Your SlideShare is downloading. ×
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

C:\Fakepath\FunçõEs Da Linguagem

3,301

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,301
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
87
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Funções da linguagem
    • CONTEXTO
    • Referencial
    • REMETENTE MENSAGEM DESTINATÁRIO
    • Emotiva Poética Conativa
    • CONTATO
    • Fática
    • CÓDIGO
    • Metalingüística
  • 2. Funções da linguagem
    • Função emotiva: expressa a atitude e a situação de quem emite uma mensagem;
    • Ex:
    • Amor, então,
    • Também, acaba?
    • Não que eu saiba
    • O que eu sei
    • é que se transforma
    • Numa matéria-prima
    • Que a vida se encarrega
    • De transformar em raiva
    • Ou em rima
    • (Paulo Leminski, Caprichos & Relaxos)
  • 3. Funções da linguagem
    • Função conativa: aquela que se orienta para o destinatário do texto. Também chamada de apelativa, pois utiliza-se, com freqüência, de verbos no imperativo, bem como o emprego de vocativos.
    • Ex1.:
    • Cap. XXXIV
    • Há aí, entre as cinco ou dez pessoas que me lêem, há aí uma alma sensível, que está decerto um tanto agastada com o capítulo anterior (...) talvez lá no fundo de si mesma, me chame de cínico. (...) Não, alma sensível, eu não sou cínico, eu fui homem.
    • (Memórias Póstumas de Brás Cubas. Machado de Assis).
  • 4. Função conativa
    • Toda publicidade tem conteúdo conativo, isto é, pretende uma resposta do receptor.
  • 5. Colabore com a campanha Natal sem Fome. Ação contra a Fome e pela Cidadania.
  • 6. Funções da linguagem
    • Função referencial: é a que está centrada na informação. Também designada denotativa. Essa função da linguagem predomina em textos dissertativos,científicos, jornalísticos.
    • Ex:
    • Durante o regime do Khmer Vermelho de Pol Pot, no Camboja, as pessoas que usavam óculos eram mortas porque se supunha que podiam ler e, portanto, teriam acesso a informações que lhes permitiriam criticar o governo.
    • (MANGUEL, Alberto. Uma história da leitura . São Paulo: Companhia das Letras, 1997, p.336.)
  • 7. função referencial
    • O jornalismo e os discursos informativos ditos objetivos (por exemplo, da ciência) têm função referencial
  • 8. Funções da linguagem
    • Função fática: Centra-se na tentativa de estabelecer contato. Rigorosamente, a função fática não apresenta uma intenção comunicativa.
    • Os exemplos mais significativos são, na comunicação telefônica, o “alô”, a expressão “você está me ouvindo?”, ou ainda, nas conversas on line , o já famoso texto “vc q tc?”.
    • Ex2.: “Facilmente acre ditará o leitor que estes dois amigos se fizessem confidentes de todas as coisas, principalmente de coisas de amores. Nada esconderam a este respeito um ao outro, (...)” ( Almas agradecidas. Contos. Machado de Assis)
  • 9. Funções da linguagem
    • Função metalingüística: Centra-se no código. Diz-se que a metalinguagem é a linguagem cujo objeto é a própria linguagem.
    • Ex:
    • Os dicionários são obras de caráter metalingüístico, assim como os textos que tratam de outros textos, no caso de interpretações ou análises literárias
  • 10. Funções da linguagem
    • Função poética: É a função que se refere à própria mensagem. O nome nada tem com o conceito moderno de poesi a: refere-se ao sentido da palavra nas línguas européias antes do Século XVIII, ou ao sentido originário da palavra grega poiesis ( ποιησιζ ), que significava criaçã o, confecçã o, o ato de dar forma a qualquer mensagem.
  • 11. Função poética
    • É aquela que está centrada sobre a própria mensagem, suplementando o seu sentido por meio de sua estrutura, ritmo e sonoridade.
    • Ex:
      • O poeta é um fingidor
      • Finge tão completamente
      • Que chega a fingir que é dor
      • A dor que deveras sente.
      • (Fernando Pessoa. Autopsicografia)
  • 12. Funções da linguagem
    • Numa mesma mensagem, porém, várias funções podem ocorrer, uma vez que, atualizando concretamente possibilidades de uso do código, entrecruzam-se diferentes níveis de linguagem.
    • Na comunicação diária, por exemplo, além da referencialidade da linguagem (...) há pinceladas de função conativa, ou seja, de diálogo com alguém, ou através de uma ordem, ou através de um narrar, mas, ao mesmo tempo, esse diálogo vem caracterizado por traços emotivos.
    • (CHALHUB, Samira. Funções da linguagem. São Paulo: Ática, 1993)

×