Your SlideShare is downloading. ×
Digital Definitivo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Digital Definitivo

1,255

Published on

Guia de mídia digital

Guia de mídia digital

Published in: Technology, Art & Photos, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,255
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
31
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. COMO SURGIU A FOTOGRAFIA?
  • 2.
    • Já era conhecido desde a antiguidade.
    • Aristóteles descreveu a projeção da imagem invertida.
    • O ótico árabe Al Azen escreveu sobre o assunto no Séc. XI.
    • Pintores renascentistas retratistas se utilizavam de câmaras lúcidas e câmaras escuras para desenhar sobre a imagem projetada.
    FENÔMENO ÓTICO
  • 3. FENÔMENO QUÍMICO
    • os alquimistas medievais chamavam o cloreto de prata de “luna cornata” .
    • O nitrato de prata era utilizado para tingir marfim, madeira, penas e também os cabelos.
  • 4. A primeira fotografia foi obtida por Josef-Nicéphore Niepce, em 1826.
  • 5. Fotografia Digital A imagem pode ser registrada de várias maneiras: 1) Processo fotoquímico: Fotografia convencional, cinema, fotolitos, Raios X, etc... 2) Por campo eletromagnético: fitas de audio, fitas VHS. 3) Por sistema digital. Não é difícil iniciar-se na fotografia. A maneira mais fácil é começar a fazer fotografias com câmaras digitais. Estas câmeras funcionam de forma similar às câmaras convencionais - exceto pelo fato de gravarem as imagens em um meio digital ao invés de filme.
  • 6. O que é uma imagem digital? É uma imagem cujos elementos são representados por números. Longas séries de números. Quais são esses elementos que formam uma imagem digital?
  • 7. PIXEL Ou picture element Cada PIXEL forma uma imagem digital. Sua posição e cor são representados por uma série de números. Por isso imagens digitais são também chamadas imagens binárias ou imagens raster.
  • 8. Cada PIXEL tem só uma cor, alocada em uma só posição. O conjunto forma uma imagem pictórica = figura.
  • 9. Como uma imagem digital pode ser criada? Basicamente por 3 processos: 1. imagem gerada por um programa, ex: Corel e A dobe . 2. imagem escaneada de um original. 3 . i magem gerada por câmera digital.
  • 10. Breve Histórico
    • 1920 - início da transmissão de imagens Londres - New York pelo cabo submarino- 3 horas .
    • 1957 - Russel Kirsch , NBS- “escaneou” a primeira imagem e introduziu em um computador.
    • 1964 - NASA-Jet Propulsion Lab. Receberam as primeiras imagens enviadas pelas câmeras da Mariner 7 .
  • 11.
    • 1981 - Sony introduz no mercado mundial a Mavica.
    • 1981 - IBM apresenta sistema operacional MS-DOS.
    • 1984 - Apple introduz os computadores Macintosh.
    • 1985 - Thunderscan e MacVision- scanners de baixa resolução e baixo custo.
  • 12.
    • 1986 - placas TrueVision /Targa -imagens coloridas.
    • 1987 - Macintosh II - 16,7 milhões de cores no monitor.
    • 1988 - novos periféricos para Mac: slides printer, scanners para cromos 35mm, impressoras coloridas, ImageStudio -soft para manipulação de imagens P&B, etc.
  • 13.
    • 1989 - arquivos JPEG são adotados como padrão. Microsoft inicia o Windows 3.0.
    • 1990, 29 de novembro. Guerra do Golfo .
    • 1991 até hoje. Aparecimento de diversos modelos avançados de câmeras digitais: SinarScitex - PhaseOne - Dicomed - Kodak / Nikon, Canon, Epson, etc.
  • 14. O que é a C âmera Digital para um Computador?
    • É um componente de hardware de entrada , como um “scanner”, que depende de seu so ftware específico para interface.
    • software específico
    • =
    • programa proprietário
    • (próprio para cada modelo de câmera)
  • 15. Câmeras Digitais: Como funcionam?
    • Câmeras digitais, não importa modelo ou fabricante usam um CCD ( charge coupled device ).
    • O CCD é formado por um grande número de elementos sensíveis à luz, chamados PIXEL .
    • Um PIXEL , quadrado ou retangular, mede de 6 a 15 microns.
  • 16. Conceitos sobre o CCD Resolução: é o produto do número de pixels do CCD. Horizontal :13 pixels Vertical : 4 pixels Resolução : 52 pixels
  • 17. Em câmeras reais: 2048 x 1536 2048 x 1360 1024 x 768 640 x 480 2048 x 2048 2048 x 3072 4000 x 4000 2048 x 3072
  • 18. Câmeras e Megapixel O número de pixels e sua resolução é expresso na ordem de milhões de pixels, ou Megapixels. 1 MEGA= 1 MILHÃO Exemplo: Canon A 70, com 2048 x 1536 = 3,14 x 10 6  3,1 MegaPixel Exemplo: Sinarback 2x3, com 2048 x 3072 = 6,28 x 10 6  6,2 MegaPixel
  • 19. Conceitos sobre o CCD Profundidade de cor: determina quantas cores são combinadas para a representação de cada pixel da imagem. Em uma imagem “colorida” cada pixel tem sua cor determinada pela composição de RGB. (vermelho, verde, azul)
  • 20. Profundidade de Cor. Determina quantos tons podem ser usados na representação de uma imagem digital. 1 bit = 2 1 = 2 tons (preto e branco) 2 bit = 2 2 = 4 tons (cinza) 8 bit = 2 8 = 256 tons (cinza) ou uma cor 24 bit = 3 byte = 256 3 = 16 x10 6 de cores RGB 32 bit= 4 byte = 256 4 = 4 x 10 9 de cores CMYK
  • 21. 1 Bit 2 tons para a representação de cada PIXEL
  • 22. 2 Bits 4 tons para a representação de cada PIXEL
  • 23. 8 Bits 256 tons para a representação de cada PIXEL
  • 24. 24 Bits ou 3 Bytes 256 3 = 16 milhões de cores para cada PIXEL
  • 25. A câmera digital funciona da mesma forma que a analógica. Só que ao invés de filme, usa um CCD .
  • 26. A QUALIDADE DA IMAGEM GERADA NA CÂMERA DEPENDE DA QUALIDADE DO CCD
  • 27. Formas de Captação Digita l
    • 1. Matrix monocromática.
    • 2 . Matrix RGB.
    • 3 . Escaneamento RGB.
  • 28. Matrix Monocromática
  • 29.  
  • 30. Matrix RGB
  • 31. Pixel
  • 32.  
  • 33.  
  • 34.  
  • 35. Escaneamento RGB
  • 36. Sistema de Operação Exemplo de imagem analógica; maior intensidade de luz , maior voltagem
  • 37. LATITUDE DE CAPTAÇÃO Capacidade de captar mais detalhes em zonas de altas e baixas luzes: sombras e luzes Filme negativo = 6 pontos Filme cromo = 4 pontos CCD = 2 pontos
  • 38.  
  • 39.  
  • 40. Programas e arquivos Jpeg = único programa universal padronizado. Criado p ela International Standarization Organization – ISO. Utiliza algoritmos de agrupamento por aproximação. Arquivos genéricos: tiff, raw, psd, etc. Câmeras prós = jpeg, tiff, raw (próprio) Câmeras compacta s = jpeg
  • 41. Nas câmeras profissionais, além de arquivos padrão, os programas internos geram usualmente um formato específico: RAW (crú).
  • 42. O RAW é a tradução quase exata do que cada pixel “vê”, com um mínimo de compressão
  • 43. Extens ões de Jpeg DUAS FAMÍLIAS: Exif (equipamento) e Jfif (aplicativos) CIMA (associação de fabricantes) Exi f = parâmetros de origem (câmera) E xif 2.2 ou ExifPrint = última geração Pode m ser agregadas outras infos: Dpof = dados de impressão a partir do aparelho Ipct = legendagem de fotos (imprensa)
  • 44. Memória ROM (Read Only Memory) É um “chip”, o usuário não pode gravar informações nessa memória. Na ROM ficam armazenadas informações básicas sobre o sistema. A informação armazenada na ROM não é volátil, e seu conteúdo se mantém mesmo quando o computador é desligado.
  • 45. Memória RAM (Random Access Memory) É o “chip” que permite que informações sejam lidas e gravadas tanto pelo usuário, através dos aplicativos, quanto pelo sistema. É na RAM que os resultados dos processamentos são provisoriamente armazenados. Ao contrário da ROM , seu conteúdo é volátil, desaparecendo quando o computador é desligado.
  • 46. TIPOS DE CARTÕES
  • 47. Memória Memória de armazenamento de massa São sistemas onde os dados são permanentemente armazenados. Exemplos: HD, disquetes, CD-ROM.. Uma característica importante desse tipo de memória é o tempo de acesso, longo quando comparado com a memória RAM .
  • 48. APLICATIVOS
    • Os mais comuns são:
    • Adobe Photoshop (fotografias), Corel Draw (ilustração) e Pagemaker (diagramação de textos)
  • 49. Um aplicativo típico é o Adobe Photoshop .
  • 50. Permite a realização de alteração artística
  • 51. 1. velocidade. 2. Redução drástica de custos em filmes, revelação, etc. Velocidade nos resultados. 3. Implantação cara : equipamento e tempo. 4. Depreciação acelerada do equipamento. 5. Custo alto de arquivamento digital. 6. Qualidade inferior. 7. Conhecimento especializado. 8 . Clientes, escaners, fotolitos, fotógrafos. 9. Gerenciamento de cor Prós, contras e dificuldades .
  • 52. QUESTÕES ATUAIS
    • O futuro da fotografia tradicional (filme)
    • Até o presente momento, a Tecnologia Digital tem contribuído para avaliar melhor o custo, desempenho e linguagem da fotografia analógica. Para muitos casos, como imprensa e editoração ela tem encontrado ampla aceitação. Mas, para trabalhos que requerem maior cuidado, pouca demanda, alta definição e não tão dependentes de velocidade, a versão analógica ainda é mais econômica.
  • 53.
    • 2.Espaço e custo para arquivo de Banco de Imagens.
    • 3.Mercado mundial de prata.
    • 4.Aplicações nas ciências e nas artes, “retorno” da obra abstrata.
    • 5.Questões éticas.
    • Fontes de Consulta : Centro de Comunicações e Artes – SP. Instituto de Física,USP/SP. Instituto de Tecnologia de Rochester, NY.
  • 54. DIREITO DE IMAGEM
  • 55. MANIPULAÇÃO
  • 56.  
  • 57.  
  • 58.  
  • 59.  
  • 60. Foto de Brian Walsky Los Angeles Times
  • 61.  
  • 62.  

×