Your SlideShare is downloading. ×

Angonia

709
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
709
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Búzidistrito de de Búzi está localizado a Sudeste da Província de Sofala, sendo limitado aNorte pelos distritos de Nhamatanda e Dondo, a Oeste os distritos de Chibabava eGondola (Manica) e a Este pelo Oceano Índico.Com uma superfície1 de 7.329 km2 e uma população recenseada em 1997 de 143.123habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 179 mil habitantes, o distrito do Buzitem uma densidade populacional de 24,8 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1.1, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 11 pessoas em idade activa.A população é jovem (45%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 47%) e de matriz rural (taxa de urbanização de 10%).1.21.2Clliima, Hiidrografiia, Rellevo e SollosC ma, H drograf a, Re evo e So osSegundo a classificação climática de Köppen, ocorrem no distrito deBúzi dois tipos distintos de clima, nomeadamente: o clima de tipo“Tropical Chuvoso de Savana - Aw” ao longo da faixa costeira e o dotipo “Tropical Temperado Húmido – Cw”, este último no interior,observando-se em ambos casos duas estações, a chuvosa e a seca.A precipiatação média anual, na estação meteorológica de referência (Búzi), é de 1.089 mm,enquanto a evapotranspiração potencial média anual está na ordem dos 1.562 mm.A maior queda pluviométrica ocorre sobretudo no período compreendido entre Dezembrode um ano a Março do ano seguinte, variando significativamente na quantidade edistribuição, quer durante o ano, quer de ano para ano, sendo a temperatura média anual de24.7oC. As médias anuais máxima e mínima são de 31.3 e 18.0oC respectivamente.Geomorfologicamente o distrito ocorre na vasta Bacia Sedimentar e compO fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada a tradição na criação de gado ealgumas infra-estruturas existentes, verificou-se um crescimento do efectivo bovino de 4 milcabeças em 2000, para cerca de 8 mil em 2004.Este distrito já possuiu, em finais dos anos 80, cerca de 30 mil cabeças de bovinos. A maiorparte do distrito é tida como região natural de exploração intensiva de gado Bovino, sendoas principais áreas de pasto a planície de Piri-Piri entre a estrada Tica-Búzi e o Rio Púngue, aregião de Cheringoma e Ampara.Os pastos são caracterizados por pastos doces, incluindo espécies graníeis como, setariadigitarian sp, ynodon dactylym, Themeda triandra, Panicum maximum, Hypharrhnia spp.O sector familiar é detentor de 45% de gado bovino do distrito e de quaseBuziPÁGINA 5 4________________________________________________________________________________________________a totalidade dos caprinos, ovinos, suínos e aves. Existem, ainda, 18 empresas privadas que sededicam a criação de gado bovino de corte.O distrito possui algumas represas para o abastecimento de água aos animais, sendo acapacidade de carga de pastagem de 4-5 ha por cada bovino.Existem no a Distrito 17 tanques carracicidas sendo 13 privados (dos quais 7inoperacionais) e 4 públicos.Os maiores constrangimentos na criação de animais são a infestação da mosca Tsé-Tsé, a
  • 2. frequência de cheias, falta de drogas e degradação das infra-estruturas de sanidade animal(tanques carracicidas, currais e pocilgas).Os animais domésticos mais importantes para o consumo familiar são as galinhas, os patose os cabritos, enquanto que, para a comercialização, são os bois, os cabritos, os porcos e asCaiadistrito de Caia é limitado pelo distrito de Chemba a Nordeste e rio Zambeze a Este, aNoroeste e Oeste faz limite com o distrito de Marínguè, e a Sul limitado pelos distritosde Cheringoma e Marromeu.Com uma superfície1 de 3.542 km2 e uma população recenseada em 1997 de 86.040habitantes e estimada, à data de 1/1/2005, em 107.477 habitantes, o distrito de Caia temuma densidade populacional de 30 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 10 pessoas em idade activa.A população é jovem (45%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 47%) e de matriz rural (taxa de urbanização de 12%).1.21.2Clliima, Hiidrografiia, Rellevo e SollosC ma, H drograf a, Re evo e So osO clima de Caia é em geral sub-árido moderado ao longo do vale e paranorte, a sub-húmido no interior e para sul. A precipitação média anual éde 987 mm sendo o regime de chuvas constante na região, deNovembro a Março, durante os quais ocorrem normalmente 80 a 95%das chuvas, nas áreas mais secas podendo ser mais concentradas. Osmeses do tempo seco vão de Maio a Outubro.O Distrito de Caia faz parte da região do Baixo ZambO fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada a tradição na criação de gado ealgumas infra-estruturas existentes, verificou-se algum crescimento pecuário.As doenças e a falta de fundos e de serviços de extensão são os principaisCaiaPÁGINA 4 5________________________________________________________________________________________________obstáculos ao seu desenvolvimento. Os animais domésticos mais importantes para oconsumo familiar são as galinhas, os patos e os cabritos, enquanto que, para acomercialização, são os cabritos e os porcos.10.5.5 Florestas, Fauna bravia e PescasEm Caia existem também massaniqueiras e imbondeiros, cujas frutas são usadas para oChembaOdistrito de Chemba está situado no extremo norte da província de Sofala, e é limitado aNorte pelo Rio Zambeze, a Oeste pelo distrito de Tambara (província de Manica), a Sulpelo distrito de Marínguè e a Este pelo distrito de Caia.Com uma superfície1 de 3.998 km2 e uma população recenseada em 1997 de 49.634habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em 62.278 habitantes, o distrito de Chemba tem
  • 3. uma densidade populacional de 15,7 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:0.9, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 9 pessoas em idade activa.A população é jovem (48%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 46%) e o distrito tem uma matriz marcadamente rural.1.21.2Clliima, Rellevo, Sollos e HiidrografiiaC ma, Re evo, So os e H drograf aO distrito de Chemba é classificado do ponto de vista climático por doistipos de clima, cujo limite ocorre sensivelmente acima da vila deChemba,atravessandoodistritonosentidoEste-Oeste,decaracterísticas sub-áridas na região sul e central e, sub-árido a árido naregião norte do distrito.As estações climáticas obedecemao padrão geral de outras regiões sendo possíveldiferenciar a estação de chuvas, quente e húmida, que se estende de Novembro a Março,com temperaturas altas. A estação seca estende-se por um período de 6 meses, deAbril/Maio até ao início da estação chuvosa e é caratcerizado pela seca quase completa ouprecipitação insignificante.O fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Há condições para odesenvolvimento da pecuária, sendo as doenças e a falta de fundos edeserviçosdeextensão,osprincipaisobstáculosaoseudesenvolvimento.Os animais domésticos mais importantes para o consumo familiar são as galinhas, os patose os cabritos, enquanto que, para a comercialização, são os bois, os cabritos, os porcos e asovelhas. 10.5.5 Pescas, Florestas e Fauna bravia
  • 4. Localliização, Superfííciie e Popullação Loca zação, Superf c e e Popu açãoOdistrito de Cheringoma está situado a Nordeste da Província de Sofala, sendo limitado aNorte pelos Distritos de Marromeu e Caia, a Sul pelo Distrito de Muanza, a Oeste pelosDistritos de Gorongosa e Maringué e a Este pelo Oceano Índico.Com uma superfície1 de 6.954 km2 e uma população recenseada em 1997 de 20.795habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 26.021 habitantes, o distrito deCheringoma tem uma densidade populacional de 3,7 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1.2, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 12 pessoas em idade activa.A população é jovem (43%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 49%) e de matriz rural (taxa de urbanização de 8%).1.21.2Clliima e HiidrografiiaC ma e H drograf aO clima do distrito de Cheringoma, segundo a classificação climática de Köppen (Ferro eBouman, 1987), é do tipo tropical chuvoso de savana (Aw). A regiãocentral de Inhaminga, cobrindo toda a faixa ocidental ao longo do valedo “Rift”, regista valores médios anuais na ordem dos 1000 e 1100 mmde chuva, e na região a norte de Inhamitanga e de transição para o valedo Zambeze, a média anual varia entre os 1100 a 1200 mm.Em geral, a distribuição das chuvas é desigual ao longo do ano, cerca de 57 a 73% daprecipitação anual ocorre no período de Dezembro de um ano a Março do ano seguinte.A temperatura média anual do ar é de 24,2 oC, com uma amplitude média anual de 6,8 oC,com excepção da zona norte, na transição para o vale do Zambeze, onde a temperaturamédia anual é de 26oC.A média anual dos valores máximos para a estação de referência é de 30,7 oC, com osvalores extremos de 34,1 oC (Novembro) e 26,5 oC (Julho). A média anual dos valoresO fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada atradição na criação de gado e algumas infra-estruturas existentes,verificou-se algum um crescimento do efectivo pecuário.As doenças e a falta de fundos e de serviços de extensão, osprincipais obstáculos ao seu desenvolvimento. Os animaisdomésticos mais importantes para o consumo familiar são as galinhas, os patos e oscabritos, enquanto que, para a comercialização, são os bois, os cabritos, os porcos e asovelhas.10.5.5 Pescas, Florestas e Fauna braviaO distrito conta actualmente com 4 Concessões Florestais em plena actividade,distrito de Chibabava está localizado na parte Sul da Província de Sofala, confinando aNorte com o distrito de Nhamatanda, a Sul com o distrito de Machanga, a Oeste comos distritos de Mussorize e Machaze da Província de Manica e a Este com o distrito doBúzi.
  • 5. Com uma superfície1 de 6.977 km2 e uma população recenseada em 1997 de 72.273habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 90.684 habitantes, o distrito deChibabava tem uma densidade populacional de 13 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1.1, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 11 pessoas em idade activa.A população é jovem (43%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 42%) e de matriz marcadamente rural.1.21.2Clliima e HiidrografiiaC ma e H drograf aO clima do distrito é dominado por zonas do tipo semi-árido, nointerior, a sub-húmido, à medida que se caminha para o litoral.No tipo de clima semi-árido seco, a precipitação varia de 500 a 800mm,enquanto a evapo-transpiração potencial de referência (ETo) égeralmente superior a 1500 mm. A maior parte da região apresentatemperaturas médias anuais superiores a 24°C. A temperatura elevada agravaconsideravelmente as condições de fraca precipitação provocando deficiências de água.Tais condições são agravadas pela grande irregularidade da quantidade de precipitação aO fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada atradição na criação de gado e algumas infra-estruturas existentes,verificou-se um crescimento do efectivo bovino de 5 mil cabeças em2000, para cerca de 9 mil em 2004.As doenças e a falta de fundos e de serviços de extensão, osprincipais obstáculos ao seu desenvolvimento. Os animais domésticos mais importantespara o consumo familiar são as galinhas, os patos e os cabritos, enquanto que, para acomercialização, são os bois e os cabritos. 10.5.5 Pescas, Florestas e Fauna braviaDondoOdistrito de Dondo situa-se na margem esquerda do rio Púnguè, que vai desaguar juntoda cidade da Beira, estendendo-se ao longo deste rio até aos limites do actual Municípioda Beira.Localiza-se no Centro-Este da província de Sofala, limitando-se a Norte com o Distrito deMuanza, a Oeste com o Distrito de Nhamatanha, a Sul com o Distrito de Búzi e Cidade daBeira e a Este pelo Oceano Índico.Com uma superfície1 de 2.306 km2 e uma população recenseada em 1997 de 127.958habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 157.594 habitantes, o distrito doDondo tem uma densidade populacional de 68,3 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1.3, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 13 pessoas em idade activa.A população é jovem (42%, abaixo dos 15 anos de idade), a taxa de masculinidade de 51% ede matriz semi-urbana, dominada pela cidade do Dondo (taxa de urbanização de 55%).1.21.2Clliima, Hiidrografiia, Topografiia e SollosC ma, H drograf a, Topograf a e So os
  • 6. Segundo a classificação climática de Koppen, o clima do Dondo estácompreendido na zona de transição do clima tropical chuvoso para o deestepe com estação seca no inverno.A temperatura média do ar e cerca de 27oC, com uma amplitude médiade 7oC (cerca de 27,5oC em Janeiro e 21oC em Jul/Agosto).A média anual dos valores máximos é de 30-31oC, com os valores máximos possivelmenteem Jan.-Fev. (32oC-33oC) e os mínimos em Julho (26-27oC). O valor médio anual dastemperaturas mínimas é de 18-19oC, com os valores mais altos em Jan.-Fev. (22oC) e osmais baixos em Julho (14-15oC).1Direcção Nacional de Terras CADASTRO NACIONAL DE TERRAS http://www.dinageca.gov.mz/O fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada a tradição na criação de gado ealgumas infra-estruturas existentes, verificou-se algum crescimento do efectivo pecuário.Dada a existência de boas áreas de pastagem, há condições para o desenvolvimento dapecuária, sendo as doenças e a falta de fundos e de serviços de extensão, os principaisobstáculos ao seu desenvolvimento. Os animais domésticos mais importantes para oconsumo familiar são as galinhas, os patos e os cabritos, enquanto que, para acomercialização, são os bois, os cabritos e os porcos.10.5.5 Florestas, Fauna bravia e PescasA madeira não é muito utilizada na construção de habGorongosaOdistrito de Gorongosa estende-se entre as longitudes 33° 45 E e 34° 40 E e as latitudes18° 15 S e 19° 00 S, estando localizado na parte Centro-Ocidental da Província deSofala.Como limites tem a Norte o Distrito de Maringue, a Sul o distrito de Nhamatanda, a Este osdistritos de Cheringoma e Muanza ao longo do rio Urema, e a Oeste os distritos de Macossae Gondola (Província de Manica), tendo como limite natural o rio Púngoe na parte Sul.Com uma superfície1 de 6.722 km2 e uma população recenseada em 1997 de 77.877habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 97.221 habitantes, o distrito daGorongosa tem uma densidade populacional de 14,3 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 10 pessoas em idade activa.A população é jovem (48%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 48%) e de matriz rural (taxa de urbanização de 15%).1.21.2Clliima e HiidrografiiaC ma e H drograf aO clima do distrito da Gorongosa, de acordo com a classificação deKöppen, é coberto por dois tipos, um tropical chuvoso de savana (Aw) eoutro das regiões de altitude, em particular associado aos sistemasmontanhosos (Serra da Gorongosa), de tipo temperado húmido (Cw).A precipitação média anual é de 1241 mm aproximadamente. As chuvasrepartem-se desigualmente ao longo do ano, onde 55 a 72% da precipitação anual ocorre noperíodo de Dezembro de um ano a Março do ano seguinte, correspondendo ao período
  • 7. chuvoso. O mês de Abril considera-se um mês de transição do período chuvoso para operíodo seco, que ocorre de Maio a Outubro inclusive. O mês de Novembro podeconsiderar-se de transição do período seco para o período chuvoso. Os meses de Janeiro eFevereiro são os mais chuvosos (com cerca de 40% da precipitação total).O fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada atradição na criação de gado e algumas infra-estruturas existentes,verificou-se algum crescimento do efectivo.GorongosaPÁGINA 4 4________________________________________________________________________________________________Dada a existência de boas áreas de pastagem, há condições para o desenvolvimento dapecuária, sendo as doenças e a falta de fundos e de serviços de extensão, os principaisobstáculos ao seu desenvolvimento.Os animais domésticos mais importantes para o consumo familiar são as galinhas, os patose os cabritos, enquanto que, para a comercialização, são os bois, os cabritos, os porcos e asovelhas.9.5.5 Florestas e Fauna braviaAs principais espécies de madeira existentes no distrito são, a Messassa, a Panga-panga, aMachangadistrito de Machanga está situado a Sul da província de Sofala, tendo como limites, a Sulo rio Buzi que o separa da província de Inhambane, a Este o Oceano Índico, a Norte osdistritos de Chibabava e Buzi e a Oeste o distrito de Machaze na província de Manica.Com uma superfície1 de 5.940 km2 e uma população recenseada em 1997 de 44.784habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 56.192 habitantes, o distrito deMachanga tem uma densidade populacional de 9,5 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 10 pessoas em idade activa.A população é jovem (46%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 45%) e de matriz marcadamente rural.1.21.2Clliima, Hiidrografiia, Rellevo e SollosC ma, H drograf a, Re evo e So osO clima do distrito de Machanga, segundo a classificação climática de Köppen (Ferro eBouman, 1987), é do tipo tropical chuvoso de savana (Aw). O distritono seu todo, também pode ser influenciado por um clima seco de estepecom inverno seco (BSw) e de clima temperado húmido (Cw).A precipitação média anual é da ordem dos 870 a 880 mm segundo(Kassam, 1981), valores médios obtidos durante 29 anos. Em geral, adistribuição das chuvas ao longo do ano, pode ser irregular e desigualdevido às influencias climáticas que ocorrem no mesmo distrito.A evapotranspiração média anual é superior à precipitação média anual, rondando cerca de1400 a 1500 mm.O período de crescimento é do tipo normal com período seco, tendo o seu início na
  • 8. O fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada a tradição na criação de gado ealgumas infra-estruturas existentes, verificou-se um crescimento do efectivo bovino de 3 milcabeças em 2000, para cerca de 4.500 em 2004.Há condições para o desenvolvimento da pecuária, sendo as doenças e a falta de fundos ede serviços de extensão, os principais obstáculos ao seu desenvolvimento.Os animais domésticos mais importantes para o consumo familiar são as galinhas, os patose os cabritos, enquanto que, para a comercialização, são os bois e os cabritos.MaringuéO Maringuédistrito de Maringué situa-se a Norte da província de Sofala, limitando-se a Norte como distrito de Chemba, a Sul com o distrito de Gorongosa, a Este com o distrito de Caiae a Oeste com o distrito de Macossa (província de Manica).Com uma superfície1 de 6.176 km2 e uma população recenseada em 1997 de 56.654habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 71.086 habitantes, o distrito deMaringue tem uma densidade populacional de 11,6 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 10 pessoas em idade activa. A população é jovem (47%,abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxa de masculinidade de 46%) ede matriz marcadamente rural.1.21.2Clliima, Hiidrografiia e VegetaçãoC ma, H drograf a e VegetaçãoPredominam no distrito 2 estações, uma quente e chuvosa que vai deNovembro a Abril e a outra seca e fria de Maio a Outubro. Estas condiçõessofrem variações ao longo do distrito, devido à influência de diferentesfactores climáticos nas diferentes regiões circundantes. Podem-se destacar,entre outros, os factores regionais (continentalidade, o relevo e a corrente de influênciamarítima quente do canal de Moçambique), bem como um factor eventual, representadopelos ciclones tropicais.A rede hidrográfica do distrito comporta os rios Nhamapadza, Fudja, NO fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada atradição na criação de gado e algumas infra-estruturas existentes,verificou-se algum crescimento do efectivo pecuário nos últimosanos. Há condições para o desenvolvimento da pecuária, sendo asdoenças e a falta de fundos e de serviços de extensão, os principaisobstáculos ao seu desenvolvimento. Os animais domésticos mais importantes para oconsumo familiar são as galinhas, os patos e os cabritos, enquanto que, para acomercialização, são os cabritos, os porcos e as ovelhas.10.5.5 Pescas, Florestas e Fauna braviaO distrito de Marínguè apresenta problemas de abate indiscri
  • 9. MarromeuOdistrito de Marromeu está localizado a nordeste da Província de Sofala, sendo limitado aNordeste pelos distritos de Chinde e Mopeia (província de Zambézia) através do rioZambeze, a Noroeste pelo distrito de Caia, a Oeste pelo distrito de Cheringoma e a Sulo Oceano Índico.Com uma superfície1 de 5.871 km2 e uma população recenseada em 1997 de 69.895habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 86.934 habitantes, o distrito deMarromeu tem uma densidade populacional de 15,1 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1.1, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 11 pessoas em idade activa.A população é jovem (46%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 49%) e de matriz rural (taxa de urbanização de 26%).1.21.2Clliima, Hiidrografiia, Rellevo e SollosC ma, H drograf a, Re evo e So osCerca de metade da superfície física do distrito ocorre na vasta planíciedeltáica do rio Zambeze.Com 79 rios e riachos com curso de água permanente, Marromeu possuium clima tropical húmido em todos os locais, com duas estações porano, nomeadamente a de inverno – entre os meses de Abril a Agosto, e ade Verão durante os restantes meses.A precipitação média anual é cerca de 910 mm, enquanto a evapotranspiração potencialmédia anual é cerca de 1.574 mm.A maior queda pluviométrica ocorre sobretudo no período compreendido entre Dezembrode um ano a Março do ano seguinte, variando significativamente na quantidade edistribuição, quer durante o ano, quer de ano para ano.1Direcção Nacional de Terras CADASTRO NACIONAL DE TERRAShttp://www.dinageca.gov.mz/dnt/MO fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Dada a existência de boas áreas depastagem, há condições para o desenvolvimento da pecuária, sendo as doenças e a falta defundos e de serviços de extensão, os principais obstáculos ao seu desenvolvimento. Osanimais domésticos mais importantes para o consumo familiar são asMarromeuPÁGINA 4 2________________________________________________________________________________________________galinhas, os patos e os cabritos, enquanto que, para a comercialização, são os cabritos e osporcos.10.5.5 Pescas, Florestas e Fauna braviaA floresta natural de Marromeu contém numerosas espécies nativas d
  • 10. O Muanza,distrito de Muanza, localizado a 126 km a norte da cidade da Beira, situa-se na zonacentral e litoral da província de Sofala, estando limitado a Norte pelo distrito deCheringoma, a Sul pelo distrito do Dondo, a Este é banhado pelo Oceano Índico, aOeste confina com o distrito de Gorongosa e a Sudoeste com o distrito de Nhamatanda.Com uma superfície1 de 7.500 km2 e uma população recenseada em 1997 de 15.308habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 19.195 habitantes, o distrito deMuanza tem uma densidade populacional de 2,6 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1.3, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 13 pessoas em idade activa.A população é jovem (42%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 49%) e de matriz marcadamente rural.1 .21 .2Clliima, Hiidrografiia, Topografiia e SollosC ma, H drograf a, Topograf a e So osO distrito de Muanza é influenciado pelo clima de tipo tropical chuvosode savana onde as precipitações médias anuais são acima dos 800mm,chegando na maioria dos casos a 1.200 ou mesmo 1.400mm,concentrando-se no período compreendido entre Novembro de um anoe finais de Março podendo localmente estender-se até Maio.A evapotranspiração potencial regista valores médios na ordem dos1.000 a 1.400mm e as temperaturas médias anuais variam de 24 a 26oC, facto que possibilitae encoraja a prática de agricultura de sequeiro com apenas uma colheita sem riscossignificativos de perda das culturas devido ao déficit hídrico.Os principais rios que atravessam o distrito são o Chineziwa, Sambanzou, Muanza e Urema.O fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Foi introduzida a título experimental acriação de gado bovino e, mais recentemente, a criação de gado caprino eMuanzaPÁGINA 4 4________________________________________________________________________________________________aves. No âmbito do fomento pecuário, foram adquiridos 100 caprinos que beneficiaram 33famílias, 200 patos foram distribuídos a 75 beneficiários, incluindo uma escola primáriacompleta em Nhansato, e 143 galinhas do mato distribuídas a 40 famílias.Há condições para o desenvolvimento da pecuária, sendo as doenças e a falta de fundos ede serviços de extensão, os principais obstáculos ao seu desenvolvimento. Os níveis demortalidade são elevados nas galinhas devido à doença de NEWCASTLE.10.5.3 Florestas e Fauna braviaDois terços da superfície do Distrito são ocupados pelo Parque Nacional de GorNhamatandadistrito de Nhamatanda está localizado na região Centro-Oeste da Província de Sofala,sendo limitado a Norte pelo Distrito de Gorongosa, a Oeste pelo Distrito de Gondola(Manica), a Sul o Distrito de Búzi e a Este o Distrito de Dondo.Com uma superfície1 de 3.987 km2 e uma população recenseada em 1997 de 137.930habitantes e estimada à data de 1/1/2005 em cerca de 172.390 habitantes, o distrito de
  • 11. Bilene tem uma densidade populacional de 43 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1.2, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 12 pessoas em idade activa.A população é jovem (43%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 49%) e de matriz rural (taxa de urbanização de 12%).1.21.2Clliima, Hiidrografiia, Rellevo e SollosC ma, H drograf a, Re evo e So osSegundo a classificação climática de Köppen, ocorrem no Distrito deNhamatanda dois tipos distintos de clima, nomeadamente: o clima detipo “Tropical Chuvoso de Savana - Aw” a Este, e do tipo “TropicalTemperado Húmido – Cw” a Oeste, observando-se em ambos casosduas estações nomeadamente: a chuvosa e a seca.A precipitação média anual, na estação meteorológica de referência (Nhamatanda), é de 846mm, enquanto a evapotranspiração potencial média anual está na ordem dos 1.559 mm.A maior queda pluviométrica ocorre sobretudo no período compreendido entre Novembrode um ano a Março do ano seguinte, variando significativamente na quantidade edistribuição, quer durante o ano, quer de ano para ano, e a temperatura média anual é de24.9oC. As médias anuais máxima e mínima são de 32.0 e 17.8oC.A rede hidrográfica do distrito comporta rios, riachos, lagoas e pântanos a saber:O fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada a tradição na criação de gado ealgumas infra-estruturas existentes, verificou-se algum crescimento do efectivo pecuário.Há condições para o desenvolvimento da pecuária, sendo asdoenças e a falta de fundos e de serviços de extensão, osprincipais obstáculos ao seu desenvolvimento.Os animais domésticos mais importantes para o consumofamiliar são as galinhas, os patos e os cabritos, enquanto que, para a comercialização, são osbois, os cabritos e os porcos. 10.5.5 Pescas, Florestas e FaAngóniaOdistrito da Angónia está situado no extremo norte-nordeste da Província de Tete, sendolimitado a Norte, Nordeste e Este pelo território do vizinho Malawi, a Sul pelo distritode Tsangano, e a Noroeste pelo distrito de Macanga.Com uma superfície1 de 3.277 km2 e uma população recenseada em 1997 de 260.804habitantes e estimada, à data de 1/1/2005, em 330.378 habitantes, o distrito da Angónia temuma densidade populacional de 101.4 hab/km2.A relação de dependência económica potencial é de aproximadamente 1:1, isto é, por cada10 crianças ou anciões existem 10 pessoas em idade activa.A população é jovem (47%, abaixo dos 15 anos de idade), maioritariamente feminina (taxade masculinidade de 47%) e de matriz rural (taxa de urbanização de 8%).1.21.2Clliima, Rellevo e SollosC ma, Re evo e So os
  • 12. O distrito é coberto pelo clima temperado húmido influenciadofortemente pela altitude. Apresenta uma grande variação deprecipitação, de 725 mm a 1149 mm, com maior parte da quedapluviométrica (90%) acontecendo entre finais de Novembro eprincípios de Abril. O padrão de temperaturas é condicionado pelaaltitude a qual varia de 700 m até 1655 m, com a temperatura médiapara Ulongué cerca de20,9oC.A topografia é dominantemente muito ondulada a dissecada nesta r pecuárioO fomento pecuário no distrito tem sido fraco. Porém, dada a tradição na criação de gado ealgumas infra-estruturas existentes, verificou-se um crescimento do efectivo bovino de 16mil cabeças em 2000, para cerca de 20 mil em 2004.PÁGINA 4 7Angónia________________________________________________________________________________________________Dada a existência de boas áreas de pastagem, há condições para o desenvolvimento dapecuária, sendo as doenças e a falta de fundos e de serviços de extensão, os principaisobstáculos ao seu desenvolvimento. Os animais domésticos mais importantes para oconsumo familiar são as galinhas, os patos e os cabritos, enquanto que, para acomercialização, são os bois, os cabritos, os porcos e as ovelhas.10.5.4 Florestas e Fauna braviaO levantamento dos recursos naturais e faunísticos revela a predominânc