Aula 1 Concordância

  • 960 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
960
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
35
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Concordância Gramatical
  • 2. Um acordo estabelecido entre os termos,objetivando a harmonia do todo.
  • 3. “Dá-se em gramática o nome de concordância àcircunstância de um adjetivo variar em gênero e número de acordo com o substantivo a que se refere (concordância nominal) e à de um verbo variar em número e pessoa de acordo com oseu sujeito (concordância verbal).”
  • 4. CONCORDÂNCIA:Conformidade, acordo.HarmoniaCONCORDAR:Combinar, ajustar.Condizer, harmonizar-se, estar de acordo.
  • 5. Sintaxe de concordância: As palavras dependentesconcordam, nas suas flexões,com as palavras de quedependem na frase.
  • 6. É o mecanismo pelo qual as palavras alteramsua terminação para se adequaremharmonicamente na frase.Adequar o determinante(acompanhante)à forma gramatical do determinado(acompanhado) a que se refere.
  • 7. Concordância verbal diz respeito aoverbo em relação ao sujeito.O verbo deve concordar em número(singular ou plural) e pessoa (1ª, 2ª,3ª) com o sujeito.
  • 8. 1. A menina acordou cedo e foi à escolaAcordou / foi: Verbo concordando com menina.(3ª pessoa do singular)2. Nós amamos os nossos pais e recebemos esse amor em dobro.Amamos/ recebemos: Verbo concordando com nós.(3ª pessoa do plural)
  • 9. Concordância nominal diz respeitoao substantivo e seus termosreferentes: adjetivo, numeral,pronome, artigo.Essa concordância é feita em gênero(masculino ou feminino) e pessoa.
  • 10. 1. Menina bonita (subst.) (adjet.)2. A casa de minha avó ficava distante.AdjuntosCasa: substantivoFicava: verbo
  • 11. Regras Especiais de Concordância Nominal1. Quando o adjetivo vier antes de dois ou mais substantivos, concordará com o mais próximo:Ex.: As tristonhas árvores e os arbustos deixavam cair suas folhas.Ex.: Sentia apertada a garganta e o coração.Ex.: Estava magoado o pai e a mãe.
  • 12. 2. Quando o adjetivo for proposto a concordância pode ser de duas maneiras:A. Concordar com o substantivo mais próximo:Ex.: Uns cravos e umas rosas perfumadas.Ex.: Um carro e uma moto nova.Ex.: Os tios e as tias orgulhosas.Ex.: O pai e a mãe linda.
  • 13. B.: Pode ir para o plural se os doisestiverem no mesmo gênero:Ex.: Flores e cortinas novasEx.: Filho e sobrinho advogadosEx.: Sofá e birô quebrados.
  • 14. C. Se os substantivos estiverem em gêneros diferentes, prevalece o gênero masculino.Ex.: Filho e filha estrangeiros.Ex.: Sofá e cortina despedaçados.Ex.: Quarto, sala e cozinha pequenos.Ex.: Pomares e hortas bem tratados.
  • 15. 1. Adjetivo na função de predicativo do sujeito: SUJEITO COMPOSTOA. Adjetivo proposto, com gêneros diferentes: masculino plural.Ex.: Aluno e aluna estão quietos.Ex.: Mãe e filha estão presas.Ex.: O pai e a mãe são médicos.Ex.: O vírus e bactéria mortais.
  • 16. B. Se o adjetivo for anteposto:I. Para gêneros diferentes: masculino plural. Gêneros femininos iguais: feminino plural.Ex.: Desesperados, pai e filha fugiram.Ex.: Ficaram quietos, o aluno e a aluna.Ex.: São esquisitas a vizinha e sua mãe.Ex.: Orgulhosas, mãe e filha abraçaram-se.Ex.: Negros cabelos e sobrancelhas.
  • 17. II. O adjetivo concorda com o mais próximo e não vai para o plural.Ex.: É esquisito o pai e a mãe.Ex.: Foi culpada a filha e o filhoEx.: Simplificada, a prova e o td ficaram mais fáceis.Ex.: Negra sobrancelha e cabelos.