce do povo pelo Espírito de Deus. • 2º Intereclesial - Vitória (Espírito Santo), 1976. Tema: Igreja, povo que caminha. • 3º Intereclesial - João Pessoa, (Paraíba), 1978. Tema: Igreja, povo que se liberta. • 4º Intereclesial - Itaici (São Paulo), 1981. Tema: Povo oprimido que se organiza para a libertação. • 5º Intereclesial - Canindé (Ceará),1983.Tema: Igreja, povo unido, semente de uma nova sociedade. • 6º Intereclesial - Trindade (Goiás), 1986. Tema: Cebs, povo de Deus em busca da terra prometida.
    • Encontros intereclesiais • 7º Intereclesial - Duque de Caxias (Rio de Janeiro), 1989. Tema: Povo de Deus na América Latina a caminho da libertação. • 8º Intereclesial - Santa Maria (Rio Grande do Sul), 1992. Tema: Povo de Deus renascendo das culturas oprimidas. • 9º Intereclesial - São Luís (Maranhão), 1997. Tema: Cebs, vida esperança nas massas. • 10º Intereclesial - Ilhéus (Bahia), 2000. Tema: Cebs, povo de Deus, 2000 anos de caminhada. • 11º Intereclesial - Ipatinga (Minas Gerais), 2005. Tema: Cebs, espiritualidade libertadora. • O 12º Intereclesial das CEBs foi realizado de 21 a 25 de julho de 2009, na cidade de Porto Velho, capital do Estado de Rondônia, e teve como tema CEBs: Ecologia e Missão e o lema Do Ventre da Terra, o grito que vem da Amazônia. • O 13º Intereclesial das CEBs será realizado em Cratos, Ceará, em 2014, nas terras do Pe. Cícero