Cancro da Mama
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Cancro da Mama

on

  • 2,666 views

PPoint realizado no âmbito da Ação de Formação "Cancro: educar para prevenir", realizada pelo IPATIMUP, e que servirá de suporte a uma aula sobre o cancro da mama.

PPoint realizado no âmbito da Ação de Formação "Cancro: educar para prevenir", realizada pelo IPATIMUP, e que servirá de suporte a uma aula sobre o cancro da mama.

Statistics

Views

Total Views
2,666
Views on SlideShare
2,666
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
35
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Cancro da Mama Cancro da Mama Presentation Transcript

  • MAMA HELP  Cancro da Mama: conhecer para prevenirTrabalho realizado no âmbito da ação de formação "Cancro: educar para prevenir"Entidade responsável pela formação: IPATIMUP, PortoJaneiro a Abril de 2012Teresa Lacerda (teresalacerda@hotmail.com), Fevereiro de 2012Escola Secundária da Póvoa de LanhosoTeresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Já tinha pensado que… Vídeo no Youtube >>>>Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Inimigos a abater O Cancro da Mama tem três grandes inimigos: o medo, a ignorância e a negligência. VAMOS COMBATÊ-LOS!Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Incidência do cancro da mama… Número de novos casos que surgem por ano: Mundo 1.384.155 Europa 425.147 Portugal 5.333Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Dados para 2008 obtidos a partir de Globocan
  • Incidência do cancro da mama… Em PORTUGAL: 1 em cada 10 mulheres contraem cancro de mama por ano!Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Dados do Portal de Oncologia Português
  • Mortalidade associada ao cancro da mama… Número de mortes por ano: Mundo 458.503 Europa 128.737 Portugal 1.537Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Dados para 2008 obtidos a partir de Globocan
  • Mortalidade associada ao cancro da mama… Em PORTUGAL: + 1500 mulheres MORREM de cancro de mama por ano! 4 mulheres morrem de cancro de mama por dia!Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Dados do Portal de Oncologia Português
  • O que fazer? Estes dados podem-se alterar, para isso é preciso: CONHECER para PREVENIR!Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Mitos e factos associados ao cancro da mamaMito Só as mulheres têm cancro da mama. Facto Os homens também podem ter cancro da mama ainda que seja muito raro.Mito Só as mulheres com história familiar têm risco de vir a ter cancro da mama. Facto A maioria das mulheres com cancro da mama não tem história familiar.Mito As mulheres mais novas têm maior risco do que as mais velhas de vir a ter cancro da mama. Facto As mulheres mais velhas têm maior risco do que as mais novas de vir a ter cancro da mama.Mito Nódulos mamários aumentam o risco de cancro da mama. Facto A maior parte dos nódulos benignos da mama não aumenta o risco de cancro.Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Portal de Oncologia Português
  • Mitos e factos associados ao cancro da mamaMito As alterações fibrocísticas e/ou cistos mamários aumentam o risco de cancro da mama. Facto Não é verdade!Mito Beber café aumenta o risco de cancro da mama. Facto Não é verdade!Mito Anti-transpirantes e desodorizantes aumentam o risco de cancro da mama. Facto Não é verdade!Mito A escorrência (líquido) mamilar é sinal de cancro da mama. Facto A escorrência mamilar é um sinal importante mas que na maioria dos casos não traduz cancro.Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Portal de Oncologia Português
  • Mitos e factos associados ao cancro da mamaMito Os soutiens com aros aumentam o risco de cancro da mama. Facto Os soutiens, com aros, sem aros, etc. não têm qualquer influência no risco de cancro da mama.Mito Um traumatismo na mama pode causar cancro. Facto Não é verdade!Mito As pílulas contraceptivas aumentam o risco de cancro da mama. Facto As pílulas contraceptivas actuais não aumentam o risco de cancro da mama.Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Portal de Oncologia Português
  • Os mitos não são verdades… Cá está, é preciso: CONHECER para PREVENIR!Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • PROPOSTA DE TRABALHO EM GRUPOS (Tarefas também acessiveis a partir de >>>>)Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Um consultório multidisciplinar Nutricionista Oncologia médica Caso clínico Anatomopatologista Clínico geralTeresa Lacerda, Fevereiro 2012 Imagens in [1] [2] [3] [4] [5]
  • EM SÍNTESE…Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • O que é o cancro da mama? O cancro da mama é um tumor maligno que se desenvolve nas célulasdo tecido mamário.  É muito mais frequente nas mulheres…  Mas também pode atingir os homens. O cancro da mama apresenta-se, muitas vezes, como uma massa dura eirregular que, quando palpada, se diferencia do resto da mama pela suaconsistência.Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Fatores de risco subjacentes ao cancro da mamaFACTORES HORMONAIS / REPRODUTIVOS:  Sexo feminino  Menarca precoce (<12)  Menopausa tardia (>55)  Primeira gravidez depois dos 30 - 35 anosTeresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Portal de Oncologia Português
  • Fatores de risco subjacentes ao cancro da mamaHISTÓRIA FAMILIAR E PESSOAL:  Idade (a possibilidade de ter cancro da mama aumenta com a idade)  Etnia (ocorre com maior frequência em mulheres caucasianas  História pessoal de cancro da mama e/ou ovário  História familiar de cancro da mama e/ou ovário  Alterações da mama  Densidade da mama (apresentação de tecido denso numa mamografia)  Alterações genéticas (5 a 10% dos casos são genéticos)Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Portal de Oncologia Português
  • Fatores de risco subjacentes ao cancro da mamaDIETA:  Obesidade após a menopausa  Dieta hipercalórica e hiperproteica na adolescência  Inatividade física  Bebidas alcoólicasTeresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Portal de Oncologia Português
  • Sinais e sintomas do cancro da mamaO cancro da mama pode causar alterações físicas detectáveis, como:  Alteração na mama ou no mamilo, quer no aspecto quer na palpação;  Qualquer nódulo ou espessamento na mama, perto da mama ou na zona da axila;  Sensibilidade no mamilo;  Alteração do tamanho ou forma da mama;  Retracção do mamilo (mamilo virado para dentro da mama);  Pele da mama, aréola ou mamilo com aspecto escamoso, vermelho ou inchado; pode apresentar saliências ou reentrâncias, de modo a parecer "casca de laranja".  Secreção ou perda de líquido pelo mamilo.Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Portal de Oncologia Português
  • Prevenção primária para o cancro da mamaCom a prevenção primária pretende-se evitar a formação de cancro.Pode fazer-se prevenção primária através: - do desenvolvimento de hábitos de vida saudáveis; - da prática regular de exercício físico; - da adoção de uma dieta equilibrada; Em mulheres com alto risco deste cancro, pode optar-se pela: - realização de testes genéticos; - cirurgia profilática.Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Prevenção secundária para o cancro da mamaCom a prevenção primária pretende-se detetar o cancro precocemente.Pode fazer-se prevenção secundária através: - auto-exame mensal da mama, após o período menstrual; - exame clínico anual/bianual e na realização de exames como mamografia (em geral, a partir do 40 anos); - da ecografia e/ou biopsia de acordo com prescrição médica.Teresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Portal de Oncologia Português
  • Prevenção secundária para o cancro da mamaAuto-exame Vídeo no Youtube >>>>Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Prevenção secundária: auto-exame da mamaTeresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Auto-Exame da Mama, UTAD
  • Prevenção secundária: auto-exame da mamaTeresa Lacerda, Fevereiro 2012 Informação in Auto-Exame da Mama, UTAD
  • Lembrem-se: "Mais vale PREVENIR do que remediar"!A CONCLUIR…Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • Não se esqueçam… Vídeo no Youtube >>>>Teresa Lacerda, Fevereiro 2012
  • REFERÊNCIASAs referências usadas estão identificadas em cada slide e podem serconsultadas clicando em cima da indicação correspondente.Teresa Lacerda, Fevereiro 2012