P.p. -animais_em_vias_de_extincao

  • 2,303 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
2,303
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. • O desequilíbrio ambiental • Quais são as espécies em vias de extinção • Algumas regras para proteger o meio ambiente • Conclusão
  • 2. • Devido ao desequilíbrio natural causado pelo Homem, à caça, a certos desportos e à poluição, vários animais tornaram-se extintos e outros estão em vias de extinção. Como é que os podemos salvar? • Com a caça, certos desportos radicais, pesca e a poluição o homem causou um certo desequilíbrio ambiental, por exemplo: Erva  Zebra  Leão  Homem • Se o Homem caçar demasiados leões, os leões não comem as Zebras que acabam por devorar todas as ervas, mas com o Leão existe um certo equilíbrio. O problema é que o homem anda a caçar demasiados animais o que causa um desequilíbrio ambiental no que resulta na extinção de várias espécies o que causa ainda mais desequilíbrio ambiental.
  • 3. • Baleia-azul – Está em vias de extinção por causa do desporto “Caça à baleia” que já foi proibido em vários países; • Peixe-palhaço – Está em vias de extinção porque a partir do filme “À procura de Nemo” todas as pessoas querem ter um em casa; • Tartarugas-marinhas – Está em vias de extinção porque a sua carne e a sua carapaça é muito desejada; • Tubarões – Está em vias de extinção devido ao valor da sua barbatana;
  • 4. • Matar animais "silvestres, nativos ou em rota migratória" continua a ser um crime. Entre esses animais encontram-se as espécies ameaçadas de extinção, tais como a aranha-azul, o mico-leão- dourado e o boto cor de rosa. O facto não é considerado crime, se o abate for para saciar a fome da pessoa ou da sua família;
  • 5. O comércio, o aprisionamento e o transporte destes mesmos animais também constitui crime sendo a pena em ambos os casos de 6 meses a 1 ano de prisão, além de multa;
  • 6. • Também é crime o abuso contra animais, assim como ferir ou mutilar um animal. Este artigo se refere não apenas aos animais silvestres, nativos e exóticos, mas também aos "animais domésticos ou domesticados" e a sua pena é uma multa de 200 euros por animal, ou, se for uma espécies em vias de extinção, multa que varia entre 5 mil e 10 mil euros;
  • 7. • As experiências dolorosas ou cruéis em animais vivos, ainda que sejam para fins medicinais ou científicos (como cobaia por exemplo), são consideradas crimes "quando existirem recursos alternativos" e o infractor incorre nas mesmas penas (multa) referentes aos maus tratos.
  • 8. • A exportação não autorizada de "peles e couros de anfíbios e répteis em [estado] bruto" sujeita o infractor à multa de 2 mil euros, mais um acréscimo de 200 a 5 mil euros por espécime apreendido, conforme o grau de raridade do animal;
  • 9. • A caça às baleias, golfinhos e outros cetáceos é considerada crime ambiental dentro do limite de 200 milhas do mar territorial brasileiro. O simples acto de "molestar de forma intencional" o cetáceo já se enquadra neste artigo, cuja pena é multa de 2.500 euros.
  • 10. Algumas das espécies marítimas encontram-se em extinção devido ao desequilíbrio ambiental causado pela poluição, caça e pesca efectuada pelo Homem.