O SANGUE DE CRISTO NO SANTUÁRIO<br />O ENGANO DA <br />ASPERSÃO CONTÍNUA DE SANGUE<br /> E DO<br /> SACRIFÍCIO CONTÍNUO DE...
INTRODUÇÃO<br />Depois de muita oração, exame e reflexão; vi-me obrigado a organizar  este estudo como se vê, nestes power...
    “... Mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, está assentado para sempre à destra de Deus... Por...
O primeiro aspecto fundamental defendido pelos literalistas do sangue; é de um:<br /><ul><li>Um sacrifício de sangue contí...
“Um único sacrifício”                                 “Uma só oblação”<br />Hebreus  10:12 e 14<br />
O segundo aspecto fundamental defendido pelos literalistas do sangue; é a de uma:<br /><ul><li>Aspersão contínua de sangue...
“Mantendo ainda a humanidade, Cristo subiu ao Céu, triunfante e vitorioso. Levou o sangue da expiação para o santíssimo, a...
Basta uma única vez; não é necessário uma aspersão contínua; pois que, a justiça já foi satisfeita com o sangue da oferta ...
Os defensores desta teoria descabida, ficam especulando sobre o como ou a forma de Cristo interceder com Seu sangue; no en...
É exatamente como se<br /> vê nesta ilustração. “[Cristo]<br />Dissera-lhes que estivera a<br /> pleitear com Seu Pai, e<b...
Os defensores desta idéia extremista, diz que esta era a crença dos pioneiros e, que nós estamos na apostasia e aquém da s...
“No santuário celestial, o sacrifício é oferecido uma só vez; e só uma única expiação pode ser feita, e deve ocorrer no te...
OOBJETODAPURIFICAÇÃOPARTE -1<br />
<ul><li>O QUE É A PURIFICAÇÃO?
QUEM É O OBJETO  DA PURIFICAÇÃO?
POR QUE O SANTUÁRIO TEM DE SER PURIFICADO?</li></li></ul><li>Assim, fará expiação pelo santuário por causa das imundícias ...
“Se nos ensina pois, claramente, que o serviço de nosso grande Sumo Sacerdote na purificação do verdadeiro santuáriodeve s...
O que no ser pecador é purificado, pelo sangue de Jesus, visto que ele é a causa da contaminação do santuário?<br />“... O...
<ul><li>O QUE É A PURIFICAÇÃO?</li></ul>A remoção do pecado<br /><ul><li>QUEM É O OBJETO  DA PURIFICAÇÃO? </li></ul>O peca...
RESUMO - 1<br />Uma vez que, o objeto da purificação é o ser humano pecador; considerando que esta purificação se dá com s...
O SACRIFÍCIOEXPIATÓRIOPARTE - 2<br />
<ul><li>Esta Cristo a oferecer um novo sacrifício pelos nossos pecados no santuário celestial?
O que é o sacrifício vicário?
O que dizermos do sacrifício expiatório?</li></li></ul><li>“... Mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos peca...
Com respeito ao significado da palavra “Vicário”, no dicionário brasileiro globo, lemos o seguinte: “Substituto”. Página 6...
Houve um sacrifício expiatório na cruz do calvário? Se sim, em que sentido?<br />A palavra “Expiação” segundo o dicionário...
“Na genuína fé para a salvação há confiança em Deus, por meio da crença no grande sacrifício expiatório efetuado pelo Filh...
“A intercessão de Cristo em favor do homem no santuário celeste é tão essencial ao plano da salvação, como foi sua morte s...
<ul><li>Esta Cristo a oferecer um novo sacrifício pelos nossos pecados no santuário celestial?</li></ul>Não<br /><ul><li>O...
RESUMO - 2<br />Cristo não está a oferecer sacrifícios de sangue no santuário; porque seu sacrifício expiatório foi único ...
SANGUE LITERALOU OS SEUSMÉRITOSPARTE - 3<br />
<ul><li>Quais as implicações de literalizarmos certos textos do Espírito de Profecia sobre o sangue de Cristo?
Qual era a fé dos pioneiros sobre este assunto?
Qual o conselho da pena inspirada sobre pontos difíceis de se entender?</li></li></ul><li>“De quanto maior castigo cuidais...
“E, tomando o cálice e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos. Porque isto é o meu sangue...” Mateus 26:27 e 28<...
“Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o ...
TEXTOS DO ESPÍRITO DE PROFECIA<br />“Assim Cristo, em Sua própria justiça imaculada, depois de derramar Seu sangue precios...
“... Quão imprescindível é para os que vivem nos perigos dos últimos dias, expostos às tentações de Satanás, terem diariam...
“Muito pecado é deixado sem confessar, para defrontar o pecador no dia do ajuste final; muito melhor é afrontar vossos pec...
“O estigma do pecado na alma só se pode apagar com o sangue do Sacrifício expiatório. Nenhum sacrifício menor se requereu,...
O significado da palavra Mérito: Merecimento; superioridade; aptidão; valor; capacidade. Dicionário o Globo, pág. 406.<br ...
“... Arão aspergiu o sangue sobre o propiciatório  do antigo Israel e purificou o povo da culpa, assim os méritos do Corde...
“Aqueles que pela fé seguem a Jesus na grande obra de expiação, recebem os benefícios de Sua mediação em seu favor... Depo...
“Sua intercessão é de um corpo ferido e macerado, de uma vida imaculada. As mãos feridas, o lado perfurado, os pés trespas...
“Podemos regozijar-nos na esperança. Nosso advogado está no santuário celestial, intercedendo em nosso favor. Temos perdão...
“Todo membro da família deve ter em mente que todos têm de fazer tanto quantos lhes for possível para resistir  a nosso as...
“Minha única esperança está no Salvador crucificado e ressuscitado. Reivindico os méritos do sangue de Cristo. Jesus salva...
“O sangue de Cristo, ao mesmo tempo que livraria da condenação da lei o pecador arrependido, não cancelaria o pecado; este...
CRENÇAS FUNDAMENTAIS DOS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA<br />YEAR BOOK – 1912 - PIONEIROS<br />
“Que existe um só Senhor, Jesus Cristo, o Filho do Eterno Pai, o único por quem foram criadas todas as coisas, e por meio ...
“Que o Santuário da nova aliança é o tabernáculo de Deus no Céu, do qual Paulo fala em Hebreus 8 e mais adiante, e do qual...
A Expiação: “Que existe um Senhor Jesus Cristo... Que Ele... Morreu como nosso sacrifício, foi ressuscitado para nossa jus...
VOTO BATISMAL<br />O nosso voto batismal é um resumo de nossa declaração fundamental de fé, conforme expressa no Year Book...
“Há nesta obra, o perigo de pôr diante do povo teorias que, se bem que sejam em tudo verdade, suscitem debates, e não leve...
“Tenho palavras a dizer a ... Todos os que tem sido ativos em insistir em seus pontos de vista relativamente à significaçã...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

O sangue de cristo

2,433

Published on

Published in: Spiritual, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,433
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
96
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O sangue de cristo

  1. 1. O SANGUE DE CRISTO NO SANTUÁRIO<br />O ENGANO DA <br />ASPERSÃO CONTÍNUA DE SANGUE<br /> E DO<br /> SACRIFÍCIO CONTÍNUO DE SANGUE<br />
  2. 2. INTRODUÇÃO<br />Depois de muita oração, exame e reflexão; vi-me obrigado a organizar este estudo como se vê, nestes power-points. A instituição adventistas tem pouco com que enfrentar a teoria da aspersão contínua de sangue e do sacrifício contínuo de sangue no santuário. Creio que este, vai servir até para eles; pois que, faço uso da bíblia e dos testemunhos. Como adventista do sétimo dia, eu não quero ficar sem a verdade; mas também não quero ir além dela.<br />Embora saibamos que, inevitavelmente sempre haverá aqueles que, infelizmente ainda assim cairão no engano; devemos ter a consciência de que fizemos nossa parte.<br />Ev. Alexandre B. Botelho<br />
  3. 3. “... Mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, está assentado para sempre à destra de Deus... Porque, com uma só oblação, aperfeiçoou para sempre os que são santificados.” Hebreus 10:12 e 14.<br />“O grande e único sacrifíciofoi feito na vida, missão e morte de Jesus Cristo. Quem dera que os homens contemplassem a grandeza desse sacrifício! Então poderiam compreender a grandeza da salvação. – Testemunhos Para Ministros, vol. 5, pág. 625 e 626” Med. Matinal Cristo Triunfante, pág. 17.<br />
  4. 4. O primeiro aspecto fundamental defendido pelos literalistas do sangue; é de um:<br /><ul><li>Um sacrifício de sangue contínuo no santuário celestial;</li></ul>A Bíblia e o Espírito de Profecia falam de um único sacrifício oferecido uma vez por todas; ademais, não existe nenhuma menção em toda a bíblia, especialmente nas cerimônias do santuário, que afirme que o sumo-sacerdote executava sacrifício dentro do santíssimo no dia da expiação. Ele apresentava sim, o sangue da oferta do sacrifício. Esta, porém; é a idéia dos defensores da mesma com base em interpretações equivocadas dos testemunhos. Dizem eles que, desde que Cristo ascendeu ao céu, ao aspergir continuamente o sangue, há também um sacrifício contínuo. Para sustentar isto, eles usam hebreus 9:23 (coisas celestiais/ sacrifícios melhores), totalmente fora do contexto geral do capítulo; como se referindo isso tendo lugar no santuário celestial. O contexto é claro; refere-se que, em lugar de todos os sacrifícios cerimoniais, o único e mais importante de todos, teve lugar na cruz do calvário.<br />
  5. 5. “Um único sacrifício” “Uma só oblação”<br />Hebreus 10:12 e 14<br />
  6. 6. O segundo aspecto fundamental defendido pelos literalistas do sangue; é a de uma:<br /><ul><li>Aspersão contínua de sangue no santuário celeste.</li></ul>Para eles, desde que Cristo ascendeu ao céu, Ele está aspergindo sangue continuamente sobre o propiciatório, ao interpretarem as declarações dos testemunhos sem considerar outras sobre o mesmo assunto. O sumo-sacerdote, no dia da expiação, entrava com o sangue no santíssimo e o aspergia uma única vez o sangue da oferta sobre o propiciatório que continha a lei de Deus. Tal sangue caia sobre esta lei. Isto significava que, os reclamos desta havia sido satisfeito, pois que a morte de um substituto (condenação da lei) havia tido lugar. O povo naquele dia então, alcançava perdão pleno e total. O oficiante, removia simbolicamente o pecado do santuário ao purificá-lo com este ato e, lançava-o sobre o bode Azazel, enviando-o ao deserto onde morria. O que significava tudo isto? Vejamos:<br />
  7. 7. “Mantendo ainda a humanidade, Cristo subiu ao Céu, triunfante e vitorioso. Levou o sangue da expiação para o santíssimo, aspergiu-o sobre o propiciatório, e abençoou o povo.” (Signsofthe Times, 19-04-1905).<br />É claro que sem sangue, o sumo-sacerdote não poderia oficiar no santuário, especialmente no celestial. Cremos que Cristo levou o sangue e o aspergiu sobre o propiciatório, para quê? “No dia da expiação, o sumo sacerdote, havendo tomado uma oferta da congregação, entrava no lugar santíssimo com o sangue desta oferta, e o aspergia sobre o propiciatório, diretamente sobre a lei, para satisfazer às suas reivindicações. Então, em caráter de mediador, tomava sobre si os pecados e os retirava do santuário.” Cristo em Seu Santuário, pág. 94. Exatamente isto; para vindicar a exigência da lei transgredida. Feito isso; agora ele pode exercer o ministério de intercessor com Seu próprio sangue que se encontra derramado sobre a lei no propiciatório. <br />
  8. 8. Basta uma única vez; não é necessário uma aspersão contínua; pois que, a justiça já foi satisfeita com o sangue da oferta dEle mesmo morto na cruz e aspergido sobre a lei no santuário celestial uma única vez. Quando os testemunhos dizem que Cristo esta fazendo expiação com seu sangue; ela quer dizer isso. Não que ele esteja salpicando ou burrifando sangue no santuário toda vez que peco. É aqui onde entra os méritos que ela fala. O sangue já esta ali derramado sobre a lei, como no serviço terrestre e, agora ele intercede pelo poder dos méritos que há neste. Não existe nos testemunhos um único texto que diga que, Cristo está burrifando sangue continuamente toda vez que eu peco. Mesmo que fosse assim, então eu já não poderia pecar mais; pois que, o ato de aspergir significa satisfazer os reclamos da lei. Entretanto, a insustentabilidade da aspersão contínua por indivíduo, jaz no fato de que estes indivíduos continuam lutando contra o pecado.<br />
  9. 9. Os defensores desta teoria descabida, ficam especulando sobre o como ou a forma de Cristo interceder com Seu sangue; no entanto, a única vez que vejo os testemunhos falando sobre isto, é como lhes apresento: “Jesus não lhes justifica os pecados, mas apresenta o seu arrependimento e fé, e, reclamando o perdão para eles, ergue as mãos feridas perante o Pai e os santos anjos, dizendo: Conheço-os pelo nome...” Cristo em Seu Santuário, pág. 114. Numa cena julgamento, o que se vê? Vê-se sangue sendo aspergido? Salpicado? Burrifado? NÃO!!! Vê-se sim, Cristo erguendo Suas santas mãos feridas e rogando perdão ao pecador. Quem quiser comprovar, está no livro “O Grande Conflito, no capítulo 28.<br />
  10. 10. É exatamente como se<br /> vê nesta ilustração. “[Cristo]<br />Dissera-lhes que estivera a<br /> pleitear com Seu Pai, e<br /> oferecera-Se para dar Sua vida<br /> como resgate, e tomar sobre Si<br /> a sentença de morte, a fim de<br /> que por meio dEle o homem<br /> pudesse encontrar perdão; que<br /> pelos méritos de Seu sangue, e<br /> obediência à lei divina, ele<br /> poderia ter o favor de Deus, e<br /> ser trazido para o bel jardim e<br /> comer do fruto da árvore da<br /> vida.” Primeiros Escritos,<br /> pág. 149.<br />
  11. 11. Os defensores desta idéia extremista, diz que esta era a crença dos pioneiros e, que nós estamos na apostasia e aquém da salvação por não aceitarmos crer nesta especulação; vejamos porém, o que nos diz Andrews:<br />“Essa obra, como apresentada no tipo, já vimos que era por causa de dois propósitos: (1) a absolvição da iniqüidade; (2) e a purificação do santuário”, disse Andrews. “E essa grande obra de nosso Senhor é realizado pelo próprio sangue dEle; se pela apresentação real disso, ou pela virtude desses méritos, não precisamos parar de inquirir.” Tiago N. Andrews, TheSanctuaryDoctrineandTwenty-ThreeHundreadDays, 1872, pág. 90 / A Grande Conspiração, pág. 325. <br />Notem que ele, prudentemente, não fez nenhuma afirmação...<br />
  12. 12. “No santuário celestial, o sacrifício é oferecido uma só vez; e só uma única expiação pode ser feita, e deve ocorrer no tempo por Deus para isto destinado. E quando for feita a grande expiação ou purificação do santuário celestial, o povo de Deus estará para sempre livre de pecado, e o destino de todos estará para sempre selado. Ver Apoc. 22:11. Esse dia, como seu tipo, será um dia de juizo.” Estudos Bíblicos – Doutrinas Fundamentais da Escrituras Sagradas, pág. 201.<br />“Ele agora por nós apresenta os méritos de Seu sangue, no santuário celestial. É nosso advogado, nossa Segurança, nosso Sumo-sacerdote.” O Ritual do Santuário, pág. 224. M.L.Andreasen.<br />
  13. 13. OOBJETODAPURIFICAÇÃOPARTE -1<br />
  14. 14. <ul><li>O QUE É A PURIFICAÇÃO?
  15. 15. QUEM É O OBJETO DA PURIFICAÇÃO?
  16. 16. POR QUE O SANTUÁRIO TEM DE SER PURIFICADO?</li></li></ul><li>Assim, fará expiação pelo santuário por causa das imundícias dos filhos de Israel e das suas transgressões.” Levítico16:16.<br />Porque, naquele dia, se fará expiação por vós, para purificar-vos; e sereis purificados de todos os vossos pecados, perante o SENHOR.” Levítico 16:30<br />
  17. 17. “Se nos ensina pois, claramente, que o serviço de nosso grande Sumo Sacerdote na purificação do verdadeiro santuáriodeve ser precedido pela purificação de cada um dos crentes,a purificação de cada um dos que participam neste serviço.” O Caminho Consagrado a Perfeição, pág. 63.<br />
  18. 18. O que no ser pecador é purificado, pelo sangue de Jesus, visto que ele é a causa da contaminação do santuário?<br />“... O sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará a vossa consciência das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo? Hebreus 9:14<br />
  19. 19. <ul><li>O QUE É A PURIFICAÇÃO?</li></ul>A remoção do pecado<br /><ul><li>QUEM É O OBJETO DA PURIFICAÇÃO? </li></ul>O pecador<br /><ul><li>POR QUE O SANTUÁRIO TEM DE SER PURIFICADO?</li></ul>Por causa da contaminação de pecado provinda dos pecadores<br />
  20. 20. RESUMO - 1<br />Uma vez que, o objeto da purificação é o ser humano pecador; considerando que esta purificação se dá com sangue literal segundo se afirma seus defensores, o mesmo deveria efetuar uma ação literalizadora no coração; isto é, na consciência daqueles que participam do serviço do santuário. Acaso, alguém de nós já vimos a aplicação real do sangue de Cristo na purificação de nossa consciência?<br />
  21. 21. O SACRIFÍCIOEXPIATÓRIOPARTE - 2<br />
  22. 22. <ul><li>Esta Cristo a oferecer um novo sacrifício pelos nossos pecados no santuário celestial?
  23. 23. O que é o sacrifício vicário?
  24. 24. O que dizermos do sacrifício expiatório?</li></li></ul><li>“... Mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, está assentado para sempre à destra de Deus... Porque, com uma só oblação, aperfeiçoou para sempre os que são santificados.” Hebreus 10:12 e 14<br />Ver Romanos 3:24 e 25<br />
  25. 25. Com respeito ao significado da palavra “Vicário”, no dicionário brasileiro globo, lemos o seguinte: “Substituto”. Página 638.<br />“... Havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.” Colossenses 1:20<br />
  26. 26. Houve um sacrifício expiatório na cruz do calvário? Se sim, em que sentido?<br />A palavra “Expiação” segundo o dicionário bíblico adventista, significa: “Acobertamento, cobrir, reconciliar, cobrir pecados, propiciação. Página 429.<br />O termo “Sacrifício”, bem sabemos, significa “Oferta”. Expiação: Reconciliação = At-one-ment = A Uma Só mente. II Coríntios 5:19.<br />Sacrifício Expiatório = Oferta Substitutiva<br />
  27. 27. “Na genuína fé para a salvação há confiança em Deus, por meio da crença no grande sacrifício expiatório efetuado pelo Filho de Deus, no Calvário.” Signsofthe Times, 3 de Novembro de 1890.<br />A fé que justifica sempre produz primeiro verdadeiro arrependimento, e então boas obras, as quais constituem o fruto dessa fé. Não há fé para a salvação que não produza bom fruto. Deus deu Cristo ao nosso mundo para que Se tornasse o substituto do pecador. No momento em que é exercida verdadeira fé nos méritos do custoso sacrifício expiatório, reivindicando a Cristo como Salvador pessoal, nesse próprio momento o pecador é justificado diante de Deus, porque está perdoado.” Mensagens Escolhidas, vol. 3, pág. 195<br />
  28. 28. “A intercessão de Cristo em favor do homem no santuário celeste é tão essencial ao plano da salvação, como foi sua morte sobre a cruz. Pela sua morte deu Ele inícioa essa obra, e após a ressurreição ascendeu ao Céu para completá-la. O Grande Conflito, pág. 480.<br />Qual é a falta da Nova Teologia Adventista?<br />Afirmar que a expiação na cruz foi iniciada e concluída; isto é, completa.<br />
  29. 29. <ul><li>Esta Cristo a oferecer um novo sacrifício pelos nossos pecados no santuário celestial?</li></ul>Não<br /><ul><li>O que é o sacrifício vicário?</li></ul>Uma Oferta Substitutiva<br /><ul><li>O que dizermos do sacrifício expiatório?</li></ul>Teve seu início na cruz do calvário e, está sendo completado no santuário<br />
  30. 30. RESUMO - 2<br />Cristo não está a oferecer sacrifícios de sangue no santuário; porque seu sacrifício expiatório foi único e eterno na cruz do calvário. Tal teoria advém do conceito equivocado sobre o fator: Expiação. Na cruz teve lugar um sacrifício vicário; isto é, uma oferta substitutiva. Cristo começou ali, aquilo que, agora está a terminar no céu – o plano da salvação. O erro da nova teologia adventista é afirmar que ali, a expiação foi completa e; o erro dos literalistas do sangue é afirmar que Cristo continua a oferecer sacrifício no céu. Isto contradiz as escrituras; pois que a mesma nunca fala de sacrifício no santuário.”<br />
  31. 31. SANGUE LITERALOU OS SEUSMÉRITOSPARTE - 3<br />
  32. 32. <ul><li>Quais as implicações de literalizarmos certos textos do Espírito de Profecia sobre o sangue de Cristo?
  33. 33. Qual era a fé dos pioneiros sobre este assunto?
  34. 34. Qual o conselho da pena inspirada sobre pontos difíceis de se entender?</li></li></ul><li>“De quanto maior castigo cuidais vos será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue do testamento, com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? Hebreus 10:29.<br />“... Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.” Colossenses 2:14<br />“Porque isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados.” Mateus 26:29.<br />O testamento da nossa salvação foi assinado unicamente com o derramado sangue na cruz.<br />
  35. 35. “E, tomando o cálice e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos. Porque isto é o meu sangue...” Mateus 26:27 e 28<br />“Aquele que nos ama, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados.” Apocalipse 1:7<br />“E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.” Gênesis 4:10.<br />“Estes são os que vieram de grande tribulação, lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.” Apocalipse 7:14<br />
  36. 36. “Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último Dia. Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim, e eu, nele.” João 6:53-56.<br />Se partirmos para a literalização do sangue no espírito de profecia; teremos de literalizar o mesmo na bíblia. Agora, está você comendo, bebendo ou sendo lavando literalmente no sangue de Jesus?<br />
  37. 37. TEXTOS DO ESPÍRITO DE PROFECIA<br />“Assim Cristo, em Sua própria justiça imaculada, depois de derramar Seu sangue precioso, penetra no lugar santo para purificar o santuário. E ali a corrente carmesim é empregada no serviço de reconciliar Deus com o homem... O sacerdote usava o cedro e hissopo, mergulhando-os na água purificadora e aspergindo o imundo. Isto simboliza o sangue de Cristo derramado para nos purificar das impurezas morais... O sangue de Cristo é eficaz, mas precisa ser aplicado continuamente.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 4, pág. 122.<br />APLICADO ONDE???<br />
  38. 38. “... Quão imprescindível é para os que vivem nos perigos dos últimos dias, expostos às tentações de Satanás, terem diariamente o sangue de Cristo aplicado ao seu coração!” Testemunhos Para a Igreja, vol. 4, pág. 123.<br />
  39. 39. “Muito pecado é deixado sem confessar, para defrontar o pecador no dia do ajuste final; muito melhor é afrontar vossos pecados agora, confessá-los e abandoná-los, enquanto o Sacrifício expiatório intercede em vosso favor.” Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 327. [Feito na cruz].<br />“Pela fé, aplicai o sangue de Cristo ao vosso coração, pois esse unicamente, pode tornar-vos mais brancos que a neve... Mediante o sangue expiador de Cristo, o pecador é liberto da escravidão e condenação...” Ídem, pág. 330<br />Os que possuem tão grandes verdades, tão importantes reformas a apresentar ao povo, não têm reconhecido o valor do Sacrifício expiatório com expressão do grande amor de Deus ao homem.” Ídem, pág. 371.<br />
  40. 40. “O estigma do pecado na alma só se pode apagar com o sangue do Sacrifício expiatório. Nenhum sacrifício menor se requereu, do que o sacrifício dAquele que era igual ao Pai. A obra de Cristo – Sua vida, humilhação, morte e intercessão pelo homem caído – engrandece a lei e a torna gloriosa... Ninguém pode ser justificado sem o sacrifício expiatório de Cristo.” Ídem, pág. 371.<br />“Na genuína fé para a salvação há confiança em Deus, por meio da crença no grande sacrifício expiatório efetuado pelo Filho de Deus, no Calvário...Deveis ser como criancinhas, apegando-vos aos méritos do Salvador crucificado e ressurreto, e então sereis fortalecidos... Ele olha para o Sacrifício expiatório como sua única esperança, por meio do arrependimento para com Deus... No momento em que é exercida verdadeira fé nos méritos do custoso sacrifício expiatório, reivindicando a Cristo como Salvador pessoal, nesse próprio momento o pecador é justificado diante de Deus, porque está perdoado.” Mens. Esc. Vol; 3, pág. 192, 193, 194 e 195<br />
  41. 41. O significado da palavra Mérito: Merecimento; superioridade; aptidão; valor; capacidade. Dicionário o Globo, pág. 406.<br />Considerando a expressão: Méritos do/de Seu Sangue.<br />Está-se falando dos méritos e do sangue ou dos méritos do sangue? Méritos e Seu sangue, méritos com Seu sangue ou méritos de Seu sangue?<br />Exemplo: Filho de Deus – está-se falando do Filho de Deus não de Deus; Espírito de Deus – está-se falando de Seu Espírito não de outro; assim, os méritos do sangue está-se falando da aptidão, merecimento, capacidade deste ao ser vertido na cruz. O que é honra ao mérito? É a gratificação há algo alcançado. Alcançado onde? Nalgum lugar passado. Um soldado de guerra recebe os benefícios da aposentadoria, não por estar a combater; mas por merecê-lo (mérito) pelo fato de um dia ter combatido.<br />
  42. 42. “... Arão aspergiu o sangue sobre o propiciatório do antigo Israel e purificou o povo da culpa, assim os méritos do Cordeiro que foi morto são aceitos por Deus hoje como purificadores da contaminação do pecado... Mas as suas vestes precisam estar purificadas no sangue do Cordeiro... Estes são os que lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 4, pág. 124 e 125 . <br />
  43. 43. “Aqueles que pela fé seguem a Jesus na grande obra de expiação, recebem os benefícios de Sua mediação em seu favor... Depois de Sua ascensão, quando Jesus entrou mediante os méritos de Seu próprio sangue no santuário celestial celestial, a fim de verter sobre os discípulos as bênçãos de sua mediação... mediante o ministério celestial... Não tinham conhecimento de Cristo como o verdadeiro sacrifício e o único mediador diante de Deus; daí não poderem receber os benefícios de Sua mediação.” O Grande Conflito, pág. 422. <br />Andreasen - Ele agora por nós apresenta os méritos de Seu sangue, no santuário celestial. É nosso advogado, nossa Segurança, nosso Sumo Sacerdote. Ele é o mesmo ontem, hoje e para sempre.” O Ritual do Santuário, pág. 224. Nem Ellen e nem Andreasen nunca usou o termo sangue literal no santuário em seus escritos.<br />
  44. 44. “Sua intercessão é de um corpo ferido e macerado, de uma vida imaculada. As mãos feridas, o lado perfurado, os pés trespassados, pleiteiam pelo homem decaído, cuja condenação foi adquirido a custo infinito... O sangue de Cristo, oferecido em prol dos crentes arrependidos, assegurou-lhes perdão e aceitação perante o Pai... Quando Cristo, por virtude do mérito de Seu próprio sangue, remover os pecados de Seu povo do santuário celestial, no encerramento de Seu ministério, Ele os colocará sobre Satanás...” O Grande Conflito, pág. 408, 413 e 414. <br />
  45. 45. “Podemos regozijar-nos na esperança. Nosso advogado está no santuário celestial, intercedendo em nosso favor. Temos perdão e paz por Seus méritos. Ele morreu afim que pudesse lavar nossos pecados, revestir-nos de sua justiça, e habilitar-nos para o convívio celeste, onde podemos habitar para sempre na luz. Prezado irmão, prezada irmã, quanto Satanás quiser encher-lhe a mente de desânimo, sombras e dúvidas, resista-lhe às sugestões. Fale a ele do sangue de Jesus que purifica de todo o pecado. Você não pode salvar-se do poder do tentador; porém ele treme e foge quando os méritos daquele precioso sangue são alegados.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 5, pág. 317.<br />
  46. 46. “Todo membro da família deve ter em mente que todos têm de fazer tanto quantos lhes for possível para resistir a nosso astuto inimigo, e com fervente oração e inabalável fé, cada um deve apoiar-se nos méritos do sangue de Cristo, e reclamar-lhe o poder salvador... Nessas horas tremendas, precisamos aprender a confiar, a depender unicamente dos méritos da expiação, e em toda a nossa impotente indignidade, lançar-nos sobre os méritos do Salvador crucificado e ressurgido. Nunca pereceremos enquanto assim fizermos – nunca!” Mensagens Escolhidas, vol. 3, pág. 145.<br />
  47. 47. “Minha única esperança está no Salvador crucificado e ressuscitado. Reivindico os méritos do sangue de Cristo. Jesus salvará totalmente todos os que depositam sua confiança nEle.” Ídem, pág. 148<br />Embora reconheçamos nossa condição desesperadora sem Cristo, não precisamos ficar desalentados; devemos confiar nos méritos do Salvador crucificado e ressurreto... Jesus é nosso Salvador hoje. Está intercedendo por nós no lugar santíssimo do santuário celestial, e perdoará nossos pecados.” Ídem, pág. 149.<br />“Ele declara que se comermos Sua carne e bebermos Seu sangue, receberemos a vida eterna.” Ídem, pág. 202.<br />
  48. 48. “O sangue de Cristo, ao mesmo tempo que livraria da condenação da lei o pecador arrependido, não cancelaria o pecado; este ficaria registrado no santuário até a expiação final; assim, no serviço típico, o sangue da oferta pelo pecado removia do penitente o pecado, mas este permanecia no santuário até ao dia da expiação. No grande dia da paga final, os mortos devem ser “julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras”. Apoc. 20:12. Então, pela virtude do sangue expiatório de Cristo, os pecados de todo o verdadeiro arrependido serão eliminados dos livros do Céu.” Patriarcas e Profetas, pág. 357 e 358.<br />A expiação inicial é a transferência do pecado; já expiação final é o cancelamento definitivo do mesmo. “Verificação de arrependimento genuíno.”<br />
  49. 49. CRENÇAS FUNDAMENTAIS DOS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA<br />YEAR BOOK – 1912 - PIONEIROS<br />
  50. 50. “Que existe um só Senhor, Jesus Cristo, o Filho do Eterno Pai, o único por quem foram criadas todas as coisas, e por meio de quem elas existem; que ele tomou a natureza da semente de Abraão para a redenção de nossa raça caída; que ele residiu entre os homens, cheio de graça e verdade, viveu nosso exemplo, morreu nosso sacrifício, foi ressuscitado para nossa justificação, ascendeu ao alto para ser nosso único mediador no santuário celestial, onde através dos méritos de seu sangue derramado, assegurou perdão e absolvição dos pecados de todos aqueles que persistentemente se achegam a Ele; e como o encerramento de parte de seu trabalho de sacerdote, antes de assentar-se em seu trono como Rei, ele realizará a expiação por todos eles, e todos os pecados deles cometidos fora do santuário serão apagados (Atos 3:19), como mostrado no serviço do sacerdócio levítico, o qual apontava e prefigurava o ministério de nosso Senhor no Céu.” Veja Levítico 16; Hebreus 8:4,5; 9:6 e 7. <br />
  51. 51. “Que o Santuário da nova aliança é o tabernáculo de Deus no Céu, do qual Paulo fala em Hebreus 8 e mais adiante, e do qual nosso Senhor, como o Grande sumo-sacerdote, é ministro; que este santuário é o antítipo do tabernáculo Mosaico, e que o ministério sacerdotal de nosso Senhor, associado a isso, é o antítipo do ministério dos sacerdotes judeus da antiga dispensação (Heb. 8:1-5); que este, e não a terra, é o santuário a ser purificado no final dos dois mil e trezentos dias, a qual é denominada esta purificação, sendo neste caso, como na figura, simplesmente a entrada do sumo-sacerdote no lugar santíssimo, para finalizar o ministério através da obra de expiação e eliminação dos pecados dos crentes que se encontram no santuário (Atos 3:19), e ocupa um breve, mas indefinido período no primeiro compartimento (Levítico 16; Heb. 9:22, 23); e que este trabalho é o antítipo, iniciando em 1844, consistindo na atual eliminação dos pecados dos crentes (Atos 4:19), e ocupa um breve e indefinido espaço de tempo, até à sua conclusão, no qual o período de graça para o mundo será finalizado, e o segundo advento de Cristo chegará. <br />
  52. 52. A Expiação: “Que existe um Senhor Jesus Cristo... Que Ele... Morreu como nosso sacrifício, foi ressuscitado para nossa justificação, ascendeu às alturas para ser nosso Mediador no santuário celeste, onde, com Seu próprio sangue, faz expiação pelos nossos pecados; expiação esta, longe de ser feita na cruz, a qual era somente a oferta pelo pecado, é a última parte de Sua como sacerdote, de acordo com exemplo do sacerdócio Levítico, o qual era sombra do, e prefigurava o ministério de nosso Senhor no céu.” <br />Temos aqui a crença dos pioneiros sobre a expiação. Completamente certa! É claro que Cristo faz expiação com Seu próprio sangue; isto, porque não pode ser de outro.<br />
  53. 53. VOTO BATISMAL<br />O nosso voto batismal é um resumo de nossa declaração fundamental de fé, conforme expressa no Year Book dos pioneiros. Se vamos continuar ou não sobre esta plataforma, cada um terá de decidir por si mesmo, como se não houvesse mais ninguém a sua esquerda ou direita; visto que cada um vai ter de responder por si mesmo perante Deus. <br />Confissão nº 3: “Renunciando o mundo e seus pecaminosos caminhos, aceitou a Jesus Cristo com seu Salvador pessoal, e crê que Deus, pelos méritos de Cristo, lhe perdoou os pecados, e lhe deu um novo coração?”<br />
  54. 54. “Há nesta obra, o perigo de pôr diante do povo teorias que, se bem que sejam em tudo verdade, suscitem debates, e não levem homens à grande ceia preparada para eles... Não permitamos, pois, que assuntos difíceis de serem entendidos venham em primeiro lugar.” Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 174.<br />
  55. 55. “Tenho palavras a dizer a ... Todos os que tem sido ativos em insistir em seus pontos de vista relativamente à significação do “contínuo” de Daniel 8. Isto não deve ser tornado ponto de prova, e a agitação que tem sido ocasionada por ser tratado como tal, tem sido deveras lamentável; tem dado em resultado confusão; e a mente de alguns de nossos irmãos tem sido desviada da refletida consideração que devia haver sido dada à obra que o Senhor instruiu fosse feita neste tempo em nossas cidades. Isto tem agradado ao grande inimigo de nossa obra.” Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 167.<br />
  56. 56. “Essas conversas acerca de divisões porque não tem todos as mesmas idéias que se apresentam à vossa mente, não é obra de Deus, mas do inimigo. Conversai sobre as verdades simples em torno das quais podeis concordar. Falai de unidade; não vos torneis estreitos e de espírito preconcebido; alargai vosso espírito.” Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 181.<br />
  57. 57. Quais as implicações de literalizarmos certos textos do Espírito de Profecia sobre o sangue de Cristo?<br />Conflito com as Escrituras Sagradas e mesmo com o próprio Espírito de Profecia<br />Qual era a fé dos Pioneiros sobre este assunto?<br />Expiação Continuada e Sangue Simbólico<br />Qual o conselho da pena inspirada sobre pontos difíceis de se entender?<br />Não que seja o caso deste; mas, devemos deixá-los de lado<br />
  58. 58. RESUMO - 3<br />“Essas conversas acerca de divisões porque não tem todos as mesmas idéias que se apresentam à vossa mente, não é obra de Deus, mas do inimigo. Conversai sobre as verdades simples em torno das quais podeis concordar. Falai de unidade; não vos torneis estreitos e de espírito preconcebido; alargai vosso espírito.” Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 181.<br />Devemos manter a unidade<br />
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×