Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
5,802
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
89
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. DEFINIÇÃO Dislipidemias são alterações nos níveis sangüíneos dos lipídeos circulantes - quando os níveis estão altos: Hiperlipidemias Ex.: colesterol alto, triglicérides alto - quando os níveis estão baixos: hipolipidemias
  • 2.  
  • 3. DISLIPIDEMIAS & DOENÇAS CARDIOVASCULARES
    • Fatores de risco:
    • alto nível de colesterol sangüíneo
    • alta pressão arterial
    • alto nível de triglicérides
    • obesidade
    • tabagismo
    • diabetes mellitus
    • sedentarismo
    • stress
  • 4. DIETA & DOENÇA CARDIOVASCULAR
    • Fatores Nutricionais:
    • total de gordura na dieta
    • desbalanço na ingestão calórica
    • baixa ingestão de fibras
    • ingestão de álcool
  • 5.  
  • 6.  
  • 7. DOENÇA CARDIOVASCULAR: PROCESSOS PATOLÓGICOS ATEROMA (endurecimento das artérias) relacionado com efeitos de longa duração na dieta TROMBOGÊNESE (coagulação sangüínea) relacionado com fatores dietéticos de curta duração e eventos que afetam o estilo de vida.
  • 8. PROMOTORES DIETÉTICOS POTENCIAIS
    • Ácidos graxos saturados :
    • - alta ingestão pode auxiliar no aparecimento de lesões ateroscleróticas e elevam o colesterol sérico
    • Fontes Alimentares: gorduras das carnes bovinas, frango, produtos lácteos, miúdos, frios, embutidos, óleo de coco, cacau.
    • Colesterol:
    • - pouca evidencia na influência do colesterol sérico
    • Fontes Alimentares : gorduras de origem animal - manteiga, carnes, requeijão e leite
  • 9. PROTETORES DIETÉTICOS POTENCIAIS
    • Ácidos graxos polinsaturadas (  -3  -6)
    • - ajudam a diminuir a taxa de colesterol sérico
    • Fontes Alimentares:
    • Série  -3 : tecidos verdes de plantas (não disponível para o organismo); peixes marinhos de regiões geladas e profundas (bacalhau, salmão, robalo, sardinha)
    • Necessidade para  LDL-colesterol: 900 mg/dia
    • (leite enriquecido - 15 litros/dia ou 360g peixe/semana)
    • Série  -6 : óleos vegetais: soja, algodão, girassol, milho
    • Ácidos graxos monoinsaturados
    • Fontes Alimentares:
    • Azeitona, azeite de oliva, óleo de canola, abacate, oleaginosas (nozes, castanhas, amerndoim, etc)
  • 10.  
  • 11. TRATAMENTO
    • Dieta e Atividade Física
    • Objetivo:
    • Reduzir ou manter os níveis desejáveis de colesterol total e frações através da correção e mudança de hábito alimentar, acompanhado de atividade física.
    • Remédios
  • 12.  
  • 13. DISLIPIDEMIA
  • 14.
    • Feijão
    • Lentilha
    • Ervilha
    • Feijoada
    • Feijão com toucinho
    LEGUMINOSAS DISLIPIDEMIA
    • Obs.* Em caso de consumo de álcool este deve ser limitada
    • 1 copo de vinho
    • 2 copos de cerveja
    • 1 dose de bebida destilada
  • 15.  
  • 16. HIPERTENSÃO ARTERIAL H.A - 15 A 20% da população PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA Aderência ao Tratamento: 10% dos Hipertensos sob controle
    • PREVALÊNCIA
    • São Paulo (1986) - 15 a 59 anos = 11% de hipertensão
    • Porto Alegre (1987) - 15 a 64 anos = 15% de hipertensão
    • Rio de Janeiro (1992) - maior que 20 anos = 25% de hipertensão
  • 17.  
  • 18.
        •           dieta
        •           medicamento
        •           atividade física
        •           fumo
        •           cafeína
        •           álcool
    •  
    •   Quadro 3 estratificação em grupos, de acordo com o fator de risco individual
    TRATAMENTO Presença de lesão em órgãos – alvo, doença cardiovascular clinicamente identificável e/ou Diabetes mellitus Grupo C Presença de fatores de risco (não incluindo Diabetes Mellitus) e sem lesão de órgãos – alvo Grupo B Sem fatores de risco e sem lesões em órgãos – alvo Grupo A
  • 19.  
  • 20.  
  • 21. GUIA ALIMENTAR DIETA HIPOSSÓDICA Quantidade de sal permitida: 2 colheres de café rasadas por dia ou preparar 1 alimento com sal em cada refeição  Atingir o peso ideal  Diminuir o consumo de sal e alimentos industrializados  Aumentar a ingestão de potássio e fibras na dieta (frutas e vegetais crus)  Manter a ingestão de cálcio através do consumo adequado de leite e derivados  Diminuir o consumo de café  Não utilizar sal no preparo dos alimentos. Utilizar como tempero: limão, alho, cheiro verde, orégano, vinagre ou qualquer tempero que não contenha sal.  Não utilizar alimentos que já contenham sal, tais como: enlatados, embutidos, queijos com sal, molhos industrializados, cubos de caldo de carne, sopas de pacote, carne seca, toucinho e bacalhau.
  • 22. Modificações no estilo de vida no manejo da hipertensão, (JNC 7 Express, 2003)