8º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros/8ª CineOP
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

8º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros/8ª CineOP

on

  • 333 views

Pioneira desde sua criação (2006), ao enfocar a preservação e o cinema como patrimônio, a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto chega a sua 8ª edição, de 12 a 17 de junho de 2013, ...

Pioneira desde sua criação (2006), ao enfocar a preservação e o cinema como patrimônio, a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto chega a sua 8ª edição, de 12 a 17 de junho de 2013, reafirmando o propósito ser instrumento de reflexão e luta pela salvaguarda do rico e vasto patrimônio audiovisual brasileiro. É testemunha da evolução das discussões e do avanço das tecnologias digitais que impactam o setor da preservação. O tempo é um dos principais inimigos a serem combatidos, a demora na aprovação de políticas específicas para o setor traduz-se na agonia e desaparecimento de importantes obras de nossa cinematografia.

Gustavo Dahl, morto em 2011 e um dos homenageados da última edição da Mostra, registra em sua participação na CineOP (ano 2008), que “menos de 7% dos filmes brasileiros do período mudo sobrevieram à passagem do tempo – mesmo percentual de preservação de nossa Mata Atlântica nativa”. Trata-se de um número alarmante, mas que não origina manifestações midiáticas de ONGs ou da imprensa. A sociedade ainda não se deu conta da importância fundamental dessa memória coletiva preservada pelos suportes audiovisuais”.

No entanto, a preservação não pode ser um fim em si mesma. É preciso democratizar o acesso ao bem preservado, inclusive para que se possa conscientizar e mobilizar a sociedade em torno de sua importância e o avanço das novas tecnologias delimitam ao mesmo tempo oportunidades e desafios para essa democratização. É justamente sobre essas oportunidades e desafios que a 8a CineOP se apresenta.

O 8º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros, reunirá instituições ligadas à preservação audiovisual em torno de cinco dias de programação que inclui exibições de filmes, debates, diálogos audiovisuais e oficinas sobre essas questões.

A 8ª CineOP cumpre, nas palavras de Hernani Heffner, seu papel como “fórum colaborativo, trazendo a contribuição de todos para o debate e ação necessários à transformação da preservação audiovisual em mais um campo de Cultura Democrática”.

Statistics

Views

Total Views
333
Views on SlideShare
333
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

8º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros/8ª CineOP Presentation Transcript

  • 1. 8ª CineOP / Encontro Nacional deArquivos e Acervos AudiovisuaisA PRESERVAÇÃO DE ACERVOS DETELEVISÃOTeder Muniz Morás
  • 2. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosCenário Mudança de paradigma: do material para o imaterial; Milhares de horas em suportes midiáticos analógicosconvencionais (fitas magnéticas); Obsolescência do suporte e meios de reprodução.23/05/2013 Teder Muniz Morás 2
  • 3. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosAntes23/05/2013 Teder Muniz Morás 3
  • 4. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosHoje23/05/2013 Teder Muniz Morás 4
  • 5. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos Televisivos23/05/2013 Teder Muniz Morás 5
  • 6. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos Televisivos23/05/2013 Teder Muniz Morás 6Mídia Ano Capacidade Custo Betacam equivalente CustoLTO3 2005 500GB 400,00$ 30 4.500,00R$LTO4 2007 800GB 250,00$ 40 6.000,00R$LTO5 2009 1,6TB 150,00$ 80 12.000,00R$LTO6 2012 2,5TB 240,00$ 160 24.000,00R$¹ valor médio lançamentoFonte: Cedoc FPAQuadro comparativo custo/capacidade de armazenamento LTO/Betacam
  • 7. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosTecnologia23/05/2013 Teder Muniz Morás 7
  • 8. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosVantagens Menor custo da mídia para armazenamento de conteúdo; Menor espaço físico para acomodação do acervo; Menos replicação de conteúdo; Otimização de uso de recursos: ilhas de edição, servidores devídeo, estações de trabalho; Maior capacitação das pessoas: menos pessoas manuseandofitas, mais pessoas organizando e gerenciando o acervo.23/05/2013 Teder Muniz Morás 8
  • 9. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosDesvantagens Falta de captação dos profissionais envolvidos; Dependência da tecnologia de TI; Necessidade de permanente atualização das mídiasde armazenamento.23/05/2013 Teder Muniz Morás 9
  • 10. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosAcervo TV Manchete Doado a FPA em 2005, arrematado em leilão da massa falida; Chegou a FPA em péssimo estado de conservação; Foi higienizado, inventariado e devidamente acondicionado.23/05/2013 Teder Muniz Morás 10
  • 11. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosAcervo TV Manchete23/05/2013 Teder Muniz Morás 11
  • 12. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosAcervo TV Manchete Considerar o alto custo para digitalização; Atentar para as questões de direito autoral e de usode imagem; Legislação específica no tocante ao DA para acervosde empresas falidas.23/05/2013 Teder Muniz Morás 12
  • 13. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosPreservação23/05/2013 Teder Muniz Morás 13
  • 14. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosPreservação23/05/2013 Teder Muniz Morás 14
  • 15. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosPreservação23/05/2013 Teder Muniz Morás 15
  • 16. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosAções Diagnóstico acervos audiovisuais; Integração dos acervos; Promoção de uma política pública de preservaçãocom orientação técnica, respaldo jurídico e suportefinanceiro.23/05/2013 Teder Muniz Morás 16
  • 17. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosQualificação/Formação Captação Técnica (profissionais de acervos); Formação (novos profissionais); Sinergia entre gestão da informação, engenharia deTV e TI.23/05/2013 Teder Muniz Morás 17
  • 18. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos Televisivos“O homem tem direito a educação, saúde,moradia, segurança e transporte. Ahumanidade tem direito a memória.”23/05/2013 Teder Muniz Morás 18
  • 19. Mudanças Tecnológicas e a Preservação deAcervos TelevisivosObrigado,teder@tvcultura.com.br23/05/2013 Teder Muniz Morás 19