• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Tecnologias para Internet - Aula 1
 

Tecnologias para Internet - Aula 1

on

  • 1,384 views

Slides utilizados na 1ª aula da disciplina de Tecnologias para Internet, realizada no dia 01/08/2011

Slides utilizados na 1ª aula da disciplina de Tecnologias para Internet, realizada no dia 01/08/2011

Statistics

Views

Total Views
1,384
Views on SlideShare
1,360
Embed Views
24

Actions

Likes
0
Downloads
34
Comments
1

4 Embeds 24

http://thyagomaia.net 11
http://ead.unipe.br 8
http://tecinternet.thyagomaia.net 3
http://www.tecinternet.thyagomaia.net 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Muito Grato por compartilhar Thyago!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Tecnologias para Internet - Aula 1 Tecnologias para Internet - Aula 1 Presentation Transcript

    • Tecnologias para Internet Thyago Maia Tavares de Farias Aula 1
    • Sumário
      • Apresentação
      • Plano de Ensino (resumo)
      • Conceitos da Internet
        • Cliente
        • Servidor
        • URI
          • URN
          • URL
        • Protocolos
          • HTTP
        • Linguagens de Scripting
    • Apresentação
      • Professor: Thyago Maia Tavares de Farias
      • Mestre em Informática pelo PPGI/DI/UFPB
      • Bacharel em Ciência da Computação pela UFPB
      • Currículo Lattes: http://lattes.thyagomaia.net
      • E-Mail: [email_address]
      • Twitter: http://twitter.com/thyagomaia
    • Plano de Ensino
      • Ementa:
        • Arquitetura para aplicações WEB;
        • Apresentação de tecnologias para desenvolvimento WEB;
        • Frameworks e ambiente para desenvolvimento WEB;
        • Persistência de informação na WEB;
        • Tecnologias para dispositivos móveis;
        • Segurança para aplicações e transações na WEB;
    • Plano de ensino
      • Bibliografia Básica
        • KURNIAWAN, B. Java para Web com Servlets, JSP e EJB . Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2002.
        • ROCHA, C.A. da. Desenvolvendo Web Sites dinâmicos: PHP, ASP, JSP . Rio de Janeiro: Campus, 2003.
        • CHRISTIAN, A. M. HTML 4.0 Fundamental: a base da programação para WEB . Érica, 2005.
    • Plano de ensino
      • Bibliografia complementar
        • TEMPLE, A.; MELLO, R.; CALEGARI, D.; SCHIEZARO, M. JSP, Servlets e J2EE . Disponível em <www.inf.ufsc.br/~bosco/downloads/livro-jsp-servlets-j2ee.pdf>. Acesso em 21 de Dezembro de 2010.
        • SUN MICROSYSTEMS. The JavaEE 5 Tutorial . Disponível em <http://download.oracle.com/javaee/5/tutorial/doc/>. Acesso em 21 de Dezembro de 2010.
        • W3SCHOOLS.COM. HTML Tutorial . Disponível em <http://www.w3schools.com/html/default.asp>. Acesso em 21 de Dezembro de 2010.
        • W3SCHOOLS.COM. CSS Introduction . Disponível em <http://www.w3schools.com/css/css_intro.asp>. Acesso em 21 de Dezembro de 2010.
        • W3SCHOOLS.COM. PHP Introduction . Disponível em <http://www.w3schools.com/php/php_intro.asp>. Acesso em 21 de Dezembro de 2010.
        • W3SCHOOLS.COM. ASP Introduction . Disponível em <http://www.w3schools.com/asp/asp_intro.asp>. Acesso em 21 de Dezembro de 2010.
        • W3SCHOOLS.COM. XML Introduction . Disponível em <http://www.w3schools.com/xml/xml_whatis.asp>. Acesso em 21 de Dezembro de 2010.
    • Plano de Ensino
      • Avaliação:
        • 3 avaliações:
          • 1º estágio: Data a definir – Notas de 0 a 10
          • 2º estágio: Data a definir – Notas de 0 a 10
          • 3º estágio: Data a definir – Notas de 0 a 7
        • Projeto Integrador
          • Tema: Redes Sociais;
          • Sub-tema: Desenvolvimento de Aplicativos para Redes Sociais
          • Irá complementar a nota do 3º estágio – Notas de 0 a 3;
        • Reposição (apenas 1 estágio)
          • Data: A definir
        • Final (todo o conteúdo)
          • Data: A definir
    • Plano de Ensino
      • Projeto Integrador
        • Objetivo: Desenvolver uma aplicação integrada a uma rede social (Twitter, Facebook, etc.);
        • Fases do projeto:
          • 1º estágio – Pesquisa (0,5 pontos): “Como integrar uma aplicação com uma rede social” ou “Como criar uma aplicação para uma rede social”? (rede social selecionada pelo grupo – até 4 alunos)
          • 1º estágio – Definição (0,5 pontos): O que o grupo irá desenvolver? (levantamento de requisitos)
          • 2º estágio - Desenvolvimento da aplicação / Integração da aplicação com uma rede social (1,0 ponto)
          • 3º estágio – Apresentação da aplicação (até 15 min.) no Fórum Integrador (Data a definir) (1,0 ponto);
    • Plano de Ensino
      • Site da disciplina:
        • http://ead.unipe.br
          • Slides
          • Notas de Aula
          • Exercícios
          • Resultado de avaliações
          • Informações do curso
          • Ferramentas
    • Plano de ensino
      • Site de suporte didático:
        • http://www.w3schools.com
          • Tutoriais gratuitos (em inglês)
          • Ferramentas de desenvolvimento (HTML-CSS)
      • Softwares utilizados no curso:
        • Apache2Triad ( http://www.baixaki.com.br/download/apache2triad.htm )
        • Netbeans IDE ( http://www.baixaki.com.br/download/netbeans-ide.htm )
        • Notepad++ ( http://www.baixaki.com.br/download/notepad-.htm )
    • Conceitos da Internet
      • Alguns conceitos que serão abordados durante o curso:
        • Cliente
        • Servidor
        • URI
        • Protocolo HTTP
        • Linguagens de scripting
    • Cliente
      • Software usado para comunicar-se e trocar dados com o servidor, normalmente em outro computador;
      • Exemplos:
        • Navegadores (Browsers): IE, Firefox, Chrome...;
        • Applets (pequenos programas Java);
        • Aplicações que acessam dados da WEB;
    • Servidor
      • Combinação Software+Hardware que fornece um ou mais serviços de provimento de informações e recursos computacionais a outros computadores (clientes) ligados a uma rede;
    • Uniform Resource Identifier
      • URI
        • Identificador Uniforme de Recursos;
        • Cadeia de caracteres compacta usada para identificar ou denominar um recurso da Internet;
        • Permite a interação com representações do recurso através de uma rede, usando protocolos específicos;
        • São identificadas em grupos, definindo uma sintaxe específica e protocolos associados;
    • Uniform Resource Identifier
      • Tipos de recurso acessíveis através de URIs:
        • Páginas estáticas e dinâmicas:
          • Ex.: index.html, cadastro.jsp, institucional.php, etc.;
        • Arquivos Multimídia:
          • Ex.: song.mp3, imagem.jpg, animacao.swf, tec.;
        • Documentos:
          • Ex.: livro.pdf, planilha_gastos.xls, notas.doc, etc;
        • Saídas de programas;
        • Qualquer objeto disponível na Internet;
    • Uniform Resource Identifier
      • Estrutura de um URI:
        • Estruturada em 3 partes:
          • 1ª parte: Descreve o protocolo de acesso de recurso;
            • Ex.: http ://www.thyagomaia.com/notas.pdf;
            • Ex.: https ://www.banco.com/acessar_conta.jsp;
          • 2ª parte: Identifica a máquina hospedeira;
            • Ex.: http:// www.thyagomaia.com /notas.pdf;
            • Ex.: https:// www.banco.com /acessar_conta.jsp;
          • 3ª parte: Indica o recurso a ser acessado;
            • Ex.: http://www.thyagomaia.com/ notas.pdf ;
            • Ex.: https://www.banco.com/ acessar_conta.jsp ;
    • Uniform Resource Identifier
      • Classificação das URIs:
        • Localizador (URL);
        • Nome (URN);
    • Uniform Resource Name
      • URN
        • Nome Uniforme de Recursos;
        • Ex.: Sistema ISBN para identificação de livros;
          • “ Romeu e Julieta”: ISBN 0-486-27557-4
          • URN do livro: urn:isbn:0-486-27557-4
        • Ex.: Sistema ISAN para identificação de filmes;
          • “ Homem-Aranha”: ISAN 0000-0000-9E59-0000-O-0000-0000-2
          • URN do filme: urn:isan:0000-0000-9E59-0000-O-0000-0000-2
        • Identificadores persistentes que permitem a separação estrita entre identificação (nome único) e localização (endereços URL);
    • Uniform Resource Locator
      • URL
        • Localizador Uniforme de Recursos;
        • Identifica o endereço de um determinado recurso;
        • Estrutura:
          • protocolo://maquina/caminho/recurso
        • Ex.:
          • http://www.sportrecife.com.br/titulos/brasileiro87.pdf
        • Identificador utilizado no curso;
    • Protocolos
      • Convenção ou padrão que controla e possibilita uma conexão, comunicação ou transferência de dados entre dois sistemas operacionais;
      • Exemplos de protocolos de comunicação em rede:
        • HTTP (Hypertext Transfer Protocol);
        • FTP (File Transfer Protocol);
        • POP3 (Post Office Protocol);
    • Hypertext Transfer Protocol
      • O protocolo HTTP
        • Protocolo de comunicação;
        • Conjunto de padrões e regras que definem e disciplinam determinadas trocas de informação;
        • Protocolo mais comum para transferência de dados na Internet;
    • Hypertext Transfer Protocol
      • Exemplo:
        • Usuário acessa um endereço URL no navegador;
          • Ex.: http://www.sportrecife.com.br/tabelas/pe2011.pdf
        • O navegador (cliente) envia uma requisição HTTP ao servidor, solicitando o acesso ao recurso (a tabela pe2011.pdf);
        • O servidor responde a solicitação, enviando ao cliente o recurso solicitado;
    • Hypertext Transfer Protocol REQUISIÇÃO RESPOSTA
    • Linguagens de Scripting
      • São linguagens de programação;
      • Executados em programas e/ou a partir de outras linguagens de programação;
      • Estendem a funcionalidade ou controlam uma aplicação;
      • Programas escritos em linguagens de scripting são referidos por SCRIPTS;
      • Ex.: JavaScript, PHP, ASP, ActionScript...
    • Linguagens de Scripting
      • São linguagens de programação interpretadas
        • Não são executadas diretamente no sistema operacional ou processador;
        • São executados por interpretadores, que lêem um código-fonte e o converte em código executável;
        • Não passam pelo processo de compilação;