Cyberespaço
Wylliams Barbosa Santos
http://about.me/wylliams
wbs@cin.ufpe.br
@wylliams
Desafios do Novo
Espaço de Convivên...
Sociedade?
Inovação?
Ciberespaço?
Redes Sociais?
Gerações?
Futuro?
Isolamento Social?
Crimes Digitais?
1,7 mil doutores
1 doutor para cada 135 habitantes
Revoluções da
Sociedade
Revoluções da
Sociedade
Revoluções de
FATO?!?
1900’: radio (broadcast)
1920’: televisão
1950’: computador
1960’: rede de computadores
1990’: web
PESSOAS!!
Revoluções da
Sociedade
Conectividade
E s p a ç o d e
C o n v i v ê n c i a
I n t e r c o n e x ã o
e n t r e P e s s o a s
....ciberespaço
Modo de Produção
Espaço de convivência
Estilo de agir, viver e ser
Viver no Cyberespaço nos
afasta da realidade
As experiências vividas são
reais!
Redes
Sociais
Seis Graus de Separação
Seis Graus de Separação
24http://oracleofbacon.org/
Finalidades...
Empresas
Sociedade?
Inovação?
Ciberespaço?
Redes Sociais?
Gerações?
Futuro?
Isolamento Social?
Crimes Digitais?
31
Recife-PE, Brazil
Thanks!
Obrigado!
Wylliams Barbosa Santos
http://about.me/wylliams
wbs@cin.ufpe.br
@wylliams
Recife-P...
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência

214 views
157 views

Published on

Apresentação sobre o Cyberespaço - Desafios no Novo Espaço de Convivência. Evento: I JusNabuco (Novos Direitos); na Faculdade Joaquim Nabuco - Unidade Recife. Palestra realizada no dia 04 de Dezembro de 2012.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
214
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Perguntar o que a turma consegue interpretar da ilustração...Faz alusão a cloudcomputing– computação nas nuvens!!!Apresentar o título do capítulo. Destacar que a ilustração representa o novo ser humano, e questionar a turma: por que será que esse homem foi representado dessa forma, quais os conceitos que a ilustração nos passa? Deixar os alunos responderem, considerar as possíveis interpretações.A intenção original dos autores eram:- [face substituída pelo @] o novo ser humano é reconhecido pelo endereço de uma conta de email, um pefil numa rede social, um nickname e outras identidades não necessariamente relacionadas à aparência física; [o computador na mão] o novo ser humano usa computadores como uma prótese, um instrumento para potencializar suas habilidades; [estar voando] o novo ser humano habita o ciberespaço em vez das cidades, não está mais preso ao espaço nem ao tempo nem ao físico.Quais os conceitos trabalhados nessa ilustração? Pergunte para a turma e discuta as possibilidades de interpretação da ilustração.Em essência, os autores querem mostrar que não é apenas uma mudança social que estamos passando. O próprio conceito de ser humano está mudando, está surgindo um novo “ser”, ou ao menos uma nova configuração psíquica. Os estudos da subjetividade contemporânea apontam numa mesma direção: tal como a Revolução Industrial deu origem a um longo processo de mudanças que resultou na emergência do homem do século XX, a Revolução da Internet desencadeou um processo de transformações, ainda em curso, que está gerando o homem do século XXI.
  • Inovarésair da zona de conforto!!Quandoinovamosexistealgumproblema!!!Com inovação, temosdescontinuidade!!
  • Perguntar o que a turma consegue interpretar da ilustração...Faz alusão a cloudcomputing– computação nas nuvens!!!Apresentar o título do capítulo. Destacar que a ilustração representa o novo ser humano, e questionar a turma: por que será que esse homem foi representado dessa forma, quais os conceitos que a ilustração nos passa? Deixar os alunos responderem, considerar as possíveis interpretações.A intenção original dos autores eram:- [face substituída pelo @] o novo ser humano é reconhecido pelo endereço de uma conta de email, um pefil numa rede social, um nickname e outras identidades não necessariamente relacionadas à aparência física; [o computador na mão] o novo ser humano usa computadores como uma prótese, um instrumento para potencializar suas habilidades; [estar voando] o novo ser humano habita o ciberespaço em vez das cidades, não está mais preso ao espaço nem ao tempo nem ao físico.Quais os conceitos trabalhados nessa ilustração? Pergunte para a turma e discuta as possibilidades de interpretação da ilustração.Em essência, os autores querem mostrar que não é apenas uma mudança social que estamos passando. O próprio conceito de ser humano está mudando, está surgindo um novo “ser”, ou ao menos uma nova configuração psíquica. Os estudos da subjetividade contemporânea apontam numa mesma direção: tal como a Revolução Industrial deu origem a um longo processo de mudanças que resultou na emergência do homem do século XX, a Revolução da Internet desencadeou um processo de transformações, ainda em curso, que está gerando o homem do século XXI.
  • Apresentar as revoluções sociais reconhecidas ao longo da história humana. Indicar para a turma que geralmente uma revolução social é causada por uma inovação tecnológica que provoca descontinuidade nos mais variados setores da vida em sociedade: trabalho, moradia, convivência.Comentar o livro “A Terceira Onda” de Alvin Toffler (1980): primeira onda  provocada pela revolução agrícola (decorrente da técnica do cultivo) segunda onda  revolução industrial (decorrente da energia inanimada) terceira onda  estaria sendo provocada pelo Conhecimento decorrente das necessidades instauradas pelo industrialismo; para o autor, o Conhecimento é o capital da nova sociedade. Contudo, na época em que escreveu o livro “A Terceira Onda” (Tofler, 1980), a internet ainda não era acessível à população em geral, ainda não havia se tornado um grande fenômeno social.
  • Apresentar as revoluções sociais reconhecidas ao longo da história humana. Indicar para a turma que geralmente uma revolução social é causada por uma inovação tecnológica que provoca descontinuidade nos mais variados setores da vida em sociedade: trabalho, moradia, convivência.Comentar o livro “A Terceira Onda” de Alvin Toffler (1980): primeira onda  provocada pela revolução agrícola (decorrente da técnica do cultivo) segunda onda  revolução industrial (decorrente da energia inanimada) terceira onda  estaria sendo provocada pelo Conhecimento decorrente das necessidades instauradas pelo industrialismo; para o autor, o Conhecimento é o capital da nova sociedade. Contudo, na época em que escreveu o livro “A Terceira Onda” (Tofler, 1980), a internet ainda não era acessível à população em geral, ainda não havia se tornado um grande fenômeno social.
  • Apresentar as revoluções sociais reconhecidas ao longo da história humana. Indicar para a turma que geralmente uma revolução social é causada por uma inovação tecnológica que provoca descontinuidade nos mais variados setores da vida em sociedade: trabalho, moradia, convivência.Comentar o livro “A Terceira Onda” de Alvin Toffler (1980): primeira onda  provocada pela revolução agrícola (decorrente da técnica do cultivo) segunda onda  revolução industrial (decorrente da energia inanimada) terceira onda  estaria sendo provocada pelo Conhecimento decorrente das necessidades instauradas pelo industrialismo; para o autor, o Conhecimento é o capital da nova sociedade. Contudo, na época em que escreveu o livro “A Terceira Onda” (Tofler, 1980), a internet ainda não era acessível à população em geral, ainda não havia se tornado um grande fenômeno social.
  • Rádio... RoadcastingDesestabilizar a turma, colocar em dúvida se a rede de computadores está de fato provocando uma revolução: Será que estamos mesmo vivenciando um momento revolucionário em nossa sociedade? Seria alguma outra tecnologia que estaria mudando a sociedade?Orientação para o debate... Os meios de comunicação em massa e o computador isoladamente, embora mudem a forma de disseminar e processar informação, não modificam o espaço de convivência, pois não é possível interagir por meio de um computador isolado ou por meio da televisão. As redes de computadores, que possibilita a interconexão entre PESSOAS, é a tecnologia que tem modificado o espaço de convivência e os estilos de viver. Microcomputadores apoiaram a revolução, por disseminar os computadores na sociedade, mas sem as redes não revolucionariam. Análise semelhante se aplica para a web e as mídias sociais (estas tecnologias são consequências do fato dos computadores estarem em rede, não se constituem a origem da revolução). Não é preciso que a turma já consiga ter clareza deste fato no slide atual. O objetivo é fazer a turma se questionar sobre o impacto das tecnologias, e fazer os alunos refletirem sobre o poder de uma tecnologia em promover uma revolução em nossa sociedade.
  • Perguntar o que a turma consegue interpretar da ilustração...Faz alusão a cloudcomputing– computação nas nuvens!!!Apresentar o título do capítulo. Destacar que a ilustração representa o novo ser humano, e questionar a turma: por que será que esse homem foi representado dessa forma, quais os conceitos que a ilustração nos passa? Deixar os alunos responderem, considerar as possíveis interpretações.A intenção original dos autores eram:- [face substituída pelo @] o novo ser humano é reconhecido pelo endereço de uma conta de email, um pefil numa rede social, um nickname e outras identidades não necessariamente relacionadas à aparência física; [o computador na mão] o novo ser humano usa computadores como uma prótese, um instrumento para potencializar suas habilidades; [estar voando] o novo ser humano habita o ciberespaço em vez das cidades, não está mais preso ao espaço nem ao tempo nem ao físico.
  • Apresentar as revoluções sociais reconhecidas ao longo da história humana. Indicar para a turma que geralmente uma revolução social é causada por uma inovação tecnológica que provoca descontinuidade nos mais variados setores da vida em sociedade: trabalho, moradia, convivência.Comentar o livro “A Terceira Onda” de Alvin Toffler (1980): primeira onda  provocada pela revolução agrícola (decorrente da técnica do cultivo) segunda onda  revolução industrial (decorrente da energia inanimada) terceira onda  estaria sendo provocada pelo Conhecimento decorrente das necessidades instauradas pelo industrialismo; para o autor, o Conhecimento é o capital da nova sociedade. Contudo, na época em que escreveu o livro “A Terceira Onda” (Tofler, 1980), a internet ainda não era acessível à população em geral, ainda não havia se tornado um grande fenômeno social.
  • A rede de computadores possibilita a interconexão entre as pessoas!!!.... é a tecnologia que tem modificado o espaço de convivência e os estilos de viver.
  • Discutir com a turma: o que é o Ciberespaço?Mesmo que ninguém saiba definir, pedir para olhar para figura e tentar deduzir. Quais os conceitos que a figura está passando sobre o ciberespaço?Discutir as características do ciberespaço... Debater com a turma: Viver no ciberespaço é chato? O que muda? Quais as características desse novo espaço de convivência?Cada sistema colaborativo constitui um ciberespaço específico. Quem projeta e desenvolve sistemas colaborativos tem o poder de criar novas formas de trabalho e interação social, novos palcos para a convivência humana. É por isso que não basta mais conhecer bits e bytes, não é mais suficiente saber engenhar um software, é preciso entender também de gente, conhecer as características e necessidades do novo ser humano digital e as novas formas de trabalho e organização social.
  • Perguntar o que a turma consegue interpretar da ilustração...Faz alusão a cloudcomputing– computação nas nuvens!!!Apresentar o título do capítulo. Destacar que a ilustração representa o novo ser humano, e questionar a turma: por que será que esse homem foi representado dessa forma, quais os conceitos que a ilustração nos passa? Deixar os alunos responderem, considerar as possíveis interpretações.A intenção original dos autores eram:- [face substituída pelo @] o novo ser humano é reconhecido pelo endereço de uma conta de email, um pefil numa rede social, um nickname e outras identidades não necessariamente relacionadas à aparência física; [o computador na mão] o novo ser humano usa computadores como uma prótese, um instrumento para potencializar suas habilidades; [estar voando] o novo ser humano habita o ciberespaço em vez das cidades, não está mais preso ao espaço nem ao tempo nem ao físico.
  • Inovaçãoque provoca descontinuidadenos mais variados setores da vida em sociedade:Abordar o conceito de Revolução = descontinuidade, ruptura, impacto [e não apenas uma evolução] nos mais variados setores da vida em sociedade.Discutir a nova forma de produção, organização, espaço de convivência e estilos de ser decorrentes das revoluções sociais anteriores:Sociedade da caça-e-coleta: produção = caça e coleta; espaço de convivência = tribo organização social = papéis bem definidos: homens eram os caçadores, mulheres preparavam a comida e cuidavam das crianças.Sociedade agrícola: produção = agricultura; espaço de convivência = comunidade (o ser humano deixou de ser nômade e se fixou ao redor de um feudo); organização social = feudal (senhores do feudo [nobreza], servos e clero); Sociedade industrial: produção = indústria; espaço de convivência = cidade (sai do campo e se aglomera em metrópoles ao redor das fábricas); organização social = chefe e operário; Solicitar que a turma identifique esses parâmetros para a nova sociedade decorrente da Revolução da Internet (a resposta dos alunos deve ser comparada com o que está respondido no slide seguinte)----------------------------------------------------------------Discutir com a turma as características da nova sociedade.Retomar o slide 3 e questionar se outra tecnologia seria capaz de mudar os modos de produção, organização social, convivência e de ser.Por exemplo, a televisão não criou uma nova forma de interagir, nem mudou a forma de trabalhar na sociedade. Para os autores, rede de computadores é a tecnologia que mudou a forma do ser humano interagir, trabalhar e conviver, e por isso essa é a tecnologia que está fazendo emergir uma nova sociedade. É claro que outras tecnologias corroboram, como a popularização dos computadores e a web, mas sem as redes não seria possível estabelecer uma nova forma de interagir, e consequentemente não teríamos uma nova forma de trabalhar e conviver.------------------------------------------------------SOCIEDADE EM REDE:A riqueza de cada época é o que nomeia a sociedade: da caça-e-coleta, da Agricultura (Sociedade Agrícola), da Indústria (Sociedade Industrial). A alteração na forma de produção modifica as relações de trabalho e gera profundas mudanças sociais e culturais. Em nossa sociedade atual, qual é o bem mais valorizado: a informação, o conhecimento, as conexões de uma pessoa (networking), ou o quê?No livro, os autores defendem a denominação “Sociedade em REDE”, pois reconhecem que essa é a tecnologia que está provocando as mudanças realmente profundas que estamos vivenciando em nossa sociedade, pois a rede é a tecnologia que está criando novos espaços de convivência e mudando a forma de trabalhar, viver e ser. Mas escute a opinião dos alunos, leve-os a refletir sobre qual é o verdadeiro valor da sociedade atual.
  • Apresentar algumas características e definições importantes sobre ciberespaço. Muitas pessoas alegam que viver no ciberespaço é afastar-se da realidade. Confrontar essa afirmação enfatizando que as experiências vividas no ciberespaço são reais.As experiências vividas no ciberespaço são reais!!!
  • Apresentar o título do capítulo. Perguntar o que a turma consegue interpretar da ilustração...Conectar pessoas distribuídas geograficamente!!!Aproximar os laços!!!
  • Apresentar o título do capítulo. Perguntar o que a turma consegue interpretar da ilustração...Conectar pessoas distribuídas geograficamente!!!Aproximar os laços!!!
  • Apresentar a teoria dos seis graus de separação, ressaltando sua “veracidade” quando se fala de grandes centros urbanos, mas também destacando a sua inadequação para as bordas das redes sociais (áreas rurais em países como a China).Os alunos podem ser envolvidos em uma tentativa de “achar” um caminho de até seis pessoas para alguma pessoa famosa. Caso ache mais interessante, pode-se explorar o “The Oracle of Bacon” (http://oracleofbacon.org/).
  • Apresentar a teoria dos seis graus de separação, ressaltando sua “veracidade” quando se fala de grandes centros urbanos, mas também destacando a sua inadequação para as bordas das redes sociais (áreas rurais em países como a China).Os alunos podem ser envolvidos em uma tentativa de “achar” um caminho de até seis pessoas para alguma pessoa famosa. Caso ache mais interessante, pode-se explorar o “The Oracle of Bacon” (http://oracleofbacon.org/).Apresentar o conceito de Redes Sociais, independente do ambiente na qual elas se desenvolvem. Explorar os relacionamentos comuns em Redes Sociais não virtuais, identificando aqueles de maior duração e os de menor duração.Discutir o porque dos ambientes de Redes Sociais na Web terem dominado o cenário da Internet. Um dos pontos a ser abordados é a independência geográfica e a manutenção (e redescoberta) dos relacionamentos, sejam estes atuais ou de longa data.Falar do exemplo do grupo de caronas.Redes sociais dominam a internetRedes Sociais são as estruturas básicas de uma sociedadeTodas as pessoas com as quais nos relacionamos fazem parte de nossa redePor que a chegada destas redes mudou o cenário da Internet?Independência geográficaManutenção (redescoberta) dos relacionamentos
  • Apresentar a teoria dos seis graus de separação, ressaltando sua “veracidade” quando se fala de grandes centros urbanos, mas também destacando a sua inadequação para as bordas das redes sociais (áreas rurais em países como a China).Os alunos podem ser envolvidos em uma tentativa de “achar” um caminho de até seis pessoas para alguma pessoa famosa. Caso ache mais interessante, pode-se explorar o “The Oracle of Bacon” (http://oracleofbacon.org/).
  • Colocar imagem da grande família!!!
  • Colocar imagem da grande família!!!
  • Colocarimagem do twitter!!
  • Cyberespaço - Desafios do Novo Espaço de Convivência

    1. 1. Cyberespaço Wylliams Barbosa Santos http://about.me/wylliams wbs@cin.ufpe.br @wylliams Desafios do Novo Espaço de Convivência
    2. 2. Sociedade? Inovação? Ciberespaço? Redes Sociais? Gerações? Futuro? Isolamento Social? Crimes Digitais?
    3. 3. 1,7 mil doutores 1 doutor para cada 135 habitantes
    4. 4. Revoluções da Sociedade
    5. 5. Revoluções da Sociedade
    6. 6. Revoluções de FATO?!?
    7. 7. 1900’: radio (broadcast) 1920’: televisão 1950’: computador 1960’: rede de computadores 1990’: web
    8. 8. PESSOAS!!
    9. 9. Revoluções da Sociedade Conectividade
    10. 10. E s p a ç o d e C o n v i v ê n c i a I n t e r c o n e x ã o e n t r e P e s s o a s
    11. 11. ....ciberespaço
    12. 12. Modo de Produção Espaço de convivência Estilo de agir, viver e ser
    13. 13. Viver no Cyberespaço nos afasta da realidade
    14. 14. As experiências vividas são reais!
    15. 15. Redes Sociais
    16. 16. Seis Graus de Separação
    17. 17. Seis Graus de Separação 24http://oracleofbacon.org/
    18. 18. Finalidades...
    19. 19. Empresas
    20. 20. Sociedade? Inovação? Ciberespaço? Redes Sociais? Gerações? Futuro? Isolamento Social? Crimes Digitais?
    21. 21. 31 Recife-PE, Brazil Thanks! Obrigado! Wylliams Barbosa Santos http://about.me/wylliams wbs@cin.ufpe.br @wylliams Recife-PE, Brasil

    ×