As DrogasCigarro - Por longos e longos anos as pessoas foram ensinadas que o cigarrosomente provocaria reações no organism...
Os efeitos do álcool são percebidos em dois períodos, um que estimula e outroque deprime. No primeiro período pode ocorrer...
injeção.Devido à facilidade com que este medicamento é disponibilizado emfarmácias, seu uso tornou-se comum. Existem pesso...
O cloridrato de benzidamina (Benflogin) - é um antiinflamatório indicado pararegião de orofaringe, doenças periodontais, c...
diminuição da pressão sanguínea, calafrios, náuseas, vômitos, perda de peso eapetite são alguns dos efeitos biológicos da ...
Cola de Sapateiro - A cola de sapateiro é uma droga pertencente ao grupo dosinalantes, uma vez que é utilizada dessa forma...
Devido à sua ação sobre o sistema nervoso central, o crack gera aceleraçãodos batimentos cardíacos, aumento da pressão art...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

1º ano prova bimestral 2º bimestre

1,245

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,245
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

1º ano prova bimestral 2º bimestre

  1. 1. As DrogasCigarro - Por longos e longos anos as pessoas foram ensinadas que o cigarrosomente provocaria reações no organismo após um grande período de uso,porém estudos recentes desmentem tais ensinamentos e assustadoramentemostram a real força do cigarro no organismo. Este, composto por tabaco secoenrolado por um fino papel que se queima após ser aceso, provoca rápidasreações no corpo do homem.Segundo estudiosos, cerca de 10% dos fumantes que colocam o primeirocigarro na boca já apresentam reações significativas no organismo queprovocam a dependência por um período de até dois dias depois, idéia que seaplicava somente aos fumantes de longa data. O curioso é que um cigarroconsegue suprir, em fumantes iniciantes, a necessidade do organismo emrelação à droga por até uma semana, o que não acontece com fumantes delonga data.Intrigantemente, a nicotina presente em um só cigarro consegue aumentar aprodução de hormônios receptores no lobo frontal do cérebro, no hipocampoe no cerebelo que envolve a memória a longo prazo. Dessa forma, dois diasapós ter fumado um único cigarro um indivíduo passa a ter necessidades dadroga no organismo. A manifestação da dependência à droga ocorre por causadas adaptações que o organismo faz para recebê-la na busca por manter seuequilíbrio químico e funcional.Com o decorrer do tempo, as pessoas tendem a necessitar de um novo cigarroem um curto período, ou seja, em um prazo de duas horas o organismo jádeixa o indivíduo inquieto, irritado e ansioso fazendo com que busque acalmaria no cigarro.Deixar de fumar não é fácil. Segundo pesquisas, somente 3% dos fumantesconseguem abandonar o vício e o restante pode até conseguir parar duranteum período, mas após esse volta a fumar. Acredita-se que a melhor formapara abandonar o vício é deixá-lo de uma só vez e não gradualmente comomuitos fazem.Alcool - O principal agente do álcool é o etanol (álcool etílico). O consumo doálcool é antigo, bebidas como vinho e cerveja possuíam conteúdo alcoólicobaixo, uma vez que passavam pelo processo de fermentação. Outros tipos debebidas alcoólicas apareceram depois, com o processo de destilação.Apesar de o álcool possuir grande aceitação social e seu consumo serestimulado pela sociedade, este é uma droga psicotrópica que atua no sistemanervoso central, podendo causar dependência e mudança no comportamento.Quando consumido em excesso, o álcool é visto como um problema de saúde,pois este excesso está inteiramente ligado a acidentes de trânsito, violência ealcoolismo (quadro de dependência).
  2. 2. Os efeitos do álcool são percebidos em dois períodos, um que estimula e outroque deprime. No primeiro período pode ocorrer euforia e desinibição. Já nosegundo momento ocorre descontrole, falta de coordenação motora e sono.Os efeitos agudos do consumo do álcool são sentidos em órgãos como o fígado,coração, vasos e estômago.Em caso de suspensão do consumo, pode ocorrer também a síndrome daabstinência, caracterizada por confusão mental, visões, ansiedade, tremorese convulsões.Anfetaminas - As anfetaminas são drogas estimulantes, ou seja, estimulam osistema nervoso central, provocando aumento das capacidades físicas epsíquicas. Os efeitos que podem ser sentidos no corpo são: dilatação dapupila, aumento da pressão sanguínea, aumento do número de batimentoscardíacos.Anfetaminas são drogas sintéticas, fabricadas em laboratório. Foi sintetizadapela primeira vez em 1887, na Alemanha. Quarenta anos mais tarde começoua ser usada pelos médicos para aliviar fadiga, alargar as passagens nasais ebranquiais e estimular o sistema nervoso central. Em 1932, a droga foilançada na França com o nome de Benzedrine, na forma de inalador indicadocomo descongestionante nasal. Em 1937, foi comercializada na forma decomprimido para elevar estados de humor. Durante a Segunda Guerra Mundialfoi utilizada pelas tropas alemãs para reforçar a resistência e eliminar afadiga de combate.O controle da comercialização iniciou por volta do ano de 1970, quando asanfetaminas passaram a ser consideradas drogas psicotrópicas, por causar umestado de grande excitação e sensação de poder, dependendo da dosagem. Asanfetaminas provocam dependência física e psíquica, o uso freqüente podeocasionar tolerância à droga e diante da suspensão poderá ocorrer também asíndrome de abstinência.As anfetaminas são facilmente encontradas em farmácias e usadasprincipalmente em regimes de emagrecimento e como estimulante, pois inibea fome e proporciona euforia, maior resistência e melhor concentração,porém as farmácias são obrigadas a vendê-las sob prescrição médica.Ansioliticos - Ansiolítico é uma droga sintética utilizada para diminuir aansiedade e a tensão. Atingem áreas do cérebro que controlam a ansiedade.Quando recomendado por médicos, não provocam danos físicos ou mentais.É um medicamento sedativo, conhecido também como tranqüilizante, quepossui o efeito de diminuir ou extinguir a ansiedade, sem prejudicarexcessivamente as funções psíquicas e motoras.São utilizados no tratamento de insônia e para reprimir crises convulsivas.Recebem o nome de drogas hipnóticas, por induzir o sono. Os ansiolíticos maiscomuns são as substâncias chamadas benzodiazepínicos. São utilizados viaoral, em forma de comprimidos ou cápsulas, ou via endovenosa, em forma de
  3. 3. injeção.Devido à facilidade com que este medicamento é disponibilizado emfarmácias, seu uso tornou-se comum. Existem pessoas que ao se sentiremestressadas ou nervosas fazem uso desse medicamento, mesmo semrecomendação médica.O ansiolítico é utilizado por usuários de drogas estimulantes, para diminuir aeuforia, a excitação e até mesmo para dormir após o uso prolongado dedrogas.Os ansiolíticos benzodiazepínicos podem causar dependência quando sãoutilizados por um longo período.Os sintomas de abstinência são: irritabilidade, dores no corpo, insônia, emcasos extremos provoca convulsão.Em mulheres grávidas, o ansiolítico pode provocar má formação fetal.Os benzodiazepínicos são as drogas mais utilizadas em todo o mundo, econsideradas um problema de saúde pública nos países mais desenvolvidos.Barbituricos - Barbitúricos são substâncias utilizadas, desde o início do séculoXX, para o tratamento da ansiedade e agitação de pacientes, principalmentepor indivíduos com problemas psiquiátricos. Produzidos a partir do ácidomalônico e da ureia, agem no sistema nervoso central, podendo causar sonoou relaxamento, dependendo da dosagem ministrada.O surgimento de outras drogas, como as benzodiazepinas, e seu usoindiscriminado por determinados indivíduos, causando diversos casos de mortepor parada cardíaca, insuficiência renal, complicações pulmonares e tambémsuicídios; fizeram com que seu uso, hoje, fosse bastante restrito.Atualmente, os classificamos como: barbitúricos de longa ação (de oito adezesseis horas), estes utilizados no tratamento de epilepsia, úlceras pépticase hipertensão arterial; de ação média (quatro a seis horas), ministradas para otratamento de insônias; e barbitúricos de curta ação (imediata), utilizadoscomo anestésicos e/ou sedativos.A dosagem indicada, geralmente, se limita a 100 e 200 miligramas ao dia.Dosagens que ultrapassam tais valores, utilizadas por período contínuo,propiciam a tolerância, causando também dependência física e psicológica, eproblemas como anemia, depressão, falta de coordenação motora,irritabilidade e confusão mental; sendo que, aliados ao álcool e aanfetaminas, o risco de morte é muito alto.Os sintomas da abstinência incluem ansiedade, sudorese, perda de apetite,hiperatividade, convulsões, paranoia, câimbras, dentre outros; e podem duraraté duas semanas. Esta situação requer tratamento médico e hospitalização.
  4. 4. O cloridrato de benzidamina (Benflogin) - é um antiinflamatório indicado pararegião de orofaringe, doenças periodontais, combate a infecções e é indicadoaté para acalmar coceiras em crianças. A dose máxima diária é de 200 mg.Estudos mostram que a ingestão de 500 mg de Benflogin, leva aodesenvolvimento de alucinações e se associado ao álcool essas são maisintensas. Isso acontece graças aos efeitos psicoativos de seu princípio ativo, ocloridrato de benzidamina, por isso a utilização desses medicamentos emaltas dosagens tem sido muito comum entre os adolescentes e jovens,principalmente na vida noturna. Já se tem relatos de jovens que incrementamseus fins de semana com a ingestão de oito a quinze comprimidos da poçãomágica, tomada com bebida alcoólica ou refrigerante.Na superdosagem, há o aumento da produção e da liberação de dopamina nocérebro, acelerando a atividade no sistema límbico que controla as funções,como memória e emoções. As experiências armazenadas sofrem deformações,causando alteração da percepção da realidade e conseqüentementealucinações visuais. Entre os efeitos alucinógenos descritos, os principais sãoraios e luzes coloridas, após a movimentação do globo ocular e o chamadopelos usuários de "Efeito Bruce Lee”, no qual são visualizadas cenas emcâmera lenta.Quando acaba o estoque de dopamina, a pessoa sente cansaço, sonolência,irritação, tonturas, dores de estômago e falta de apetite. Gastrite, úlcera,sangramento intestinal, convulsões e falência dos rins são sintomasprovenientes do abuso prolongado desse medicamento.Alguns médicos questionam a venda do remédio. Ele foi desenvolvido há 40anos e, de lá para cá, foram descobertos novos antiinflamatórios menosperigosos. Mas o uso de Benflogin nas doses prescritas pelos médicos éconsiderado seguro. Consta na bula, de forma bem clara e objetiva, que omedicamento não deve ser associado a bebidas alcoólicas, e afirma tambémque a superdosagem causa alucinação. O que deveria haver é um maiorcontrole sobre a produção e distribuição. A receita médica deveria serobrigatória para a aquisição desse produto.Cocaína - A cocaína é uma droga psicoativa que estimula e vicia, promovendoalterações cerebrais bastante significativas. A mesma é extraída da folha dacoca, e se consumida por muito tempo, ocasiona danos cerebrais e diversosoutros problemas de saúde.A droga é originária da planta Erythroxylon coca, nativa da Bolívia e do Peru.A mesma pode ser utilizada via intranasal, intravenosa e pulmonar, tambémpodendo, em casos mais raros, ser usada via oral.Devido aos efeitos de euforia e prazer que a cocaína proporciona, as pessoassão seduzidas a utilizá-la para vivenciar sensações de poder, entretanto taisefeitos têm pouca duração. Logo o indivíduo entra em contato com arealidade, aspecto que desperta uma grande ansiedade em poder utilizá-lanovamente.Aceleração ou diminuição do ritmo cardíaco, dilatação da pupila, elevação ou
  5. 5. diminuição da pressão sanguínea, calafrios, náuseas, vômitos, perda de peso eapetite são alguns dos efeitos biológicos da cocaína.Codeína - A codeína é um alcalóide natural que compõe o ópio. É utilizado notratamento da dor e para tosses secas sem expectoração. Os métodos deadministração são oral ou endovenoso. O efeito é de 3 a 6 horas.Os xaropes e gotas que contém codeína só podem ser vendidos com receitacontrolada. Os produtos comerciais à base de codeína são o Belacodid,Codelasa, Gotas Binelli, Pambenyl, Setux, Tussaveto, Belpar, Tylex.Os efeitos da codeína são dilatação da pupila, má digestão, e prisão deventre.A codeína age no cérebro bloqueando o Centro da Tosse, área que comanda osataques repentinos de tosse.Quando utilizadas em doses maiores que a terapêutica, age tambémimpedindo as regiões do cérebro que comandam as funções dos órgãos,ocasionando sonolência, diminuição dos batimentos cardíacos, da temperaturado corpo, da pressão do sangue e da respiração, podendo levar a pessoa aoestado de coma.Os sintomas comuns da síndrome de abstinência quanto ao uso da codeínasão: calafrios, cãibras, cólicas, irritabilidade e insônia.Cogumelos - Os cogumelos são usados há milhares de anos como alucinógenos.O grau de alucinação e de efeito dos cogumelos depende do organismo decada pessoa. Não causa dependência e nem síndrome de abstinência. Existemvários tipos de cogumelos usados entre eles:Amanita Muscaria_ Possui dois tipos de alucinógenos sendo muscimol e ácidoibotêmico. Esses alucinógenos estimulam os neurotransmissores GABA nosistema nervoso central. Seus primeiros efeitos são desorientação, sono, faltade coordenação. Posteriormente ocorre euforia intensa, falta de noção detempo, alucinações visuais e alterações de humor como a fúria, por exemplo.Se usado em grande quantidade pode causar intoxicação e em alguns casospode ser letal.Psilocybe Cubensis_ Estimula os receptores de acetilcolina situados no cérebroe no sistema nervoso. Seu uso provoca salivação, perda de controle da urina edas fezes, lacrimejamento, cólicas, náuseas, vômitos, queda do ritmocardíaco e da pressão arterial. Seus alucinógenos são semelhantes ao LSD eprovoca euforia, sonolência, visão obscura, pupila dilatada entre outros e seuefeito dura em torno de três horas.
  6. 6. Cola de Sapateiro - A cola de sapateiro é uma droga pertencente ao grupo dosinalantes, uma vez que é utilizada dessa forma, com absorção pulmonar.Segundo pesquisa feita pelo Centro Brasileiro de Informações sobre DrogasPsicotrópicas, é a quarta droga mais consumida em nosso país, depois dotabaco, álcool e maconha.Composta por diversas substâncias, como o tolueno e n-hexana, proporcionasensações de excitação, além de alucinações auditivas e visuais que, emcontrapartida, são acompanhadas de tontura, náuseas, espirros, tosse,salivação e fotofobia. Tais efeitos são bastante rápidos, levando o indivíduo ainalar novamente.Seu uso constante desencadeia em desorientação, falta de memória, confusãomental, alucinação, perda de autocontrole, visão dupla, palidez, movimentoinvoluntário do globo ocular, irritação das mucosas, paralisia, lesõescardíacas, pulmonares e hepáticas, dentre outros; podendo desencadear emconvulsões, inconsciência, e até mesmo morte súbita. Isso acontece porquetais substâncias provocam a destruição de neurônios e nervos periféricos,além de ser consideravelmente irritantes.Sendo facilmente encontrada, também possui baixo custo, facilitando seu uso,por exemplo, por meninos e meninas de rua e estudantes. Assim, é um sérioproblema de saúde pública, inclusive considerando que atos infracionaiscometidos por adolescentes sob efeito desta droga são superiores aos demais.Diante destes fatos, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) emitiua Resolução RDC nº 345, de 15 de dezembro de 2005, que proíbe acomercialização de substâncias inalantes que afetam o sistema nervosocentral a menores de idade. Este órgão também exige, neste documento, queas embalagens de tal produto contenham número de controle, individual esequencial; e que o vendedor preencha, no ato da compra, os dados pessoaisdo comprador, com sua respectiva assinatura. Além disso, esta resoluçãodefine inscrições relacionadas à toxidade que deve conter em taisembalagens.Crack - O crack deriva da planta de coca, é resultante da mistura de cocaína,bicarbonato de sódio ou amônia e água destilada, resultando em grãos que sãofumados em cachimbos.O surgimento do crack se deu no início da década de 80, o que possibilitou seufumo foi a criação da base de coca batizada como livre.O consumo do crack é maior que o da cocaína, pois é mais barato e seusefeitos duram menos. Por ser estimulante, ocasiona dependência física e,posteriormente, a morte por sua terrível ação sobre o sistema nervoso centrale cardíaco.
  7. 7. Devido à sua ação sobre o sistema nervoso central, o crack gera aceleraçãodos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, dilatação das pupilas,suor intenso, tremores, excitação, maior aptidão física e mental. Os efeitospsicológicos são euforia, sensação de poder e aumento da auto-estima.A dependência se constitui em pouco tempo no organismo. Se inalado juntocom o álcool, o crack aumenta o ritmo cardíaco e a pressão arterial o quepode levar a resultados letais.

×