Genética
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Genética

on

  • 12,806 views

 

Statistics

Views

Total Views
12,806
Views on SlideShare
12,806
Embed Views
0

Actions

Likes
3
Downloads
165
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Genética Genética Document Transcript

  • Genética 01. O gene autossômico que condiciona pêlos curtos no 05. Os genes para sensibilidade ao PTC coelho é dominante em relação ao gene que determi- (feniltiocarbamid(A)e a habilidade para o uso da mão na pêlos longos. Do cruzamento entre coelhos direita são dominantes respectivamente sobre seus heterozigotos nasceram 480 filhotes, dos quais 360 alelos para a insensibilidade e o uso da mão esquer- tinham pêlos curtos. Entre estes filhotes de pêlos da. Um homem destro, sensível, cuja mãe era canhota curtos o número esperado de heterozigóticos é: insensível ao PTC, casa-se com uma mulher canhota (A) 180 e sensível ao PTC, cujo pai era insensível. Assinale a (B) 240 alternativa que corresponda à probabilidade de esse (C) 90 casal ter uma criança canhota e sensível: (D) 120 (A) 3/16 (E) 360 (B) 1/16 (C) 1/8 02. Quais dos indivíduos representados por números (D) 3/4 certamente apresentarão o caráter dominante deter- (E) 3/8 minado pelo gene A? 06. O avô materno de um homem pertence ao grupo AB e os demais são do grupo O. A probabilidade de esse homem ser do grupo O é: (A) 100% (B) 75% (C) 50% (D) 25% (E) zero 07. Na genealogia abaixo, os indivíduos e os grupos sangüíneos estão representados, respectivamente, por números e letras. (A) 1-2-3-4 (B) 2-3-5-6 (C) 1-4-5-6 (D) 1-2-5-6 (E) 3-4-5-6 03. O mutante vestigial de Drosophila melanogaster apre- senta modificações não só na morfologia da asa, como também nos músculos, espermatecas, fecundidade, longevidade e taxa de desenvolvimento. Esse efeito múltiplo dos genes é chamado: (A) epistasia (B) heteroploidia (C) pleiotropia Em relação a essa genealogia foram feitas as seguin- (D) ginandromorfismo tes afirmativas: (E) polimeria I - o genótipo do indivíduo I só pode ser AA II - o genótipo do indivíduo 3 só pode ser AB 04. Qual é a probabilidade de o primeiro filho de um III - o genótipo do indivíduo 6 poderá ser BO homem albino e de uma mulher normal, mas IV - o genótipo do indivíduo 7 só pode ser BB heterozigota, ser do sexo masculino e albino? Estão corretas (A) nula (A) I e III (B) 25% (B) II e III (C) 50% (C) III e IV (D) 75% (D) II e IV (E) 100% (E) I e IIS110 1
  • 08. Os alelos que controlam o sistema MN no homem 11. Admite-se, na genealogia abaixo, que o indivíduo 2 podem ser representados pelos símbolos M e N. Os manifeste uma anomalia genética condicionada por três genótipos possíveis são identificados através de um gene autossômico recessivo (não ligado ao sexo) reações com anti-soros anti-M e anti-N. Nesse siste- e que o indivíduo 1 não seja portador de genes para ma, a relação existente entre os alelos é: a mesma moléstia. (A) de dominância (B) de recessividade (C) do tipo herança intermediária (D) de codominância (E) semelhante ao sistema Rh 09. Mariazinha, criança abandonada, foi criada por pais adotivos. Anos mais tarde, Antônio e Joana, dizendo ser seus verdadeiros pais, vêm reclamar sua posse. No intuito de comprovar a veracidade dos fatos, foi exigido um exame do tipo sangüíneo dos supostos pais, bem como de Mariazinha. Os resultados foram: Antônio B e Rh +; Joana A e Rh -; Mariazinha O e Rh - . Você concluiria, então, que: (A) Mariazinha pode ser filha de Joana, mas não de Antônio A probabilidade do cruzamento 7 x 8 gerar um indivíduo (B) Mariazinha não é filha do casal doente é: (C) Mariazinha é filha do casal (A) 1/8 (D) Existe a possibilidade de Mariazinha ser filha do (B) 1/16 casal, mas não se pode afirmar (C) 1/32 (E) Mariazinha pode ser filha de Antônio mas não de (D) 1/64 Joana (E) 1/128 10. Em uma placa, foram colocadas doze gotas de san- 12. Uma planta com 1,6 m de altura foi cruzada com outra gue, sendo três do grupo A, três do grupo B, três do de 1m de altura e os descendentes resultaram todos grupo AB e três do grupo O. Soro do tipo A foi gotejado com 1,3 m de altura. Feita a autofecundação dos sobre quatro gotas, sendo uma de cada grupo indivíduos da F1 obteve-se 5 classes fenotípicas. sangüíneo. O mesmo foi feito com soro do tipo B e do Entre esses descendentes encontramos: tipo O. Algumas hemácias foram aglutinadas e outras (A) 50% de indivíduos com 1,3 metros de altura não. O quadro abaixo nos mostra como se apresen- (B) 37,5% de indivíduos com 1,15m de altura taram os conjuntos de hemácias após o encontro (C) 25% de indivíduos com 1,15m de altura soro/hemácias. (D) mais indivíduos com 1,15m de altura do que com 1,45m (E) um número de indivíduos com 1,3 m de altura maior do que a soma 1,15m com 1,45m. 13. As flores de determinada planta podem ser verme- lhas ou amarelas. Dois pares de genes ( V e (A)deter- minam esta característica: plantas V_A_ produzem plantas vermelhas e plantas V_aa, vvA_ ou vvaa, flores amarelas. Na descendência do cruzamento VvAa X VvAa, espera-se encontrar uma porção fenotípica de: (A) 1 vermelha : 1 amarela (B) 9 amarelas : 7 vermelhas (C) 9 vermelhas : 7 amarelas (D) 15 amarelas : 1 vermelha Pela observação das mesmas, pode-se concluir que (E) 15 vermelhas : 1 amarela os números 1, 2, 3 e 4 representam, respectivamente, os grupos sangüíneos: (A) B, O, A e AB (B) A, AB, B e O (C) B, AB, A e O (D) A, O, B e AB (E) A, B, AB e O S1102
  • 14. No homem, a polidactilia é um caráter dominante e a 18. Supondo-se que a cor da pela humana seja condici- miopia, uma anomalia recessiva. Os genes respon- onada por apenas dois pares de genes autossômicos sáveis por essas características situam-se em (A e (B)dominantes, qual a probabilidade de um casal autossomas e apresentam segregação independen- de mulatos médios, ambos com genótipo AaBb, ter te. Uma mulher com polidactilia e miopia, cuja mãe era um filho branco? normal para as duas características, é casada com (A) 1/16 (D) 6/16 um homem normal, cujo pai era míope. A probabilida- (B) 4/16 (E) 8/16 de de esse casal ter uma criança com polidactilia e (C) 5/16 miopia é: (A)0% 19. Observe as afirmações abaixo: (B)25% I - todo homozigoto é recessivo (C)50% II - todo recessivo é homozigoto (D)75% III - todo dominante é homozigoto (E)100% Está(ão) correta(s): (A) I (D) I e II 15. Nem todas as pessoas percebem o gosto amargo do (B) II (E) II e III PTC (feniltiocarbamida). A sensibilidade a essa subs- (C) III tância é devido a um gene dominante I e a insensibi- lidade é condicionada pelo alelo recessivo i. A habili- 20. Dizemos que um determinado gene é recessivo quan- dade para o uso da mão direita é condicionada por um do sua expressão (fenótipo): gene dominante E, e a habilidade para o uso da mão (A) só acontece em heterozigose esquerda é determinada pelo alelo recessivo e. Um (B) só ocorre quando em dose dupla homem destro e sensível, cuja mãe era canhota e (C) independe da presença de seu alelo insensível ao PTC, casa-se com uma mulher canhota (D) depende das características congênitas e sensível ao PTC, cujo pai era insensível. A probabi- (E) reproduz uma característica provocada pelo ambi- lidade de o casal ter uma criança destra e sensível é ente de: (A) 1/2 21. O albinismo é determinado por um gene autossômico (B) 1/4 recessivo. Do casamento de um homem (C) 3/4 fenotipicamente normal com uma mulher albina nas- (D) 1/8 ceram quatro crianças, sendo três delas normais e (E) 3/8 uma albina. Com base nas informações acima, pode- se afirmar que, para o gene do albinismo: 16. Um homem de pele com pigmentação normal e olhos (A) esse homem é heterozigoto castanhos casa-se com uma mulher de fenótipo igual (B) esse homem é homozigoto recessivo ao seu. Sabendo-se que o casal já tem um filho albino (C) esse homem é homozigoto dominante de olhos azuis, qual a probabilidade de num próximo (D) esse homem é duplamente recessivo nascimento esse casal vir a ter uma filha de olhos (E) nada se pode concluir sobre o genótipo desse azuis e com a pigmentação de pele normal? homem (A) 2/ 16 (B) 4/32 22. Quatro famílias em que aparece um mesmo caráter (C) 1/4 foram analisadas: Alguém conclui que o caráter em (D) 3/32 questão é dominante. (E) 7/16 17. Na moranga, a cor dos frutos deve-se às seguintes combinações de genes: B_aa = amarelo B_A_ = branco bbA_ = branco bbaa = verde Essas informações permitem concluir A conclusão está: (A) A é epistático sobre seu alelo (A) certa (B) B é epistático sobre A e sobre a (B) errada, devido ao observado na família nº 1 (C) a é hipostático em relação a A (C) errada, devido ao observado na família nº 2 (D) b é hipostático em relação a B (D) errada, devido ao observado na família nº 3 (E) A é epistático sobre B e sobre b (E) errada, devido ao observado na família nº 4S110 3 View slide
  • 23. Se na autofecundação de uma planta de sementes 26. Considere um homem heterozigoto para o gene A, brancas aparecerem entre os descendentes alguns duplo recessivo para o gene D e homozigoto dominan- com sementes amarelas e outros com sementes te para o gene F. Considere ainda que todos esses brancas: genes situam-se em cromossomos diferentes. Entre (A) é certo que se trata de ausência de dominância, os gametas que poderão se formar encontraremos pois os descendentes apresentam os dois apenas a(s) combinação(ões): fenótipos (A) AdF (B) é certo que se trata de dominância, pois deverá (B) AADDFF ocorrer a proporção de 75% de plantas com se- (C) AaddFF mentes amarelas e 25% de plantas com semen- (D) AdF e adF tes brancas nessa descendência (E) ADF e adf (C) é provável que 50% dos descendentes com se- mentes brancas sejam homozigotos e os outros 27. Qual a probabilidade de um casal de duplo 50% heterozigotos heterozigotos para dois pares de genes autossômicos (D) é certo que a planta fecundada é heterozigota com segregação independente vir a ter um descen- (E) é provável que 50% dos descendentes com se- dente com apenas uma característica dominante? mentes amarelas sejam homozigotos e os outros (A) 15/ 16 50% sejam heterozigotos (B) 9/16 (C) 3/8 24. Na figura abaixo, as bolinhas simbolizam os genótipos, (D) 3/16 para determinado caráter, de indivíduos descenden- (E) 1/16 tes de um mesmo casal: 28. De acordo com as indicações a seguir, espera-se, na F2, a ocorrência do fenótipo ruão na porcentagem de: (A) × . (B) × . (C) × . (D) × . (A) 0% (E) × . (B) 25% (C) 50% 25. Na planta ornamental conhecida por boca-de-leão (D) 75% não há dominância no caráter cor das flores vermelha (E) 100% e branca, sendo o híbrido de cor rosa. Que cruzamento é necessário para se obter apenas flores rosas? 29. Do casamento entre uma mulher albina com cabelos (A) rosa × rosa crespos e um homem normal, com cabelos crespos, (B) vermelho × rosa cuja mãe é albina, nasceram duas crianças: uma com (C) rosa × branco cabelos crespos e outra com cabelos lisos. A proba- (D) branco × branco bilidade que uma terceira criança seja albina com (E) branco × vermelho cabelos crespos é de: (A) 75% (B) 50% (C) 37,5% (D) 25% (E) 12,5% S1104 View slide
  • 30. Considerando o sistema de grupos sangüíneos ABO, 34. A manifestação da cor da pelagem e o grau de quantos genótipos são possíveis neste sistema? agressividade dos camundongos evidencia que es- (A)3 ses dois caracteres são condicionados pelo mesmo (B)4 par de genes. Daí, afirmar-se que todo camundongo (C)5 branco é manso; e que todo camundongo cinzento é (D)6 arisco e indomesticável. Não há como recombinar tais (E)8 características nesses animais, pois o mesmo gene que faz o animal ser branco também o faz dócil e lerdo; 31. Cássia possui sangue tipo AB, Danilo tipo O e Flávia, o mesmo gene que o faz cinzento também o torna ágil tipo B. É correto afirmar que: e fugitivo. A descrição acima caracteriza a atividade (A) Cássia é doadora universal gênica do tipo: (B) Danilo pode receber sangue de Flávia (A) polimeria (C) Se Danilo casar com Flávia e esta for homozigota, (B) pleiotropia 50% dos filhos podem ter sangue do tipo O (C) interação gênica (D) Cássia possui aglutinogênios A e B nas hemácias (D) epistasia (E) Danilo é heterozigoto e Cássia homozigota (E) polialelia 32. Num banco de sangue foram selecionados os se- 35. Na espécie humana há um tipo de surdez hereditária guintes doadores: grupo AB, 5; grupo A, 8; grupo B, 3 que é determinado por um par de genes. No e grupo O, 12. O primeiro pedido de doação partiu de heredograma a seguir, as pessoas surdas estão um hospital que tinha dois pacientes nas seguintes representadas por símbolos hachurados. condições: paciente I - possuindo ambos os tipos de aglutininas no plasma paciente II - possuindo apenas um tipo de antígeno nas hemácias e aglutinina anti B no plasma. Quantos doadores estavam disponíveis para os paci- entes I e II, respectivamente? (A) 5 e 11 (B) 12 e 12 (C) 8 e 3 (D) 12 e 20 (E) 28 e 11 33. Uma mulher de sangue A, MN, Rh + tem quatro filhos com os seguintes tipos de sangue: 1º AB, N, Rh - 2º A, MN, Rh - Com base nessa afirmação, assinale a opção correta 3º B, M, Rh + quanto ao tipo de herança e os genótipos dos indiví- 4º O, MN, Rh + duos 1, 2, 3 e 4, respectivamente. (A) autossômica dominante - ss Ss ss ss Um homem de sangue AB, M, Rh - poderá ser acusado (B) autossômica dominante - SS ss SS SS da paternidade: (C) autossômica dominante - Ss SS Ss Ss (A) do 1º filho apenas (D) autossômica recessiva - SS ss Ss SS (B) do segundo e do terceiro filhos (E) autossômica recessiva - Ss ss Ss Ss (C) somente do 3º filho (D) do 1º e do 4º filhos 36. Um homem, receptor universal de sangue, casa-se (E) de todos os filhos com uma mulher pertencente ao grupo sangüíneo O. Quais são os tipos possíveis de sangue dos filhos do casal? (A)A e B (B)A e AB (C)A e O (D)AB e O (E)AB e BS110 5
  • 37. Se cruzarmos uma fêmea e um macho de uma dada 41. Um indivíduo apresenta alelos para olhos azuis. Isso espécie que possuam os alelos cromossômicos significa que esses alelos são encontrados: autossômicos AA e aa, a freqüência de descendentes (A) apenas nos gametas com um genótipo aa em F1 será: (B) apenas nas células das gônadas (A)zero (C) apenas nas células da íris (B)25% (D) em todas as células do corpo (C)50% (E) em todas as células do globo ocular (D)75% (E)100% 42. Analise o heredograma a seguir, em que os indivíduos masculinos são representados por quadrados e os 38. Analise a genealogia a seguir, em que foi estudado o femininos por círculos. caráter braquidactilia (dedos curtos), que é determi- nado por um par de genes. Nessa família, os indivíduos 1, 2, 3, 4 e 7 são braquidáctilos, enquanto os indivíduos 5 e 8 apresen- tam dedos normais. Considerando essas informa- ções e desprezando a possibilidade de ocorrência de Sobre as informações contidas no heredograma, mutação, pode-se afirmar que o indivíduo 6: podemos afirmar que os indivíduos heterozigotos (A) é braquidáctilo e homozigoto são: (B) é braquidáctilo e heterozigoto (A) 1, 2 , 3 e 4 (D) 4 , 5, 6 e 7 (C) tem dedos normais e é homozigoto (B) 1, 2 , 4 e 5 (E) 3 , 5 e 9 (D) tem dedos normais e é heterozigoto (C) 1, 2 , 6 e 8 (E) pode ser ou não braquidáctilo e é homozigoto 43. A cor dos pêlos em coelhos é definida geneticamente. 39. Com relação ao grupo sangüíneo MN, indivíduos com No entanto, coelhos da variedade Himalaia podem ter o genótipo MM produzem antígenos M, com o genótipo a cor dos seus pêlos alterada em função da tempera- NN produzem antígeno N e com o genótipo MN produ- tura. Isso indica que o ambiente influencia: zem antígenos M e N. Este sistema evidencia: (A) o fenótipo apenas na idade adulta (A) dominância completa (B) o genótipo e a população (B) dominância incompleta (C) o genótipo e o fenótipo (C) codominância (D) o genótipo apenas para a cor dos pêlos (D) epistasia (E) o fenótipo dos indivíduos (E) pleiotropia 44. As flores das hortênsias podem ser azuis, se planta- 40. Um homem de tipo sangüíneo A casa-se com uma das em solos de teor ácido, ou róseas, se plantadas mulher do mesmo tipo sangüíneo. Os filhos desse em solo alcalino. Essa observação indica que: casamento serão necessariamente: (A) o fenótipo resulta da interação do genótipo com o (A) todos do tipo A meio ambiente (B) ou do tipo A, ou do tipo O (B) essa característica depende exclusivamente do (C) ou do tipo A, B ou O genótipo do organismo (D) do tipo A, B ou do tipo AB (C) essa característica é recessiva (E) do tipo A, B, AB ou O (D) o ambiente anula a informação genética dos indi- víduos (E) a característica cor da flor da hortênsia independe do genótipo S1106
  • 45. O heredograma mostra a incidência de uma anomalia 48. “Cada caráter é condicionado por um par de fatores genética em grupo familiar. que se separam na formação dos gametas.” Ao enun- ciar essa lei, Mendel já admitia, embora sem conhe- cer, a existência das seguintes estruturas e do proces- so de divisão celular, respectivamente: (A) cromossomos – mitose (B) núcleos – meiose (C) núcleos – mitose (D) genes – mitose (E) genes – meiose 49. O heredograma a seguir representa a herança de um par de genes entre os quais há dominância. Os símbolos escuros representam indivíduos que exi- bem a característica recessiva Após a análise desse heredograma, podemos afir- mar: (A) todos os indivíduos normais são homozigotos recessivos (B) a anomalia é condicionada por um gene recessivo (C) a anomalia ocorre apenas em homozigotos domi- nantes Nesse heredograma não se pode determinar o (D) todos os indivíduos normais são homozigotos genótipo do indivíduo dominantes (A) 1 (D) 6 (E) todos os indivíduos normais são homozigotos (B) 3 (E) 7 dominantes ou heterozigotos (C) 5 46. “ A mosca Drosófila, de olho branco, apresenta a 50. A anemia falciforme é causada pela presença de uma constituição genética XwY e não possui gene para hemoglobina anormal. Essa doença é herdada como olho vermelho, que impede a manifestação do outro autossômica recessiva. Considerando o heredograma gene, para olho branco.” Na frase, os termos destaca- apresentado abaixo, se os indivíduos I.2 e I.3 forem dos correspondem aos conceitos abaixo, na seguinte heterozigotos e os indivíduos I.1 e I.4 forem ordem: homozigotos normais, quem poderá ser afetado pela (A) fenótipo, alelo, dominância, genótipo doença? (B) fenótipo, genótipo, dominância, alelo (C) genótipo, fenótipo, dominância, alelo (D) genótipo, fenótipo, alelo, dominância (E) genótipo, alelo, fenótipo, dominância 47. Denomina-se genoma o conjunto de: (A) genes de um cromossomo (B) cromossomos de uma célula triplóide (C) genes dos cromossomos sexuais (D) cromossomos de uma célula haplóide (E) genes de um par de cromossomos homólogos (A) Apenas III.1 e III.2 (B) Apenas II.1 e II.3 (C) Apenas II.2 e II.4 (D) II.1, II.2, II.3 e II.4 (E) II.1, II.3, III.1 e III.2S110 7
  • 51. Dois genes alelos atuam na determinação da cor das 54. Observe a árvore genealógica, para o grupo sangüíneo sementes de uma planta: (A), dominante, determina (ABO) em uma família: a cor púrpura e (a) , recessivo, determina a cor ama- rela. A tabela a seguir apresenta resultados de vários cruzamentos feitos com diversas linhagens dessa planta: Cruzamento Resultado I × aa 100% púrpura II × aa 50% púrpura; 50% amarelo III × aa 100% amarelo IV × Aa 75% púrpura; 25% amarelo Apresentam genótipo (Aa)as linhagens: (A) I e III (B) II e III (C) II e IV (D) I e IV (E) III e IV 52. Quando Mendel cruzou plantas de ervilha apresentan- 1. O indivíduo 2 é mulher do grupo sangüíneo A. do vagens de coloração verde com plantas de vagens 2. O indivíduo 4 é homem do grupo sangüíneo B. de coloração amarela, obteve na primeira geração 3. O indivíduo 5 é mulher do grupo sangüíneo O. (F1) todos os descendentes de coloração verde. Na Sobre a árvore citada, marque a opção correta. segunda geração (F2) obteve 428 verdes e 152 ama- (A)o indivíduo 3 é do grupo sangüíneo AB relas. Todas as alternativas apresentam conclusões (B)o indivíduo 1 pode ser do grupo sangüíneo AB a partir desses resultados, exceto: (C)o indivíduo 1 é do grupo sanguíneo A (A) a expressão do alelo recessivo do gene desapa- (D)o indivíduo 1 é do grupo sanguíneo O rece apenas em F1 (E)nenhuma está correta (B) as plantas com vagens verdes ou amarelas da geração parental devem ser homozigotas 55. Para identificar se um animal que apresenta um (C) o alelo dominante do gene se expressa em cor caráter dominante é homozigoto ou heterozigoto, o verde correto seria cruzá-lo com um animal: (D) o caráter é controlado por um par de genes (A) homozigoto recessivo (E) os indivíduos que apresentam vagens de colora- (B) de fenótipo semelhante ção verde em F2 são heterozigotos (C) heterozigoto (D) homozigoto dominante 53. A talassemia é uma doença hereditária que resulta (E) de genótipo semelhante em anemia. Indivíduos homozigotos MM apresentam a forma mais grave, identificada como talassemia 56. Nas hemácias de um indivíduo pertencente ao grupo maior, e os heterozigotos MN apresentam uma forma sangüíneo B: mais branda chamada talassemia menor. Indivíduos (A) existe o aglutinogênio B homozigotos NN são normais. Sabendo-se que todos (B) existe o aglutinogênio A indivíduos com talassemia maior morrem antes da (C) existe a aglutinina A maturidade sexual, qual das alternativas a seguir (D) existe a aglutinina B representa a fração de indivíduos adultos, descen- (E) existe o aglutinogênio A e a aglutinina B dentes do cruzamento de um homem e uma mulher portadores de talassemia menor, que serão anêmi- cos? (A) 1/2 (B) 1/4 (C) 1/3 (D) 2/3 (E) 1/8 S1108
  • 57. Uma mulher de sangue tipo A, casada com um ho- 60. Lúcia e João são do tipo sangüíneo Rh positivo e seus mem de sangue tipo B, teve um filho de sangue do tipo irmãos, Pedro e Marina, são do tipo Rh negativo. Quais O. Se o casal vier a ter outros 5 filhos, a chance de eles dos quatro irmãos podem vir a ter filhos com nascerem todos com sangue do tipo O é: eritroblastose fetal? (A) igual à chance de nascerem todos com sangue do (A)Marina e Pedro tipo AB (B)Lúcia e João (B) menor que a chance de nascerem todos com (C)Lúcia e Marina sangue do tipo AB (D)Pedro e João (C) maior que a chance de nascerem todos com (E)João e Marina sangue do tipo AB (D) menor que a chance de nascerem sucessiva- 61. Um casal possui o seguinte genótipo para o fator Rh: mente com sangue do tipo AB, A, B, A e B pai Rr; mãe rr. Considerando apenas o fator Rh, a (E) maior que a chance de nascerem sucessivamen- probabilidade de esse casal vir a ter um filho se sexo te com sangue do tipo AB, B, B, A e A masculino, com ocorrência de eritroblastose fetal, é: (A) 1 58. No heredograma adiante, a criança II-1 tem fibrose (B) 1/2 cística, uma doença causada por um alelo recessivo (C) 1/3 autossômico. A probabilidade de que sua irmã (II-2) (D) 1/4 não afetada seja carreadora ou não carreadora da (E) 1/8 fibrose cística são, respectivamente: 62. Um laboratorista realizou exames de sangue em cinco indivíduos e analisou as reações obtidas com os reagentes anti-A, anti-B, anti Rh, para a determina- ção da tipagem sangüínea dos sistemas ABO e Rh. Os resultados obtidos encontram-se no quadro se- guinte. Indivíduo Soro ANTI-A Soro ANTI-B Soro ANTI-RH 1 aglutinou não aglutinou não aglutinou 2 aglutinou aglutinou não aglutinou (A) zero e 1/4 (B) 1/4 e 1/2 3 aglutinou aglutinou aglutinou (C) 1/4 e 1/4 4 não aglutinou não aglutinou não aglutinou (D) 2/3 e 1/3 (E) 1/2 e 2/2 5 não aglutinou não aglutinou aglutinou 59. O controle genético de determinado caráter é feito por Com base nesses resultados, indique quais indivídu- uma série de quatro alelos de um só lócus. O alelo A1 os serão considerados, respectivamente, receptor e é dominante sobre os alelos A2, A3 e A4; o alelo A2 é doador universal. dominante sobre os alelos A3 e A4 e o alelo A3 é (A) 5 e 2 dominante sobre o A4. Do cruzamento A1A2 X A3A4 (B) 4 e 3 devem ser obtidas. (C) 3 e 4 (A) quatro classes genotípicas e quatro classes (D) 2 e 5 genotípicas (E) 1 e 4 (B) quatro classes genotípicas e duas classes fenotípicas (C) quatro classes genotípicas e três classes fenotípicas (D) três classes genotípicas e três classes fenotípicas (E) três classes genotípicas e duas classes fenotípicasS110 9
  • 63. O esquema a seguir representa o cruzamento entre 65. O esquema a seguir evidencia que a formação de duas variedades puras de ervilha-de-cheiro (Lathyrus melanina não depende apenas da ação de um gene. odoratus) de flor branca. A F1 resultante apresentou No processo ali representado, está ocorrendo a ação 100% das ervilhas de flores avermelhadas. Após conjunta de dois genes. autofecundação das plantas F1, foram produzidas 371 plantas com flores avermelhadas e 287 com flores brancas, na geração F2. analise esse padrão de herança e assinale a afirmativa correta. (A) Trata-se de um exemplo típico da Primeira Lei de Mendel (B) Pelos resultados, deduz-se que é um padrão de herança intermediária (C) A proporção fenotípica 9:7 é um padrão de segre- gação independente (D) O gene para a cor avermelhada é co-dominante em relação ao alelo (E) O exemplo é de interação gênica já que está envolvido apenas um loco 64. Em humanos a polidactilia é condicionada por um gene dominante, sendo os indivíduos homozigotos Situações como essa são conhecidas como: recessivos portadores de pés e mãos normais (com (A) polialelia 5 dedos cada). Por sua vez, o albinismo é condiciona- (B) poligenes do por um gene recessivo, sendo que o alelo domi- (C) norma de reação nante produz em seus portadores pigmentação nor- (D) interação gênica mal. Ambos os locos citados são autossômicos. (E) alelos múltiplos Considere esse caso: Antônio, um homem com pés e mãos normais, porém 66. Um casal de surdos teve dois filhos com audição albino, casa-se com Maria, mulher normal para o normal. Sabendo-se que a surdez é determinada por albinismo, polidáctila e filha de um homem homozigoto qualquer dos genes recessivo d ou e, em homozigose, e normal para os dois caracteres e de uma mulher espera-se que o genótipo dos filhos seja albina e polidáctila. A partir das informações anterio- (A) ddee res, assinale a alternativa correta. (B) Ddee (C) DDEE (D) DdEe (E) DDee 67. No periquito australiano, a cor verde das penas é devida a um gene dominante, e a cor branca das penas é devida a seu alelo recessivo. A prole espera- da do cruzamento de um periquito verde híbrido com uma ave branca é de periquitos: (A) 100% verdes (B) 100% brancos (C) 25% verdes e 75% brancos (D) 50% verdes e 50% brancos (A) Todos os filhos desse casal deverão ser albinos (E) 75% verdes e 25% brancos (B) Não existe qualquer chance de nascer um filho polidáctilo dessa relação 68. Uma criança dos grupos sangüíneos B e Rh negativo (C) Antônio poderá produzir dois tipos de gametas necessita, com urgência, de uma transfusão de san- diferentes para essas características gue. O tipo sangüíneo mais conveniente que o hospi- (D) A mãe de Maria é, obrigatoriamente, homozigota tal pode optar na transfusão é: para as duas características (A) O – Rh negativo (E) Maria produzirá gametas de quatro tipos diferen- (B) B – Rh positivo tes para essa característica (C) A – Rh negativo (D) AB – Rh negativo (E) AB – Rh positivo S11010
  • 01. B 02. A 03. C 04. B 05. E 06. C 07. B 08. D 09. D 10. D 11. B 12. C 13. C 14. B 15. E 16. D 17. E 18. A 19. B 20. B 21. A 22. D 23. D 24. B 25. E 26. D 27. C 28. C 29. C 30. D 31. D 32. D 33. B 34. B 35. E 36. A 37. A 38. B 39. C 40. B 41. D 42. C 43. E 44. A 45. A 46. B 47. D 48. E 49. E 50. A 51. C 52. E 53. D 54. B 55. A 56. A 57. A 58. D 59. B 60. E 61. D 62. C 63. C 64. E 65. D 66. D 67. D 68. AS110 11