A Gestao Ambiental na Instalacao De Plataformas Offshore

12,645 views

Published on

Gestão Ambiental em Instações de Plataformas.

Published in: Business, Career
1 Comment
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
12,645
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,680
Actions
Shares
0
Downloads
423
Comments
1
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Gestao Ambiental na Instalacao De Plataformas Offshore

  1. 1. A Gestão Ambiental na Instalação de Plataformas Offshore Paulo Carvalho – SPETRO 2009
  2. 2. Objetivo  Apresentar como a indústria do petróleo desenvolve suas atividades offshore com responsabilidade ambiental e de que maneira isto é feito na Repsol.
  3. 3. Sumário  Quem somos  Possíveis impactos ambientais da ind. de petróleo offshore  Licenciamento ambiental  Gestão Integrada de SMSQ  O que a Repsol faz ?  Tendências  Conclusão
  4. 4. Quem somos  Companhia integrada de Óleo e Gás  Presença em mais de 30 países  Uma das dez maiores companhias privadas de óleo e gás do mundo  35.000 empregados  Produção de Hidrocarbonetos  1,2 milhões de barris/dia  Reservas de óleo de gás  de 2,4 bilhões de barris  9 Refinarias  7.000 Postos de serviços  3ª maior Companhia do mundo em Gás LP  3 Plantas petroquímicas  Fornecimento de gás natural para cerca de 8,7 milhões de clientes  Presente no Brasil desde 1997
  5. 5. Atividades de E&P - Brasil Produção: A. Leste – B. de Campos  90% Petrobras (Operadora)  10% Repsol  Descobertas na Bacia de Santos  Campos Carioca e Guará:  45% Petrobras (Operadora)  25% Repsol  30% BG  Piracucá  63% Petrobras (Operadora)  37% Repsol  Panoramix  40% Repsol (Operadora)  35% Petrobras  12,5% Vale  12,5% Woodside
  6. 6. Atividades de E&P - Brasil  Operador de 11 blocos offshore – Bacias de Campos, Santos e Espírito Santo.  Sócia em outros 13 blocos
  7. 7. Possíveis impactos ambientais Perfuração Offshore  Contaminação do mar por derramamento de óleo  Blowout  Vazamentos de tanques e/ou equipamentos  Falhas em linhas de transferência de óleo  Colisão de embarcações
  8. 8. Possíveis impactos ambientais Produção Offshore  Grande potencial de impactos ambientais  Fluxo contínuo sob pressão de petróleo por tubulações  Falhas podem causar grandes vazamentos  Conseqüências graves dependendo da sensibilidade ambiental
  9. 9. Possíveis impactos ambientais Transporte Marítimo  Riscos de vazamentos provenientes de rompimento de cascos por abalroamentos falhas nos mangotes e/ou conexões durante operações de carga e descarga  Maior conscientização e legislação mais rígida (ex. casco duplo)  acidentes de maiores dimensões diminuindo
  10. 10. Possíveis impactos ambientais Transporte por Dutos  Requer cuidados na manutenção e monitoramento  Rompimento pode ter graves conseqüências ambientais
  11. 11. Licenciamento Ambiental IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - RESOLUÇÃO CONAMA Nº 237, de 19.12.1997  Responsável pelo licenciamento ambiental para atividades:  Offshore  Envolvendo mais de um Estado  Envolvendo áreas de interesse Federal
  12. 12. Licenciamento Ambiental  ATIVIDADES DE E&P Estudos Sísmicos Licença de Pesquisa Sísmica – LPS Estudos requeridos: PCAS - Plano de Controle Ambiental de Sísmica EAS - Estudo Ambiental de Sísmica RIAS - Relatório de Impacto Ambiental de Sísmica Perfuração Licença Previa de Perfuração - LPper Estudos requeridos: RCA – Informe de Controle Ambiental EIA/RIMA – Estudo de Impacto Ambiental
  13. 13. Licenciamento Ambiental  ATIVIDADES DE E&P Teste Licença Previa de Produção para Pesquisa - LPpro Estudos requeridos: EVA – Estudo de Viabilidade Ambiental Desenvolvimento de Campo Licença de Instalação - LI Estudos requeridos: EIA/RIMA - Estudo de Impacto Ambiental RAA - Relatório de Avaliação Ambiental Produção Licença de Operação – LO Estudos requeridos: PCA – Projeto de Controle Ambiental
  14. 14. Licenciamento Ambiental  PROCESSO PARA PERFURAÇÃO Solicitação de Termo de Apresentação de Referência ao IBAMA estudos ambientais Informações Recebimento do Termo complementares de Referência do IBAMA Avaliação do IBAMA Seleção de empresa de consultoria ambiental Resposta do IBAMA Desenvolvimento de estudos ambientais Não OK? Sim Inspeção da Licença sonda pelo IBAMA Ambiental Sim
  15. 15. Licenciamento Ambiental  DEFINIÇÃO DA ÁREA DE INFLUÊNCIA
  16. 16. Licenciamento Ambiental  DIAGNÓSTICO AMBIENTAL  Físico  Biótico  Socioeconômico
  17. 17. Licenciamento Ambiental  AVALIAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS
  18. 18. Licenciamento Ambiental  ANÁLISE E CONTROLE DE RISCOS
  19. 19. Licenciamento Ambiental  PROGRAMAS AMBIENTAIS  Controle da Poluição  Monitoramento Ambiental  Comunicação Social  Programa de Educação Ambiental dos Trabalhadores
  20. 20. Licenciamento Ambiental  TEMPOS MÉDIOS PARA RECEBIMENTO DE LICENÇAS TEMPO MÉDIO ATIVIDADE LICENÇA ESTUDO REQUERIDO Sísmica LPS EIA/EAS/PCAS 6 meses Perfuração LPper RCA 6 a 12 meses Teste LPpro EVA 6 meses Instalação LI EIA/RAA 1 ano Produção LO PCA 6 meses
  21. 21. Gestão Integrada de SMSQ PORTARIA CONJUNTA IBAMA/MMA Nº 259, DE 7 DE AGOSTO DE 2009 Art. 1º Fica obrigado o empreendedor a incluir no Estudo de Impacto Ambiental e respectivo Relatório de Impacto Ambiental - EIA/RIMA, capítulo específico sobre as alternativas de tecnologias mais limpas para reduzir os impactos na saúde do trabalhador e no meio ambiente, incluindo poluição térmica, sonora e emissões nocivas ao sistema respiratório. Art. 2º No âmbito do seu Programa Básico Ambiental-PBA, exigido para obtenção da Licença de Instalação, o empreendedor deverá propor programa específico de Segurança, Meio Ambiente e Saúde-SMS do trabalhador. Art. 3º No âmbito do seu Programa de Gestão Ambiental, o empreendedor deverá obrigatoriamente informar e esclarecer as condicionantes estabelecidas na Licença de Instalação, referentes ao SMS, aos trabalhadores, por meio de suas representações. Art. 4º O IBAMA deverá informar a central sindical à qual o sindicato da categoria majoritária no empreendimento está filiada sobre o cumprimento das condicionantes da Licença de Instalação, referentes ao SMS, para a manifestação cabível. Art. 5º O IBAMA deverá informar a CIPA e a central sindical a qual o sindicato da categoria majoritária no empreendimento está filiada sobre os resultados das vistorias referentes aos níveis de contaminação do entorno do empreendimento para sua manifestação.
  22. 22. Gestão Integrada de SMSQ Perigos e riscos para segurança e saúde Produtos não- pretendidos Produtos Insumos pretendidos (satisfação do cliente) Produtos não- pretendidos Aspectos e Impactos Ambientais
  23. 23. Gestão Integrada de SMSQ SGI = SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO Conjunto de Ações Gerenciais Integradas na GESTÃO de um negócio, onde todas atividades e processos da empresa são conduzidas considerando: ISO 9001 ISO 14001 OHSAS 18001 QUALIDADE MEIO AMBIENTE SEGURANÇA POLÍTICA SMSQ
  24. 24. Gestão Integrada de SMSQ  SGI - Objetivos Assegurar a satisfação dos clientes e o bom desempenho do negócio. ISO 9001 /2000 Satisfação da sociedade quanto ao desempenho ambiental das ISO 14001/2004 atividades da empresa Satisfação dos funcionários e contratados através da prevenção OHSAS 18001/2007 de riscos ocupacionais.
  25. 25. Gestão Integrada de SMSQ
  26. 26. Gestão Integrada de SMSQ  GAMA - Gestão de Acidentes e Meio Ambiente
  27. 27. Gestão Integrada de SMSQ - SOPRY - Sistema de Observações Preventivas
  28. 28. Gestão Integrada de SMSQ  Aplicação de Parâmetros Ambientais Inventário ambiental
  29. 29. Gestão Integrada de SMSQ  Gestão de Segurança e Saúde Atendimento à legislação  Implementação de Planos de Emergência  Auditorias  Gestão de indicadores  Treinamentos
  30. 30. Gestão Integrada de SMSQ  Planos de Emergência  MEDEVAC  Plano de Resposta a Vazamentos  Contingência para Blowout (Controle de Poço & Combate a Incêndio)  Resposta a H2S  Perda de Comunicação  Manuseio de Materiais Perigosos  Acidente Marítimo  Acidente de Helicóptero  Seqüestro (Código ISPS)  Desocupação
  31. 31. Gestão Integrada de SMSQ  Plano de Resposta a Vazamentos  Necessária aprovação do IBAMA  CONAMA 293  Diretrizes mínimas 1. Identificação da instalação 2. Cenários acidentais 3. Informações e procedimentos para resposta 3.1. Sistemas de alerta de derramamento de óleo 3.2. Comunicação do incidente 3.3. Estrutura organizacional de resposta 3.4. Equipamentos e materiais de resposta 3.5. Procedimentos operacionais de resposta 4. Encerramento das operações
  32. 32. Gestão Integrada de SMSQ Desenvolvimento Sustentável “satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das futuras gerações em satisfazer suas próprias” Comissão Mundial de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Comissão Bruntland) - 1983
  33. 33. Gestão Integrada de SMSQ  No passado  corporações tinham como objetivo criar valor para os acionistas  Atualmente  criar valor para a comunidade como um todo  Não poluir  Ter produtos e operações que não causem mal à saúde  Gerar retorno social, etc.  Investimentos em tecnologia, recursos e mudanças em processos produtivos
  34. 34. Gestão Integrada de SMSQ As empresas devem  Atender à legislação  Buscar melhorias técnicas de instalações e produtos  Relacionar-se com todas as “partes interessadas” (stakeholders) POLÍTICA SMSQ
  35. 35. O que a Repsol faz ? Atendimento à legislação  Todas as atividades cumprindo legislação  Monitoramos propostas de novas leis
  36. 36. O que a Repsol faz ? Buscar melhorias técnicas de instalações e produtos  Participamos dos fóruns de discussão da indústria de petróleo internacional  Participamos dos fóruns de discussão da Companhia a nível internacional  Trabalhamos com sistemas baseados nas normas ISO 9001/14001 e OHSAS 18001  Investimos em projetos de P&D no País
  37. 37. O que a Repsol faz ? Relacionar-se constantemente com todas as “partes interessadas” Companhia petroleira mais transparente do mundo  Dow Jones Pelo terceiro ano consecutivo obtém máxima qualificação Repsol doa 300 exemplares do livro “A Doce Revolução de Oscar Niemeyer” para todos os Estados do Brasil (28.10.2008) Repsol premiada por sua campanha publicitária dedicada à integração de pessoas portadoras de necessidades especiais  cermi.es 2008  Uma das pioneiras no Projeto Florestas do Futuro  Recuperação de áreas desmatadas na região da Mata Atlântica  2 Florestas Repsol  RJ e SP  30 mil mudas de espécies nativas
  38. 38. Tendências  Companhias buscando uso mais racional dos recursos  Considerando aspectos de SMSQ em todas fases de projetos  Comunicação constante com partes interessadas
  39. 39. Conclusão  Gestão ambiental conduzida de maneira integrada com segurança, saúde e qualidade  Atividades iniciam muito antes de início das operações  Integração total com demais áreas
  40. 40. Obrigado por sua atenção! www.repsol.com

×