Your SlideShare is downloading. ×
Cenario das Plataformas Corporativas de Software Social
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Cenario das Plataformas Corporativas de Software Social

2,905
views

Published on

Visão geral sobre o cenário de Plataformas Corporativas de Software Social …

Visão geral sobre o cenário de Plataformas Corporativas de Software Social
. Diferenças e similaridades com as redes sociais abertas
. As diversidade de Perspectivas e benefícios; Segmentos de Mercado
. Execução de um projeto piloto e prova de conceito (proof of concept (POC)) para avaliação, seleção e adoção de uma plataforma de colaboração e rede social corporativa

Published in: Business, Technology

2 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Obrigado Rodrigo pelo comentário e sugestão. Os números apresentados foram usados apenas como teaser de introdução ao assunto, visto a quantidade e diversidade de infográficos, pesquisas e relatórios nos quais esbarramos todos os dias. O foco real foi apresentar o enorme potencial que todas as commodities funcionais que encontramos nas redes abertas pode ter quando presentes numa plataforma de colaboração corporativa. Ainda não conhecia o projeto SuaRede. Vou incluí-lo na lista de soluções nacionais, juntamente com o Artia e o Nous que foram citados.

    Grande abraço,
    Ricardo Francisco Prochnow
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Webinar que apresentei ontem no Papos em Rede http://bit.ly/kVorBI (áudio disponível para download) com uma Visão geral do cenário de Plataformas Corporativas de Software Social; Diferenças e similaridades com as redes sociais abertas; As diversidade de Perspectivas e benefícios; Segmentos de Mercado; Execução de um projeto piloto; etc.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
2,905
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
88
Comments
2
Likes
8
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O ecossistema de plataformas deREDES SOCIAIS de internet
  • 2. O ecossistema de plataformas deREDES SOCIAIS de internet The Conversation Prism v3.0 - Brian Solis and JESS3 partnered to launch The Conversation Prism, a graphic which maps out the social media landscape. As social media continues to grow and evolve, platforms appear, disappear
  • 3. Facebook | THE CONNECTOR “Conectar e compartilhar o que quiser com quem é importante em sua vida” Filme “The Social Network” Person of the Year da TIME Jantar com Obama, Jobs, Ellison e Schmidt
  • 4. Facebook | Alguns NÚMEROS Aportes totalizam US$ 2,34 bilhões (até 03/2011) Quase 700M de usuários ativos, 50% faz login diário Em média, usuário tem 130 amigos, é fã de 80 páginas e cria 90 itens de conteúdo/mês São gastos 700B de minutos/mês no Facebook +1B de objetos (páginas, grupos, eventos, etc.) 35B de itens de conteúdo(links, notícias, fotos, etc.) 70% dos usuários não são dos EUA 70 idiomas disponíveis; 300K usuários auxiliaram 20M de aplicativos instalados/dia 300M de interações/mês em web sites externos
  • 5. Coca-Cola | +29 milhões de fãs
  • 6. Disney | +24,8 milhões de fãs
  • 7. Starbucks | +22,6 milhões de fãs
  • 8. TOP Marcas no Facebook Brasil (socialbakers)
  • 9. O Cenário das PlataformasCorporativas de Software Social
  • 10. Software Social, os 6 Cegos e o Elefante História presente em diversas culturas Percepção própria de como seria o elefante Todos tem "certeza" da sua verdade
  • 11. Software Social, os 6 Cegos e o Elefante Realidade é muito mais complexa do que a nossa capacidade de investigá-la Não existe uma verdade absoluta apesar de todos os estudos, teorias e pesquisas Diversas condições do mundo real e problemas concretos nos quais podemos aplicar as plataformas de software social
  • 12. Software Social, os 6 Cegos e o Elefante Plataformas de redes sociais  Não só no Marketing, Publicidade, Comunicação Plataformas de colaboração e redes sociais corporativas  Enterprise 2.0, Inovação aberta, CRM 2.0, Gestão do Conhecimento, Plataformas de colaboração, Intranet 2.0, Wiki, Etc. Tendências que devem estar no radar das Empresas 2.0  Artigo: parte I e II
  • 13. Commodities Funcionais das Redessociais corporativas
  • 14. Gartner - Trends in Social Software andExternally Facing Social Software Redes abertas X Corporativas
  • 15. Commodities Funcionais das Redes sociaiscorporativas Autenticação de Usuários | Identidade digital/Social Sign-In (SSI) Compartilhamento em Outras Redes Perfil do Usuário | Profile Perfil do Usuário | Dashboard Social Templates de Projetos e documentos Feed de Atividades | Activity Streams Algoritmo de Recomendações de conteúdo/usuários Atualização de Status| Micro-blogging Grupos de Contatos Really Simple Syndication RSS 2.0
  • 16. Commodities Funcionais das Redes sociaiscorporativas Operações FOLLOW / Relacionamentos Central de Mensagens Monitoramento Básico das Mídias Sociais abertas Pesquisa de Opinião | Enquetes Funcionalidade Blog (Usuários e Projetos) Funcionalidade Wiki Unidade Organizacional | Diretórios Disponibilizar um Servidor de Chat
  • 17. O Cenário das PlataformasCorporativas de Software Social
  • 18. Muitos Produtos; Muitos Produtos Diferentes Ecossistema de Plataformas Corporativas de Software Social e Colaboração
  • 19. As diversidade de Perspectivas doSoftware “Social”
  • 20. 3 Segmentos de Mercado do Software “Social”
  • 21. Atividades Comuns: Internas e Externas
  • 22. Gartner Inc. Technology Research Hype Cycle:Evolução de Tecnologias Emergentes
  • 23. Gartner Inc. Technology ResearchHype Cycle for Social Software (08/2010)
  • 24. O Cenário das Soluções Corporativasde Software Social
  • 25. Magic Quadrant for Social Software in theWorkplace (10/2010)  Open Text  Microsoft  Atlassian  Jive  IBM  Saba  Telligent  Ektron  Socialtext  Novell  SucessFactors  Igloo  Drupal  Liferay  NewsGator  Traction  Huddle  Xwiki  bluekiwi  Twiki  Realcom US  EPiServer
  • 26. Jive - Social Business Software that drivesbreakthroughs in revenue, cost, and innovation Jive: Solução “Social” corporativa peso-pesado e de “amplo espectro” funcional
  • 27. IBM Social Software for Business - LotusConnections Lotus: Blogs, Communities, Social Everywhere, Files, Social, Profiles, Wikis, Social Analytics, Activities, Bookmarks, Forums
  • 28. SharePoint – Plataforma de ColaboraçãoCorporativa “Compartilhar informações e gerenciar documentos que ajudam na tomada de melhores decisões”
  • 29. Telligent - Social Software | CommunitySoftware for the Enterprise “Adding business value by increasing efficiency and driving revenue through collaboration”
  • 30. Socialtext - Business Collaboration withEnterprise Social Networking Socialtext “Activity Streams Drive Enterprise 2.0 Discovery and Productivity”
  • 31. Socialtext - Business Collaboration withEnterprise Social Networking Socialtext: Gratuito para 50 funcionários
  • 32. SuccessFactors - Business Execution Software “Inciting your business to get the right work done at the right time”
  • 33. Drupal - Open Source CMS Drupal: Gerenciamento de Comunidades de colaboração com funcionalidades sociais
  • 34. NewsGator - SharePoint 2010 Enterprise SocialComputing NewsGator: Utiliza o SharePoint como plataforma para sua solução corporativa de Software Social
  • 35. Huddle - Project management software,collaboration software & file storage Huddle: Posicionam-se como alternativa mais fácil e barata para o SharePoint da Microsoft
  • 36. blueKiwi - Software + Social Business = Success “Build Your Communities and Turn Conversations Into Business Actions”
  • 37. OpenText - Enterprise Content Management “OpenText offers a comprehensive portfolio of enterprise content management (ECM)”
  • 38. Confluence - Enterprise Collaboration and Wiki Confluence: Conceito de Intranet Social. Gerenciamento de projetos é atendido com o módulo JIRA
  • 39. Saba - Live Enterprise Business Networking “Unified platform for powering real-time collaboration across the enterprise”
  • 40. Traction Software - Social Software MeetsProject Management “Bringing the resources a company has to help people make the best decisions and improving the quality of their collective work”
  • 41. Liferay - Enterprise open source portal andcollaboration software - Social Office “Liferay Social Office can revolutionize the way your team works without forcing you to change”
  • 42. IGLOO - Social Software for Business “Take back control. The power to change the way you work”
  • 43. Outros fornecedores significativos dePlataformas Sociais Corporativas
  • 44. Outros fornecedores significativos dePlataformas Sociais Corporativas Chatter - Salesforce.com Integration Mindtouch - Social Documentation PBWorks - Agency Collaboration Qontext - Contextual Integration SAP StreamWork - Decision Making Socialcast - Embeddable Microblogging tibbr - Universal Inbox Yakabod - Secure Sharing Yammer - Freemium Social Alfresco - Open Source Enterprise Content Management System Box.net - Online file sharing, content management, collaboration Cornerstone OnDemand - Learning & Performance Management Moxie Software - Enterprise Social Software Platform
  • 45. Chatter da Salesforce | Rede Social Corporativa Chatter da Salesforce é uma Rede Social Corporativa  Gratuita, basta um e-mail corporativo
  • 46. MindTouch - Open Source EnterpriseDocumentation Platform MindTouch: Plataforma corporativa de Documentação e Colaboração
  • 47. Pbworks - Online Collaboration Pbworks: plataforma de colaboração com gerenciamento simplificado de tarefas
  • 48. Qontext - a Social Collaboration Platform Qontext: plataforma social de colaboração corporativa
  • 49. SAP® StreamWork – People and Information inCollaborative Decision-Making StreamWork: Plataforma social com ênfase ao processo colaborativo de tomada de decisão SAP® StreamWork
  • 50. SocialCast - Enterprise Social NetworkingSoftware, Enterprise Microblogging SocialCast: plano básico é gratuito e permite criação de grupos, importação de atividades de outras plataformas
  • 51. Tibbr da Tibco - Social Collaboration Platform Tibbr: plataforma de colaboração corporativa. Não oferece plano gratuito.
  • 52. Yakabod – Secure Knowledge Sharing Systems Yakabod: plataforma de colaboração e gerenciamento de conteúdo com recursos básicos de gerenciamento de projetos
  • 53. Yammer - Private Enterprise Social Network Yammer: plataforma de micro-blogging corporativa. O plano gratuito não permite a nomeação de administradores
  • 54. Plataformas Sociais no contexto doGerenciamento de Projetos
  • 55. Magic Quadrant for IT Project and PortfolioManagement (06/2010)  Planisware  Planview  SAP  CA  HP  Compuware  Oracle  Microsoft  EPM Live  Instantis  Augeo  PowerSteering  Automation Centre  Daptiv  Clarizen  AtTask (*)  Cardinis  Innotas  Invision  Serena  One2Team  BMC  Onepoint  Sciforma  Tenrox  Genius  Atlantic  VCSOnline  Project.net (*)  Project Objects
  • 56. @task - TeamHome and Stream™ Announcing @task Stream, the Worlds First Social Project Management Platform The Social Project Manager
  • 57. Clarizen – Work Management Software Social Media in Project Management 1, 2, 3, 4 Walk the Walk of Project Collaboration 1, 2
  • 58. Genius Project Management Software “We’re all going to work more closely with our stakeholders, thanks to social media collaboration”
  • 59. Daptiv - Project Management Software That IsEssential To Streamline Communication Daptiv Forecasts Top Predictions for PPM in 2011: Social software and enterprise collaboration collide
  • 60. Project.net - Project Management Softwarewith Built-in Social Media “combines the power of social networking technologies with traditional project management”
  • 61. SAP PPM: Maximize the Value, Balance, AndStrategic Alignment of Your Portfolio So how does IBM’s SAP Alliance team partner with SAP Community Network in social media?
  • 62. Microsoft Project | Project Professional 2010 |Project 2010 Server “Social computing is optimizing teams performance adding a dimension of unstructured collaboration”
  • 63. Plataformas Corporativas deSoftware Social | Made in Brazil
  • 64. NOUS | Por que Colaboração? Porque COLABORAÇÃO é a principal ferramenta de promoção de aprendizagem nas organizações
  • 65. NOUS | Proposta Conectar pessoas diretamente aos propósitos da organização num ambiente colaborativo capaz de organizar, integrar e reter seus conhecimentos Apoiar a concepção e o desenvolvimento de idéias e projetos nas fases que antecedem a decisão de fazer Aumentar a produtividade em geral ao aumentar as chances de fazer as coisas certas e fazer certo as coisas – “Havendo olhos suficientes todos os erros são óbvios”
  • 66. NOUS | Execução Colaborativa
  • 67. Plataformas Corporativas deSoftware Social | Made in Brazil
  • 68. Artia | Social network for your projects
  • 69. Artia | Social network for your projects Gestão de tempo individual Colaboração Gestão de projetos Gestão de processos Planejamento estratégico Planejamento de áreas – produto, TI, RH, etc. Indicadores de negócio e de gestão Planejamento individual de curto, médio e longo prazos Gestão de Metas
  • 70. Artia | Social network for your projects “O Artia ajuda na definição e execução da sua estratégia, dos seus projetos e na administração do seu tempo. Fácil de usar, não requer treinamento ou projetos de implantação, não exige esforço de administração e pode ser acessado de qualquer lugar em qualquer momento, sem custo inicial”
  • 71. “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa
  • 72. 6 Passos | “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa Premissas  Patrocínio executivo para seu projeto piloto  Um bom “sponsor” garante grande parte do sucesso  Seleção dos grupos que irão gerar maior buzz sobre o sucesso do piloto em sua empresa Planejamento  1. Entrevistar usuários-chave das unidades de negócio e de TI  Levantamento de requisitos  Podem não saber “o que querem” da plataforma  Estruturar um questionário com as perguntas  Respostas irão ajudar a direcionar o planejamento, design, lançamento, políticas de uso, etc.
  • 73. 6 Passos | “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa Perguntas para usuários de negócios  Contribuição geral para a estratégia do negócio da empresa  Quantas pessoas usarão a plataforma?  Onde eles estão localizados fisicamente? Interface que usam?  Qual é a sua percepção e preocupação com uma RSC?  Existem diferenças culturais ou de idioma no grupo?  Peça que o usuário descreva como seu grupo usará a RSC  Como se obtém as informações, hoje, sem a RSC?  O que pretendem fazer na RSC para melhorar o processo?  Indicadores da RSC serão usados para medir sucesso de adoção?  Nomear facilitadores do grupo que irão auxiliar os demais a incorporar o uso da RSC na sua rotina de trabalho
  • 74. 6 Passos | “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa Perguntas para TI (que precisa avaliar se a solução se encaixa dentro do cenário de tecnologia da empresa)  Quais os objetivos globais para a RSC no quesito tecnologia?  Que outras componentes existentes (intranet, ferramentas de colaboração e/ou gestão de conhecimento a RSC complementa, reduz ou substitui?  Qual a regra para autenticação de usuários internos/parceiros?  Sistemas de negócio com os quais a RSC deve se integrar para validar o sucesso do piloto? São realmente “necessários”?  O piloto RSC estará sujeito a quais processos de governança?  Administração da RSC durante o piloto? Treinamento necessário?
  • 75. 6 Passos | “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa 2. Priorizar os objetivos e definir o escopo  Após a obtenção dos dados, é hora de priorizar  É este um piloto de tecnologia, ou de usabilidade, utilidade para o nosso negócio?  É mais difícil fazer as duas coisas. E se não é útil para o negócio, não precisamos da prova de tecnologia, right?  Dica: prove que é útil para usuários de negócios antes de mergulhar mais profundamente nas necessidades de tecnologia  Deixe para depois a integração com outros sistemas, etc.
  • 76. 6 Passos | “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa 3. Definir critérios de sucesso para o piloto  Indicadores obtidos na Etapa 1  Depoimentos de que a comunicação está mais eficaz com menor fluxo de e-mails?  Aumento significativo nas postagens do microblog, número de colaborações na produção de documentos, etc.  Dica: o piloto não é o momento para tentar provar todo o impacto nos negócios da empresa: concentre-se em justificar a utilidade para usuários de negócios em primeiro lugar  Em um piloto de 1-2 meses fica difícil comprovar uma diminuição no ciclo de vendas da sua empresa, mas, pode obter indícios de que as pessoas estão sendo acessadas com maior rapidez, frequência e colaborando de forma mais eficaz  Encoraje o "Feedback” em todos os pontos de contato
  • 77. 6 Passos | “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa 4. Determinar o cronograma do projeto-piloto  Pré-lançamento e planejamento do desenvolvimento  Não subestime o esforço necessário para entrevistar os participantes, determinar critérios de sucesso, etc.  Ativar o piloto – qual será o tempo de duração? Quanto tempo de uso é necessário para viabilizar a coleta das métricas?  Depende também da cultura e maturidade da empresa, do desempenho dos facilitadores e do gerente da comunidade  Mais planejamento costuma derivar pilotos mais cursos  Análise Pós-piloto  Tempo para coleta e análise dos dados?  Pesquisas junto as usuários finais e usuários chave  Elaboração de relatórios para os patrocinadores executivos
  • 78. 6 Passos | “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa 5. Definir papéis e responsabilidades  Os dois principais papéis para definir são o gerente de comunidade e o administrador do sistema  As funções adicionais incluem:  Os facilitadores de cada grupo de negócios participante  Responsáveis pelo contato direto com o fornecedor para responder às perguntas da equipe de negócio e técnica  Identificar e delegar poder aos “evangelizadores” do piloto que difundem o uso e aceleram a identificação e o mapeamento de novos casos de negócio para o piloto
  • 79. 6 Passos | “Projeto Piloto” de implantação deuma rede social corporativa 6. Definir a data da decisão Go/No-Go e próximos passos  Uma vez avaliados os indicadores de sucesso ou fracasso, o que vem a seguir?  Será necessário testar com mais grupos?  O piloto encerrou e o projeto está cancelado? (Espero que não)  Cuidado: um piloto bem sucedido pode perder o “momento” se houver muita demora nesta fase  Use a força do “patrocinador” do projeto  Se o piloto foi bem-sucedido, esteja preparado para expandir
  • 80. http://facebook.com/vocimo http://twitter.com/vocimo http://vocimo.com
  • 81. Nurturing curiosity & inspiring the pursuit ofdiscovery
  • 82. A Vocimo | Fator [VOC]
  • 83. A Vocimo | Fator [VOC] Voz e o Valor dos C´s  Coletivo Conectado, Clientes, Consumidores, Colaboradores, Comunidades, Contribuintes, Cidadãos, Conteúdo, …) Momento de transformação da comunicação  As regras mudaram: autenticidade é obrigatória  Fator [VOC] tem influência sobre o mercado  Fundamental ouvir, participar, aprender e inovar com as conversações onde elas realmente ocorrem  Reconhecer e delegar poder aos representantes [VOC] que querem ouvir a história da sua Marca direto da fonte e participar da inovação e melhoria dos seus produtos e serviços  Gerar relacionamentos de longo prazo, autênticos e baseados na confiança
  • 84. A Vocimo | A Equipe  Deise Prochnow (deise@vocimo.com @deisepms)  Administradora com pós-graduação em Marketing pela FGV  Especialização em Gestão pela Fundação Dom Cabral  20 anos de atividade profissional nas áreas de TI, Marketing e Gestão  Gerente de Suporte à Clientes da Datasul (Atual TOTVS)  Integrante do Comitê Executivo e Sócia do Drimio  Salomão Casas Neto (salomao@vocimo.com @scasas)  Administrador com pós-graduação em Marketing pela FGV  Pós graduado em Controladoria e Finanças e MBA em e-Business pelo INPG  15 anos de atividade profissional nas áreas de TI, Marketing, Novos negócios, Inovação, Mobile e Internet  Gerente de Produto e Novos Negócios da Datasul Finanças (Atual TOTVS)  Diretor Executivo e Sócio do Drimio  Ricardo Francisco Prochnow (ricardo@vocimo.com @ricardoprochnow)  Formado em Ciências da Computação pela FURB  Certificações internacionais PMI/PMP e ITIL/EXIN  20 anos de atividades profissionais relacionadas à Tecnologia da Informação e internet  Analista de Produto e Novos Negócios da Datasul Finanças (Atual TOTVS)  Diretor de Produto e Sócio do Drimio
  • 85. http://facebook.com/vocimo http://twitter.com/vocimo http://vocimo.com