Teias Summary

1,318 views
1,225 views

Published on

Published in: Business, Economy & Finance
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,318
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
35
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Teias Summary

  1. 1. TEIAS Teia de Executivos & Empreendedores de Impacto Ambiental e Social Ferramentas e Colaboração para NEGÓCIOS COMO AGENTE DE MUDANÇA Iniciativa: InovArte & Associados Parceria: MinasInvest www.teeias.blogspot.com
  2. 2. OBJETIVOS O Programa TEIAS desdobra-se em dois projetos: O Projeto TEIAS - Teia de Empreendedores & Executivos com Impacto Ambiental e Social visa organizar, coordenar, compartilhar, inspirar e TEIAS: divulgar as capacitações de uma rede inovadora e compartilhamento impactante de MBAs, estudantes graduados, profissionais e empreendedores socialmente responsáveis, empregando avançadas ferramentas da WEB 2.0 em redes sociais O Projeto TEIAS - Transformando o Empreendimento em Impacto Ambiental e TEIAS: Social visa capacitar executivos e Capacitação e P&D empreendedores para uma sociedade global sustentável, pesquisar e desenvolver conhecimento no setor de NSR
  3. 3. TEIAS: Teia de Empreendedores & Executivos com Impacto Ambiental e Social compartilhamento
  4. 4. CONCEITOS TEIAS consiste em uma teia de líderes, empreendedores e executivos de negócio, comprometidos a usar o poder e as ferramentas empresariais para melhorar as condições sociais e ambientais. TEIAS acredita que negócios combinam com lucro, mudanças sociais positivas, equidade, ética e respeito aos ecosistemas em que estão inseridos em sua transformação. PARTICIPANTES DA TEIAS : Líderes em RSC (Responsabilidade Social Corporativa) Empreendedores sociais Especialistas em meio ambiente e energia renovável Diretores e executivos de organizações sem fins lucrativos Agentes e fomentadores de desenvolvimento Investidores e fundos de investimento socialmente responsáveis Executivos em administração de negócios Redes locais de negócios, conhecimento e colaboração
  5. 5. ESTRATÉGIA DA TEIAS Estreitar a relação negócio-e-sociedade, criando e fortalecendo uma teia de líderes empreendedores e executivos que usam o poder e as ferramentas MISSÃO empresariais, com equidade e pragmatismo, para provocar impacto social, ambiental e econômico. ACIONA INSPIRA E UMA TEIA DIVULGA DE IDÉIAS E COMPETÊN- PROJETOS TEORIA DA CIAS MEMBROS MUDANÇA TEIAS EQUIPA E FORMA REDES PARA O IMPACTO 5
  6. 6. MOTIVAÇÕES DOS MEMBROS DOS ESTUDANTES E PROFISSIONAIS: Unir-se a uma teia nacional e internacional de relacionamentos profissionais com afinidades Acessar recursos a carreiras, setores, projetos e empresas socialmente responsáveis Participar em programas que permitam usar capacitações empresariais para o bem-estar da sociedade, ganhando experiência e enriquecendo o currículo DOS GRUPOS LOCAIS: Unir-se a uma teia nacional e internacional de clubes e comunidades de estudantes e profissionais onde possa compartilhar idéias e melhores práticas no Brasil e no mundo Unir-se a programas de abrangência em rede, com respaldo centralizado organizado DAS ESCOLAS DE NEGÓCIO E CORPO DOCENTE DE MBA Orientar seus alunos a recursos profissionais e de carreira que complementem seus conteúdos programáticos; disponibilização de CMC (Career Management Center) internacional Utilizar os recursos dos centros associados de pesquisa e atualização em RSC Inteirar-se de práticas e avanços de outros centros de ensino e programas neste setor. Capacitação de alunos e empresas em negócios e investimentos socialmente responsáveis DAS EMPRESAS Beneficiar-se de serviços de recrutamento para estagiários e funcionários de talento Ter acesso a uma rede abrangente, ao mesmo tempo em que demonstra comprometimento com negócios socialmente responsáveis ao tornar-se um Patrocinador Corporativo Ter acesso a oportunidades de investimentos socialmente responsáveis Retenção de empregados com a visão e aspiração em empreendimentos sustentáveis
  7. 7. FORÇA DA TEIAS: PRAGMATISMO A visão estratégica da TEIAS é conscientizar, equipar e motivar os empreendedores, executivos e investidores socialmente responsáveis da força da aplicação do conhecimento e do negócio como agente de mudança na sociedade. “ A força do pragmatismo empresarial, agilidade, capacidade de inovação e espírito empreendedor, seu alcance e tecnologia de interatividade, sua mentalidade de melhoria contínua, seus potenciais de mecanismos e soluções de mercado podem fazer toda a diferença na criação de um mundo próspero, inspirado e capaz de produzir as sociedades sustentáveis que trabalham para todos.”David Cooperrider- Fundador do Centro de Negócios como Agente para um Mundo Melhor,Weatherhead School of Management, EUA “ Muita alta e sincera é a devoção, mas o exato das praxes impõe é outras coisas: impõe é o duro legal...” Guimarães Rosa “ Todo conhecimento genuíno origina-se da experiência direta. “ Mao Zedong
  8. 8. NEGÓCIO COMO AGENTE DE MUDANÇA A relação entre negócios e sociedade, incluindo a busca por negócios que impulsionem o benefício mútuo abordando as necessidades mais agudas do mundo, tem se tornando um dos temas mais preocupantes deste século. ] Modelos e estratégias de negócio inovadores no conceito da nova economia estão demonstrando como os negócios podem ser instrumentais na erradicação da pobreza por meio da gestão sustentável. “O negócio, como motor da nossa sociedade, tem a oportunidade de ser a nova força criativa do planeta, uma força que pode contribuir para o bem estar de muitos.” Willis Harmon, fundador do World Business Academy
  9. 9. JUSTIFICATIVAS Investidores no mundo inteiro estão investindo mais de US$180 bilhões em negócios socialmente responsáveis (NSR) Os fundos em NSR nos EUA cresceram de duas firmas com US$66 milhões em ativos em 1980 para quase 200 fundos atualmente - com ativo de mais de US$150 bilhões (Stanford Social Innovation Review) O intangível conta - 50 a 90% do valor de mercado de uma empresa pode ser hoje atribuído aos intangíveis, como meio ambiente, saúde e segurança (GEMI: Vantagem Clara: Agregando Valor às Ações) Empresas boas desempenham melhor: em um período de cinco anos, o índice do Grupo de sustentabilidade do Dow Jones (DJGSI) desempenhou em média 36.1 % melhor do que o Índice tradicional do Grupo Dow Jones Group Index (DJGI)
  10. 10. JUSTIFICATIVAS O Lado de Venda ( Sell Side) de importantes mercados financeiros já mensura a materialidade da responsabilidade social corporativa. Ou seja, as questões sociais e de meio ambiente afetam materialmente os preços das ações na bolsa de valores. “O negócio faz parte da sociedade, e não está fora dela. Quando falamos de responsabilidade social corporativa não a enxergamos como algo que o negócio faz para a sociedade , mas como parte integrante fundamental a tudo que fazemos… não como filantropia ou investimento comunitário, mas o impacto que exerce sobre nossas operações e produtos assim como a interação que temos com as sociedades que servimos. Responsabilidade social corporativa não é tema banal ou favor que prestamos em função dos resultados do negócio. É central no ato empresarial. Sua gestão é desafiadora e difícil.” (expresso pela gigante Unilever na London business School) UNEP- FI (Organismo de Proteção Ambiental – Finanças das Nações Unidas) é uma parceria entre a UNEP e o setor privado. Mais de 160 instituições, incluindo bancos, seguradoras e gestores de fundos, trabalham com a UNEP para compreender o impacto das implicações sociais e ambientais no desempenho financeiro - com carteira de investimentos socialmente responsáveis de mais de 4 trilhões de dólares! Os membros da TEIAS aderem aos Princípios da UNEP-FI e adesão formal em curso.
  11. 11. justificativa Pesquisa da Net Impact sobre a opinião dos alunos de MBA sobre a Relação entre negócios e as questões de meio ambiente e responsabilidade social/Maio de 2007 2.113 estudantes de MBA responderam à pesquisa, representando 87 cursos diferentes No geral, a maioria dos estudantes acham que questões sociais e ambientais merecem consideração destacada nas escolas de negócio, nos objetivos de carreira e no setor privado em geral. Em termos de educação de MBA, 78% dos entrevistados concordam que responsabilidade social corporativa é um tópico que deve ser incluído no currículo principal nos programa de MBA. 70% concorda que as escolas de negócio deveriam enfatizar a capacitação nessas questões mais do que fazem atualmente. Apenas 9% diz que não quer aprender mais sobre responsabilidade corporativa durante sua formação. As implicações desse estudo são especialmente importantes para os programas das escolas de negócio e para os empregadores. Os resultados da pesquisa mostram que os alunos de hoje estão seriamente levando em conta as implicações sociais do negócio durante seus programas de MBA. As universidades deveriam considerar a adoção de responsabilidade corporativa e tópicos relacionados em seus cursos principais , assim como apoiar atividade afins . Ademais, os empregadores podem beneficiar-se na abordagem das questões de responsabilidade social em seu ambiente de trabalho, comunicando seus valores para contratados potenciais. Isto se aplica ainda mais para as empresas médias e grandes:um em cada dois MBAs que pretende ingressar no setor corporativo imediatamente diz que planeja parar de trabalhar para as grandes empresas depois de cinco a dez anos. Os estudantes estão inclinados a dizer que querem uma carreira socialmente responsável. Isso indica que as companhias têm a oportunidade de reter mais os seus empregados se enfatizarem mais a responsabilidade social.
  12. 12. TEIAS: Transformando o Empreendimento em Impacto Ambiental e Social capacitação
  13. 13. VISÃO A visão do Programa TEIAS - Transformando o Empreendimento em Impacto Ambiental e Social é desenvolver líderes para uma sociedade global sustentável. Combinando insumos acadêmicos e pragmáticos, a TEIAS tem por meta transformar idéias e projetos em soluções para problemas complexos da sociedade sem perder de vista a lucratividade e competitividade a longo- prazo inerente ao empreendimento com sustentabilidade. Os negócios SAR (socialmente e ambientalmente responsáveis) são liderados por executivos e empreendedores que possuem as capacidades, valores e visão a longo-prazo exigidos nas decisões de impacto social e ambiental e que empregam a inovação radical como elemento de estratégia empresarial As ações da TEIAS são voltadas a criar oportunidades para interações e parcerias inter-setoriais com executivos, empresários e educadores para explorar novas trilhas para a sustentabilidade, com foco específico em treinamento e desenvolvimento de líderes. O Programa requer igualmente que os educadores integrem a gestão de impacto social e ambiental em suas pesquisas e ensino.
  14. 14. CRENÇAS E VALORES DA TEIAS SONHAR COM RESPONSABILIDADE: “ Tudo corre e chega tão ligeiro; será que se há lume de responsabilidade? Se sonha; já se fez...” G. Rosa PESSOAS DE CONHECIMENTO: “Não discorra sobre gestão de conhecimento. Isto não existe. O que existe são pessoas de conhecimento.” Peter Drucker UNIÃO DE CONHECIMENTO: “ Por que é que todos não se reúnem, para sofrer e vencer juntos, de uma vez?”G. Rosa ACESSIBILIDADE AO CONHECIMENTO: “ a sociedade do conhecimento se tornará inevitavelmente muito mais competitiva que qualquer outra sociedade anterior – pela simples razão de que sendo o conhecimento universalmente acessível, não há desculpa para não desempenhar.” Peter Drucker OUSADIA : “ O que ninguém ainda não tinha feito, a gente se sentia no poder fazer.” “ O melhor não sou, oxente, mas porfio no que quero e prezo...”G.Rosa PLANEJAMENTO: “ Versar viagem a cavalo sem ter estradas – só doido é quem faz, ou jagunz.” G. Rosa MUDANÇA A PARTIR DE DENTRO: “ A gente tem de sair do sertão! Mas só se sai do sertão é tomando conta dele a dentro...”
  15. 15. CRENÇAS E VALORES DA TEIAS IGUALDADE: “ Aprender é descobrir o que nós já sabemos. Fazer é demonstrar o que se sabe. Ensinar é lembrar aos outros de que eles sabem tão bem quanto você. Somos todos aprendizes, fazedores e professores.” Peter Drucker CONHECIMENTO COM AÇÃO: “ O sábio vê o conhecimento e a ação como uma unidade. “ Bhagavad-Gita TENACIDADE: “ Ou nós achamos o caminho ou fazemos um.” Hannibal “ Agora que já principiamos e já andamos um caminho tão grande, ninguém nos faz virar e nem andar de fasto.” G.Rosa DIVULGAÇÃO DO CONHECIMENTO: “ conhecimento é poder…. No pós- capitalismo, o poder vem da transmissão da informação para torná-la produtiva, não de escondê-la.” Peter Drucker UTILIDADE: “Nada que não venda eu não quero inventar. A venda é a prova da utilidade e a utilidade é a prova do sucesso.” Thomas Edson REALISMO: “ Uma coisa é por idéias arranjadas, outra é lidar com país de pessoas, de carne e sangue, de mil-e-tantas misérias...” Guimarães Rosa
  16. 16. CRENÇAS E VALORES DA TEIAS INCLUSIVIDADE E INOVAÇÃO: “ Mire, veja: o mais importante e bonito, do mundo é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando.” G.Rosa SIMPLICIDADE: “ Um homem consegue intrujar de tudo; só de ser inteligente e valente é que muito não pode.” G.Rosa INSTRUÇÃO A SERVIÇO DA SOCIEDADE: “ Ah quanta coisa limpa verdadeira uma pessoa de alta instrução não concebe! Aí podem encher este mundo de outros movimentos, sem os erros e volteios da vida em sua lerdeza de sarrafaçar”. G. Rosa DIVERSIDADE: “ No real da vida, as coisas acabam com menos formato, nem acabam. Melhor assim. Pelejar por exato, dá erro contra a gente. Não se queira.” VISÃO DE FUTURO: “ Eu atravesso as coisas – e no meio da travessia não vejo! – só estava era entretido nas idéias do lugares de saída e de chega.” EXPERIMENTAÇÃO: “ O real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia.”
  17. 17. PRINCÍPIOS DO PACTO GLOBAL Os membros da TEIAS aderem e divulgam, dentro de sua esfera de influência, os Dez Princípios do Pacto Global das Nações Unidas, uma série de valores intrínsecos que abrangem os seguintes campos: DIREITOS HUMANOS Princípio 1 - Os negócios devem defender e respeitar a proteção de direitos humanos internacionalmente reconhecidos e, Princípio 2 - Observar que eles não são cúmplices em abusos humanos. CONDIÇÕES DE TRABALHO Princípio 3 – Os negócios devem defender a liberdade de associação e o reconhecimento legítimo do direito às reivindicações coletivas; Princípio 4 – Eliminação de todas as formas de trabalho forçado e compulsório Princípio 5 - Efetiva abolição do trabalho infantil; e Princípio 6 – Eliminação de discriminação relativa ao emprego e à ocupação. MEIO AMBIENTE Princípio 7 – Os negócios devem defender uma abordagem preventiva aos desafios ambientais; Princípio 8 – Assumir iniciativas para promover uma maior responsabilidade ambiental; e Princípio 9 - Estimular o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis ANTI-CORRUPCÃO Princípio 10 - Os negócios devem trabalhar contra todas as formas de corrupção, incluindo extorsão e propinas.
  18. 18. PRME – Principles for Responsible Management Education Os membros da TEIAS aderem ao PRME, lançado na Conferência dos líderes do Global Compact em julho/2007 em Genebra. O PRME oferece um arcabouço para que as instituições acadêmicas desenvolvam a responsabilidade social corporativa incorporando valores universais no curriculum e na pesquisa. Esses Princípios foram desenvolvidos por uma força de trabalho internacional consistindo de sessenta Reitores, presidentes de universidades e representantes legais de escolas de negócio de renome. Os princípios abordam o impacto das escolas de negócio e formandos no futuro da responsabilidade social corporativa. “ A globalização não apenas precisa de empresas que contribuam decisivamente aos mercados mais sustentáveis e inclusivos; precisa igualmente uma nova geração de executivos e líderes em dia com a evolução. A iniciativa PRME, como uma convoção global, será firmada por um número crescente de instituições”, disse Dr Manuel Escudero, Líder das Iniciativas Acadêmicas do Pacto Global das Nações Unidas, ao referir-se ao significado do PRME
  19. 19. Espaço operacional do TEIAS
  20. 20. Espaço de eventos do TEIAS

×