Your SlideShare is downloading. ×
0
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Platelmintos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Platelmintos

7,396

Published on

Published in: Education
1 Comment
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
7,396
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
5
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PLATELMINTOS “Vermes chatos”• Planária, esquistossomo, solitária etc.• Corpo achatado dorso-ventralmente.• Vida livre ou parasitas.• Surge o sistema excretor.
  • 2. • Triblásticos, acelomados e protostômios.• Surge a simetria bilateral – cefalização, ventre e dorso.
  • 3. • Planárias possuem pele mucosa com a superfície ventral ciliada, o que facilita o movimento.• Respiração cutânea. - algumas espécies são anaeróbias.• Ausência de sistema circulatório.
  • 4. Digestão• Sistema digestivo incompleto. - digestão extra e intracelular - intestino ramificado - tênia não possui tubo digestivo
  • 5. Excreção• Realizada por células- flama ou solenócitos• Principal excreta: amônia
  • 6. Coordenação• Sistema nervoso ganglionar ventral• Início de uma centralização
  • 7. Reprodução• Assexuada – Fragmentação• Sexuada – Monóicos ou dióicos – Fecundação interna – Desenvolvimento direto (planárias) ou indireto (parasitas)
  • 8. Classificação• Turbellaria – aquáticos e de vida livre. - ex.: planária• Trematoda – parasitas com ventosas de fixação. - ex.: esquistossomo• Cestoda – parasitas com corpo formado por segmentos. - ex.: tênia
  • 9. Barriga d’água ou esquistossomose• Agente causador – Schistosoma mansoni• Ciclo cutâneo-fecal (heteróxeno) - Homem (HD) - Caramujo Biomphalaria (HI)
  • 10. Sintomas• Problemas no fígado, baço e intestino;• Diarréias, dores abdominais e emagrecimento;• Hepatoesplenomegalia;• Ascite;• Dermatites cercarianas e coceiras.
  • 11. Ciclo
  • 12. Profilaxia• Tratamento de doentes;• Melhoria das condições sócio-econômicas;• Utilização de redes de esgoto ou fossas sanitárias;• Educação sanitária (higiene);• Combate ao caramujo (moluscocidas ou controle biológico);• Evitar contato com lagoas contaminadas.
  • 13. Teníase (solitária)• Agente causador – Taenia solium e Taenia saginata (adulto)• Ciclo oral-fecal (heteróxeno) - Homem (HD) - Porco ou boi (HI)
  • 14. Sintomas• Dor abdominal, dor de cabeça;• Diarréia, flatulência, aumento ou perda do apetite;• Fraqueza e palidez.
  • 15. Ciclo
  • 16. Profilaxia• Tratamento de doentes;• Higiene;• Saneamento básico;• Inspeção de carnes em abatedouros;• Consumo de carnes suínas ou bovinas e seus derivados bem cozidos.
  • 17. Cisticercose• Causador – cisticerco ( larva da tênia do porco).• Ciclo oral-fecal – Homem atua como hospedeiro intermediário.• Contaminação – ingestão de ovos de Taenia solium.• O cisticerco pode alojar-se nos olhos, músculos, pele ou cérebro, podendo ser fatal.• Profilaxia – higiene e saneamento básico.

×