Utilidade de marca na gestão de atenção no meio digital

923 views
834 views

Published on

Estudo sobre potencial atrativo de utilidades de marcas no ambiente digital.

Published in: Marketing
0 Comments
12 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
923
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
12
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Utilidade de marca na gestão de atenção no meio digital

  1. 1. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  2. 2. COMO MANTER A ATENÇÃO DOS CONSUMIDORES? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  3. 3. A ATENÇÃO SEMPRE FOI UM DESAFIO PARA COMUNICAÇÃO UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  4. 4. Modelo Mental do consumidor Foco para conquista de atenção. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL IMAGEM: ZMOT - Winning the Zero Moment of Truth Google WILLIAM MATTOS
  5. 5. MODELO ANTIGO UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL IMAGEM: ZMOT - Winning the Zero Moment of Truth Google WILLIAM MATTOS
  6. 6. COMO MANTER A ATENÇÃO DOS CONSUMIDORES HOJE MEIO DIGITAL? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  7. 7. Novo modelo mental do consumidor O Google aposta na diferenciação por visibilidade/presença Foco para conquista de atenção. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL IMAGEM: ZMOT - Winning the Zero Moment of Truth Google WILLIAM MATTOS
  8. 8. O Google defende o ZMOT como diferencial competitivo no ambiente digital, mas aponta uma solução totalmente alinhada ao seu modelo de negócio. Ao defender a importância no momento de pesquisa antes da compra, o estimulo paras marcas é a busca pela visibilidade e não interatividade. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL IMAGEM: ZMOT - Winning the Zero Moment of Truth Google WILLIAM MATTOS
  9. 9. PRIMEIRO PONTO DE REFLEXÃO UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  10. 10. Os dados revelaram que o comprador médio usava 10,4 fontes de informação para tomar uma decisão em 2011, até 5,3 fontes em 2010. Sim, esse número praticamente dobrou em um ano — o que mostra a você como é difícil para os profissionais do marketing conquistarem a atenção dos consumidores de hoje. Os compradores estão nadando em informações. Jim Lecinski, Diretor Geral de Vendas e Serviços do Google. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  11. 11. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL IMAGEM: Construindo Conteúdo de Marca – IDTBWA WILLIAM MATTOS
  12. 12. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL Consumo Semanal de Mídia dos Brasileiros (IAB Brasil Brasil,2013,pg8) WILLIAM MATTOS
  13. 13. Multiplicidade de canais A comunicação de marca ainda é feita de maneira antiga. Pensar em apenas visibilidade não funciona mais. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  14. 14. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  15. 15. Considerar a essência do meio digital INTERATIVIDADE UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  16. 16. Uma mensagem comum de marca, sem interatividade NÃO POSSUE GRANDE POTENCIAL ATRATIVO NO MEIO DIGITAL UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  17. 17. Falar de interatividade, é falar de EXPERIÊNCIA O consumidores estão em buscas de interatividade e experiências. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  18. 18. SEGUNDO PONTO DE REFLEXÃO UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  19. 19. Robbie Whiting of Duncan/Channon UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL IMAGEM: Robbie Whiting of Duncan/Channon WILLIAM MATTOS
  20. 20. “Nós agora temos que envolver as pessoas de um modo que seja útil para suas vidas. O consumidor está tentando atender suas necessidades e nós temos que estar presentes para ajudá-lo com isso. Falando de outro jeito: como podemos trocar valor em vez de apenas enviar uma mensagem?” Kim Kadlec, vice-presidente mundial, Global Marketing Group, Johnson & Johnson UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  21. 21. Como podemos trocar valor em vez de apenas enviar uma mensagem? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  22. 22. Envolver as pessoas com uma experiência que seja útil para suas vidas UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  23. 23. “Para conseguir que alguém preste atenção as suas informações, estas devem dizer respeito à pessoa. Tanto quanto possível, o tema deve ser: o que isso tem a ver comigo? De que maneira essa informação me diz o que preciso saber? Como ela se adapta à minha situação? Se a mensagem lançar novas luzes sobre o mais fascinante de todos os temas – eu – decerto também a acharei fascinante ” Thomas Davenport e John Beck UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  24. 24. Como utilizar experiência como comunicação de marca ? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  25. 25. Hoje as experiências são COMPARTILHADAS UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  26. 26. O meio digital transformou o residual das experiências dos consumidores em uma mídia, um canal de comunicação UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  27. 27. COMO MANTER A ATENÇÃO DOS CONSUMIDORES HOJE MEIO DIGITAL? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  28. 28. Uma das estratégias é oferecer utilidade Conquistar a atenção através de um serviço útil, que tenha potencial atrativo de uso para os consumidores. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  29. 29. “Há duas forças opostas de inovação na maioria das grandes marcas: 1- Fazer o produto de forma muito eficiente. 2- Fazer a publicidade mais interessante possível.” John V Willshire UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL : Hyper Island Open Masterclass by John V Willshire, WILLIAM MATTOS
  30. 30. Parece tão básico Mas hoje os departamentos de marketing na maioria das grandes empresas se tornaram apenas gestores de publicidade, largando a responsabilidade no desenvolvimento de produtos, ou seja, em procurar necessidades. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  31. 31. “Existem três tipos de necessidades do consumidor” John V Willshire UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  32. 32. Existente Comuns e simples, saciadas por produtos mais utilizados no cotidiano do consumidor, encontrados em supermercados, shoppings entre outros setores UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  33. 33. Existente Latente Comuns e simples, saciadas por produtos mais utilizados no cotidiano do consumidor, encontrados em supermercados, shoppings entre outros setores Lacunas existente no mercados, de vez enquanto, identificadas pelos próprios consumidores, alguns até tornando empreendedores por aproveitar oportunidade ainda não exploradas. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  34. 34. Existente Latente Incipiente Comuns e simples, saciadas por produtos mais utilizados no cotidiano do consumidor, encontrados em supermercados, shoppings entre outros setores Lacunas existente no mercados, de vez enquanto, identificadas pelos próprios consumidores, alguns até tornando empreendedores por aproveitar oportunidade ainda não exploradas. São necessidades desenvolvidas por novos produtos jamais existentes, algo que os consumidores ainda não fazem ideia que exista e depois de lançados não poderiam imaginar como viver sem. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  35. 35. Os departamentos de marketing podem pensar o meio digital como forma de superar necessidades incipientes oferecendo um serviço útil para o seu consumidor. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  36. 36. Porque um serviço é uma experiência e hoje elas são compartilhadas. E serviço digital pode ser uma mídia. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  37. 37. Brand Utility São produtos e serviços úteis que trazem possibilidades digitais para o mundo real inserido a marca na vida diária dos seus consumidores. Ingmar de Lange UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  38. 38. Combinação dessas duas dimensões BRAND UTILITIES ATRAÇÃO PUBLICIDADE PRODUTO E SERVIÇO USABILIDADE UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL GRÁFICO: A useful guide to the brand utility - Ingmar de Lange WILLIAM MATTOS
  39. 39. Inicia e compartilha experiências no contexto de vida dos consumidores. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  40. 40. Em um ambiente saturado de informações e mensagens publicitarias, oferecer algo útil é um caminho inverso com grande potencial de atração. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  41. 41. “São os consumidores que vão atrás das marcas uteis, e isso agrega um valor e potencial competitivo incrível.” Ingmar de lange UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  42. 42. Informações PULL Existe grande potencial de retenção da atenção de informações puxadas (pull), em que há interesse de quem procura uma informação, dispensando mais atenção e Davenport e Beck concentração. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  43. 43. Comunicação tradicional Brand Utility ATENÇÃO CATIVA ATENÇÃO VOLUNTÁRIA A atenção cativa corresponde a algo que é imposto A manifestação de interesse por um assunto está associada dentro da atenção Voluntária UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  44. 44. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL IMAGEM: Hyper Island Open Masterclass by John V Willshire, WILLIAM MATTOS
  45. 45. Alguns caminhos... 1 Comece com o cliente: O setor do marketing deve participar dos desenvolvimentos dos produtos e serviços, agregando aos demais setores da empresa pensamentos e necessidades dos clientes, para que esse seja o foco principal da criação, dentro das indústrias. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  46. 46. Alguns caminhos... 2 Trabalho a longo prazo: Deixar de lado a mentalidade de campanhas e verbas anuais. O trabalho consiste em resultados de longo prazo, criar estímulos e necessidades aos clientes durante amplo período de utilização. A percepção de utilidade de um novo produto pode levar tempo. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  47. 47. Alguns caminhos... 3 Utilizar todos os recursos: Na concepção de novos serviços, o marketing deve utilizar todos os recursos que os outros setores podem oferecer. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  48. 48. Alguns caminhos... 4 Digital Pensar no digital como ferramenta criativa para oferecer utilidade na vida dos consumidores. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  49. 49. Mas é claro, a publicidade nunca pode ser desconsiderada. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  50. 50. “Sim, a publicidade não está morta. Mas ela vai voltar para a sua regra básica: Comunicação. Informando as pessoas que alguma coisa útil é disponível. Pura e simples.” Ingmar de Lange UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  51. 51. Publicidade Branded Utilily Publicidade + Branded Utilily O crescimento apenas pela publicidade é mais rápido, porém com menor tempo de vida. Isso cria a necessidade de várias campanhas, umas atrás da outras. Já o crescimento por Brand Utility é lento, mas alcança maior nível de evolução. A soma entre eles pode potencializar uma estratégia de evolução de marca. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL GRÁFICO: A useful guide to the brand utility - Ingmar de Lange WILLIAM MATTOS
  52. 52. PRIMEIRO PONTO DE REFLEXÃO UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL Comunicação de marca deve se adaptar a interatividade do meio digital para oferecer experiência. WILLIAM MATTOS
  53. 53. PRIMEIRO PONTO DE REFLEXÃO SEGUNDO PONTO DE REFLEXÃO UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL Comunicação de marca deve se adaptar a interatividade do meio digital para oferecer experiência. A experiência deve oferecer algo útil para que os consumidores. Assim eles é quem vão atrás das marcas. WILLIAM MATTOS
  54. 54. TERCEIRO PONTO DE REFLEXÃO UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  55. 55. Quem faz isso hoje? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  56. 56. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  57. 57. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  58. 58. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  59. 59. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  60. 60. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  61. 61. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  62. 62. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  63. 63. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  64. 64. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  65. 65. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  66. 66. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  67. 67. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  68. 68. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  69. 69. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  70. 70. Pesquisas com Usuários UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  71. 71. Escolha as cinco principais ferramentas do aplicativo UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  72. 72. Você já utilizou mais de um tipo de aplicativo para corrida? Em sua opinião qual o aplicativo mais conhecido? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  73. 73. O aplicativo incentiva você a manter regularidade na prática de corrida? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  74. 74. Os incentivos através do Facebook surtem efeitos durante a corrida? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  75. 75. Quanto tempo em média o aplicativo monitora sua corrida? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  76. 76. dos usuários interagem com o aplicativo por mais de 40 minutos UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  77. 77. Você possui produtos Nike para corrida? UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  78. 78. Escolha as três principais marcas para corrida UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  79. 79. Pesquisas com Profissionais de comunicação UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  80. 80. O aplicativo é uma forma de atrair e reter seus consumidores trazendo um serviço e não apenas “publicidade” ou mesmo os produtos tradicionais da marca. É a pratica alinhada com o posicionamento global da marca. Guilherme Camargo, CEO – SIOUX UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  81. 81. A Nike vem liderando o processo de adaptar uma empresa sólida e tradicional para a Era Digital. Tendo uma visão muito clara do propósito da sua marca, performance, ela está construindo produtos e serviços digitais que sejam funcionalmente integrados, onde o consumidor possa consumir o ecossistema da marca tirando um grande benefício quando usa produtos e serviços juntos. Beto Bina, Diretor de Mídias Sociais - R/GA UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  82. 82. A proposta do Nike Running é Precisa e correta. Os serviços oferecidos complementem a função 'simples' do tênis de corrida e de outros equipamentos de exercício da marca. Eles entregam claramente a proposta de valor da marca e auxiliam os consumidores. O grande potencial de atração é o serviço que presta: informa e motiva. André Ursulino, Diretor de Convergência - P.A Publicidade. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  83. 83. É a acessibilidade do serviço que ajuda na construção de marca da Nike. A marca se mostra próxima das pessoas e oferece soluções a quem quiser, desatrelada da venda de produtos, porém colada no indivíduo, já que ela funciona em gadgets que se tornaram essencial para a sua vida. Maurilio Filho, Planejamento - ID UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  84. 84. Na minha opinião este é um grande case justamente porque ajuda a colocar em prática a promessa da marca, auxiliando as pessoas a buscarem seus objetivos no esporte. Ambos são uma ferramenta que auxiliam na prática esportiva, assim como um tênis com uma tecnologia incrível. Marcelo Chabes, Gerente de Planejamento– WMcCann UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  85. 85. Nike Running é experiência. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  86. 86. Uma experiência útil O aplicativo, ao prestar um serviço útil em ambiente digital, agregado à prática esportiva, consegue manter a atenção do seu consumidor por muito mais tempo, comparado a qualquer outra marca. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  87. 87. Podemos, então, afirmar que a utilidade tem grande potencial de gestão de atenção dos consumidores no meio digital. Ele cria a necessidade de uso, estimula o consumidor a buscar aquele conteúdo, pois vai favorecer e ajudar a sua vida. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  88. 88. OUTROS CASES http://digitalinnovationtoday.com/40-examples-of-digital-brand-utility/ UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  89. 89. Referencias: AAKER, David. Building strong brands. New York: The Free Press, 1996. ARNOLD, David. Handbook of brand management. Hertfordshire: Ashridge Busines School, 1992. BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2006. BOHN, R. E.; SHORT, J. E. How Much Information? 2009 – Report on American Consumers. Global Information Industry Center. UC San Diego. 2009. Disponível em: <http://hmi.ucsd.edu/howmuchinfo.php>. Acesso em: 07 set. 2011 DAVENPORT, Thomas H.; BECK, John C. A economia da atenção. Rio de Janeiro: Campus, 2001. CALKINS, Tim; TYBOUT, Alice M. Branding Fundamentos, estratégias e alavancagem de marcas. São Paulo: Atlas, 2006. CARMO, Lígia. Branded Content na mídia online. Disponível em: <http://iabbrasil.ning.com/profiles/blogs/artigo-branded-content-na-midia-online> Acesso em: 05 mai. CASTELO BRANCO, Henrique; HERNANDES, Cláudio Aurélio; MESADRI, Fernando Eduardo; PASETTO, Neusa Vitola. Gestão da atenção: a arte de gerenciar a atenção na vida e nas organizações. Curitiba: Artes & Textos, 2010. DONATON, Scott. Publicidade + Entretenimento. Porque estas duas indústrias precisam se unir para garantir a sobrevivência mút ua. São Paulo: Cultrix, 2007. GILBREATH, Bob. The Next Evolution of Marketing: Connect with Your Customers by Marketing with Meaning. Cincinnati: Bridge, 2009. IAB BRASIL, Consumo Semanal de Mídia dos Brasileiros, 2013. JONES, John Philip. A publicidade na construção de grandes marcas. São Paulo: Nobel, 2004 KAPFERER, Jean-Noel. The new strategic brand management – Creating and sustaining brand equity long term. 4.ed. Londres: Kogan Page, 2008. KOTLER, Philip. Administração de Marketing. 9 ed. São Paulo: Atlas, 1998. LECINSKI, ZMOT - Conquistando o Momento Zero da Verdade, 2011. LANGE, Ingmar. A useful guide to the brand utility Disponível em <http://www.brandutility.net/> Acesso em: 22 fev. 2013 MACALA, Wright. How brands design customer experiences of the future. Disponível em <http://www.psfk.com/2013/08/designing-customer-experiences.html > Acesso em: 22 Out. 2013 MCLAREN, Dan. What is branded content and are brands taking advantage of this area o sponsorship? Disponível em <http://www.theuksportsnetwork.com/what-is-branded-contentand-arebrands-> Acesso em: 22 Ago. 2013 NIELSEN, the Company. Pesquisa Global sobre Confiança na publicidade. 2007. PIJPERS, Guus. Information Overload: A System for Better Managing Everyday Data. Nova Jersei: Wiley, 2010. PORTO, Edson. Por dentro do Planeta Nike. Disponível em <http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,ERT113186-16380,00.html> Acesso em: 28 Jun. 2013 TERRA. 50 maiores economias do mundo. Disponível em <http://www.terra.com.br/economia/infograficos/pib-mundial/> Acesso em: 25 Out. 2013 VEJA. Walmart confirma titulo de maior empresa do mundo. Disponível em <http://veja.abril.com.br/noticia/economia/walmart-confirma-titulo-de-maior-empresa-do-mundo> Acesso em: 21 Out. 2013 VIEGAS, Sérgio. Gestão da Atenção. In: ISNARD, Paulo (Org); VIEGAS, Sérgio. Gestão da informação e atenção. Belo Horizonte: Fumarc, 2010. WILLSHIRE, John. Hyper Island Open Masterclass. Disponível em <http://www.slideshare.net/gamages/hyper-island-open-masterclass> Acesso em: 21Out. 2013 UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS
  90. 90. UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL UTILIDADE DE MARCA NA GESTÃO DE ATENÇÃO NO MEIO DIGITAL WILLIAM MATTOS

×