THE WEB WOMEN
WANT
II Encontro Nacional de Mulheres em
Tecnologia
Goiânia, 28 e 29/Março, 2014
C L A U D I A M E L O
UM POUCO SOBRE MIM
2
3
http://gibbslawandlife.blogspot.com.br/2011/12/christmas-procrastination.html
UM ESTILO DE VIDA
5
MUNDO PÓS-SNOWDEN
Fonte: Rogers/TeleGeography
6
Fonte: Telegeography.com
US	
  Jimmy	
  Carter	
  (submarino	
  para	
  interceptar	
  cabos)
7
Servidores Raiz
Fonte: Root Servers.Org
Increased performance and fault tolerance
8
9
“Vigilância é um esporte
coletivo”
Fonte: The Guardian
10
Como a Microsoft forneceu acesso a
mensagens criptografadas à NS...
11
Fonte: Bloomberg Businessweek
A NSA inseriu seu próprio código no Android que está
em três quartos de todos smartphones...
12
Círculo de colaboradores
Empresas de tecnologia (cuja maioria são dos EUA)
fornecem acesso direto à NSA
AT&T e Verizon ...
http://www.guardian.co.uk/uk/2013/jun/21/gchq-mastering-the-internet
Fonte: Business Insider
14
“Nós, em última instância, coletamos e mantemos tudo indefinidamente – CTO,CIA”
15
Fonte: The Guardian
Extensão da Espionagem da NSA
Mapa de Calor
Os alvos “terroristas”
da NSA/Five Eyes
”Ou Dominação Econômica e Hegemonia Política”
16
Intelligence Community Comprehensive National Cybersecurity Initiative Data Center, UT
Conteúdo completo (emails, chamadas...
18
Fonte: Huffington Post
19
Fonte:	
  Guardian/	
  Various
“Espionagem
governamental
é a natureza da nossa
sociedade”
Eric Schmidt, Google Chairman
“A política do
Google é chegar
at...
Fonte: Frugal Dad
6 empresas controlam ~90% do conteúdo
consumido
21
QUAL A INTERNET QUE
AS MULHERES QUEREM?
22
23
24
CIDADANIA
DIGITAL
Habilidade de participar
da sociedade online
25
Promove a participação
política e econômica
26
A EXCLUSÃO DIGITAL
DE GÊNEROS
27
Descreve a desigualdade de acesso
entre grupos sociais com o foco em
gênero em relação ao acesso a
computadores e à Intern...
29
Para participar na Era da Informação
você precisa de
acesso e educação
30
31
Mulheres estão em desvantagem
em relação aos homens quanto
ao aprendizado relacionado a
computadores ou assistido por
eles...
Apenas as mulheres com menor
carga no lar, melhor educação e
mais recursos apresentam taxa de
participação econômica eleva...
Exclusão digital de gênero gera
perdas financeiras, democráticas
e sociais (ONU, 2013)
34
BRECHAS DIGITAIS
35
A BRECHA DIGITAL É MAIS COMPLEXA DO QUE MERO
ACESSO
36
Fonte: TIC Domicílios 2012
BRECHAS DIGITAIS: SEGREGAÇÃO HORIZONTAL E
VERTICAL
Ainda as que
participam do
mercado de trabalho
sofrem segregação
horizo...
Em todas essas dimensões, para
um mesmo nível socioeconômico,
as mulheres enfrentam mais
dificuldades do que os homens
(ONU...
BRECHA: QUESTÃO DO DESEMPREGO
Nativos digitais usam mais Internet, assim
como ocupados.
A taxa de desemprego das mulheres ...
BRECHA DIGITAL: INTERNET PARA MENINOS E
MENINAS
Mulheres têm maior limitação de acesso à
Internet do que homens, em geral ...
DESIGUALDADES
OFFLINE
SE REPLICAM NO
MUNDO ONLINE
41
§  Indústria de pornografia na Internet
§  Cyberstalking
§  Ambientes hostis (em geral ligados a profissões
masculinas em...
A infraestrutura e a governança
da Internet predominantemente
em mãos de homens
43
http://netage.org/wp-content/uploads/20...
A INTERNET COMO
OPORTUNIDADE
44
45
46
THE MAP OF THE TECHNOLOGY BUSINESS OF
TOMORROW AND THE FOUR SCENARIOS,
WEVOLVE (2014)
Criptografia Universal
O sabão do século 21
A NSA somente será derrotada se a criptografia
for segura, fácil e ubíqua
Redefinir e Reconstruir Toda a
Arquitetura da Internet
48
Fonte: Canv.as/Flickr
Implementar Infraestrutura FOSS
no Sul Global
Fonte: OpenStack
49
Desfazer Centralização
50
Fonte: Sneer
Implementar Distribuição
Fonte	
  das	
  Imagens:	
  Sneer
GNUnet
51
52
cryptorave.org
PENSE GRANDE, NÓS ESTAMOS PRONTAS
54
UM CAMINHO A PERSEGUIR
55
OBRIGADA
Claudia Melo
cmelo@thoughtworks.com
@claudia_melo
REFERÊNCIAS
Gorski, P. 2001. Understanding the digital divide from a multicultural education framework. [Online] Available...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Web Women Want, por Claudia Melo

1,515

Published on

As mulheres querem online o que mesmo que elas querem offline: que seus direitos humanos sejam respeitados e mantidos. As informações que as mulheres têm acesso online sobre sua saúde, sobre sua história e outros assuntos já modificaram a vida de muitas delas e suas famílias. Claudia Melo (@claudia_melo) fala um pouco sobre os fenômenos que acontecem online que propagam os mesmos problemas que vivemos offline e a construção da nova Internet que as mulheres querem!

Published in: Technology
1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
1,515
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Web Women Want, por Claudia Melo

  1. 1. THE WEB WOMEN WANT II Encontro Nacional de Mulheres em Tecnologia Goiânia, 28 e 29/Março, 2014 C L A U D I A M E L O
  2. 2. UM POUCO SOBRE MIM 2
  3. 3. 3 http://gibbslawandlife.blogspot.com.br/2011/12/christmas-procrastination.html
  4. 4. UM ESTILO DE VIDA
  5. 5. 5 MUNDO PÓS-SNOWDEN
  6. 6. Fonte: Rogers/TeleGeography 6
  7. 7. Fonte: Telegeography.com US  Jimmy  Carter  (submarino  para  interceptar  cabos) 7
  8. 8. Servidores Raiz Fonte: Root Servers.Org Increased performance and fault tolerance 8
  9. 9. 9
  10. 10. “Vigilância é um esporte coletivo” Fonte: The Guardian 10 Como a Microsoft forneceu acesso a mensagens criptografadas à NSA
  11. 11. 11 Fonte: Bloomberg Businessweek A NSA inseriu seu próprio código no Android que está em três quartos de todos smartphones Android Seguro: Versão NSA
  12. 12. 12 Círculo de colaboradores Empresas de tecnologia (cuja maioria são dos EUA) fornecem acesso direto à NSA AT&T e Verizon fornecem registros de cidadãos americanos e de outros países à NSA Microsoft e NSA inseriram backdoors no Outlook Baseband dos telefones da Qualcomm contém backdoors Nenhum celular está a salvo do controle da NSA quando está desligado. Pode a voz ser gravada mesmo com a bateria removida? “Vigilância é um esporte coletivo” – Documento da NSA Ataques de drones Cisco fornece backdoors em roteadores à NSA
  13. 13. http://www.guardian.co.uk/uk/2013/jun/21/gchq-mastering-the-internet
  14. 14. Fonte: Business Insider 14 “Nós, em última instância, coletamos e mantemos tudo indefinidamente – CTO,CIA”
  15. 15. 15 Fonte: The Guardian Extensão da Espionagem da NSA Mapa de Calor
  16. 16. Os alvos “terroristas” da NSA/Five Eyes ”Ou Dominação Econômica e Hegemonia Política” 16
  17. 17. Intelligence Community Comprehensive National Cybersecurity Initiative Data Center, UT Conteúdo completo (emails, chamadas, SMS) - capacidade em yottabytes (1 trilhão de TB) Metadata Armazenamento e inteligência sobre *todos* os dados Comunicações pessoais e capacidades de busca e visualização de grafos de rede Fonte: Wikipedia 17
  18. 18. 18 Fonte: Huffington Post
  19. 19. 19 Fonte:  Guardian/  Various
  20. 20. “Espionagem governamental é a natureza da nossa sociedade” Eric Schmidt, Google Chairman “A política do Google é chegar até o limite do terrível e não atravessá-lo.” “Don’t be Evil?” 20 Fonte: The Guardian / The Atlantic
  21. 21. Fonte: Frugal Dad 6 empresas controlam ~90% do conteúdo consumido 21
  22. 22. QUAL A INTERNET QUE AS MULHERES QUEREM? 22
  23. 23. 23
  24. 24. 24 CIDADANIA DIGITAL
  25. 25. Habilidade de participar da sociedade online 25
  26. 26. Promove a participação política e econômica 26
  27. 27. A EXCLUSÃO DIGITAL DE GÊNEROS 27
  28. 28. Descreve a desigualdade de acesso entre grupos sociais com o foco em gênero em relação ao acesso a computadores e à Internet. A exclusão começa quando mais homens acessam a Internet do que mulheres.
  29. 29. 29 Para participar na Era da Informação você precisa de acesso e educação
  30. 30. 30
  31. 31. 31
  32. 32. Mulheres estão em desvantagem em relação aos homens quanto ao aprendizado relacionado a computadores ou assistido por eles (acesso à Internet!) Evidência de 20 anos de pesquisa mostra que a exclusão digital afeta pessoas de todas as idades, sem fronteiras internacionais (Cooper, 2006) 32
  33. 33. Apenas as mulheres com menor carga no lar, melhor educação e mais recursos apresentam taxa de participação econômica elevada (ONU, 2013) 33
  34. 34. Exclusão digital de gênero gera perdas financeiras, democráticas e sociais (ONU, 2013) 34
  35. 35. BRECHAS DIGITAIS 35
  36. 36. A BRECHA DIGITAL É MAIS COMPLEXA DO QUE MERO ACESSO 36 Fonte: TIC Domicílios 2012
  37. 37. BRECHAS DIGITAIS: SEGREGAÇÃO HORIZONTAL E VERTICAL Ainda as que participam do mercado de trabalho sofrem segregação horizontal e vertical (ONU,2013) 37
  38. 38. Em todas essas dimensões, para um mesmo nível socioeconômico, as mulheres enfrentam mais dificuldades do que os homens (ONU, 2013). 38
  39. 39. BRECHA: QUESTÃO DO DESEMPREGO Nativos digitais usam mais Internet, assim como ocupados. A taxa de desemprego das mulheres é maior que a dos homens (ONU, 2013). 39
  40. 40. BRECHA DIGITAL: INTERNET PARA MENINOS E MENINAS Mulheres têm maior limitação de acesso à Internet do que homens, em geral porque TI é vista como um tópico associado ao ‘masculino’, o que provoca o afastamento das mulheres (Mphidi, 2004).
  41. 41. DESIGUALDADES OFFLINE SE REPLICAM NO MUNDO ONLINE 41
  42. 42. §  Indústria de pornografia na Internet §  Cyberstalking §  Ambientes hostis (em geral ligados a profissões masculinas em exatas) §  Uso da Internet reforçando as desigualdades: tempo para procurar receita ou para ler The Economist? CTRL+C, CTRL+V
  43. 43. A infraestrutura e a governança da Internet predominantemente em mãos de homens 43 http://netage.org/wp-content/uploads/2011/10/internet-topology.jpg
  44. 44. A INTERNET COMO OPORTUNIDADE 44
  45. 45. 45
  46. 46. 46 THE MAP OF THE TECHNOLOGY BUSINESS OF TOMORROW AND THE FOUR SCENARIOS, WEVOLVE (2014)
  47. 47. Criptografia Universal O sabão do século 21 A NSA somente será derrotada se a criptografia for segura, fácil e ubíqua
  48. 48. Redefinir e Reconstruir Toda a Arquitetura da Internet 48 Fonte: Canv.as/Flickr
  49. 49. Implementar Infraestrutura FOSS no Sul Global Fonte: OpenStack 49
  50. 50. Desfazer Centralização 50 Fonte: Sneer
  51. 51. Implementar Distribuição Fonte  das  Imagens:  Sneer GNUnet 51
  52. 52. 52 cryptorave.org
  53. 53. PENSE GRANDE, NÓS ESTAMOS PRONTAS
  54. 54. 54
  55. 55. UM CAMINHO A PERSEGUIR 55
  56. 56. OBRIGADA Claudia Melo cmelo@thoughtworks.com @claudia_melo
  57. 57. REFERÊNCIAS Gorski, P. 2001. Understanding the digital divide from a multicultural education framework. [Online] Available http://www.edchange.org/multicultural/net/digdiv.html Cooper, J. 2006. The digital divide: the special case of gender. Princeton University, Princeton, NJ, USA Kennedy, T, Wellman, B & Klement. K. 2003. Gendering the digital divide. IT & Society. 1 (5): 72-96 Molotsane, P. 2006. From nominal to phenomenal gender balance in the digital world. Global Issue. 2006: 41-42 Mphidi, H. 2004. Digital divide or digital exclusion. [Online] Available: http://www.comminit.com/en/node/185694. ONU, 2013. Mulheres na economia digital: superar o limiar da desigualdade.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×