Your SlideShare is downloading. ×
01 introducao historia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

01 introducao historia

365
views

Published on

Introdução e História do Linux

Introdução e História do Linux

Published in: Technology

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
365
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Introduçãolinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 2. HistóriaTal como qualquer criatura lendária cujo nome termina com x,O UNIX nasceu das cinzas de um esforço multi-organizacionalno início dos anos 60 para o desenvolvimento de um sistemaoperacional multitarefa.O esforço não foi suficiente, mas alguns poucos sobreviventesda Bell Labs tentaram novamente, e o que se seguiu foi umsistema que oferece aos usuários um ambiente de trabalho quefoi descrito como "de simplicidade incomum, poder, e elegância..."linuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 3. História • Ritchie (31anos), Thompson (29anos), e PDP-11 (2 anos) em 1972linuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 4. Linha do Tempo 1969 – O Início – Ken Thompson, Dennis Ricchie e outros Bell Labs e o PDP-7 - UNICS 1971 - Primeira versão UNIX 1973 – Quarta versão reescrita em C 1980 – Microsoft introduz o Xenix. 1983 – AT&T anuncia o UNIX System V Stallman anuncia o projeto GNUlinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 5. Linha do Tempo 1986 – Andy Tanenbaum reescreve do zero o Unix para um sistema de ensino em PC/XT/AT/386 1987 – Começa a circular o compilador C – GCC 1991 – Ago - Linus posta mensagem no comp.os.minix solicitando sugestões de implementações no seu Sistema Operacional (livre) 1991 – Sep – Linux versão 0.01linuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 6. História1986 - Andy Tanenbaum reescreve dozero o Unix para um sistema deensino em PC/XT/AT/386.1991 – Linus usa o livro en seusestudoslinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 7. Linha do Tempo 1992 – Linux e GNU unem forças 1993 – Novell compra o Unix System Labs da AT&T TurboLinux (Pacific HiTech) é fundada Xfree86 é lançado 1993 – Ago – SLS Linux é lançado Ex-Free Software Fundation – Ian Murdock cria o Debian GNU/Linux 1994 – Fev - Marc Ewing inicia a distribuição Red Hat GNU/Linuxlinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 8. Linha do Tempo 1994 – Abr – sai SuSE Linux versão beta 1994 – Out – Caldera é fundado por Ranson Love e Bryan Sparks 1995 – circula Apache 0.6.2 Microsoft vende Xenix para SCO SCO compra o Unix da Novell 1996 – Nasce o mascote do Linux é anunciado o projeto KDE 1997 – Miguel de Icaza inicia o projeto Gnomelinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 9. Linha do Tempo /etc/printcap 2000 – Caldera adquire parte da SCO MySQL é relicenciado sob a GPL Sun anuncia o StarOffice sob GPL 2001 – é lançado o Kernel versão 2.4 2002 – Caldera muda o nome para SCO Group 2003 – O Kernel 2.6 é lançadolinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 10. Principios do Linux - Tudo é um arquivo (incluindo o hardware) - Programas pequenos e de simples propósito - Abilidade de encadear execução de programas para executar tarefas complexas - Dispensa o uso de interface de usuários - Dados de configuração são armazenados em arquivos textolinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 11. O Login - Existem 2 tipo de interfaces de Login consoles virtuais (console texto) logins gráficos (chamado de Display Managers) - O login necessita de usuário e senha - Cada usuário tem seu diretório home para armazenar dados pessoaislinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 12. Troca entre consoles virtuais - A configuração padrão utiliza seis consoles virtuais e uma gráfica - A troca entre as consoles virtuais é efetuada utilizando as teclas Ctrl – Alt – F[1-6] - O acesso à console gráfica é efetuado utilizando as teclas Ctrl – Alt - F7linuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 13. Elementos do X Window - O X Window é o ambiente gráfico do Linux - Xorg é a implementação atualmente utilizada ( uma implementação open source do X) - A aparência e o conportamento é controlado pelo ambiente do desktop - Os ambientes desktop mais utilizados: Gnome e KDElinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 14. Iniciando o X Server - Na maioria das instalações Linux o X Server é iniciado automáticamente durante o processo de boot - Caso só seja iniciado as consoles virtuais, os usuários devem iniciar o X Server manualmente: O X Server deve ser pré-configurado pelo administrador O usuário deve fazer login na console virtual e executar o comando startx O X Server aparecerá na console 7 ( Crtl-Alt-F7 )linuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 15. Trocando a Senha - As senhas controlam o acesso ao sistema - Como regras básicas para a segurança . Troque a senha na primeira vez que efetuar o login . Troque a senha regularmente . Selecione uma senha que seja dificil de ser quebrada - Para trocar a senha utilize o menu Sistema -> Preferências -> Sobre mim (gnome-about-me) - Para trocar a senha num terminal utilize o comando passwdlinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 16. O usuário root - O usuário root: uma conta especial para administração . Também chamada de superusuário . o root tem o controle quase completo do systema ... e capacidade quase ilimitada de danifica o sistema - Não faça login como root sem necessidade . Um usuário normal (sem privilégio) têm menos possibilidade de danificar o sistemalinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 17. Trocando de identidade - O comando su cria uma nova sessão como root - o comando sudo executa comandos como root . necessia configuração prévia pelo adimistrador do sistema - o comando id mostra informações sobre o usuário atuallinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 18. Editando Arquivos Texto - Editores em terminal: . nano – fácil uso e aprendizado . vi – editor avançado e com muitos recursos - Editores em ambiente gráfico: . gedit – Editor Gnome . kedit e kwrite – Editores KDElinuxquick.wordpress.com @penawjs
  • 19. FIM Contato Twitter: @penawjslinuxquick.wordpress.com @penawjs

×