Your SlideShare is downloading. ×
0
Obra de Romero Brito Obra de Romero Brito Obra de Romero Brito
Agora observe a análise sintática das orações destacadas. Oração sem sujeito  predicado “ Chove na cidade.” “  chove” “ .....
Essas orações com o verbo  chover   não possuem  sujeito. O mesmo acontece com as orações em que aparecem os verbos  anoit...
3.Haver  no sentido de existir. Ex: Havia muitas  pessoas  no  show  de Lulu Santos  existia 4.  Ser,   estar ,  fazer   i...
EXERCÍCIOS Sujeito simples Sujeito simples <ul><li>OBS:Quando o  trovejar  e  chove r estiverem no sentido figurado, o suj...
<ul><li>c) Observe o plural das orações destacadas no exercício anterior. </li></ul><ul><li>“ Precisa-se  de despertadores...
03-Coloque nos parênteses  (I) se o sujeito for indeterminado e (OSS) se oração sem sujeito. 1.(  ) Chove muito nesta époc...
06-a) Das orações destacadas  no texto  Caminhão de leite , transcreva as duas que não têm sujeito. b) Agora explique, de ...
c)Em “... Não havia passos  nem vozes...”, passando os substantivos passos  e   vozes  para o singular  –  passo   e  voz ...
<ul><li>e)Tomando como base o exemplo, analise as orações abaixo; </li></ul><ul><li>e.1) Deve haver algum banco nesta cida...
<ul><li>GABARITO </li></ul><ul><li>Precisa-se de criança. (sujeito indeterminado) </li></ul><ul><li>Precisa-se de pessoa p...
g) Aconteceram  coisas terríveis  naquele verão.(sujeito simples) h) Viajamos para a Itália. (sujeito oculto – nós  ( suj....
05-Justificativa. 1.Verbo que indica fenômeno da natureza. 2. Verbo na 3ª pessoa do singular +  se  (índice de indetermina...
Objeto direto = algum banco Adjunto adverbial de lugar = nesta cidade. e.2-   Hoje  devia haver mais funcionários na escol...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Sujeito inexistente

14,275

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
14,275
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
141
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Sujeito inexistente "

  1. 1. Obra de Romero Brito Obra de Romero Brito Obra de Romero Brito
  2. 2. Agora observe a análise sintática das orações destacadas. Oração sem sujeito predicado “ Chove na cidade.” “ chove” “ ... chove sempre”
  3. 3. Essas orações com o verbo chover não possuem sujeito. O mesmo acontece com as orações em que aparecem os verbos anoitecer , entardecer , troveja r, nevar, relampeja r, gear ... Isto é, verbos que indicam fenômeno da natureza. <ul><li>As orações sem sujeito podem ocorrer com os seguintes verbos: </li></ul><ul><li>Aqueles que indicam fenômeno da natureza, tais como os verbos destacado acima. O </li></ul><ul><li>Relampejou muito esta tarde.   </li></ul><ul><li>  navegador corre com os seguintes verbo: </li></ul>2 . Fazer e Haver no sentido de tempo ocorrido Ex: Faz muitos anos [que ocorreu este passeio]. Há muitos anos [não vejo minha prima].
  4. 4. 3.Haver no sentido de existir. Ex: Havia muitas pessoas no show de Lulu Santos existia 4. Ser, estar , fazer indicando tempo meteorológico ou cronológico. Exemplos: É primavera. Faz frio. Está calor. São 2 horas. É dia 10.
  5. 5. EXERCÍCIOS Sujeito simples Sujeito simples <ul><li>OBS:Quando o trovejar e chove r estiverem no sentido figurado, o sujeito não pode ser classificado como inexistente, de acordo com o contexto, o verbo introduz sujeito simples. </li></ul><ul><li>Ex: Trovejou gargalhada na sala de aula. </li></ul><ul><li>Choveu papel picado na rua. </li></ul><ul><li>EXERCÍCIOS </li></ul><ul><li>Anúncio classificado visto num jornal de Roanoke, Virgínia : Precisa-se </li></ul><ul><li>de despertador de criança . “ Precisa-se de pessoa persistente e persuasiva para acordar aluno de ginásio nos dias de aula. ” </li></ul><ul><li>(Revista seleções) </li></ul><ul><li>01-Faça ao que se pede: </li></ul><ul><li>Copie as orações destacadas no texto e classifique o sujeito de cada uma delas. </li></ul><ul><li>Agora justifique sua resposta. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>c) Observe o plural das orações destacadas no exercício anterior. </li></ul><ul><li>“ Precisa-se de despertadores de crianças”. </li></ul><ul><li>“ Precisa-se de pessoas persistentes e persuasivas...” </li></ul><ul><li>Houve alteração no verbo ao passar as orações para o </li></ul><ul><li>plural? Por quê? </li></ul><ul><li>02-Sublinhe os sujeitos e classifique-os. </li></ul><ul><li>Você adora bolo de chocolate. </li></ul><ul><li>Já soubeste de tudo? </li></ul><ul><li>Esta carta veio do exterior. </li></ul><ul><li>Têm selos estrangeiros a carta e o cartão. </li></ul><ul><li>Precisa-se de empregados eficientes. </li></ul><ul><li>Sairei já. </li></ul><ul><li>Aconteceram coisas terríveis naquele verão. </li></ul><ul><li>Viajamos para a Itália em 1998. </li></ul><ul><li>Através da vidraça, Carlos e sua irmã olharam a chuva. </li></ul><ul><li>Quebraram a vidraça daquela casa. </li></ul>
  7. 7. 03-Coloque nos parênteses (I) se o sujeito for indeterminado e (OSS) se oração sem sujeito. 1.( ) Chove muito nesta época do ano. 2.( ) Dormia-se bem naquela rede macia. 3.( ) Na prova, houve muitas questões de raciocínio e interpretação. 4.( ) Acredita-se na existência de seres extraterrenos. 5.( ) Anoiteceu rapidamente. 6.( ) Telefonaram para você várias vezes. 7.( ) Nesta casa, come-se muito bem. 8.( ) Fazia muito tempo... 9.( ) Há dias que não vejo você, Berenice. 10.( ) Faz três meses que não chove no sertão. 04-Justifique o sujeito de cada oração acima. 05-No próximo slide, leia o texto, observando as orações destacadas.
  8. 8. 06-a) Das orações destacadas no texto Caminhão de leite , transcreva as duas que não têm sujeito. b) Agora explique, de acordo com as regras de sintaxe, por que são consideradas orações sem sujeito.
  9. 9. c)Em “... Não havia passos nem vozes...”, passando os substantivos passos e vozes para o singular – passo e voz – o verbo sofre alteração? Por quê? d) Os verbos impessoais podem vir acompanhados de um verbo auxiliar na terceira pessoa do singular e o verbo principal fica no infinitivo. Ex. Deve haver justiça neste país. Suj. inexistente O. D. ADJ. ADV. DE LUGAR Predicado verbal
  10. 10. <ul><li>e)Tomando como base o exemplo, analise as orações abaixo; </li></ul><ul><li>e.1) Deve haver algum banco nesta cidade. </li></ul><ul><li>e.2) Hoje devia haver mais funcionários na escola. </li></ul><ul><li>e.3.) Marque a alternativa correta. </li></ul><ul><li>Na oração: “Mas uma diferença houve”, o sujeito é: </li></ul><ul><li>agente da passiva. </li></ul><ul><li>indeterminado. </li></ul><ul><li>paciente. </li></ul><ul><li>inexistente </li></ul><ul><li>oculto </li></ul><ul><li>simples. </li></ul>BOA ATIVIDADE !!!!
  11. 11. <ul><li>GABARITO </li></ul><ul><li>Precisa-se de criança. (sujeito indeterminado) </li></ul><ul><li>Precisa-se de pessoa persistente e persuasiva. (s. indert.) </li></ul><ul><li>b) Os verbos das duas orações estão na 3ª pessoa do singular + se (índice de indeterminação do sujeito) </li></ul><ul><li>c) Não houve alteração, pois, quando o sujeito é indeterminado com o verbo acompanhado do pronome “se” (índice de indeterminação do sujeito), o verbo fica na 3ª pessoa do singular. </li></ul><ul><li>02-Sublinhe os sujeitos e classifique-os. </li></ul><ul><li>Você adora chocolate. (sujeito simples) </li></ul><ul><li>Já soubeste de tudo. (suj. oculto (tu) – implícito na oração) </li></ul><ul><li>Esta carta veio do exterior. (sujeito simples) </li></ul><ul><li>Têm selos estrangeiros a carta e o cartão. (suj. composto) </li></ul><ul><li>Precisa-se de empregados. (suj. indet. – não dá para grifar) </li></ul><ul><li>Sairei já. (sujeito oculto – eu – implícito na oração). </li></ul>
  12. 12. g) Aconteceram coisas terríveis naquele verão.(sujeito simples) h) Viajamos para a Itália. (sujeito oculto – nós ( suj. implícito na oração) i) Através da vidraça, Carlos e sua irmã olhavam a chuva. (sujeito composto) j) Quebraram a vidraça daquela casa.(sujeito indeterminado, verbo na 3ª pessoa do plural e não se sabe quem fez a ação) 03- Coloque nos parênteses (I) se o sujeito for indeterminado e (OSS) se oração sem sujeito. 1.( OSS ) Chove muito nesta época do ano. 2.( I ) Dormia-se bem naquela rede macia. 3.( oss ) Na prova, houve muitas questões de raciocínio e interpretação. 4.( I ) Acredita-se na existência de seres extraterrenos. 5.( oss ) Anoiteceu rapidamente. 6.( I ) Telefonaram para você várias vezes. 7.( I ) Nesta casa, come-se muito bem. 8.( oss ) Fazia muito tempo... 9.( oss ) Há dias que não vejo você, Berenice. 10.( oss ) Faz três meses que não chove no sertão.
  13. 13. 05-Justificativa. 1.Verbo que indica fenômeno da natureza. 2. Verbo na 3ª pessoa do singular + se (índice de indeterminação do sujeito) 3. Verbo haver no sentido de existir - verbo impessoal. 4. Verbo na 3ª pessoa do singular + se (índice de indeterminação do sujeito) 5.Verbo que indica fenômeno da natureza. 6. Verbo na 3ª pessoa do plural e não sabemos quem fez a ação. 7. Verbo na 3ª pessoa do singular + se (índice de indeterminação do sujeito) 8. Verbo fazer indicando tempo decorrido. 9. Verbo haver indicando tempo decorrido. 10.Verbo fazer indicando tempo decorrido 06-a)”Fazia frio na rua”./ “Não havia pessoas nem vozes.” b) Na primeira oração o verbo fazer indica tempo meteorológico. Na segunda oração o verbo haver está no sentido de existir. e.1-Deve haver algum banco nesta cidade. Sujeito inexistente. Predicado verbal = Deve haver algum banco nesta cidade. Núcleo do predicado verbal = deve haver.
  14. 14. Objeto direto = algum banco Adjunto adverbial de lugar = nesta cidade. e.2- Hoje devia haver mais funcionários na escola Oração sem sujeito Hoje = adjunto adverbial de tempo Predicado verbal = devia haver mais funcionários na escola Núcleo do predicado verbal = devia haver Objeto direto = funcionários Adjunto adverbial de intensidade = mais Adjunto adverbial de lugar = na escola. e.3 – d = sujeito inexistente.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×