Atmosfera terrestre_CFQ_8.ano

358
-1

Published on

Ciências Fisico-Quimicas_8.ano

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
358
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
21
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Atmosfera terrestre_CFQ_8.ano

  1. 1. Atmosfera Terrestre : composição; radiação (aquecimento/arrefecimento e efeito de estufa); Temperatura e Humidade: amplitude térmica; temperatura media; humidade relativa e absoluta;  Fenómenos atmosféricos relacionados com humidade e temperatura.
  2. 2. Este trabalho foi-nos proposto pela nossa professora de Físico-química. Todos nós estamos diariamente interessados em saber qual o estado do tempo: Será que vai chover? Irá continuar o calor insuportável? Estará hoje mais quente do que ontem? Estes são exemplos de questões que qualquer um de nós coloca ao sair de casa.
  3. 3.  A atmosfera terrestre é uma fina camada de gases presa à Terra pela força da gravidade. A atmosfera terrestre protege a vida na Terra absorvendo a radiação ultravioleta solar, aquecendo a superfície por meio da retenção de calor (efeito estufa), e reduzindo os extremos de temperatura entre o dia e a noite.  A massa da atmosfera, é de aproximadamente 5 x 1018 kg, sendo que três quartos dessa massa estão situados nos primeiros 11 km ( troposfera) desde a superfície. A atmosfera terrestre torna-se cada vez mais espessa conforme se aumenta a altitude, e não há um limite definido entre a atmosfera terrestre e o espaço exterior.
  4. 4.  Radiação solar é a designação dada à energia radiante emitida pelo Sol, em particular aquela que é transmitida sob a forma de radiação eletromagnética. Cerca de metade desta energia é emitida como luz visível na parte de frequência mais alta do espectro eletromagnético e o restante na do infravermelho próximo e como radiação ultravioleta.
  5. 5. A radiação solar atinge a atmosfera terrestre 19% da radiação é absorvida pela atmosfera pelas nuvens, poeiras e pelo ozono na estratosfera 47% da radiação que atinge a atmosfera chega á superfície terrestre, é absorvida e aquece a Terra 30% da radiação é refletida na atmosfera pelas poeiras e nuvens atmosféricas 4% da radiação é refletida pela Terra
  6. 6. A maior parte da radiação emitida pela Terra é absorvida pela Radiação que foi absorvida pela Terra, aquecendo-a superfície terrestre Só uma pequena parte da radiação emitida vai para o espaço.
  7. 7.  A amplitude térmica diurna é a diferença entre a temperatura máxima e a temperatura mínima registadas durante um dia
  8. 8.  A amplitude térmica anual é a diferença entre a temperatura média do mês mais quente do ano e a temperatura média do mês mais frio do ano.
  9. 9.  A temperatura média diurna é a média das diferentes temperaturas registadas durante o dia.
  10. 10.  A expressão humidade absoluta designa a quantidade de vapor de água por unidade de volume de ar e exprime-se, regra geral, em gramas por metro cúbico (g/m3).
  11. 11.  A Humidade relativa é a relação entre a pressão de vapor do ar e a pressão de vapor do ar obtida em condições de equilíbrio ou saturação sobre uma superfície de água líquida ou gelo.
  12. 12. A condensação do vapor de água na atmosfera dá origem ás nuvens, que são formadas basicamente por gotículas de água mais leves que o ar. É um conjunto visível de partículas diminutas de gelo ou água em estado líquido ou ainda de ambos ao mesmo tempo (mistas).
  13. 13. O orvalho é um fenómeno físico no qual a humidade do ar precipita por condensação na forma de gotas, pela diminuição brusca da temperatura ou em contato com superfícies frias. É o processo contrário ao da evaporação.
  14. 14. Os nevoeiros ou neblina diferenciam-se das nuvens porque ocorrem junto à superfície. Pode ter origem no calor emitido durante a noite, em ar húmido que se move na horizontal e é arrefecido por baixo ou aparecer entre o ar quente e o ar frio numa frente.
  15. 15. Geada é a formação de uma camada de cristais de gelo na superfície ou na folhagem exposta devido à queda de temperatura. A principal causa da formação de geada é a advecção de massa de ar polar. O vapor de água congela quando a temperatura desce abaixo dos 0ºC.
  16. 16. Aos cristais ou flocos de gelo que caem para o solo dá-se o nome de chuva ou neve. Mais precisamente, a chuva é água condensada pelo frio lá em cima. Ela precipita em formato líquido. A neve é a precipitação de uma forma cristalina de água congelada, que pela cristalização transforma-se em flocos. Só ocorre abaixo de 0° C.
  17. 17. Granizo Granizo e saraiva são a forma de precipitação que consiste na queda de pedaços irregulares de gelo. A sua formação tem como principio a solidificação das gotas de água. As pedras de granizo têm um valor inferior a 5mm de diâmetro e a saraiva um valor superior a 5mm de diâmetro. Saraiva
  18. 18. Com este trabalho, concluímos que: •A temperatura do ar varia ao longo de um dia, de um mês e de um ano; •A amplitude térmica diurna é a diferença entre as temperaturas máximas e mínimas que ocorrem durante o dia e a amplitude térmica anual é a diferença entre a temperatura média do mês mais quente e a do mês mais frio do ano; •A temperatura média diurna é o valor médio das temperaturas registadas ao longo do dia; A humidade absoluta é a massa de vapor de água existente em 1m3 de ar; •A humidade relativa é a razão entre a humidade absoluta e o ponto de saturação em %; •Quando a temperatura baixa, podem ocorrer transformações no vapor de água da atmosfera, originando alguns fenómenos atmosféricos: nuvens, orvalho, queda de chuva e neve, formação de nevoeiro ou neblina, queda de granizo ou saraiva e formação de geada.
  19. 19. Bibliografia: Livro de Físico-química do 8º ano; Google imagens.
  20. 20. Trabalho realizado por: Patrícia Soares nº17 Tiago Teixeira nº18 Vanessa Moço nº19

×