Your SlideShare is downloading. ×
Verbo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Verbo

12,315
views

Published on

Published in: Education, Technology, Business

2 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
12,315
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
430
Comments
2
Likes
9
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Verbo
  • 2.
    • Lorena Martins
    • 3. Lucas Oliveira
    • 4. Pedro Saulo
    • 5. Talita Nascimento
    • 6. Welton Cavalcante
    • 7. Willians Souza
    Grupo:
  • Verbo é a palavra que indica ação (praticada ou sofrida pelo sujeito), fato (de que o sujeito participa ativamente), estado ou qualidade do sujeito e fenômeno da natureza.
    Exemplos:
    • Os empresários reuniram-se com o Governador. (Ação praticada pelo sujeito)
    • 13. Os negócios foram cancelados pelas empresas. (Ação sofrida pelo sujeito)
    • 14. Os servidores públicos precisam de reajustes em seus proventos. (Fato)
    • 15. As negociações estão avançadas. (Estado)
    • 16. Os aposentados estão indignados com a proposta do Governo. (Qualidade)
    • 17. Chove muito nesta região. (Fenômeno da natureza)
    • 18. Verbo: Definição
  • Há três conjugações para os verbos da língua portuguesa: 1ª conjugação: verbos terminados em -ar. 2ª conjugação: verbos terminados em -er. 3ª conjugação: verbos terminados em -ir.
    • Conjugação Verbal
  • Obs: O verbo pôr, assim como seus derivados (compor, repor, depor, etc.), pertence à 2º conjugação, porque na sua forma antiga a sua terminação era em er: poer. A vogal “e”, apesar de haver desaparecido do infinitivo, revela-se em algumas formas de verbo: põe, pões, põem,etc.
    Pessoas Verbais:1ª, 2ª e 3ª pessoa são abordadas em 2 situações: singular e plural. 
    • Primeira pessoa do singular - eu  ex: eu cantoSegunda pessoa do singular - tu  ex: tu cantasTerceira pessoa do singular - ele  ex ele: canta
    • 19. Primeira pessoa do plural -  nós   ex: nós cantamosSegunda pessoa do plural -  vós   ex: vós cantaisTerceira pessoa do plural -  eles   ex: eles cantam
    • 20. Conjugação Verbal
  • Regulares são aqueles cujos radicais não se alteram e cujas terminações obedecem ao paradigma da conjugação a que pertencem.
    Irregulares são aqueles que apresentam irregularidades no radical ou nas terminações.
    • Classificação dos Verbos
  • Eu canto
    Tu cantas
    Ele canta
    Nós cantamos
    Vós Cantais
    Eles Cantam
    Eu amo
    Tu amas
    Ele ama
    Nós amamos
    Vós amais
    Eles amam
    Eu falo
    Tu falas
    Ele fala
    Nós falamos
    Vós falais
    Eles falam
    • Verbos regulares
    Verbos regulares da 1ª  conjugação:
  • 21. 1ª  conjugação
    Estar: Nem todas as suas formas verbais são irregulares. O pretérito imperfeito do indicativo, por exemplo, é regular (estava).
    Estou, estaremos, estivemos, etc.
    Dar:Presente do indicativo: dou, dás, dá, dão.
    Pretérito perfeito: deste, deu, demos, dei, deram.
    Verbos Terminados em – EAR e – IAR:Passear, Principiar, Mobiliar, Apiedar-se, Aguar, Desaguar, Enxaguar, Minguar, Magoar, Obviar, etc.
    • Verbos Irregulares
  • Defectivos são aqueles que não possuem todas as formas.
    a) Verbos impessoais: anoitecer, chover, gear, ventar, que só se conjugam na 3ª pessoa do singular;
    b) Verbos que indicam vozes de animais: latir, cacarejar, relinchar, que só se  conjugam na 3ª pessoa do singular (ele) e do plural (eles). 
    c) Verbos que, normalmente, por motivos eufônicos não apresentam todas as formas e cuja maioria pertence a 3ª conjugação (-ir). Exemplos: abolir, banir, colorir, extorquir (não têm a 1ª pessoa do singular do presente do indicativo);  falir, precaver (só têm 1ª e 2ª pessoas do plural – nós, vós – no presente do indicativo). 
    • Classificação dos Verbos
  • Anômalos são aqueles que, na sua conjugação, apresentam no radical alterações mais profundas do que os verbos irregulares.
    São verbos anômalos, por exemplo, os verbos "ser" e "ir", que apresentam variações profundas no radical. 
    Veja como é a conjugação desses verbos no Presente do Indicativo:
    • Classificação dos Verbos
  • Os verbos abundantes são aqueles que possuem duas ou mais formas em determinados tempos,modos ou pessoas.
    Geralmente, estas variantes ocorrem no particípio.Há alguns verbos que só possuem particípio irregular: dizer – dito; escrever – escrito; vir – vindo. 
    Usamos, via de regra, o particípio regular com os verbos auxiliares TER e HAVER (voz ativa) e o particípio irregular com os verbos auxiliares SER e ESTAR.
    Exemplos:
    • O diretor havia aceitado a proposta.
    • 22. A proposta aceita pelo diretor.
    • 23. O réu não seria solto pelo juiz.
    • 24. Verbos Abundantes
  • Atualmente, as formas irregulares são mais usuais por serem mais breves, algumas formas acabaram suplantando as formas regulares. É o caso de ganho, pago e gasto, tornando obsoletas as formas regulares ganhado, pagado e gastado.
    Com os verbos andar, estar e ficar usamos, quase sempre, as formas irregulares.
    Exemplo:
    • Os presos andavam soltos pela penitenciária.
    • 25. As ferramentas estavam dispersas pelo chão da oficina.
    • 26. Alguns particípios irregulares perderam a força verbal e passaram para a categoria de adjetivos.
    • 27. Verbos Abundantes
    • Exemplos
  • Os verbos podem ser flexionados em número, pessoa, modo e tempo. Ou seja, dependendo das relações citadas, o verbo assume determinada forma.
    Número e Pessoas verbais:Quando falamos em número, referimo-nos às flexões verbais de singular e plural. Quando falamos em pessoas, referimo-nos aos elementos de um processo de comunicação (emissores, receptores e pessoas sobre quem se fala).
    • Flexão Verbal – Número e Pessoa
  • Tempo Os tempos verbais são três: presente, pretérito e futuro. Vejamos: Presente: tem relação com um fato ou ação que ocorre no momento em que se fala. Exemplo: A professora está muito bonita hoje. Pretérito: tem relação com um fato ou ação que ocorreu anterior à fala. Exemplo: A professora estava muito bonita ontem. Futuro: tem relação com um fato ou ação que irá ocorrer posterior à fala: Exemplo: A professora estará mais bonita amanhã, pois é nossa formatura. 
    • Flexão Verbal - Tempo
  • O modo verbal indica a atitude do falante em relação à ação que anuncia (Eu arrependo/ eu arrependi/ eu arrependerei). 
    • Modo Indicativo: quando o faltante tem a certeza de sua atitude; o fato é ou será uma realidade. Exemplos: Estudei muito para a prova. Estudarei bastante para essa prova. 
    • 28. Modo Subjuntivo ou conjuntivo: quando o falante não tem certeza da atitude; o fato é duvidoso, incerto. Há uma possibilidade de que aconteça. Exemplos: Pode ser que eu estude hoje. Se eu fosse você, estudaria. 
    • 29. Modo Imperativo: quando o falante expressa uma ordem, um pedido ou um conselho. Exemplos: Não sejas tão indisciplinado!  Faça sua tarefa!
    • 30. Flexão Verbal - Modo
    • Flexão Verbal
  • As formas nominais do verbo são o gerúndio, infinitivo e particípio não apresentam flexão de tempo e modo, perdendo desta maneira algumas das características principais dos verbos.
    Por serem tomadas como nomes (substantivos ,adjetivos e advérbios), recebem o nome de formas nominais.
    • Formas Nominais do Verbo
  • Infinitivo
    O infinitivo indica a ação que é propriamente dita, sem situá-la no tempo, desempenhando função semelhante a substantivo.O infinitivo é o nome do verbo. Exemplos: ler, dormir, falar, sonhar.
    É preciso aumentar o número de verbetes.
    O infinitivo pode apresentar algumas vezes flexão em pessoa, constituindo assim duas formas possíveis: o infinitivo pessoal e o infinitivo impessoal.
    Exemplos:
    É melhor estudarmos agora. (infinitivo pessoal, com sujeito nós implícito).
    Viver aqui é muito bom. (infinitivo impessoal)
    • Formas Nominais do Verbo
  • Particípio
    O particípio indica uma ação já acabada, finalizada, adquirindo uma função parecida com a de um adjetivo ou advérbio. O particípio é reconhecido pela terminação "ado","ido".
    Exemplos: acabado, finalizado, vivido.
    Exceções: ganho, gasto, pago, dito, escrito, feito, visto, posto, aberto, coberto, vindo.
    • Formas Nominais do Verbo
  • Gerúndio
    O gerúndio indica uma ação em andamento, um processo verbal ainda não finalizado. Pode ser usado em tempos verbais compostos ou sozinho, quando adquire uma função de advérbio.
    Estou finalizando os exemplos deste verbete. (tempo composto)
    Fazendo teu trabalho antecipadamente, não terás preocupações. (gerúndio sozinho com função de advérbio).
    O gerúndio é reconhecido pelos verbos terminados em ndo. Exemplos: subindo, caminhando, gravando, enchendo, perdendo, difundindo e etc.
    • Formas Nominais do Verbo
  • Voz verbal é a flexão do verbo que indica se o sujeito pratica, ou recebe, ou pratica e recebe a ação verbal. São três as vozes do verbo:
    Voz Ativa
    Voz Passiva
    Voz Reflexiva
    • Vozes verbais
  • Quando o sujeito é agente, ou seja, pratica a ação verbal ou participa ativamente de um fato.
    Ex:
    As meninas exigiram a presença da diretora.
    A torcida aplaudiu os jogadores.
    O médico cometeu um erro terrível.
    • Voz Ativa
  • Quando o sujeito é paciente, ou seja, sofre a ação verbal.
    A) Voz Passiva Sintética
    A voz passiva sintética é formada por verbo transitivo direto, pronome se (partícula apassivadora) e sujeito paciente.
    Ex:
    Entregam-se encomendas.
    Alugam-se casas.
    Compram-se roupas usadas.
    • Voz Passiva
  • B) Voz Passiva Analítica
    A voz passiva analítica é formada por sujeito paciente, verbo auxiliar ser ou estar, verbo principal indicador de ação no particípio - ambos formam locução verbal passiva - e agente da passiva. Veja mais detalhes aqui.
    Ex:
    As encomendas foram entregues pelo próprio diretor.
    As casas foram alugadas pela imobiliária.
    As roupas foram compradas por uma elegante senhora.
    • Voz Passiva
  • Há dois tipos de voz reflexiva:
    A) Reflexiva
    Será chamada simplesmente de reflexiva, quando o sujeito praticar a ação sobre si mesmo.
    Ex:
    Carla machucou-se.
    Osbirvânio cortou-se com a faca.
    Roberto matou-se.
    • Voz Reflexiva
  • Reflexiva recíproca
    Será chamada de reflexiva recíproca, quando houver dois elementos como sujeito: um pratica a ação sobre o outro, que pratica a ação sobre o primeiro.
    Ex:
    Paula e Renato amam-se.
    Os jovens agrediram-se durante a festa.
    Os ônibus chocaram-se violentamente.
    • Voz Reflexiva
  • 1. Os tempos compostos da voz ativa são formados pelos verbos auxiliares ter ou haver (flexionados), seguidos pelo particípio (terminação em -do) do verbo conjugado (verbo principal):
    => Tenho trabalhado muito. (tenho = auxiliar / trabalhado= principal)
    => O valor do dólar tem aumentado muito nas últimas semanas.
    => Havíamos saído cedo.
    => Os hotéis haviam recebido muitos turistas.
    • Formação dos Tempos Compostos
  • 2. Os tempos compostos da voz passiva se formam com o concurso simultâneo dos auxiliares ter (ou haver) e ser, seguidos pelo particípio (terminação -do) do verbo conjugado (verbo principal). Portanto, os tempos compostos da voz passiva são formados por três verbos:
    => Tenho sido maltratado por ele. (tenho sido = auxiliar / maltratado = principal)
    => Os dois tinham (ou haviam) sido vistos no cinema.
    • Formação dos Tempos Compostos
  • A Locução verbal – também chamada de conjugação perifrástica – é formada pelos verbos auxiliares mais o infinitivo (terminação em –r) ou o gerúndio (terminação em –ndo):
    => Estava lendo o jornal. (estava= auxiliar / lendo = principal)
    => O aluno finge entender o assunto.
    • Formação da Locução Verbal
  • Observações:
    a) O verbo auxiliar e o principal podem estar unidos por uma preposição:
    => Os jurados têm [de] tomar uma decisão.
    => João entrou [a] falar alto. Tenho [de] ir hoje.
    b) A locução pode ser composta por mais de dois verbos:
    => Você não deveria estar usando essa máscara.
    c) São estes os principais verbos auxiliares que formam locução verbal com o verbo principal:Acabar de: Susana acabou de sair.
    Andar: Ando trabalhando muito.
    Atrever-se a: Não se atreva a dizer isso.
    Buscar: Buscamos encontrar uma solução.
    Chegar a: Não cheguei a dizer isso.
    Começar a: Começou a chover faz pouco.
    Conseguir: Não consegui falar direito.
    • Formação da Locução Verbal
    • Análise Textual: Formas Nominais
    Na tirinha abaixo, há um exemplo do uso das três formas nominais:
    o infinitivo querer, o gerúndio esperando e o particípio aprendido.