Your SlideShare is downloading. ×
0
Análise de textos não verbal e mistos
Análise de textos não verbal e mistos
Análise de textos não verbal e mistos
Análise de textos não verbal e mistos
Análise de textos não verbal e mistos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Análise de textos não verbal e mistos

10,201

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
10,201
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Análise de textos não-verbal e mistos
  • 2. ANÁLISE DE CARTUM CARTUM: é um tipo de texto humorístico é o cartum. Espécie de anedota gráfica sobre o comportamento humano, o cartum pode usar apenas linguagens não-verbal ou misturá-la com a verbal. Leia este exemplo de cartum:
  • 3. Análise do cartum
    • A violência do ser humano faz um filhote de chipanzé questionar com seu pai, se
    • realmente aqueles humanos descenderam dos macacos.
    • O humor do cartum está nesta contradição: um animal horrorizado com a violência do
    • ser humano.
    • O cartum é um exemplo de texto misto (verbal e não verbal) e para acessar o entido
    • do cartum o leitor deve relacionar a imagem (linguagem não-verbal) ao texto
    • (linguagem verbal)
    • CHARGE
    • A charge ou cartum é um desenho de caráter humorístico, geralmente veiculado pela
    • imprensa. Ela também pode ser considerada como texto e, nesse sentido, pode ser
    • lida por qualquer um de nós. Trata-se de um tipo de texto muito importante na mídia
    • atual, graças à sua capacidade de fazer, de modo sintético,
    • críticas político-sociais. Um público muito amplo se interessa pela charge, tanto pelo
    • uso do humor e da sátira, quanto por exigir do leitor apenas um pequeno
    • conhecimento da situação focalizada, para se reconhecerem as referências e
    • insinuações feitas pelo autor.
  • 4. Análise de charge
    • Leia a seguinte charge:
    • De autoria de Millôr Fernandes, a charge discute a honestidade
    • social a partir de uma cena irônica: a lamentação de um
    • indivíduo que, por só poder lidar com gente honesta, encontra
    • se num deserto (em solidão).
  • 5. Análise da charge
    • Os temas de charges, porém, nem sempre são assim tão amplos. Podem estar
    • ligados a acontecimentos específicos de uma época ou local, o que é muito
    • frequente nas charges diárias. Quando são publicadas em jornais regionais, por
    • exemplo, as charges podem fazer referência a fatos que não são conhecidos
    • por moradores de outras cidades ou Estados, o que lhes dificulta a
    • compreensão. Nos jornais de grande alcance, as charges normalmente
    • recuperam os assuntos que ganharam destaque nacional nos dias anteriores.
    • Abaixo veremos um exemplo de charge,publicada no dia 03 de março de 2010,
    • referente ao tema: a queda do governador de São Paulo, José Serra, nas
    • pesquisas que avaliam a intenção de voto do eleitor brasileiro para a próxima
    • campanha presidencial. Para compreendê-las, o leitor precisa acionar uma série
    • de conhecimentos prévios que já possui no seu próprio repertório cultural.

×