Your SlideShare is downloading. ×
0
- GEOGRAFIA FÍSICA:
Oceanos e Hemisférios
Relevo da África
Hidrografia da África
Vegetação da África
- GEOGRAFIA HUMANA:
R...
• Esquecida no mundo da globalização, a África tem sido palco de bastante tristeza, pois umEsquecida no mundo da globaliza...
• Esquecida no mundo da globalização, a África tem sido palco de bastante tristeza, pois umEsquecida no mundo da globaliza...
• O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o...
• O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o...
• O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o...
• O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o...
• O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o...
• O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o...
• O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o...
• O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o...
• Em 1885, a Conferência de BerlimEm 1885, a Conferência de Berlim
traçou o futuro desse pedaço dotraçou o futuro desse pe...
• Em 1885, a Conferência de BerlimEm 1885, a Conferência de Berlim
traçou o futuro desse pedaço dotraçou o futuro desse pe...
• Essa partilha colonial nãoEssa partilha colonial não
respeitou os limites culturais dosrespeitou os limites culturais do...
• Essa partilha colonial nãoEssa partilha colonial não
respeitou os limites culturais dosrespeitou os limites culturais do...
• Essa partilha colonial nãoEssa partilha colonial não
respeitou os limites culturais dosrespeitou os limites culturais do...
• A África foi “retalhada” emA África foi “retalhada” em
conformidade com os acordosconformidade com os acordos
estabeleci...
• A África foi “retalhada” emA África foi “retalhada” em
conformidade com os acordosconformidade com os acordos
estabeleci...
• A África foi “retalhada” emA África foi “retalhada” em
conformidade com os acordosconformidade com os acordos
estabeleci...
• A África foi “retalhada” emA África foi “retalhada” em
conformidade com os acordosconformidade com os acordos
estabeleci...
• Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição des...
• Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição des...
• Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição des...
• Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição des...
• Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição des...
• Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição des...
• Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição des...
• Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição des...
• Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi...
• Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi...
• Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi...
• Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi...
• Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi...
• Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial,
apenas quatro países africanosapenas quatro países africano...
• Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial,
apenas quatro países africanosapenas quatro países africano...
• Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial,
apenas quatro países africanosapenas quatro países africano...
• Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial,
apenas quatro países africanosapenas quatro países africano...
• Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial,
apenas quatro países africanosapenas quatro países africano...
• Entretanto, na maioria dos casos,Entretanto, na maioria dos casos,
não se desdobrou um processonão se desdobrou um proce...
• Entretanto, na maioria dos casos,Entretanto, na maioria dos casos,
não se desdobrou um processonão se desdobrou um proce...
• Entretanto, na maioria dos casos,Entretanto, na maioria dos casos,
não se desdobrou um processonão se desdobrou um proce...
• O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática ...
• O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática ...
• O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática ...
• O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática ...
• O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática ...
• O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática ...
• O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática ...
• Ao longo dos últimos 130 anos, oAo longo dos últimos 130 anos, o
Cristianismo foi a religião que maisCristianismo foi a ...
• Ao longo dos últimos 130 anos, oAo longo dos últimos 130 anos, o
Cristianismo foi a religião que maisCristianismo foi a ...
• Ao longo dos últimos 130 anos, oAo longo dos últimos 130 anos, o
Cristianismo foi a religião que maisCristianismo foi a ...
• Ao longo dos últimos 130 anos, oAo longo dos últimos 130 anos, o
Cristianismo foi a religião que maisCristianismo foi a ...
• Religiões tradicionais africanasReligiões tradicionais africanas
ainda são comuns e muitoainda são comuns e muito
pratic...
• Religiões tradicionais africanasReligiões tradicionais africanas
ainda são comuns e muitoainda são comuns e muito
pratic...
• Religiões tradicionais africanasReligiões tradicionais africanas
ainda são comuns e muitoainda são comuns e muito
pratic...
• As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem
ser definidos com base na famíliaser definidos com ba...
• As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem
ser definidos com base na famíliaser definidos com ba...
• As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem
ser definidos com base na famíliaser definidos com ba...
• As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem
ser definidos com base na famíliaser definidos com ba...
• As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem
ser definidos com base na famíliaser definidos com ba...
• No extremo sul da África, ocorreuNo extremo sul da África, ocorreu
colonização europeia desde ocolonização europeia desd...
• No extremo sul da África, ocorreuNo extremo sul da África, ocorreu
colonização europeia desde ocolonização europeia desd...
• No extremo sul da África, ocorreuNo extremo sul da África, ocorreu
colonização europeia desde ocolonização europeia desd...
• No extremo sul da África, ocorreuNo extremo sul da África, ocorreu
colonização europeia desde ocolonização europeia desd...
• Com a descoberta de enormesCom a descoberta de enormes
reservas de ouro a norte dos riosreservas de ouro a norte dos rio...
• Com a descoberta de enormesCom a descoberta de enormes
reservas de ouro a norte dos riosreservas de ouro a norte dos rio...
• Com a descoberta de enormesCom a descoberta de enormes
reservas de ouro a norte dos riosreservas de ouro a norte dos rio...
• Atualmente na ÁfricaAtualmente na África
são faladas dezenas desão faladas dezenas de
idiomas.idiomas.
• Atualmente na ÁfricaAtualmente na África
são faladas dezenas desão faladas dezenas de
idiomas.idiomas.
• Sete deles sãoS...
• Atualmente na ÁfricaAtualmente na África
são faladas dezenas desão faladas dezenas de
idiomas.idiomas.
• Sete deles sãoS...
• O idioma árabeO idioma árabe
predomina no norte dapredomina no norte da
África, tal como suaÁfrica, tal como sua
maior i...
• O idioma árabeO idioma árabe
predomina no norte dapredomina no norte da
África, tal como suaÁfrica, tal como sua
maior i...
• O idioma árabeO idioma árabe
predomina no norte dapredomina no norte da
África, tal como suaÁfrica, tal como sua
maior i...
• Na África do Sul seNa África do Sul se
desenvolveu um idiomadesenvolveu um idioma
local, originário dolocal, originário ...
• Na África do Sul seNa África do Sul se
desenvolveu um idiomadesenvolveu um idioma
local, originário dolocal, originário ...
• Os países africanos cujo idiomaOs países africanos cujo idioma
oficial é o português tem emoficial é o português tem em
...
• Os países africanos cujo idiomaOs países africanos cujo idioma
oficial é o português tem emoficial é o português tem em
...
• Os países africanos cujo idiomaOs países africanos cujo idioma
oficial é o português tem emoficial é o português tem em
...
• Após a Revolução dos Cravos emApós a Revolução dos Cravos em
Portugal, ocorrida no dia 25 dePortugal, ocorrida no dia 25...
• Após a Revolução dos Cravos emApós a Revolução dos Cravos em
Portugal, ocorrida no dia 25 dePortugal, ocorrida no dia 25...
• Após a Revolução dos Cravos emApós a Revolução dos Cravos em
Portugal, ocorrida no dia 25 dePortugal, ocorrida no dia 25...
• O mais populoso dos paísesO mais populoso dos países
lusófonos africanos é Moçambique,lusófonos africanos é Moçambique,
...
• O mais populoso dos paísesO mais populoso dos países
lusófonos africanos é Moçambique,lusófonos africanos é Moçambique,
...
• O mais populoso dos paísesO mais populoso dos países
lusófonos africanos é Moçambique,lusófonos africanos é Moçambique,
...
• O mais populoso dos paísesO mais populoso dos países
lusófonos africanos é Moçambique,lusófonos africanos é Moçambique,
...
0
10000
20000
30000
40000
50000
60000
70000
80000
90000
POPULAÇÃO ECONOMIA
Angola
Moçambique
Guiné-Bissau
Guiné-
Equatoria...
• A África sub-saariana é uma dasA África sub-saariana é uma das
regiões do mundo com menorregiões do mundo com menor
núme...
• A África sub-saariana é uma dasA África sub-saariana é uma das
regiões do mundo com menorregiões do mundo com menor
núme...
• A África sub-saariana é uma dasA África sub-saariana é uma das
regiões do mundo com menorregiões do mundo com menor
núme...
• A África sub-saariana é uma dasA África sub-saariana é uma das
regiões do mundo com menorregiões do mundo com menor
núme...
• Dentre os países com maioresDentre os países com maiores
liberdades e democracia, podemosliberdades e democracia, podemo...
• Dentre os países com maioresDentre os países com maiores
liberdades e democracia, podemosliberdades e democracia, podemo...
• Dentre os países com maioresDentre os países com maiores
liberdades e democracia, podemosliberdades e democracia, podemo...
• No atual contexto da África, aindaNo atual contexto da África, ainda
existem vários conflitos noexistem vários conflitos...
• No atual contexto da África, aindaNo atual contexto da África, ainda
existem vários conflitos noexistem vários conflitos...
• A União Africana é umaA União Africana é uma
organização que reúne a quaseorganização que reúne a quase
totalidade dos p...
• A União Africana é umaA União Africana é uma
organização que reúne a quaseorganização que reúne a quase
totalidade dos p...
• A União Africana é umaA União Africana é uma
organização que reúne a quaseorganização que reúne a quase
totalidade dos p...
• Recentemente, três países foramRecentemente, três países foram
suspensos de participar na Uniãosuspensos de participar n...
• Recentemente, três países foramRecentemente, três países foram
suspensos de participar na Uniãosuspensos de participar n...
• Recentemente, três países foramRecentemente, três países foram
suspensos de participar na Uniãosuspensos de participar n...
• Vamos aos EXERCÍCIOS.
• São 2 questões, optativas. Temos 20 minutos para resolver, entregar e
corrigir.
• Escrevam seu N...
01. (FUVEST) No processo de
ocupação da África Negra pelos europeus
surgiu um tipo étnico chamado afrikander
descendentes ...
(FUVEST) No processo de ocupação da África Negra pelos europeus surgiu um tipo étnico chamado
afrikander descendentes de:
...
Aula áfrica 27-06-2012
Aula áfrica 27-06-2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Aula áfrica 27-06-2012

482

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
482
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Aula áfrica 27-06-2012"

  1. 1. - GEOGRAFIA FÍSICA: Oceanos e Hemisférios Relevo da África Hidrografia da África Vegetação da África - GEOGRAFIA HUMANA: Regiões e Países da África Demografia da África Países da África por População IDH dos países da África Conjuntura Humana Epidemia de AIDS Riquezas Minerais por país PIB dos países da África Riquezas minerais da África do Sul Apartheid (20/06) Conflitos/Colonialismo (27/06) Etnias da África (27/06) Línguas da África (línguas africanas, línguas europeias/árabes) Países Lusófonos Democracia na África Conflitos atuais União Africana
  2. 2. • Esquecida no mundo da globalização, a África tem sido palco de bastante tristeza, pois umEsquecida no mundo da globalização, a África tem sido palco de bastante tristeza, pois um emaranhado de conflitos étnicos, inúmeros bolsões de miséria, quadro generalizado deemaranhado de conflitos étnicos, inúmeros bolsões de miséria, quadro generalizado de fome a trágica disseminação da AIDS tomam conta do continente.fome a trágica disseminação da AIDS tomam conta do continente.
  3. 3. • Esquecida no mundo da globalização, a África tem sido palco de bastante tristeza, pois umEsquecida no mundo da globalização, a África tem sido palco de bastante tristeza, pois um emaranhado de conflitos étnicos, inúmeros bolsões de miséria, quadro generalizado deemaranhado de conflitos étnicos, inúmeros bolsões de miséria, quadro generalizado de fome a trágica disseminação da AIDS tomam conta do continente.fome a trágica disseminação da AIDS tomam conta do continente. • Contudo, vale lembrar, o quadro contemporâneo é antes de mais nada um forte legado deContudo, vale lembrar, o quadro contemporâneo é antes de mais nada um forte legado de seu passado colonial.seu passado colonial.
  4. 4. • O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nas estruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade doestruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade do desenvolvimento capitalista.desenvolvimento capitalista.
  5. 5. • O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nas estruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade doestruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade do desenvolvimento capitalista.desenvolvimento capitalista. • O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais...O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais...
  6. 6. • O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nas estruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade doestruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade do desenvolvimento capitalista.desenvolvimento capitalista. • O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais...O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais... ...matéria-prima,...matéria-prima,
  7. 7. • O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nas estruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade doestruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade do desenvolvimento capitalista.desenvolvimento capitalista. • O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais...O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais... ...matéria-prima,...matéria-prima, ...mão-de-obra,...mão-de-obra,
  8. 8. • O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nas estruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade doestruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade do desenvolvimento capitalista.desenvolvimento capitalista. • O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais...O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais... ...matéria-prima,...matéria-prima, ...mão-de-obra,...mão-de-obra, ...mercado consumidor e, ainda,...mercado consumidor e, ainda,
  9. 9. • O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nas estruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade doestruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade do desenvolvimento capitalista.desenvolvimento capitalista. • O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais...O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais... ...matéria-prima,...matéria-prima, ...mão-de-obra,...mão-de-obra, ...mercado consumidor e, ainda,...mercado consumidor e, ainda, ...de novos lugares nos quais se pudesse investir, para se auto-reproduzir....de novos lugares nos quais se pudesse investir, para se auto-reproduzir.
  10. 10. • O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nas estruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade doestruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade do desenvolvimento capitalista.desenvolvimento capitalista. • O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais...O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais... ...matéria-prima,...matéria-prima, ...mão-de-obra,...mão-de-obra, ...mercado consumidor e, ainda,...mercado consumidor e, ainda, ...de novos lugares nos quais se pudesse investir, para se auto-reproduzir....de novos lugares nos quais se pudesse investir, para se auto-reproduzir. • Com esse intuito, os principais Estados europeus, associados às suas respectivas elitesCom esse intuito, os principais Estados europeus, associados às suas respectivas elites econômicas, passaram a expandir seus domínios a outros continentes e povos, daí a origemeconômicas, passaram a expandir seus domínios a outros continentes e povos, daí a origem do “imperialismo”.do “imperialismo”.
  11. 11. • O avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nasO avanço da Revolução Industrial durante o século XIX e seu aprofundamento nas estruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade doestruturas econômicas europeias criaram novas demandas para a continuidade do desenvolvimento capitalista.desenvolvimento capitalista. • O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais...O capitalismo europeu já não “cabia” mais na Europa: precisava de cada vez mais... ...matéria-prima,...matéria-prima, ...mão-de-obra,...mão-de-obra, ...mercado consumidor e, ainda,...mercado consumidor e, ainda, ...de novos lugares nos quais se pudesse investir, para se auto-reproduzir....de novos lugares nos quais se pudesse investir, para se auto-reproduzir. • Com esse intuito, os principais Estados europeus, associados às suas respectivas elitesCom esse intuito, os principais Estados europeus, associados às suas respectivas elites econômicas, passaram a expandir seus domínios a outros continentes e povos, daí a origemeconômicas, passaram a expandir seus domínios a outros continentes e povos, daí a origem do “imperialismo”.do “imperialismo”. • África e Ásia foram as duas vítimas desse momento histórico.África e Ásia foram as duas vítimas desse momento histórico.
  12. 12. • Em 1885, a Conferência de BerlimEm 1885, a Conferência de Berlim traçou o futuro desse pedaço dotraçou o futuro desse pedaço do mundo: a Partilha da Áfricamundo: a Partilha da África constituiu-se de uma divisãoconstituiu-se de uma divisão territorial conforme o poder e osterritorial conforme o poder e os interesses das potênciasinteresses das potências europeias.europeias.
  13. 13. • Em 1885, a Conferência de BerlimEm 1885, a Conferência de Berlim traçou o futuro desse pedaço dotraçou o futuro desse pedaço do mundo: a Partilha da Áfricamundo: a Partilha da África constituiu-se de uma divisãoconstituiu-se de uma divisão territorial conforme o poder e osterritorial conforme o poder e os interesses das potênciasinteresses das potências europeias.europeias. • Bem que se pensou também noBem que se pensou também no continente americano, mas aqui “acontinente americano, mas aqui “a América já era para osAmérica já era para os americanos”, como pregava aamericanos”, como pregava a Doutrina Monroe (1823), dosDoutrina Monroe (1823), dos Estados Unidos.Estados Unidos.
  14. 14. • Essa partilha colonial nãoEssa partilha colonial não respeitou os limites culturais dosrespeitou os limites culturais dos povos africanos.povos africanos.
  15. 15. • Essa partilha colonial nãoEssa partilha colonial não respeitou os limites culturais dosrespeitou os limites culturais dos povos africanos.povos africanos. • Nações milenarmente ligadasNações milenarmente ligadas foram separadas em novosforam separadas em novos “países”, enquanto outras, muitas“países”, enquanto outras, muitas vezes inimigas, foram colocadasvezes inimigas, foram colocadas dentro das mesmas fronteiras.dentro das mesmas fronteiras.
  16. 16. • Essa partilha colonial nãoEssa partilha colonial não respeitou os limites culturais dosrespeitou os limites culturais dos povos africanos.povos africanos. • Nações milenarmente ligadasNações milenarmente ligadas foram separadas em novosforam separadas em novos “países”, enquanto outras, muitas“países”, enquanto outras, muitas vezes inimigas, foram colocadasvezes inimigas, foram colocadas dentro das mesmas fronteiras.dentro das mesmas fronteiras. • Iniciava-se a partir da 2ª metadeIniciava-se a partir da 2ª metade do século XIX, odo século XIX, o “Neocolonialismo” e o intenso“Neocolonialismo” e o intenso processo de expropriação dasprocesso de expropriação das riquezas africanas.riquezas africanas.
  17. 17. • A África foi “retalhada” emA África foi “retalhada” em conformidade com os acordosconformidade com os acordos estabelecidos entre as potênciasestabelecidos entre as potências capitalistas, e segundo suascapitalistas, e segundo suas respectivas possibilidades derespectivas possibilidades de exploração.exploração.
  18. 18. • A África foi “retalhada” emA África foi “retalhada” em conformidade com os acordosconformidade com os acordos estabelecidos entre as potênciasestabelecidos entre as potências capitalistas, e segundo suascapitalistas, e segundo suas respectivas possibilidades derespectivas possibilidades de exploração.exploração. • Assim, as melhores áreas paraAssim, as melhores áreas para agricultura foram transformadas emagricultura foram transformadas em “plantations” (latifúndios) de café,“plantations” (latifúndios) de café, cana, cacau, etc.cana, cacau, etc.
  19. 19. • A África foi “retalhada” emA África foi “retalhada” em conformidade com os acordosconformidade com os acordos estabelecidos entre as potênciasestabelecidos entre as potências capitalistas, e segundo suascapitalistas, e segundo suas respectivas possibilidades derespectivas possibilidades de exploração.exploração. • Assim, as melhores áreas paraAssim, as melhores áreas para agricultura foram transformadas emagricultura foram transformadas em “plantations” (latifúndios) de café,“plantations” (latifúndios) de café, cana, cacau, etc.cana, cacau, etc. • Mas a grande virtude africanaMas a grande virtude africana naquele momento que fomentou anaquele momento que fomentou a avidez europeia eram as imensasavidez europeia eram as imensas riquezas minerais contidas no centroriquezas minerais contidas no centro do continente: ouro, diamante, platinado continente: ouro, diamante, platina em abundância, além de jazidasem abundância, além de jazidas minerais importantes para a indústriaminerais importantes para a indústria de ferro, cobre, manganês, etc.de ferro, cobre, manganês, etc.
  20. 20. • A África foi “retalhada” emA África foi “retalhada” em conformidade com os acordosconformidade com os acordos estabelecidos entre as potênciasestabelecidos entre as potências capitalistas, e segundo suascapitalistas, e segundo suas respectivas possibilidades derespectivas possibilidades de exploração.exploração. • Assim, as melhores áreas paraAssim, as melhores áreas para agricultura foram transformadas emagricultura foram transformadas em “plantations” (latifúndios) de café,“plantations” (latifúndios) de café, cana, cacau, etc.cana, cacau, etc. • Mas a grande virtude africanaMas a grande virtude africana naquele momento que fomentou anaquele momento que fomentou a avidez europeia eram as imensasavidez europeia eram as imensas riquezas minerais contidas no centroriquezas minerais contidas no centro do continente: ouro, diamante, platinado continente: ouro, diamante, platina em abundância, além de jazidasem abundância, além de jazidas minerais importantes para a indústriaminerais importantes para a indústria de ferro, cobre, manganês, etc.de ferro, cobre, manganês, etc. • A África era um verdadeiro paraísoA África era um verdadeiro paraíso mineral.mineral.
  21. 21. • Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão do capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.
  22. 22. • Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão do capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra. • Relações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam emRelações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam em um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental.um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental.
  23. 23. • Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão do capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra. • Relações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam emRelações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam em um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental.um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental. • Aquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “ÁfricaAquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “África negra”:negra”:
  24. 24. • Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão do capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra. • Relações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam emRelações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam em um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental.um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental. • Aquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “ÁfricaAquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “África negra”:negra”: - a noção de Estado-nação,- a noção de Estado-nação,
  25. 25. • Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão do capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra. • Relações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam emRelações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam em um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental.um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental. • Aquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “ÁfricaAquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “África negra”:negra”: - a noção de Estado-nação,- a noção de Estado-nação, - o modo de produzir,- o modo de produzir,
  26. 26. • Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão do capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra. • Relações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam emRelações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam em um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental.um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental. • Aquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “ÁfricaAquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “África negra”:negra”: - a noção de Estado-nação,- a noção de Estado-nação, - o modo de produzir,- o modo de produzir, - o salário,- o salário,
  27. 27. • Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão do capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra. • Relações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam emRelações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam em um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental.um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental. • Aquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “ÁfricaAquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “África negra”:negra”: - a noção de Estado-nação,- a noção de Estado-nação, - o modo de produzir,- o modo de produzir, - o salário,- o salário, - o dinheiro – valores ocidentais, enfim.- o dinheiro – valores ocidentais, enfim.
  28. 28. • Além da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão doAlém da prioritária aquisição dessas fontes de matéria-prima, o processo de expansão do capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra.capital precisava converter aqueles habitantes em mão-de-obra. • Relações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam emRelações de trabalho capitalistas foram impostas aos africanos, que até então viviam em um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental.um modo de pensar e agir totalmente diferente do ocidental. • Aquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “ÁfricaAquilo que para os ocidentais era comum, era-lhes bastante estranho, sobretudo à “África negra”:negra”: - a noção de Estado-nação,- a noção de Estado-nação, - o modo de produzir,- o modo de produzir, - o salário,- o salário, - o dinheiro – valores ocidentais, enfim.- o dinheiro – valores ocidentais, enfim. • Sem consulta, foram inseridos na Divisão Internacional do Trabalho, a serviço daSem consulta, foram inseridos na Divisão Internacional do Trabalho, a serviço da reprodução do capital.reprodução do capital.
  29. 29. • Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração, enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos.enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos.
  30. 30. • Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração, enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos.enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos. • No entanto, essa partilha gerou problemas entre os próprios europeus. Um certo paísNo entanto, essa partilha gerou problemas entre os próprios europeus. Um certo país chegou tardiamente à divisão do bolo e questionou-a, reivindicando sua participação: achegou tardiamente à divisão do bolo e questionou-a, reivindicando sua participação: a Alemanha – eis aí um dos motivos da eclosão da 1ª Guerra Mundial (1914-1918).Alemanha – eis aí um dos motivos da eclosão da 1ª Guerra Mundial (1914-1918).
  31. 31. • Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração, enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos.enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos. • No entanto, essa partilha gerou problemas entre os próprios europeus. Um certo paísNo entanto, essa partilha gerou problemas entre os próprios europeus. Um certo país chegou tardiamente à divisão do bolo e questionou-a, reivindicando sua participação: achegou tardiamente à divisão do bolo e questionou-a, reivindicando sua participação: a Alemanha – eis aí um dos motivos da eclosão da 1ª Guerra Mundial (1914-1918).Alemanha – eis aí um dos motivos da eclosão da 1ª Guerra Mundial (1914-1918). • A descolonização da África aconteceria apenas após a 2ª Guerra Mundial (1939-1945),A descolonização da África aconteceria apenas após a 2ª Guerra Mundial (1939-1945), quando as potências colonizadoras, em crise, afrouxaram as amarras coloniais.quando as potências colonizadoras, em crise, afrouxaram as amarras coloniais.
  32. 32. • Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração, enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos.enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos. • No entanto, essa partilha gerou problemas entre os próprios europeus. Um certo paísNo entanto, essa partilha gerou problemas entre os próprios europeus. Um certo país chegou tardiamente à divisão do bolo e questionou-a, reivindicando sua participação: achegou tardiamente à divisão do bolo e questionou-a, reivindicando sua participação: a Alemanha – eis aí um dos motivos da eclosão da 1ª Guerra Mundial (1914-1918).Alemanha – eis aí um dos motivos da eclosão da 1ª Guerra Mundial (1914-1918). • A descolonização da África aconteceria apenas após a 2ª Guerra Mundial (1939-1945),A descolonização da África aconteceria apenas após a 2ª Guerra Mundial (1939-1945), quando as potências colonizadoras, em crise, afrouxaram as amarras coloniais.quando as potências colonizadoras, em crise, afrouxaram as amarras coloniais. • O momento político do pós-guerra era favorávei à emancipação: emergia uma nova ordemO momento político do pós-guerra era favorávei à emancipação: emergia uma nova ordem mundial, as duas maiores potências em ascendência não estavam tão diretamente ligadas àmundial, as duas maiores potências em ascendência não estavam tão diretamente ligadas à exploração africana, e os europeus estavam enfraquecidos pela guerra.exploração africana, e os europeus estavam enfraquecidos pela guerra.
  33. 33. • Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração,Durante, aproximadamente 1 século esse foi o quadro geral: intensa exploração, enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos.enriquecimento do capitalismo europeu e empobrecimento dos povos africanos. • No entanto, essa partilha gerou problemas entre os próprios europeus. Um certo paísNo entanto, essa partilha gerou problemas entre os próprios europeus. Um certo país chegou tardiamente à divisão do bolo e questionou-a, reivindicando sua participação: achegou tardiamente à divisão do bolo e questionou-a, reivindicando sua participação: a Alemanha – eis aí um dos motivos da eclosão da 1ª Guerra Mundial (1914-1918).Alemanha – eis aí um dos motivos da eclosão da 1ª Guerra Mundial (1914-1918). • A descolonização da África aconteceria apenas após a 2ª Guerra Mundial (1939-1945),A descolonização da África aconteceria apenas após a 2ª Guerra Mundial (1939-1945), quando as potências colonizadoras, em crise, afrouxaram as amarras coloniais.quando as potências colonizadoras, em crise, afrouxaram as amarras coloniais. • O momento político do pós-guerra era favorávei à emancipação: emergia uma nova ordemO momento político do pós-guerra era favorávei à emancipação: emergia uma nova ordem mundial, as duas maiores potências em ascendência não estavam tão diretamente ligadas àmundial, as duas maiores potências em ascendência não estavam tão diretamente ligadas à exploração africana, e os europeus estavam enfraquecidos pela guerra.exploração africana, e os europeus estavam enfraquecidos pela guerra. • Nesse contexto, proclamaram-se independências no continente africano entre as décadasNesse contexto, proclamaram-se independências no continente africano entre as décadas de 50, 60 e 70.de 50, 60 e 70.
  34. 34. • Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial, apenas quatro países africanosapenas quatro países africanos eram independentes: Egito, Etiópia,eram independentes: Egito, Etiópia, Libéria e África do Sul. E aindaLibéria e África do Sul. E ainda assim, de maneira instável:assim, de maneira instável:
  35. 35. • Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial, apenas quatro países africanosapenas quatro países africanos eram independentes: Egito, Etiópia,eram independentes: Egito, Etiópia, Libéria e África do Sul. E aindaLibéria e África do Sul. E ainda assim, de maneira instável:assim, de maneira instável: - Egito e África do Sul mantinham- Egito e África do Sul mantinham fortes ligações com o Reino Unido.fortes ligações com o Reino Unido. Faziam parte do “ImpérioFaziam parte do “Império Britânico”, embora possuindoBritânico”, embora possuindo governos próprios.governos próprios.
  36. 36. • Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial, apenas quatro países africanosapenas quatro países africanos eram independentes: Egito, Etiópia,eram independentes: Egito, Etiópia, Libéria e África do Sul. E aindaLibéria e África do Sul. E ainda assim, de maneira instável:assim, de maneira instável: - Egito e África do Sul mantinham- Egito e África do Sul mantinham fortes ligações com o Reino Unido.fortes ligações com o Reino Unido. Faziam parte do “ImpérioFaziam parte do “Império Britânico”, embora possuindoBritânico”, embora possuindo governos próprios.governos próprios. - Libéria tinha se originado a partir- Libéria tinha se originado a partir de escravos libertos dos Estadosde escravos libertos dos Estados Unidos na 2ª metade do Século XIX.Unidos na 2ª metade do Século XIX.
  37. 37. • Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial, apenas quatro países africanosapenas quatro países africanos eram independentes: Egito, Etiópia,eram independentes: Egito, Etiópia, Libéria e África do Sul. E aindaLibéria e África do Sul. E ainda assim, de maneira instável:assim, de maneira instável: - Egito e África do Sul mantinham- Egito e África do Sul mantinham fortes ligações com o Reino Unido.fortes ligações com o Reino Unido. Faziam parte do “ImpérioFaziam parte do “Império Britânico”, embora possuindoBritânico”, embora possuindo governos próprios.governos próprios. - Libéria tinha se originado a partir- Libéria tinha se originado a partir de escravos libertos dos Estadosde escravos libertos dos Estados Unidos na 2ª metade do Século XIX.Unidos na 2ª metade do Século XIX. - Por alguns anos antes e durante a- Por alguns anos antes e durante a 2ª Guerra Mundial (1935-1942) a2ª Guerra Mundial (1935-1942) a Etiópia foi ocupada pela Itália.Etiópia foi ocupada pela Itália.
  38. 38. • Ao final da 2ª Guerra Mundial,Ao final da 2ª Guerra Mundial, apenas quatro países africanosapenas quatro países africanos eram independentes: Egito, Etiópia,eram independentes: Egito, Etiópia, Libéria e África do Sul. E aindaLibéria e África do Sul. E ainda assim, de maneira instável:assim, de maneira instável: - Egito e África do Sul mantinham- Egito e África do Sul mantinham fortes ligações com o Reino Unido.fortes ligações com o Reino Unido. Faziam parte do “ImpérioFaziam parte do “Império Britânico”, embora possuindoBritânico”, embora possuindo governos próprios.governos próprios. - Libéria tinha se originado a partir- Libéria tinha se originado a partir de escravos libertos dos Estadosde escravos libertos dos Estados Unidos na 2ª metade do Século XIX.Unidos na 2ª metade do Século XIX. - Por alguns anos antes e durante a- Por alguns anos antes e durante a 2ª Guerra Mundial (1935-1942) a2ª Guerra Mundial (1935-1942) a Etiópia foi ocupada pela Itália.Etiópia foi ocupada pela Itália. • Os demais países africanos iriamOs demais países africanos iriam tornar-se independentes nas 4tornar-se independentes nas 4 décadas seguintes.décadas seguintes.
  39. 39. • Entretanto, na maioria dos casos,Entretanto, na maioria dos casos, não se desdobrou um processonão se desdobrou um processo emancipacionista com apegoemancipacionista com apego popular.popular.
  40. 40. • Entretanto, na maioria dos casos,Entretanto, na maioria dos casos, não se desdobrou um processonão se desdobrou um processo emancipacionista com apegoemancipacionista com apego popular.popular. • O que acontecia quase sempreO que acontecia quase sempre era um percurso libertárioera um percurso libertário conduzido por elites locais.conduzido por elites locais.
  41. 41. • Entretanto, na maioria dos casos,Entretanto, na maioria dos casos, não se desdobrou um processonão se desdobrou um processo emancipacionista com apegoemancipacionista com apego popular.popular. • O que acontecia quase sempreO que acontecia quase sempre era um percurso libertárioera um percurso libertário conduzido por elites locais.conduzido por elites locais. • Muitas vezes essas elites fizeramMuitas vezes essas elites fizeram acordos com os ex-colonizadores,acordos com os ex-colonizadores, beneficiando-se em detrimento dabeneficiando-se em detrimento da maioria e, portanto, sem rompermaioria e, portanto, sem romper com as estruturas político-com as estruturas político- econômicas de opressão eeconômicas de opressão e exploração que haviam sidoexploração que haviam sido instaladas pelos antigosinstaladas pelos antigos dominadores.dominadores.
  42. 42. • O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.
  43. 43. • O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo. • Quando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensaQuando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensa fortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu paísfortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu país estava na miséria.estava na miséria.
  44. 44. • O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo. • Quando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensaQuando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensa fortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu paísfortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu país estava na miséria.estava na miséria. • Como se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínimaComo se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínima obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas.obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas.
  45. 45. • O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo. • Quando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensaQuando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensa fortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu paísfortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu país estava na miséria.estava na miséria. • Como se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínimaComo se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínima obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas.obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas. • Nasciam novos países geométricos na forma, mas distorcidos em sua realidadeNasciam novos países geométricos na forma, mas distorcidos em sua realidade geográfica.geográfica.
  46. 46. • O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo. • Quando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensaQuando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensa fortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu paísfortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu país estava na miséria.estava na miséria. • Como se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínimaComo se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínima obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas.obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas. • Nasciam novos países geométricos na forma, mas distorcidos em sua realidadeNasciam novos países geométricos na forma, mas distorcidos em sua realidade geográfica.geográfica. • Por fim, esses novos países tornaram-se reféns das potências econômicas e da conjunturaPor fim, esses novos países tornaram-se reféns das potências econômicas e da conjuntura que o emergia.que o emergia.
  47. 47. • O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo. • Quando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensaQuando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensa fortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu paísfortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu país estava na miséria.estava na miséria. • Como se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínimaComo se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínima obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas.obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas. • Nasciam novos países geométricos na forma, mas distorcidos em sua realidadeNasciam novos países geométricos na forma, mas distorcidos em sua realidade geográfica.geográfica. • Por fim, esses novos países tornaram-se reféns das potências econômicas e da conjunturaPor fim, esses novos países tornaram-se reféns das potências econômicas e da conjuntura que o emergia.que o emergia. • Os europeus e os EUA estabeleciam novas formas de dominação: o endividamento foi umaOs europeus e os EUA estabeleciam novas formas de dominação: o endividamento foi uma delas.delas.
  48. 48. • O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo.O ditador Mobutu, da República Democrática do Congo (ex-Zaire), é um exemplo. • Quando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensaQuando Mobutu caiu do poder, fugiu para a Europa disposto a amparar-se em sua imensa fortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu paísfortuna pessoal – estimada em 5 bilhões de dólares – lá depositada, enquanto seu país estava na miséria.estava na miséria. • Como se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínimaComo se não bastasse, as fronteiras traçadas arbitrariamente pelo europeu sem a mínima obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas.obediência aos limites naturais ou culturais, foram mantidas. • Nasciam novos países geométricos na forma, mas distorcidos em sua realidadeNasciam novos países geométricos na forma, mas distorcidos em sua realidade geográfica.geográfica. • Por fim, esses novos países tornaram-se reféns das potências econômicas e da conjunturaPor fim, esses novos países tornaram-se reféns das potências econômicas e da conjuntura que o emergia.que o emergia. • Os europeus e os EUA estabeleciam novas formas de dominação: o endividamento foi umaOs europeus e os EUA estabeleciam novas formas de dominação: o endividamento foi uma delas.delas. • A expressão “Terceiro Mundo” surgiu nesse período exatamente para designar esse tipoA expressão “Terceiro Mundo” surgiu nesse período exatamente para designar esse tipo de país que aparecia no continente africano.de país que aparecia no continente africano.
  49. 49. • Ao longo dos últimos 130 anos, oAo longo dos últimos 130 anos, o Cristianismo foi a religião que maisCristianismo foi a religião que mais cresceu e ganhou adeptos na África.cresceu e ganhou adeptos na África.
  50. 50. • Ao longo dos últimos 130 anos, oAo longo dos últimos 130 anos, o Cristianismo foi a religião que maisCristianismo foi a religião que mais cresceu e ganhou adeptos na África.cresceu e ganhou adeptos na África. • Trazido por missionários dosTrazido por missionários dos países europeus que ospaíses europeus que os colonizavam, a fé cristã atualmentecolonizavam, a fé cristã atualmente é a majoritária na África.é a majoritária na África.
  51. 51. • Ao longo dos últimos 130 anos, oAo longo dos últimos 130 anos, o Cristianismo foi a religião que maisCristianismo foi a religião que mais cresceu e ganhou adeptos na África.cresceu e ganhou adeptos na África. • Trazido por missionários dosTrazido por missionários dos países europeus que ospaíses europeus que os colonizavam, a fé cristã atualmentecolonizavam, a fé cristã atualmente é a majoritária na África.é a majoritária na África. • O Islamismo tem uma históriaO Islamismo tem uma história antiga na região a norte do Saara,antiga na região a norte do Saara, sendo majoritário há mais de 1000sendo majoritário há mais de 1000 anos.anos.
  52. 52. • Ao longo dos últimos 130 anos, oAo longo dos últimos 130 anos, o Cristianismo foi a religião que maisCristianismo foi a religião que mais cresceu e ganhou adeptos na África.cresceu e ganhou adeptos na África. • Trazido por missionários dosTrazido por missionários dos países europeus que ospaíses europeus que os colonizavam, a fé cristã atualmentecolonizavam, a fé cristã atualmente é a majoritária na África.é a majoritária na África. • O Islamismo tem uma históriaO Islamismo tem uma história antiga na região a norte do Saara,antiga na região a norte do Saara, sendo majoritário há mais de 1000sendo majoritário há mais de 1000 anos.anos. • A religião islâmica também seA religião islâmica também se expandou no último milênio porexpandou no último milênio por regiões no litoral leste africano,regiões no litoral leste africano, desde a Eritreia, até o litoral nortedesde a Eritreia, até o litoral norte de Moçambique.de Moçambique.
  53. 53. • Religiões tradicionais africanasReligiões tradicionais africanas ainda são comuns e muitoainda são comuns e muito praticadas em regiões poucopraticadas em regiões pouco urbanizadas, e sem tanto contatourbanizadas, e sem tanto contato intenso com a “civilizaçãointenso com a “civilização ocidental”.ocidental”.
  54. 54. • Religiões tradicionais africanasReligiões tradicionais africanas ainda são comuns e muitoainda são comuns e muito praticadas em regiões poucopraticadas em regiões pouco urbanizadas, e sem tanto contatourbanizadas, e sem tanto contato intenso com a “civilizaçãointenso com a “civilização ocidental”.ocidental”. • Em áreas centrais da África, comEm áreas centrais da África, com destaque para a região a sul dodestaque para a região a sul do Sahel, as religiões tradicionais aindaSahel, as religiões tradicionais ainda possuem muitos adptos.possuem muitos adptos.
  55. 55. • Religiões tradicionais africanasReligiões tradicionais africanas ainda são comuns e muitoainda são comuns e muito praticadas em regiões poucopraticadas em regiões pouco urbanizadas, e sem tanto contatourbanizadas, e sem tanto contato intenso com a “civilizaçãointenso com a “civilização ocidental”.ocidental”. • Em áreas centrais da África, comEm áreas centrais da África, com destaque para a região a sul dodestaque para a região a sul do Sahel, as religiões tradicionais aindaSahel, as religiões tradicionais ainda possuem muitos adptos.possuem muitos adptos. • O Hinduísmo é majoritário nasO Hinduísmo é majoritário nas Ilhas Maurício, e possui adeptosIlhas Maurício, e possui adeptos dentro a forte comunidade dedentro a forte comunidade de indianos na cidade de Durban,indianos na cidade de Durban, África do Sul.África do Sul.
  56. 56. • As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem ser definidos com base na famíliaser definidos com base na família linguística de seus idiomas.linguística de seus idiomas.
  57. 57. • As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem ser definidos com base na famíliaser definidos com base na família linguística de seus idiomas.linguística de seus idiomas. • A maior parte do continente éA maior parte do continente é habitado por grupos etnicoshabitado por grupos etnicos “Bantos”, principalmente no centro“Bantos”, principalmente no centro e sul da África.e sul da África.
  58. 58. • As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem ser definidos com base na famíliaser definidos com base na família linguística de seus idiomas.linguística de seus idiomas. • A maior parte do continente éA maior parte do continente é habitado por grupos etnicoshabitado por grupos etnicos “Bantos”, principalmente no centro“Bantos”, principalmente no centro e sul da África.e sul da África. • No norte do continente há umNo norte do continente há um predomínio de povos arábicos, epredomínio de povos arábicos, e grupos nômades berberes.grupos nômades berberes.
  59. 59. • As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem ser definidos com base na famíliaser definidos com base na família linguística de seus idiomas.linguística de seus idiomas. • A maior parte do continente éA maior parte do continente é habitado por grupos etnicoshabitado por grupos etnicos “Bantos”, principalmente no centro“Bantos”, principalmente no centro e sul da África.e sul da África. • No norte do continente há umNo norte do continente há um predomínio de povos arábicos, epredomínio de povos arábicos, e grupos nômades berberes.grupos nômades berberes. • No oeste da África predominam osNo oeste da África predominam os grupos “guineenses”, que são degrupos “guineenses”, que são de origem similar aos bantos.origem similar aos bantos.
  60. 60. • As etnias e povos africanos podemAs etnias e povos africanos podem ser definidos com base na famíliaser definidos com base na família linguística de seus idiomas.linguística de seus idiomas. • A maior parte do continente éA maior parte do continente é habitado por grupos etnicoshabitado por grupos etnicos “Bantos”, principalmente no centro“Bantos”, principalmente no centro e sul da África.e sul da África. • No norte do continente há umNo norte do continente há um predomínio de povos arábicos, epredomínio de povos arábicos, e grupos nômades berberes.grupos nômades berberes. • No oeste da África predominam osNo oeste da África predominam os grupos “guineenses”, que são degrupos “guineenses”, que são de origem similar aos bantos.origem similar aos bantos. • Dentro de cada grande grupoDentro de cada grande grupo étnico, existem dezenas de sub-étnico, existem dezenas de sub- grupos.grupos.
  61. 61. • No extremo sul da África, ocorreuNo extremo sul da África, ocorreu colonização europeia desde ocolonização europeia desde o século XVII (17), com povosséculo XVII (17), com povos originários da Holanda ocupando aoriginários da Holanda ocupando a região do Cabo da Boa Esperança.região do Cabo da Boa Esperança.
  62. 62. • No extremo sul da África, ocorreuNo extremo sul da África, ocorreu colonização europeia desde ocolonização europeia desde o século XVII (17), com povosséculo XVII (17), com povos originários da Holanda ocupando aoriginários da Holanda ocupando a região do Cabo da Boa Esperança.região do Cabo da Boa Esperança. • Esse povo europeu desenvolveu alíEsse povo europeu desenvolveu alí uma sociedade a parte do resto douma sociedade a parte do resto do continente. Eram chamados decontinente. Eram chamados de “Boêres”. Desenvolveram até um“Boêres”. Desenvolveram até um idioma próprio, parecido com oidioma próprio, parecido com o holandês: o Africânder.holandês: o Africânder.
  63. 63. • No extremo sul da África, ocorreuNo extremo sul da África, ocorreu colonização europeia desde ocolonização europeia desde o século XVII (17), com povosséculo XVII (17), com povos originários da Holanda ocupando aoriginários da Holanda ocupando a região do Cabo da Boa Esperança.região do Cabo da Boa Esperança. • Esse povo europeu desenvolveu alíEsse povo europeu desenvolveu alí uma sociedade a parte do resto douma sociedade a parte do resto do continente. Eram chamados decontinente. Eram chamados de “Boêres”. Desenvolveram até um“Boêres”. Desenvolveram até um idioma próprio, parecido com oidioma próprio, parecido com o holandês: o Africânder.holandês: o Africânder. • No século XIX, o Reino UnidoNo século XIX, o Reino Unido ocupou todo o litoral sul-africano, eocupou todo o litoral sul-africano, e os povos boeres migraram paraos povos boeres migraram para regiões após os rios Orange e Vaal.regiões após os rios Orange e Vaal.
  64. 64. • No extremo sul da África, ocorreuNo extremo sul da África, ocorreu colonização europeia desde ocolonização europeia desde o século XVII (17), com povosséculo XVII (17), com povos originários da Holanda ocupando aoriginários da Holanda ocupando a região do Cabo da Boa Esperança.região do Cabo da Boa Esperança. • Esse povo europeu desenvolveu alíEsse povo europeu desenvolveu alí uma sociedade a parte do resto douma sociedade a parte do resto do continente. Eram chamados decontinente. Eram chamados de “Boêres”. Desenvolveram até um“Boêres”. Desenvolveram até um idioma próprio, parecido com oidioma próprio, parecido com o holandês: o Africânder.holandês: o Africânder. • No século XIX, o Reino UnidoNo século XIX, o Reino Unido ocupou todo o litoral sul-africano, eocupou todo o litoral sul-africano, e os povos boeres migraram paraos povos boeres migraram para regiões após os rios Orange e Vaal.regiões após os rios Orange e Vaal. • Com a descoberta de enormesCom a descoberta de enormes reservas de ouro a norte dos riosreservas de ouro a norte dos rios
  65. 65. • Com a descoberta de enormesCom a descoberta de enormes reservas de ouro a norte dos riosreservas de ouro a norte dos rios Orange e Vaal, feita pelos boêres, aOrange e Vaal, feita pelos boêres, a cobiça do Reino Unido levou estecobiça do Reino Unido levou este país a travar uma guerra pela possepaís a travar uma guerra pela posse destas regiões, no que ficoudestas regiões, no que ficou conhecida como “Guerra dosconhecida como “Guerra dos Boêres”.Boêres”.
  66. 66. • Com a descoberta de enormesCom a descoberta de enormes reservas de ouro a norte dos riosreservas de ouro a norte dos rios Orange e Vaal, feita pelos boêres, aOrange e Vaal, feita pelos boêres, a cobiça do Reino Unido levou estecobiça do Reino Unido levou este país a travar uma guerra pela possepaís a travar uma guerra pela posse destas regiões, no que ficoudestas regiões, no que ficou conhecida como “Guerra dosconhecida como “Guerra dos Boêres”.Boêres”. • Com a região sul da África sobCom a região sul da África sob domínio britânico, foi unificada emdomínio britânico, foi unificada em um só país: África do Sul.um só país: África do Sul.
  67. 67. • Com a descoberta de enormesCom a descoberta de enormes reservas de ouro a norte dos riosreservas de ouro a norte dos rios Orange e Vaal, feita pelos boêres, aOrange e Vaal, feita pelos boêres, a cobiça do Reino Unido levou estecobiça do Reino Unido levou este país a travar uma guerra pela possepaís a travar uma guerra pela posse destas regiões, no que ficoudestas regiões, no que ficou conhecida como “Guerra dosconhecida como “Guerra dos Boêres”.Boêres”. • Com a região sul da África sobCom a região sul da África sob domínio britânico, foi unificada emdomínio britânico, foi unificada em um só país: África do Sul.um só país: África do Sul. • E neste país cerca de 18% daE neste país cerca de 18% da população é de etnia europeia, oupopulação é de etnia europeia, ou seja, “branca”.seja, “branca”.
  68. 68. • Atualmente na ÁfricaAtualmente na África são faladas dezenas desão faladas dezenas de idiomas.idiomas.
  69. 69. • Atualmente na ÁfricaAtualmente na África são faladas dezenas desão faladas dezenas de idiomas.idiomas. • Sete deles sãoSete deles são considerados principaisconsiderados principais e possuem estatuto dee possuem estatuto de “idioma oficial” em um“idioma oficial” em um ou mais países.ou mais países.
  70. 70. • Atualmente na ÁfricaAtualmente na África são faladas dezenas desão faladas dezenas de idiomas.idiomas. • Sete deles sãoSete deles são considerados principaisconsiderados principais e possuem estatuto dee possuem estatuto de “idioma oficial” em um“idioma oficial” em um ou mais países.ou mais países. • Porém a muitos dosPorém a muitos dos países africanospaíses africanos possuem mais de umapossuem mais de uma língua oficial. Por vezeslíngua oficial. Por vezes várias línguas oficiaisvárias línguas oficiais são adotadas em umsão adotadas em um mesmo país.mesmo país.
  71. 71. • O idioma árabeO idioma árabe predomina no norte dapredomina no norte da África, tal como suaÁfrica, tal como sua maior identificação commaior identificação com o Oriente Médio do queo Oriente Médio do que com a África sub-com a África sub- saariana.saariana.
  72. 72. • O idioma árabeO idioma árabe predomina no norte dapredomina no norte da África, tal como suaÁfrica, tal como sua maior identificação commaior identificação com o Oriente Médio do queo Oriente Médio do que com a África sub-com a África sub- saariana.saariana. • Na África sub-saariana,Na África sub-saariana, predominam os idiomaspredominam os idiomas oficiais de origemoficiais de origem europeia, consequenciaeuropeia, consequencia ainda viva daainda viva da colonização.colonização.
  73. 73. • O idioma árabeO idioma árabe predomina no norte dapredomina no norte da África, tal como suaÁfrica, tal como sua maior identificação commaior identificação com o Oriente Médio do queo Oriente Médio do que com a África sub-com a África sub- saariana.saariana. • Na África sub-saariana,Na África sub-saariana, predominam os idiomaspredominam os idiomas oficiais de origemoficiais de origem europeia, consequenciaeuropeia, consequencia ainda viva daainda viva da colonização.colonização. • O francês e o inglês sãoO francês e o inglês são os dois idiomasos dois idiomas europeus predominanteseuropeus predominantes como língua oficial nocomo língua oficial no continente.continente.
  74. 74. • Na África do Sul seNa África do Sul se desenvolveu um idiomadesenvolveu um idioma local, originário dolocal, originário do holandês e utilizado porholandês e utilizado por descendentes dosdescendentes dos colonos “boêres”, ocolonos “boêres”, o Africânder.Africânder.
  75. 75. • Na África do Sul seNa África do Sul se desenvolveu um idiomadesenvolveu um idioma local, originário dolocal, originário do holandês e utilizado porholandês e utilizado por descendentes dosdescendentes dos colonos “boêres”, ocolonos “boêres”, o Africânder.Africânder. • O terceiro idioma deO terceiro idioma de origem europeia maisorigem europeia mais adotado como línguaadotado como língua oficial é o português,oficial é o português, falado em Angola,falado em Angola, Moçambique, Guiné-Moçambique, Guiné- Bissau, Cabo Verde, SãoBissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Guiné-Tomé e Príncipe e Guiné- Equatorial.Equatorial.
  76. 76. • Os países africanos cujo idiomaOs países africanos cujo idioma oficial é o português tem emoficial é o português tem em comum não apenas o fato de seremcomum não apenas o fato de serem colônias de Portugal durante cercacolônias de Portugal durante cerca de 500 anos, bem como obtiveramde 500 anos, bem como obtiveram suas independências muitosuas independências muito recentemente.recentemente.
  77. 77. • Os países africanos cujo idiomaOs países africanos cujo idioma oficial é o português tem emoficial é o português tem em comum não apenas o fato de seremcomum não apenas o fato de serem colônias de Portugal durante cercacolônias de Portugal durante cerca de 500 anos, bem como obtiveramde 500 anos, bem como obtiveram suas independências muitosuas independências muito recentemente.recentemente. • A exceção é a Guiné-Equatorial.A exceção é a Guiné-Equatorial. Pequeno país encravado entrePequeno país encravado entre Camarões e Gabão, foi colônia deCamarões e Gabão, foi colônia de Portugal do século XV (15), até oPortugal do século XV (15), até o século XVIII (18), quando Portugalséculo XVIII (18), quando Portugal vendeu o território para a Espanha.vendeu o território para a Espanha.
  78. 78. • Os países africanos cujo idiomaOs países africanos cujo idioma oficial é o português tem emoficial é o português tem em comum não apenas o fato de seremcomum não apenas o fato de serem colônias de Portugal durante cercacolônias de Portugal durante cerca de 500 anos, bem como obtiveramde 500 anos, bem como obtiveram suas independências muitosuas independências muito recentemente.recentemente. • A exceção é a Guiné-Equatorial.A exceção é a Guiné-Equatorial. Pequeno país encravado entrePequeno país encravado entre Camarões e Gabão, foi colônia deCamarões e Gabão, foi colônia de Portugal do século XV (15), até oPortugal do século XV (15), até o século XVIII (18), quando Portugalséculo XVIII (18), quando Portugal vendeu o território para a Espanha.vendeu o território para a Espanha. • O processo de independência dosO processo de independência dos países lusófonos ocorreria somentepaíses lusófonos ocorreria somente na década de 1970!na década de 1970!
  79. 79. • Após a Revolução dos Cravos emApós a Revolução dos Cravos em Portugal, ocorrida no dia 25 dePortugal, ocorrida no dia 25 de Abril de 1974, a política colonialAbril de 1974, a política colonial portuguesa foi abandonada,portuguesa foi abandonada, abrindo muito espaço para oabrindo muito espaço para o fortalecimento dos movimentosfortalecimento dos movimentos independentistas nas coloniasindependentistas nas colonias portuguesas.portuguesas.
  80. 80. • Após a Revolução dos Cravos emApós a Revolução dos Cravos em Portugal, ocorrida no dia 25 dePortugal, ocorrida no dia 25 de Abril de 1974, a política colonialAbril de 1974, a política colonial portuguesa foi abandonada,portuguesa foi abandonada, abrindo muito espaço para oabrindo muito espaço para o fortalecimento dos movimentosfortalecimento dos movimentos independentistas nas coloniasindependentistas nas colonias portuguesas.portuguesas. • Veja as datas das proclamaçõesVeja as datas das proclamações de independência dos países dede independência dos países de língua portuguesa na África:língua portuguesa na África:
  81. 81. • Após a Revolução dos Cravos emApós a Revolução dos Cravos em Portugal, ocorrida no dia 25 dePortugal, ocorrida no dia 25 de Abril de 1974, a política colonialAbril de 1974, a política colonial portuguesa foi abandonada,portuguesa foi abandonada, abrindo muito espaço para oabrindo muito espaço para o fortalecimento dos movimentosfortalecimento dos movimentos independentistas nas coloniasindependentistas nas colonias portuguesas.portuguesas. • Veja as datas das proclamaçõesVeja as datas das proclamações de independência dos países dede independência dos países de língua portuguesa na África:língua portuguesa na África: - Guiné-Equatorial: Outubro de- Guiné-Equatorial: Outubro de 1968 (da Espanha)1968 (da Espanha) - Guiné-Bissau: Setembro de 1974- Guiné-Bissau: Setembro de 1974 - Moçambique: Junho de 1975- Moçambique: Junho de 1975 - Cabo Verde: Julho de 1975- Cabo Verde: Julho de 1975 - S.Tomé e Príncipe: Julho de 1975- S.Tomé e Príncipe: Julho de 1975 - Angola: Novembro de 1975- Angola: Novembro de 1975
  82. 82. • O mais populoso dos paísesO mais populoso dos países lusófonos africanos é Moçambique,lusófonos africanos é Moçambique, com 20 milhões de habitantes,com 20 milhões de habitantes, seguido por Angola e seus 18,5seguido por Angola e seus 18,5 milhões.milhões.
  83. 83. • O mais populoso dos paísesO mais populoso dos países lusófonos africanos é Moçambique,lusófonos africanos é Moçambique, com 20 milhões de habitantes,com 20 milhões de habitantes, seguido por Angola e seus 18,5seguido por Angola e seus 18,5 milhões.milhões. • Por outro lado, São Tomé ePor outro lado, São Tomé e Príncipe tem apenas 157 milPríncipe tem apenas 157 mil habitantes, menos do quehabitantes, menos do que Araraquara!Araraquara!
  84. 84. • O mais populoso dos paísesO mais populoso dos países lusófonos africanos é Moçambique,lusófonos africanos é Moçambique, com 20 milhões de habitantes,com 20 milhões de habitantes, seguido por Angola e seus 18,5seguido por Angola e seus 18,5 milhões.milhões. • Por outro lado, São Tomé ePor outro lado, São Tomé e Príncipe tem apenas 157 milPríncipe tem apenas 157 mil habitantes, menos do quehabitantes, menos do que Araraquara!Araraquara! • O mais rico dos países lusófonosO mais rico dos países lusófonos africanos é Angola, que possui a 3ªafricanos é Angola, que possui a 3ª maior economia da África sub-maior economia da África sub- saariana.saariana.
  85. 85. • O mais populoso dos paísesO mais populoso dos países lusófonos africanos é Moçambique,lusófonos africanos é Moçambique, com 20 milhões de habitantes,com 20 milhões de habitantes, seguido por Angola e seus 18,5seguido por Angola e seus 18,5 milhões.milhões. • Por outro lado, São Tomé ePor outro lado, São Tomé e Príncipe tem apenas 157 milPríncipe tem apenas 157 mil habitantes, menos do quehabitantes, menos do que Araraquara!Araraquara! • O mais rico dos países lusófonosO mais rico dos países lusófonos africanos é Angola, que possui a 3ªafricanos é Angola, que possui a 3ª maior economia da África sub-maior economia da África sub- saariana.saariana. • Embora Moçambique seja o maisEmbora Moçambique seja o mais populoso, é um dos países maispopuloso, é um dos países mais pobres do mundo, cuja economiapobres do mundo, cuja economia equivale a apenas 1/8 da angolana.equivale a apenas 1/8 da angolana.
  86. 86. 0 10000 20000 30000 40000 50000 60000 70000 80000 90000 POPULAÇÃO ECONOMIA Angola Moçambique Guiné-Bissau Guiné- Equatorial Cabo Verde S.Tomé e Príncipe
  87. 87. • A África sub-saariana é uma dasA África sub-saariana é uma das regiões do mundo com menorregiões do mundo com menor número de países democráticos enúmero de países democráticos e livres, só perdendo para o Orientelivres, só perdendo para o Oriente Médio nesse quesito.Médio nesse quesito.
  88. 88. • A África sub-saariana é uma dasA África sub-saariana é uma das regiões do mundo com menorregiões do mundo com menor número de países democráticos enúmero de países democráticos e livres, só perdendo para o Orientelivres, só perdendo para o Oriente Médio nesse quesito.Médio nesse quesito. • Pelo mapa podemos perceber quePelo mapa podemos perceber que os países em verde-claro são osos países em verde-claro são os que tem sistemas democráticos eque tem sistemas democráticos e maiores liberdades civismaiores liberdades civis
  89. 89. • A África sub-saariana é uma dasA África sub-saariana é uma das regiões do mundo com menorregiões do mundo com menor número de países democráticos enúmero de países democráticos e livres, só perdendo para o Orientelivres, só perdendo para o Oriente Médio nesse quesito.Médio nesse quesito. • Pelo mapa podemos perceber quePelo mapa podemos perceber que os países em verde-claro são osos países em verde-claro são os que tem sistemas democráticos eque tem sistemas democráticos e maiores liberdades civismaiores liberdades civis • Os países em laranja são os queOs países em laranja são os que possuí sistemas híbridos,possuí sistemas híbridos, mesclados, possuem parcialmentemesclados, possuem parcialmente algumas liberdades civis, e seusalgumas liberdades civis, e seus sistemas não são consideradossistemas não são considerados muito democráticos, embora nãomuito democráticos, embora não muito autoritários.muito autoritários.
  90. 90. • A África sub-saariana é uma dasA África sub-saariana é uma das regiões do mundo com menorregiões do mundo com menor número de países democráticos enúmero de países democráticos e livres, só perdendo para o Orientelivres, só perdendo para o Oriente Médio nesse quesito.Médio nesse quesito. • Pelo mapa podemos perceber quePelo mapa podemos perceber que os países em verde-claro são osos países em verde-claro são os que tem sistemas democráticos eque tem sistemas democráticos e maiores liberdades civismaiores liberdades civis • Os países em laranja são os queOs países em laranja são os que possuí sistemas híbridos,possuí sistemas híbridos, mesclados, possuem parcialmentemesclados, possuem parcialmente algumas liberdades civis, e seusalgumas liberdades civis, e seus sistemas não são consideradossistemas não são considerados muito democráticos, embora nãomuito democráticos, embora não muito autoritários.muito autoritários. • Os países em vermelho são osOs países em vermelho são os sistemas mais autoritários dosistemas mais autoritários do continente, e com liberdades civiscontinente, e com liberdades civis restritas.restritas.
  91. 91. • Dentre os países com maioresDentre os países com maiores liberdades e democracia, podemosliberdades e democracia, podemos citar a África do Sul, Botsuana,citar a África do Sul, Botsuana, Zâmbia, Namíbia, Cabo Verde, IlhasZâmbia, Namíbia, Cabo Verde, Ilhas Maurício, Gana e Benin.Maurício, Gana e Benin.
  92. 92. • Dentre os países com maioresDentre os países com maiores liberdades e democracia, podemosliberdades e democracia, podemos citar a África do Sul, Botsuana,citar a África do Sul, Botsuana, Zâmbia, Namíbia, Cabo Verde, IlhasZâmbia, Namíbia, Cabo Verde, Ilhas Maurício, Gana e Benin.Maurício, Gana e Benin. • Entre os países com semi-Entre os países com semi- democracia, podemos citar Quênia,democracia, podemos citar Quênia, Tanzânia, Moçambique, Uganda,Tanzânia, Moçambique, Uganda, Libéria, Senegal, entre outros.Libéria, Senegal, entre outros.
  93. 93. • Dentre os países com maioresDentre os países com maiores liberdades e democracia, podemosliberdades e democracia, podemos citar a África do Sul, Botsuana,citar a África do Sul, Botsuana, Zâmbia, Namíbia, Cabo Verde, IlhasZâmbia, Namíbia, Cabo Verde, Ilhas Maurício, Gana e Benin.Maurício, Gana e Benin. • Entre os países com semi-Entre os países com semi- democracia, podemos citar Quênia,democracia, podemos citar Quênia, Tanzânia, Moçambique, Uganda,Tanzânia, Moçambique, Uganda, Libéria, Senegal, entre outros.Libéria, Senegal, entre outros. • Já os países com sistemaJá os países com sistema autoritário, que são a maioria, incluiautoritário, que são a maioria, inclui a República Democrática do Congo,a República Democrática do Congo, Angola, Camarões, Nigéria, Gabão,Angola, Camarões, Nigéria, Gabão, Etiópia, Costa do Marfim, entreEtiópia, Costa do Marfim, entre outrosoutros
  94. 94. • No atual contexto da África, aindaNo atual contexto da África, ainda existem vários conflitos noexistem vários conflitos no continente.continente.
  95. 95. • No atual contexto da África, aindaNo atual contexto da África, ainda existem vários conflitos noexistem vários conflitos no continente.continente. • Como exemplos, podemos citar:Como exemplos, podemos citar: - o conflito de Kivu, na República- o conflito de Kivu, na República Democrática do CongoDemocrática do Congo - o conflito de Darfur, no Sudão- o conflito de Darfur, no Sudão - os conflitos étnicos na Nigéria- os conflitos étnicos na Nigéria - os recentes conflitos que geraram- os recentes conflitos que geraram golpes-de-estado no Mali e nagolpes-de-estado no Mali e na Guiné-BissauGuiné-Bissau - a crise política em Madagascar- a crise política em Madagascar - o separatismo e falta de controle- o separatismo e falta de controle de todo o território por parte dode todo o território por parte do governo central da Somáliagoverno central da Somália
  96. 96. • A União Africana é umaA União Africana é uma organização que reúne a quaseorganização que reúne a quase totalidade dos países do continentetotalidade dos países do continente africano, em moldes próximos aosafricano, em moldes próximos aos da União Europeia, estabelecendoda União Europeia, estabelecendo as relações entre seus países-as relações entre seus países- membros.membros.
  97. 97. • A União Africana é umaA União Africana é uma organização que reúne a quaseorganização que reúne a quase totalidade dos países do continentetotalidade dos países do continente africano, em moldes próximos aosafricano, em moldes próximos aos da União Europeia, estabelecendoda União Europeia, estabelecendo as relações entre seus países-as relações entre seus países- membros.membros. • Ajuda na promoção doAjuda na promoção do desenvolvimento econômico e dosdesenvolvimento econômico e dos direitos humanos na África.direitos humanos na África.
  98. 98. • A União Africana é umaA União Africana é uma organização que reúne a quaseorganização que reúne a quase totalidade dos países do continentetotalidade dos países do continente africano, em moldes próximos aosafricano, em moldes próximos aos da União Europeia, estabelecendoda União Europeia, estabelecendo as relações entre seus países-as relações entre seus países- membros.membros. • Ajuda na promoção doAjuda na promoção do desenvolvimento econômico e dosdesenvolvimento econômico e dos direitos humanos na África.direitos humanos na África. • Também funcionam comitês sobreTambém funcionam comitês sobre importantes temas para os paísesimportantes temas para os países da região, como economia,da região, como economia, agricultura, finanças, comércio,agricultura, finanças, comércio, imigração, indústria, tecnologia,imigração, indústria, tecnologia, energia, transportes, saúde,energia, transportes, saúde, educação, etceducação, etc
  99. 99. • Recentemente, três países foramRecentemente, três países foram suspensos de participar na Uniãosuspensos de participar na União Africana:Africana: - Madagascar (crise política de- Madagascar (crise política de 2009)2009) - Mali (golpe-de-estado de 2012)- Mali (golpe-de-estado de 2012) - Guiné-Bissau (golpe-de-estado de- Guiné-Bissau (golpe-de-estado de 2012)2012)
  100. 100. • Recentemente, três países foramRecentemente, três países foram suspensos de participar na Uniãosuspensos de participar na União Africana:Africana: - Madagascar (crise política de- Madagascar (crise política de 2009)2009) - Mali (golpe-de-estado de 2012)- Mali (golpe-de-estado de 2012) - Guiné-Bissau (golpe-de-estado de- Guiné-Bissau (golpe-de-estado de 2012)2012) • A União Africana vem tentandoA União Africana vem tentando promover a democracia por entrepromover a democracia por entre os países africanos, apesar daos países africanos, apesar da dificuldade emanada da ausênciadificuldade emanada da ausência de cultura democrática na maioriade cultura democrática na maioria dos paísesdos países
  101. 101. • Recentemente, três países foramRecentemente, três países foram suspensos de participar na Uniãosuspensos de participar na União Africana:Africana: - Madagascar (crise política de- Madagascar (crise política de 2009)2009) - Mali (golpe-de-estado de 2012)- Mali (golpe-de-estado de 2012) - Guiné-Bissau (golpe-de-estado de- Guiné-Bissau (golpe-de-estado de 2012)2012) • A União Africana vem tentandoA União Africana vem tentando promover a democracia por entrepromover a democracia por entre os países africanos, apesar daos países africanos, apesar da dificuldade emanada da ausênciadificuldade emanada da ausência de cultura democrática na maioriade cultura democrática na maioria dos paísesdos países • A atual forma de atuação da UniãoA atual forma de atuação da União Africana não está no mesmo nívelAfricana não está no mesmo nível que a União Europeia (uniãoque a União Europeia (união monetária, comercial, livremonetária, comercial, livre circulação de pessoas), nem docirculação de pessoas), nem do Mercosul (facilidades comeciais eMercosul (facilidades comeciais e de livre circulação de pessoas)de livre circulação de pessoas)
  102. 102. • Vamos aos EXERCÍCIOS. • São 2 questões, optativas. Temos 20 minutos para resolver, entregar e corrigir. • Escrevam seu NOME e SOBRENOME em uma pequena folha de papel (pedaço) e embaixo o número e a questão que você acredita estar correta. • Exemplo: • • Prontos? ANTONIO PESSOA 1. X 2. Y 3. Z
  103. 103. 01. (FUVEST) No processo de ocupação da África Negra pelos europeus surgiu um tipo étnico chamado afrikander descendentes de: a) ingleses belgas, de formação anglicana. b) dinamarqueses e holandeses, de formação calvinista. c) portugueses e espanhóis, de formação católica. d) alemães e belgas, ligados a Igreja Anglicana Reformada. e) holandeses e alemães, ligados a Igreja Reformada Holandesa. 02. A opinião pública internacional, constantemente, se vê abalada pelas notícias sobre o fantasma da fome que ameaça a milhões de africanos. A interrupção da produção por guerras civis e golpes de estado é uma das causas. Mas, também, há o risco de que a fome se alastre, em virtude do avanço de processos de desertificação, o que se verifica, já em estado avançado, na área imediatamente ao sul do Saara, conhecida como: a) Sahel. b) Magreb. c) Atlas. d) Benguela. e) Kalahari. 03. (FUVEST) O processo de descolonização na África foi acompanhado por: a) elevação nas taxas de crescimento da população do campo, que foi modernizado para produzir alimentos para o mercado interno b) abertura da economia dos países africanos, devido à dimensão do seu mercado consumidor, aumentando significativamente sua participação no comércio mundial c) democratização do continente, que se livrou das ditaduras nele instaladas nos anos noventa do século XX, com apoio das antigas metrópoles d) imposição política externa de limites fronteiriços, que gerou uma série de lutas políticas internas em vários países. e) migração controlada da população africana, decorrente de conflitos tribais, para países que anteriormente dominaram o continente
  104. 104. (FUVEST) No processo de ocupação da África Negra pelos europeus surgiu um tipo étnico chamado afrikander descendentes de: a) ingleses belgas, de formação anglicana. b) dinamarqueses e holandeses, de formação calvinista. c) portugueses e espanhóis, de formação católica. d) alemães e belgas, ligados a Igreja Anglicana Reformada. e) holandeses e alemães, ligados a Igreja Reformada Holandesa. -------------------------------------------------------------------------------------------------------- (UNIFICADAS) A opinião pública internacional, constantemente, se vê abalada pelas notícias sobre o fantasma da fome que ameaça a milhões de africanos. A interrupção da produção por guerras civis e golpes de estado é uma das causas. Mas, também, há o risco de que a fome se alastre, em virtude do avanço de processos de desertificação, o que se verifica, já em estado avançado, na área imediatamente ao sul do Saara, conhecida como: a) Sahel. b) Magreb. c) Atlas. d) Benguela. e) Kalahari. -------------------------------------------------------------------------------------------------------- (FUVEST) O processo de descolonização na África foi acompanhado por: a) elevação nas taxas de crescimento da população do campo, que foi modernizado para produzir alimentos para o mercado interno b) abertura da economia dos países africanos, devido à dimensão do seu mercado consumidor, aumentando significativamente sua participação no comércio mundial c) democratização do continente, que se livrou das ditaduras nele instaladas nos anos noventa do século XX, com apoio das antigas metrópoles d) imposição política externa de limites fronteiriços, que gerou uma série de lutas políticas internas em vários países. e) migração controlada da população africana, decorrente de conflitos tribais, para países que anteriormente dominaram o continente
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×