Your SlideShare is downloading. ×
Aula 4 aux.de contabilidade-aldeir
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Aula 4 aux.de contabilidade-aldeir

467
views

Published on

AUXILIAR DE CONTABILIDADDE COM INFORMÁTICA - MARANHÃO PROFISSIONAL - C E EDISON LOBÃO - SÃO JOÃO DOS PATOS/MA - COORDENAÇÃO REGIONAL: WALTER ALENCAR - www.professorwalteralencar.com

AUXILIAR DE CONTABILIDADDE COM INFORMÁTICA - MARANHÃO PROFISSIONAL - C E EDISON LOBÃO - SÃO JOÃO DOS PATOS/MA - COORDENAÇÃO REGIONAL: WALTER ALENCAR - www.professorwalteralencar.com

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
467
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CURSO DE AUXILIAR DE CONTABILIDADEProfº ALDEIR LOPESCOORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 2. CURSO DE AUXILIAR DE CONTABILIDADE – Prof. Aldeir LopesVeículos utilizados pela comunicação internadentro de uma empresa.•Relatórios- são utilizados para oacompanhamento de alguns processosorganizacionais, tendo uma certa periodicidadepara sua elaboração, sendo necessária aavaliação de seus dados.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 3. CURSO DE AUXILIAR DE CONTABILIDADE – Prof. Aldeir Lopes• É uma maneira eficaz de manter o públicointerno bem informado. É um instrumentoflexível, que oferece amplas possibilidades deexposição, tanto pelo volume, quanto pelaapresentação gráfica, com a possibilidade douso de imagens, gráficos e tabelas, o quefacilita a compreensão.• Tem a finalidade de “prestar contas”, demaneira simples, das atividades realizadaspela instituição.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 4. CURSO DE AUXILIAR DE CONTABILIDADE – Prof. Aldeir Lopes• Circulares– Tem um formato e tamanhomenor que os relatórios, as circulares sãoutilizadas para comunicar resultados depesquisas, relatórios, ações que devem seracompanhadas por seus respectivosresponsáveis.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 5. CURSO DE AUXILIAR DE CONTABILIDADE – Prof. Aldeir LopesBoletins– Os boletins podem conter matériasde interesse do público externo, dependendo doobjetivo estabelecido para o mesmo.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 6. • Memorando - É uma comunicação escrita,rápida e interna, somente para funcionários eoperários. Não é tão formal quanto a cartacomercial ou ofício.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 7. • Carta - É um documento simples, pois nelapodem aparecer a narração, a descrição, areflexão ou o parecer dissertativo.• O que determina a abordagem, a linguagem eos aspectos formais de uma carta é o m a queela se destina: um amigo, um negócio, uminteresse pessoal, uma pessoa amada, umfamiliar, um seção de jornal ou revista.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 8. • Ofício - O ofício é uma correspondência oficialenviada a alguém, normalmente funcionárioou autoridade pública.• E-mail – sistema de transmissão deinformações que permite a comunicaçãoentre pessoas por meio de serviço de correioeletrônico.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 9. • Atas - É o registro dos assuntos que foramtratados em uma reunião.• Normalmente após a redação da ata a mesmaé copiada em um livro apropriado, só paraesse fim, porque ela será lida no início dapróxima reunião e deverá ser assinada portodos os membros nela citados comopresentes.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 10. • Após assinada pelo secretário e por todos ospresentes, a ata constitui prova de que houvea reunião, das decisões nela tomadas, e dasmanifestações de todos os participantesCOORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 11. • Devido a ter como requisito não permitir quehaja qualquer modificação posterior, o seuformato renuncia a quebras de linha eletivas,espaçamentos verticais e paragrafação,ocupando virtualmente todo o espaçodisponível na página.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 12. • As características básicas da formatação deatas são:• Texto completamente contínuo, semparágrafos ou listas de itens - ou seja,reduzido como se o texto inteiro fosse umúnico e longo parágrafo;COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 13. • Números, valores, datas e outras expressõessempre representados por extenso;• Sem emprego de abreviaturas ou siglas;• Sem emendas, rasuras ou uso de corretivo;• Todos os verbos descritivos de ações dareunião usados no pretérito perfeito doindicativo (disse, declarou, decidiu...);COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 14. • Caso a ata esteja sendo registradadiretamente em livro de atas manuscrito, osconfortos da edição do texto não estarãodisponíveis. Neste caso, se houver erro doSecretário, o mesmo deverá serimediatamente corrigido sem rasurar ouemendar, mas sim usando o "digo", como noexemplo: "(...) O diretor propôs adquiririmediatamente vinte mil, digo, trinta milunidades de matéria-prima (...)".COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 15. • Caso perceba-se o erro apenas ao final dacomposição da ata, mas antes que a mesmaseja assinada, pode-se retificar no término dotexto, como no exemplo: "Em tempo: ondeconsta vinte mil unidades de matéria-prima,leia-se trinta mil unidades de matéria-prima‘.”• Veja a seguir um modelo de texto de ata.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 16. •Ata da reunião extraordinária para aprovação de despesa imprevista, realizada pela diretoriacolegiada e conselho fiscal da Empresa X em nove de março de dois mil e oito, no gabinete da Direção-Geral da empresa, em seu edifício-sede situado em Marília - São Paulo. A reunião foi presidida peloDiretor-Financeiro, José Luz da Rocha, secretariada por Antônio Meira e contou com a presença doDiretor de Recursos Humanos, Marcelo Firmino, do Diretor de Operações, Afonso Quezada, e de todosos integrantes do Conselho Fiscal da empresa, à exceção do Sr. Rogério Meira, cuja ausência foipreviamente justificada. Inicialmente foi lida e aprovada a ata da reunião anterior, à exceção daseguinte ressalva: onde constou vinte mil unidades de matéria-prima, leia-se trinta mil unidades dematéria-prima. Em seguida o Diretor-Financeiro solicitou ao Diretor de Operações que apresentassesuas estimativas de necessidade de realização de serviço extraordinário nas unidades fabris do estadodo Paraná para o próximo trimestre, sendo atendido na forma de uma apresentação audiovisual quedefiniu os motivos para a realização de sete mil e duzentas horas extras por um total de mil e duzentosfuncionários no período. Os aspectos relacionados à legislação trabalhista foram integralmenteaprovados pelo Diretor de Recursos Humanos, e colocou-se em votação aberta junto ao conselho fiscala disponibilização dos recursos para pagamento desta despesa não incluída no Plano Plurianual daEmpresa X, resultando em aprovação unânime e imediata autorização de desembolso concedida aoDiretor-Financeiro. O Conselheiro Aníbal Pinheiro propôs a recomendação de que uma metodologiapara estimativa de realização de serviço extraordinário seja incorporada a futuros planos plurianuais,tendo a moção sido aprovada por todos os presentes, e imediatamente incluída na pauta da próximareunião ordinária da Diretoria Financeira. Nada mais havendo a tratar, foi lavrada por mim, AntônioMeira, a presente ata, assinada por todos os presentes acima nominados e referenciados.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 17. • ATENÇÃO• O essencial é lembrar que a ata não é umatranscrição de tudo o que foi falado, mas simum documento que registra de formaresumida e clara as deliberações, resoluçõese demais ocorrências de uma reunião.COORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 18. • Não se deixe levar pelo formalismo! Oimportante de uma ata é registrar comfidelidade e clareza o que se discutiu, semdeixar margem para alterações posteriores.Pense mais no conteúdo e menos no modelo,e você fará as atas mais efetivasCOORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 19. As instalações para arquivar documentosdevem ser:a) Úmidasb) Pouco iluminadasc) Contra incêndiod) Com bastante iluminação solarCOORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 20. É uma comunicação escrita, rápida e interna,somente para funcionários e operários. Não étão formal quanto a carta comercial ou ofício.a) atab) relatórioc) memorandod) ofícioCOORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 21. O capital será tanto da iniciativa privadaquanto dos órgão públicos.a) Empresa privadab) Empresa mistac) Empresa rurald) Empresa públicaCOORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 22. Relacione :a) Arquivo corrente b) Arquivo intermediárioc) Arquivo permanente d) Eliminação( ) Com uso pouco freqüente( ) Destruição de documentos e informações( ) Ainda ativos nos processos de trabalho efreqüentemente utilizados( ) Documentos preservadosCOORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com
  • 23. Relacione :a) Planejamento b) Direção ou coordenaçãoc) Controle d) Organização( ) Abrange as decisões entre os objetivosesperados e resultados alcançados.( ) Ordem nas coisas.( ) Ações futuras e recursos necessários pararealizar objetivos.( ) Orientar as pessoas para atingir os objetivospropostosCOORDENADOR REGIONAL– Prof. Walter Alencar www.professorwalteralencar.com