Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Modelos e linguagem oficial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Modelos e linguagem oficial

  • 1,212 views
Published

Trabalho sobre COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL BARREIRAS DE COMUNICAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONCEITOS

Trabalho sobre COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL BARREIRAS DE COMUNICAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONCEITOS

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,212
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
37
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. CAMPINAS 2013 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL BARREIRAS DE COMUNICAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONCEITOS Vinicius Henrique da Silva Nicke Willy Lira Ferreira Lucas Moreira Michelly Rodriguez Emmanuel Diego Carlos Mendes Supiao
  • 2. CAMPINAS 2013 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL BARREIRAS DE COMUNICAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONCEITOS TRABALHO ELABORADO SOBRE ORIENTAÇÃO DE ADEMILSON CARLOS TEIXEIRA, EXIGIDO PELO COMPONENTE CURRICULAR MÉTODOS E LINGUAGEM.
  • 3. SUMÁRIO 1. Comunicação Interpessoal.......................................................................................................... 4 1.2 Albert Mehrabian e a Comunicação Interpessoal ........................................................... 4 1.3 Comunicação Interpessoal nas Organizações .................................................................... 5 1.3.1 Comunicação Interpessoal nas Organizações ................................................................ 6 REDE DE COMUNICAÇÃO............................................................................................................ 6 2. BARREIRAS DA COMUNICAÇÃO............................................................................................ 7 REPERTÓRIO CULTURAL ............................................................................................................ 7 2.2 SOBRECARGA DE INFORMAÇÃO, FONTES, FILTRAGEM E LINGUEGEM.......... 8 3. ADMINISTRAÇÃO DE CONCEITOS...................................................................................... 10 DICAS PARA UMA MELHOR COMUNICAÇÃO....................................................................... 10 BIBLIOGRAFIA................................................................................................................................... 11 COMUNICAÇAO EMPRESARIAL - MARIA ALZIRA PIMENTA ........................................ 11
  • 4. 4 1. COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL A Comunicação Interpessoal é importante em diversos segmentos ao longo de nossas vidas, visto que este é o método que desenvolve a troca de informações entre duas ou mais pessoas. Sabemos que cada interlocutor troca informações baseadas em seu contexto cultural, vivências e emoções. O método de comunicação prevê em sua obrigatoriedade em que haja a existência mínima de dois indivíduos sendo o emissor e o receptor, cada qual com seu repertório individual irão transmitir a informação segundo seu conjunto de particularidades e aquele que recebe tal mensagem agirá da mesma maneira de acordo com seu próprio filtro cultural. Para diferenciar esses conceitos culturais foram criados meios múltiplos de comunicação que passam a ser usados pelas pessoas na comunicação interpessoal. Podemos citar a conversação, mímica, escrita, telefone, computadores, televisão e rádio. E assim uma vez que enviada a mensagem o receptor processa e segundo seus objetivos transforma em conhecimentos. Resumindo a comunicação interpessoal, pode ser definida como o processo pelo qual informações são trocadas e entendidas por duas ou mais pessoas, normalmente com a intenção de motivar ou influenciar o comportamento. 1.2 ALBERT MEHRABIAN E A COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL Pesquisa realizada pelo psicólogo americano e professor emérito da Universidade da Califórnia – UCLA, Albert Mehrabian, constatou que as formas de comunicação não verbais, feitas através de: gestos, postura corporal e contato visual, são 55% mais impactantes do que outras formas de comunicação, por ser uma forma universal de relacionamento entre as pessoas. Ainda segundo Mehrabian – 38% do impacto da comunicação reside em nosso Tom de voz e apenas 7% nas Palavras propriamente ditas. Desenvolver as habilidades
  • 5. 5 de comunicação não verbal e verbal, portanto, é essencial para potencializar os resultados e construir harmonia nas relações interpessoais. Busque aperfeiçoar sua comunicação. O domínio desse recurso possibilita que os colaboradores e líderes possam conhecer-se melhor, realizar projetos juntos, dar feedbacks, receber orientações de forma madura, interagir e alcançar melhores resultados para empresa, como também alcançar qualidade nas relações interpessoais, tanto dentro como fora do ambiente de trabalho. 1.3 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL NAS ORGANIZAÇÕES Muitas competências comportamentais são valorizadas no ambiente empresarial. Habilidades de liderança; automotivação, para o trabalho em equipe, criatividade destacam-se entre os diferenciais que as empresas buscam encontrar em seus colaboradores, entretanto, a excelência na comunicação interpessoal é item fundamental para o sucesso de líderes, colaboradores e equipes. Com o mercado mais competitivo, cada vez mais os profissionais são exigidos e as organizações têm buscado colaboradores que dispõem de habilidades que superem o escopo de atuação de sua profissão, isso inclui ter uma visão sistêmica da empresa, estar disposto e pronto a colaborar. A efetiva comunicação interpessoal nas empresas é um dos itens fundamentais para o sucesso de líderes, liderados e o alcance dos resultados planejados pela organização. Imagine um “chefe” que não sabe dar ordens, não consegue explicar de forma clara a finalidade de uma ação, projeto, compartilhar seus conhecimentos ou dar um feedback. Com certeza, os colaboradores sob sua tutela terão dificuldades de entender as tarefas e executá-las com exatidão. Agora imagine o contrário, um colaborador que não consegue responder de forma clara seu líder, relatar suas atividades, seus resultados, compartilhar suas ideias e relacionar-se bem com os colegas. Nos dois casos há algo de errado na forma comunicação, e que precisa ser urgentemente melhorado. O processo de comunicação empresarial tem 3 funções:
  • 6. 6  A primeira função é a de produção e controle, voltada á realidade do trabalho e destinada à execução, monitoramento, controle e avaliação dos trabalhos.  A segunda função trata das necessidades organizacionais de comunicação, de mudanças, de alterações de procedimentos e processos. É a chamada inovação.  A terceira função trata dos meios de realização do trabalho (mais não do trabalho em si) e se destina a socialização. O aspecto de socialização de membros nas organizações, abordado pelas ciências do comportamento. 1.3.1 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL NAS ORGANIZAÇÕES REDE DE COMUNICAÇÃO Dentro dos fundamentos da comunicação, pode se examinar os padrões de fluxo de comunicação, comparar as redes formal e informal de comunicação e também observar a importância da comunicação não verbal. A direção da comunicação pode fluir de forma vertical e horizontal. Adimensão formal pode ser dividida em direção ascendente e descendente: ascendente dirige aos escalões mais alto da empresa ou organização; descendente, comunicação que acontece dos níveis mais altos para baixo. As redes de comunicação poder ser formais e informais, e essas redes são os canais pelos quais a informação flui. As redes formais são assim consideradas quando estão relacionadas ao trabalho, que segue a cadeia de autoridade, já as redes informais são as redes de rumores, ela não é controlada pela empresa, e é a mais absorvida pelos funcionários do que os comunicados formais. Torquato (2002, p. 58) acrescenta: “A escolha dos canais está associada ao porte da organização, à dimensão espacial de suas unidades centrais e periféricas, aos tipos de público que se quer atingir e à periodicidade das mensagens”. Relacionando-os com as redes de comunicação que se formam na organização, o autor refere-se à utilização de poucos canais expressivos na rede formal, ao contrário da rede informal, que conta com
  • 7. 7 muitos canais expressivos, considerando-se que o aspecto de expressividade vincula-se ao Sistema Sentimento anteriormente apontado. A configuração de redes, como malha viária para circulação da informação na empresa, por onde se movimentam os fluxos comunicacionais, representa o mapeamento de um circuito relacional que está muito além do controle diretivo, pois todo esse processo envolve a participação de pessoas que, embora desempenhem papéis funcionais, carregam, cada uma, seu próprio universo cognitivo. Trata-se de bagagem cultural e pessoal que se incorpora à organização, promovendo, igualmente, a interatividade que se associa à cultura organizacional. 2. BARREIRAS DA COMUNICAÇÃO REPERTÓRIO CULTURAL Cada pessoa, que passamos a considerar como, interlocutor, troca informações baseadas em seu repertório cultural, sua formação educacional, vivências, emoções, toda a "bagagem" que traz consigo. Cada qual tem seu repertório cultural exclusivo e, portanto, transmitirá a informação segundo seu conjunto de particularidades e o receptor agirá da mesma maneira, segundo o seu próprio filtro cultural. Como em todo processo de comunicação, os ruídos existentes devem ser minimizados pelo melhor nível de qualidade que o emissor possa dispor e o receptor deve se portar da maneira mais aberta para receber a informação em questão. O sucesso na comunicação não depende só da forma como a mensagem é transmitida, a compreensão dela é fator fundamental, lembre-se que vivemos em sociedade de cultura diversificada, e o que às vezes parece obvio para você para seu interlocutor não é. Devemos sempre ser objetivos e claros na nossa comunicação, nunca presumindo que "ele já sabe, e não preciso ficar explicando, porque isso é obvio." A comunicação depois de transmitida de forma correta ao seu interlocutor, deve ter um acompanhamento para ele saber se está agindo de forma correta, ou se precisa corrigir ou melhorar, esse processo chamamos de feedback. Há quatro problemas específicos relacionados com as dificuldades e linguagem na comunicação multicultural, que também são conhecidos como barreiras culturais.
  • 8. 8 Primeiro, existem as barreiras semânticas: as palavras significam coisas diferentes para pessoas diferentes. Segundo, existem as barreiras causadas pelas conotações. As palavras têm implicações diversas em diferentes linguagens. Terceiro, existem as barreiras causadas pelas diferenças de entonação. Em algumas culturas, a linguagem é formal e em outras informal, ou seja, a diferença entre a linguagem usada em casa com a do trabalho. Quarto, existem as barreiras causadas pelas barreiras de percepção. Pessoas que falam idiomas diferentes na verdade veem o mundo de forma diferente. Quando houver comunicação entre pessoas de diferentes culturas, há quatro regras que devem ser seguidas. Primeira regra assuma que há diferenças até a similaridade ser comprovada, segundas regra: procure se ater ao discurso descritivo em vez da interpretação ou avaliação; terceira regra: busque empatia; quarta regra: trate suas interpretações como forma de trabalho. 2.2 SOBRECARGA DE INFORMAÇÃO, FONTES, FILTRAGEM E LINGUEGEM. Sobrecarga de informação acontece muito com emails confusos, pouco claros. As dificuldades de comunicação associadas a emails tanto podem acontecer quando é partilhada demasiada informação como quando as mensagens são muito sintéticas e acabam por não transmitir uma mensagem compreensível. Sendo o email uma das formas de contacto mais utilizadas no ambiente profissional é necessário ter cuidados extras para evitar este tipo de falhas de comunicação. Falar muito. É um erro pensar que o segredo de uma boa comunicação está no excesso de informação transmitida. Seja com um cliente, um colega ou mesmo o seu chefe, o fato de não se cingir à informação essencial e fazer perder muito tempo com pormenores irrelevantes, faz com que a paciência se esgote rapidamente e a
  • 9. 9 atenção ao que está a dizer se perca, com prejuízo para informações que poderiam ser realmente importantes. Tipos de informação: graças à percepção seletiva, haverá maior ou menor dificuldade de Apreensão de determinado tipo, forma e conteúdo de informação. Fontes: a maior ou menor credibilidade da fonte, seu grau de influência sobre o receptor e os Estereótipos que suscita podem interferir na eficácia da comunicação. Filtragem: refere-se á manipulação da informação. Quanto mais níveis hierárquicos houver na estrutura da organização, maior será a probabilidade de haver filtragem. Linguagem: Numa organização existem muitas diferenças de níveis sociais, de formação de área de atuação e níveis de escolaridade. Obviamente, essas diferenças de níveis ocasionam grande empecilho na linguagem e na compreensão dos vários grupos.
  • 10. 10 3. ADMINISTRAÇÃO DE CONCEITOS DICAS PARA UMA MELHOR COMUNICAÇÃO Usar linguagem apropriada à mensagem e ao receptor; Oferecer escuta ativa a quem transmite; Ter empatia na comunicação interpessoal; Parar periodicamente, para reflexão no processo de comunicação; Dar feedback da mensagem recebida e pedir feedback da mensagem enviada. Há oito dicas para melhor a comunicação entre as pessoas. 1ª. Use múltiplos canais, visual auditivo e pratico isso pode proporcionar um aumento na probabilidade de clareza. 2ª. Adapte a sua mensagem a seu publico, pessoas diferentes dentro da organização tem necessidade diferentes de informação. 3ª. Procure ter empatia com os outros, coloque-se no lugar do receptor. 4ª. Lembre-se da comunicação face a face quando estiver enfrentando mudanças. 5ª. Ouvir em vez de escuta, muitas pessoas tendem em não prestar atenção. A mensagem literalmente entra e sai pelos ouvidos. 6ª. Tende coerências entre suas palavras e ações, ações falam mais alto que palavras. 7ª. Utilize a rede de rumores. 8ª. Utilize o feedback, a comunicação eficaz é um processo bilateral entre emissor e receptor. A comunicação vai muito além da troca de informação entre duas pessoas, pois essas informações trazem uma bagagem cultural, educacional e emocional do interlocutor, por isso quando transmitirmos qualquer informação temos que nos colocarmos no lugar do receptor para que possamos transmitir a mensagem de forma que ele possa processar.
  • 11. 11 BIBLIOGRAFIA www.urbano.mg.gov.br/images/.../comunicacao_interpessoal eficaz.pdf www.ibccoaching.com.br › ... › RH e Gestão de Pessoas www.administradores.com.br › Notícias www.faculdadedavilamatilde.com.br/.../COMUNICACAO%20NA%20E http://pessoal.utfpr.edu.br/sant/arquivos/comunicacao%20interpessoal.pdf COMUNICAÇAO EMPRESARIAL - MARIA ALZIRA PIMENTA.