• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Pressão arterial e exercício
 

Pressão arterial e exercício

on

  • 6,805 views

 

Statistics

Views

Total Views
6,805
Views on SlideShare
6,800
Embed Views
5

Actions

Likes
0
Downloads
87
Comments
0

1 Embed 5

http://www.slideshare.net 5

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Pressão arterial e exercício Pressão arterial e exercício Presentation Transcript

    • Fisiologia do Exercício Ajustes da Pressão Arterial Guilherme Gularte De Agostini
    • Pressão Arterial DC x RPT
    • Pressão Arterial Média 2 PD + PS 3
    • Fases do Ciclo Cardíaco
    • Volume Ventricular (ml) P R E S S Ã O V E N T R I C U L A R 120 0 50 100 1 2 3 4 5 6 7 8 1- Abertura Valva A-V 2- Diástole Ventricular 3- Fecham. valva A-V 4- Sístole Isovolumét. 5- Abertura Valva Aorta 6- Sístole (ejeção) 7- Fecham. Valva aorta 8- Diástole Isovolumét.
    • Pressão de Ejeção Resistência à Ejeção
      • Pressão Sistólica  Maior Pressão ventricular necessária para o ventrículo vencer a resistência nos vasos sangüíneos à passagem de sangue. (DC)
      • Pressão Diastólica  Menor pressão ventricular necessária para o ventrículo vencer a resistência nos vasos sangüíneos à passagem de sangue. (RPT)
    •  PAM   FC  VS VC  FC  VS VD  DC   RPT 
    • DC = FC x VS Exercício Dinâmico Não Resistido
    • FC e VS
    • DÉBITO CARDÍACO
    • RPT = VC / VD
    • Relação entre vasodilatação ativa e vaso constricção inativa ao exercício Leve Moderado Intenso Repouso Área Ativa Área Inativa Intensidade do Exercício
    • Relação entre vasodilatação ativa e vaso constricção inativa ao exercício Leve Moderado Intenso Repouso Área Ativa Área Inativa Intensidade do Exercício
    • Área Corporal Envolvida na Dilatação e na Constricção Durante o Exercício para MS Área Ativa Área Inativa
    • Resistência Periférica Total ativa Inativa
    • Área Corporal Envolvida na Dilatação e na Constricção Durante o Exercício para MI Área Ativa Área Inativa
    • Resistência Periférica Total ativa Inativa
    • Resposta do MS e MI ao exercício Crescente Não Resistido MS MI MS 33% MI 20% MI 40% MS 66% MS 100% MI 60% MI 80% MI 100% 120 80 Rep 50w 100w 150w 200w 250w
    • Exercício de Intensidade Constante
    • DC, VS e FC - Exercício de Intensidade Constante até 20´- 30´ FC VS DC Rep. 3´ 30´ Intensidade Moderada 22,5 l 150 ml 150 bpm
    • Relação entre vasodilatação ativa e vaso constricção inativa ao exercício (< 20 – 30´) T( minutos) Repouso Área Ativa Área Inativa Duração do exercício
    • Pressão Sistólica Pressão Diastólica 120 80 Duração do exercício
    • DC, VS e FC - Exercício de intensidade Constante maior 20´- 30´ FC VS DC Rep. 3´ 30´ 22,5 l 150 ml 150 bpm 130 ml 173 bpm 22,5 l Desvio Cardiovascular
    • Relação entre vasodilatação ativa e vaso constricção inativa ao exercício (> 20 – 30´) T( minutos) Repouso Área Ativa Área Inativa Duração do exercício
    • Pressão Sistólica Pressão Diastólica 120 80 Duração do exercício
    • Volume Ventricular (ml) P R E S S Ã O V E N T R I C U L A R 120 0 50 100 140 200
    • DC = FC x VS Exercício Dinâmico Resistido
    • FC e VC
    • DÉBITO CARDÍACO
    • Relação entre vasoconstricção mecânica ativa e vasoconstricção simpática inativa ao exercício Leve Moderado Intenso Repouso Área Ativa Área Inativa Intensidade do Exercício
    • Relação entre vasodilatação ativa e vaso constricção inativa ao exercício Leve Moderado Intenso Repouso Área Ativa Área Inativa Intensidade do Exercício
    • Efeito da Massa Muscular Envolvida no Colabamento Mecânico Ativo
    • Resistência Periférica Total ativa Inativa Colabamento mecânico Constricção Simpática
    • Resistência Periférica Total ativa Inativa Colabamento mecânico Constricção Simpática
    • Resposta do MS e MI ao exercício Crescente Resistido MS MI 120 80 Rep 50kg 100kg 150kg 200kg 250kg MS 33% MI 20% MI 40% MS 66% MS 100% MI 60% MI 80% MI 100%
    • Volume Ventricular (ml) P R E S S Ã O V E N T R I C U L A R 120 0 50 100 140 200
    • Exercício Aeróbio x Resistido
    • 120 80 Intensidade do exercício   P =  DC   P =  DC
    • Exercício Resistido e Pressão Arterial
    • Fatores que influenciam a PAM no Exercício Resistido
      • 1) Efeito do número de Repetições
      • 2) Efeito da exaustão
      • 3) Efeito do Número de Séries
      • 4) Efeito da ação muscular na primeira repetição;
      • 5) Efeito da fase inicial e final da ação muscular;
    • Fatores que influenciam a PAM no Exercício Resistido
      • 6) Efeito do ângulo Articular;
      • 7) Efeito da Amplitude de Movimento
      • 8) Efeito do tipo da carga: Relativa x Absoluta;
      • 9) Efeito da manobra de valsalva.
    • Efeito do Número de Repetições
    • Efeito do Número de Repetições Intensidade 70%1RM Rep = 8 TRM 70%1RM = 12RM
    • Efeito da Exaustão
    • Efeito da Exaustão Intensidade 70%1RM Rep = 12 TRM 70%1RM = 12RM
    • Efeito do Número de Séries
    • Efeito do Número de Repetições e da Ação Inicial
    • Efeito da Ação Muscular
    • Efeito da Ação Muscular Inicial
    • Efeito da Ação Muscular: Início x fim do movimento
    • Resposta da PAM durante cada fase da Ação Muscular no Exercício Supino na Máquina 60kg 70kg 80kg 90kg 90kg 95kg 100kg 110kg
    • Efeito da Quantidade de Massa Muscular envolvida no movimento:
    • RD 1 LP1 LP2 LP 1RM Rep. PA 200 250 300 350 100 150
    • Resposta do MS e MI ao exercício Crescente Não Resistido MS MI MS 33% MI 20% MI 40% MS 66% MS 100% MI 60% MI 80% MI 100% 120 80 Rep 50w 100w 150w 200w 250w
    • Resposta do MS e MI ao exercício Crescente Resistido MS MI 120 80 Rep 50kg 100kg 150kg 200kg 250kg MS 33% MI 20% MI 40% MS 66% MS 100% MI 60% MI 80% MI 100%
    • Efeito do Ângulo Articular
    • Efeito do Ângulo Articular Agachamento Leg Press
    • Efeito do Ângulo Articular Leg Máquina / Mesa Extensora
    • Efeito do Ângulo Articular Rosca Direta Tríceps Testa
    • Efeito da Amplitude de Movimento
    • Efeito da ADM Agachamento 70kg 50% 1RM ½ Ag. ------ 70% 1RM Ag. Completo
    • Efeito da ADM ½ Agach. 98kg = 70% 1RM Agach. 70kg = 70% 1RM Comp.
    • Efeito do Tipo da Carga: Absoluta x Relativa
    • Efeito da Carga Absoluta x Relativa 1RM = 100kg 1RM = 140kg
    • Efeito da Manobra de Valsalva
    •  
    • Fases da manobra de Valsalva
    • Manobra de Valsalva  PS FC VDF VSF      1 2 3 4   VS
    • Med. Sci. Sports Exerc. , Vol. 35, No. 1, pp. 65–68, 2003. Med. Sci. Sports Exerc. , 2002. Med. Sci. Sports Exerc. , Vol. 35, No. 1, pp. 65–68, 2003.
    •  
    •  
    • Repouso Exercício Aeróbio
    • Efeito da manobra de Valsalva
    • Efeito da Valsalva na Pressão de Perfusão do Miocárdio PIV P.Aort. PIV > P.Aorta  Ejeção PIV = P.Aorta  Sem Fluxo PIV < P.Aorta  Refluxo RPT  PIV   RPT  PIV 