• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Avaliação Heurística do Design de Ambiente Virtual de Aprendizagem em Cursos de Prevenção e Capacitação a Distância em Saúde
 

Avaliação Heurística do Design de Ambiente Virtual de Aprendizagem em Cursos de Prevenção e Capacitação a Distância em Saúde

on

  • 466 views

PERES, A. M. ; CARVALHO, V. D. H. ; NOGUEIRA NETO, A. ; ALENCAR, Marcelly Nicolle M. de Oliveira ; SOUZA, J. R. M. C. ; TODARO, M. S. F. . Avaliação Heurística do Design de Ambiente Virtual de ...

PERES, A. M. ; CARVALHO, V. D. H. ; NOGUEIRA NETO, A. ; ALENCAR, Marcelly Nicolle M. de Oliveira ; SOUZA, J. R. M. C. ; TODARO, M. S. F. . Avaliação Heurística do Design de Ambiente Virtual de Aprendizagem em Cursos de Prevenção e Capacitação a Distância em Saúde. In: 3º Congresso Regional de Design de Interação - Interaction South America, 2011, Belo Horizonte. Anais do 3º Congresso Regional de Design de Interação - Interaction South America. São Paulo: IxDA-SP, 2011. p. 117-130.

Statistics

Views

Total Views
466
Views on SlideShare
466
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
3
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Avaliação Heurística do Design de Ambiente Virtual de Aprendizagem em Cursos de Prevenção e Capacitação a Distância em Saúde Avaliação Heurística do Design de Ambiente Virtual de Aprendizagem em Cursos de Prevenção e Capacitação a Distância em Saúde Document Transcript

    • Avaliação Heurística do Design de Ambiente Virtual de Aprendizagem em Cursos de Prevenção e Capacitação a Distância em SaúdeAngela Peres1 Victor Carvalho2 Amaury Neto2 Nicolle Oliveira2 Jairo Raphael2 Marcelo Todaro2 1 Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), Centro de Educação a Distancia, Brasil 2 Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Sistemas de Informação, BrasilABSTRACT INTRODUÇÃOThe design can transform society through new forms of O design de Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA)communication, integration, training and performing the tem permitido ampliar as possibilidades em iniciativas dedaily activities. On the other hand, distance training has capacitação, especialmente, no contexto da educação aallowed reaching disadvantaged regions, especially in distância [13,16]. Oferece recursos para que usuários deBrazil with its continental dimensions. The design of diversas áreas de conhecimento, e não apenas professoresvirtual learning environments enables users without de informática, ou com domínio desta área, criem cursoscomputer expertise, to create and manage courses in several com ferramentas e mídias variadas: fóruns, chats, vídeo-areas. This article reports the experience of a higher aulas, acesso a textos, slides, sites na internet, entre outraseducation institution in the northeastern region, where atividades. Por outro lado, estimula que estudantes mesmoacademics of medicine, occupational therapy, nursing, de áreas remotas possam ter acesso a estas capacitações,speech therapy, dentistry and radiology created and interagindo, colaborando na construção e reflexão sobmanaged courses on topics: prevention of teen pregnancy, variados temas. O Moodle (Modular Object-Orienteddrugs, environmental health and sexual health for high Dynamic Learning) é um AVA, utilizado por inúmerasschool students from public schools in the rural cities of universidades e escolas no Brasil e no mundo, que possuiAlagoas state. This paper reports aims to show how these ampla gama de funcionalidades [6,7]. Este trabalhotools can enhance the training experiences and health apresenta um relato de experiência de uma instituição deprevention, suggesting improvements that can be made in ensino superior que ministra cursos da área de saúde ethese tools, facilitating its use. utiliza a plataforma Moodle de modo que discentes e docentes de Medicina, Enfermagem, Terapia Ocupacional,Author Keywords Radiologia, Odontologia e Fonoaudiologia criem,Virtual Learning Environments, Usability Evaluation, gerenciem e ministrem cursos de prevenção incluindoHeuristics temas como drogas, gravidez na adolescência, orientação sexual, saúde bucal e qualidade de vida para estudantes deACM Classification Keywords escolas públicas de Maceió, interior alagoano e sertãoH.5.2. Information interfaces and presentation: User nordestino permitindo ainda que os mesmos atuem comoInterfaces multiplicadores nos seus municípios. O relato discute os métodos e ferramentas utilizados pelos estudantes, abordando potencialidades e benefícios da plataforma e, ainda, recomendando melhorias no design por meio de análise das heurísticas de Nielsen [8]. Com isto, pretende ampliar a utilização desta ferramenta neste escopo, possibilitando melhorias na prevenção de problemas de saúde no Brasil. O relatório está estruturado em cinco seções. A primeira discute Ambientes Virtuais de Aprendizagem e suas possibilidades com foco no Moodle. A segunda apresenta o conceito de usabilidade e técnicas de avaliação utilizadas para análise do AVA. A terceira apresenta o relato de caso com a descrição do projeto Jovem Doutor UNCISAL – Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas, detalhes do curso concebido pelos estudantes da área de saúde, o processo de tutoria, os benefícios da plataforma relatados pelos estudantes. A 117
    • quarta seção apresenta uma análise heuristica feita pelos boa usabilidade de modo a atender todos os perfis deautores identificando possíveis melhorias do AVA que alunos. Segundo Peres [12], certamente, é importante que opossibilitem uma melhor e mais fácil interação. A última aluno faça uma tarefa com eficácia usando a plataforma.seção tem as considerações finais e trabalhos futuros. Especialmente, no contexto da educação a distância, se um quarta seção apresenta uma análise heuristica feita pelos boa usabilidade de modo a atender todos os perfis de aluno não é capaz de enviar uma tarefa para o tutor ou lerAMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM do AVA que autores identificando possíveis melhorias alunos. Segundo Peres [12], certamente, é importante que oBrooks et al [2] apresentae diversos ambientes virtuais, um material disponível para estudo, ou discutir, por meio possibilitem uma melhor mais fácil interação. A última aluno faça uma tarefa com eficácia usando a plataforma.ferramentas as recursos ofertados portrabalhos futuros. que do fórum, as questões que são importantes para seu grupo, seção tem e considerações finais e estes ambientes Especialmente, no contexto da educação a distância, se umpermitem ampliar o processo de ensino e aprendizagem. isso certamente impacta em seu aprendizado. Os perfis AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM aluno não é capaz de enviar uma tarefa para o tutor ou lerMoodle [6,7] é um AVA usado em mais de 150 países. É usando os sistemas podem ter diferentes idades,um software al [2] source (GNU Publicambientes o que Brooks et open apresenta diversos license), virtuais, experiências nas habilidades de computação e todos meio um material disponível para estudo, ou discutir, por os ferramentas e recursos ofertados por estes ambientes que do fórum, as questões que são importantes para seu grupo, alunos deveriam ter uma experiência agradável. Professoresfacilita as possibilidades de customização. MartinDougiamas, ampliarcriador, comde base no aprendizagem. permitem seu o processo ensino e paradigma e tutores também são beneficiados com uma facilidadeperfis isso certamente impacta em seu aprendizado. Os de Moodle [6,7] incluiuAVA usado em mais de 150 países. Éconstrutivista, é um uma série de ferramentas para uso do AVA, pois, isto permite queter ampliem os perfis usando os sistemas podem se diferentes idades, experiências nas habilidades de computação e todos ospermitir projetaropen sourcede aula Public license), o A um software uma sala (GNU virtual dinâmica. que dos possíveis capacitores e gerenciadores dos cursos. alunos deveriam ter uma experiência agradável. Professores facilita as possibilidades de customização. Martinferramenta foi concebida com o objetivo de não apenas e tutores também são beneficiados com uma facilidade de Dougiamas, seu criador, com base no paradigmapromover a inclusão de alunos de diferentes perfis, mas RELATO DE EXPERIÊNCIAS DO USO se ampliem os perfis uso do AVA, pois, isto permite que DE AVA MOODLE construtivista, incluiu uma série de ferramentas para NO PROJETO JOVEM DOUTORtambém a fácil interação de professores e tutores com dos possíveis capacitores e gerenciadores dos cursos. permitir projetar uma sala de aula virtual dinâmica. A O Moodle foi adotado como plataforma em umadiferentes níveis de conhecimento e experiência em ferramenta foi concebida com o objetivo de não apenas universidade do estado de Alagoas, em cursos deinformática. RELATO DE EXPERIÊNCIAS DO USO DE AVA MOODLEValentino & a inclusão de alunos de diferentes perfis, mas promover Soares [16] discute que com um planejamento graduação, pós-graduação e extensão, pela amplitude de NO PROJETO JOVEM DOUTORpedagógico,atodos esses recursos podem contribuir para: com também fácil interação de professores e tutores recursos que oferece, por ser software livre e pela O Moodle foi adotado como plataforma em uma diferentes níveis de conhecimento e experiência em informática. mais possibilidades de mídias utilizadas nos promover facilidade de uso. O projeto JOVEM DOUTOR UNCISAL, uma extensão do projeto dadeUNIFESP – em cursos de universidade do estado Alagoas, Universidade Valentino & texto, [16] discute que com um planejamento cursos: Soares filmes, materiais áudio, etc., graduação, São Paulo [4], extensão, pela amplitude de Federal de pós-graduação e utiliza o Moodle como possibilitando atender estudantes com diferentes estilos recursos que oferece, por ser software livre e pela pedagógico, todos esses recursos podem contribuir para: plataforma de capacitação desde 2009. Ele tem como de aprendizagem como uma preferência ou mesmo  promover mais possibilidades de mídias utilizadas nos objetivo atuar em projeto JOVEM de prevenção e facilidade de uso. O programas DOUTOR UNCISAL, uma necessidade especial; cursos: texto, filmes, materiais áudio, etc., inclusão de alunos com nenhuma outra possibilidade conscientização sobre temas críticos em– municípios uma extensão do projeto da UNIFESP Universidade possibilitando atender estudantes com diferentes estilos Federal de São drogas, [4], utiliza nao adolescência, alagoanos como Paulo gravidez Moodle como de estudo causada por distância ou restrições de tempo; plataforma de capacitação desde 2009. Ele tem como de aprendizagem como uma preferência ou mesmo orientação sexual, saúde bucal, bullying, qualidade de vida, promover a colaboração entre os pares através de objetivo atuar em programas de prevenção e uma necessidade especial; entre outros. Seu início deu-se em uma escola do município fóruns e ferramentas de construção colaborativa como conscientização sobre temas críticos em municípios  inclusão de alunos com nenhuma outra possibilidade de Anadia, envolvendo mais de 30 alunos de graduação da wikipedias ou mapas conceituais. A colaboração entre alagoanos como drogas, gravidez na adolescência, de estudo causada por distância ou restrições de tempo; universidade na seleção dos temas, preparação, oferta e pares [14] tem se provado uma excelente ferramenta orientação sexual, saúde bucal, bullying, qualidade de vida,  promover a colaboração entre os pares através de gestão de aulas presenciais e a distância, seleção de alunos para melhorar a reflexão, a discussão dos significados, fóruns e ferramentas de construção colaborativa como motivando a aprendizagem. do ensino médio início deu-se em multiplicadores destes entre outros. Seupara atuar como uma escola do município wikipedias ou mapas conceituais. A colaboração entre temasAnadia, envolvendo mais ano30 alunos de graduação da de em seu município. No de seguinte, foi ampliado pares [14] tem se provado uma excelente ferramenta universidade na seleção dos temas, preparação, oferta e para mais três escolas de diferentes municípios alagoanos eUSABILIDADE, DIMENSÕES, TÉCNICAS dos significados, para melhorar a reflexão, a discussão gestão de aulas presenciais e a distância, seleção de alunos no ano em curso atenderá mais de 6 escolas em diferentesNas últimas décadas, o conceito de usabilidade tem sido motivando a aprendizagem. do ensino médio para atuar como multiplicadores destes fases do projeto. A primeira fase do projeto em cada escoladebatido e aplicado em diversos produtos e serviços envolveuem seu município. No ano seguinte, foi ampliado temas capacitações presenciais nesses estabelecimentos[10,11], assim como na engenharia de software [3,15]. Na USABILIDADE, DIMENSÕES, TÉCNICAS depara mais nos escolas foram abordados os temas com e ensino três quais de diferentes municípios alagoanosdefinição de Nielsen e Loranger [9], usabilidade refere-se à diferentes dinâmicas e discussões. 6 final em diferentes no ano em curso atenderá mais deNoescolasdessa etapa,agilidade de aprender, o conceito de a memorização, sido Nas últimas décadas, a eficiência, usabilidade tem a fases do projeto. A primeira fase do projeto em cada escola foram selecionados cerca de 10 multiplicadores utilizando- debatido e aplicado em diversos produtos e serviçosfreqüência de erros e o prazer de usar um produto ou um [10,11], assim como na engenharia de software [3,15]. Na se envolveu capacitações presenciais nesses estabelecimentos como recursos entrevistas e avaliações de conhecimento.serviço. Há muitas técnicas que permitem aferir a de ensino nos quais foram abordados os temas com definição de Nielsen e Loranger [9], usabilidade refere-se à Na segunda fase, os capacitores (alunos de enfermagem,usabilidade no projeto desde a sua concepção, construção e diferentes dinâmicas e discussões. No final dessa etapa, agilidade de aprender, a eficiência, a memorização, a medicina, terapia ocupacional, odontologia, radiologia etambém pós-implementação. Kuniavsky [5] discute estas foram selecionados cerca de 10 multiplicadores utilizando- freqüência de erros e o prazer de usar um produto ou um análise e desenvolvimento de sistemas) disponibilizaram natécnicas e a sua importância em um projeto de produtos ou se como recursos entrevistas e avaliações de conhecimento. serviço. Há muitas técnicas que permitem aferir a plataforma Moodle, materiais, tarefas, espaços de discussãoserviços. Um dos métodos recomendados para analisar a Na segunda fase, os capacitores (alunos de enfermagem, usabilidade no projeto desde a sua concepção, construção e que permitiram que os multiplicadores continuassem sendousabilidade envolve a verificação heurística por também pós-implementação. Kuniavsky [5] discute estas formados e acompanhados na sua atuação dentroradiologia e medicina, terapia ocupacional, odontologia, da escolaespecialistas. Este método tem como principais vantagens a e análise e desenvolvimento de sistemas)capacitores foramna nos municípios que residem. Estes disponibilizaramredução deecustos importânciaaem um projeto de identificarou técnicas a sua e tempo e possibilidade de produtos formados por meio de oficinas tarefas, espaços de discussão plataforma Moodle, materiais,que levaram cerca de 3 a 6um número Um dos métodos recomendados para analisar a serviços. significativo de erros na interface. Barnum [1] horas durante as quaisos multiplicadores continuassem sendo que permitiram que aprenderam a atuar na plataforma.diz que estudar usabilidade verificação éheurística por usabilidade envolve a em AVA essencial e formados e acompanhados na sua atuação dentro da escola Além deste treinamento, tiveram acompanhamento por umaobrigatório. Piteira [13] cita que como softwares educativos a especialistas. Este método tem como principais vantagens e nos municípios que residem. Estes capacitores foram equipe que esclarecia as dúvidas em relação à utilização do redução de custos e tempo e a possibilidade de identificar formados por meio de oficinas que levaram cerca de 3 a 6têm como objetivo o apoio à aprendizagem, requerem uma Moodle. um número significativo de erros na interface. Barnum [1] horas durante as quais aprenderam a atuar na plataforma. diz que estudar usabilidade em AVA é essencial e Além deste treinamento, tiveram acompanhamento por uma obrigatório. Piteira [13] cita que como softwares educativos equipe que esclarecia as dúvidas em relação à utilização do têm como objetivo o apoio à aprendizagem, requerem uma Moodle. 118
    • Figura 1 – Realce de links. (a) (b) Figura 2 – Realce quase imperceptível nos botões: (a) O primeiro botão sem o realce; (b) o segundo botão com o realce quando o ponteiro do mouse se encontra sobre ele.Os recursos mais utilizados para confecção de cursos memorização; estética minimalista; ajuda, diagnóstico eforam: prevenção de erro e documentação [8]. Visibilidade do Status do Sistema (Feedback) Disponibilização de materiais de aulas como: slides Segundo a heurística de Visibilidade do Status do Sistema, para revisão dos temas das palestras ofertadas nos O sistema deve fornecer um retorno para cada ação do momentos presenciais, textos complementares e usuário em tempo hábil. A avaliação foi realizada resumos, links de sites e de vídeos com informações observando-se links, botões e outros elementos presentes na adicionais sobre cada tema; interface a partir das interações mais frequentemente realizadas pelos tutores e alunos. Tarefas: elaboração de resenhas sobre os temas, questões em fóruns para reflexão e discussão dos Alguns aspectos considerados: envolvidos, diários que possibilitam registrar as  o sistema Moodle fornece um feedback adequado atividades executadas, expectativas e reflexões sobre quando realça os links que estão sendo apontados com elas, tarefas lúdicas como palavras cruzadas, quizz, uma coloração diferenciada e sublinhado conforme jogo de erros; figura 1; Ferramenta de mensagens e chat da plataforma que  no entanto, não existem diferentes realces entre um suporta a interação entre alunos e tutores para soluções link já acessado e um link ainda não acessado, uma de dúvidas, sugestões de melhorias, conselhos. prática recomendada em diversas plataformas de ensino e softwares em geral;Foram confeccionados tutoriais que para os capacitadores  em relação aos botões na interface, o realce tambémque ensinavam a inclusão de diversos tipos de materiais, ocorre, mas de forma bastante sutil, conformetarefas e interações com apenas três a seis cliques de demonstrado na Figura 2, o realce é feito pelamouse. No entanto, vários pontos foram identificados que diferença de tonalidade no contorno entre a primeirapermitiriam a melhoria da interação por um usuário leigo, apresentação do botão e a segunda;por diferentes tipos de browsers e por aqueles que nãoutilizam com frequência a plataforma.  como sugestão para este aspecto, poder-se-ia aplicar um realce mais “atrativo”, modificando a tonalidade doAVALIAÇÃO HEURÍSTICA E RECOMENDAÇÕES DE botão como um todo para indicar que o ponteiro doMELHORIA NA INTERFACE mouse está sobre ele;Com o objetivo de identificar melhorias na interface, foi  outro item que possui realce são as abas acessadasrealizada uma avaliação por estudantes do curso de mediante o perfil de usuário. Ao passar o ponteiro dosistemas de informação de uma instituição de ensino mouse por cima, elas crescem um pouco e o texto quesuperior de Alagoas, que cursaram a disciplina de Interação faz alusão ao link muda de cor, fica sublinhado, e surgeHomem Máquina, oportunidade em que puderam aprender uma caixa com texto reafirmando a seleção. Ée praticar técnicas de aferição de usabilidade em alguns interessante apontar que a aba selecionada possui umprojetos práticos. As heurísticas analisadas (Jakob Nielsen) texto com coloração diferenciada das demais. A Figurasão: visibilidade do status do sistema; consistência; 3 demonstra estas características:compatibilidade entre o sistema e o mundo real; controle eliberdade; prevenção de erros; flexibilidade; facilidade de 119
    • (a) (b) Figura 3 – Abas sem realce (a); Exemplo de realce nas abas (b) Figura 4 – Feedback do upload de arquivos, destacado na cor vermelha. (a) (b) Figura 5 – Campo de pesquisa sem realce (a) e o mesmo local com realce e indicação do cursor (b). . outro ponto a ser melhorado, no quesito feedback, é a  Realce de links, botões e campos de texto para transferência de arquivos. Ao fazer upload de um pesquisa; arquivo na plataforma, o status da transferência só é  Cursores indicando área onde é possível inserir textos informado após a conclusão da operação - Figura 5, sejam em editores ou em campos de pesquisa; que dependendo do tipo de conexão utilizada, pode demorar. Como sugestão de práticas já consagradas,  Comportamento diferenciado para abas selecionadas; poderia ser implementada uma barra de progresso de Os pontos negativos que podem ser apontados: carregamento do arquivo, permitindo ao usuário esta  Links já selecionados não possuem destaque (cores percepção no decorrer da ação (figura 4). diferentes); outro feedback refere-se ao campo de entrada de dados na pesquisa sobre assuntos em fóruns: o sistema realça  O realce dos botões é quase imperceptível. o contorno do campo de entrada de texto quando Consistência e padrões selecionado com um cursor indicando a possibilidade A heurística de Consistência diz respeito a todos os itens de escrita, conforme pode ser notado na Figura 5. que compõem a interface possuírem o mesmoDe forma resumida, para esta heurística, foram encontrados comportamento, a mesma aparência durante a interação e aos seguintes pontos positivos: navegação pelas páginas do sistema. 120
    • Figura 6 – Seleção dede imagens demonstrando característica dede consistência do Moodle UNCISAL. Figura 6 – Seleção de imagens demonstrando a característica de consistência do Moodle UNCISAL. Figura 6 – Seleção imagens demonstrando a a característica consistência do Moodle UNCISAL. Figura 7 – Alguns dos ícones presentes nono Moodle UNCISAL, seguindo um padrão para toda plataforma. Figura 7 – Alguns dos ícones presentes no Moodle UNCISAL, seguindo um padrão para toda a plataforma. Figura 7 – Alguns dos ícones presentes Moodle UNCISAL, seguindo um padrão para toda a a plataforma.O O Moodle UNCISAL possui uma padronização, garantindo O Moodle UNCISAL possui uma padronização, garantindo Moodle UNCISAL possui uma padronização, garantindo ícones. ícones. ícones.que todas as as páginas que compõem o sistema, sejam os que todas as páginas que compõem sistema, sejam os os que todas páginas que compõem o o sistema, sejam Nesta heurística, é é importante que sejam seguidas Nesta heurística, é importante que sejam seguidas Nesta heurística, importante que sejam seguidascursos, fóruns, blog, página dedeperfil possuam uma cursos, fóruns, blog, página de perfil possuam uma cursos, fóruns, blog, página perfil possuam uma convenções dede plataforma que facilitem memorização dos convenções de plataforma que facilitem a memorização dos convenções plataforma que facilitem a a memorização dosaparência semelhante: cores, desenho, apresentação dede aparência semelhante: cores, desenho, apresentação de aparência semelhante: cores, desenho, apresentação ícones. Diferentes botões, palavras ouou situações que tenham ícones. Diferentes botões, palavras ou situações que tenham ícones. Diferentes botões, palavras situações que tenhammenus (para as as páginas em que aparecem os menus menus (para as páginas em que aparecem os menus menus (para páginas em que aparecem os menus a mesma função poderão gerar dúvida para o usuário. a mesma função poderão gerar dúvida para o usuário. a mesma função poderão gerar dúvida para o usuário.laterais), links, etc.. A A seleção de imagens, na Figura 6, a laterais), links, etc.. A seleção de imagens, na Figura 6, a laterais), links, etc.. seleção de imagens, na Figura 6, aseguir demonstra esta característica. seguir demonstra esta característica. seguir demonstra esta característica. Como ponto negativo, em algumas telas dede envio de Como ponto negativo, em algumas telas de envio de Como ponto negativo, em algumas telas envio de repositórios (tarefas) osos botões para seleção de arquivos e repositórios (tarefas) os botões para seleção de arquivos e repositórios (tarefas) botões para seleção de arquivos eÍcones são utilizados em toda a a plataforma seguindo Ícones são utilizados em toda a plataforma seguindo Ícones são utilizados em toda plataforma seguindo enviar arquivos, possuem textos totalmente distintos dede enviar arquivos, possuem textos totalmente distintos de enviar arquivos, possuem textos totalmente distintostambém um padrão, dentre osos mais notáveis aqueles que também um padrão, dentre os mais notáveis aqueles que também um padrão, dentre mais notáveis aqueles que acordo com a a plataforma ou navegador utilizado, porém acordo com plataforma ouou navegador utilizado, porém acordo com a plataforma navegador utilizado, porémdiferenciam osos tipos de materiais didáticos (ícones padrões diferenciam os tipos de materiais didáticos (ícones padrões diferenciam tipos de materiais didáticos (ícones padrões com a mesma função (figuras 8 a810). com a mesma função (figuras 8 a 10). com a mesma função (figuras a 10).que indicam o formato dodo documento), fóruns, tarefas, área que indicam o formato do documento), fóruns, tarefas, área que indicam o formato documento), fóruns, tarefas, áreadede notas, dentre outros. A Figura apresenta alguns destes de notas, dentre outros. A Figura 7 apresenta alguns destes notas, dentre outros. A Figura 7 7 apresenta alguns destes 121
    • Figura 8 – Botão para seleção de arquivo para upload, usando o navegador Google Chrome. Figura 8 – Botão para seleção de arquivo para upload, usando o navegador Google Chrome. Figura 9 – Botão para seleção de arquivo para upload, usando o navegador Internet Explorer Figura 9 – Botão para seleção de arquivo para upload, usando o navegador Internet Explorer Figura 10 – Botão para seleção de arquivo para upload, usando o navegador Mozilla Firefox. Figura 10 – Botão para seleção de arquivo para upload, usando o navegador Mozilla Firefox. Figura 11 – Datas no formato Padrão Inglês. Figura 11 – Datas no formato Padrão Inglês.Figura 12 – Opção de navegação baseada na hierarquia de páginas – breadcrumb (A) e menu lateral para navegação Figura 12 – Opção de navegação baseada na hierarquia de páginas – breadcrumb (A) e menu lateral para navegação geral (B). geral (B). 122
    • Foram encontradas também inconsistências na tradução, o Em algumas telas do sistema, foram encontrados algunsambiente virtual da UNCISAL é todo apresentado na termos técnicos que podem não ser familiares a todos oslinguagem local, português, mas na análise foram usuários. A Figura 14 ilustra um exemplo de um termo queconstatados alguns trechos em inglês, principalmente as pode não ser familiar – home page – que tem função dedatas. Esse fator pode gerar problemas na criação de um retornar a página inicial da plataforma Moodle UNCISAL.calendário ou na identificação do dia de envio ou prazolimite da tarefa a ser postada. Na Figura 11 ficacomprovada a inconsistência do contexto padrão doambiente (Língua Portuguesa).A presença de menus também merece destaque nestaavaliação: os menus estão exibidos nas páginas principais(de apresentação) dos ambientes de aula. No entanto, outrascomo a de fóruns, tarefas, blog e perfil não possuem esterecurso, o que acaba dificultando a navegação. Como umabreve opção há um indicador de “caminho” com links paraas páginas superiores na hierarquia (breadcrumb) daquelaque se encontra em determinado momento. A Figura 12demonstra esta característica.Um resumo dessa heurística observada no MoodleUNCISAL.Pontos positivos: Padronização e Uniformidade; Uso de links apontando para destinos específicos Figura 13 – Exemplos de ícones do Moodle UNCISAL e dentro ou fora do Moodle UNCISAL; seus possíveis significados em relação ao mundo real. Uso de breadcrumbs baseado na hierarquia das páginas acessadas, permitindo melhor navegabilidade;Pontos Negativos: Pouco detalhamento nos menus laterais; Não presença dos menus laterais em todas as páginas/partes do sistema;Compatibilidade do Sistema e Mundo Real (Metáforas)O uso de metáforas visa facilitar a compreensão do usuárioem relação à determinada funcionalidade do sistema. NaFigura 13, apresentada no item 2 desta avaliação, édemonstrada uma gama de ícones do Moodle UNCISAL,os quais fazem alusão a funcionalidade ou tipo de mídiaque representam. Figura 14 – Uso do termo técnico Home Page (destacadoPontos positivos: em vermelho) Liberdade e Controle do Usuário (Navegação) Set padronizado de ícones; Esta heurística diz respeito ao usuário ter “saídas de Alusão regular ao mundo real mediante os ícones; emergência” para desfazer uma ação cometida por Bom uso de imagens no ambiente de educação, equívoco: desfazer (undo), cancelar (cancel) ou mesmo sair evitando saturação. (exit) de alguma situação que escolheu por engano ou porAinda com relação a heurística da compatibilidade do curiosidade.sistema com o mundo real, o sistema deve “falar” uma O Moodle UNCISAL, como comentado no tópico 2 possuilinguagem orientada ao usuário, que se aproxime ao um conjunto de menus que deveria ajudar bastante nessesmáximo da linguagem natural, usando frases, termos e momentos. No entanto, o Menu para Navegação Geral (verconceitos familiares a quem o utiliza. Deve-se evitar o destaque na Figura 12) só está exposto no ambiente geralemprego de termos técnicos e orientados ao sistema. de apresentação de um curso. O escape para uma seleção equivocada, em outras páginas, é realizado, por meio do 123
    • Figura 15 – Presença do botão de cancelamento no Blog. Figura 16 – Listagem para acesso organizado aos recursos disponíveis ao longo das semanas de curso. Figura 17 – Mecanismos para alertar o usuário da falta de preenchimento de informações obrigatórias e, ao final da ilustração, a indicação de que não há nenhuma figura selecionada.caminho hierárquico – breadcrumb (também destacado na  Possibilidade de cancelamento de ações;figura supracitada).  Acesso a listas estruturadas de recursos (materiaisNos blogs e áreas de envio de arquivos existem botões de didáticos), dividindo-os pelas semanas em que foramcancelamento (Figura 15). publicados;O sistema disponibiliza o acesso à ferramenta “Recursos” Pontos negativos:no menu lateral superior esquerdo, que permitem visualizar  Por se tratar de uma ferramenta de interação detodos os artifícios (textos, links, apresentações, etc.) usuários, seria significativa a presença de uma gama dedisponibilizados ao longo do curso, fato visível na Figura mecanismos de navegabilidade e controle daqueles que16. a utilizam, como ferramentas drag-and-drop (arrastar ePontos Positivos: soltar) para locais onde sejam permitidos adicionar 124
    • arquivos, menus interativos e dinâmicos e barras de Ponto positivo: ferramentas mais enxutas.  Menu hierárquico seguindo lógica de árvore (conforme Impossibilidade/dificuldade de customização por parte mencionado também no tópico sobre “Consistência”), de cada sujeito que lida com esse ferramental. o que facilita de certo modo a navegação.Prevenção de Erros Pontos negativos:Heurística que se refere a mecanismos de alerta/aviso ao  Ausência de marcação de links acessados;usuário quanto está prestes a cometer algum equívoco. NoMoodle UNCISAL, um exemplo desses mecanismos se  Impossibilidade de recuperar textos inseridos apósencontra no Blog: quando ao selecionar o botão “salvar ocorrer algum erro.mudanças” para finalizar a edição do conteúdo, ao detectar Flexibilidade e Eficiência do Usoque não existe conteúdo, o sistema alerta e direciona o Refere-se às formas de auxiliar o usuário e acelerar ousuário aos locais pendentes com um destaque em máximo possível sua interação com a interface por meio devermelho. Outro ponto relevante são mensagens de alerta atalhos de teclado, apresentação de prévias de resultados,para o fato de não haver arquivos selecionados para envio, pré-visualização de postagens, etc.embora não seja item obrigatório para a finalização da O Moodle UNCISAL, neste quesito, não apresentapostagem. Ambos os casos podem ser vistos na figura 17, funcionalidades explicitamente visíveis. Não é possível, porreferente ao Blog. Esses mesmos mecanismos estão exemplo, uma pré-visualização de uma postagem no blogpresentes para os fóruns ou qualquer outro recurso que ou num fórum; não existem atalhos de teclado ou, senecessite de edição de textos e envio de arquivos. existem, não são de fácil acesso.É importante salientar também as diferenças entre Estética e design minimalistaplataformas. Em um computador com sistema operacionalLinux instalado (Ubuntu 10.10) e navegador Mozilla Heurística que diz respeito à forma como a interface éFirefox 3.5, por exemplo, foi identificada uma falha que projetada para o usuário final, englobando posição depoderia induzir o usuário ao erro. Os botões de seleção e menus, cores, sobre posição de funcionalidades, etc. Oenvio de arquivo, embora tenham funções distintas, Moodle UNCISAL ainda não passou por um processoaparecem na citada tela com textos quase iguais, conforme aprofundado de customização institucional (exceto pelapode ser verificado na Figura 18. criação de ambientes de ensino como o que está sendo analisado, de forma que suas características são as mesmas da plataforma original). Nota-se o caráter de padronização no desenho do site: as mesmas cores são utilizadas em qualquer ambiente de forma sóbria, não agredindo a visão dos usuários, links e menus seguindo um mesmo padrão, uso de ícones de umFigura 18 – Botão de seleção de arquivos (B) e botão de set (conjunto) original da plataforma e que atende às envio de arquivos (A). necessidades de acessibilidade atual, mesmo editor deReconhecimento no Lugar de Lembrança (Memória) textos para fóruns, blogs, ferramentas de tarefas (quandoEsta heurística tem por objetivo minimizar a carga de definido dessa forma).memória do usuário. Trata-se de uma heurística Um detalhe a ser notado diz respeito aos menus presentesconsiderada, por ora, pobre no Moodle UNCISAL, uma vez na página inicial do Moodle UNCISAL (tela visualizadaque, como já referido, não existem menus fixos em todas as logo após se realizar o login): embora eles não obedeçam apáginas acessadas, por conseguinte, o usuário acaba tendo Lei de Miller (7 ± 2 itens por menu), parecem atender bemque memorizar o percurso realizado para se chegar até uma as exigências daqueles que utilizam o sistema de formadeterminada ferramenta. centrada, escolhendo somente os links que dizem respeito àCaso ocorra algum erro na aplicação (entenda-se sua atuação como aluno da universidade.ferramenta) em uso, também não há como recuperar o que Não existem menus sobrepondo informações, uma vez quefoi feito, fato que ocorre principalmente nos blogs e fóruns, os mesmos não são dinâmicos.recursos que necessitam de inserção de texto. Caso ocorra Pontos positivos:algum erro no envio, os textos não podem ser recuperados,necessitando de sua redigitação.  Boa padronização;A plataforma também não indica quais links já foram  Uso de cores sóbrias, que não agridem a visão doselecionados (conforme demonstrado no item sobre o usuário;Feedback). 125
    • Figura 19 – Mensagem sobre excesso no tamanho do arquivo a ser enviado. Uso de um set padrão de ícones (também presente no interessante que o sistema fizesse uma avaliação prévia do tópico sobre Consistência); material a ser carregado, com a finalidade de evitar espera desnecessária, prevenindo o usuário do excesso de tamanho Menu geral na página inicial do Moodle UNCISAL do arquivo. que, embora não atenda à Lei de Miller, foca o usuário, funcionando como uma espécie de direcionador de O Moodle UNCISAL possui ampla documentação e fluxo; ferramentas de ajuda, que fornecem um bom nível de auxílio ao usuário. Porém, existem alguns erros que, ao Sem menus que sobrepõem informações no corpo do ocorrerem, mostram ao usuário mensagens genéricas e por site. vezes orientadas a linguagem técnica, o que acaba porPonto negativo: impossibilitar que o usuário consiga diagnosticar o motivo Pouca customização institucional. de erro e evitar que ele ocorra no futuro, como no exemplo da Figura 20.Auxílio aos Usuários, Diagnóstico e Recuperação deErrosEsta penúltima heurística é bastante auto-explicativa: trata-se das formas que o sistema propicia ajuda ao usuáriomediante possíveis problemas de interação e a capacidade Figura 20 – Erro apresentado após tentativa de enviarde contorná-los. O tópico “Prevenção de Erros” possui uma nova mensagem no fórum.relação importante com o que se trata agora. Com o que foi O erro ocorreu por conta do logout automático do sistema,discorrido nele, já é demonstrada uma preocupação dos após determinado período de inatividade do usuário. Adesenvolvedores e designers em auxiliar o usuário plataforma solicitou um novo login, porém não conseguiumediante ações tomadas de forma errada. continuar a operação.Seguindo a mesma linha de raciocínio tomada para a Na Interface, os itens que por algum motivo não podem seranálise das características relacionadas ao tópico de acionados, devem ser desabilitados mediante algumaprevenção de erros, podemos evidenciar que: mudança de aspecto visual como alteração de cor, omissão,Nota-se, por exemplo, que, para o carregamento de dentre outros. No Moodle UNCISAL foi constatado o mauarquivos, há um limite de 500kb. De forma a testar a funcionamento de um botão na seção do blog conformeferramenta de upload de arquivos, tentou-se realizar o mostrado em anexo na figura abaixo.envio de um arquivo de tamanho superior ao máximopermitido, de forma a identificar a mensagem que o sistemaapresenta para tal ação. Figura 21 - Botão de feeds RSS sem descriçãoO sistema aceitou a carga do arquivo e somente após algumtempo carregando o arquivo, apresentou uma mensagem deerro (Figura 19), informando sobre a ação inválida. Seria 126
    • Figura 22 – Tela exibida após o clique em botão sem descrição. Figura 22 – Tela exibida após o clique em botão sem descrição. Figura 22 – Tela exibida após o clique em botão sem descrição. Figura 23 - Orientações para entrada correta de dados. Figura 23 - Orientações para entrada correta de dados.Quando o botão é acionado ocorre Figura 23 - Orientações para entrada correta de dados.source (código aberto), possui um erro inesperado ou que segue a filosofia openentão a liberação de alguma informação em XML, não ampla documentação em dois idiomas: inglês, línguaindicando em nenhum momento qual a erro inesperado ou padrão segue a filosofia open source (código aberto), possui Quando o botão é acionado ocorre um utilidade deste Quando o botão é acionado ocorre um erro inesperado ou que de seus desenvolvedores, e português, já que a que segue a filosofia open source (código aberto), possuirecurso, além de possuir algumas informaçãoem inglês que então a liberação de alguma instruções em XML, não então a liberação de alguma informação em XML, não plataformadocumentaçãosendo usado idiomas: inglês, língua ampla também está em dois no Brasil. ampla documentação em dois idiomas: inglês, língua indicando em nenhum momento qual a utilidade deste Em complemento a desenvolvedores, e português, já que adificultam o entendimento do usuário (figuraa22). indicando em nenhum momento qual utilidade deste padrão de seus desenvolvedores, e português, já que a padrão de seus esta documentação, o software possui recurso, orientações para entrada correta de dados,inglês o além de possuir algumas instruções em inglês que uma série de também está sendo usado no Brasil.Quanto às além de possuir algumas instruções em onde que recurso, plataforma também está sendo usado no Brasil. plataforma mecanismos de ajuda, dentre os quais textos dificultam o entendimento do usuário (figura 22). camposusuário deve o entendimento do usuário (figura 22). dificultam ser alertado para o preenchimento dos explicativos ao longo a esta documentação, o software possui Em complemento de ferramentas de inserção de dados e Em complemento a esta documentação, o software possuiem um formulário, o Moodle entrada correta de dados, onde o um ícone de interrogação quede ajuda, dentre osexplicação UNCISAL possui alertas que Quanto às orientações para entrada correta de dados, onde o Quanto às orientações para uma série de mecanismos disponibiliza uma quais textos uma série de mecanismos de ajuda, dentre os quais textosinformam deve ser alertado para o preenchimento dos campos sobre determinadas funcionalidades. de inserção de dados e usuário sobre algum campo não preenchido, incompleto usuário deve ser alertado para o preenchimento dos campos explicativos ao longo de ferramentas explicativos ao longo de ferramentas de inserção de dados e em um formulário, o Moodle UNCISAL possui alertas que Naum ícone de interrogação que disponibiliza fóruns ou de que não atenda aos Moodle apresentados. O alertas queouem um formulário, orequisitosUNCISAL possuiambiente um ícone de interrogação que disponibiliza uma explicação tela do editor de textos (na criação de uma explicaçãoinforma ao usuário algum campoum asterisco vermelho (*) informam sobre por meio de não preenchido, incompleto informam sobre algum campo não preenchido, incompleto blogs) existem também alguns indicadores de ajuda ao sobre determinadas funcionalidades. sobre determinadas funcionalidades.ouou que não atenda aos requisitos apresentados. O ambiente usuário. Tomando por exemplo(na criação de fóruns ou de de mensagens como mostra na Figura 23. ou que não atenda aos requisitos apresentados. O ambiente Na tela do editor de textos um fórum, há um espaço Na tela do editor de textos (na criação de fóruns ou deAsinforma ao usuário porfeitas para a Prevençãovermelho (*) para que seu autortambém alguns indicadores de ajuda ao informa ao usuário por meio de um asterisco vermelho (*) mesmas observações meio de um asterisco de Erros, blogs) existem também alguns indicadores de ajuda ao blogs) existem disponibilize um texto explicativo, deportanto,mensagens como mostra na Figura 23. Usuários, ou de mensagens como mostra na Figura 23. ou de também são válidas para o “Auxílio aos forma a auxiliar as por exemplo aum fórum, há um espaço usuário. Tomando por exemplo um fórum, há um espaço usuário. Tomando atividades serem desenvolvidasDiagnóstico e Recuperação de Erros”. a Prevenção de Erros, através destaseu autor disponibilize um texto explicativo, de As mesmas observações feitas para a Prevenção de Erros, As mesmas observações feitas para ferramenta, além de outras ajudas, indo desde para que seu autor disponibilize um texto explicativo, de para que portanto, também são válidas para o “Auxílio aos Usuários, os forma aque abrem as atividades a serem desenvolvidas portanto, também são válidas para o “Auxílio aos Usuários, Ajuda e Documentação ícones auxiliar janelas pop-ups, aos indicadores de forma a auxiliar as atividades a serem desenvolvidas Diagnóstico e Recuperação de Erros”. e Recuperação de Erros”. DiagnósticoMoodle UNCISAL, como qualquer software através desta dos campos (figuras 24 e 25 a seguir). através desta ferramenta, além de outras ajudas, indo desde obrigatoriedade ferramenta, além de outras ajudas, indo desdeA plataforma os ícones que abrem janelas pop-ups, aos indicadores de Ajuda e Documentação Ajuda e Documentação os ícones que abrem janelas pop-ups, aos indicadores de obrigatoriedade dos campos (figuras 24 e 25 a seguir). obrigatoriedade dos campos (figuras 24 e 25 a seguir). A plataforma Moodle UNCISAL, como qualquer software A plataforma Moodle UNCISAL, como qualquer software 127
    • Figura 24 – O circulo vermelho, circunda o ícone da ajuda, enquanto que o retângulo envolve a janela pop-up Figura – – circulo vermelho, circunda o o ícone ajuda, enquanto que o o retângulo envolve a janela pop-up Figura 2424 O O circulo vermelho, circunda ícone dada ajuda, enquanto que retângulo envolve a janela pop-up específica para aquela ajuda. específica para aquela ajuda. específica para aquela ajuda. Figura 25 – Espaço para o autor do fórum inserir notas explicativas (A) Exemplo de aviso sobre obrigatoriedade de Figura – – Espaço para o autor fórum inserir notas explicativas (A) Exemplo de aviso sobre obrigatoriedade de Figura 2525 Espaço para o autor dodo fórum inserir notas explicativas (A) Exemplo de aviso sobre obrigatoriedade de preenchimento dos campos (B). Mecanismo dede ajuda, indicados por ícones amarelos com interrogação. preenchimento dos campos (B). Mecanismo de ajuda, indicados por ícones amarelos com a interrogação. preenchimento dos campos (B). Mecanismo ajuda, indicados por ícones amarelos com a a interrogação.Pontos positivos: Pontos positivos: Pontos positivos: aquelas que exigem edição dedetexto; e eem grau dede aquelas que exigem edição de texto; e em grau de aquelas que exigem edição texto; em grau  Boa documentação nos sites oficiais (www.moodle.org  Boa documentação nos sites oficiais (www.moodle.org Boa documentação nos sites oficiais (www.moodle.org importância, osos fóruns e blogs se destacam como as importância, os fóruns e blogs se destacam como as importância, fóruns e blogs se destacam como as e www.moodle.org.br) e www.moodle.org.br) e www.moodle.org.br) principais para o acompanhamento dodo desenvolvimento do principais para o acompanhamento do desenvolvimento do principais para o acompanhamento desenvolvimento do aluno. Por conta desta importância, optou-se por realizar aluno. Por conta desta importância, optou-se por realizar aluno. Por conta desta importância, optou-se por realizar  Quantidade considerável dede mecanismos de ajuda:  Quantidade considerável de mecanismos de ajuda: Quantidade considerável mecanismos de ajuda: uma avaliação dada ferramenta: “Editor de Textos”, presente uma avaliação da ferramenta: “Editor de Textos”, presente uma avaliação ferramenta: “Editor de Textos”, presente desde ícones que abrem pop-up explicativos, atéaté desde ícones que abrem pop-up explicativos, até desde ícones que abrem pop-up explicativos, nos fóruns e blogs. nos fóruns e blogs. nos fóruns e blogs. instruções sobre osos campos de formulário, inserção de instruções sobre os campos de formulário, inserção de instruções sobre campos de formulário, inserção de Em primeiro lugar, é é importante destacar um problema Em primeiro lugar, importante destacar um problema Em primeiro lugar, é importante destacar um problema texto; texto; texto; percebido nesses editores dede texto: a visibilidade de sua percebido nesses editores de texto: visibilidade de de sua percebido nesses editores texto: a a visibilidade sua  Possibilidade dede inserção de notas explicativas para os  Possibilidade de inserção de notas explicativas para os Possibilidade inserção de notas explicativas para os barra dedeferramentas: dependendo dodonavegador web barra de ferramentas: dependendo do navegador web barra ferramentas: dependendo navegador web fóruns e ferramentas dede tarefas. fóruns e ferramentas de tarefas. fóruns e ferramentas tarefas. utilizado, pode ficar visível ouou não – no Google Chrome, utilizado, pode ficar visível não – – Google Chrome, utilizado, pode ficar visível ou não nono Google Chrome, Editores de Texto – Notas Importantes Editores Texto – – Notas ImportantesEditores dede Texto Notas Importantes elaela não é visível, enquanto que no Mozilla Firefox, por ela não visível, enquanto que nono Mozilla Firefox, por não é é visível, enquanto que Mozilla Firefox, por exemplo, elaela aparece com todas as funções correlacionadas exemplo, ela aparece com todas as funções correlacionadas exemplo, aparece com todas as funções correlacionadasAsAs ferramentas mais utilizadas no Moodle UNCISAL são As ferramentas mais utilizadas no Moodle UNCISAL são ferramentas mais utilizadas no Moodle UNCISAL são à edição dede textos. à edição de textos. à edição textos. 128
    • (a) (b) Figura 26 – Comparação entre a Visualização no Mozilla Firefox (a) e no Google Chrome (b). Figura 27 – Barra de Ferramentas do editor de textos visível no navegador Mozilla Firefox.Na figura 26 são apresentadas as visualizações do editor facilitariam o uso destas ferramentas. Como trabalhosnos navegadores Google Chrome e Firefox. futuros, customizações estarão sendo realizadas naPelo que é percebido em A e B na Figura 26, o Google plataforma, onde se pretende, com o auxílio de novasChrome omite a barra de ferramentas da edição de texto. medições, ampliar a usabilidade da plataforma.Este fato pode dificultar a publicação de textos para os REFERÊNCIASusuários do Google Chrome, uma vez que a edição e 1. Barnum, C. M. ELearn Magazine: Best Practices: Whatformatação têm de ser feitas através do uso da linguagem do you mean when say "usability"? , 2008. DisponívelHTML para se obter um resultado semelhante ao do uso do em: <www.elearn.mag.org>. Acesso em: 01-ago-2009.editor no Mozilla Firefox. 2. Brooks et al. Combining ITS and eLearningEste editor no Mozilla Firefox, por sua vez, permite uma Technologies: Opportunities and Challenges. In: S. B.série de formatações utilizando-se uma ferramenta Heidelberg, Lectures Notes in Computer Sciences, p.WYSIWYG (What you see is what you get – o que você vê é 278-287, SpringerLink, 2006.o que você tem), por meio da referida barra de ferramentas.A figura seguinte demonstra essa barra detalhadamente, 3. Dumas, J., & Redish, J. A Practical Guide to Usabilitycom seus campos para formatação da fonte do texto, de Testing. Intelect Books. 1999.parágrafos, criação de listas, inserção de links, desfazer e 4. JOVEM DOUTOR. Projeto Jovem Doutor. Disponívelrepetir uma ação, etc. em: < http://www.jovemdoutor.org.br/jdr/>. Acesso em 01-jul-2009.CONSIDERAÇÕES FINAIS E TRABALHOS FUTUROSEste artigo relatou a experiência de uma instituição de 5. Kuniavsky, M. Observing the user experience. Morganensino superior de saúde da região nordeste, onde Kaufmann Publishers. 2003. 132acadêmicos de diversos cursos criaram e administraram 6. MOODLE. Moodle Documentation. Disponível em: <capacitações sobre temas de prevenção em gravidez na http://docs.moodle.org/en/Philosophy>. Acesso em 01-adolescência, drogas, saúde ambiental e saúde sexual para jul-2009.alunos do ensino médio de escolas públicas de municípios 7. MOODLE BRASIL. Ambiente de Aprendizagemdo interior alagoano, utilizando a plataforma Moodle. Este Moodle Brasil. Disponível em: <relato demonstrou como tais ferramentas podem ampliar http://www.moodlebrasil.net/moodle/>. Acesso em 01-experiências de capacitação e prevenção em saúde, jul-2009.permitindo que não apenas professores de informática, masprofessores de diversas áreas de conhecimento criem cursos 8. Nielsen, J. Heuristics for Use Interface Design.com recursos variados como fóruns, chats, vídeo aulas e Disponível em:materiais de aula em diversas mídias. O relato descreveu, <http://www.useit.com/papers/heuristic/heuristic_list.htainda, como estudantes de diferentes perfis, em localidades ml>. Acesso em 01-jul-2009.remotas, através do ensino a distância, puderam ter acesso 9. Nielsen, J. & Loranger, H. Usabilidade na Web -às capacitações na prevenção em saúde. Apresentou a Projetando Websites com Qualidade. Rio de Janeiro -análise de heurísticas da plataforma AVA da referida RJ: Elsevier. 2007.instituição, indicando recomendações de melhorias que 129
    • 10. Norman, D.A. System Thinking: A Product is more http://www.si.ips.pt/ests_si/web_gessi_docs.download_ then a product. Interactions. September-October. pp. file?p_name=F1235192571/Contribuicao_para_Avaliac 52-54. ACM. 2009. ao_da_Usabilidade_apresentacao.pdf. Acesso em 19-11. Norman, D.A. The Design of EveryDay Things. New jul-2009. York: Basic Books. 1998. 14. Roscoe, R., & Chi, M. Understanding Tutor Learning:12. Peres, A. L. Um modelo de aferição de usabilidade dos Knowledge-Building and Knowledge-Telling in Peer diferentes personas em ambientes virtuais de Tutors’ Explanations and Questions. Review of aprendizagem no contexto da educação a distância a Educational Research. Vol. 77, No. 4, p. 534-574, 2007. partir de um estudo de caso do sistema UAB/UFAL. 15. Seffah, A. et al. Human- Centered Software Dissertação de Mestrado . Universidade Federal de Engineering – Integrating Usability in the Software Alagoas. Maceió, AL, Brasil. 2009. Development Lifecycle. Netherlands: Springer, 2005.13. Piteira, M. Avaliação da Usabilidade Percebida: 16. Valentini, C. B., & Soares, E. M. Aprendizagem em Plataforma de e-learning Moodle. In: Conferência Íbero Ambientes Virtuais: compartilhando idéias e Americana – IADIS. Murcia, Espanha. 2006. Disponível construindo cenários. Caxias do Sul: EDUCS. 2002. em: . 130