• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Planos de aulas c.anexos[1]
 

Planos de aulas c.anexos[1]

on

  • 21,240 views

 

Statistics

Views

Total Views
21,240
Views on SlideShare
21,229
Embed Views
11

Actions

Likes
3
Downloads
222
Comments
0

2 Embeds 11

http://biodocentes.blogspot.com 9
http://www.biodocentes.blogspot.com 2

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Planos de aulas c.anexos[1] Planos de aulas c.anexos[1] Document Transcript

    • UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA – DCET CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM BIOLOGIA COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO II DOCENTE: CLÁUDIA REGINA TEIXEIRA DE SOUZA ESCOLA ESTADUAL LUIS EDUARDO MAGALHÃES PROFESSORA REGENTE: Keydian Teixeira ESTAGIÁRIO: Vinicius Ferreira Nobre DISCIPLINA: C. Biológicas CURSO: Ensino Médio SÉRIE: 2° ano TURNO: Vespertino UNIDADE: II FASE DE REGÊNCIA: 11 de maio de 2010. PLANO DE AULA 01 1. Reino Monera 2. Bacterioses e a saúde humana 3. OBJETIVOS:  Conhecer o estagiário e o cronograma a ser trabalhado pelo mesmo.  Descrever o Reino Monera e seus representantes, em especial, as bactérias. 4.CONTEÚDOS: 4.1Conceituais  Identificação e descrição das principais bacterioses, bem como o diagnóstico, sintomas e tratamento para as mesmas. 4.2 Procedimentais Prestar atenção a aula expositiva dialógica e levantar situações-problema a partir desta. Organização das equipes para confeccionarem um banner explicativo. 4.3 Atitudinais Desenvolvimento da consciência sobre a importância dos cuidados com a higiene e a saúde no tratamento dos alimentos e na vida diária. 5. SEQUÊNCIA DIDÁTICA/ PROCEDIMENTOS
    • Início da aula com uma aula expositiva dialógica bacterioses. Em seguida perguntas são realizadas aos discentes sobre casos de doenças na própria família, após os questionamentos os alunos formarão as e 5 equipes para elaborarem um Banner explicativo sobre o assunto dado, para ser apresentado para as demais turmas do ensino médio. 6. RECURSOS:  Quadro branco, pincel, livro didático, material do aluno, “TV pendrive”, imagens em arquivo em formato JPEG. 7. AVALIAÇÃO:  Será feita com o acompanhamento de questionamentos feitos pelos alunos acerca do assunto abordado através de questionamentos 8. REFERENCIA CONSULTADA: PAULINO, W. R. Biologia( ensino médio) vol. 2, São Paulo: Ática, 2005. 9. OBSERVAÇÔES Ocorreram imprevistos porque apesar da preparação da aula que fiz em imagens em formato JPEG para televisão do tipo pendrive; este aparelho estava quebrado ou desconfigurado e por conta disto, foi preciso transferir os discentes para uma outra sala, a sala de artes da escola. Somente a metade da apresentação foi exibida porque a quantidade de “slides” era enorme e porque ocorreu o imprevisto supracitado.
    • UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DCET- Campus II Curso: licenciatura plena em biologia Componente curricular: estágio supervisionado II Orientadora: Cláudia Regina T. Souza Escola do estágio: Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães Professora regente: Keydian Teixeira Estagiário: Vinicius Nobre PLANO DE AULA 2 -Reino Monera 1.1 Subtemas: cultura de colônia de bactérias 1.2 Bacterioses 1.3 Prevenção e tratamento destas doenças 2, Objetivos:  Observação do crescimento de uma colônia de bactérias em meio de cultura.  Socializar conhecimentos com as outras turmas do ensino médio, sobre bacterioses. 3.1 Conteúdos Conceituais: Observação do crescimento de uma colônia de bactérias. Portas de entrada de bacterioses em organismos vertebrados. Bacterioses: diagnóstico, prevenção e tratamento. Cuidados e prevenção com a saúde. 3.2 Procedimentais: Leitura, pelos discentes, do roteiro de aula prática de laboratório; montagem do Laboratório de Ciências; observação da aula
    • prática; repetição da prática observada na sala pelos discentes; anotações e elaboração de relatório sobre a prática observada; elaboração de um Banner explicativo para ser apresentada nas outras turmas de nível médio. 3.3 Atitudinais: Promover o senso de observação e análise crítica dos procedimentos realizados no Laboratório de Ciências; desenvolver a capacidade de pesquisa e habilidades com a confecção de materiais didáticos, 4. Procedimentos/ Sequência didática 4.1. Os discentes, através de um roteiro pré-definido, observarão a prática de laboratório para produzir a colônia de bactérias, a ser realizada pelo professor. 4.2. Procederão a realização da mesma prática observada em suas residências. Será entregue na aula posterior um relatório, por equipes, dos resultados observados. 4.3. Elaboração, pelas equipes dos discentes, de um banner explicativo com recortes de revistas, jornais, textos e artigos sobre as bacteriose e a saúde humana. 5. Recursos Para a prática de laboratório serão usados os seguintes materiais: 4 placas de Petri, gelatina sem sabor, água, lamparina, panela, tela de ferro, recipiente de pirex, colher, água destilada e etiquetas. Para a realização do banner serão utilizados: 1 cartolina ou papel-metro, recortes de figuras e textos, cola, tesoura, papel ofício A4, lápis de cores e lápis marcadores. 6. Avaliação Entrega do relatório, por equipe dos discentes, sobre a aula prática de laboratório (valor 0,5 ponto). Elaboração do Banner explicativo sobre as bacterioses, por equipes dos discentes, (valor: 2,0 pontos). Referência consultada:
    • CURTIS, H. 1977. Biologia. 2º Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A. PAULINO, W. R. 2009. Biologia: seres vivos e Fisiologia. Volume 1. 1 Ed. São Paulo: Ática UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DCET- Campus II Curso: licenciatura plena em biologia Componente curricular: estágio supervisionado II Orientadora: Cláudia Regina T. Souza Escola do estágio: Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães Professora regente: Keydian V. Teixeira Estagiário: Vinicius Nobre PLANO DE AULA 3-Reino Monera 1.1 Subtemas: Observação de cultura de colônia de bactérias 1.4 Bacterioses 1.5 2. Objetivos: Observar o crescimento de uma colônia de bactérias em meio de cultura. Socializar conhecimentos com as outras turmas do ensino médio, sobre bacterioses.
    • 3.1 Conteúdos Conceituais: Observação do crescimento de uma colônia de bactérias. Portas de entrada de bacterioses em organismos vertebrados. Bacterioses: diagnóstico, prevenção e tratamento. Cuidados e prevenção com a saúde. 3.2 Procedimentais: Leitura, pelos discentes, do roteiro de aula prática de laboratório; montagem do Laboratório de Ciências; observação da aula prática; anotações, desenho detalhado e elaboração de relatório sobre a prática observada. 3.3 Atitudinais: Promoção do senso de observação e análise crítica dos procedimento realizado no Laboratório de Ciências; desenvolvimento da capacidade de pesquisa e habilidades com a confecção de materiais didáticos. Procedimentos/ Seqüencia didática Os discentes, através de um roteiro pré-definido, observarão as lâminas de bactérias em microscópio óptico, em objetiva de 1oo vezes e com o uso de óleo de imersão. Em seguida farão um desenho, detalhando a morfologia das bactérias observadas. Será entregue na aula posterior um relatório, por equipes, dos resultados observados. Recursos Materiais: placas de bactérias gram-positiva e gram-negativa coradas, microscópio óptico, lâminas, lamínulas, luvas, óleo de imersão, corante azul de metileno, papel ofício A4, caneta e lápis de cor. Avaliação Entrega do relatório, por equipe dos discentes, sobre a aula prática de laboratório (valor 1,0 ponto). Entrega dos desenhos realizados individualmente.
    • Referência consultada: CURTIS, H. 1977. Biologia. 2º Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A. PAULINO, W. R. 2009. Biologia: seres vivos e Fisiologia. Volume 1. 1 Ed. São Paulo: Ática Anexo: UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DCET- Campus II Curso: licenciatura plena em biologia Componente curricular: estágio supervisionado II Orientadora: Cláudia Regina T. Souza Escola do estágio: Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães Professora regente: Keydian V. Teixeira Estagiário: Vinicius Nobre PLANO DE AULA 3-Reino Monera 1.1 Subtemas: Observação de cultura de colônia de bactérias 1.6 Bacterioses 1.7
    • 2. Objetivos: Observar o crescimento de uma colônia de bactérias em meio de cultura. Socializar conhecimentos com as outras turmas do ensino médio, sobre bacterioses. 3.1 Conteúdos Conceituais: Observação do crescimento de uma colônia de bactérias. Portas de entrada de bacterioses em organismos vertebrados. Bacterioses: diagnóstico, prevenção e tratamento. Cuidados e prevenção com a saúde. 3.4 Procedimentais: Leitura, pelos discentes, do roteiro de aula prática de laboratório; montagem do Laboratório de Ciências; observação da aula prática; anotações, desenho detalhado e elaboração de relatório sobre a prática observada. 3.5 Atitudinais: Promoção do senso de observação e análise crítica dos procedimento realizado no Laboratório de Ciências; desenvolvimento da capacidade de pesquisa e habilidades com a confecção de materiais didáticos. Procedimentos/ Seqüência didática Os discentes, através de um roteiro pré-definido, observarão as lâminas de bactérias em microscópio óptico, em objetiva de 1oo vezes e com o uso de óleo de imersão. Em seguida farão um desenho, detalhando a morfologia das bactérias observadas. Será entregue na aula posterior um relatório, por equipes, dos resultados observados. Recursos Materiais: placas de bactérias gram-positiva e gram-negativa coradas, microscópio óptico, lâminas, lamínulas, luvas, óleo de imersão, corante azul de metileno, papel ofício A4, caneta e lápis de cor.
    • Avaliação Entrega do relatório, por equipe dos discentes, sobre a aula prática de laboratório (valor 1,0 ponto). Entrega dos desenhos realizados individualmente. Referência consultada: CURTIS, H. 1977. Biologia. 2º Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A. PAULINO, W. R. 2009. Biologia: seres vivos e Fisiologia. Volume 1. 1 Ed. São Paulo: Ática. Anexo:
    • UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DCET- Campus II Curso: licenciatura plena em biologia Componente curricular: estágio supervisionado II Orientadora: Cláudia Regina T. Souza Escola do estágio: Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães Professora regente: Keydian Teixeira Estagiário: Vinicius Nobre PLANO DE AULA 5 Temas: 1 Protozoários 2. OBMEP 2.OBJETIVOS 1ª parte -Classificar os protozoários em rizópodes, ciliados, esporozoários ou flagelados - Identificar a morfofisiologia das amebas - Identificar o agente etiológico e os vetores da malária - Identificar o agente etiológico e os vetores da Doença de Chagas - Relacionar o fitoplâncton e sua cadeia trófica em ambientes aquáticos
    • 2ª parte - Avaliar os conhecimentos matemáticos dos estudantes de escolas públicas de ensino médio. Aplicados somente a parte 1 3.1 Conteúdos Conceituais: Classificação dos protozoários rizópodes, ciliados, esporozoários ou flagelados; Conhecimento sobre a morfofisiologia dos protozoários; conhecimento das doenças causadas por protozoários; indicação do modo de prevenir estas doenças; Procedimentais Aula teórica por meio de um estudo dirigido; resolução das questões do livro didático trabalhado em sala; formulação de hipóteses referentes a página 67 por duplas. Aplicar a prova da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP) para a turma regida. Atitudinais: Desenvolver a assimilação de conteúdos e idéias por iniciativa própria; desenvolver os cuidados com a prevenção de doenças e a saúde, desenvolver o senso investigativo. Metodologias e sequência didática
    • Os estudantes estudarão por meio de um estudo dirigido previamente elaborado; responderão as questões da página 64 do livro didático trabalhado em sala e formularão 2 hipóteses para o texto sugerido na página 67, em dupla. Na sala previamente organizada, será aplicada a prova de matemática, que se constitui em uma avaliação do MEC a nível nacional, em um único dia, que terá início as 14 horas e término as 17:00. Recursos didáticos Parte 1: Roteiro escrito em papel A4 para o estudo dirigido; livro diático de biologia utilizado pela turma; quadro branco e pincel atômico. Parte 2: Provas de matemática digitadas e elaboradas pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC); lista de freqüência, relógio e papel ofício A4. Avaliação Parte 1: Resolução das questões com valor de 0,25 e formulação das hipóteses com valor de 0,25. Parte 2: Resolução de prova objetiva com valor de 10 pontos. Referência bibliográfica PAULINO, W. R. Biologia( ensino médio) vol 2, São Paulo: Ática, 2005. LOPES & ROSSO. Biologia, vol. Único, 1 ed. São Paulo: Saraiva, 2005.
    • UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA – DCET CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM BIOLOGIA COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO II DOCENTE: CLÁUDIA REGINA TEIXEIRA DE SOUZA ESCOLA ESTADUAL LUIS EDUARDO MAGALHÃES PROFESSORA REGENTE: Keydian ESTAGIÁRIO: Vinicius Ferreira Nobre DISCIPLINA: C. Biológicas CURSO: Ensino Médio SÉRIE: 2° ano TURNO:Vespertino UNIDADE: II FASE DE REGÊNCIA: 11 de maio de 2010. PLANO DE AULA 06 OBJETIVOS: - Assimilar os conteúdos sobre o Reino Protista, considerando os protozoários e as algas. - Conhecer e comparar bacterioses (doenças causadas por bactérias) com protozooses (doenças causadas por protozoários). CONTEÚDOS: Conceituais  Identificação e classificação dos Protozoários: Filos Sarcodina/ Mastigophora; Ciliophora; Flagellata; Sporozoa.  Conhecimento das. Protozooses: diagnóstico, sintomas e tratamento. Procedimentais: Leitura oral, em sala de aula, de um texto do Reino Protista, com os caracteres diagnósticos dos grupos, a sua filogenia e as doenças causadas pelos mesmos. Atitudinais; Exercitar a leitura oral; bem como desenvolver as argumentações dissertativas,
    • Sequência Didática. 1 Entrega do texto aos discentes. 2. Leitura do texto (em voz alta), pelos discentes. 3. Discussão sobre a temática abordada no texto. 4. Resolução da questões do livro didático, página 65, com o assunto: protistas. RECURSOS Texto em papel A4, caneta, lápis, borracha, pincel atômico, quadro branco, livro didático de biologia. AVALIAÇÃO:  Entrega da resolução das questões. Referencia Consultada: CURTIS, H. 1977. Biologia. 2º Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A. PAULINO, W. R. 2009. Biologia: seres vivos e Fisiologia. Volume 1. 1 Ed. São Paulo: Ática. Anexo (disponível no último tópico deste documento)
    • UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA – DCET CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM BIOLOGIA COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO II DOCENTE: CLÁUDIA REGINA TEIXEIRA DE SOUZA ESCOLA ESTADUAL LUIS EDUARDO MAGALHÃES PROFESSORA REGENTE: Keydian ESTAGIÁRIO: Vinicius Ferreira Nobre DISCIPLINA: C. Biológicas CURSO: Ensino Médio SÉRIE: 2° ano TURNO: Vespertino UNIDADE: II PLANO DE AULA 07 Prática de laboratório: Observação de lâminas de bactérias OBJETIVOS: -Identificar a morfologia de bactérias Conteúdos
    • Conceituais: Identificação e descrição de acordo com a sua morfologia dos filos do reino Monera; cocos, bacilos, vibriões. Procedimentais: Observação das lâminas de bactérias em microscópio óptico; comparar tipos distintos de bactérias: bacilos e cocos. Resolução dos exercícios, sobre protozoários, do livro didático. Atitudinais: Desenvolver múltiplas inteligências cognitivas; desenvolver o comportamento proativo e a observação experimental-empírica- SEQUÊNCIA DIDÁTICA Técnicas de ensino: Aula Prática 1. Arrumação do laboratório com os devidos materiais e a intalação dos microscópios 2. Observação de lâminas preparadas de bactérias do tipo cocos e bacilos. Entrega do roteiro da Prática aos estudantes. 3. Desenho das estruturas bacterianas observadas. 4. Resolução do exercício de protistas e entrega dos relatórios escritos. Recursos Laboratório de Ciências, microscópios ópticos, lâminas de cocos e bacilos previamente coradas em cristal violeta, papel ofico A3, lápis grafite para desenho , canetas. AVALIAÇÃO:  Relatório escrito a ser entregue na próxima aula com valor de 0,5 décimos.
    •  Desenho a mão elaborado durante esta aula. Referencia Consultada: CURTIS, H. 1977. Biologia. 2º Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A. PAULINO, W. R. 2009. Biologia: seres vivos e Fisiologia. Volume 1. 1 Ed. São Paulo: Ática. OBSERVAÇÕES: Os estudantes se mostraram bastante entusiasmados com a observação ao microscópio, já que foi a primeira vez que o utilizaram. A maior parte dos professores de biologia desta escola, pelo que conversei com os mesmos, afirmaram que nem sequer tinham o conhecimento de que os microscópios estavam em bom funcionamento. Os erros cometidos foram devidos a pequena quantidade de microscópios para atender a demanda de 28 estudantes em sala; fator que poderia ser sanado caso o microscópio fosse acoplado a TV pendrive, no entanto; não localizei o cabo necessário para realizar tal procedimento, e por isso, precisei improvisar um estabilizador de computador para instalar o microscópio, o que não é adequado, do contrário, deveriam ter tomadas em altitude apropriada para realização de aulas práticas.
    • UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA – DCET CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM BIOLOGIA COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO II DOCENTE: CLÁUDIA REGINA TEIXEIRA DE SOUZA ESCOLA ESTADUAL LUIS EDUARDO MAGALHÃES PROFESSORA REGENTE: Keydian ESTAGIÁRIO: Vinicius Ferreira Nobre DISCIPLINA: C. Biológicas CURSO: Ensino Médio SÉRIE: 2° ano TURNO :Vespertino UNIDADE: II FASE DE REGÊNCIA: 11 de maio de 2010. PLANO DE AULA 08 OBJETIVOS: - Descrever os conteúdos sobre o reino Monera, em especial, as bactérias. - Descrever os conteúdos sobre o Reino Protista, considerando os protozoários e algas - Conhecer e comparar bacterioses (doenças causadas por bactérias) com protozooses (doenças causadas por protozoários). CONTEÚDOS: Conceituais  Identificar e classificar bactérias, seus filos, sua morfologia (colos,bacilos, espirilos, vibriões), seus ciclos de vida, locomoção, nutrição e patogenicidade.  Conhecimento das bacterioses, prevenção, diagnóstico, sintomas e tratamento.  Identificação e classificação dos Protozoários: Filos Sarcodina/ Mastigophora; Ciliophora; Flagellata; Sporozoa.  Conhecimento das. Protozooses: diagnóstico, sintomas e tratamento. Procedimentais: Resolução de uma avaliação escrita, elaborada de acordo com os conteúdos e atividades desenvolvidas na unidade em curso.
    • Atitudinais; Desenvolver o raciocínio lógico; bem como as argumentações dissertativas. Sequência Didática. 1 Arrumação das salas em fileiras retas. 2. Leitura das instruções da prova e a entrega da mesma. 3. Resolução da prova 4. Entrega da mesma e assinatura da lista de freqüência. RECURSOS: Prova escrita previamente elaborada em papel A4, caneta, lápis, borracha, relógio de pulso, pincel atômico, quadro branco. AVALIAÇÃO:  Prova escrita, com 12 questões, de caráter subjetivo e objetivo, com valor bruto de 6,0 pontos. Referencia Consultada: CURTIS, H. 1977. Biologia. 2º Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A. PAULINO, W. R. 2009. Biologia: seres vivos e Fisiologia. Volume 1. 1 Ed. São Paulo: Ática. ANEXOS - Prova da Unidade 2 em anexo no último tópico deste documento
    • UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA – DCET CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM BIOLOGIA COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO II DOCENTE: CLÁUDIA REGINA TEIXEIRA DE SOUZA ESCOLA ESTADUAL LUIS EDUARDO MAGALHÃES PROFESSORA REGENTE: Keydian ESTAGIÁRIO: Vinicius Ferreira Nobre DISCIPLINA: C. Biológicas CURSO: Ensino Médio SÉRIE: 2° ano TURNO:Vespertino UNIDADE: II FASE DE REGÊNCIA: 11 de maio de 2010. PLANO DE AULA 09 Avaliação final em 2ª Chamada OBJETIVOS: - Descrever os conteúdos sobre o reino Monera, em especial, as bactérias. - Descrever os conteúdos sobre o Reino Protista, considerando os protozoários e algas - Conhecer e comparar bacterioses (doenças causadas por bactérias) com protozooses (doenças causadas por protozoários). CONTEÚDOS: Conceituais  Identificar e classificar bactérias, seus filos, sua morfologia (colos,bacilos, espirilos, vibriões), seus ciclos de vida, locomoção, nutrição e patogenicidade.  Conhecimento das bacterioses, prevenção, diagnóstico, sintomas e tratamento.  Identificação e classificação dos Protozoários: Filos Sarcodina/ Mastigophora; Ciliophora; Flagellata; Sporozoa.  Conhecimento das. Protozooses: diagnóstico, sintomas e tratamento.
    • Procedimentais: Resolução de uma avaliação escrita, em caráter de 2ª chamada, elaborada de acordo com os conteúdos e atividades desenvolvidas na unidade em curso. Atitudinais; Desenvolver o raciocínio lógico; bem como as argumentações dissertativas. Sequência Didática. 1.. Leitura das instruções da prova e a entrega da mesma. 2 Resolução da prova 3. Entrega da mesma e assinatura da lista de freqüência. RECURSOS: Prova escrita previamente elaborada em papel A4, caneta, lápis, borracha, relógio de pulso, pincel atômico, quadro branco. AVALIAÇÃO:  Prova escrita, com 12 questões, de caráter subjetivo e objetivo, com valor bruto de 6,0 pontos. Referencia Consultada: CURTIS, H. 1977. Biologia. 2º Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A. PAULINO, W. R. 2009. Biologia: seres vivos e Fisiologia. Volume 1. 1 Ed. São Paulo: Ática. ANEXOS - Prova da Unidade 2 em anexo no final do documento (último tópico)
    • UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DCET- Campus II Curso: licenciatura plena em biologia Componente curricular: estágio supervisionado II Orientadora: Cláudia Regina T. Souza Escola do estágio: Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães Professora regente: Keydian Teixeira Estagiário: Vinicius Nobre PLANO DE AULA 10 1.1 Subtemas: Resultados e discussões das avaliações realizadas 2, Objetivos:  Entrega de resultados das avaliações  Possíveis revisões de correções de provas ou alterações de notas .  Realizar uma atividade recreativa Conteúdos Todas os que constam nos planos de aula anteriores (Anexos disponíveis no colegiado de Biologia na UNEB, Campus II, Alagoinhas) 5. Procedimentos/ Sequência didática 1. Entrega dos resultados das avaliações dessa unidade. 2. Possível revisão de notas de provas.
    • 3. Atividade recreativa: diálogo com os estudantes sobre a atuação do estagiário na sala; e sobre a expectativa dos estudantes no mercado de trabalho contemporâneo. 4. Entrega de bombons aos discentes. 6. Recursos Materiais: diário de classe, diário de notas, papel ofício A4, caneta esferográfica de cor preta, borracha, lápis e bombons. 7. Avaliação Comentários e “feedback” dos estudantes em relação ao estagiário. ANEXOS DOS PLANOS DE AULA EM SEQUÊNCIA - Observação: Os anexos das páginas seguintes estão dispostos na seqüência, em ordem cronológica, das aulas ministradas
    • 1.CRONOGRAMA DE ESTÁGIO 2. UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA– UNEB 2.2.1.1.1.1. DCET-CAMPUS II CAMPUS II – ALAGOINHAS. 2.3 COMPONENTE: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MEDIADORA: CLÁUDIA REGINA TEIXEIRA DE SOUZA CH: Estagiário: Vinicius Nobre Local do estágio: Colégio estadual Luís Eduardo Magalhães Turma: 2º ano 91V! Data CH Cont. Programático At. Didática Referências Bibl. (n°) - Sugestão (Terça) 1:40h 04/05/2010  Reino Monera Bacterioses 4. 1ª etapa: somente 6. PAULINO, W. R. Biologia( observação ensino médio) vol. 2, São (Vespertino) Paulo: Ática, 2005. 7. LOPES & ROSSO. Biologia, vol. Único, 1 ed. São Paulo: Saraiva, 2005. 8. PCN + 3. Apresentação do cronograma da Unidade Cronograma da unidade 4. Aula expositiva dialógica e bacterioses 9. PAULINO, W. R. Biologia( ensino médio) vol 2, São Sexta Paulo: Ática, 2005. 10. LOPES & ROSSO. Biologia, 11/05/2010 1:40 h vol. Único, 1 ed. São Paulo: Saraiva, 2005. (Vespertino) 11. PCN +  Elaboração de “banner” explicativo Bacterioses 12. PAULINO, W. R. Biologia( ensino médio) vol 2, São Paulo: Ática, 2005. 13. LOPES & ROSSO. Biologia, Sexta vol. Único, 1 ed. São Paulo: Saraiva, 2005. 25/05/10 1:40 h 14. PCN + (Vespertino)  Aula prática de laboratório segundo Cultivo de Colônia de Bactérias roteiro definido.  Apresentação de relatório avaliativo
    • 2.4 2.5 Atividade Didática Data CH Conteúdo Programático (Terça) 4. Reino protista: classificação, 5. Exposição dialógica morfologia, ambiente, participada com 01/06/2010 1:40 h importância ecológica dinâmica/Discussões; (vespertino) Terça  Reino Fungi: classificação,  Apresentação de filme em morfologia, ambiente, aparelho DVD. 08/06/2010 1:40 h importância ecológica  Questionário avaliativo sobre o filme (vespertino) Terça 01h40  Fungos: saúde e importância  Apresentação de seminário min h econômica pelo discentes (15/06/2010)
    • Terça 7. Recesso Junino 22/06/2010 julho Avaliações finais Aplicação de provas escritas 2.ESTUDO DIRIGIDO UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DCET- Campus II Curso: licenciatura plena em biologia Componente curricular: estágio supervisionado II Orientadora: Cláudia Regina T. Souza Escola do estágio: Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães Professora regente: Keydian Teixeira Estagiário: Vinicius Nobre
    • Roteiro para estudo Dirigido Assunto: Reino Protoctista 1.Caracterização dos protoctistas: O reino Protoctista compreende microrganismos eucarióticos e seus descendentes imediatos: todas as algas, ervas-do-mar, mofos-de-água undulipodiados (flagelados), os mofos-de-lodo, os tradicionais protozoários e outros organismos aquáticos. Os membros deste reino não são animais (que se desenvolveram em uma blástula, nem plantas( que se desenvolveram em um embrião, nem fungos ( que se desenvolvem de esporos). Nem são protoctistas procariotas pois todas as células protoctistas têm núcleos e outros atributos eucarióticos. Muitos fotossintetizam (têm plastídios), muitos são aeróbios (Têm mitocôndrias. Todos os protoctistas se desenvolveram por simbiose dentre pelo menos dois tipos diferentes de bactérias. Muitas combinações diferentes de bactérias primitivas em consórcios simbióticos não passaram pelo teste da seleção natural . Mas àquelas que sobreviveram deram origem ás linhagens modernas e atuais dos protoctistas. (Margulis & Schwartz, 2001.) 2. Objetivos -Classificar os protozoários em rizópodes, ciliados, esporozoários ou flagelados - Identificar a morfo-fisiologia das amebas - Identificar o agente etiológico e os vetores da malária - Identificar o agente etiológico e os vetores da Doença de Chagas - Relacionar o fitoplâncton e sua cadeia trófica em ambientes aquáticos 3. Procedimentos 1. Após estudar o capítulo sobre Protoctistas da página 54 a 63, discutir com os colegas e resolver individualmente em seu caderno o exercício da página 64 e em seguida, fazer a sugestão de atividade de texto da página 67 em duplas de estudantes. 2. Desenhar uma ameba e indicar as partes que a compõe (a morfologia), e suas funções Referência Bibliográfica:
    • Margulis & Schwartz. cinco reinos: Um Guia Ilustrado dos filos da vida na Terra. Ed. 3. Guanabara Koogan S. A: Rio de Janeiro, 2001. PAULINO, W. R. Biologia( ensino médio) vol. 2, São Paulo: Ática, 2005. 3. AVALIAÇÃO FINAL Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães - CMLEM Área do conhecimento: Biologia Turma: 91V1 Professora Supervisora: Keydian Vergasta Teixeira Estagiário: Vinicius Ferreira Nobre N° Questões: valor abertas (5): 5 x 0,6 cada fechadas (7): 6 x 0,4 cada e 1 x 0,6 Quem pensa enriquece! ( Napoleon Hill,2009 ) PROVA DE BIOLOGIA UNIDADE II: REINOS MONERA E PROTISTA
    • 1. Na filogenia, ou seja, na classificação segundo a evolução, dos organismos conhecidos, qual o reino que agrupa os organismos mais primitivos. Cite exemplos de espécies deste reino. ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ 2. O Reino Monera apresenta organismos procariotos. Alguns destes organismos são utilizados atualmente na engenharia genética para a síntese de novos medicamentos, bem como para a produção de “DNA artificial” (sintetizado em laboratório). Comente sobre a importância dos organismos supracitados na produção de vacinas; assim como o mecanismo de atuação dessas. ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________
    • 3. Qual a espécie, entre as citadas abaixo, pertencem ao Reino Monera? a) Trichomonas vaginalis b) Bacilos de Koch c) Sacaromisaes cerevisae d) Trypanosoma cruzi 4. Associe cada bacteriose a seu agente etiológico ( organismo responsável pela doença) a) bacilos de Hansen ( ) pneumonia b) bacilos de Koch ( ) gonorréia c) Neisseria gonorrhoeae ( ) tuberculose d) Staphiloccocus aureus ( ) lepra 5. Cite três tipos de bacterioses, e preencha o quadro abaixo com suas formas de prevenção, diagnóstico e tratamento e sintomas. BACTERIOS PREVENÇÃ DIAGNÓSTIC TRATAMENT SINTO- E O O O MAS 6. (Fatec-SP) Um organismo unicelular, sem núcleo diferenciado, causador de infecção em ratos provavelmente será: a) uma bactéria. b) uma alga. c) um vírus.
    • d) um fungo. e) um protozoário. 7. (MACK-SP) Em relação a morfologia, as bactérias com formas esféricas, de bastão, em cacho de uva e em colar denominam-se, respectivamente: a) cocos, bacilos, estafilococos, estreptococos. b) bacilos, cocos estafilococos, estreptococos. c) cocos, bacilos, estreptococos, estafilococos. d) bacilos, cocos, estreptococos, estafilococos. e) estreptococos, estafilococos, bacilos, cocos. 8. O que diferencia um protozoário de uma bactéria? A qual reino o primeiro pertence? ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ 09) Cite três protozoários e os filos aos quais pertencem? ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________
    • 10. (UFF/97) Adaptada. Considere os seguintes meios de transmissão de doenças: 1- ingestão de cistos eliminados com as fezes humanas; 2- contaminação através de fezes de inseto em lesões na pele; 3- picada por mosquito palha ou Birigui; 4- relações sexuais. As protozooses (doenças causadas por protozoários) correspondentes aos meios de transmissão indicados por 1, 2, 3 e 4 são, respectivamente: a) amebíase, doença de Chagas, leishmaniose e tricomoníase. b) giardíase, malária, leishmaniose e toxoplasmose. c) toxoplasmose, doença de Chagas, malária e amebíase. d) amebíase, toxoplasmose, leishmaniose e giardíase. e) leishmaniose, malária, doença de Chagas e amebíase. 11. (UFCE/99) A Doença de Chagas continua causando muitas mortes no Brasil e em países pobres do mundo. O texto a seguir sobre esta doença é hipotético. Leia-o com atenção. "Um paciente residente na periferia de Fortaleza procurou o posto médico, queixando-se, entre outras coisas, de febre, anemia, cansaço e hipertrofia ganglionar. Após os exames clínico e laboratorial, diagnosticou-se, corretamente, que ele estava com a Doença de Chagas. Ao tomar conhecimento do caso, um professor resolveu discutir o caso com seus alunos, solicitando que eles opinassem sobre que medidas deveriam ser tomadas para controlar a propagação da doença. Os alunos apresentaram cinco sugestões". Dentre as sugestões apresentadas pelos alunos, a única inteiramente correta é: a) isolamento do paciente, para evitar o contágio com outras pessoas, pois a doença se propaga também pela inalação do ar contaminado; b) campanha de vacinação em massa, em Fortaleza e por todo o estado do Ceará, para evitar uma epidemia na cidade. c) aplicação de inseticidas em toda a cidade, para eliminação do Aedis aegypti, inseto transmissor do Trypanosoma cruzi, agente causador da doença; d) vacinação de cães e eliminação de cães de rua, pois eles são reservatórios naturais de protozoários do grupo Trypanosoma; e) proteção das portas e janelas com telas, a fim de evitar a entrada do barbeiro, inseto transmissor da doença, nas residências".
    • 12) (UFMG/97) As figuras abaixo foram extraídas da bula de um medicamento e representam procedimentos que podem ser adotados na prevenção de algumas doenças. Das protozooses abaixo a única que pode ser evitada por esses procedimentos é a: a) amebíase b) doença de Chagas c) leishmaniose d) malária Ótima Prova!