Antipatterns Ágeis

664 views

Published on

A adoção de metodologias ágeis visivelmente cresce no mundo. Não fazemos mais software como nos anos 90: os processos são cada vez mais dinâmicos para acompanhar as mudanças e inovações e o conhecimento das pessoas é cada vez mais valorizado. Mas como acontece essa transição nas organizações?

O conceito de desenvolvimento ágil de software é bastante amplo, podendo ser adaptado para diferentes realidades. É um agregado de práticas, métodos e cultura. Isso cria espaço para diferentes interpretações que podem resultar em falhas e fracassos, falsamente embasados sobre princípios "ágeis". São aí que aparecem os anti-patterns: padrões que parecem benéficos mas que na prática trazem um resultado contrário ao esperado.

Que padrões são esses? Como podem ser evitados ou corrigidos? Onde está o erro? Essa palestra mostra diversos exemplos desses padrões e onde estão as diferenças de interpretação que os causam.

0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
664
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Feita entre julho e novembro de 20116042 participantes. Em 2010 foram 91 paísesversionone.com/state_of_agile_development_survey/11/
  • Semcolaboraçãofaltaconfiança, inibição e se transformaem um comandocontroledisfarçado.
  • Caso o objetivo da Sprint mude, érecomendadoabortá-la.
  • Perdemos ofoco da melhoriabaseada no aprendizado, da mudançaparaanteciparentregas de valor
  • Quando o clientepropõeescopofechado…
  • O Escopoestimadoé o quetorna o ágilflexível a mudanças!
  • Escopo, tempo e custofechado…
  • Antipatterns Ágeis

    1. 1. Antipatterns Ágeis
    2. 2. VITOR PELIZZA Ciências da Computação - UFSC MBA em Gerenciamento de Projetos - FGV Certified ScrumMaster (2008)
    3. 3. O número de empresas adotando ágil vem crescendo
    4. 4. State of Agile Development Survey Powered by: Outubro/2013
    5. 5. Grande interesse. Scrum é o campeão. Pouca proximidade do CLIENTE. Poucas técnicas de engenharia. BUG TRACKER é a ferramenta mais utilizada. Projetos falham por questões de CULTURA e pressão. Medo de perda de previsibilidade e controle gerencial. Tentativa de ENCAIXAR elementos ágeis em frameworks não-ágeis.
    6. 6. Será que esse cenário é parecido com o que vivemos todos os dias? Porque?
    7. 7. Antipatterns
    8. 8. Práticas comuns que PARECEM benéficas, mas que na prática NÃO funcionam.
    9. 9. 1) Cascata ágil
    10. 10. Cadê as ENTREGAS? E o FEEDBACK do CLIENTE? Adaptável a MUDANÇAS?
    11. 11. Fonte: http://www.targetprocess.com/blog/2008/09/waterfall-got-you-down-with.html
    12. 12. 2) Adoção top down
    13. 13. “Migrar para o ágil é mais do que MUDAR seus processos. É necessário mudar a CULTURA”. - Becoming Agile in an Imperfect World
    14. 14. Colaboração
    15. 15. Motivação e inspiração
    16. 16. 3) “Respondendo à mudança”
    17. 17. Dirigido pelo cliente
    18. 18. Sem objetivo, à deriva
    19. 19. Priorizar, estabelecendo novas metas para as próximas iterações
    20. 20. A Sprint é o foco da equipe!
    21. 21. 4) Prevendo o futuro
    22. 22. Escopo fechado
    23. 23. Aprendizado? Mudanças para gerar mais valor?
    24. 24. Negociar, entender o motivo das entregas. Procurar uma abordagem mais alto nível.
    25. 25. - The Agile Samurai
    26. 26. - The Agile Samurai
    27. 27. 5) Software funcionando AO INVÉS de documentação
    28. 28. O Software eventualmente vai entrar em manutenção (com sorte irá)
    29. 29. Não precisa ser abrangente, apenas do necessário para o entendimento!
    30. 30. 6) Mantendo pessoas ocupadas
    31. 31. Empower the team! Se você acha que tem problemas com RESPONSABILIDADE na equipe, existe uma maneira muito fácil de resolver: deixe a EQUIPE apresentar o software ao CLIENTE! - The Agile Samurai
    32. 32. 7) Agile Zen
    33. 33. Sem overload, sem correria, é só escrever postits!
    34. 34. Trabalhar duro faz parte!
    35. 35. http://www.versionone.com/pdf/2013-state-of-agile-survey.pdf Referências
    36. 36. vitor.pelizza@gmail.com twitter.com/vpelizza linkedin.com/in/vpelizza facebook.com/vpelizza slideshare.net/vitorpelizza Obrigado!

    ×