Bdm aula 1 - introdução a bancos de dados

2,523 views
2,337 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
2,523
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
112
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Bdm aula 1 - introdução a bancos de dados

  1. 1. INTRODUÇÃO A SISTEMASDE BANCO DE DADOSTicianne Darin
  2. 2. Ao criar uma aplicação, como você permite,na prática, que o usuário tenha acesso aos dados? Qual o telefone do Manel?
  3. 3. E quando se usa muitos dados? E quando os dados são online? Quanto tenho de saldo?
  4. 4. Quais os problemas de armazenardados em sistemas de arquivos?• Redundância não-controlada Produção Compra Venda Arquivos de Arquivos de Produção Arquivos de Vendas Compras Produto Produto Produto
  5. 5. Quais os problemas de armazenardados em sistemas de arquivos?• Redundância não-controlada gera: – Redigitação – Inconsistência de dados• Solução: compartilhamento de dados!
  6. 6. Banco de Dados• Conjunto de dados integrados que atendem a um conjunto de sistemas Produção Compra Venda Banco de Dados Produto
  7. 7. Por que usar Bancos de Dados?• Simplificar o desenvolvimento de aplicações caracterizadas por uso intensivo de DADOS• Como? – Provendo serviços que diminuem o tempo de desenvolvimento – Através de ferramentas o usuário pode: • realizar entrada de dados • examinar dados • manipular dados de acordo com a aplicação
  8. 8. Por que usar Bancos de Dados?• Sistema de Banco de Dados X Sistema de Arquivos – Utilizando arquivos, as aplicações armazenavam seus dados através das interações com a aplicação. – BD: único repositório de dados, uma vez definido, é mantido, e então acessado por vários usuários
  9. 9. Como funcionava isso?• Sistemas de Arquivos – Registros tamanho fixo com campos de tipos diferentes – Possibilidade de memória virtual e persistência – Bloqueio de arquivo e registro para concorrência
  10. 10. Histórico• SGBD de Redes (70’s) acrescentou: – Identificadores de registros com acesso estruturado através de redes de registros – Acesso a vários arquivos indexados simultaneamente compondo uma base de dados única – Proteção - restrições de acesso a pessoas ou programas autorizados – Transações - reconstrução, concorrência e consistência
  11. 11. Bancos de Dados em Redes
  12. 12. Histórico• SGBD Relacional (80’s) acrescentou: – Linguagem de Consulta com operações de manipulação de dados e ferramentas para desenvolvimento de aplicações – Independência de dados
  13. 13. Bancos de Dados Relacionais
  14. 14. Evolução dos Sistemas de Informaçãoi Programa SGBD BD Programa Arquivo Programa com dados Armazenados t (b) (c) (a) Programa e dados na Sistemas Sistemas de banco mesma memória de arquivos de dados
  15. 15. O que é um Banco de Dados?• É uma coleção de dados relacionados. – Dados: fatos que podem ser gravados e tem significado• Representa aspectos do mundo real (minimundo ou UoD) – Mudanças no minimundo são refletidas no banco de dados• Uma coleção logicamente coerente de dados com significado inerente – Uma miscelânea randômica de dados pode ser considerada banco de dados?• Projetada, construída e populada para um propósito específico.
  16. 16. Sistema de Gerenciamento de Bancode Dados (SGBD)• Coleção de programas que permitem aos usuários criar e manter uma base de dados• Sistema de software de propósito geral que facilita: – Definição; – Construção; – Manipulação das bases de dados;• Oracle, SQL Server, PostgreeSQL, Sybase, IBM DB2 etc
  17. 17. O que é um Sistema de Banco de Dados? ProgramasBanco de Sistema de SGBD de Dados BD Aplicação
  18. 18. Objetivos dos Sistemas de Bancos deDados• Gerenciamento de dados eficiente (mais rápido do que arquivos) com segurança de grandes quantidades (gigabytes) de informações persistentes e compartilhadas (múltiplos usuários)
  19. 19. Ambiente de Sistemas de BDs Usuários/Programadores SISTEMA DEBANCO DE DADOS Programas de aplicação/consultas SGBD Software para Processar Consultas/Programas Software para Acessar dados armazenados META-DADO DADOS
  20. 20. Principais Características daTecnologia de BD• Natureza auto-descritiva de um sistema de BD – um catálogo do SGBD armazena a descrição do banco de dados (meta-dados). Isto permite o SGBD trabalhar com diferentes BDs. – Definição é armazenada no catálogo (metadados)• Independência programa-dados – Permite mudanças na estrutura de armazenamento e operações dos dados sem ter que mudar os programas que acessam os dados.
  21. 21. Principais Características daTecnologia de BD• Abstração de dados – Um modelo de dados é usado para esconder detalhes de armazenamento apresentando ao usuário uma representação conceitual dos dados.• Suporta múltiplas visões dos dados – Cada usuário pode ter diferentes visões do banco de dados, a qual descreve somente os dados de interesse dos usuário. – Visão: • subconjunto do banco de dados • Dados virtuais derivados do BD, mas não explicitamente armazenados
  22. 22. Benefícios Adicionais da Tecnologiade BD• Controle de Redundância – Informações replicadas de setores de empresa• Controle de Concorrência – Reserva de vôos• Restringe o acesso não autorizado dos dados – Autenticação• Provê múltiplas Interfaces para diferentes tipos de usuários – Visões
  23. 23. Benefícios Adicionais da Tecnologiade BD• Representa Relacionamentos Complexos dos Dados – Herança, multiplicidade• Manutenção de Restrições de Integridade no BD – Manutenção da consistência da base de dados – Um vôo só pode pertencer a uma companhia já cadastrada• Reconstrução – “Backup” e Recuperação: voltar a um estado consistente
  24. 24. Classes de usuários de BDs• Classe dos Administradores• Classe dos Desenvolvedores• Classe dos Usuários Finais
  25. 25. Classe dos Administradores• Administrador de Dados (AD) – Toma as decisões estratégicas e políticas sobre os dados da organização• Administrador do Banco de Dados (DBA) – Cria o esquema interno do BD, implanta as regras de segurança e integridade, define procedimentos de carga, descarga, cópia, restauração e recuperação, coordena o uso do SGBD pelos demais usuários e monitora o desempenho do sistema.• Pessoal de Operação e Suporte do Sistema
  26. 26. Classe dos Desenvolvedores• Projetistas do Banco de Dados – Interagem com os grupos de usuários do sistema, de modo a assimilar seus requisitos e elaborar o projeto do esquema do BD.• Analistas de Sistemas – Determinam os requisitos funcionais dos usuários finais, e desenvolvem especificações das transações programadas.• Programadores de Aplicações – Implementam as especificações dos analistas
  27. 27. Classe dos Usuários Finais• Usuários Ocasionais – tem acesso esporádico e em geral utilizam interfaces de consulta de alto nível (browsers).• Operadores de aplicações – usuários de transações programadas c/ interfaces padronizadas.• Usuários Sofisticados – Lidam com problemas complexos que requerem familiaridade como SGBD para atender os seus requisitos.
  28. 28. Criadores do Ambiente de BDs• Projetista e implementadores do SGBD• Desenvolvedores de ferramentas• Pessoal de Operação e Manutenção
  29. 29. Evolução dos Bancos de Dados Sistema de arquivos BD em rede BD hierárquico BD relacional Linguagens OO Modelos semânticos Objetos complexosHipermídia Inteligência artificial BDOO e BDOR Information retrieval BD “inteligente”
  30. 30. Dúvidas?
  31. 31. Feliz é o homem que acha sabedoria, e ohomem que adquire entendimento;Provérbios 3:13 Até a próxima aula!

×